Coleta de Dados
Domiciliares
com Dispositivos
Móveis:
O Desafio da
Usabilidade
Patricia Z. Tavares Luiz Agner
Área de pesquisa
dedicada a estudar os
fenômenos de
comunicação entre
pessoas e sistemas
computacionais.
SBC - Sociedade B...
Capacidade do software ser:
 Fácil de compreender
(Inteligibilidade)
 Fácil de aprender
(Apreensibilidade)
 Fácil de se...
O estudo analisou a facilidade de
uso do aplicativo de coleta de
dados desenvolvido para
dispositivos móveis, a fim de
ger...
http://www.amstat.org/sections/srms/proceedings/papers/1998_158.pdf
Entrevistas Baseadas em Cenários e Tarefas
• Levantamento bibliográfico
• Observações etnográficas (contexto de uso)
• Sel...
• Usabilidade (foco em dispositivos móveis)
• Conceitos da pesquisa do IBGE
• Métodos de coleta de dados (foco no método C...
1ª1ª fase – Rio de Janeirofase – Rio de Janeiro
Área nobre
Área urbana
Área rural
2ª2ª fase – Belo Horizontefase – Belo Ho...
70% Masculino
66% 18-29 anos
44% Superior incompleto
39% Superior completo
96% Experiência em tecnologia
Seleção da amostra
Seleção da amostra
http://www.useit.com/alertbox/20000319.html
Cenário -> tarefa
Participantes acostumados ao termo “entrevista”
Evitar gerar ansiedade nos participantes
Evitar sugerir ...
Realização das entrevistas
Pré-teste
Ciência e autorização
Questionário pré-teste – perfil do usuário
Pós-teste
Questionário de avaliação do aplicati...
Padrões e
consistência
22%
Correspondência
entre o sistema
e o mundo real
17%
Controle e liberdade
13%
Clareza, gramática ...
• Apresentação para equipe técnica
• Apresentação para o comitê de projetistas do
questionário
• Seminários internos (func...
Sugestões de telas
• Método considerado satisfatório
• Custo baixo e fácil aplicação
• Usuários em seu ambiente de trabalho
• Descobrir como ...
• Diversos níveis de ruído
• Entrada de colegas de trabalho ou da chefia na
sala de entrevistas
• Pessoas servindo água e ...
Estudo de usabilidade para PDAs utilizados
em coleta de dados nas entrevistas
pessoais para pesquisas domiciliares
www.uni...
Obrigada!
Patricia Z. Tavares
patricia.tavares@ibge.gov.br
Luiz Agner
luizagner@gmail.com
www.agner.com.br
O Desafio da Usabilidade - Seminário de Metodologia do IBGE 2014
O Desafio da Usabilidade - Seminário de Metodologia do IBGE 2014
O Desafio da Usabilidade - Seminário de Metodologia do IBGE 2014
O Desafio da Usabilidade - Seminário de Metodologia do IBGE 2014
O Desafio da Usabilidade - Seminário de Metodologia do IBGE 2014
O Desafio da Usabilidade - Seminário de Metodologia do IBGE 2014
O Desafio da Usabilidade - Seminário de Metodologia do IBGE 2014
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O Desafio da Usabilidade - Seminário de Metodologia do IBGE 2014

585 visualizações

Publicada em

Apresentação realizada no Seminário de Metodologia do IBGE, realizado nos dias 5 a 7 de Novembro de 2014 nas instalações do Centro de Documentação e Disseminação de Informações (CDDI) do IBGE na cidade do Rio de Janeiro.
Autores: Patrícia Tavares e Luiz Agner.
Título: "Coleta de Dados Domiciliares com Dispositivos Móveis: O Desafio da Usabilidade"

Publicada em: Governo e ONGs
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
585
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
74
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Slide 2
    “Quase todo dia, nós recebemos do IBGE informações sobre o Brasil através da TV, do rádio, da Internet etc. Através dessas informações o IBGE faz um retrato do nosso país e da nossa sociedade tanto no que se refere a informações estatísticas quanto geográficas.”
  • Slide 2
    “Quase todo dia, nós recebemos do IBGE informações sobre o Brasil através da TV, do rádio, da Internet etc. Através dessas informações o IBGE faz um retrato do nosso país e da nossa sociedade tanto no que se refere a informações estatísticas quanto geográficas.”
  • Slide 2
    “Quase todo dia, nós recebemos do IBGE informações sobre o Brasil através da TV, do rádio, da Internet etc. Através dessas informações o IBGE faz um retrato do nosso país e da nossa sociedade tanto no que se refere a informações estatísticas quanto geográficas.”
  • Slide 2
    “Quase todo dia, nós recebemos do IBGE informações sobre o Brasil através da TV, do rádio, da Internet etc. Através dessas informações o IBGE faz um retrato do nosso país e da nossa sociedade tanto no que se refere a informações estatísticas quanto geográficas.”
  • O Desafio da Usabilidade - Seminário de Metodologia do IBGE 2014

    1. 1. Coleta de Dados Domiciliares com Dispositivos Móveis: O Desafio da Usabilidade Patricia Z. Tavares Luiz Agner
    2. 2. Área de pesquisa dedicada a estudar os fenômenos de comunicação entre pessoas e sistemas computacionais. SBC - Sociedade Brasileira de Computação http://www.sbc.org.br/index.php?option=com_content&view=category&layout=blog&id=45&Itemid=66 Interação Humano-Computador (IHC)
    3. 3. Capacidade do software ser:  Fácil de compreender (Inteligibilidade)  Fácil de aprender (Apreensibilidade)  Fácil de ser operado (Operacionalidade)  Atraente ao usuário (Atratividade) Usabilidade ISO/IEC 9126-1:2001 Software engineering — Product quality — Part 1: Quality model
    4. 4. O estudo analisou a facilidade de uso do aplicativo de coleta de dados desenvolvido para dispositivos móveis, a fim de gerar recomendações de projeto para fazer a sua interface mais eficiente e adequada para os entrevistadores. Objetivo
    5. 5. http://www.amstat.org/sections/srms/proceedings/papers/1998_158.pdf
    6. 6. Entrevistas Baseadas em Cenários e Tarefas • Levantamento bibliográfico • Observações etnográficas (contexto de uso) • Seleção da amostra de participantes • Testes de usabilidade em laboratório portátil • Análise dos resultados • Comunicação dos resultados TAVARES, P. Z. ; LEAL FERREIRA, S. B.; AGNER, L. 2010a. “Método de Entrevistas Baseadas em Cenários e Tarefas”. In: XXIX ENANPAD Encontro Nacional dos Programas de Pós Graduação em Administração, 2010, Rio de Janeiro.
    7. 7. • Usabilidade (foco em dispositivos móveis) • Conceitos da pesquisa do IBGE • Métodos de coleta de dados (foco no método CAPI) • Vídeo: como abordar o informante do IBGE • Conversas informais com usuários Levantamento bibliográfico
    8. 8. 1ª1ª fase – Rio de Janeirofase – Rio de Janeiro Área nobre Área urbana Área rural 2ª2ª fase – Belo Horizontefase – Belo Horizonte Área nobre Comunidade Observações etnográficas
    9. 9. 70% Masculino 66% 18-29 anos 44% Superior incompleto 39% Superior completo 96% Experiência em tecnologia Seleção da amostra
    10. 10. Seleção da amostra http://www.useit.com/alertbox/20000319.html
    11. 11. Cenário -> tarefa Participantes acostumados ao termo “entrevista” Evitar gerar ansiedade nos participantes Evitar sugerir que estariam sendo “testados” O teste é do software! “Think aloud” TAVARES, P. Z. ; LEAL FERREIRA, S. B.; AGNER, L. 2010a. “Método de Entrevistas Baseadas em Cenários e Tarefas”. In: XXIX ENANPAD Encontro Nacional dos Programas de Pós Graduação em Administração, 2010, Rio de Janeiro. Testes de usabilidade
    12. 12. Realização das entrevistas
    13. 13. Pré-teste Ciência e autorização Questionário pré-teste – perfil do usuário Pós-teste Questionário de avaliação do aplicativo Entrevista aberta
    14. 14. Padrões e consistência 22% Correspondência entre o sistema e o mundo real 17% Controle e liberdade 13% Clareza, gramática e ortografia 13% Estética e design minimalista 10% Prevenção de erros 8% Visibilidade do status do sistema 6% Mensagens de erro 4%Eficiência 2% Tempo de resposta 2% Uso da memória 3% Análise dos resultados
    15. 15. • Apresentação para equipe técnica • Apresentação para o comitê de projetistas do questionário • Seminários internos (funcionários do IBGE) • Seminários abertos ao público Comunicação dos Resultados Recomendações de usabilidade
    16. 16. Sugestões de telas
    17. 17. • Método considerado satisfatório • Custo baixo e fácil aplicação • Usuários em seu ambiente de trabalho • Descobrir como realmente o trabalho é realizado • Fácil recrutamento de participantes • Deixar os participantes à vontade • Dar voz ao usuário final (motivação e contribuição) Vantagens do Método TAVARES, P. Z. ; LEAL FERREIRA, S. B.; AGNER, L. 2010a. “Método de Entrevistas Baseadas em Cenários e Tarefas”. In: XXIX ENANPAD Encontro Nacional dos Programas de Pós Graduação em Administração, 2010, Rio de Janeiro.
    18. 18. • Diversos níveis de ruído • Entrada de colegas de trabalho ou da chefia na sala de entrevistas • Pessoas servindo água e cafezinho • Conversas paralelas Desvantagens do Método TAVARES, P. Z. ; LEAL FERREIRA, S. B.; AGNER, L. 2010a. “Método de Entrevistas Baseadas em Cenários e Tarefas”. In: XXIX ENANPAD Encontro Nacional dos Programas de Pós Graduação em Administração, 2010, Rio de Janeiro.
    19. 19. Estudo de usabilidade para PDAs utilizados em coleta de dados nas entrevistas pessoais para pesquisas domiciliares www.uniriotec.br/ppgi Banco de Dissertações PPGI-UNIRIO Ano 2011
    20. 20. Obrigada! Patricia Z. Tavares patricia.tavares@ibge.gov.br Luiz Agner luizagner@gmail.com www.agner.com.br

    ×