SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
CHOOSING WISELY
HCPA
O QUE É A CHOOSING WISELY?
A Choosing Wisely (CW) foi deflagrada em 2012, nos EUA, pelo American Board of Internal
Medicine, expandindo-se a seguir para diversos países. O início ocorreu com sociedades
médicas desenvolvendo listas de intervenções utilizadas inapropriadamente na saúde.
Outras profissões aderiram. Ganhou canais de comunicação diretamente com pacientes e
familiares. Evoluiu para iniciativas semelhantes dentro de universidades, hospitais e
clínicas, sempre com a premissa da reflexão partir de baixo para cima, ou seja,
diretamente dos profissionais da ponta ou necessariamente por eles endossada.
O movimento espalhou-se pelo mundo e no Brasil existe um braço da CW International - é
a Choosing Wisely Brasil: http://proqualis.net/choosing-wisely-brasil. Já conta com listas
de recomendações publicadas pela Sociedade Brasileira de Cardiologia, Sociedade
Brasileira de Medicina de Família e Comunidade, Escola Bahiana de Medicina e Saúde, além
de alguns hospitais.
Atualmente, está sendo criada uma rede nacional de hospitais CW. Este é o contexto onde
o HCPA se inserirá.
CHOOSING WISELY, DE FORMA RESUMIDA, É UMA INICIATIVA PARA AJUDAR
MÉDICOS E ENGAJAR PACIENTES EM DIÁLOGOS SOBRE EXCESSOS EM TESTES OU
PROCEDIMENTOS, COLABORANDO PARA ESCOLHAS SENSATAS EM SAÚDE.
O QUE É A CHOOSING WISELY?
Vídeo com Wendy Levinson - CW International
https://youtu.be/ls0ToEhILi8
CHOOSING WISELY HCPA
ORIENTAÇÕES GERAIS
O HCPA TRABALHARÁ LOCALMENTE
COM 2 GRANDES INICIATIVAS POR SERVIÇO:
1. Lista de recomendações “menos é mais”,
sobre intervenções em saúde a serem realizadas
menos frequentemente ou até mesmo evitadas.
 Classicamente são listas de
5-10 recomendações;
 Serão enviadas 3 para o Qualis,
mas os serviços são livres para
trabalhar setorialmente com adicionais
(não recomenda-se mais de 10).
 Uma boa ideia é incluir como critério
de seleção das recomendações a serem
enviadas para o Qualis a capacidade
intrínseca de gerarem projetos
institucionais de melhoria da qualidade.
Procurem no Google
por exemplo de sua
especialidade.
Ex: choosing wisely
radiology
CHOOSING WISELY HCPA
ORIENTAÇÕES GERAIS
TRABALHAREMOS LOCALMENTE
COM 2 GRANDES INICIATIVAS:
1. Listas de recomendações “menos é mais”
 A partir das recomendações, será deflagrado:
a. debate interna corporis;
b. envolvimento de pacientes e familiares:
CHOOSING WISELY HCPA
ORIENTAÇÕES GERAIS
O HCPA TRABALHARÁ LOCALMENTE
COM 2 GRANDES INICIATIVAS:
2. Incorporação das recomendações em projetos setoriais e/ou
institucionais de melhoria da qualidade, como parte de iniciativa
multimodal a contar com, por exemplo:
 Atividades de educação com staff, residentes, estudantes
 Melhoria de TI
 Checklist
 Feedback mensal de taxa de inapropriação
 Incentivos em caso de sucesso...
CHOOSING WISELY HCPA
ORIENTAÇÕES GERAIS
CHOOSING WISELY HCPA
Como gerar as recomendações?
CHOOSING WISELY INTERNATIONAL:
PRINCÍPIOS GERAIS DA INICIATIVA EM HOSPITAIS
 Transparência em todas as fases do projeto;
 Liderança por profissionais assistenciais, com apoio (não controle) das
chefias
 As palavras de ordem para escolha de recomendação são qualidade ou
segurança – custo-redução como objetivo primário não!
CHOOSING WISELY HCPA
Como gerar as recomendações?
 Desta forma os serviços devem desenvolver suas listas:
 São livres para determinar o processo interno de criação a resultar
em recomendações sobre testes, procedimentos ou tratamentos de
baixo valor agregado, que devem ser evitados ou empregados mais
racionalmente no HCPA, considerando a realidade das práticas
locais/regionais;
 Todo item da lista deve estar de acordo com o escopo de atuação do
serviço ou especialidade;
 Deve existir um bom corpo de evidências científicas que suporte a
recomendação;
 O processo de desenvolvimento da lista deve ser rigorosamente
documentado e transparente em todas as etapas, com participação
de todos os professores ou contratados do serviços, mesmo que
apenas por votação final;
CHOOSING WISELY HCPA
Como gerar as recomendações?
continuação
 Estimula-se, sempre que possível, participação dos residentes do
serviço e outros profissionais;
 Iniciar toda recomendação com as expressões "Não" ou "Reflita muito
antes de”;
 Ao mesmo tempo que desestimula-se a simples importação de
recomendação internacional (avaliar realidade local), parcerias com
Choosing Wisely EUA, Choosing Wisely Canadá, Choosing Wisely
Australia e Choosing Wisely Itália poderão permitir aproveitamento de
materiais do acervo deles para adaptação/tradução, facilitando nosso
trabalho.
CHOOSING WISELY HCPA
Como gerar as recomendações?
 Características das recomendações e textos explicativos:
 Usem linguagem simples na recomendação propriamente dita,
considerando que seja bem compreendida também por leigos;
 Cada recomendação deve ser preferencialmente apresentada como uma
sentença simples, no máximo duas;
 Evitem recomendações demasiadamente genéricas. Exemplo: "Não solicite
exame sem indicação específica”;
 Os textos de apoio devem trazer a justificativa para a recomendação,
apontando quando a intervenção é apropriada, havendo cenários. É
sensato apontas alternativas às medidas desencorajadas, sempre que
disponíveis.
CW HCPA iniciativa saúde

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula: 'Como melhorar a experiência do paciente para um cuidado mais seguro?'
Aula: 'Como melhorar a experiência do paciente para um cuidado mais seguro?'Aula: 'Como melhorar a experiência do paciente para um cuidado mais seguro?'
Aula: 'Como melhorar a experiência do paciente para um cuidado mais seguro?'Proqualis
 
Trabalho em equipe e comunicação no ambiente hospitalar: hospitalistas e outr...
Trabalho em equipe e comunicação no ambiente hospitalar: hospitalistas e outr...Trabalho em equipe e comunicação no ambiente hospitalar: hospitalistas e outr...
Trabalho em equipe e comunicação no ambiente hospitalar: hospitalistas e outr...Proqualis
 
Aula 2: Limpeza e desinfecção de superficíes e equipamentos na pandemia de Co...
Aula 2: Limpeza e desinfecção de superficíes e equipamentos na pandemia de Co...Aula 2: Limpeza e desinfecção de superficíes e equipamentos na pandemia de Co...
Aula 2: Limpeza e desinfecção de superficíes e equipamentos na pandemia de Co...Proqualis
 
Elaboração das Diretrizes de Atenção à Gestante - 07 de novembro de 2016
Elaboração das Diretrizes de Atenção à Gestante - 07 de novembro de 2016Elaboração das Diretrizes de Atenção à Gestante - 07 de novembro de 2016
Elaboração das Diretrizes de Atenção à Gestante - 07 de novembro de 2016CONITEC
 
Compreender as causas
Compreender as causasCompreender as causas
Compreender as causasProqualis
 
Makdisse navegação de pacientes no sistema einstein jun-16
Makdisse   navegação de pacientes no sistema einstein jun-16Makdisse   navegação de pacientes no sistema einstein jun-16
Makdisse navegação de pacientes no sistema einstein jun-16MARCIA MAKDISSE, MD,PhD,MBA
 
12 implantação e disseminação do programa nacional de segurança do paciente: ...
12 implantação e disseminação do programa nacional de segurança do paciente: ...12 implantação e disseminação do programa nacional de segurança do paciente: ...
12 implantação e disseminação do programa nacional de segurança do paciente: ...Proqualis
 
Aprofundar o conhecimento em Segurança do Paciente/Doente
Aprofundar o conhecimento em Segurança do Paciente/DoenteAprofundar o conhecimento em Segurança do Paciente/Doente
Aprofundar o conhecimento em Segurança do Paciente/DoenteProqualis
 
Evelinda Marramon Trindade
Evelinda Marramon TrindadeEvelinda Marramon Trindade
Evelinda Marramon TrindadeCONITEC
 
Ppt coletiva seguranca_paciente_final
Ppt coletiva seguranca_paciente_finalPpt coletiva seguranca_paciente_final
Ppt coletiva seguranca_paciente_finalJornal do Commercio
 
Gerenciamento de enfermagem: educação continuada/permanente
Gerenciamento de enfermagem: educação continuada/permanenteGerenciamento de enfermagem: educação continuada/permanente
Gerenciamento de enfermagem: educação continuada/permanenteAroldo Gavioli
 
10 passos seguranca_paciente
10 passos seguranca_paciente10 passos seguranca_paciente
10 passos seguranca_paciente07082001
 
Apresentação de Claudia Travassos no II Seminário Internacional sobre Qualida...
Apresentação de Claudia Travassos no II Seminário Internacional sobre Qualida...Apresentação de Claudia Travassos no II Seminário Internacional sobre Qualida...
Apresentação de Claudia Travassos no II Seminário Internacional sobre Qualida...Proqualis
 
A ATUAÇÃO DA ENFERMEIRA DE LIGAÇAO NO MODELO CHC/UFPR DE GESTÃO DE ALTAS
A ATUAÇÃO DA ENFERMEIRA DE  LIGAÇAO NO MODELO CHC/UFPR DE  GESTÃO DE ALTASA ATUAÇÃO DA ENFERMEIRA DE  LIGAÇAO NO MODELO CHC/UFPR DE  GESTÃO DE ALTAS
A ATUAÇÃO DA ENFERMEIRA DE LIGAÇAO NO MODELO CHC/UFPR DE GESTÃO DE ALTASPortal da Inovação em Saúde
 
Sala vermelha no HUB STARTRJ
Sala vermelha no HUB STARTRJSala vermelha no HUB STARTRJ
Sala vermelha no HUB STARTRJNvestor
 
Passagem de Turno e a Segurança do Doente
Passagem de Turno e a Segurança do DoentePassagem de Turno e a Segurança do Doente
Passagem de Turno e a Segurança do DoenteFernando Barroso
 
Revista Melhores Práticas sobre o Projeto Parto Adequado
Revista Melhores Práticas sobre o Projeto Parto AdequadoRevista Melhores Práticas sobre o Projeto Parto Adequado
Revista Melhores Práticas sobre o Projeto Parto AdequadoSepaco Hospital e Autogestão
 
Aula sobre Avaliação Nacional das Práticas de Segurança do Paciente - por Den...
Aula sobre Avaliação Nacional das Práticas de Segurança do Paciente - por Den...Aula sobre Avaliação Nacional das Práticas de Segurança do Paciente - por Den...
Aula sobre Avaliação Nacional das Práticas de Segurança do Paciente - por Den...Proqualis
 
Desprescrição como estratégia para atendimento a pacientes polimedicados
Desprescrição como estratégia para atendimento a pacientes polimedicadosDesprescrição como estratégia para atendimento a pacientes polimedicados
Desprescrição como estratégia para atendimento a pacientes polimedicadosangelitamelo
 

Mais procurados (20)

Aula: 'Como melhorar a experiência do paciente para um cuidado mais seguro?'
Aula: 'Como melhorar a experiência do paciente para um cuidado mais seguro?'Aula: 'Como melhorar a experiência do paciente para um cuidado mais seguro?'
Aula: 'Como melhorar a experiência do paciente para um cuidado mais seguro?'
 
Trabalho em equipe e comunicação no ambiente hospitalar: hospitalistas e outr...
Trabalho em equipe e comunicação no ambiente hospitalar: hospitalistas e outr...Trabalho em equipe e comunicação no ambiente hospitalar: hospitalistas e outr...
Trabalho em equipe e comunicação no ambiente hospitalar: hospitalistas e outr...
 
Aula 2: Limpeza e desinfecção de superficíes e equipamentos na pandemia de Co...
Aula 2: Limpeza e desinfecção de superficíes e equipamentos na pandemia de Co...Aula 2: Limpeza e desinfecção de superficíes e equipamentos na pandemia de Co...
Aula 2: Limpeza e desinfecção de superficíes e equipamentos na pandemia de Co...
 
Elaboração das Diretrizes de Atenção à Gestante - 07 de novembro de 2016
Elaboração das Diretrizes de Atenção à Gestante - 07 de novembro de 2016Elaboração das Diretrizes de Atenção à Gestante - 07 de novembro de 2016
Elaboração das Diretrizes de Atenção à Gestante - 07 de novembro de 2016
 
Compreender as causas
Compreender as causasCompreender as causas
Compreender as causas
 
Makdisse navegação de pacientes no sistema einstein jun-16
Makdisse   navegação de pacientes no sistema einstein jun-16Makdisse   navegação de pacientes no sistema einstein jun-16
Makdisse navegação de pacientes no sistema einstein jun-16
 
12 implantação e disseminação do programa nacional de segurança do paciente: ...
12 implantação e disseminação do programa nacional de segurança do paciente: ...12 implantação e disseminação do programa nacional de segurança do paciente: ...
12 implantação e disseminação do programa nacional de segurança do paciente: ...
 
Aprofundar o conhecimento em Segurança do Paciente/Doente
Aprofundar o conhecimento em Segurança do Paciente/DoenteAprofundar o conhecimento em Segurança do Paciente/Doente
Aprofundar o conhecimento em Segurança do Paciente/Doente
 
Evelinda Marramon Trindade
Evelinda Marramon TrindadeEvelinda Marramon Trindade
Evelinda Marramon Trindade
 
Ppt coletiva seguranca_paciente_final
Ppt coletiva seguranca_paciente_finalPpt coletiva seguranca_paciente_final
Ppt coletiva seguranca_paciente_final
 
Gerenciamento de enfermagem: educação continuada/permanente
Gerenciamento de enfermagem: educação continuada/permanenteGerenciamento de enfermagem: educação continuada/permanente
Gerenciamento de enfermagem: educação continuada/permanente
 
10 passos seguranca_paciente
10 passos seguranca_paciente10 passos seguranca_paciente
10 passos seguranca_paciente
 
Apresentação de Claudia Travassos no II Seminário Internacional sobre Qualida...
Apresentação de Claudia Travassos no II Seminário Internacional sobre Qualida...Apresentação de Claudia Travassos no II Seminário Internacional sobre Qualida...
Apresentação de Claudia Travassos no II Seminário Internacional sobre Qualida...
 
A ATUAÇÃO DA ENFERMEIRA DE LIGAÇAO NO MODELO CHC/UFPR DE GESTÃO DE ALTAS
A ATUAÇÃO DA ENFERMEIRA DE  LIGAÇAO NO MODELO CHC/UFPR DE  GESTÃO DE ALTASA ATUAÇÃO DA ENFERMEIRA DE  LIGAÇAO NO MODELO CHC/UFPR DE  GESTÃO DE ALTAS
A ATUAÇÃO DA ENFERMEIRA DE LIGAÇAO NO MODELO CHC/UFPR DE GESTÃO DE ALTAS
 
Avalia tis
Avalia tis Avalia tis
Avalia tis
 
Sala vermelha no HUB STARTRJ
Sala vermelha no HUB STARTRJSala vermelha no HUB STARTRJ
Sala vermelha no HUB STARTRJ
 
Passagem de Turno e a Segurança do Doente
Passagem de Turno e a Segurança do DoentePassagem de Turno e a Segurança do Doente
Passagem de Turno e a Segurança do Doente
 
Revista Melhores Práticas sobre o Projeto Parto Adequado
Revista Melhores Práticas sobre o Projeto Parto AdequadoRevista Melhores Práticas sobre o Projeto Parto Adequado
Revista Melhores Práticas sobre o Projeto Parto Adequado
 
Aula sobre Avaliação Nacional das Práticas de Segurança do Paciente - por Den...
Aula sobre Avaliação Nacional das Práticas de Segurança do Paciente - por Den...Aula sobre Avaliação Nacional das Práticas de Segurança do Paciente - por Den...
Aula sobre Avaliação Nacional das Práticas de Segurança do Paciente - por Den...
 
Desprescrição como estratégia para atendimento a pacientes polimedicados
Desprescrição como estratégia para atendimento a pacientes polimedicadosDesprescrição como estratégia para atendimento a pacientes polimedicados
Desprescrição como estratégia para atendimento a pacientes polimedicados
 

Semelhante a CW HCPA iniciativa saúde

A cooperação do Hospital Moinhos de Vento na elaboração de diretrizes clínica...
A cooperação do Hospital Moinhos de Vento na elaboração de diretrizes clínica...A cooperação do Hospital Moinhos de Vento na elaboração de diretrizes clínica...
A cooperação do Hospital Moinhos de Vento na elaboração de diretrizes clínica...CONITEC
 
A importância do controle bibliográfico para a visibilidade do conhecimento p...
A importância do controle bibliográfico para a visibilidade do conhecimento p...A importância do controle bibliográfico para a visibilidade do conhecimento p...
A importância do controle bibliográfico para a visibilidade do conhecimento p...http://bvsalud.org/
 
Divulgação do programa de PIC na rede de saúde
Divulgação do programa de PIC na rede de saúdeDivulgação do programa de PIC na rede de saúde
Divulgação do programa de PIC na rede de saúdecomunidadedepraticas
 
(ConSePS 2015) imersão 1
(ConSePS 2015) imersão 1 (ConSePS 2015) imersão 1
(ConSePS 2015) imersão 1 Ink_conteudos
 
Escolhas Sábias para Nosso Sistema de Saúde
Escolhas Sábias para Nosso Sistema de SaúdeEscolhas Sábias para Nosso Sistema de Saúde
Escolhas Sábias para Nosso Sistema de SaúdeGuilherme Barcellos
 
DISSERTAÇÃO PROJETO TERAPEUTICO SINGULAR
DISSERTAÇÃO PROJETO TERAPEUTICO SINGULARDISSERTAÇÃO PROJETO TERAPEUTICO SINGULAR
DISSERTAÇÃO PROJETO TERAPEUTICO SINGULARCristianeNogueiradaC1
 
Application Of Lean Tools In Health Care A Literature Review
Application Of Lean Tools In Health Care  A Literature ReviewApplication Of Lean Tools In Health Care  A Literature Review
Application Of Lean Tools In Health Care A Literature ReviewJoe Andelija
 
Manual da oficina de capacitação em avaliação com foco na melhoria do programa
Manual da oficina de capacitação em avaliação com foco na melhoria do programaManual da oficina de capacitação em avaliação com foco na melhoria do programa
Manual da oficina de capacitação em avaliação com foco na melhoria do programaNádia Elizabeth Barbosa Villas Bôas
 
Capacitacao a distancia para atencao basica hipertensao aux enferm
Capacitacao a distancia para atencao basica hipertensao aux enfermCapacitacao a distancia para atencao basica hipertensao aux enferm
Capacitacao a distancia para atencao basica hipertensao aux enfermmanoelramosdeoliveir1
 
Tcc leandro brust_mba_gestao_financeira_analise_economica_unidade_pesquisa_cl...
Tcc leandro brust_mba_gestao_financeira_analise_economica_unidade_pesquisa_cl...Tcc leandro brust_mba_gestao_financeira_analise_economica_unidade_pesquisa_cl...
Tcc leandro brust_mba_gestao_financeira_analise_economica_unidade_pesquisa_cl...Leandro Brust
 
Gestão publica grupo_1_semestre
Gestão publica grupo_1_semestreGestão publica grupo_1_semestre
Gestão publica grupo_1_semestreRonaldo Oliveira
 
A situação da pós graduação strictu sensu no brasil
A situação da pós graduação strictu sensu no brasilA situação da pós graduação strictu sensu no brasil
A situação da pós graduação strictu sensu no brasilMarcos Borges de Barros
 
Institucionalização de Portais de Periódicos
 Institucionalização de Portais de Periódicos  Institucionalização de Portais de Periódicos
Institucionalização de Portais de Periódicos Lúcia da Silveira
 
Foco dho draft - processo ortus
Foco dho   draft - processo ortusFoco dho   draft - processo ortus
Foco dho draft - processo ortusMauricio Munhoz
 
Saúde Baseada em Evidências - Relatos de experiências de bibliotecárias
Saúde Baseada em Evidências - Relatos de experiências de bibliotecáriasSaúde Baseada em Evidências - Relatos de experiências de bibliotecárias
Saúde Baseada em Evidências - Relatos de experiências de bibliotecáriasAPCIS/RJ
 
HumanizaSUS
HumanizaSUSHumanizaSUS
HumanizaSUSLene So
 
Gestão do corpo clínico dy0714710
Gestão do corpo clínico dy0714710Gestão do corpo clínico dy0714710
Gestão do corpo clínico dy0714710InformaGroup
 

Semelhante a CW HCPA iniciativa saúde (20)

A cooperação do Hospital Moinhos de Vento na elaboração de diretrizes clínica...
A cooperação do Hospital Moinhos de Vento na elaboração de diretrizes clínica...A cooperação do Hospital Moinhos de Vento na elaboração de diretrizes clínica...
A cooperação do Hospital Moinhos de Vento na elaboração de diretrizes clínica...
 
A importância do controle bibliográfico para a visibilidade do conhecimento p...
A importância do controle bibliográfico para a visibilidade do conhecimento p...A importância do controle bibliográfico para a visibilidade do conhecimento p...
A importância do controle bibliográfico para a visibilidade do conhecimento p...
 
6 dicas para atrair mais pacientes para sua clinica.pdf
6 dicas para atrair mais pacientes para sua clinica.pdf6 dicas para atrair mais pacientes para sua clinica.pdf
6 dicas para atrair mais pacientes para sua clinica.pdf
 
Divulgação do programa de PIC na rede de saúde
Divulgação do programa de PIC na rede de saúdeDivulgação do programa de PIC na rede de saúde
Divulgação do programa de PIC na rede de saúde
 
(ConSePS 2015) imersão 1
(ConSePS 2015) imersão 1 (ConSePS 2015) imersão 1
(ConSePS 2015) imersão 1
 
Escolhas Sábias para Nosso Sistema de Saúde
Escolhas Sábias para Nosso Sistema de SaúdeEscolhas Sábias para Nosso Sistema de Saúde
Escolhas Sábias para Nosso Sistema de Saúde
 
DISSERTAÇÃO PROJETO TERAPEUTICO SINGULAR
DISSERTAÇÃO PROJETO TERAPEUTICO SINGULARDISSERTAÇÃO PROJETO TERAPEUTICO SINGULAR
DISSERTAÇÃO PROJETO TERAPEUTICO SINGULAR
 
Application Of Lean Tools In Health Care A Literature Review
Application Of Lean Tools In Health Care  A Literature ReviewApplication Of Lean Tools In Health Care  A Literature Review
Application Of Lean Tools In Health Care A Literature Review
 
Manual da oficina de capacitação em avaliação com foco na melhoria do programa
Manual da oficina de capacitação em avaliação com foco na melhoria do programaManual da oficina de capacitação em avaliação com foco na melhoria do programa
Manual da oficina de capacitação em avaliação com foco na melhoria do programa
 
TCC GESTÃO (2).docx
TCC GESTÃO (2).docxTCC GESTÃO (2).docx
TCC GESTÃO (2).docx
 
Capacitacao a distancia para atencao basica hipertensao aux enferm
Capacitacao a distancia para atencao basica hipertensao aux enfermCapacitacao a distancia para atencao basica hipertensao aux enferm
Capacitacao a distancia para atencao basica hipertensao aux enferm
 
Tcc leandro brust_mba_gestao_financeira_analise_economica_unidade_pesquisa_cl...
Tcc leandro brust_mba_gestao_financeira_analise_economica_unidade_pesquisa_cl...Tcc leandro brust_mba_gestao_financeira_analise_economica_unidade_pesquisa_cl...
Tcc leandro brust_mba_gestao_financeira_analise_economica_unidade_pesquisa_cl...
 
Gestão publica grupo_1_semestre
Gestão publica grupo_1_semestreGestão publica grupo_1_semestre
Gestão publica grupo_1_semestre
 
A situação da pós graduação strictu sensu no brasil
A situação da pós graduação strictu sensu no brasilA situação da pós graduação strictu sensu no brasil
A situação da pós graduação strictu sensu no brasil
 
Institucionalização de Portais de Periódicos
 Institucionalização de Portais de Periódicos  Institucionalização de Portais de Periódicos
Institucionalização de Portais de Periódicos
 
Foco dho draft - processo ortus
Foco dho   draft - processo ortusFoco dho   draft - processo ortus
Foco dho draft - processo ortus
 
Saúde Baseada em Evidências - Relatos de experiências de bibliotecárias
Saúde Baseada em Evidências - Relatos de experiências de bibliotecáriasSaúde Baseada em Evidências - Relatos de experiências de bibliotecárias
Saúde Baseada em Evidências - Relatos de experiências de bibliotecárias
 
HumanizaSUS
HumanizaSUSHumanizaSUS
HumanizaSUS
 
Novas formas de remuneração na saúde: tendências e realidades
Novas formas de remuneração na saúde: tendências e realidadesNovas formas de remuneração na saúde: tendências e realidades
Novas formas de remuneração na saúde: tendências e realidades
 
Gestão do corpo clínico dy0714710
Gestão do corpo clínico dy0714710Gestão do corpo clínico dy0714710
Gestão do corpo clínico dy0714710
 

Mais de Guilherme Barcellos

Does Preoperative Coronary Revascularization Improve Perioperative Cardiac Ou...
Does Preoperative Coronary Revascularization Improve Perioperative Cardiac Ou...Does Preoperative Coronary Revascularization Improve Perioperative Cardiac Ou...
Does Preoperative Coronary Revascularization Improve Perioperative Cardiac Ou...Guilherme Barcellos
 
O Estranho Mundo dos Conflitos de Interesse na Saúde
O Estranho Mundo dos Conflitos de Interesse na SaúdeO Estranho Mundo dos Conflitos de Interesse na Saúde
O Estranho Mundo dos Conflitos de Interesse na SaúdeGuilherme Barcellos
 
O moderno movimento de segurança do paciente e o direito da saúde.
O moderno movimento de segurança do paciente e o direito da saúde.O moderno movimento de segurança do paciente e o direito da saúde.
O moderno movimento de segurança do paciente e o direito da saúde.Guilherme Barcellos
 
Times de Resposta Rápida: Há um Gatilho Ideal?
Times de Resposta Rápida: Há um Gatilho Ideal?Times de Resposta Rápida: Há um Gatilho Ideal?
Times de Resposta Rápida: Há um Gatilho Ideal?Guilherme Barcellos
 
Debunking the myths about the hospitalists
Debunking the myths about the hospitalistsDebunking the myths about the hospitalists
Debunking the myths about the hospitalistsGuilherme Barcellos
 
Dados brasileiros de eventos adversos hospitalares
Dados brasileiros de eventos adversos hospitalaresDados brasileiros de eventos adversos hospitalares
Dados brasileiros de eventos adversos hospitalaresGuilherme Barcellos
 
Conflitos de Interesse na Medicina
Conflitos de Interesse na MedicinaConflitos de Interesse na Medicina
Conflitos de Interesse na MedicinaGuilherme Barcellos
 

Mais de Guilherme Barcellos (12)

Brazilian Hospitalist Medicine
Brazilian Hospitalist MedicineBrazilian Hospitalist Medicine
Brazilian Hospitalist Medicine
 
TWDFNR em Perioperatório
TWDFNR em PerioperatórioTWDFNR em Perioperatório
TWDFNR em Perioperatório
 
Does Preoperative Coronary Revascularization Improve Perioperative Cardiac Ou...
Does Preoperative Coronary Revascularization Improve Perioperative Cardiac Ou...Does Preoperative Coronary Revascularization Improve Perioperative Cardiac Ou...
Does Preoperative Coronary Revascularization Improve Perioperative Cardiac Ou...
 
O Estranho Mundo dos Conflitos de Interesse na Saúde
O Estranho Mundo dos Conflitos de Interesse na SaúdeO Estranho Mundo dos Conflitos de Interesse na Saúde
O Estranho Mundo dos Conflitos de Interesse na Saúde
 
Medicina Hospitalar no Brasil
Medicina Hospitalar no BrasilMedicina Hospitalar no Brasil
Medicina Hospitalar no Brasil
 
O moderno movimento de segurança do paciente e o direito da saúde.
O moderno movimento de segurança do paciente e o direito da saúde.O moderno movimento de segurança do paciente e o direito da saúde.
O moderno movimento de segurança do paciente e o direito da saúde.
 
Times de Resposta Rápida: Há um Gatilho Ideal?
Times de Resposta Rápida: Há um Gatilho Ideal?Times de Resposta Rápida: Há um Gatilho Ideal?
Times de Resposta Rápida: Há um Gatilho Ideal?
 
Debunking the myths about the hospitalists
Debunking the myths about the hospitalistsDebunking the myths about the hospitalists
Debunking the myths about the hospitalists
 
Dados brasileiros de eventos adversos hospitalares
Dados brasileiros de eventos adversos hospitalaresDados brasileiros de eventos adversos hospitalares
Dados brasileiros de eventos adversos hospitalares
 
Times de Resposta Rápida
Times de Resposta Rápida Times de Resposta Rápida
Times de Resposta Rápida
 
Conflitos de Interesse na Medicina
Conflitos de Interesse na MedicinaConflitos de Interesse na Medicina
Conflitos de Interesse na Medicina
 
HM2014
HM2014HM2014
HM2014
 

Último

Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgeryCarlos D A Bersot
 
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptPSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptAlberto205764
 
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdfO mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdfNelmo Pinto
 
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástricoAnatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástricoMarianaAnglicaMirand
 
Primeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e AnatomiaPrimeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e AnatomiaCristianodaRosa5
 
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.pptParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.pptAlberto205764
 
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfGustavoWallaceAlvesd
 
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASArtthurPereira2
 

Último (9)

Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãosAplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
 
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
 
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptPSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
 
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdfO mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
O mundo secreto dos desenhos - Gregg M. Furth.pdf
 
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástricoAnatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
Anatomopatologico HU UFGD sobre CA gástrico
 
Primeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e AnatomiaPrimeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
Primeiros Socorros - Sinais vitais e Anatomia
 
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.pptParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
ParasitosesDeformaResumida.finalissima.ppt
 
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
 
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
 

CW HCPA iniciativa saúde

  • 2. O QUE É A CHOOSING WISELY? A Choosing Wisely (CW) foi deflagrada em 2012, nos EUA, pelo American Board of Internal Medicine, expandindo-se a seguir para diversos países. O início ocorreu com sociedades médicas desenvolvendo listas de intervenções utilizadas inapropriadamente na saúde. Outras profissões aderiram. Ganhou canais de comunicação diretamente com pacientes e familiares. Evoluiu para iniciativas semelhantes dentro de universidades, hospitais e clínicas, sempre com a premissa da reflexão partir de baixo para cima, ou seja, diretamente dos profissionais da ponta ou necessariamente por eles endossada. O movimento espalhou-se pelo mundo e no Brasil existe um braço da CW International - é a Choosing Wisely Brasil: http://proqualis.net/choosing-wisely-brasil. Já conta com listas de recomendações publicadas pela Sociedade Brasileira de Cardiologia, Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade, Escola Bahiana de Medicina e Saúde, além de alguns hospitais. Atualmente, está sendo criada uma rede nacional de hospitais CW. Este é o contexto onde o HCPA se inserirá. CHOOSING WISELY, DE FORMA RESUMIDA, É UMA INICIATIVA PARA AJUDAR MÉDICOS E ENGAJAR PACIENTES EM DIÁLOGOS SOBRE EXCESSOS EM TESTES OU PROCEDIMENTOS, COLABORANDO PARA ESCOLHAS SENSATAS EM SAÚDE.
  • 3. O QUE É A CHOOSING WISELY? Vídeo com Wendy Levinson - CW International https://youtu.be/ls0ToEhILi8
  • 4. CHOOSING WISELY HCPA ORIENTAÇÕES GERAIS O HCPA TRABALHARÁ LOCALMENTE COM 2 GRANDES INICIATIVAS POR SERVIÇO: 1. Lista de recomendações “menos é mais”, sobre intervenções em saúde a serem realizadas menos frequentemente ou até mesmo evitadas.  Classicamente são listas de 5-10 recomendações;  Serão enviadas 3 para o Qualis, mas os serviços são livres para trabalhar setorialmente com adicionais (não recomenda-se mais de 10).  Uma boa ideia é incluir como critério de seleção das recomendações a serem enviadas para o Qualis a capacidade intrínseca de gerarem projetos institucionais de melhoria da qualidade. Procurem no Google por exemplo de sua especialidade. Ex: choosing wisely radiology
  • 5. CHOOSING WISELY HCPA ORIENTAÇÕES GERAIS TRABALHAREMOS LOCALMENTE COM 2 GRANDES INICIATIVAS: 1. Listas de recomendações “menos é mais”  A partir das recomendações, será deflagrado: a. debate interna corporis; b. envolvimento de pacientes e familiares:
  • 6. CHOOSING WISELY HCPA ORIENTAÇÕES GERAIS O HCPA TRABALHARÁ LOCALMENTE COM 2 GRANDES INICIATIVAS: 2. Incorporação das recomendações em projetos setoriais e/ou institucionais de melhoria da qualidade, como parte de iniciativa multimodal a contar com, por exemplo:  Atividades de educação com staff, residentes, estudantes  Melhoria de TI  Checklist  Feedback mensal de taxa de inapropriação  Incentivos em caso de sucesso...
  • 8. CHOOSING WISELY HCPA Como gerar as recomendações? CHOOSING WISELY INTERNATIONAL: PRINCÍPIOS GERAIS DA INICIATIVA EM HOSPITAIS  Transparência em todas as fases do projeto;  Liderança por profissionais assistenciais, com apoio (não controle) das chefias  As palavras de ordem para escolha de recomendação são qualidade ou segurança – custo-redução como objetivo primário não!
  • 9. CHOOSING WISELY HCPA Como gerar as recomendações?  Desta forma os serviços devem desenvolver suas listas:  São livres para determinar o processo interno de criação a resultar em recomendações sobre testes, procedimentos ou tratamentos de baixo valor agregado, que devem ser evitados ou empregados mais racionalmente no HCPA, considerando a realidade das práticas locais/regionais;  Todo item da lista deve estar de acordo com o escopo de atuação do serviço ou especialidade;  Deve existir um bom corpo de evidências científicas que suporte a recomendação;  O processo de desenvolvimento da lista deve ser rigorosamente documentado e transparente em todas as etapas, com participação de todos os professores ou contratados do serviços, mesmo que apenas por votação final;
  • 10. CHOOSING WISELY HCPA Como gerar as recomendações? continuação  Estimula-se, sempre que possível, participação dos residentes do serviço e outros profissionais;  Iniciar toda recomendação com as expressões "Não" ou "Reflita muito antes de”;  Ao mesmo tempo que desestimula-se a simples importação de recomendação internacional (avaliar realidade local), parcerias com Choosing Wisely EUA, Choosing Wisely Canadá, Choosing Wisely Australia e Choosing Wisely Itália poderão permitir aproveitamento de materiais do acervo deles para adaptação/tradução, facilitando nosso trabalho.
  • 11. CHOOSING WISELY HCPA Como gerar as recomendações?  Características das recomendações e textos explicativos:  Usem linguagem simples na recomendação propriamente dita, considerando que seja bem compreendida também por leigos;  Cada recomendação deve ser preferencialmente apresentada como uma sentença simples, no máximo duas;  Evitem recomendações demasiadamente genéricas. Exemplo: "Não solicite exame sem indicação específica”;  Os textos de apoio devem trazer a justificativa para a recomendação, apontando quando a intervenção é apropriada, havendo cenários. É sensato apontas alternativas às medidas desencorajadas, sempre que disponíveis.