Matriz identidade

5.677 visualizações

Publicada em

Matriz identidade

  1. 1. + MATRIZ IDENTIDADE Psicodrama Acadêmicas: Bárbara Slonsk Delboni Cícera Leoclicia Alves Stephanie Bittencourt Joaquim Suelen Regina Oliveira
  2. 2. +  Moreno considera a criança como um gênio em potencial, que nasce como um bebê despreparado para o mundo externo e por isso necessita de ajuda, pois sai de um mundo parasitário para um mundo de iniciativas, que requer logo de início o primeiro ato de espontaneidade criadora.
  3. 3. Matriz Identidade • A matriz de identidade é o lugar onde a criança se insere desde o nascimento, relacionando-se com outros objetos e pessoas dento de um determinado clima. • O meio é constituído por fatores sociais, materiais e psicológicos.+ • É o lócus nascendi, a placenta social, pois estabelece a comunicação entre a criança e o universo social da mãe. • Esse local é ocupado pelo bebê antes mesmo dele nascer.
  4. 4. + Segundo Moreno, após o nascimento, a criança passa da matriz materna, que é existencial para a matriz de identidade, que se dá em duas fases complementares. Primeiro e Segundo Universo  Primeiro Universo  1 - Matriz de identidade total indiferenciada: onde o ser se confunde com o meio. 2- Matriz de identidade total diferenciada: onde o indivíduo começa a perceber o meio.
  5. 5. +  Segundo Universo  Surge uma “brecha” entre a realidade e a fantasia.  Os indivíduos começam a desenvolver dois tipos de papel: o papel social e o papel psicodramático, o primeiro mais ligado à realidade e o segundo mais relacionado à fantasia e à interioridade.
  6. 6. + Moreno inicialmente descreve cinco etapas da formação da Matriz Identidade: 1. Fase da indiferenciação onde a criança, a mãe e o mundo são uma coisa só. 2. Fase onde a criança concentra a atenção no outro, esquecendo-se  3. Movimento inverso: a criança de si mesma. está atenta a si mesma, ignorando o outro.  4. Fase onde a criança já se arrisca a tomar o papel do outro, embora não suporte o outro no seu papel. 5. Fase na qual já se aceita a troca de papéis, (inversão de papéis).
  7. 7. + Após alguns estudos, Moreno sistematiza a formação da identidade, em três etapas de desenvolvimento: Identidade do Eu com Tu A criança "experimenta" uma identidade consigo mesma e todas as pessoas e objetos do seu meio ambiente através da mãe como intermediária.
  8. 8. + Reconhecimento do Eu singularidade como pessoa Quando, finalmente, percebe que a imagem no espelho é dela própria, é porque surgiu em seu crescimento um ponto crítico, um progresso importante em sua compreensão de si mesma.
  9. 9. + Reconhecimento do tu reconhecimento dos outros.  Quando a criança se torna capaz de reconhecer o outro, mostra-se capaz de compreender o desempenho de seu papel por outro e desempenhar os papéis que observa.
  10. 10. Teoria dos Papéis”O papel é a forma defuncionamento que o indivíduoassume no momento específico emque reage a uma situaçãoespecífica, na qual outras pessoasou objetos estão envolvidos”(MORENO, 1990, p.27)
  11. 11. De acordo com Moreno, os indivíduos têm três tipos fundamentais de papéis:Psicossomáticos Sociais Psicodramáticos
  12. 12. As pessoas desenvolvem muitos papéis emuitos contra-papéis, que ficam emcontínua interação, possibilitando, emúltima instância, momentos de identidade.

×