SlideShare uma empresa Scribd logo

Sala vermelha no HUB STARTRJ

Nvestor
Nvestor
NvestorNvestor

Nvestor Hubs - crie seu próprio portifólio de Startups www.nvestor.com.br

Sala vermelha no HUB STARTRJ

1 de 42
Baixar para ler offline
Simule,
pratique,
aprenda.
A cada 3 minutos...
2,47 brasileiros morrem por erro em
assistência à saúde.
434 mil
mortes / ano
R$ 15 BI
de desperdício
(10 em internações equivocadas)
Fonte: Instituto de Estudo de Saúde Suplementar (IESS) 2016
Razões
➔ Colaboradores não seguem os processos e fluxos assistenciais,
além de existir um importante déficit técnico da equipe.
➔ Colaborador tem jornada dupla / tripla e falta tempo para se
capacitar e para se adequar aos fluxos dos diferentes
hospitalares.
➔ O maior indicador da educação continuada hoje é a
hora.homem trabalhada e boa parte dos hospitais não sabe
mensurar a capacidade técnica da sua equipe.
Razões
¹Fonte: Couto, RC; Pedrosa TMG; Rosa, MB. Erros acontecem: a força da transparência para o enfrentamento dos eventos adversos
assistenciais em pacientes hospitalizados. Construindo um sistema de saúde mais seguro. Instituto de Estudos de Saúde
Suplementar. Belo horizonte, 2016. Disponível em: https://www.iess.org.br/?p=publicacoes&id=806&id_tipo=15. Acesso em: agosto,
2020.
Segurança assistencial com
39% do mínimo aceitável¹
Processos e condições
em 37%do ideal¹
Não se
gerencia o que
não se mede”
“
William Edwards Deming
O que fazemos
Anúncio

Recomendados

Choosing Wisely aplicada à Medicina de Emergência
Choosing Wisely aplicada à Medicina de EmergênciaChoosing Wisely aplicada à Medicina de Emergência
Choosing Wisely aplicada à Medicina de EmergênciaGuilherme Barcellos
 
Conflitos de Interesse na Medicina
Conflitos de Interesse na MedicinaConflitos de Interesse na Medicina
Conflitos de Interesse na MedicinaGuilherme Barcellos
 
Por uma AB acessível, cuidadora e resolutiva - Paulo Poli
Por uma AB acessível, cuidadora e resolutiva - Paulo PoliPor uma AB acessível, cuidadora e resolutiva - Paulo Poli
Por uma AB acessível, cuidadora e resolutiva - Paulo Policomunidadedepraticas
 
Protocol anotacao de_enfermagem
Protocol anotacao de_enfermagemProtocol anotacao de_enfermagem
Protocol anotacao de_enfermagemMárcia Oliveira
 
CV PauloYoo_ADM_faltandoultimoestagio
CV PauloYoo_ADM_faltandoultimoestagioCV PauloYoo_ADM_faltandoultimoestagio
CV PauloYoo_ADM_faltandoultimoestagioPaulo Sng Man Yoo
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Segurança do Paciente na administração de medicamentos: Notificação de Risco
Segurança do Paciente na administração de medicamentos: Notificação de RiscoSegurança do Paciente na administração de medicamentos: Notificação de Risco
Segurança do Paciente na administração de medicamentos: Notificação de RiscoDayane Krüger
 
Implementação do núcleo de segurança do paciente e elaboração do plano de seg...
Implementação do núcleo de segurança do paciente e elaboração do plano de seg...Implementação do núcleo de segurança do paciente e elaboração do plano de seg...
Implementação do núcleo de segurança do paciente e elaboração do plano de seg...Proqualis
 
Princípios da Investigação em Segurança do Paciente/Doente: Visão Geral
Princípios da Investigação em Segurança do Paciente/Doente: Visão GeralPrincípios da Investigação em Segurança do Paciente/Doente: Visão Geral
Princípios da Investigação em Segurança do Paciente/Doente: Visão GeralProqualis
 
Revista Melhores Práticas sobre o Projeto Parto Adequado
Revista Melhores Práticas sobre o Projeto Parto AdequadoRevista Melhores Práticas sobre o Projeto Parto Adequado
Revista Melhores Práticas sobre o Projeto Parto AdequadoSepaco Hospital e Autogestão
 
Aprofundar o conhecimento em Segurança do Paciente/Doente
Aprofundar o conhecimento em Segurança do Paciente/DoenteAprofundar o conhecimento em Segurança do Paciente/Doente
Aprofundar o conhecimento em Segurança do Paciente/DoenteProqualis
 
SISTEMA DE NOTIFICAÇÃO DE INCIDENTES - Organização Estrutura Interna de Trabalho
SISTEMA DE NOTIFICAÇÃO DE INCIDENTES - Organização Estrutura Interna de TrabalhoSISTEMA DE NOTIFICAÇÃO DE INCIDENTES - Organização Estrutura Interna de Trabalho
SISTEMA DE NOTIFICAÇÃO DE INCIDENTES - Organização Estrutura Interna de TrabalhoFernando Barroso
 
Apresentação de Claudia Travassos no II Seminário Internacional sobre Qualida...
Apresentação de Claudia Travassos no II Seminário Internacional sobre Qualida...Apresentação de Claudia Travassos no II Seminário Internacional sobre Qualida...
Apresentação de Claudia Travassos no II Seminário Internacional sobre Qualida...Proqualis
 
Aula 2: Limpeza e desinfecção de superficíes e equipamentos na pandemia de Co...
Aula 2: Limpeza e desinfecção de superficíes e equipamentos na pandemia de Co...Aula 2: Limpeza e desinfecção de superficíes e equipamentos na pandemia de Co...
Aula 2: Limpeza e desinfecção de superficíes e equipamentos na pandemia de Co...Proqualis
 
Ppt coletiva seguranca_paciente_final
Ppt coletiva seguranca_paciente_finalPpt coletiva seguranca_paciente_final
Ppt coletiva seguranca_paciente_finalJornal do Commercio
 

Mais procurados (10)

Segurança do Paciente na administração de medicamentos: Notificação de Risco
Segurança do Paciente na administração de medicamentos: Notificação de RiscoSegurança do Paciente na administração de medicamentos: Notificação de Risco
Segurança do Paciente na administração de medicamentos: Notificação de Risco
 
Segurança do paciente pediátrico
Segurança do paciente pediátricoSegurança do paciente pediátrico
Segurança do paciente pediátrico
 
Implementação do núcleo de segurança do paciente e elaboração do plano de seg...
Implementação do núcleo de segurança do paciente e elaboração do plano de seg...Implementação do núcleo de segurança do paciente e elaboração do plano de seg...
Implementação do núcleo de segurança do paciente e elaboração do plano de seg...
 
Princípios da Investigação em Segurança do Paciente/Doente: Visão Geral
Princípios da Investigação em Segurança do Paciente/Doente: Visão GeralPrincípios da Investigação em Segurança do Paciente/Doente: Visão Geral
Princípios da Investigação em Segurança do Paciente/Doente: Visão Geral
 
Revista Melhores Práticas sobre o Projeto Parto Adequado
Revista Melhores Práticas sobre o Projeto Parto AdequadoRevista Melhores Práticas sobre o Projeto Parto Adequado
Revista Melhores Práticas sobre o Projeto Parto Adequado
 
Aprofundar o conhecimento em Segurança do Paciente/Doente
Aprofundar o conhecimento em Segurança do Paciente/DoenteAprofundar o conhecimento em Segurança do Paciente/Doente
Aprofundar o conhecimento em Segurança do Paciente/Doente
 
SISTEMA DE NOTIFICAÇÃO DE INCIDENTES - Organização Estrutura Interna de Trabalho
SISTEMA DE NOTIFICAÇÃO DE INCIDENTES - Organização Estrutura Interna de TrabalhoSISTEMA DE NOTIFICAÇÃO DE INCIDENTES - Organização Estrutura Interna de Trabalho
SISTEMA DE NOTIFICAÇÃO DE INCIDENTES - Organização Estrutura Interna de Trabalho
 
Apresentação de Claudia Travassos no II Seminário Internacional sobre Qualida...
Apresentação de Claudia Travassos no II Seminário Internacional sobre Qualida...Apresentação de Claudia Travassos no II Seminário Internacional sobre Qualida...
Apresentação de Claudia Travassos no II Seminário Internacional sobre Qualida...
 
Aula 2: Limpeza e desinfecção de superficíes e equipamentos na pandemia de Co...
Aula 2: Limpeza e desinfecção de superficíes e equipamentos na pandemia de Co...Aula 2: Limpeza e desinfecção de superficíes e equipamentos na pandemia de Co...
Aula 2: Limpeza e desinfecção de superficíes e equipamentos na pandemia de Co...
 
Ppt coletiva seguranca_paciente_final
Ppt coletiva seguranca_paciente_finalPpt coletiva seguranca_paciente_final
Ppt coletiva seguranca_paciente_final
 

Semelhante a Sala vermelha no HUB STARTRJ

Oportunidades De Pesquisa Em Hospitais Militares
Oportunidades De Pesquisa Em Hospitais MilitaresOportunidades De Pesquisa Em Hospitais Militares
Oportunidades De Pesquisa Em Hospitais MilitaresClaudio Pericles
 
Oportunidades De Pesquisa Em Hospitais Militares
Oportunidades De Pesquisa Em Hospitais MilitaresOportunidades De Pesquisa Em Hospitais Militares
Oportunidades De Pesquisa Em Hospitais MilitaresClaudio Pericles
 
Silvia-Storpirtis_Farmácia-Clínica-no-Brasil_ACFB_15.08.19.pdf
Silvia-Storpirtis_Farmácia-Clínica-no-Brasil_ACFB_15.08.19.pdfSilvia-Storpirtis_Farmácia-Clínica-no-Brasil_ACFB_15.08.19.pdf
Silvia-Storpirtis_Farmácia-Clínica-no-Brasil_ACFB_15.08.19.pdfssuser9043af
 
Trabalho em equipe e comunicação no ambiente hospitalar: hospitalistas e outr...
Trabalho em equipe e comunicação no ambiente hospitalar: hospitalistas e outr...Trabalho em equipe e comunicação no ambiente hospitalar: hospitalistas e outr...
Trabalho em equipe e comunicação no ambiente hospitalar: hospitalistas e outr...Proqualis
 
10 passos seguranca_paciente
10 passos seguranca_paciente10 passos seguranca_paciente
10 passos seguranca_pacienteCamila Melo
 
10 passos seguranca do paciente
10 passos seguranca do paciente10 passos seguranca do paciente
10 passos seguranca do pacienteAndrea Morelatto
 
10 passos seguranca_paciente
10 passos seguranca_paciente10 passos seguranca_paciente
10 passos seguranca_paciente07082001
 
10 passos seguranca paciente
10 passos seguranca paciente10 passos seguranca paciente
10 passos seguranca pacienteAlice Costa
 
10_passos_seguranca_paciente.pdf
10_passos_seguranca_paciente.pdf10_passos_seguranca_paciente.pdf
10_passos_seguranca_paciente.pdfvanellepriscila
 
O HOSPITALISTA E A SEGURANÇA DO PACIENTE
O HOSPITALISTA E A SEGURANÇA DO PACIENTE O HOSPITALISTA E A SEGURANÇA DO PACIENTE
O HOSPITALISTA E A SEGURANÇA DO PACIENTE Guilherme Barcellos
 
Livro Expert questões de concurso.pdf
Livro Expert questões de concurso.pdfLivro Expert questões de concurso.pdf
Livro Expert questões de concurso.pdfGiseleFagundes12
 
Revista Brasileira de Clínica Médica - Volume 15
Revista Brasileira de Clínica Médica - Volume 15Revista Brasileira de Clínica Médica - Volume 15
Revista Brasileira de Clínica Médica - Volume 15Centro Universitário Ages
 
FGV / IBRE – Governança e Gestão dos Hospitais de Atendimento Público no Brasil
FGV / IBRE – Governança e Gestão dos Hospitais de Atendimento Público no BrasilFGV / IBRE – Governança e Gestão dos Hospitais de Atendimento Público no Brasil
FGV / IBRE – Governança e Gestão dos Hospitais de Atendimento Público no BrasilFGV | Fundação Getulio Vargas
 
O Projeto Evid@SP - Disseminação de evidências a profissionais da saúde
O Projeto Evid@SP - Disseminação de evidências a profissionais da saúdeO Projeto Evid@SP - Disseminação de evidências a profissionais da saúde
O Projeto Evid@SP - Disseminação de evidências a profissionais da saúdeIvan Ricarte
 
Gestão de Corpo Clínico: entre conceitos ultrapassados, novas realidades e ho...
Gestão de Corpo Clínico: entre conceitos ultrapassados, novas realidades e ho...Gestão de Corpo Clínico: entre conceitos ultrapassados, novas realidades e ho...
Gestão de Corpo Clínico: entre conceitos ultrapassados, novas realidades e ho...Guilherme Barcellos
 

Semelhante a Sala vermelha no HUB STARTRJ (20)

Oportunidades De Pesquisa Em Hospitais Militares
Oportunidades De Pesquisa Em Hospitais MilitaresOportunidades De Pesquisa Em Hospitais Militares
Oportunidades De Pesquisa Em Hospitais Militares
 
Oportunidades De Pesquisa Em Hospitais Militares
Oportunidades De Pesquisa Em Hospitais MilitaresOportunidades De Pesquisa Em Hospitais Militares
Oportunidades De Pesquisa Em Hospitais Militares
 
Silvia-Storpirtis_Farmácia-Clínica-no-Brasil_ACFB_15.08.19.pdf
Silvia-Storpirtis_Farmácia-Clínica-no-Brasil_ACFB_15.08.19.pdfSilvia-Storpirtis_Farmácia-Clínica-no-Brasil_ACFB_15.08.19.pdf
Silvia-Storpirtis_Farmácia-Clínica-no-Brasil_ACFB_15.08.19.pdf
 
Trabalho em equipe e comunicação no ambiente hospitalar: hospitalistas e outr...
Trabalho em equipe e comunicação no ambiente hospitalar: hospitalistas e outr...Trabalho em equipe e comunicação no ambiente hospitalar: hospitalistas e outr...
Trabalho em equipe e comunicação no ambiente hospitalar: hospitalistas e outr...
 
10 passos seguranca_paciente
10 passos seguranca_paciente10 passos seguranca_paciente
10 passos seguranca_paciente
 
10 passos seguranca_paciente_0
10 passos seguranca_paciente_010 passos seguranca_paciente_0
10 passos seguranca_paciente_0
 
10 passos seguranca do paciente
10 passos seguranca do paciente10 passos seguranca do paciente
10 passos seguranca do paciente
 
10 passos seguranca_paciente
10 passos seguranca_paciente10 passos seguranca_paciente
10 passos seguranca_paciente
 
10 passos seguranca paciente
10 passos seguranca paciente10 passos seguranca paciente
10 passos seguranca paciente
 
10 passos seguranca_paciente_0
10 passos seguranca_paciente_010 passos seguranca_paciente_0
10 passos seguranca_paciente_0
 
10_passos_seguranca_paciente.pdf
10_passos_seguranca_paciente.pdf10_passos_seguranca_paciente.pdf
10_passos_seguranca_paciente.pdf
 
O HOSPITALISTA E A SEGURANÇA DO PACIENTE
O HOSPITALISTA E A SEGURANÇA DO PACIENTE O HOSPITALISTA E A SEGURANÇA DO PACIENTE
O HOSPITALISTA E A SEGURANÇA DO PACIENTE
 
Livro Expert questões de concurso.pdf
Livro Expert questões de concurso.pdfLivro Expert questões de concurso.pdf
Livro Expert questões de concurso.pdf
 
8274 agosto
8274 agosto8274 agosto
8274 agosto
 
Revista Brasileira de Clínica Médica - Volume 15
Revista Brasileira de Clínica Médica - Volume 15Revista Brasileira de Clínica Médica - Volume 15
Revista Brasileira de Clínica Médica - Volume 15
 
FGV / IBRE – Governança e Gestão dos Hospitais de Atendimento Público no Brasil
FGV / IBRE – Governança e Gestão dos Hospitais de Atendimento Público no BrasilFGV / IBRE – Governança e Gestão dos Hospitais de Atendimento Público no Brasil
FGV / IBRE – Governança e Gestão dos Hospitais de Atendimento Público no Brasil
 
Elena bohomol
Elena bohomolElena bohomol
Elena bohomol
 
O Projeto Evid@SP - Disseminação de evidências a profissionais da saúde
O Projeto Evid@SP - Disseminação de evidências a profissionais da saúdeO Projeto Evid@SP - Disseminação de evidências a profissionais da saúde
O Projeto Evid@SP - Disseminação de evidências a profissionais da saúde
 
Dimensões Clínicas, Técnicas e Gerenciais da Farmácia Hospitalar
Dimensões Clínicas, Técnicas e Gerenciais da Farmácia HospitalarDimensões Clínicas, Técnicas e Gerenciais da Farmácia Hospitalar
Dimensões Clínicas, Técnicas e Gerenciais da Farmácia Hospitalar
 
Gestão de Corpo Clínico: entre conceitos ultrapassados, novas realidades e ho...
Gestão de Corpo Clínico: entre conceitos ultrapassados, novas realidades e ho...Gestão de Corpo Clínico: entre conceitos ultrapassados, novas realidades e ho...
Gestão de Corpo Clínico: entre conceitos ultrapassados, novas realidades e ho...
 

Mais de Nvestor

SHOSP no HUB STARTRJ
SHOSP no HUB STARTRJSHOSP no HUB STARTRJ
SHOSP no HUB STARTRJNvestor
 
TRIÁGIL NO HUB STARTRJ
TRIÁGIL NO HUB STARTRJTRIÁGIL NO HUB STARTRJ
TRIÁGIL NO HUB STARTRJNvestor
 
SABE Invest no HUB STARTRJ
SABE Invest no HUB STARTRJSABE Invest no HUB STARTRJ
SABE Invest no HUB STARTRJNvestor
 
ORIENTAMED NO HUB STARTJ
ORIENTAMED NO HUB STARTJORIENTAMED NO HUB STARTJ
ORIENTAMED NO HUB STARTJNvestor
 
Zizuh no HUB STARTRJ
Zizuh no HUB STARTRJZizuh no HUB STARTRJ
Zizuh no HUB STARTRJNvestor
 
Pitch Deck Nvestor no HUB StartupRIO
Pitch Deck Nvestor no HUB StartupRIOPitch Deck Nvestor no HUB StartupRIO
Pitch Deck Nvestor no HUB StartupRIONvestor
 

Mais de Nvestor (6)

SHOSP no HUB STARTRJ
SHOSP no HUB STARTRJSHOSP no HUB STARTRJ
SHOSP no HUB STARTRJ
 
TRIÁGIL NO HUB STARTRJ
TRIÁGIL NO HUB STARTRJTRIÁGIL NO HUB STARTRJ
TRIÁGIL NO HUB STARTRJ
 
SABE Invest no HUB STARTRJ
SABE Invest no HUB STARTRJSABE Invest no HUB STARTRJ
SABE Invest no HUB STARTRJ
 
ORIENTAMED NO HUB STARTJ
ORIENTAMED NO HUB STARTJORIENTAMED NO HUB STARTJ
ORIENTAMED NO HUB STARTJ
 
Zizuh no HUB STARTRJ
Zizuh no HUB STARTRJZizuh no HUB STARTRJ
Zizuh no HUB STARTRJ
 
Pitch Deck Nvestor no HUB StartupRIO
Pitch Deck Nvestor no HUB StartupRIOPitch Deck Nvestor no HUB StartupRIO
Pitch Deck Nvestor no HUB StartupRIO
 

Último

CONHEÇA 7 SUPER DICAS DE GERENCIAMENTO DO TEMPO
CONHEÇA 7 SUPER DICAS DE GERENCIAMENTO DO TEMPOCONHEÇA 7 SUPER DICAS DE GERENCIAMENTO DO TEMPO
CONHEÇA 7 SUPER DICAS DE GERENCIAMENTO DO TEMPOAnderson Souza
 
Antes de tudo, pesquise, levante informações para elaborar a sua resposta - F...
Antes de tudo, pesquise, levante informações para elaborar a sua resposta - F...Antes de tudo, pesquise, levante informações para elaborar a sua resposta - F...
Antes de tudo, pesquise, levante informações para elaborar a sua resposta - F...Unicesumar
 
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51 2024.
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51 2024.ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51 2024.
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51 2024.Unicesumar
 
Guia Completo Como Lucrar com a Páscoa em 2024.pdf
Guia Completo Como Lucrar com a Páscoa em 2024.pdfGuia Completo Como Lucrar com a Páscoa em 2024.pdf
Guia Completo Como Lucrar com a Páscoa em 2024.pdfomelhordashoppeestaa
 
"Guia Completo: Tipos de Cortes de Cabelo Fade e Como Fazer"
"Guia Completo: Tipos de Cortes de Cabelo Fade e Como Fazer""Guia Completo: Tipos de Cortes de Cabelo Fade e Como Fazer"
"Guia Completo: Tipos de Cortes de Cabelo Fade e Como Fazer"josianispflia
 
FDFDSDSDSFA\DcDSsdfAVFVDss\\sf\\\fb\b\b\b\b\b\b\b\
FDFDSDSDSFA\DcDSsdfAVFVDss\\sf\\\fb\b\b\b\b\b\b\b\FDFDSDSDSFA\DcDSsdfAVFVDss\\sf\\\fb\b\b\b\b\b\b\b\
FDFDSDSDSFA\DcDSsdfAVFVDss\\sf\\\fb\b\b\b\b\b\b\b\Renandantas16
 

Último (6)

CONHEÇA 7 SUPER DICAS DE GERENCIAMENTO DO TEMPO
CONHEÇA 7 SUPER DICAS DE GERENCIAMENTO DO TEMPOCONHEÇA 7 SUPER DICAS DE GERENCIAMENTO DO TEMPO
CONHEÇA 7 SUPER DICAS DE GERENCIAMENTO DO TEMPO
 
Antes de tudo, pesquise, levante informações para elaborar a sua resposta - F...
Antes de tudo, pesquise, levante informações para elaborar a sua resposta - F...Antes de tudo, pesquise, levante informações para elaborar a sua resposta - F...
Antes de tudo, pesquise, levante informações para elaborar a sua resposta - F...
 
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51 2024.
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51 2024.ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51 2024.
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51 2024.
 
Guia Completo Como Lucrar com a Páscoa em 2024.pdf
Guia Completo Como Lucrar com a Páscoa em 2024.pdfGuia Completo Como Lucrar com a Páscoa em 2024.pdf
Guia Completo Como Lucrar com a Páscoa em 2024.pdf
 
"Guia Completo: Tipos de Cortes de Cabelo Fade e Como Fazer"
"Guia Completo: Tipos de Cortes de Cabelo Fade e Como Fazer""Guia Completo: Tipos de Cortes de Cabelo Fade e Como Fazer"
"Guia Completo: Tipos de Cortes de Cabelo Fade e Como Fazer"
 
FDFDSDSDSFA\DcDSsdfAVFVDss\\sf\\\fb\b\b\b\b\b\b\b\
FDFDSDSDSFA\DcDSsdfAVFVDss\\sf\\\fb\b\b\b\b\b\b\b\FDFDSDSDSFA\DcDSsdfAVFVDss\\sf\\\fb\b\b\b\b\b\b\b\
FDFDSDSDSFA\DcDSsdfAVFVDss\\sf\\\fb\b\b\b\b\b\b\b\
 

Sala vermelha no HUB STARTRJ

  • 2. A cada 3 minutos... 2,47 brasileiros morrem por erro em assistência à saúde. 434 mil mortes / ano R$ 15 BI de desperdício (10 em internações equivocadas) Fonte: Instituto de Estudo de Saúde Suplementar (IESS) 2016
  • 3. Razões ➔ Colaboradores não seguem os processos e fluxos assistenciais, além de existir um importante déficit técnico da equipe. ➔ Colaborador tem jornada dupla / tripla e falta tempo para se capacitar e para se adequar aos fluxos dos diferentes hospitalares. ➔ O maior indicador da educação continuada hoje é a hora.homem trabalhada e boa parte dos hospitais não sabe mensurar a capacidade técnica da sua equipe.
  • 4. Razões ¹Fonte: Couto, RC; Pedrosa TMG; Rosa, MB. Erros acontecem: a força da transparência para o enfrentamento dos eventos adversos assistenciais em pacientes hospitalizados. Construindo um sistema de saúde mais seguro. Instituto de Estudos de Saúde Suplementar. Belo horizonte, 2016. Disponível em: https://www.iess.org.br/?p=publicacoes&id=806&id_tipo=15. Acesso em: agosto, 2020. Segurança assistencial com 39% do mínimo aceitável¹ Processos e condições em 37%do ideal¹
  • 5. Não se gerencia o que não se mede” “ William Edwards Deming
  • 7. Geramos dados para o gestor auditar a capacidade de atuação da sua equipe e facilitar processos de acreditação O que fazemos Criamos protocolos institucionais para as principais doenças Treinamos os médicos em conformidade com protocolos da instituição por meio de simulação realística da tomada de decisão via aplicativo
  • 8. O que fazemos Engajamento Performance Melhoria contínua
  • 11. Jornadas Produção do protocolo Treinamento para equipes de instituições de saúde / ensino Corporate Consultoria em implementaçã o do processo e auditoria dos dados iD’Or, UFRJ Neurolife Pró / Cemeru
  • 12. Precificação R$ 100 mensais por usuário Treinamento quiz via app Treinamento simulação via app Acompanhament o dos dados de performance na Plataforma do Gestor R$ 130 mensais por usuário R$ 120 mensais por usuário Consultoria em implementação do processo e auditoria dos dados R$ Sob demanda *Venda feita em pacotes anuais business to business
  • 14. Resultados ➔ Reports periódicos com os dados de maior relevância para o Gestor com carta de privilégios. ➔ Maior taxa de adesão e conclusão de qualquer serviço de ensino digital do Brasil. *Dados coletados 7 dias após o início dos treinamentos em uma emergência de grande porte do município do Rio de Janeiro.
  • 16. Hospital Pró-Cardíaco ➔ Em 7 dias, a equipe saiu de uma taxa global de performance e conformidade com os protocolos de 60% para 80%; ➔ Em 14 Dias, a taxa de similaridade de condutas de um novo colaborador já estava maior que 90% se comparada a de um colaborador sênior;
  • 17. Hospital Pró-Cardíaco ➔ Dados auditados pelo hospital indicaram que 100% das intubações obtiveram sucesso na primeira tentativa. Além disso, em nenhuma intubação foi necessário requisitar auxílio de anestesista; ➔ Colaboradores da emergência relataram estarem seguros com os fluxos e confortáveis a ponto de transmitir isso para médicos e familiares. O NPS da emergência chegou a 98%, o maior da história da emergência, em plena pandemia.
  • 18. Neurolife ➔ Taxa de conclusão de curso: cerca de 80% da equipe com NPS de 86,8; ➔ Taxa de evolução de equipe no primeiro treinamento: 30%; ➔ Taxa de evolução de 37,5% na habilidade de desparamentação, etapa mais crítica de contaminação;
  • 19. Neurolife ➔ Atingimos a meta de diminuir contaminações significativamente, obtendo uma redução de 30% de profissionais infectados nos processos de paramentação e desparamentação; ➔ O feedback do treinamento inicial para médicos foi tão positivo que a empresa decidiu ampliar o contrato, incluindo um novo curso de lavagem de mãos, fornecendo os treinamentos para toda a equipe (enfermeiros, técnicos de laboratório, atendentes de telemarketing e motoristas).
  • 24. Acessível Pouco difundível Teórico Prático *Engajamento mais eficiente do mercado e de menor custo
  • 26. *Mercado no Brasil US$ 0,2 BI Mercado de treinamento em saúde
  • 27. *Mercado no Brasil US$ 8,09 BI Mercado de treinamento corporativo
  • 28. Mercado de treinamento corporativo Produtos Tipos de clientes Número de usuários Mercado potencial Criação de protocolo e treinamento Hospitais, operadoras e farmacêuticas 160k médicos 2334K enfermeiros 2.8 bilhões de reais/ano no produto mais em conta Treinamento para universidades e pós- graduações Alunos de medicina, enfermagem, fisioterapia, psicologia e odontologia 167 K alunos med 55,3K alunos enf 21,4K alunos fis 16,8K alunos psi 11.9K alunos odnt 6149 instituições de pós-graduação 7.7 bilhões de reais/ano no produto mais em conta Total 10.5 bilhões/ano
  • 29. Time
  • 30. Core Felipe Haberfeld CEO Miguel Barrella Founder e diretor de negócios Daniel Fontes Founder e diretor de negócios ● Médico R3 de Neurologia pela UFF ● Formação em empreendedorismo pela INSPER/SP ● Empreendedor há 4 anos ● Múltiplas formações em soft skills e empreendedorismo ● Médico UERJ e Emergencista pelo Instituto D’Or de Ensino e Pesquisa ● Empreendedor de startup há 8 anos. ● Treinamento médico há 6 anos ● Instrutor de ACLS pela AHA ● Diretor de negócios da Conexa saúde ● Sillicon Valley learning experience best Project in 2017 ● Médico e empreendedor de startup há 8 anos ● Líder de inúmeros times empreendedores ● Formação Scrum e PM ● Formação Empreendedora na Startup School da Y Combinator ● Performance em marketing e tráfego ● Sales Engagement, Enablement & Operation pela Reev
  • 31. Core Felipe Gomes CTO ● Engenheiro de controle e automação pela PUC-RIO ● Experiência de 10 anos no mercado de softwares ● Sênior em desenvolvimento de games ● Experiência com desenvolvimento de jogos AAA ● Largou equipe de games do Ultraman da Marvel para ficar na Sala Vermelha Victor Hugo Head de produto & Design ● Desenhista industrial com ênfase em produto pela Mackenzie - São Paulo ● Especialização em design de produto pela IED - Milão ● Certificado em Design Gráfico pela Torrens University - Brisbane ● Especialização em UX design pela General Assembly - Melbourne ● Sócio fundador da Multas & Pontos ● Senior Product Designer na Conexa Saúde
  • 32. Suplementar Gabriel Paes Head de conteúdo Ana Amaral Advisor em Auditoria e processos Rodrigo Mousinho Advisor Educação e Simulação ● Médico formado pela UERJ. ● 3 anos de experiência em terapia intensiva. ● Atualmente residente em Clínica Médica pela Escola Paulista de Medicina(UNIFESP). ● Empreende desde 2016 na Sala Vermelha enquanto sócio e head de conteúdo. ● Médica ● Especialização em Cardiologia e Ecocardiografia; ● Mestrado em Ciências Cardiovasculares pelo INC ● Rotina Médica da Unidade Coranária do INC ● Coordenadora Médica da Emergência do Hospital Pró- Cardíaco ● Clínico Geral e Cardiologista, também com titulação em medicina de emergência e terapia intensiva. ● Médico rotina da unidade de emergência do Hospital Pró- Cardíaco. ● Diretor do ACLS pela American Heart Association. ● Trabalha há mais de 10 anos com metodologias ativas e simulação em saúde.
  • 33. Capacidade de produção 8 simulações por semana Conteúdo 12 simulações por semana Produto
  • 34. Métricas-chave ➔ CAC (nos 3 últimos meses): R$ 400/cliente ➔ LTV: R$ 39600,00 (simulado, no churn) ➔ Ticket médio: R$3300,00 Período: anual ➔ LTV/CAC: 99 ➔ Cac/LTV: 0,01
  • 36. Go to Market strategy 1. Hospitais particulares (grandes clientes), farmacêuticas e laboratórios 2. Universidades com curso de medicina, enfermagem, fisioterapia, psicologia e odontologia 3. Avaliar pivot para B2C 4. Expansão LATAM 4267 hospitais, 22.511 labs 642 milhões de potenciais alunos Firmar-se no mercado Brasil Sob a mesma estratégia
  • 38. Objetivos de curto prazo (Q3 2020) MRR de 50 mil 6 novos clientes pagantes 800 usuários
  • 39. Tese de crescimento 18 mil/mês Estrutura de custos atual: *Varia até 21 mil
  • 40. Tese de crescimento 400 mil por 10% Na primeira rodada de capital, buscamos:
  • 41. Milestones de crescimento 1. Investimento em mais um profissional de Unity e um outro dev sênior – Eixo produto 2. Otimizar expertise do corpo do time de conteúdo – Eixo conteúdo 3. Contratar BDR para otimização do motor de vendas – Eixo growth
  • 42. Tese de uso de investimento