CHOOSING WISELY
HCPA
O QUE É A CHOOSING WISELY?
A Choosing Wisely (CW) foi deflagrada em 2012, nos EUA, pelo American Board of Internal
Medicin...
O QUE É A CHOOSING WISELY?
Vídeo com Wendy Levinson - CW International
https://youtu.be/ls0ToEhILi8
CHOOSING WISELY HCPA
ORIENTAÇÕES GERAIS
O HCPA TRABALHARÁ LOCALMENTE
COM 2 GRANDES INICIATIVAS POR SERVIÇO:
1. Lista de re...
CHOOSING WISELY HCPA
ORIENTAÇÕES GERAIS
TRABALHAREMOS LOCALMENTE
COM 2 GRANDES INICIATIVAS:
1. Listas de recomendações “me...
CHOOSING WISELY HCPA
ORIENTAÇÕES GERAIS
O HCPA TRABALHARÁ LOCALMENTE
COM 2 GRANDES INICIATIVAS:
2. Incorporação das recome...
CHOOSING WISELY HCPA
ORIENTAÇÕES GERAIS
CHOOSING WISELY HCPA
Como gerar as recomendações?
CHOOSING WISELY INTERNATIONAL:
PRINCÍPIOS GERAIS DA INICIATIVA EM HOSPIT...
CHOOSING WISELY HCPA
Como gerar as recomendações?
 Desta forma os serviços devem desenvolver suas listas:
 São livres pa...
CHOOSING WISELY HCPA
Como gerar as recomendações?
continuação
 Estimula-se, sempre que possível, participação dos residen...
CHOOSING WISELY HCPA
Como gerar as recomendações?
 Características das recomendações e textos explicativos:
 Usem lingua...
Choosing Wisely HCPA
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Choosing Wisely HCPA

310 visualizações

Publicada em

Descrição do projeto CW no Hospital de Clínicas de Porto Alegre.

Publicada em: Saúde e medicina
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Choosing Wisely HCPA

  1. 1. CHOOSING WISELY HCPA
  2. 2. O QUE É A CHOOSING WISELY? A Choosing Wisely (CW) foi deflagrada em 2012, nos EUA, pelo American Board of Internal Medicine, expandindo-se a seguir para diversos países. O início ocorreu com sociedades médicas desenvolvendo listas de intervenções utilizadas inapropriadamente na saúde. Outras profissões aderiram. Ganhou canais de comunicação diretamente com pacientes e familiares. Evoluiu para iniciativas semelhantes dentro de universidades, hospitais e clínicas, sempre com a premissa da reflexão partir de baixo para cima, ou seja, diretamente dos profissionais da ponta ou necessariamente por eles endossada. O movimento espalhou-se pelo mundo e no Brasil existe um braço da CW International - é a Choosing Wisely Brasil: http://proqualis.net/choosing-wisely-brasil. Já conta com listas de recomendações publicadas pela Sociedade Brasileira de Cardiologia, Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade, Escola Bahiana de Medicina e Saúde, além de alguns hospitais. Atualmente, está sendo criada uma rede nacional de hospitais CW. Este é o contexto onde o HCPA se inserirá. CHOOSING WISELY, DE FORMA RESUMIDA, É UMA INICIATIVA PARA AJUDAR MÉDICOS E ENGAJAR PACIENTES EM DIÁLOGOS SOBRE EXCESSOS EM TESTES OU PROCEDIMENTOS, COLABORANDO PARA ESCOLHAS SENSATAS EM SAÚDE.
  3. 3. O QUE É A CHOOSING WISELY? Vídeo com Wendy Levinson - CW International https://youtu.be/ls0ToEhILi8
  4. 4. CHOOSING WISELY HCPA ORIENTAÇÕES GERAIS O HCPA TRABALHARÁ LOCALMENTE COM 2 GRANDES INICIATIVAS POR SERVIÇO: 1. Lista de recomendações “menos é mais”, sobre intervenções em saúde a serem realizadas menos frequentemente ou até mesmo evitadas.  Classicamente são listas de 5-10 recomendações;  Serão enviadas 3 para o Qualis, mas os serviços são livres para trabalhar setorialmente com adicionais (não recomenda-se mais de 10).  Uma boa ideia é incluir como critério de seleção das recomendações a serem enviadas para o Qualis a capacidade intrínseca de gerarem projetos institucionais de melhoria da qualidade. Procurem no Google por exemplo de sua especialidade. Ex: choosing wisely radiology
  5. 5. CHOOSING WISELY HCPA ORIENTAÇÕES GERAIS TRABALHAREMOS LOCALMENTE COM 2 GRANDES INICIATIVAS: 1. Listas de recomendações “menos é mais”  A partir das recomendações, será deflagrado: a. debate interna corporis; b. envolvimento de pacientes e familiares:
  6. 6. CHOOSING WISELY HCPA ORIENTAÇÕES GERAIS O HCPA TRABALHARÁ LOCALMENTE COM 2 GRANDES INICIATIVAS: 2. Incorporação das recomendações em projetos setoriais e/ou institucionais de melhoria da qualidade, como parte de iniciativa multimodal a contar com, por exemplo:  Atividades de educação com staff, residentes, estudantes  Melhoria de TI  Checklist  Feedback mensal de taxa de inapropriação  Incentivos em caso de sucesso...
  7. 7. CHOOSING WISELY HCPA ORIENTAÇÕES GERAIS
  8. 8. CHOOSING WISELY HCPA Como gerar as recomendações? CHOOSING WISELY INTERNATIONAL: PRINCÍPIOS GERAIS DA INICIATIVA EM HOSPITAIS  Transparência em todas as fases do projeto;  Liderança por profissionais assistenciais, com apoio (não controle) das chefias  As palavras de ordem para escolha de recomendação são qualidade ou segurança – custo-redução como objetivo primário não!
  9. 9. CHOOSING WISELY HCPA Como gerar as recomendações?  Desta forma os serviços devem desenvolver suas listas:  São livres para determinar o processo interno de criação a resultar em recomendações sobre testes, procedimentos ou tratamentos de baixo valor agregado, que devem ser evitados ou empregados mais racionalmente no HCPA, considerando a realidade das práticas locais/regionais;  Todo item da lista deve estar de acordo com o escopo de atuação do serviço ou especialidade;  Deve existir um bom corpo de evidências científicas que suporte a recomendação;  O processo de desenvolvimento da lista deve ser rigorosamente documentado e transparente em todas as etapas, com participação de todos os professores ou contratados do serviços, mesmo que apenas por votação final;
  10. 10. CHOOSING WISELY HCPA Como gerar as recomendações? continuação  Estimula-se, sempre que possível, participação dos residentes do serviço e outros profissionais;  Iniciar toda recomendação com as expressões "Não" ou "Reflita muito antes de”;  Ao mesmo tempo que desestimula-se a simples importação de recomendação internacional (avaliar realidade local), parcerias com Choosing Wisely EUA, Choosing Wisely Canadá, Choosing Wisely Australia e Choosing Wisely Itália poderão permitir aproveitamento de materiais do acervo deles para adaptação/tradução, facilitando nosso trabalho.
  11. 11. CHOOSING WISELY HCPA Como gerar as recomendações?  Características das recomendações e textos explicativos:  Usem linguagem simples na recomendação propriamente dita, considerando que seja bem compreendida também por leigos;  Cada recomendação deve ser preferencialmente apresentada como uma sentença simples, no máximo duas;  Evitem recomendações demasiadamente genéricas. Exemplo: "Não solicite exame sem indicação específica”;  Os textos de apoio devem trazer a justificativa para a recomendação, apontando quando a intervenção é apropriada, havendo cenários. É sensato apontas alternativas às medidas desencorajadas, sempre que disponíveis.

×