SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 18
As três forças em Psicologia
 Behaviorismo
 Psicanálise
 Psicologia Humanista
Origens do termo “Humanismo”
 ANTECEDENTES:
   Idade Moderna – Humanismo: ruptura com valores
    medievais, antropocentrismo, cisão com Igreja
   Homem livre e responsável por suas escolhas
 Charlotte Bühler – tensão econômica, política e
  social e dúvidas sobre valores e moralidade da
  época do pós- 2ª guerra
   Guerra e morte, miséria e riqueza, vencedores e vencidos
Contexto de surgimento - EUA
 Psicologia Humanista e governo Kennedy –
  EUA: preocupação com o individual (sujeito como
  centro das preocupações)
   Valores: hedonismo, independência, tolerância
   Liberalismo – sonho americano


 Psicologia Humanista como forma de responder
  aos anseios da sociedade, transformação que
  dependa só da vontade individual
Bases epistemológicas
 Escola Americana: Psicoterapia Humanista-
 Existencial (Kierkegaard) de C. Rogers e Psicologia
 Fenomenológico-Existencial de Rollo May

 Escola Européia: Psicoterapia Fenomenológica
 Existencial (Daseinsanalyse) e Análise Existencial (M.
 Boss)
Não há conceito do que seja verdadeiro ou
falso
 Limitar todo conhecimento ao sujeito e suas significações –
  o que ele vê, percebe e significa, sua relação com o objeto
  não pressupõe existência independente do sujeito em
  relação ao sujeito que o percebe
 O objeto parece existir a partir da maneira que o sujeito o
  percebe
 Não há conceito do que seja verdadeiro ou falso ou
  válido para todos os indivíduos na Fenomenologia
 Maslow e Rogers, autores da Psicologia Humanista,
  possuem propostas teóricas que partem desta idéia
As 3 forças ou revoluções em
Psicologia
 1ª Força: Behaviorismo:
   Homem como produto das determinações ambientais
   Comportamento observável – ênfase ao ambiente
   externo
 2ª Força: Psicanálise:
   Influência pessoal
   Estudo dos significados
   Inconsciente minimiza papel da consciência – ênfase ao
    ambiente interno
   Homem como produto de determinismo psicogenético
 3ª Força: Psicologia Humanista
   Rompe com as 2 anteriores
   Maior ênfase à consciência
   Vida humana possui dinâmica própria em casa fase – o
    homem busca realização, é processo e evolução
   Preocupação em entender a vida humana em sua
    totalidade – e o homem como ser uno
   Valoriza força de vontade, razão, liberdade de escolha,
    responsabilidade pessoal, contexto familiar, no trabalho
    e ambiente social
 Homem dotado de possibilidade de se desenvolver,
 realizar, e tende para o equilíbrio e auto-organização
  Há um potencial de vida em cada homem

  O indivíduo pode transformar-se e à sociedade
Teóricos importantes da
abordagem humanista

 A – Abraham Maslow – Psicologia da Auto-
  realização (1908-1970)
 B – Carl Rogers – Perspectiva centrada no cliente
  (1902-1987)
A – Abraham Maslow
 Auto-realização: exploração plena de talentos,
  caapcidades e potencialidades
   Experienciar, de modo pleno e intenso, optar pelo
    crescimento e concretização de seu potencial,
    compromissado com os próprios atos
   Conhecer defesas que impedem seu desenvolvimento e
    trabalhar para abandoná-las
   Tendência inata
 Hierarquia de necessidades para a Auto-
 realização:
   Fisiológicas
   Segurança
   Amor e pertinência
   Estima dos outros e de si
   Auto-realização
 Ao ser privado de alguma destas necessidades, o
  homem poderia desenvolver neuroses e
  desajustamentos psicológicos
 Auto-realização: só é possível através do outro
 Modificação de deficiência e motivação do ser
   Cognição, Valores e Amor S e D (S = ser e D = deficiente)
B – Carl Rogers – Perspectiva
centrada no cliente
 Experiência clínica
 Questiona autoridade do terapeuta
 Paciente dirige e conduz a terapia como é capaz de
  conduzir sua vida
 Nega concepção de Homem irracional e conduzido por
  impulsos
 Homem responsável pelas mudanças que devem
  acontecer em sua vida
 Tendência inata para atualizar capacidades e
  potencialidades
 Auto-atualização: saúde psicológica, tendência do
  organismo para se preservar e valorizar
 Personalidade moldada pelo presente e pelo modo
  como percebemos este presente conscientemente
 Homem capaz de crescimento, mudança e
  desenvolvimento pessoal
 Terapia centrada no cliente:
   Capacidade para compreender fatores que causam
    infelicidade e dor
   Reorganizar-se para superar esses fatores
   Objetivo da terapia: libertar o indivíduo para o
    crescimento
   Indivíduo modifica metas da terapia e inicia mudanças
    comportamentais que deseja que ocorra
 Valorização dos relacionamentos e o trabalho com
  grupos
 Auto-atualização só é possível no encontro entre
  duas pessoas
 Importância das atitudes facilitadoras do
  terapeuta para a mudança terapêutica do cliente:
   Congruência
   Empatia
   Consideração Positiva e Incondicional
Renata F Pegoraro
UNIVERSIDADE PAULISTA, 2011

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

A psicologia da Gestalt - histórico e princípios
A psicologia da Gestalt - histórico e princípiosA psicologia da Gestalt - histórico e princípios
A psicologia da Gestalt - histórico e princípios
 
slides da história da psicologia
slides da história da psicologiaslides da história da psicologia
slides da história da psicologia
 
Teoria do Behaviorismo de Skinner
Teoria do Behaviorismo de SkinnerTeoria do Behaviorismo de Skinner
Teoria do Behaviorismo de Skinner
 
Rogers
RogersRogers
Rogers
 
Gestalt-Terapia
Gestalt-TerapiaGestalt-Terapia
Gestalt-Terapia
 
Behaviorismo de Skinner
Behaviorismo de SkinnerBehaviorismo de Skinner
Behaviorismo de Skinner
 
A historia da gestalt
A historia da gestaltA historia da gestalt
A historia da gestalt
 
Psicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimentoPsicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimento
 
Carl rogers
Carl rogersCarl rogers
Carl rogers
 
Humanismo
HumanismoHumanismo
Humanismo
 
Linha do Tempo - História da Psicologia
Linha do Tempo - História da PsicologiaLinha do Tempo - História da Psicologia
Linha do Tempo - História da Psicologia
 
Existencial - Humanista
Existencial - HumanistaExistencial - Humanista
Existencial - Humanista
 
Introdução à Psicologia: História da Psicologia
Introdução à Psicologia: História da PsicologiaIntrodução à Psicologia: História da Psicologia
Introdução à Psicologia: História da Psicologia
 
Psicologia Fenomenológico-Existencial
Psicologia Fenomenológico-ExistencialPsicologia Fenomenológico-Existencial
Psicologia Fenomenológico-Existencial
 
Gestalt Terapia - Psicologia
Gestalt Terapia - PsicologiaGestalt Terapia - Psicologia
Gestalt Terapia - Psicologia
 
Behaviorismo
BehaviorismoBehaviorismo
Behaviorismo
 
Psicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimentoPsicologia do desenvolvimento
Psicologia do desenvolvimento
 
Psicologia do Desenvolvimento Humano
Psicologia do Desenvolvimento HumanoPsicologia do Desenvolvimento Humano
Psicologia do Desenvolvimento Humano
 
Desenvolvimento Cognitivo: Piaget
Desenvolvimento Cognitivo: PiagetDesenvolvimento Cognitivo: Piaget
Desenvolvimento Cognitivo: Piaget
 
PERSONALIDADE
PERSONALIDADEPERSONALIDADE
PERSONALIDADE
 

Semelhante a Psicologia humanista

Maslow e teoria da auto realização
Maslow e teoria da auto realizaçãoMaslow e teoria da auto realização
Maslow e teoria da auto realizaçãoMarcelo Anjos
 
Humanismo
HumanismoHumanismo
Humanismovenon84
 
Psicologia Humanista - Apresentação.pdf
Psicologia Humanista - Apresentação.pdfPsicologia Humanista - Apresentação.pdf
Psicologia Humanista - Apresentação.pdfErickFelipe22
 
Modelo comportamental2733
Modelo comportamental2733Modelo comportamental2733
Modelo comportamental2733Antonio Diniz
 
Modelo Comportamental
Modelo ComportamentalModelo Comportamental
Modelo Comportamentalguest06f340
 
41 autoimagem e resiliência no tratamento oncológico
41   autoimagem e resiliência no tratamento oncológico41   autoimagem e resiliência no tratamento oncológico
41 autoimagem e resiliência no tratamento oncológicoONCOcare
 
Terapia Racional Emotiva Comportamental: visão geral.
Terapia Racional Emotiva Comportamental: visão geral.Terapia Racional Emotiva Comportamental: visão geral.
Terapia Racional Emotiva Comportamental: visão geral.Marcelo da Rocha Carvalho
 
Psicologia humanista fromm, rogers e maslow
Psicologia humanista fromm, rogers e maslowPsicologia humanista fromm, rogers e maslow
Psicologia humanista fromm, rogers e maslowAlexandra Ramos Ramos
 
Apresentação personalidade e valores
Apresentação personalidade e valoresApresentação personalidade e valores
Apresentação personalidade e valoresMariana Rezende
 
Necessidades Humanas Básicas (1).pdf
Necessidades Humanas Básicas (1).pdfNecessidades Humanas Básicas (1).pdf
Necessidades Humanas Básicas (1).pdfMuryelleBatista1
 
Comportamento humano e moral
Comportamento humano e moralComportamento humano e moral
Comportamento humano e moralpedrotitos mungoi
 
Poder - uma abordagem psicodinâmica
Poder - uma abordagem psicodinâmicaPoder - uma abordagem psicodinâmica
Poder - uma abordagem psicodinâmicaMarcos Goursand
 
Psicologia aplicada a enfermagem
Psicologia aplicada a enfermagemPsicologia aplicada a enfermagem
Psicologia aplicada a enfermagemLuiz Maciel
 
Psicologia aplicada a enfermagem
Psicologia aplicada a enfermagemPsicologia aplicada a enfermagem
Psicologia aplicada a enfermagemLuiz Maciel
 
1°et z, 8, 10, 39
1°et z, 8, 10, 391°et z, 8, 10, 39
1°et z, 8, 10, 39admetz01
 
AULA 02 PERSONALIDADES.pptx
AULA 02 PERSONALIDADES.pptxAULA 02 PERSONALIDADES.pptx
AULA 02 PERSONALIDADES.pptxMirnaKathary1
 

Semelhante a Psicologia humanista (20)

Maslow e teoria da auto realização
Maslow e teoria da auto realizaçãoMaslow e teoria da auto realização
Maslow e teoria da auto realização
 
Humanismo
HumanismoHumanismo
Humanismo
 
Psicologia Humanista - Apresentação.pdf
Psicologia Humanista - Apresentação.pdfPsicologia Humanista - Apresentação.pdf
Psicologia Humanista - Apresentação.pdf
 
Modelo comportamental2733
Modelo comportamental2733Modelo comportamental2733
Modelo comportamental2733
 
Modelo Comportamental
Modelo ComportamentalModelo Comportamental
Modelo Comportamental
 
41 autoimagem e resiliência no tratamento oncológico
41   autoimagem e resiliência no tratamento oncológico41   autoimagem e resiliência no tratamento oncológico
41 autoimagem e resiliência no tratamento oncológico
 
Terapia Racional Emotiva Comportamental: visão geral.
Terapia Racional Emotiva Comportamental: visão geral.Terapia Racional Emotiva Comportamental: visão geral.
Terapia Racional Emotiva Comportamental: visão geral.
 
Psicologia humanista fromm, rogers e maslow
Psicologia humanista fromm, rogers e maslowPsicologia humanista fromm, rogers e maslow
Psicologia humanista fromm, rogers e maslow
 
Apresentação personalidade e valores
Apresentação personalidade e valoresApresentação personalidade e valores
Apresentação personalidade e valores
 
Necessidades Humanas Básicas (1).pdf
Necessidades Humanas Básicas (1).pdfNecessidades Humanas Básicas (1).pdf
Necessidades Humanas Básicas (1).pdf
 
Teoria de Maslow.pptx
Teoria de Maslow.pptxTeoria de Maslow.pptx
Teoria de Maslow.pptx
 
Psicologia geral i[1]
Psicologia geral i[1]Psicologia geral i[1]
Psicologia geral i[1]
 
Sandra Godoi - BM04 - 6 semana
Sandra Godoi - BM04 -  6 semanaSandra Godoi - BM04 -  6 semana
Sandra Godoi - BM04 - 6 semana
 
Comportamento humano e moral
Comportamento humano e moralComportamento humano e moral
Comportamento humano e moral
 
Não Diretivismo
Não DiretivismoNão Diretivismo
Não Diretivismo
 
Poder - uma abordagem psicodinâmica
Poder - uma abordagem psicodinâmicaPoder - uma abordagem psicodinâmica
Poder - uma abordagem psicodinâmica
 
Psicologia aplicada a enfermagem
Psicologia aplicada a enfermagemPsicologia aplicada a enfermagem
Psicologia aplicada a enfermagem
 
Psicologia aplicada a enfermagem
Psicologia aplicada a enfermagemPsicologia aplicada a enfermagem
Psicologia aplicada a enfermagem
 
1°et z, 8, 10, 39
1°et z, 8, 10, 391°et z, 8, 10, 39
1°et z, 8, 10, 39
 
AULA 02 PERSONALIDADES.pptx
AULA 02 PERSONALIDADES.pptxAULA 02 PERSONALIDADES.pptx
AULA 02 PERSONALIDADES.pptx
 

Psicologia humanista

  • 1.
  • 2. As três forças em Psicologia  Behaviorismo  Psicanálise  Psicologia Humanista
  • 3. Origens do termo “Humanismo”  ANTECEDENTES:  Idade Moderna – Humanismo: ruptura com valores medievais, antropocentrismo, cisão com Igreja  Homem livre e responsável por suas escolhas  Charlotte Bühler – tensão econômica, política e social e dúvidas sobre valores e moralidade da época do pós- 2ª guerra  Guerra e morte, miséria e riqueza, vencedores e vencidos
  • 4. Contexto de surgimento - EUA  Psicologia Humanista e governo Kennedy – EUA: preocupação com o individual (sujeito como centro das preocupações)  Valores: hedonismo, independência, tolerância  Liberalismo – sonho americano  Psicologia Humanista como forma de responder aos anseios da sociedade, transformação que dependa só da vontade individual
  • 5. Bases epistemológicas  Escola Americana: Psicoterapia Humanista- Existencial (Kierkegaard) de C. Rogers e Psicologia Fenomenológico-Existencial de Rollo May  Escola Européia: Psicoterapia Fenomenológica Existencial (Daseinsanalyse) e Análise Existencial (M. Boss)
  • 6. Não há conceito do que seja verdadeiro ou falso  Limitar todo conhecimento ao sujeito e suas significações – o que ele vê, percebe e significa, sua relação com o objeto não pressupõe existência independente do sujeito em relação ao sujeito que o percebe  O objeto parece existir a partir da maneira que o sujeito o percebe  Não há conceito do que seja verdadeiro ou falso ou válido para todos os indivíduos na Fenomenologia  Maslow e Rogers, autores da Psicologia Humanista, possuem propostas teóricas que partem desta idéia
  • 7. As 3 forças ou revoluções em Psicologia  1ª Força: Behaviorismo:  Homem como produto das determinações ambientais  Comportamento observável – ênfase ao ambiente externo
  • 8.  2ª Força: Psicanálise:  Influência pessoal  Estudo dos significados  Inconsciente minimiza papel da consciência – ênfase ao ambiente interno  Homem como produto de determinismo psicogenético
  • 9.  3ª Força: Psicologia Humanista  Rompe com as 2 anteriores  Maior ênfase à consciência  Vida humana possui dinâmica própria em casa fase – o homem busca realização, é processo e evolução  Preocupação em entender a vida humana em sua totalidade – e o homem como ser uno  Valoriza força de vontade, razão, liberdade de escolha, responsabilidade pessoal, contexto familiar, no trabalho e ambiente social
  • 10.  Homem dotado de possibilidade de se desenvolver, realizar, e tende para o equilíbrio e auto-organização  Há um potencial de vida em cada homem  O indivíduo pode transformar-se e à sociedade
  • 11. Teóricos importantes da abordagem humanista  A – Abraham Maslow – Psicologia da Auto- realização (1908-1970)  B – Carl Rogers – Perspectiva centrada no cliente (1902-1987)
  • 12. A – Abraham Maslow  Auto-realização: exploração plena de talentos, caapcidades e potencialidades  Experienciar, de modo pleno e intenso, optar pelo crescimento e concretização de seu potencial, compromissado com os próprios atos  Conhecer defesas que impedem seu desenvolvimento e trabalhar para abandoná-las  Tendência inata
  • 13.  Hierarquia de necessidades para a Auto- realização:  Fisiológicas  Segurança  Amor e pertinência  Estima dos outros e de si  Auto-realização  Ao ser privado de alguma destas necessidades, o homem poderia desenvolver neuroses e desajustamentos psicológicos  Auto-realização: só é possível através do outro  Modificação de deficiência e motivação do ser  Cognição, Valores e Amor S e D (S = ser e D = deficiente)
  • 14. B – Carl Rogers – Perspectiva centrada no cliente  Experiência clínica  Questiona autoridade do terapeuta  Paciente dirige e conduz a terapia como é capaz de conduzir sua vida  Nega concepção de Homem irracional e conduzido por impulsos  Homem responsável pelas mudanças que devem acontecer em sua vida
  • 15.  Tendência inata para atualizar capacidades e potencialidades  Auto-atualização: saúde psicológica, tendência do organismo para se preservar e valorizar  Personalidade moldada pelo presente e pelo modo como percebemos este presente conscientemente  Homem capaz de crescimento, mudança e desenvolvimento pessoal
  • 16.  Terapia centrada no cliente:  Capacidade para compreender fatores que causam infelicidade e dor  Reorganizar-se para superar esses fatores  Objetivo da terapia: libertar o indivíduo para o crescimento  Indivíduo modifica metas da terapia e inicia mudanças comportamentais que deseja que ocorra  Valorização dos relacionamentos e o trabalho com grupos
  • 17.  Auto-atualização só é possível no encontro entre duas pessoas  Importância das atitudes facilitadoras do terapeuta para a mudança terapêutica do cliente:  Congruência  Empatia  Consideração Positiva e Incondicional