SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
O relatório psicológico deve conter, no mínimo, 5 (cinco) itens:
1. Identificação
2. Descrição da demanda
3. Procedimento
4. Análise
5. Conclusão
MODELOS DE LAUDO/RELATÓRIO PSICOLÓGICO
Modelo 1
1. Identificação
Autor: Fulano de Tal – CRP/SP 00.XXX.
Interessado: Colégio Maria das Dores Agudas.
Assunto: Apoio para Medida Disciplinar.
2. Descrição da Demanda
Em decorrência de dificuldade de adaptação às regras e normas escolares de déficit de
atenção, falta de estímulo, reprovações subsequentes, falta de socialização, atitudes
suicidas impulsivas, excessiva agressividade, acusações de furtos e danos materiais a
patrimônio da escola e de professores, bem como experiência de expulsão em várias
escolas, o adolescente (Nome do adolescente) foi submetido à avaliação psicológica
como condição necessária à sua permanência na atual escola onde estuda. A família tem
total conhecimento do comportamento do adolescente, afirmando que desde pequeno o
mesmo apresentava dificuldade no seu desenvolvimento social. Gostava de ficar
isolado, de quebrar seus brinquedos e atear fogo em objetos. Não conseguia se envolver
emocionalmente com os membros da família, parecendo distante de todos. Ainda em
relação à família, particularmente em relação aos genitores, detectou-se na figura
paterna dificuldades de se impor, tendo o mesmo história de dependência alcóolica. Na
figura materna, observou-se uma excessiva autoridade, bem como comportamento
ambivalentes nos métodos disciplinares utilizados com o filho, ora se mostrando
indiferente, negligenciando nas condições essenciais de desenvolvimento, ora abusando
do seu poder, com castigos físicos exagerados, ficando evidenciado o caráter
conflituoso na interação familiar.
3. Procedimento
Forem realizados entrevistas e aplicação de testes psicológicos em 4 encontros de 1
(uma) hora de duração em dias alternados.
4. Análise
Nas primeiras sessões de avaliação, o examinado demonstrou excessiva tensão,
irritabilidade, agitação, ansiedade, auto estima negativa, pensamento auto destrutivo e
revolta em relação à sua mãe. Passado o período de comprometimento emocional,
procedeu-se à aplicação dos testes buscando a investigação dos campos de percepção
familiar, personalidade, inteligência e memória. No teste de percepção familiar,
demonstrou desarmonia familiar, insegurança, introversão e sentimento de
inferioridade. Foi observado distanciamento entre os familiares, rejeição ou
desvalorização dos membros. No interrogatório, os conteúdos apresentados
demonstraram bastante desinteresse pela vida. A avaliação de personalidade foi
realizada através da observação e da aplicação dos Testes (A – percepção Temática (T
A T), Rorschach e Casa, Árvore, Pessoa (HTP). Observou-se total conhecimento da
realidade vivida por ele. Os principais traços encontrados foram: introversão,
imaturidade, auto-estima negativa, egocentrismo, ambivalência de comportamento,
oscilação de humor, insegurança, agressividade, falta de objetivos e interesse, excessiva
fantasia, fixação por objetos, insatisfação com as normas e regras sociais, imprudência,
satisfação com as situações de perigo, gosto pela velocidade, forte tendência
piromaníaca e bastante capacidade para planejar ações. Quanto à avaliação da
inteligência, os resultados obtidos através do R-1 e do Raven demonstraram boa
capacidade intelectual, colocando-se acima da média para sua escolaridade e idade.
Porém, em relação à memorização, verificou-se dificuldades no campo da memória
auditiva e visual, classificando-se em categoria inferior ao esperado.
5. Conclusão
Através dos dados analisados no psicodiagnóstico não foram verificados indícios de
Deficiência Mental, porém, dificuldades de ordem social e afetiva, piromania, fixação
por objetos, obsessão, pensamento auto-destrutivo e oscilação de humor. Diagnóstico: O
paciente apresenta transtorno de personalidade anti-social, CID-10: F60.2 + F91.3.
Encaminhamentos: Encaminhado para tratamento psicoterápico e acompanhamento
psiquiátrico.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Workshop emoções e afetos na educação
Workshop emoções e afetos na educaçãoWorkshop emoções e afetos na educação
Workshop emoções e afetos na educaçãoAnaí Peña
 
“Educação socioemocional em sala de aula: o que é, como fazer e em que medida...
“Educação socioemocional em sala de aula: o que é, como fazer e em que medida...“Educação socioemocional em sala de aula: o que é, como fazer e em que medida...
“Educação socioemocional em sala de aula: o que é, como fazer e em que medida...Editora Moderna
 
Projeto terapeutico singular
Projeto terapeutico singularProjeto terapeutico singular
Projeto terapeutico singularCENAT Cursos
 
PSICOLOGIA ESCOLAR
PSICOLOGIA ESCOLARPSICOLOGIA ESCOLAR
PSICOLOGIA ESCOLARCassia Dias
 
Dinâmicas projeto auto estima
Dinâmicas projeto auto estimaDinâmicas projeto auto estima
Dinâmicas projeto auto estimarosangelars
 
Identificando e mudando as crenças intermediárias - TCC
Identificando e mudando as crenças intermediárias - TCCIdentificando e mudando as crenças intermediárias - TCC
Identificando e mudando as crenças intermediárias - TCCSarah Karenina
 
Plano de ação setor de psicologia
Plano de ação   setor de psicologiaPlano de ação   setor de psicologia
Plano de ação setor de psicologiaJosé H B Ramos
 

Mais procurados (20)

Palestra Setembro Amarelo
Palestra Setembro AmareloPalestra Setembro Amarelo
Palestra Setembro Amarelo
 
Emoções
EmoçõesEmoções
Emoções
 
Workshop emoções e afetos na educação
Workshop emoções e afetos na educaçãoWorkshop emoções e afetos na educação
Workshop emoções e afetos na educação
 
Mitos e verdades - setembro amarelo
Mitos e verdades  -  setembro amareloMitos e verdades  -  setembro amarelo
Mitos e verdades - setembro amarelo
 
Personalidade
PersonalidadePersonalidade
Personalidade
 
“Educação socioemocional em sala de aula: o que é, como fazer e em que medida...
“Educação socioemocional em sala de aula: o que é, como fazer e em que medida...“Educação socioemocional em sala de aula: o que é, como fazer e em que medida...
“Educação socioemocional em sala de aula: o que é, como fazer e em que medida...
 
Slides sobre TDAH
Slides sobre TDAHSlides sobre TDAH
Slides sobre TDAH
 
Projeto terapeutico singular
Projeto terapeutico singularProjeto terapeutico singular
Projeto terapeutico singular
 
PSICOLOGIA ESCOLAR
PSICOLOGIA ESCOLARPSICOLOGIA ESCOLAR
PSICOLOGIA ESCOLAR
 
Ficha anamnese idoso ok
Ficha anamnese idoso okFicha anamnese idoso ok
Ficha anamnese idoso ok
 
Desenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantilDesenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantil
 
Relatorio final pronto!
Relatorio final pronto!Relatorio final pronto!
Relatorio final pronto!
 
Autismo aula power point
Autismo aula power pointAutismo aula power point
Autismo aula power point
 
Psicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimentoPsicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimento
 
A terapia cognitivo comportamental
A terapia cognitivo comportamentalA terapia cognitivo comportamental
A terapia cognitivo comportamental
 
Dinâmicas projeto auto estima
Dinâmicas projeto auto estimaDinâmicas projeto auto estima
Dinâmicas projeto auto estima
 
Identificando e mudando as crenças intermediárias - TCC
Identificando e mudando as crenças intermediárias - TCCIdentificando e mudando as crenças intermediárias - TCC
Identificando e mudando as crenças intermediárias - TCC
 
Competencias socioemocionais--nova-escola
Competencias socioemocionais--nova-escolaCompetencias socioemocionais--nova-escola
Competencias socioemocionais--nova-escola
 
Plano de ação setor de psicologia
Plano de ação   setor de psicologiaPlano de ação   setor de psicologia
Plano de ação setor de psicologia
 
Aula Saúde Mental
Aula Saúde MentalAula Saúde Mental
Aula Saúde Mental
 

Destaque

Documentos Técnicos~ Psicologia
Documentos Técnicos~ PsicologiaDocumentos Técnicos~ Psicologia
Documentos Técnicos~ PsicologiaCassia Dias
 
Cenários de simulação equipe de saúde psicologia e enfermagem_roteiro
Cenários de simulação equipe de saúde psicologia e enfermagem_roteiroCenários de simulação equipe de saúde psicologia e enfermagem_roteiro
Cenários de simulação equipe de saúde psicologia e enfermagem_roteiroFlora Couto
 
Parecer que define carga horária do Professor na Educação Básica.
Parecer que define carga horária do Professor na Educação Básica.Parecer que define carga horária do Professor na Educação Básica.
Parecer que define carga horária do Professor na Educação Básica.pascoalnaib
 
Anna silvia-tosin - psicodiagnostico e abord sistemico familiar
Anna silvia-tosin - psicodiagnostico e abord sistemico familiarAnna silvia-tosin - psicodiagnostico e abord sistemico familiar
Anna silvia-tosin - psicodiagnostico e abord sistemico familiarPat Queiroz
 
Cartilha os direitos dos autistas no amazonas simone helen drumond ischkanian
Cartilha os direitos dos autistas no amazonas simone helen drumond ischkanianCartilha os direitos dos autistas no amazonas simone helen drumond ischkanian
Cartilha os direitos dos autistas no amazonas simone helen drumond ischkanianSimoneHelenDrumond
 
A saúde mental está doente! a síndrome de burnout em psicólogos
A saúde mental está doente! a síndrome de burnout em psicólogosA saúde mental está doente! a síndrome de burnout em psicólogos
A saúde mental está doente! a síndrome de burnout em psicólogosRenatbar
 
Modelo laudo de necropsia p alunos
Modelo laudo de necropsia p alunosModelo laudo de necropsia p alunos
Modelo laudo de necropsia p alunosJamile Vitória
 
Instrumentos e Recursos utilizados na Avaliação das Crianças na Educação Infa...
Instrumentos e Recursos utilizados na Avaliação das Crianças na Educação Infa...Instrumentos e Recursos utilizados na Avaliação das Crianças na Educação Infa...
Instrumentos e Recursos utilizados na Avaliação das Crianças na Educação Infa...Claudinéia Barbosa
 
COMO FAZER RELATÓRIOS
COMO FAZER RELATÓRIOSCOMO FAZER RELATÓRIOS
COMO FAZER RELATÓRIOSDaiane Daine
 
Laudo e Parecer Técnico
Laudo e Parecer TécnicoLaudo e Parecer Técnico
Laudo e Parecer TécnicoRobson Santos
 

Destaque (11)

Documentos Técnicos~ Psicologia
Documentos Técnicos~ PsicologiaDocumentos Técnicos~ Psicologia
Documentos Técnicos~ Psicologia
 
Cenários de simulação equipe de saúde psicologia e enfermagem_roteiro
Cenários de simulação equipe de saúde psicologia e enfermagem_roteiroCenários de simulação equipe de saúde psicologia e enfermagem_roteiro
Cenários de simulação equipe de saúde psicologia e enfermagem_roteiro
 
Parecer que define carga horária do Professor na Educação Básica.
Parecer que define carga horária do Professor na Educação Básica.Parecer que define carga horária do Professor na Educação Básica.
Parecer que define carga horária do Professor na Educação Básica.
 
Anna silvia-tosin - psicodiagnostico e abord sistemico familiar
Anna silvia-tosin - psicodiagnostico e abord sistemico familiarAnna silvia-tosin - psicodiagnostico e abord sistemico familiar
Anna silvia-tosin - psicodiagnostico e abord sistemico familiar
 
Cartilha os direitos dos autistas no amazonas simone helen drumond ischkanian
Cartilha os direitos dos autistas no amazonas simone helen drumond ischkanianCartilha os direitos dos autistas no amazonas simone helen drumond ischkanian
Cartilha os direitos dos autistas no amazonas simone helen drumond ischkanian
 
A saúde mental está doente! a síndrome de burnout em psicólogos
A saúde mental está doente! a síndrome de burnout em psicólogosA saúde mental está doente! a síndrome de burnout em psicólogos
A saúde mental está doente! a síndrome de burnout em psicólogos
 
Modelo laudo de necropsia p alunos
Modelo laudo de necropsia p alunosModelo laudo de necropsia p alunos
Modelo laudo de necropsia p alunos
 
Instrumentos e Recursos utilizados na Avaliação das Crianças na Educação Infa...
Instrumentos e Recursos utilizados na Avaliação das Crianças na Educação Infa...Instrumentos e Recursos utilizados na Avaliação das Crianças na Educação Infa...
Instrumentos e Recursos utilizados na Avaliação das Crianças na Educação Infa...
 
COMO FAZER RELATÓRIOS
COMO FAZER RELATÓRIOSCOMO FAZER RELATÓRIOS
COMO FAZER RELATÓRIOS
 
Modelo de relatório
Modelo de relatórioModelo de relatório
Modelo de relatório
 
Laudo e Parecer Técnico
Laudo e Parecer TécnicoLaudo e Parecer Técnico
Laudo e Parecer Técnico
 

Semelhante a Relatório psicológico modelo com 5 itens

Aula de Transtornos de Personalidade (1).pptx
Aula de Transtornos de Personalidade (1).pptxAula de Transtornos de Personalidade (1).pptx
Aula de Transtornos de Personalidade (1).pptxtainepsi
 
Transtorno de personalidade
Transtorno de personalidadeTranstorno de personalidade
Transtorno de personalidadeLuisa Sena
 
Educando os Filhos para a Vida.pptx
Educando os Filhos para a Vida.pptxEducando os Filhos para a Vida.pptx
Educando os Filhos para a Vida.pptxLucasSilva385433
 
Género e Diversidade nas Escolas
Género e Diversidade nas EscolasGénero e Diversidade nas Escolas
Género e Diversidade nas EscolasMichele Pó
 
Personalidade: Trilhando os Caminhos entre o Normal e o Patológico - Análise ...
Personalidade: Trilhando os Caminhos entre o Normal e o Patológico - Análise ...Personalidade: Trilhando os Caminhos entre o Normal e o Patológico - Análise ...
Personalidade: Trilhando os Caminhos entre o Normal e o Patológico - Análise ...Esequias Caetano
 
Palestra para educação infanttil - CONSELHO TUTELAR / TAQ-RS
Palestra para educação infanttil - CONSELHO TUTELAR / TAQ-RSPalestra para educação infanttil - CONSELHO TUTELAR / TAQ-RS
Palestra para educação infanttil - CONSELHO TUTELAR / TAQ-RSVIROUCLIPTAQ
 
Violência contra crianças
Violência contra criançasViolência contra crianças
Violência contra criançasDanilau_psi
 
Cartilha sobre o bullyng[1]
Cartilha sobre o bullyng[1]Cartilha sobre o bullyng[1]
Cartilha sobre o bullyng[1]Susana Lalanda
 
Cartilha Bullying CNJ
Cartilha Bullying CNJCartilha Bullying CNJ
Cartilha Bullying CNJKésia Souza
 
Cartilha Bullying
Cartilha BullyingCartilha Bullying
Cartilha BullyingAna Maria
 
Cartilha bullying
Cartilha bullyingCartilha bullying
Cartilha bullyingACECTALCT
 
Psicopatia a origem do mal material janaína lobo
Psicopatia    a origem do mal material janaína loboPsicopatia    a origem do mal material janaína lobo
Psicopatia a origem do mal material janaína loboJuliana Lobo
 
Saúde mental, desenvolvimento e transtornos da personalidade
Saúde mental, desenvolvimento e transtornos da personalidadeSaúde mental, desenvolvimento e transtornos da personalidade
Saúde mental, desenvolvimento e transtornos da personalidadeAroldo Gavioli
 
sadementaledesenvolvimentodapersonalidade-140813214028-phpapp01.pdf
sadementaledesenvolvimentodapersonalidade-140813214028-phpapp01.pdfsadementaledesenvolvimentodapersonalidade-140813214028-phpapp01.pdf
sadementaledesenvolvimentodapersonalidade-140813214028-phpapp01.pdfKarlaejobson
 
Apresentação personalidade e valores
Apresentação personalidade e valoresApresentação personalidade e valores
Apresentação personalidade e valoresMariana Rezende
 
TAT teoria_aplicação_correção.ppt
TAT teoria_aplicação_correção.pptTAT teoria_aplicação_correção.ppt
TAT teoria_aplicação_correção.pptRaianadaEthos
 
5-Pert.-personalidade.pptx
5-Pert.-personalidade.pptx5-Pert.-personalidade.pptx
5-Pert.-personalidade.pptxlioMiltonPires1
 

Semelhante a Relatório psicológico modelo com 5 itens (20)

Aula de Transtornos de Personalidade (1).pptx
Aula de Transtornos de Personalidade (1).pptxAula de Transtornos de Personalidade (1).pptx
Aula de Transtornos de Personalidade (1).pptx
 
Transtorno de personalidade
Transtorno de personalidadeTranstorno de personalidade
Transtorno de personalidade
 
Educando os Filhos para a Vida.pptx
Educando os Filhos para a Vida.pptxEducando os Filhos para a Vida.pptx
Educando os Filhos para a Vida.pptx
 
Género e Diversidade nas Escolas
Género e Diversidade nas EscolasGénero e Diversidade nas Escolas
Género e Diversidade nas Escolas
 
Personalidade: Trilhando os Caminhos entre o Normal e o Patológico - Análise ...
Personalidade: Trilhando os Caminhos entre o Normal e o Patológico - Análise ...Personalidade: Trilhando os Caminhos entre o Normal e o Patológico - Análise ...
Personalidade: Trilhando os Caminhos entre o Normal e o Patológico - Análise ...
 
Karen horney
Karen horneyKaren horney
Karen horney
 
Palestra para educação infanttil - CONSELHO TUTELAR / TAQ-RS
Palestra para educação infanttil - CONSELHO TUTELAR / TAQ-RSPalestra para educação infanttil - CONSELHO TUTELAR / TAQ-RS
Palestra para educação infanttil - CONSELHO TUTELAR / TAQ-RS
 
Violência contra crianças
Violência contra criançasViolência contra crianças
Violência contra crianças
 
Cartilha sobre o bullyng[1]
Cartilha sobre o bullyng[1]Cartilha sobre o bullyng[1]
Cartilha sobre o bullyng[1]
 
Cartilha Bullying CNJ
Cartilha Bullying CNJCartilha Bullying CNJ
Cartilha Bullying CNJ
 
Cartilha Bullying
Cartilha BullyingCartilha Bullying
Cartilha Bullying
 
Cartilha bullying
Cartilha bullyingCartilha bullying
Cartilha bullying
 
Cartilha bullying
Cartilha bullyingCartilha bullying
Cartilha bullying
 
Depressão Infância e Adolescência
Depressão Infância e AdolescênciaDepressão Infância e Adolescência
Depressão Infância e Adolescência
 
Psicopatia a origem do mal material janaína lobo
Psicopatia    a origem do mal material janaína loboPsicopatia    a origem do mal material janaína lobo
Psicopatia a origem do mal material janaína lobo
 
Saúde mental, desenvolvimento e transtornos da personalidade
Saúde mental, desenvolvimento e transtornos da personalidadeSaúde mental, desenvolvimento e transtornos da personalidade
Saúde mental, desenvolvimento e transtornos da personalidade
 
sadementaledesenvolvimentodapersonalidade-140813214028-phpapp01.pdf
sadementaledesenvolvimentodapersonalidade-140813214028-phpapp01.pdfsadementaledesenvolvimentodapersonalidade-140813214028-phpapp01.pdf
sadementaledesenvolvimentodapersonalidade-140813214028-phpapp01.pdf
 
Apresentação personalidade e valores
Apresentação personalidade e valoresApresentação personalidade e valores
Apresentação personalidade e valores
 
TAT teoria_aplicação_correção.ppt
TAT teoria_aplicação_correção.pptTAT teoria_aplicação_correção.ppt
TAT teoria_aplicação_correção.ppt
 
5-Pert.-personalidade.pptx
5-Pert.-personalidade.pptx5-Pert.-personalidade.pptx
5-Pert.-personalidade.pptx
 

Último

Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalJacqueline Cerqueira
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 anoandrealeitetorres
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.Susana Stoffel
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasRosalina Simão Nunes
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesMary Alvarenga
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxOsnilReis1
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...LizanSantos1
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 

Último (20)

Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 

Relatório psicológico modelo com 5 itens

  • 1. O relatório psicológico deve conter, no mínimo, 5 (cinco) itens: 1. Identificação 2. Descrição da demanda 3. Procedimento 4. Análise 5. Conclusão MODELOS DE LAUDO/RELATÓRIO PSICOLÓGICO Modelo 1 1. Identificação Autor: Fulano de Tal – CRP/SP 00.XXX. Interessado: Colégio Maria das Dores Agudas. Assunto: Apoio para Medida Disciplinar. 2. Descrição da Demanda Em decorrência de dificuldade de adaptação às regras e normas escolares de déficit de atenção, falta de estímulo, reprovações subsequentes, falta de socialização, atitudes suicidas impulsivas, excessiva agressividade, acusações de furtos e danos materiais a patrimônio da escola e de professores, bem como experiência de expulsão em várias escolas, o adolescente (Nome do adolescente) foi submetido à avaliação psicológica como condição necessária à sua permanência na atual escola onde estuda. A família tem total conhecimento do comportamento do adolescente, afirmando que desde pequeno o
  • 2. mesmo apresentava dificuldade no seu desenvolvimento social. Gostava de ficar isolado, de quebrar seus brinquedos e atear fogo em objetos. Não conseguia se envolver emocionalmente com os membros da família, parecendo distante de todos. Ainda em relação à família, particularmente em relação aos genitores, detectou-se na figura paterna dificuldades de se impor, tendo o mesmo história de dependência alcóolica. Na figura materna, observou-se uma excessiva autoridade, bem como comportamento ambivalentes nos métodos disciplinares utilizados com o filho, ora se mostrando indiferente, negligenciando nas condições essenciais de desenvolvimento, ora abusando do seu poder, com castigos físicos exagerados, ficando evidenciado o caráter conflituoso na interação familiar. 3. Procedimento Forem realizados entrevistas e aplicação de testes psicológicos em 4 encontros de 1 (uma) hora de duração em dias alternados. 4. Análise Nas primeiras sessões de avaliação, o examinado demonstrou excessiva tensão, irritabilidade, agitação, ansiedade, auto estima negativa, pensamento auto destrutivo e revolta em relação à sua mãe. Passado o período de comprometimento emocional, procedeu-se à aplicação dos testes buscando a investigação dos campos de percepção familiar, personalidade, inteligência e memória. No teste de percepção familiar, demonstrou desarmonia familiar, insegurança, introversão e sentimento de inferioridade. Foi observado distanciamento entre os familiares, rejeição ou desvalorização dos membros. No interrogatório, os conteúdos apresentados demonstraram bastante desinteresse pela vida. A avaliação de personalidade foi realizada através da observação e da aplicação dos Testes (A – percepção Temática (T A T), Rorschach e Casa, Árvore, Pessoa (HTP). Observou-se total conhecimento da realidade vivida por ele. Os principais traços encontrados foram: introversão, imaturidade, auto-estima negativa, egocentrismo, ambivalência de comportamento, oscilação de humor, insegurança, agressividade, falta de objetivos e interesse, excessiva fantasia, fixação por objetos, insatisfação com as normas e regras sociais, imprudência, satisfação com as situações de perigo, gosto pela velocidade, forte tendência piromaníaca e bastante capacidade para planejar ações. Quanto à avaliação da inteligência, os resultados obtidos através do R-1 e do Raven demonstraram boa capacidade intelectual, colocando-se acima da média para sua escolaridade e idade. Porém, em relação à memorização, verificou-se dificuldades no campo da memória auditiva e visual, classificando-se em categoria inferior ao esperado. 5. Conclusão Através dos dados analisados no psicodiagnóstico não foram verificados indícios de Deficiência Mental, porém, dificuldades de ordem social e afetiva, piromania, fixação por objetos, obsessão, pensamento auto-destrutivo e oscilação de humor. Diagnóstico: O paciente apresenta transtorno de personalidade anti-social, CID-10: F60.2 + F91.3. Encaminhamentos: Encaminhado para tratamento psicoterápico e acompanhamento psiquiátrico.