SlideShare uma empresa Scribd logo
Disponível na Intranet nº 8274- Agosto de 2015
Informativo do Hospital das Clínicas da FMUSP
InRad conquista Acreditação nível II pela ONA.
Projeto
“Educação Popular”
orienta usuários sobre o
atendimento do SUS.
p.6
Inaugurado recentemente
na capital, o Borboletário
é uma das atrações
do Museu Catavento
Espaço Cultural da Ciência.
p.3
p.4
No Encarte deste mês:
Republicação da Ordem Conjunta de Serviço que disciplina a apresentação da Declaração de
Bens e Valores anualmente por todos os agentes públicos estaduais do HCFMUSP.
“Cenários das Terapias Intensivas
no Sistema FMUSP-HC”, “Os
desafios da Enfermagem frente
à implantação do Prontuário
Eletrônico” e outros temas
serão abordados durante
a VIII CONAENF.
p.7
2
HC em Notícias Fique por Dentro
Presidente do Conselho Deliberativo: Prof. Dr. José Otávio Costa Auler Junior - Diretora Clínica: Profa. Dra. Eloisa Silva Dutra de Oliveira
Bonfá - Superintendente: Eng° Antonio José Rodrigues Pereira - Conselho Editorial: NCI e CCIs
Jornalistas responsáveis: Ana Cláudia O. Ananias Mtb 43448/SP; Fernando Zamith Mtb: 11286/SP - Diagramação: Ricardo Alves
Revisão: Solange Cirelo - Fotos: Agnaldo Dias Correia Mtb 65339/ SP CTP
Impressão e acabamento: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo - Tiragem 10 mil exemplares
Disponível na intranet: www.phcnet.usp.br - Prédio da Administração - 3º andar - Telefone: 2661-6818 - Fax: 2661-7036
Site: www.hc.fm.usp.br - Twitter: twitter.com/hospitalHCFMUSP - e-mail: hcemnoticiasnci.adm@hc.fm.usp.br
HC em Notícias se reserva o direito de editar e-mails e cartas encaminhadas à redação.
Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo
HC em Notícias é uma publicação do Núcleo de Comunicação Institucional da Chefia de Gabinete da Superintendência do HCFMUSP
A Identificação dos prédios e o envio de correspondências destinadas ao Instituto de Radiologia
e Centro de Medicina Nuclear do HCFMUSP devem ser realizadas conforme segue:
EXPEDIENTE
ATENÇÃO PARA O
ENDEREÇAMENTO CORRETO
N
um esforço que soma competência técnica, dedicação e par-
ceria entre os Centros de Gestão de Pessoas (CGPs) dos Institu-
tos e o Serviço de Assistência Médica e Social aos Servidores
(SAMSS), o número de exames médicos periódicos vem crescendo não
só na estatística, como demonstrado, mas também no contexto de es-
clarecimento aos colaboradores quanto à importância do autocuidado
e de uma nova maneira de se relacionar com a Casa.
Existem muitas vitórias na trajetória, e nenhuma delas teria sido
possível sem o esforço e a dedicação de todas as PESSOAS que com-
põem as equipes e que continuam diariamente realizando suas ativida-
des para conquistar cada vez mais possibilidades de se trabalhar com
profissionais saudáveis e satisfeitos.
Saúde ocupacional: nosso melhor negócio, seu melhor resultado!
O resultado com
qualidade
é sempre a soma dos
esforços de todos
Resultados dos Exames Periódicos
Instituto de Radiologia:
Travessa da Rua Doutor Ovídio Pires de Campos
(ligação entre a Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar e Rua
Dr. Ovídio Pires de Campos), nº 075 -Cerqueira César -
São Paulo – SP – CEP 05403- 010
Centro de Medicina Nuclear/Cíclotron:
Rua Doutor Ovídio Pires de Campos, nº 872 –
Cerqueira César – São Paulo – CEP 05403- 911
3
Agosto de 2015Fique por Dentro
N
o dia 30 de junho, a Diretora Executiva do Instituto de Ra-
diologia (InRad), Dra. Marisa Riscalla Madi, apresentou aos
colaboradores do Instituto o certificado de Acreditação Plena
ou Nível II. O título é entregue pelo Instituto Brasileiro de Excelência em
Saúde (IBES), concedido pela Organização Nacional de Acreditação
(ONA) para instituições de saúde que cumprem os requisitos de quali-
dade e segurança preconizados pelo órgão.
“A nossa instituição é permeada pela cultura da qualidade e a
busca contínua da excelência no atendimento é o nosso maior desafio
diário. A conquista desse título vem reconhecer o trabalho, a dedi-
cação e o envolvimento de cada colaborador, que já incorporou na
sua rotina a prestação de serviços de forma integrada e humanizada,
como garantia da continuidade do cuidado ao paciente, que é a ra-
zão da nossa existência.”, agradece a Diretora Executiva.
Uma organização, serviço ou programa de saúde Acreditado Ple-
no, além de cumprir com as exigências de Nível II, dispõe de um sistema
de planejamento e coordenação focado na “gestão integrada” dos pro-
cessos. São inúmeras as vantagens e benefícios de uma instituição possuir
o certificado, entre elas: maximizar a segurança para os pacientes, melho-
rar a qualidade da assistência, aprimorar a gestão e o trabalho em equi-
pe, além do aprendizado e a melhoria contínua dos serviços prestados.
InRad conquista
Acreditação nível II pela ONA
Em 2014, o InRad rece-
beu o Nível I por cumprir com
as exigências para um atendi-
mento seguro para pacientes e
profissionais, com um sistema
informatizado e integrado que
permite que as informações do
paciente sejam acessadas por
toda a equipe multidiscipli-
nar. Desde então, as equipes
trabalharam para o aprimora-
mento da gestão e interação
dos processos, com o objetivo
de conquistar o Nível II da
Acreditação, que é uma cer-
tificação semelhante ao ISO,
mas exclusiva para instituições
de saúde, que avalia o desem-
penho dos processos adminis-
trativos e os seus resultados
junto aos pacientes.
HC em Notícias Fique por Dentro
M
anter a excelência na assistência à saúde e
aperfeiçoar os processos de gestão do maior
complexo hospitalar da América Latina são
uma constante da alta direção do Sistema FMUSP-HC.
Desde 2013, quando se iniciou a segunda fase
da reforma no Pronto-Socorro (PS) do Instituto Cen-
tral, assim como no ano seguinte, com a reforma no
PS do Instituto do Coração, a Diretoria Clínica do
HCFMUSP tem tido o cuidado em acolher, orientar
e direcionar a população a fim de proporcionar o
melhor atendimento disponível, conforme a área de
residência e o problema de saúde a ser resolvido.
Projeto “Educação Popular”
orienta usuários sobre o atendimento do SUS
Em julho de 2015, foi implantada, com o apoio
do Núcleo Técnico de Humanização (NTH) e sob a
liderança de sua coordenadora, Dra. Izabel Rios,
uma nova etapa de comunicação com os usuários.
Pelo projeto, batizado como “Educação Popular”,
foram instalados quatro totens na Avenida Dr. Enéas
de Carvalho Aguiar: Instituto da Criança, Metrô Clí-
nicas, Instituto de Radiologia e próximo à Passarela
Rebouças. Em cada totem, os pedestres poderão se
localizar na área do Complexo HC, terão acesso a
folhetos com perguntas e respostas sobre Unidade
de Emergência Referenciada e, ainda, conhecerão
endereços de UBSs, AMAs, Prontos-Atendimentos de
Especialidades da capital, divididos por região, e de
UPAs da Grande São Paulo.
Além dos totens, há a abordagem direta pelas
equipes formadas pelo NTH, identificadas com cole-
te verde, que orientam as pessoas sobre o funciona-
mento do SUS e do Complexo HC.
5
Agosto de 2015
Projeto Cuidando do Cuidador
Há quase dois anos, o AMS/SAMSS promove o projeto Cuidando do
Cuidador (CDC), que consiste em visitas aos servidores internados no
IOT, InCor e ICHC. O objetivo é demonstrar ao servidor, em condição de
paciente, o cuidado do AMS por meio do diálogo e oferecer a melhor
assistência para a sua recuperação e bem-estar.
Confira alguns depoimentos registrados de quem já foi beneficiado pelo
projeto durante visita social:
“Atendimento muito bom,
atenciosos, prestativos e
tranquilos.”
Joilma Gomes de Menezes
“Tratar o outro pelo nome, ouvi-
lo e ser ouvido...”
Micheli Batisteli Rolim
Nossa Gente
Centenário do
Prof. Dr. Carlos da Silva Lacaz
M
édico, cientista, pesquisador e educador, o
Prof. Dr. Carlos da Silva Lacaz é um dos
mais renomados nomes da Medicina Bra-
sileira e, no dia 25 de setembro de 2015, receberá
uma homenagem durante a Jornada Comemorativa
ao seu Centenário. O consolidador do movimento
médico humanista no Brasil será lembrado durante
o dia com atividades promovidas pela Faculdade de
Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) e
pelo Instituto de Medicina Tropical da Universidade
de São Paulo (IMT-USP).
O Prof. Dr. Carlos da Silva Lacaz nasceu, em
1915, em Guaratinguetá, no estado de São Paulo.
Ingressou na Faculdade de Medicina da USP em
1934, ano em que foi fundada a Universidade. Des-
de aluno, o Prof. Lacaz se destacava. Ganhou três
diferentes prêmios durante sua graduação: Rockfeller
(cadeiras básicas), La Royale (curso de graduação) e
Sociedade de Medicina Legal e Criminologia (cadei-
ra de Medicina Legal).
Em 1959, criou o Instituto de Medicina Tropi-
cal de São Paulo, considerado hoje em dia centro
de referência pela Organização Mundial da Saúde.
Suas especialidades foram em Micologia e Microbio-
logia, tornando-se Professor Titular do Departamento
de Medicina Tropical e Dermatologia e Professor de
Microbiologia e Imunologia da FMUSP.
Destacou-se também como professor, tornando-
se diretor da FMUSP entre 1971 e 1978. Já em
1977, criou o Museu Histórico da FMUSP, que em
1993 recebeu o seu nome. Foi ainda Professor
Honoris Causa pela Universidade Federal do Ceará
e Universidad Nacional del Nordeste (Resisitencia,
Argentina) e Membro da Academia Nacional de
Medicina. Além disso, foi fundador e primeiro
Presidente da Sociedade Brasileira de História da
Medicina, fundada em 1997.
25/9/2015,
das 9h às 17h10
Teatro da FMUSP
Fonte: Assessoria de Imprensa da FMUSP
Aula do Prof. Carlos da Silva Lacaz por ocasião do seu concurso
para catedrático de Microbiologia e Imunologia na FMUSP, 1953 -
Acervo do Museu Histórico da Faculdade de Medicina da USP
Busto do Prof. Carlos da Silva Lacaz no Instituto de Medicina Tropical
de São Paulo - Universidade de São Paulo
6
HC em Notícias Arte, Cultura e Lazer
Fotos: Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo | Divulgação
São Paulo ganha Borboletário
N
o mês de julho, o Catavento Cultural e Educacional, museu de
ciência e tecnologia da Secretaria da Cultura do Estado de São
Paulo, presenteou a cidade com um Borboletário.
Localizado no jardim interno, um dos espaços preferidos de
crianças, jovens e adultos, os visitantes poderão ver de perto e se
encantar com algumas espécies de borboletas como a borboleta olho
de coruja (Caligo illoneus) e a borboleta júlia (Dryas iulia).
Uma grande geodésica foi construída para receber esses animais.
Na imponente estrutura de ferro, formada por triângulos, foi criado
um ambiente ideal para as borboletas, com mais de 20 variedades de
plantas especificas para cada espécie e para cada fase, fazendo com
que elas sintam-se mais próximas da natureza.
As visitas são acompanhadas pela equipe educativa do Catavento,
pronta para mostrar a importância desses seres no planeta, tirar dúvidas
e zelar pelo bem-estar das borboletas. As espécies do Borboletário
Catavento vieram do borboletário Laerte Brittes de Oliveira, localizado
em Diadema e estão nas fases de pupa e adulta, entre outras curiosidades.
As pupas servem para ilustrar a passagem da fase intermediária
até o final do ciclo de vida das borboletas, mostrando a complexidade
das formas de vida desse inseto. Os visitantes terão o privilégio de
aprender vivenciando, pois o borboletário, além de proporcionar o
lazer contemplativo aliado à Educação Ambiental, possibilita difundir o
conhecimento e sensibilizar as pessoas sobre a importância de preservar,
respeitar e admirar esses seres de temperamento e importância únicos.
A visita guiada tem duração aproximada de 15 minutos.
LEMBRETES: Às segundas-feiras e sextas-feiras o Borboletário
não abre; não há visita em dias com chuva; no frio, a
possibilidade de ver borboletas é pouca; e não indicado para
pessoas que tem fobia de insetos ou animais voadores.
Horários:
9h30; 10h; 10h30; 11h;
11h30; 12h; 12h30; 13h30;
14h; 14h30; 15h; 15h30 e16h.
Duração:
15 minutos de atividade interna.
Capacidade:
20 pessoas por sessão.
Valor:
R$ 6 e meia-entrada para
estudantes, idosos e pessoas com
deficiência. Gratuita aos sábados.
Museu Catavento – Espaço Cultural da Ciência
Palácio das Indústrias - Praça Civica Ulisses Guimarães
s/n - Palácio das Indústrias - Parque Dom Pedro II.
Aberto de terça-feira a domingo, com entrada das 9h
às 16h e permanência no museu até às 17h.
Acesse: www.cataventocultural.org.br
Fonte: Portal do Governo do Estado de São Paulo
7
Agosto de 2015
Encontro Psicoeducacional:
Depressão e Transtorno Bipolar
Como lidar com o estigma, o
preconceito e aceitar que tenho
Transtorno Bipolar?
Data: 11/9/2015,
das 14h às 16h
Local: IPq
Informações: 2661-6648
www.progruda.com
Vagas limitadas, preenchidas
por ordem de chegada.
Curso Teórico-prático de
Imagem Vascular, Angio
Tomografia Computadorizada e
Angio Ressonância Magnética
Datas: 11 a 13/9/2015
Local: CERB – InRad
Informações: 2661-7067
Simpósio GRUDA 2015:
Depressão e Transtorno Bipolar
Datas: 18 e 19/9/2015
Local: Anfiteatro do IPq
Informações: 2661-6648
www.progruda.com
Atualização e Técnica em
Biópsia de Próstata Guiada por
Ultrassom Transretal
Datas: 18 e 19/9/2015
Local: CERB – InRad
Informações: 2661-7067
Curso Doppler em
Medicina Interna
Datas: 26 e 27/9/2015
Local: CERB – InRad
Informações: 2661-7067
Encontro Psicoeducacional:
Como a família pode colaborar no
tratamento do Transtorno Bipolar?
Data: 2/10/2015,
das 14h às 16h
Local: IPq
Informações: 2661-6648 |
www.progruda.com
Vagas limitadas, preenchidas
por ordem de chegada.
4º Congresso sobre Gestão de
Pessoas no Setor Público Paulista
Datas: 21 e 22/10/2015
Local: Centro de Convenções
Rebouças
Informações: Acesse www.
sgcursos.sp.gov.br ou
procure o Centro de Gestão
de Pessoas do seu Instituto.
Encontro Psicoeducacional
Transtorno Bipolar e outras
doenças: comorbidades
Data: 13/11/2015
Local: IPq
Informações: 2661-6648 |
www.progruda.com. Vagas
limitadas, preenchidas por
ordem de chegada.
1º Congresso de Neurocirurgia
Funcional da USP
3º Simpósio de Neurocirurgia
Funcional da Disciplina de
Neurocirurgia do Departamento de
Neurologia da FMUSP e Divisão de
Neurocirurgia Funcional do IPq
Prazo de envio de trabalhos:
28/9/2015
Data: 19 a 22/11/2015
Local: Centro de Convenções
Rebouças
Informações: www.
neurocirurgiafuncionalusp.
com.br
EEP
Escola de
Educação
Permanente
Curso Básico de
Eletrocardiografia – A
DISTÂNCIA.
Inscrições até 31/10/2015
Curso Anual de
Eletrocardiografia – A
DISTÂNCIA.
Inscrições até 31/10/2015
Congresso de
Anestesiologia USP – A
DISTÂNCIA.
Inscrições até 31/12/2015
Simpósio – Temas Atuais
em Genética Forense.
Inscrições até 27/9/2015
I Encontro
Multiprofissional de
Oncologia Pediátrica.
Inscrições até 11/9/2015
Cursos Médicos
Cursos Multiprofissionais
Informações: 2661-7025
VIII Congresso Nacional de
Enfermeiros HCFMUSP
Informações: Hybrida
Consultoria e Eventos -
3284 6680
conaenf2@hybrida.com.br
www.hybrida.com.br
Ciência e Saúde
Residentes dos programas de Nutrição Clínica em Cardiopneumologia e Nutrição
Clínica em Gastroenterologia, do Instituto do Coração e do Instituto Central do
HCFMUSP, respectivamente, tiveram formação em Telemedicina e Telessaúde
P
ela primeira vez, integrantes de uma residência
multiprofissional recebem formação em Teleme-
dicina e Telessaúde. As residentes do Serviço de
Nutrição e Dietética do Instituto do Coração (InCor) e
da Divisão de Nutrição e Dietética do Instituto Central
(IC) do Hospital das Clínicas da FMUSP, dos programas
de Nutrição Clínica em Cardiopneumologia, coordena-
do pela Profª. Drª. Sílvia G. Lage, do Departamento de
Cardiopneumologia, sob a supervisão da Drª. Mitsue
Isosaki, e de Nutrição Clínica em Gastroenterologia,
coordenado pelo Prof. Dr. Dan L. Waitzberg, do De-
partamento de Gastroenterologia, sob a supervisão de
Maria Carolina G. Dias, participaram do curso de Pós-
-graduação em Telemedicina, que aconteceu de 10 de
abril a 3 de junho deste ano, ministrado por meio de
educação em sistema híbrido (baseada em plataforma
educacional).
O curso, estruturado e ministrado pela Discipli-
na de Telemedicina do Departamento de Patologia da
FMUSP, tem carga horária equivalente a 8 créditos
(120 horas). Durante esse período, as 7 residentes
participantes adquiriram conhecimentos práticos e te-
óricos sobre diversos temas, entre eles: história da Te-
lemedicina no Brasil e no mundo; políticas nacionais
Primeiras residentes da Residência
Multiprofissional do InCor e do ICHC
recebem formação pela Disciplina de Telemedicina da FMUSP
de saúde e ações governamentais envolven-
do Telemedicina e Telessaúde; Programa
Telessaúde Brasil Redes; aspectos éticos e
legais; segurança e educação digital; es-
tratégias e modelos de educação interativa;
telepatologia; teleassistência e telediagnós-
tico e Design de Comunicação Educacional
em Saúde.
O curso, que teve como estratégias o
fomento à reflexão e o desenvolvimento da
habilidade de comunicação e expressão,
também complementou a formação com a
apresentação dos conceitos e resultados
de projetos de sucesso, como Pró-Inova-
lab: Inovação em Laboratório de Aprendi-
zagem; Laboratório de Mídias Interativas
3D – Renovalab; Projeto Homem Virtual e
Projeto Jovem Doutor (Saúde nas Escolas).
Além disso, as residentes tiveram contato
com as experiências de profissionais e pro-
fessores do Brasil e de outros países, como
a Austrália, e familiarizaram-se com a com-
putação gráfica e a produção de estruturas
anatômicas por impressora 3D.
Fonte: e-Notícias Telemedicina - Agosto 2015

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Rede de urgência e emergência crs leste
Rede de urgência e emergência crs lesteRede de urgência e emergência crs leste
Rede de urgência e emergência crs leste
Rubens Kon
 
Os fundamentos da Atenção Ambulatorial Especializada
Os fundamentos da Atenção Ambulatorial EspecializadaOs fundamentos da Atenção Ambulatorial Especializada
Os fundamentos da Atenção Ambulatorial Especializada
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
Iv congresso internacional de serviço social
Iv congresso internacional de serviço socialIv congresso internacional de serviço social
Iv congresso internacional de serviço social
Vilma Pereira da Silva
 
Acolhimento classificaao risco_servico_urgencia(1)
Acolhimento classificaao risco_servico_urgencia(1)Acolhimento classificaao risco_servico_urgencia(1)
Acolhimento classificaao risco_servico_urgencia(1)
Cassio Luiz Barbosa
 
Cartilha Urgência e Emergência
Cartilha Urgência e EmergênciaCartilha Urgência e Emergência
Componentes e interfaces da rede de atenção às
Componentes e interfaces da rede de atenção àsComponentes e interfaces da rede de atenção às
Componentes e interfaces da rede de atenção às
José Carlos Pereira
 
Ama
AmaAma
As Múltiplas Lógicas de Construção de Redes de Cuidado no SUS
As Múltiplas Lógicas de Construção de Redes de Cuidado no SUS As Múltiplas Lógicas de Construção de Redes de Cuidado no SUS
As Múltiplas Lógicas de Construção de Redes de Cuidado no SUS
Centro de Desenvolvimento, Ensino e Pesquisa em Saúde - CEDEPS
 
Brasília Saudável
Brasília SaudávelBrasília Saudável
Carta de serviços do Hospital Eduardo Rabello (heer)
Carta de serviços do Hospital Eduardo Rabello (heer)Carta de serviços do Hospital Eduardo Rabello (heer)
Carta de serviços do Hospital Eduardo Rabello (heer)
ivone guedes borges
 
Provas
ProvasProvas
Medicação: aspectos éticos e legais no âmbito da enfermagem
Medicação: aspectos éticos e legais no âmbito da enfermagemMedicação: aspectos éticos e legais no âmbito da enfermagem
Medicação: aspectos éticos e legais no âmbito da enfermagem
Letícia Spina Tapia
 
Acolhimento à Demanda Espontânea na APS
Acolhimento à Demanda Espontânea na APSAcolhimento à Demanda Espontânea na APS
Acolhimento à Demanda Espontânea na APS
Frankly Eudes
 
Atenção Especializada no Paraná
Atenção Especializada no ParanáAtenção Especializada no Paraná
Atenção Especializada no Paraná
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
Manual técnico de normas e rotinas para enfermagem na Atenção Básica
Manual técnico de normas e rotinas para enfermagem na Atenção BásicaManual técnico de normas e rotinas para enfermagem na Atenção Básica
Manual técnico de normas e rotinas para enfermagem na Atenção Básica
Centro Universitário Ages
 
Modelo de Atenção às Condições Crônicas no Paraná
Modelo de Atenção às Condições Crônicas no ParanáModelo de Atenção às Condições Crônicas no Paraná
Modelo de Atenção às Condições Crônicas no Paraná
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
Vera_Redes_de_atencao
Vera_Redes_de_atencaoVera_Redes_de_atencao
Vera_Redes_de_atencao
comunidadedepraticas
 
Laboratórios de Inovação no Cuidado das Condições Crônicas do CONASS
Laboratórios de Inovação no Cuidado das Condições Crônicas do CONASSLaboratórios de Inovação no Cuidado das Condições Crônicas do CONASS
Laboratórios de Inovação no Cuidado das Condições Crônicas do CONASS
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
Humanização da assistência em uma unidade de atenção básica à saúde de votupo...
Humanização da assistência em uma unidade de atenção básica à saúde de votupo...Humanização da assistência em uma unidade de atenção básica à saúde de votupo...
Humanização da assistência em uma unidade de atenção básica à saúde de votupo...
Tais Queiroz
 
administração hospitalar
administração hospitalaradministração hospitalar
administração hospitalar
biblisaocamilo
 

Mais procurados (20)

Rede de urgência e emergência crs leste
Rede de urgência e emergência crs lesteRede de urgência e emergência crs leste
Rede de urgência e emergência crs leste
 
Os fundamentos da Atenção Ambulatorial Especializada
Os fundamentos da Atenção Ambulatorial EspecializadaOs fundamentos da Atenção Ambulatorial Especializada
Os fundamentos da Atenção Ambulatorial Especializada
 
Iv congresso internacional de serviço social
Iv congresso internacional de serviço socialIv congresso internacional de serviço social
Iv congresso internacional de serviço social
 
Acolhimento classificaao risco_servico_urgencia(1)
Acolhimento classificaao risco_servico_urgencia(1)Acolhimento classificaao risco_servico_urgencia(1)
Acolhimento classificaao risco_servico_urgencia(1)
 
Cartilha Urgência e Emergência
Cartilha Urgência e EmergênciaCartilha Urgência e Emergência
Cartilha Urgência e Emergência
 
Componentes e interfaces da rede de atenção às
Componentes e interfaces da rede de atenção àsComponentes e interfaces da rede de atenção às
Componentes e interfaces da rede de atenção às
 
Ama
AmaAma
Ama
 
As Múltiplas Lógicas de Construção de Redes de Cuidado no SUS
As Múltiplas Lógicas de Construção de Redes de Cuidado no SUS As Múltiplas Lógicas de Construção de Redes de Cuidado no SUS
As Múltiplas Lógicas de Construção de Redes de Cuidado no SUS
 
Brasília Saudável
Brasília SaudávelBrasília Saudável
Brasília Saudável
 
Carta de serviços do Hospital Eduardo Rabello (heer)
Carta de serviços do Hospital Eduardo Rabello (heer)Carta de serviços do Hospital Eduardo Rabello (heer)
Carta de serviços do Hospital Eduardo Rabello (heer)
 
Provas
ProvasProvas
Provas
 
Medicação: aspectos éticos e legais no âmbito da enfermagem
Medicação: aspectos éticos e legais no âmbito da enfermagemMedicação: aspectos éticos e legais no âmbito da enfermagem
Medicação: aspectos éticos e legais no âmbito da enfermagem
 
Acolhimento à Demanda Espontânea na APS
Acolhimento à Demanda Espontânea na APSAcolhimento à Demanda Espontânea na APS
Acolhimento à Demanda Espontânea na APS
 
Atenção Especializada no Paraná
Atenção Especializada no ParanáAtenção Especializada no Paraná
Atenção Especializada no Paraná
 
Manual técnico de normas e rotinas para enfermagem na Atenção Básica
Manual técnico de normas e rotinas para enfermagem na Atenção BásicaManual técnico de normas e rotinas para enfermagem na Atenção Básica
Manual técnico de normas e rotinas para enfermagem na Atenção Básica
 
Modelo de Atenção às Condições Crônicas no Paraná
Modelo de Atenção às Condições Crônicas no ParanáModelo de Atenção às Condições Crônicas no Paraná
Modelo de Atenção às Condições Crônicas no Paraná
 
Vera_Redes_de_atencao
Vera_Redes_de_atencaoVera_Redes_de_atencao
Vera_Redes_de_atencao
 
Laboratórios de Inovação no Cuidado das Condições Crônicas do CONASS
Laboratórios de Inovação no Cuidado das Condições Crônicas do CONASSLaboratórios de Inovação no Cuidado das Condições Crônicas do CONASS
Laboratórios de Inovação no Cuidado das Condições Crônicas do CONASS
 
Humanização da assistência em uma unidade de atenção básica à saúde de votupo...
Humanização da assistência em uma unidade de atenção básica à saúde de votupo...Humanização da assistência em uma unidade de atenção básica à saúde de votupo...
Humanização da assistência em uma unidade de atenção básica à saúde de votupo...
 
administração hospitalar
administração hospitalaradministração hospitalar
administração hospitalar
 

Destaque

8117 стаття 24
8117 стаття 248117 стаття 24
8117 стаття 24urvlan
 
8/15 National & Florida Hispanic Mobile Poll
8/15 National & Florida Hispanic Mobile Poll8/15 National & Florida Hispanic Mobile Poll
8/15 National & Florida Hispanic Mobile Poll
New Latino Voice
 
8.0 Final
8.0 Final8.0 Final
8 20 2013 scov elliott
8 20 2013 scov elliott8 20 2013 scov elliott
8 20 2013 scov elliottswanmail
 
8.2 monica cragnolini
8.2 monica cragnolini8.2 monica cragnolini
8.2 monica cragnolini
rey martinez
 
ΑΕΠΠ ΚΕΦ 8
ΑΕΠΠ ΚΕΦ 8ΑΕΠΠ ΚΕΦ 8
ΑΕΠΠ ΚΕΦ 8
educast
 
一個母親一生撒的8個謊言
一個母親一生撒的8個謊言一個母親一生撒的8個謊言
一個母親一生撒的8個謊言lys167
 
81444208 43658055-como-receber-a-cura-divina
81444208 43658055-como-receber-a-cura-divina81444208 43658055-como-receber-a-cura-divina
81444208 43658055-como-receber-a-cura-divina
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
81-47148-1466487088-certificate
81-47148-1466487088-certificate81-47148-1466487088-certificate
81-47148-1466487088-certificate
Carlos F Muniz
 
820 4 aug_2014
820 4 aug_2014820 4 aug_2014
820 4 aug_2014
amconnect
 
8 марта 2014 отчет 6 гр
8 марта 2014 отчет 6 гр8 марта 2014 отчет 6 гр
8 марта 2014 отчет 6 грxdi2x
 
קו למושב, גיליון 825 - 06/03/14
קו למושב, גיליון 825 - 06/03/14קו למושב, גיליון 825 - 06/03/14
קו למושב, גיליון 825 - 06/03/14
eshaki
 
8/21主日投影片
8/21主日投影片8/21主日投影片
8/21主日投影片
gaanchurch
 
για τη συνεδρίαση δσ δοε 8 δεκ 2010 για εσπα
για τη συνεδρίαση δσ δοε 8 δεκ 2010 για εσπαγια τη συνεδρίαση δσ δοε 8 δεκ 2010 για εσπα
για τη συνεδρίαση δσ δοε 8 δεκ 2010 για εσπαGIA VER
 
826 11 aug_2014
826 11 aug_2014826 11 aug_2014
826 11 aug_2014
amconnect
 
82743
8274382743
творческий проект зскош 8 вида2
творческий проект зскош 8 вида2творческий проект зскош 8 вида2
творческий проект зскош 8 вида2konkursnfrz
 
Newsletter Siena Rugby 8 2013
Newsletter Siena Rugby 8 2013Newsletter Siena Rugby 8 2013
Newsletter Siena Rugby 8 2013
Antonio Cinotti
 
81.Romance of the Three Kingdoms
81.Romance of the Three Kingdoms81.Romance of the Three Kingdoms
81.Romance of the Three Kingdomsgunyouak
 

Destaque (20)

8117 стаття 24
8117 стаття 248117 стаття 24
8117 стаття 24
 
801 חורף 2011
801 חורף 2011801 חורף 2011
801 חורף 2011
 
8/15 National & Florida Hispanic Mobile Poll
8/15 National & Florida Hispanic Mobile Poll8/15 National & Florida Hispanic Mobile Poll
8/15 National & Florida Hispanic Mobile Poll
 
8.0 Final
8.0 Final8.0 Final
8.0 Final
 
8 20 2013 scov elliott
8 20 2013 scov elliott8 20 2013 scov elliott
8 20 2013 scov elliott
 
8.2 monica cragnolini
8.2 monica cragnolini8.2 monica cragnolini
8.2 monica cragnolini
 
ΑΕΠΠ ΚΕΦ 8
ΑΕΠΠ ΚΕΦ 8ΑΕΠΠ ΚΕΦ 8
ΑΕΠΠ ΚΕΦ 8
 
一個母親一生撒的8個謊言
一個母親一生撒的8個謊言一個母親一生撒的8個謊言
一個母親一生撒的8個謊言
 
81444208 43658055-como-receber-a-cura-divina
81444208 43658055-como-receber-a-cura-divina81444208 43658055-como-receber-a-cura-divina
81444208 43658055-como-receber-a-cura-divina
 
81-47148-1466487088-certificate
81-47148-1466487088-certificate81-47148-1466487088-certificate
81-47148-1466487088-certificate
 
820 4 aug_2014
820 4 aug_2014820 4 aug_2014
820 4 aug_2014
 
8 марта 2014 отчет 6 гр
8 марта 2014 отчет 6 гр8 марта 2014 отчет 6 гр
8 марта 2014 отчет 6 гр
 
קו למושב, גיליון 825 - 06/03/14
קו למושב, גיליון 825 - 06/03/14קו למושב, גיליון 825 - 06/03/14
קו למושב, גיליון 825 - 06/03/14
 
8/21主日投影片
8/21主日投影片8/21主日投影片
8/21主日投影片
 
για τη συνεδρίαση δσ δοε 8 δεκ 2010 για εσπα
για τη συνεδρίαση δσ δοε 8 δεκ 2010 για εσπαγια τη συνεδρίαση δσ δοε 8 δεκ 2010 για εσπα
για τη συνεδρίαση δσ δοε 8 δεκ 2010 για εσπα
 
826 11 aug_2014
826 11 aug_2014826 11 aug_2014
826 11 aug_2014
 
82743
8274382743
82743
 
творческий проект зскош 8 вида2
творческий проект зскош 8 вида2творческий проект зскош 8 вида2
творческий проект зскош 8 вида2
 
Newsletter Siena Rugby 8 2013
Newsletter Siena Rugby 8 2013Newsletter Siena Rugby 8 2013
Newsletter Siena Rugby 8 2013
 
81.Romance of the Three Kingdoms
81.Romance of the Three Kingdoms81.Romance of the Three Kingdoms
81.Romance of the Three Kingdoms
 

Semelhante a 8274 agosto

Estágio Biblioteca IEP - Hospital Moinhos de Ventos
Estágio Biblioteca IEP - Hospital Moinhos de VentosEstágio Biblioteca IEP - Hospital Moinhos de Ventos
Estágio Biblioteca IEP - Hospital Moinhos de Ventos
Karin Lorien Menoncin
 
Dialnet o protocolo-demanchesternosistemaunicodesaudeeaatuac-4901268
Dialnet o protocolo-demanchesternosistemaunicodesaudeeaatuac-4901268Dialnet o protocolo-demanchesternosistemaunicodesaudeeaatuac-4901268
Dialnet o protocolo-demanchesternosistemaunicodesaudeeaatuac-4901268
Bruna Almeida
 
Anvisa
AnvisaAnvisa
Práticas de enfermagem baseadas em evidências
Práticas de enfermagem baseadas em evidênciasPráticas de enfermagem baseadas em evidências
Práticas de enfermagem baseadas em evidências
gisorte
 
Matéria do jornal incampus da ufpe em março de 2009
Matéria do jornal incampus da ufpe em março de 2009Matéria do jornal incampus da ufpe em março de 2009
Matéria do jornal incampus da ufpe em março de 2009
Otavio Luiz Machado
 
Apresentação do ILACS
Apresentação do ILACSApresentação do ILACS
Apresentação do ILACS
Maurilio
 
Sala de espera artigo
Sala de espera artigoSala de espera artigo
Sala de espera artigo
Marta Elini Borges
 
Anais
AnaisAnais
projeto clinica.ppt
projeto clinica.pptprojeto clinica.ppt
projeto clinica.ppt
FellipeMedeiros8
 
Ressumo do ary professora karol
Ressumo do ary  professora karolRessumo do ary  professora karol
Ressumo do ary professora karol
Jose Maciel Dos Anjos
 
10 passos seguranca_paciente
10 passos seguranca_paciente10 passos seguranca_paciente
10 passos seguranca_paciente
Camila Melo
 
FGV / IBRE – Governança e Gestão dos Hospitais de Atendimento Público no Brasil
FGV / IBRE – Governança e Gestão dos Hospitais de Atendimento Público no BrasilFGV / IBRE – Governança e Gestão dos Hospitais de Atendimento Público no Brasil
FGV / IBRE – Governança e Gestão dos Hospitais de Atendimento Público no Brasil
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
Higienização das mãos
Higienização das mãos Higienização das mãos
Higienização das mãos
Solange Giaretta
 
Qualidade na gestão local de serviços e ações de saude
Qualidade na gestão local de serviços e ações de saudeQualidade na gestão local de serviços e ações de saude
Qualidade na gestão local de serviços e ações de saude
Jose Vilton
 
Revista acta paulista de enfermagem
Revista acta paulista de enfermagemRevista acta paulista de enfermagem
Revista acta paulista de enfermagem
Centro Universitário Ages
 
Educação para o Trabalho ENVIAR.pptx
Educação para o Trabalho ENVIAR.pptxEducação para o Trabalho ENVIAR.pptx
Educação para o Trabalho ENVIAR.pptx
FabianoDoVale
 
Acolhimento classificaao risco_servico_urgencia
Acolhimento classificaao risco_servico_urgenciaAcolhimento classificaao risco_servico_urgencia
Acolhimento classificaao risco_servico_urgencia
Alice Costa
 
Clinica ampliada 2 d_ireitos humanos e saude
Clinica ampliada 2 d_ireitos humanos e saudeClinica ampliada 2 d_ireitos humanos e saude
Clinica ampliada 2 d_ireitos humanos e saude
Roxane Sales
 
HUMANIZAÇÃO NO SETOR DE RADIOLOGIA
HUMANIZAÇÃO NO SETOR DE RADIOLOGIAHUMANIZAÇÃO NO SETOR DE RADIOLOGIA
HUMANIZAÇÃO NO SETOR DE RADIOLOGIA
Iago Brito
 
2. anvs hig das maos
2. anvs   hig das maos2. anvs   hig das maos
2. anvs hig das maos
Simone Cardoso
 

Semelhante a 8274 agosto (20)

Estágio Biblioteca IEP - Hospital Moinhos de Ventos
Estágio Biblioteca IEP - Hospital Moinhos de VentosEstágio Biblioteca IEP - Hospital Moinhos de Ventos
Estágio Biblioteca IEP - Hospital Moinhos de Ventos
 
Dialnet o protocolo-demanchesternosistemaunicodesaudeeaatuac-4901268
Dialnet o protocolo-demanchesternosistemaunicodesaudeeaatuac-4901268Dialnet o protocolo-demanchesternosistemaunicodesaudeeaatuac-4901268
Dialnet o protocolo-demanchesternosistemaunicodesaudeeaatuac-4901268
 
Anvisa
AnvisaAnvisa
Anvisa
 
Práticas de enfermagem baseadas em evidências
Práticas de enfermagem baseadas em evidênciasPráticas de enfermagem baseadas em evidências
Práticas de enfermagem baseadas em evidências
 
Matéria do jornal incampus da ufpe em março de 2009
Matéria do jornal incampus da ufpe em março de 2009Matéria do jornal incampus da ufpe em março de 2009
Matéria do jornal incampus da ufpe em março de 2009
 
Apresentação do ILACS
Apresentação do ILACSApresentação do ILACS
Apresentação do ILACS
 
Sala de espera artigo
Sala de espera artigoSala de espera artigo
Sala de espera artigo
 
Anais
AnaisAnais
Anais
 
projeto clinica.ppt
projeto clinica.pptprojeto clinica.ppt
projeto clinica.ppt
 
Ressumo do ary professora karol
Ressumo do ary  professora karolRessumo do ary  professora karol
Ressumo do ary professora karol
 
10 passos seguranca_paciente
10 passos seguranca_paciente10 passos seguranca_paciente
10 passos seguranca_paciente
 
FGV / IBRE – Governança e Gestão dos Hospitais de Atendimento Público no Brasil
FGV / IBRE – Governança e Gestão dos Hospitais de Atendimento Público no BrasilFGV / IBRE – Governança e Gestão dos Hospitais de Atendimento Público no Brasil
FGV / IBRE – Governança e Gestão dos Hospitais de Atendimento Público no Brasil
 
Higienização das mãos
Higienização das mãos Higienização das mãos
Higienização das mãos
 
Qualidade na gestão local de serviços e ações de saude
Qualidade na gestão local de serviços e ações de saudeQualidade na gestão local de serviços e ações de saude
Qualidade na gestão local de serviços e ações de saude
 
Revista acta paulista de enfermagem
Revista acta paulista de enfermagemRevista acta paulista de enfermagem
Revista acta paulista de enfermagem
 
Educação para o Trabalho ENVIAR.pptx
Educação para o Trabalho ENVIAR.pptxEducação para o Trabalho ENVIAR.pptx
Educação para o Trabalho ENVIAR.pptx
 
Acolhimento classificaao risco_servico_urgencia
Acolhimento classificaao risco_servico_urgenciaAcolhimento classificaao risco_servico_urgencia
Acolhimento classificaao risco_servico_urgencia
 
Clinica ampliada 2 d_ireitos humanos e saude
Clinica ampliada 2 d_ireitos humanos e saudeClinica ampliada 2 d_ireitos humanos e saude
Clinica ampliada 2 d_ireitos humanos e saude
 
HUMANIZAÇÃO NO SETOR DE RADIOLOGIA
HUMANIZAÇÃO NO SETOR DE RADIOLOGIAHUMANIZAÇÃO NO SETOR DE RADIOLOGIA
HUMANIZAÇÃO NO SETOR DE RADIOLOGIA
 
2. anvs hig das maos
2. anvs   hig das maos2. anvs   hig das maos
2. anvs hig das maos
 

Mais de Vagner Machado

R5 ago 2015_ok
R5 ago 2015_okR5 ago 2015_ok
R5 ago 2015_ok
Vagner Machado
 
2015 34 - boletim visa
2015 34 - boletim visa2015 34 - boletim visa
2015 34 - boletim visa
Vagner Machado
 
Manual
ManualManual
Encarte hpv
Encarte hpvEncarte hpv
Encarte hpv
Vagner Machado
 
The state of_the_poor_(banco mundial)
The state of_the_poor_(banco mundial)The state of_the_poor_(banco mundial)
The state of_the_poor_(banco mundial)
Vagner Machado
 
Subsidios legislativos -_enfrentamento_a_extrema_pobreza
Subsidios legislativos -_enfrentamento_a_extrema_pobrezaSubsidios legislativos -_enfrentamento_a_extrema_pobreza
Subsidios legislativos -_enfrentamento_a_extrema_pobreza
Vagner Machado
 
Notas sobre o_desenvolvimento_do_trabalho_social_(andrade_e_matias)
Notas sobre o_desenvolvimento_do_trabalho_social_(andrade_e_matias)Notas sobre o_desenvolvimento_do_trabalho_social_(andrade_e_matias)
Notas sobre o_desenvolvimento_do_trabalho_social_(andrade_e_matias)
Vagner Machado
 
A politica de_assistencia_social
A politica de_assistencia_socialA politica de_assistencia_social
A politica de_assistencia_social
Vagner Machado
 
Redes pessoais sociais
Redes pessoais sociaisRedes pessoais sociais
Redes pessoais sociais
Vagner Machado
 
Escola e comunidade
Escola e comunidadeEscola e comunidade
Escola e comunidade
Vagner Machado
 
Rede social sao_paulo
Rede social sao_pauloRede social sao_paulo
Rede social sao_paulo
Vagner Machado
 
Desenvolvimento social com_intersetorialidade
Desenvolvimento social com_intersetorialidadeDesenvolvimento social com_intersetorialidade
Desenvolvimento social com_intersetorialidade
Vagner Machado
 
De olho no futuro edição 1
De olho no futuro   edição 1De olho no futuro   edição 1
De olho no futuro edição 1
Vagner Machado
 
Med usp digital_notícias_ fascículo_1
Med usp digital_notícias_ fascículo_1Med usp digital_notícias_ fascículo_1
Med usp digital_notícias_ fascículo_1
Vagner Machado
 
Informações aos contribuintes de gerações e gerações sem retorno da qualidade...
Informações aos contribuintes de gerações e gerações sem retorno da qualidade...Informações aos contribuintes de gerações e gerações sem retorno da qualidade...
Informações aos contribuintes de gerações e gerações sem retorno da qualidade...
Vagner Machado
 
Info abc 2014
Info abc 2014Info abc 2014
Info abc 2014
Vagner Machado
 
E noticias 023_2015
E noticias 023_2015E noticias 023_2015
E noticias 023_2015
Vagner Machado
 
É um conjunto de regras cerimoniosas de trato entre as pessoas e que são defi...
É um conjunto de regras cerimoniosas de trato entre as pessoas e que são defi...É um conjunto de regras cerimoniosas de trato entre as pessoas e que são defi...
É um conjunto de regras cerimoniosas de trato entre as pessoas e que são defi...
Vagner Machado
 
O objetivo deste plano é estabelecer diretrizes de funcionamento, de forma qu...
O objetivo deste plano é estabelecer diretrizes de funcionamento, de forma qu...O objetivo deste plano é estabelecer diretrizes de funcionamento, de forma qu...
O objetivo deste plano é estabelecer diretrizes de funcionamento, de forma qu...
Vagner Machado
 
Apague esse incêndio da febre ao invés de compra extintor impondo mais impost...
Apague esse incêndio da febre ao invés de compra extintor impondo mais impost...Apague esse incêndio da febre ao invés de compra extintor impondo mais impost...
Apague esse incêndio da febre ao invés de compra extintor impondo mais impost...
Vagner Machado
 

Mais de Vagner Machado (20)

R5 ago 2015_ok
R5 ago 2015_okR5 ago 2015_ok
R5 ago 2015_ok
 
2015 34 - boletim visa
2015 34 - boletim visa2015 34 - boletim visa
2015 34 - boletim visa
 
Manual
ManualManual
Manual
 
Encarte hpv
Encarte hpvEncarte hpv
Encarte hpv
 
The state of_the_poor_(banco mundial)
The state of_the_poor_(banco mundial)The state of_the_poor_(banco mundial)
The state of_the_poor_(banco mundial)
 
Subsidios legislativos -_enfrentamento_a_extrema_pobreza
Subsidios legislativos -_enfrentamento_a_extrema_pobrezaSubsidios legislativos -_enfrentamento_a_extrema_pobreza
Subsidios legislativos -_enfrentamento_a_extrema_pobreza
 
Notas sobre o_desenvolvimento_do_trabalho_social_(andrade_e_matias)
Notas sobre o_desenvolvimento_do_trabalho_social_(andrade_e_matias)Notas sobre o_desenvolvimento_do_trabalho_social_(andrade_e_matias)
Notas sobre o_desenvolvimento_do_trabalho_social_(andrade_e_matias)
 
A politica de_assistencia_social
A politica de_assistencia_socialA politica de_assistencia_social
A politica de_assistencia_social
 
Redes pessoais sociais
Redes pessoais sociaisRedes pessoais sociais
Redes pessoais sociais
 
Escola e comunidade
Escola e comunidadeEscola e comunidade
Escola e comunidade
 
Rede social sao_paulo
Rede social sao_pauloRede social sao_paulo
Rede social sao_paulo
 
Desenvolvimento social com_intersetorialidade
Desenvolvimento social com_intersetorialidadeDesenvolvimento social com_intersetorialidade
Desenvolvimento social com_intersetorialidade
 
De olho no futuro edição 1
De olho no futuro   edição 1De olho no futuro   edição 1
De olho no futuro edição 1
 
Med usp digital_notícias_ fascículo_1
Med usp digital_notícias_ fascículo_1Med usp digital_notícias_ fascículo_1
Med usp digital_notícias_ fascículo_1
 
Informações aos contribuintes de gerações e gerações sem retorno da qualidade...
Informações aos contribuintes de gerações e gerações sem retorno da qualidade...Informações aos contribuintes de gerações e gerações sem retorno da qualidade...
Informações aos contribuintes de gerações e gerações sem retorno da qualidade...
 
Info abc 2014
Info abc 2014Info abc 2014
Info abc 2014
 
E noticias 023_2015
E noticias 023_2015E noticias 023_2015
E noticias 023_2015
 
É um conjunto de regras cerimoniosas de trato entre as pessoas e que são defi...
É um conjunto de regras cerimoniosas de trato entre as pessoas e que são defi...É um conjunto de regras cerimoniosas de trato entre as pessoas e que são defi...
É um conjunto de regras cerimoniosas de trato entre as pessoas e que são defi...
 
O objetivo deste plano é estabelecer diretrizes de funcionamento, de forma qu...
O objetivo deste plano é estabelecer diretrizes de funcionamento, de forma qu...O objetivo deste plano é estabelecer diretrizes de funcionamento, de forma qu...
O objetivo deste plano é estabelecer diretrizes de funcionamento, de forma qu...
 
Apague esse incêndio da febre ao invés de compra extintor impondo mais impost...
Apague esse incêndio da febre ao invés de compra extintor impondo mais impost...Apague esse incêndio da febre ao invés de compra extintor impondo mais impost...
Apague esse incêndio da febre ao invés de compra extintor impondo mais impost...
 

8274 agosto

  • 1. Disponível na Intranet nº 8274- Agosto de 2015 Informativo do Hospital das Clínicas da FMUSP InRad conquista Acreditação nível II pela ONA. Projeto “Educação Popular” orienta usuários sobre o atendimento do SUS. p.6 Inaugurado recentemente na capital, o Borboletário é uma das atrações do Museu Catavento Espaço Cultural da Ciência. p.3 p.4 No Encarte deste mês: Republicação da Ordem Conjunta de Serviço que disciplina a apresentação da Declaração de Bens e Valores anualmente por todos os agentes públicos estaduais do HCFMUSP. “Cenários das Terapias Intensivas no Sistema FMUSP-HC”, “Os desafios da Enfermagem frente à implantação do Prontuário Eletrônico” e outros temas serão abordados durante a VIII CONAENF. p.7
  • 2. 2 HC em Notícias Fique por Dentro Presidente do Conselho Deliberativo: Prof. Dr. José Otávio Costa Auler Junior - Diretora Clínica: Profa. Dra. Eloisa Silva Dutra de Oliveira Bonfá - Superintendente: Eng° Antonio José Rodrigues Pereira - Conselho Editorial: NCI e CCIs Jornalistas responsáveis: Ana Cláudia O. Ananias Mtb 43448/SP; Fernando Zamith Mtb: 11286/SP - Diagramação: Ricardo Alves Revisão: Solange Cirelo - Fotos: Agnaldo Dias Correia Mtb 65339/ SP CTP Impressão e acabamento: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo - Tiragem 10 mil exemplares Disponível na intranet: www.phcnet.usp.br - Prédio da Administração - 3º andar - Telefone: 2661-6818 - Fax: 2661-7036 Site: www.hc.fm.usp.br - Twitter: twitter.com/hospitalHCFMUSP - e-mail: hcemnoticiasnci.adm@hc.fm.usp.br HC em Notícias se reserva o direito de editar e-mails e cartas encaminhadas à redação. Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo HC em Notícias é uma publicação do Núcleo de Comunicação Institucional da Chefia de Gabinete da Superintendência do HCFMUSP A Identificação dos prédios e o envio de correspondências destinadas ao Instituto de Radiologia e Centro de Medicina Nuclear do HCFMUSP devem ser realizadas conforme segue: EXPEDIENTE ATENÇÃO PARA O ENDEREÇAMENTO CORRETO N um esforço que soma competência técnica, dedicação e par- ceria entre os Centros de Gestão de Pessoas (CGPs) dos Institu- tos e o Serviço de Assistência Médica e Social aos Servidores (SAMSS), o número de exames médicos periódicos vem crescendo não só na estatística, como demonstrado, mas também no contexto de es- clarecimento aos colaboradores quanto à importância do autocuidado e de uma nova maneira de se relacionar com a Casa. Existem muitas vitórias na trajetória, e nenhuma delas teria sido possível sem o esforço e a dedicação de todas as PESSOAS que com- põem as equipes e que continuam diariamente realizando suas ativida- des para conquistar cada vez mais possibilidades de se trabalhar com profissionais saudáveis e satisfeitos. Saúde ocupacional: nosso melhor negócio, seu melhor resultado! O resultado com qualidade é sempre a soma dos esforços de todos Resultados dos Exames Periódicos Instituto de Radiologia: Travessa da Rua Doutor Ovídio Pires de Campos (ligação entre a Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar e Rua Dr. Ovídio Pires de Campos), nº 075 -Cerqueira César - São Paulo – SP – CEP 05403- 010 Centro de Medicina Nuclear/Cíclotron: Rua Doutor Ovídio Pires de Campos, nº 872 – Cerqueira César – São Paulo – CEP 05403- 911
  • 3. 3 Agosto de 2015Fique por Dentro N o dia 30 de junho, a Diretora Executiva do Instituto de Ra- diologia (InRad), Dra. Marisa Riscalla Madi, apresentou aos colaboradores do Instituto o certificado de Acreditação Plena ou Nível II. O título é entregue pelo Instituto Brasileiro de Excelência em Saúde (IBES), concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) para instituições de saúde que cumprem os requisitos de quali- dade e segurança preconizados pelo órgão. “A nossa instituição é permeada pela cultura da qualidade e a busca contínua da excelência no atendimento é o nosso maior desafio diário. A conquista desse título vem reconhecer o trabalho, a dedi- cação e o envolvimento de cada colaborador, que já incorporou na sua rotina a prestação de serviços de forma integrada e humanizada, como garantia da continuidade do cuidado ao paciente, que é a ra- zão da nossa existência.”, agradece a Diretora Executiva. Uma organização, serviço ou programa de saúde Acreditado Ple- no, além de cumprir com as exigências de Nível II, dispõe de um sistema de planejamento e coordenação focado na “gestão integrada” dos pro- cessos. São inúmeras as vantagens e benefícios de uma instituição possuir o certificado, entre elas: maximizar a segurança para os pacientes, melho- rar a qualidade da assistência, aprimorar a gestão e o trabalho em equi- pe, além do aprendizado e a melhoria contínua dos serviços prestados. InRad conquista Acreditação nível II pela ONA Em 2014, o InRad rece- beu o Nível I por cumprir com as exigências para um atendi- mento seguro para pacientes e profissionais, com um sistema informatizado e integrado que permite que as informações do paciente sejam acessadas por toda a equipe multidiscipli- nar. Desde então, as equipes trabalharam para o aprimora- mento da gestão e interação dos processos, com o objetivo de conquistar o Nível II da Acreditação, que é uma cer- tificação semelhante ao ISO, mas exclusiva para instituições de saúde, que avalia o desem- penho dos processos adminis- trativos e os seus resultados junto aos pacientes.
  • 4. HC em Notícias Fique por Dentro M anter a excelência na assistência à saúde e aperfeiçoar os processos de gestão do maior complexo hospitalar da América Latina são uma constante da alta direção do Sistema FMUSP-HC. Desde 2013, quando se iniciou a segunda fase da reforma no Pronto-Socorro (PS) do Instituto Cen- tral, assim como no ano seguinte, com a reforma no PS do Instituto do Coração, a Diretoria Clínica do HCFMUSP tem tido o cuidado em acolher, orientar e direcionar a população a fim de proporcionar o melhor atendimento disponível, conforme a área de residência e o problema de saúde a ser resolvido. Projeto “Educação Popular” orienta usuários sobre o atendimento do SUS Em julho de 2015, foi implantada, com o apoio do Núcleo Técnico de Humanização (NTH) e sob a liderança de sua coordenadora, Dra. Izabel Rios, uma nova etapa de comunicação com os usuários. Pelo projeto, batizado como “Educação Popular”, foram instalados quatro totens na Avenida Dr. Enéas de Carvalho Aguiar: Instituto da Criança, Metrô Clí- nicas, Instituto de Radiologia e próximo à Passarela Rebouças. Em cada totem, os pedestres poderão se localizar na área do Complexo HC, terão acesso a folhetos com perguntas e respostas sobre Unidade de Emergência Referenciada e, ainda, conhecerão endereços de UBSs, AMAs, Prontos-Atendimentos de Especialidades da capital, divididos por região, e de UPAs da Grande São Paulo. Além dos totens, há a abordagem direta pelas equipes formadas pelo NTH, identificadas com cole- te verde, que orientam as pessoas sobre o funciona- mento do SUS e do Complexo HC.
  • 5. 5 Agosto de 2015 Projeto Cuidando do Cuidador Há quase dois anos, o AMS/SAMSS promove o projeto Cuidando do Cuidador (CDC), que consiste em visitas aos servidores internados no IOT, InCor e ICHC. O objetivo é demonstrar ao servidor, em condição de paciente, o cuidado do AMS por meio do diálogo e oferecer a melhor assistência para a sua recuperação e bem-estar. Confira alguns depoimentos registrados de quem já foi beneficiado pelo projeto durante visita social: “Atendimento muito bom, atenciosos, prestativos e tranquilos.” Joilma Gomes de Menezes “Tratar o outro pelo nome, ouvi- lo e ser ouvido...” Micheli Batisteli Rolim Nossa Gente Centenário do Prof. Dr. Carlos da Silva Lacaz M édico, cientista, pesquisador e educador, o Prof. Dr. Carlos da Silva Lacaz é um dos mais renomados nomes da Medicina Bra- sileira e, no dia 25 de setembro de 2015, receberá uma homenagem durante a Jornada Comemorativa ao seu Centenário. O consolidador do movimento médico humanista no Brasil será lembrado durante o dia com atividades promovidas pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) e pelo Instituto de Medicina Tropical da Universidade de São Paulo (IMT-USP). O Prof. Dr. Carlos da Silva Lacaz nasceu, em 1915, em Guaratinguetá, no estado de São Paulo. Ingressou na Faculdade de Medicina da USP em 1934, ano em que foi fundada a Universidade. Des- de aluno, o Prof. Lacaz se destacava. Ganhou três diferentes prêmios durante sua graduação: Rockfeller (cadeiras básicas), La Royale (curso de graduação) e Sociedade de Medicina Legal e Criminologia (cadei- ra de Medicina Legal). Em 1959, criou o Instituto de Medicina Tropi- cal de São Paulo, considerado hoje em dia centro de referência pela Organização Mundial da Saúde. Suas especialidades foram em Micologia e Microbio- logia, tornando-se Professor Titular do Departamento de Medicina Tropical e Dermatologia e Professor de Microbiologia e Imunologia da FMUSP. Destacou-se também como professor, tornando- se diretor da FMUSP entre 1971 e 1978. Já em 1977, criou o Museu Histórico da FMUSP, que em 1993 recebeu o seu nome. Foi ainda Professor Honoris Causa pela Universidade Federal do Ceará e Universidad Nacional del Nordeste (Resisitencia, Argentina) e Membro da Academia Nacional de Medicina. Além disso, foi fundador e primeiro Presidente da Sociedade Brasileira de História da Medicina, fundada em 1997. 25/9/2015, das 9h às 17h10 Teatro da FMUSP Fonte: Assessoria de Imprensa da FMUSP Aula do Prof. Carlos da Silva Lacaz por ocasião do seu concurso para catedrático de Microbiologia e Imunologia na FMUSP, 1953 - Acervo do Museu Histórico da Faculdade de Medicina da USP Busto do Prof. Carlos da Silva Lacaz no Instituto de Medicina Tropical de São Paulo - Universidade de São Paulo
  • 6. 6 HC em Notícias Arte, Cultura e Lazer Fotos: Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo | Divulgação São Paulo ganha Borboletário N o mês de julho, o Catavento Cultural e Educacional, museu de ciência e tecnologia da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, presenteou a cidade com um Borboletário. Localizado no jardim interno, um dos espaços preferidos de crianças, jovens e adultos, os visitantes poderão ver de perto e se encantar com algumas espécies de borboletas como a borboleta olho de coruja (Caligo illoneus) e a borboleta júlia (Dryas iulia). Uma grande geodésica foi construída para receber esses animais. Na imponente estrutura de ferro, formada por triângulos, foi criado um ambiente ideal para as borboletas, com mais de 20 variedades de plantas especificas para cada espécie e para cada fase, fazendo com que elas sintam-se mais próximas da natureza. As visitas são acompanhadas pela equipe educativa do Catavento, pronta para mostrar a importância desses seres no planeta, tirar dúvidas e zelar pelo bem-estar das borboletas. As espécies do Borboletário Catavento vieram do borboletário Laerte Brittes de Oliveira, localizado em Diadema e estão nas fases de pupa e adulta, entre outras curiosidades. As pupas servem para ilustrar a passagem da fase intermediária até o final do ciclo de vida das borboletas, mostrando a complexidade das formas de vida desse inseto. Os visitantes terão o privilégio de aprender vivenciando, pois o borboletário, além de proporcionar o lazer contemplativo aliado à Educação Ambiental, possibilita difundir o conhecimento e sensibilizar as pessoas sobre a importância de preservar, respeitar e admirar esses seres de temperamento e importância únicos. A visita guiada tem duração aproximada de 15 minutos. LEMBRETES: Às segundas-feiras e sextas-feiras o Borboletário não abre; não há visita em dias com chuva; no frio, a possibilidade de ver borboletas é pouca; e não indicado para pessoas que tem fobia de insetos ou animais voadores. Horários: 9h30; 10h; 10h30; 11h; 11h30; 12h; 12h30; 13h30; 14h; 14h30; 15h; 15h30 e16h. Duração: 15 minutos de atividade interna. Capacidade: 20 pessoas por sessão. Valor: R$ 6 e meia-entrada para estudantes, idosos e pessoas com deficiência. Gratuita aos sábados. Museu Catavento – Espaço Cultural da Ciência Palácio das Indústrias - Praça Civica Ulisses Guimarães s/n - Palácio das Indústrias - Parque Dom Pedro II. Aberto de terça-feira a domingo, com entrada das 9h às 16h e permanência no museu até às 17h. Acesse: www.cataventocultural.org.br Fonte: Portal do Governo do Estado de São Paulo
  • 7. 7 Agosto de 2015 Encontro Psicoeducacional: Depressão e Transtorno Bipolar Como lidar com o estigma, o preconceito e aceitar que tenho Transtorno Bipolar? Data: 11/9/2015, das 14h às 16h Local: IPq Informações: 2661-6648 www.progruda.com Vagas limitadas, preenchidas por ordem de chegada. Curso Teórico-prático de Imagem Vascular, Angio Tomografia Computadorizada e Angio Ressonância Magnética Datas: 11 a 13/9/2015 Local: CERB – InRad Informações: 2661-7067 Simpósio GRUDA 2015: Depressão e Transtorno Bipolar Datas: 18 e 19/9/2015 Local: Anfiteatro do IPq Informações: 2661-6648 www.progruda.com Atualização e Técnica em Biópsia de Próstata Guiada por Ultrassom Transretal Datas: 18 e 19/9/2015 Local: CERB – InRad Informações: 2661-7067 Curso Doppler em Medicina Interna Datas: 26 e 27/9/2015 Local: CERB – InRad Informações: 2661-7067 Encontro Psicoeducacional: Como a família pode colaborar no tratamento do Transtorno Bipolar? Data: 2/10/2015, das 14h às 16h Local: IPq Informações: 2661-6648 | www.progruda.com Vagas limitadas, preenchidas por ordem de chegada. 4º Congresso sobre Gestão de Pessoas no Setor Público Paulista Datas: 21 e 22/10/2015 Local: Centro de Convenções Rebouças Informações: Acesse www. sgcursos.sp.gov.br ou procure o Centro de Gestão de Pessoas do seu Instituto. Encontro Psicoeducacional Transtorno Bipolar e outras doenças: comorbidades Data: 13/11/2015 Local: IPq Informações: 2661-6648 | www.progruda.com. Vagas limitadas, preenchidas por ordem de chegada. 1º Congresso de Neurocirurgia Funcional da USP 3º Simpósio de Neurocirurgia Funcional da Disciplina de Neurocirurgia do Departamento de Neurologia da FMUSP e Divisão de Neurocirurgia Funcional do IPq Prazo de envio de trabalhos: 28/9/2015 Data: 19 a 22/11/2015 Local: Centro de Convenções Rebouças Informações: www. neurocirurgiafuncionalusp. com.br EEP Escola de Educação Permanente Curso Básico de Eletrocardiografia – A DISTÂNCIA. Inscrições até 31/10/2015 Curso Anual de Eletrocardiografia – A DISTÂNCIA. Inscrições até 31/10/2015 Congresso de Anestesiologia USP – A DISTÂNCIA. Inscrições até 31/12/2015 Simpósio – Temas Atuais em Genética Forense. Inscrições até 27/9/2015 I Encontro Multiprofissional de Oncologia Pediátrica. Inscrições até 11/9/2015 Cursos Médicos Cursos Multiprofissionais Informações: 2661-7025 VIII Congresso Nacional de Enfermeiros HCFMUSP Informações: Hybrida Consultoria e Eventos - 3284 6680 conaenf2@hybrida.com.br www.hybrida.com.br
  • 8. Ciência e Saúde Residentes dos programas de Nutrição Clínica em Cardiopneumologia e Nutrição Clínica em Gastroenterologia, do Instituto do Coração e do Instituto Central do HCFMUSP, respectivamente, tiveram formação em Telemedicina e Telessaúde P ela primeira vez, integrantes de uma residência multiprofissional recebem formação em Teleme- dicina e Telessaúde. As residentes do Serviço de Nutrição e Dietética do Instituto do Coração (InCor) e da Divisão de Nutrição e Dietética do Instituto Central (IC) do Hospital das Clínicas da FMUSP, dos programas de Nutrição Clínica em Cardiopneumologia, coordena- do pela Profª. Drª. Sílvia G. Lage, do Departamento de Cardiopneumologia, sob a supervisão da Drª. Mitsue Isosaki, e de Nutrição Clínica em Gastroenterologia, coordenado pelo Prof. Dr. Dan L. Waitzberg, do De- partamento de Gastroenterologia, sob a supervisão de Maria Carolina G. Dias, participaram do curso de Pós- -graduação em Telemedicina, que aconteceu de 10 de abril a 3 de junho deste ano, ministrado por meio de educação em sistema híbrido (baseada em plataforma educacional). O curso, estruturado e ministrado pela Discipli- na de Telemedicina do Departamento de Patologia da FMUSP, tem carga horária equivalente a 8 créditos (120 horas). Durante esse período, as 7 residentes participantes adquiriram conhecimentos práticos e te- óricos sobre diversos temas, entre eles: história da Te- lemedicina no Brasil e no mundo; políticas nacionais Primeiras residentes da Residência Multiprofissional do InCor e do ICHC recebem formação pela Disciplina de Telemedicina da FMUSP de saúde e ações governamentais envolven- do Telemedicina e Telessaúde; Programa Telessaúde Brasil Redes; aspectos éticos e legais; segurança e educação digital; es- tratégias e modelos de educação interativa; telepatologia; teleassistência e telediagnós- tico e Design de Comunicação Educacional em Saúde. O curso, que teve como estratégias o fomento à reflexão e o desenvolvimento da habilidade de comunicação e expressão, também complementou a formação com a apresentação dos conceitos e resultados de projetos de sucesso, como Pró-Inova- lab: Inovação em Laboratório de Aprendi- zagem; Laboratório de Mídias Interativas 3D – Renovalab; Projeto Homem Virtual e Projeto Jovem Doutor (Saúde nas Escolas). Além disso, as residentes tiveram contato com as experiências de profissionais e pro- fessores do Brasil e de outros países, como a Austrália, e familiarizaram-se com a com- putação gráfica e a produção de estruturas anatômicas por impressora 3D. Fonte: e-Notícias Telemedicina - Agosto 2015