SlideShare uma empresa Scribd logo

LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13LP02) D15

(EM13LP02) Estabelecer relações entre as partes do texto, tanto na produção como na leitura/escuta, considerando a construção composicional e o estilo do gênero, usando/reconhecendo adequadamente elementos e recursos coesivos diversos que contribuam para a coerência, a continuidade do texto e sua progressão temática, e organizando informações, tendo em vista as condições de produção e as relações lógico-discursivas envolvidas (causa/efeito ou consequência; tese/argumentos; problema solução; definição/exemplos etc.)

1 de 33
Baixar para ler offline
1ª Série do Ensino Médio
LINGUAGENS E SUAS TECNOLOGIAS
2022
RECOMPOSIÇÃO DAS APRENDIZAGENS
2022
1º PERÍODO - INSERÇÃO CURRICULAR
14/02/2022 a 18/02/2022
Roteiro de aula 1
(EM13LP02) Estabelecer relações entre as partes do texto, tanto na produção como na leitura/escuta,
considerando a construção composicional e o estilo do gênero, usando/reconhecendo adequadamente elementos
e recursos coesivos diversos que contribuam para a coerência, a continuidade do texto e sua progressão
temática, e organizando informações, tendo em vista as condições de produção e as relações lógico-discursivas
envolvidas (causa/efeito ou consequência; tese/argumentos; problema solução; definição/exemplos etc.)
RECOMPOSIÇÃO DAS APRENDIZAGENS
INSERÇÃO CURRICULAR
HABILIDADE DA BNCC – 1º BIMESTRE DC-GOEM
2022
(GO-EMLP02B) Estruturar as partes de textos escritos e orais, estabelecendo as relações adequadas,
considerando a composição presente na disseminação das práticas culturais contemporâneas, no estilo e na sua
funcionalidade em diferentes situações de uso para desenvolver as relações de textualidade e de
interdiscursividade.
HABILIDADE DO SAEGO 2021
D15 - Estabelecer relações lógico-discursivas presentes no texto, marcadas por conjunções advérbios etc.
OBJETIVO DE APRENDIZAGEM DO DC-GOEM
Textualidade: estrutura do texto. Coesão: conjunções, preposição e pronomes, advérbios (referentes e
referenciais, elementos de coesão). Estrutura (textos híbridos e multissemióticos). Tema/assunto, fato e
opinião.
OBJETIVO DAAULA
Compreender as relações lógico-discursivas presentes em gêneros textuais do campo jornalístico.
2022
OBJETOS DE CONHECIMENTO
1º MOMENTO DAAULA
CONTEXTUALIZAÇÃO DO CONHECIMENTO
Professor(a),
Este é o momento em que se pode fazer uma breve investigação acerca dos conhecimentos
que os estudantes já possuem em relação aos objetos de conhecimentos previstos para esta
aula. Nesse sentido, sugerimos as seguintes estratégias para a realização desta etapa.
Ler a crônica “Da timidez”, de Luís Fernando Veríssimo, considerando o contexto de
produção e circulação desse gênero textual: por que ele foi escrito? Para quem foi escrito?
Como foi escrito? Onde é veiculado?
2022
DA TIMIDEZ
Ser um tímido notório é uma contradição. O tímido tem horror a ser notado, quanto mais a
ser notório. Se ficou notório por ser tímido, então tem que se explicar. Afinal, que
retumbante timidez é essa, que atrai tanta atenção? Se ficou notório apesar de ser tímido,
talvez estivesse se enganando junto com os outros e sua timidez seja apenas um estratagema
para ser notado. Tão secreto que nem ele sabe. É como no paradoxo psicanalítico, só alguém
que se acha muito superior procura o analista para tratar um complexo de inferioridade,
porque só ele acha que se sentir inferior é doença. […]
2022

Recomendados

. LÍNGUA PORTUGUESA – 1ª SÉRIE – HABILIDADE DA BNCC | (EM13LP02) D15
. LÍNGUA PORTUGUESA – 1ª SÉRIE – HABILIDADE DA BNCC | (EM13LP02) D15. LÍNGUA PORTUGUESA – 1ª SÉRIE – HABILIDADE DA BNCC | (EM13LP02) D15
. LÍNGUA PORTUGUESA – 1ª SÉRIE – HABILIDADE DA BNCC | (EM13LP02) D15GernciadeProduodeMat
 
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15GernciadeProduodeMat
 
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC (EM13LGG101)
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC  (EM13LGG101) LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC  (EM13LGG101)
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC (EM13LGG101) GoisBemnoEnem
 
LÍNGUA PORTUGUESA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP06)
LÍNGUA PORTUGUESA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP06)LÍNGUA PORTUGUESA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP06)
LÍNGUA PORTUGUESA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP06)GernciadeProduodeMat
 
Variação linguistica aulão
Variação linguistica   aulãoVariação linguistica   aulão
Variação linguistica aulãoeeepadrianonobre
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Questões de acentuação gráfica
Questões de acentuação gráficaQuestões de acentuação gráfica
Questões de acentuação gráficama.no.el.ne.ves
 
As relações de causa e consequência
As relações de causa e consequênciaAs relações de causa e consequência
As relações de causa e consequênciaFabricio Souza
 
Orações coordenadas resumo e exercícios
Orações coordenadas   resumo e exercíciosOrações coordenadas   resumo e exercícios
Orações coordenadas resumo e exercíciosNAPNE
 
SIMULADO D15 SAEB (Recuperação Automática).docx
SIMULADO D15 SAEB (Recuperação Automática).docxSIMULADO D15 SAEB (Recuperação Automática).docx
SIMULADO D15 SAEB (Recuperação Automática).docxZenildaDurci1
 
Orações subordinadas adjetivas exercícios 2º ano médio
Orações subordinadas adjetivas exercícios 2º ano médioOrações subordinadas adjetivas exercícios 2º ano médio
Orações subordinadas adjetivas exercícios 2º ano médioblogdoalunocefa
 
Redação tabela de correção 20102
Redação tabela de correção 20102Redação tabela de correção 20102
Redação tabela de correção 20102Marcia Facelli
 
Figuras de Linguagem
Figuras de Linguagem Figuras de Linguagem
Figuras de Linguagem lumeloczs
 
Romantismo poesia - 1ª geração
Romantismo   poesia - 1ª geraçãoRomantismo   poesia - 1ª geração
Romantismo poesia - 1ª geraçãoLuciene Gomes
 
Exercícios revisão intertextualidade
Exercícios revisão intertextualidade Exercícios revisão intertextualidade
Exercícios revisão intertextualidade Olivier Fausti Olivier
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagem Figuras de linguagem
Figuras de linguagem Denise
 
Romantismo poesia - 3ª geração
Romantismo   poesia - 3ª geraçãoRomantismo   poesia - 3ª geração
Romantismo poesia - 3ª geraçãoLuciene Gomes
 
LÍNGUA PORTUGUESA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LGG201)/ (GO-EMLGG201A)
LÍNGUA PORTUGUESA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LGG201)/ (GO-EMLGG201A)LÍNGUA PORTUGUESA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LGG201)/ (GO-EMLGG201A)
LÍNGUA PORTUGUESA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LGG201)/ (GO-EMLGG201A)GernciadeProduodeMat
 
Gabarito exercícios de orações coordenadas, coesão e coerência
Gabarito exercícios de orações coordenadas, coesão e coerênciaGabarito exercícios de orações coordenadas, coesão e coerência
Gabarito exercícios de orações coordenadas, coesão e coerênciaRoberto Luiz
 
Exercícios de orações coordenadas, coesão e coerência
Exercícios de orações coordenadas, coesão e coerênciaExercícios de orações coordenadas, coesão e coerência
Exercícios de orações coordenadas, coesão e coerênciaRoberto Luiz
 
FICHA - TIPOLOGIAS TEXTUAIS - Gabarito.pdf
FICHA - TIPOLOGIAS TEXTUAIS - Gabarito.pdfFICHA - TIPOLOGIAS TEXTUAIS - Gabarito.pdf
FICHA - TIPOLOGIAS TEXTUAIS - Gabarito.pdfNatália Moura
 
Poesia 2ª fase modernista
Poesia 2ª fase modernistaPoesia 2ª fase modernista
Poesia 2ª fase modernistaLuciene Gomes
 

Mais procurados (20)

Questões de acentuação gráfica
Questões de acentuação gráficaQuestões de acentuação gráfica
Questões de acentuação gráfica
 
Apostila redação
Apostila redaçãoApostila redação
Apostila redação
 
As relações de causa e consequência
As relações de causa e consequênciaAs relações de causa e consequência
As relações de causa e consequência
 
Orações coordenadas resumo e exercícios
Orações coordenadas   resumo e exercíciosOrações coordenadas   resumo e exercícios
Orações coordenadas resumo e exercícios
 
SIMULADO D15 SAEB (Recuperação Automática).docx
SIMULADO D15 SAEB (Recuperação Automática).docxSIMULADO D15 SAEB (Recuperação Automática).docx
SIMULADO D15 SAEB (Recuperação Automática).docx
 
Orações subordinadas adjetivas exercícios 2º ano médio
Orações subordinadas adjetivas exercícios 2º ano médioOrações subordinadas adjetivas exercícios 2º ano médio
Orações subordinadas adjetivas exercícios 2º ano médio
 
Redação tabela de correção 20102
Redação tabela de correção 20102Redação tabela de correção 20102
Redação tabela de correção 20102
 
Figuras de Linguagem
Figuras de Linguagem Figuras de Linguagem
Figuras de Linguagem
 
Discurso direto e indireto
Discurso direto e indiretoDiscurso direto e indireto
Discurso direto e indireto
 
Romantismo poesia - 1ª geração
Romantismo   poesia - 1ª geraçãoRomantismo   poesia - 1ª geração
Romantismo poesia - 1ª geração
 
Exercícios revisão intertextualidade
Exercícios revisão intertextualidade Exercícios revisão intertextualidade
Exercícios revisão intertextualidade
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagem Figuras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Crase e as placas
Crase e as placasCrase e as placas
Crase e as placas
 
Romantismo poesia - 3ª geração
Romantismo   poesia - 3ª geraçãoRomantismo   poesia - 3ª geração
Romantismo poesia - 3ª geração
 
LÍNGUA PORTUGUESA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LGG201)/ (GO-EMLGG201A)
LÍNGUA PORTUGUESA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LGG201)/ (GO-EMLGG201A)LÍNGUA PORTUGUESA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LGG201)/ (GO-EMLGG201A)
LÍNGUA PORTUGUESA | 2ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LGG201)/ (GO-EMLGG201A)
 
Literatura Piauiense
Literatura PiauienseLiteratura Piauiense
Literatura Piauiense
 
Gabarito exercícios de orações coordenadas, coesão e coerência
Gabarito exercícios de orações coordenadas, coesão e coerênciaGabarito exercícios de orações coordenadas, coesão e coerência
Gabarito exercícios de orações coordenadas, coesão e coerência
 
Exercícios de orações coordenadas, coesão e coerência
Exercícios de orações coordenadas, coesão e coerênciaExercícios de orações coordenadas, coesão e coerência
Exercícios de orações coordenadas, coesão e coerência
 
FICHA - TIPOLOGIAS TEXTUAIS - Gabarito.pdf
FICHA - TIPOLOGIAS TEXTUAIS - Gabarito.pdfFICHA - TIPOLOGIAS TEXTUAIS - Gabarito.pdf
FICHA - TIPOLOGIAS TEXTUAIS - Gabarito.pdf
 
Poesia 2ª fase modernista
Poesia 2ª fase modernistaPoesia 2ª fase modernista
Poesia 2ª fase modernista
 

Semelhante a LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13LP02) D15

Gestar Ii 26 05 09
Gestar Ii 26 05 09Gestar Ii 26 05 09
Gestar Ii 26 05 09Marystela
 
APOSTILA PARA OFICINA MÓDULO II COM PROF. ANTÔNIO FERNANDES NETO
APOSTILA PARA OFICINA MÓDULO II COM PROF. ANTÔNIO FERNANDES NETOAPOSTILA PARA OFICINA MÓDULO II COM PROF. ANTÔNIO FERNANDES NETO
APOSTILA PARA OFICINA MÓDULO II COM PROF. ANTÔNIO FERNANDES NETOAntônio Fernandes
 
SLIDES - CONECTORES.ppt
SLIDES - CONECTORES.pptSLIDES - CONECTORES.ppt
SLIDES - CONECTORES.pptLauraYouTuber
 
Curso de despachante 1 port instr.
Curso de despachante 1  port instr.Curso de despachante 1  port instr.
Curso de despachante 1 port instr.Rotivtheb
 
Leitura de Luis Fernando Verissimo, com base na teoria de Coseriu.
Leitura de Luis Fernando Verissimo, com base na teoria de Coseriu. Leitura de Luis Fernando Verissimo, com base na teoria de Coseriu.
Leitura de Luis Fernando Verissimo, com base na teoria de Coseriu. Helio de Sant'Anna
 
Uma experiência com a construção de sentidos em comédias da vida privada, de ...
Uma experiência com a construção de sentidos em comédias da vida privada, de ...Uma experiência com a construção de sentidos em comédias da vida privada, de ...
Uma experiência com a construção de sentidos em comédias da vida privada, de ...Helio de Sant'Anna
 
07__2º Bimestre - Bloco 02 - 14_06_21 a 08_07_21 - 5º ano B(1).pdf
07__2º Bimestre - Bloco 02 - 14_06_21 a 08_07_21 - 5º ano B(1).pdf07__2º Bimestre - Bloco 02 - 14_06_21 a 08_07_21 - 5º ano B(1).pdf
07__2º Bimestre - Bloco 02 - 14_06_21 a 08_07_21 - 5º ano B(1).pdfLiviaCalera
 
Estudo das palavras (aula 5)
Estudo das palavras (aula 5)Estudo das palavras (aula 5)
Estudo das palavras (aula 5)Helen Cristina
 
Pet português instrumental e e geraldino r cunha
Pet português instrumental e e geraldino r cunhaPet português instrumental e e geraldino r cunha
Pet português instrumental e e geraldino r cunhaMariaLusadeJesusRodo1
 
A conjunção na construção do texto..ppt
A conjunção na construção do texto..pptA conjunção na construção do texto..ppt
A conjunção na construção do texto..pptProfessorGabrielSoar
 
Estudo de gramática 6°ano – 2°trimestre – maio profa. vanessa dos santos
Estudo de gramática   6°ano  – 2°trimestre – maio profa. vanessa dos santos Estudo de gramática   6°ano  – 2°trimestre – maio profa. vanessa dos santos
Estudo de gramática 6°ano – 2°trimestre – maio profa. vanessa dos santos Luiza Collet
 
9° quinzena ava
9° quinzena ava9° quinzena ava
9° quinzena avaannajullia
 
Lingua Estrangeira para Crianças
Lingua Estrangeira para CriançasLingua Estrangeira para Crianças
Lingua Estrangeira para CriançasKarina Vicentin
 
3ª Formação LP 7º ano - 10.5.pptx
3ª Formação LP 7º ano - 10.5.pptx3ª Formação LP 7º ano - 10.5.pptx
3ª Formação LP 7º ano - 10.5.pptxDaniele636924
 

Semelhante a LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13LP02) D15 (20)

Gestar Ii 26 05 09
Gestar Ii 26 05 09Gestar Ii 26 05 09
Gestar Ii 26 05 09
 
APOSTILA PARA OFICINA MÓDULO II COM PROF. ANTÔNIO FERNANDES NETO
APOSTILA PARA OFICINA MÓDULO II COM PROF. ANTÔNIO FERNANDES NETOAPOSTILA PARA OFICINA MÓDULO II COM PROF. ANTÔNIO FERNANDES NETO
APOSTILA PARA OFICINA MÓDULO II COM PROF. ANTÔNIO FERNANDES NETO
 
SLIDES - CONECTORES.ppt
SLIDES - CONECTORES.pptSLIDES - CONECTORES.ppt
SLIDES - CONECTORES.ppt
 
206204.pptx
206204.pptx206204.pptx
206204.pptx
 
Resumo Tp2
Resumo   Tp2Resumo   Tp2
Resumo Tp2
 
Curso de despachante 1 port instr.
Curso de despachante 1  port instr.Curso de despachante 1  port instr.
Curso de despachante 1 port instr.
 
Conjunção coordenativa
Conjunção coordenativaConjunção coordenativa
Conjunção coordenativa
 
Leitura de Luis Fernando Verissimo, com base na teoria de Coseriu.
Leitura de Luis Fernando Verissimo, com base na teoria de Coseriu. Leitura de Luis Fernando Verissimo, com base na teoria de Coseriu.
Leitura de Luis Fernando Verissimo, com base na teoria de Coseriu.
 
Uma experiência com a construção de sentidos em comédias da vida privada, de ...
Uma experiência com a construção de sentidos em comédias da vida privada, de ...Uma experiência com a construção de sentidos em comédias da vida privada, de ...
Uma experiência com a construção de sentidos em comédias da vida privada, de ...
 
07__2º Bimestre - Bloco 02 - 14_06_21 a 08_07_21 - 5º ano B(1).pdf
07__2º Bimestre - Bloco 02 - 14_06_21 a 08_07_21 - 5º ano B(1).pdf07__2º Bimestre - Bloco 02 - 14_06_21 a 08_07_21 - 5º ano B(1).pdf
07__2º Bimestre - Bloco 02 - 14_06_21 a 08_07_21 - 5º ano B(1).pdf
 
Estudo das palavras (aula 5)
Estudo das palavras (aula 5)Estudo das palavras (aula 5)
Estudo das palavras (aula 5)
 
Barreiras elsa[1]
Barreiras elsa[1]Barreiras elsa[1]
Barreiras elsa[1]
 
PERÍODO SIMPLES.pptx
PERÍODO SIMPLES.pptxPERÍODO SIMPLES.pptx
PERÍODO SIMPLES.pptx
 
Pet português instrumental e e geraldino r cunha
Pet português instrumental e e geraldino r cunhaPet português instrumental e e geraldino r cunha
Pet português instrumental e e geraldino r cunha
 
A conjunção na construção do texto..ppt
A conjunção na construção do texto..pptA conjunção na construção do texto..ppt
A conjunção na construção do texto..ppt
 
Estudo de gramática 6°ano – 2°trimestre – maio profa. vanessa dos santos
Estudo de gramática   6°ano  – 2°trimestre – maio profa. vanessa dos santos Estudo de gramática   6°ano  – 2°trimestre – maio profa. vanessa dos santos
Estudo de gramática 6°ano – 2°trimestre – maio profa. vanessa dos santos
 
9° quinzena ava
9° quinzena ava9° quinzena ava
9° quinzena ava
 
Lingua Estrangeira para Crianças
Lingua Estrangeira para CriançasLingua Estrangeira para Crianças
Lingua Estrangeira para Crianças
 
3ª Formação LP 7º ano - 10.5.pptx
3ª Formação LP 7º ano - 10.5.pptx3ª Formação LP 7º ano - 10.5.pptx
3ª Formação LP 7º ano - 10.5.pptx
 
Ano 1 unidade_5_miolo
Ano 1 unidade_5_mioloAno 1 unidade_5_miolo
Ano 1 unidade_5_miolo
 

Mais de GernciadeProduodeMat

SEMANA 02 | BIOLOGIA – BIOLOGIA – 2ª SÉRIE – TEMA: FEUDALISMO E IDADE MÉDIA.
SEMANA 02 | BIOLOGIA – BIOLOGIA – 2ª SÉRIE – TEMA: FEUDALISMO E IDADE MÉDIA.SEMANA 02 | BIOLOGIA – BIOLOGIA – 2ª SÉRIE – TEMA: FEUDALISMO E IDADE MÉDIA.
SEMANA 02 | BIOLOGIA – BIOLOGIA – 2ª SÉRIE – TEMA: FEUDALISMO E IDADE MÉDIA.GernciadeProduodeMat
 
SEMANA 02 | LÍNGUA PORTUGUESA| IVAIR | 1ª SÉRIE | CONTEXTO DE PRODUÇÃO DO GÊN...
SEMANA 02 | LÍNGUA PORTUGUESA| IVAIR | 1ª SÉRIE | CONTEXTO DE PRODUÇÃO DO GÊN...SEMANA 02 | LÍNGUA PORTUGUESA| IVAIR | 1ª SÉRIE | CONTEXTO DE PRODUÇÃO DO GÊN...
SEMANA 02 | LÍNGUA PORTUGUESA| IVAIR | 1ª SÉRIE | CONTEXTO DE PRODUÇÃO DO GÊN...GernciadeProduodeMat
 
Semana 02 | Matemática | 1ª série| Notação científica e arredondamento de dados
Semana 02 | Matemática | 1ª série| Notação científica e arredondamento de dados Semana 02 | Matemática | 1ª série| Notação científica e arredondamento de dados
Semana 02 | Matemática | 1ª série| Notação científica e arredondamento de dados GernciadeProduodeMat
 
Semana 01 - Língua Portuguesa - 3ª Série - Estratégias de leitura e compreens...
Semana 01 - Língua Portuguesa - 3ª Série - Estratégias de leitura e compreens...Semana 01 - Língua Portuguesa - 3ª Série - Estratégias de leitura e compreens...
Semana 01 - Língua Portuguesa - 3ª Série - Estratégias de leitura e compreens...GernciadeProduodeMat
 
Semana 01 - Matemática - 3ª Série - Porcentagens: cálculo de índices, taxas e...
Semana 01 - Matemática - 3ª Série - Porcentagens: cálculo de índices, taxas e...Semana 01 - Matemática - 3ª Série - Porcentagens: cálculo de índices, taxas e...
Semana 01 - Matemática - 3ª Série - Porcentagens: cálculo de índices, taxas e...GernciadeProduodeMat
 
Semana 01 - Língua Portuguesa - 2ª Série - Gêneros discursivos
Semana 01 - Língua Portuguesa - 2ª Série - Gêneros discursivos Semana 01 - Língua Portuguesa - 2ª Série - Gêneros discursivos
Semana 01 - Língua Portuguesa - 2ª Série - Gêneros discursivos GernciadeProduodeMat
 
Semana 01- Matemática - 2ª Série - Polígonos regulares e suas características
Semana 01-  Matemática - 2ª Série - Polígonos regulares e suas característicasSemana 01-  Matemática - 2ª Série - Polígonos regulares e suas características
Semana 01- Matemática - 2ª Série - Polígonos regulares e suas característicasGernciadeProduodeMat
 
Semana 01 - HISTÓRIA - 1ª Série - Identidade Cultural
Semana 01 - HISTÓRIA -  1ª Série - Identidade Cultural Semana 01 - HISTÓRIA -  1ª Série - Identidade Cultural
Semana 01 - HISTÓRIA - 1ª Série - Identidade Cultural GernciadeProduodeMat
 
Semana 01 - Biologia - 1ª Série - Biodiversidade
Semana 01 - Biologia - 1ª Série - BiodiversidadeSemana 01 - Biologia - 1ª Série - Biodiversidade
Semana 01 - Biologia - 1ª Série - BiodiversidadeGernciadeProduodeMat
 
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS TBC 1ª Série 14 11 Semana 33.pptx
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS TBC 1ª Série 14 11  Semana 33.pptxMATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS TBC 1ª Série 14 11  Semana 33.pptx
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS TBC 1ª Série 14 11 Semana 33.pptxGernciadeProduodeMat
 
LINGUAGENS E SUAS TECNOLOGIAS - LÍNGUA PORTUGUESA 2ª Série Port Ivair PPT TB...
LINGUAGENS E SUAS TECNOLOGIAS -  LÍNGUA PORTUGUESA 2ª Série Port Ivair PPT TB...LINGUAGENS E SUAS TECNOLOGIAS -  LÍNGUA PORTUGUESA 2ª Série Port Ivair PPT TB...
LINGUAGENS E SUAS TECNOLOGIAS - LÍNGUA PORTUGUESA 2ª Série Port Ivair PPT TB...GernciadeProduodeMat
 
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 2ª Série Mat TBC 28 24 10 Semana 30.pptx
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 2ª Série Mat TBC 28  24 10 Semana 30.pptxMATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 2ª Série Mat TBC 28  24 10 Semana 30.pptx
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 2ª Série Mat TBC 28 24 10 Semana 30.pptxGernciadeProduodeMat
 
CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS APLICADAS 1ª Séries Hist. TBC Fernanda 18 10 Seman...
CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS APLICADAS 1ª Séries Hist. TBC Fernanda 18 10 Seman...CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS APLICADAS 1ª Séries Hist. TBC Fernanda 18 10 Seman...
CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS APLICADAS 1ª Séries Hist. TBC Fernanda 18 10 Seman...GernciadeProduodeMat
 
LINGUAGENS E SUAS TECNOLOGIAS 1ª Série Port TBC Ivair 14 11 Semana 33.pptx
LINGUAGENS E SUAS TECNOLOGIAS 1ª Série Port TBC Ivair 14 11 Semana 33.pptxLINGUAGENS E SUAS TECNOLOGIAS 1ª Série Port TBC Ivair 14 11 Semana 33.pptx
LINGUAGENS E SUAS TECNOLOGIAS 1ª Série Port TBC Ivair 14 11 Semana 33.pptxGernciadeProduodeMat
 
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 1ª Série Mat TBC Silvio 17 10 Semana 29.pptx
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 1ª Série Mat TBC Silvio 17 10 Semana 29.pptxMATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 1ª Série Mat TBC Silvio 17 10 Semana 29.pptx
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 1ª Série Mat TBC Silvio 17 10 Semana 29.pptxGernciadeProduodeMat
 
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 1ª Série Mat TBC Silvio 04 11 Semana 27.pptx
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 1ª Série Mat TBC Silvio 04 11 Semana 27.pptxMATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 1ª Série Mat TBC Silvio 04 11 Semana 27.pptx
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 1ª Série Mat TBC Silvio 04 11 Semana 27.pptxGernciadeProduodeMat
 
1ª série Educação Física Marcelo PPT TBC 25 10.pptx
1ª série Educação Física Marcelo PPT TBC 25 10.pptx1ª série Educação Física Marcelo PPT TBC 25 10.pptx
1ª série Educação Física Marcelo PPT TBC 25 10.pptxGernciadeProduodeMat
 
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 2ª Série 28-10-2022 semana 30.pptx
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 2ª Série 28-10-2022 semana 30.pptxMATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 2ª Série 28-10-2022 semana 30.pptx
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 2ª Série 28-10-2022 semana 30.pptxGernciadeProduodeMat
 
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS | 2ª Série 28-10-2022 Semana 31
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS |  2ª Série 28-10-2022 Semana 31MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS |  2ª Série 28-10-2022 Semana 31
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS | 2ª Série 28-10-2022 Semana 31GernciadeProduodeMat
 
CIÊNCIAS DA HUMANAS SOCIAIS E APLICADAS - HISTÓRIA – FERNANDA – 1ª SÉRIE
CIÊNCIAS DA HUMANAS SOCIAIS E APLICADAS - HISTÓRIA – FERNANDA – 1ª SÉRIE CIÊNCIAS DA HUMANAS SOCIAIS E APLICADAS - HISTÓRIA – FERNANDA – 1ª SÉRIE
CIÊNCIAS DA HUMANAS SOCIAIS E APLICADAS - HISTÓRIA – FERNANDA – 1ª SÉRIE GernciadeProduodeMat
 

Mais de GernciadeProduodeMat (20)

SEMANA 02 | BIOLOGIA – BIOLOGIA – 2ª SÉRIE – TEMA: FEUDALISMO E IDADE MÉDIA.
SEMANA 02 | BIOLOGIA – BIOLOGIA – 2ª SÉRIE – TEMA: FEUDALISMO E IDADE MÉDIA.SEMANA 02 | BIOLOGIA – BIOLOGIA – 2ª SÉRIE – TEMA: FEUDALISMO E IDADE MÉDIA.
SEMANA 02 | BIOLOGIA – BIOLOGIA – 2ª SÉRIE – TEMA: FEUDALISMO E IDADE MÉDIA.
 
SEMANA 02 | LÍNGUA PORTUGUESA| IVAIR | 1ª SÉRIE | CONTEXTO DE PRODUÇÃO DO GÊN...
SEMANA 02 | LÍNGUA PORTUGUESA| IVAIR | 1ª SÉRIE | CONTEXTO DE PRODUÇÃO DO GÊN...SEMANA 02 | LÍNGUA PORTUGUESA| IVAIR | 1ª SÉRIE | CONTEXTO DE PRODUÇÃO DO GÊN...
SEMANA 02 | LÍNGUA PORTUGUESA| IVAIR | 1ª SÉRIE | CONTEXTO DE PRODUÇÃO DO GÊN...
 
Semana 02 | Matemática | 1ª série| Notação científica e arredondamento de dados
Semana 02 | Matemática | 1ª série| Notação científica e arredondamento de dados Semana 02 | Matemática | 1ª série| Notação científica e arredondamento de dados
Semana 02 | Matemática | 1ª série| Notação científica e arredondamento de dados
 
Semana 01 - Língua Portuguesa - 3ª Série - Estratégias de leitura e compreens...
Semana 01 - Língua Portuguesa - 3ª Série - Estratégias de leitura e compreens...Semana 01 - Língua Portuguesa - 3ª Série - Estratégias de leitura e compreens...
Semana 01 - Língua Portuguesa - 3ª Série - Estratégias de leitura e compreens...
 
Semana 01 - Matemática - 3ª Série - Porcentagens: cálculo de índices, taxas e...
Semana 01 - Matemática - 3ª Série - Porcentagens: cálculo de índices, taxas e...Semana 01 - Matemática - 3ª Série - Porcentagens: cálculo de índices, taxas e...
Semana 01 - Matemática - 3ª Série - Porcentagens: cálculo de índices, taxas e...
 
Semana 01 - Língua Portuguesa - 2ª Série - Gêneros discursivos
Semana 01 - Língua Portuguesa - 2ª Série - Gêneros discursivos Semana 01 - Língua Portuguesa - 2ª Série - Gêneros discursivos
Semana 01 - Língua Portuguesa - 2ª Série - Gêneros discursivos
 
Semana 01- Matemática - 2ª Série - Polígonos regulares e suas características
Semana 01-  Matemática - 2ª Série - Polígonos regulares e suas característicasSemana 01-  Matemática - 2ª Série - Polígonos regulares e suas características
Semana 01- Matemática - 2ª Série - Polígonos regulares e suas características
 
Semana 01 - HISTÓRIA - 1ª Série - Identidade Cultural
Semana 01 - HISTÓRIA -  1ª Série - Identidade Cultural Semana 01 - HISTÓRIA -  1ª Série - Identidade Cultural
Semana 01 - HISTÓRIA - 1ª Série - Identidade Cultural
 
Semana 01 - Biologia - 1ª Série - Biodiversidade
Semana 01 - Biologia - 1ª Série - BiodiversidadeSemana 01 - Biologia - 1ª Série - Biodiversidade
Semana 01 - Biologia - 1ª Série - Biodiversidade
 
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS TBC 1ª Série 14 11 Semana 33.pptx
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS TBC 1ª Série 14 11  Semana 33.pptxMATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS TBC 1ª Série 14 11  Semana 33.pptx
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS TBC 1ª Série 14 11 Semana 33.pptx
 
LINGUAGENS E SUAS TECNOLOGIAS - LÍNGUA PORTUGUESA 2ª Série Port Ivair PPT TB...
LINGUAGENS E SUAS TECNOLOGIAS -  LÍNGUA PORTUGUESA 2ª Série Port Ivair PPT TB...LINGUAGENS E SUAS TECNOLOGIAS -  LÍNGUA PORTUGUESA 2ª Série Port Ivair PPT TB...
LINGUAGENS E SUAS TECNOLOGIAS - LÍNGUA PORTUGUESA 2ª Série Port Ivair PPT TB...
 
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 2ª Série Mat TBC 28 24 10 Semana 30.pptx
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 2ª Série Mat TBC 28  24 10 Semana 30.pptxMATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 2ª Série Mat TBC 28  24 10 Semana 30.pptx
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 2ª Série Mat TBC 28 24 10 Semana 30.pptx
 
CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS APLICADAS 1ª Séries Hist. TBC Fernanda 18 10 Seman...
CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS APLICADAS 1ª Séries Hist. TBC Fernanda 18 10 Seman...CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS APLICADAS 1ª Séries Hist. TBC Fernanda 18 10 Seman...
CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS APLICADAS 1ª Séries Hist. TBC Fernanda 18 10 Seman...
 
LINGUAGENS E SUAS TECNOLOGIAS 1ª Série Port TBC Ivair 14 11 Semana 33.pptx
LINGUAGENS E SUAS TECNOLOGIAS 1ª Série Port TBC Ivair 14 11 Semana 33.pptxLINGUAGENS E SUAS TECNOLOGIAS 1ª Série Port TBC Ivair 14 11 Semana 33.pptx
LINGUAGENS E SUAS TECNOLOGIAS 1ª Série Port TBC Ivair 14 11 Semana 33.pptx
 
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 1ª Série Mat TBC Silvio 17 10 Semana 29.pptx
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 1ª Série Mat TBC Silvio 17 10 Semana 29.pptxMATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 1ª Série Mat TBC Silvio 17 10 Semana 29.pptx
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 1ª Série Mat TBC Silvio 17 10 Semana 29.pptx
 
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 1ª Série Mat TBC Silvio 04 11 Semana 27.pptx
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 1ª Série Mat TBC Silvio 04 11 Semana 27.pptxMATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 1ª Série Mat TBC Silvio 04 11 Semana 27.pptx
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 1ª Série Mat TBC Silvio 04 11 Semana 27.pptx
 
1ª série Educação Física Marcelo PPT TBC 25 10.pptx
1ª série Educação Física Marcelo PPT TBC 25 10.pptx1ª série Educação Física Marcelo PPT TBC 25 10.pptx
1ª série Educação Física Marcelo PPT TBC 25 10.pptx
 
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 2ª Série 28-10-2022 semana 30.pptx
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 2ª Série 28-10-2022 semana 30.pptxMATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 2ª Série 28-10-2022 semana 30.pptx
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS 2ª Série 28-10-2022 semana 30.pptx
 
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS | 2ª Série 28-10-2022 Semana 31
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS |  2ª Série 28-10-2022 Semana 31MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS |  2ª Série 28-10-2022 Semana 31
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS | 2ª Série 28-10-2022 Semana 31
 
CIÊNCIAS DA HUMANAS SOCIAIS E APLICADAS - HISTÓRIA – FERNANDA – 1ª SÉRIE
CIÊNCIAS DA HUMANAS SOCIAIS E APLICADAS - HISTÓRIA – FERNANDA – 1ª SÉRIE CIÊNCIAS DA HUMANAS SOCIAIS E APLICADAS - HISTÓRIA – FERNANDA – 1ª SÉRIE
CIÊNCIAS DA HUMANAS SOCIAIS E APLICADAS - HISTÓRIA – FERNANDA – 1ª SÉRIE
 

Último

1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...
1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...
1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...azulassessoriaacadem3
 
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial AniversárioDeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial AniversárioIsabelPereira2010
 
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...azulassessoriaacadem3
 
B) RELACIONE os picos (1, 2 e 3) no cromatograma com cada uma das substâncias...
B) RELACIONE os picos (1, 2 e 3) no cromatograma com cada uma das substâncias...B) RELACIONE os picos (1, 2 e 3) no cromatograma com cada uma das substâncias...
B) RELACIONE os picos (1, 2 e 3) no cromatograma com cada uma das substâncias...Prime Assessoria
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...azulassessoriaacadem3
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...azulassessoriaacadem3
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...excellenceeducaciona
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Mary Alvarenga
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...azulassessoriaacadem3
 
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...Prime Assessoria
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...azulassessoriaacadem3
 
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...Prime Assessoria
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...excellenceeducaciona
 
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...apoioacademicoead
 
2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...
2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...
2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...azulassessoriaacadem3
 
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...Prime Assessoria
 
Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...
Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...
Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...
1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...
1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...
 
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial AniversárioDeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
 
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
 
B) RELACIONE os picos (1, 2 e 3) no cromatograma com cada uma das substâncias...
B) RELACIONE os picos (1, 2 e 3) no cromatograma com cada uma das substâncias...B) RELACIONE os picos (1, 2 e 3) no cromatograma com cada uma das substâncias...
B) RELACIONE os picos (1, 2 e 3) no cromatograma com cada uma das substâncias...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
 
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
 
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
 
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
 
2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...
2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...
2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...
 
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
 
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
 
Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...
Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...
Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
 

LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC | (EM13LP02) D15

  • 1. 1ª Série do Ensino Médio LINGUAGENS E SUAS TECNOLOGIAS 2022
  • 2. RECOMPOSIÇÃO DAS APRENDIZAGENS 2022 1º PERÍODO - INSERÇÃO CURRICULAR 14/02/2022 a 18/02/2022 Roteiro de aula 1
  • 3. (EM13LP02) Estabelecer relações entre as partes do texto, tanto na produção como na leitura/escuta, considerando a construção composicional e o estilo do gênero, usando/reconhecendo adequadamente elementos e recursos coesivos diversos que contribuam para a coerência, a continuidade do texto e sua progressão temática, e organizando informações, tendo em vista as condições de produção e as relações lógico-discursivas envolvidas (causa/efeito ou consequência; tese/argumentos; problema solução; definição/exemplos etc.) RECOMPOSIÇÃO DAS APRENDIZAGENS INSERÇÃO CURRICULAR HABILIDADE DA BNCC – 1º BIMESTRE DC-GOEM 2022
  • 4. (GO-EMLP02B) Estruturar as partes de textos escritos e orais, estabelecendo as relações adequadas, considerando a composição presente na disseminação das práticas culturais contemporâneas, no estilo e na sua funcionalidade em diferentes situações de uso para desenvolver as relações de textualidade e de interdiscursividade. HABILIDADE DO SAEGO 2021 D15 - Estabelecer relações lógico-discursivas presentes no texto, marcadas por conjunções advérbios etc. OBJETIVO DE APRENDIZAGEM DO DC-GOEM Textualidade: estrutura do texto. Coesão: conjunções, preposição e pronomes, advérbios (referentes e referenciais, elementos de coesão). Estrutura (textos híbridos e multissemióticos). Tema/assunto, fato e opinião. OBJETIVO DAAULA Compreender as relações lógico-discursivas presentes em gêneros textuais do campo jornalístico. 2022 OBJETOS DE CONHECIMENTO
  • 5. 1º MOMENTO DAAULA CONTEXTUALIZAÇÃO DO CONHECIMENTO Professor(a), Este é o momento em que se pode fazer uma breve investigação acerca dos conhecimentos que os estudantes já possuem em relação aos objetos de conhecimentos previstos para esta aula. Nesse sentido, sugerimos as seguintes estratégias para a realização desta etapa. Ler a crônica “Da timidez”, de Luís Fernando Veríssimo, considerando o contexto de produção e circulação desse gênero textual: por que ele foi escrito? Para quem foi escrito? Como foi escrito? Onde é veiculado? 2022
  • 6. DA TIMIDEZ Ser um tímido notório é uma contradição. O tímido tem horror a ser notado, quanto mais a ser notório. Se ficou notório por ser tímido, então tem que se explicar. Afinal, que retumbante timidez é essa, que atrai tanta atenção? Se ficou notório apesar de ser tímido, talvez estivesse se enganando junto com os outros e sua timidez seja apenas um estratagema para ser notado. Tão secreto que nem ele sabe. É como no paradoxo psicanalítico, só alguém que se acha muito superior procura o analista para tratar um complexo de inferioridade, porque só ele acha que se sentir inferior é doença. […] 2022
  • 7. O tímido tenta se convencer de que só tem problemas com multidões, mas isto não é vantagem. Para o tímido, duas pessoas são uma multidão. Quando não consegue escapar e se vê diante de uma plateia, o tímido não pensa nos membros da plateia como indivíduos. Multiplica-os por quatro, pois cada indivíduo tem dois olhos e dois ouvidos. Quatro vias, portanto, para receber suas gafes. Não adianta pedir para a plateia fechar os olhos, ou tapar um olho e um ouvido para cortar o desconforto do tímido pela metade. Nada adianta. O tímido, em suma, é uma pessoa convencida de que é o centro do Universo, e que seu vexame ainda será lembrado quando as estrelas virarem pó. VERISSIMO, L. F. Comédias para se ler na escola. Rio de Janeiro: Objetiva, 2001, pág. 46 e 47, disponível em: http://gg.gg/xstrt. Acesso em: 11 fev. 2022. 2022
  • 8. #Quais conectivos ligam as orações, os períodos no fragmento a seguir? DA TIMIDEZ [...] O tímido tenta se convencer de que só tem problemas com multidões, mas isto não é vantagem. Para o tímido, duas pessoas são uma multidão. Quando não consegue escapar e se vê diante de uma plateia, o tímido não pensa nos membros da plateia como indivíduos. Multiplica-os por quatro, pois cada indivíduo tem dois olhos e dois ouvidos. Quatro vias, portanto, para receber suas gafes. Não adianta pedir para a plateia fechar os olhos, ou tapar um olho e um ouvido para cortar o desconforto do tímido pela metade. Nada adianta. O tímido, em suma, é uma pessoa convencida de que é o centro do Universo, e que seu vexame ainda será lembrado quando as estrelas virarem pó. (VERÍSSIMO, L. F. Comédias para se ler na escola. São Paulo: Objetiva, 2001.) Disponível em: http://gg.gg/xstrt. Acesso em: 28 jan. 2022. 2022 Deamstime
  • 9. 2022 Deamstime #REFLETINDO A LINGUAGEM  Que efeitos de sentido as palavras destacadas geram no texto?  Como seria a leitura do fragmento sem elas?  Que outras escolhas o autor poderia fazer para preservar o sentido pretendido?
  • 10. Professor(a), você poderá utilizar outros trechos da crônica "Da timidez", de Luís Fernando Veríssimo, para desenvolver outras atividades com os(as) estudantes, no sentido de reconhecer o papel dos conectivos nesse gênero textual, considerando o tipo de linguagem empregada em função da intencionalidade comunicativa da crônica. 2022
  • 11. 2022 2º MOMENTO DAAULA APRESENTAÇÃO DOS CONHECIMENTOS NOVOS Professor(a), Sugerimos a apresentação dos conhecimentos novos, previstos para esta aula, conforme objetivos de aprendizagem do DC-GOEM 2021, habilidade da BNCC e habilidades SAEGO 2021. De forma expositiva, comente sobre a finalidade da crônica e levante aspectos relacionados ao papel das conjunções e advérbios e como esses elementos promovem a coesão e coerência no gênero textual crônica.
  • 12. Advérbio é uma palavra invariável que acompanha o verbo, modificando seu sentido. #O que é um advérbio? Classificação Exemplos Advérbios de afirmação Sim, certamente, efetivamente, realmente, etc. Advérbios de dúvida Acaso, porventura, possivelmente, provavelmente, quiçá, talvez, etc. Advérbios de intensidade Assaz, bastante, bem, demais, mais, menos, muito, pouco, quanto, quão, quase, tanto, tão, etc. Advérbios de lugar Abaixo, acima, adiante, aí, além, ali, aquém, aqui, atrás, através, cá, defronte, dentro, detrás, fora, junto, lá, longe, onde, perto, etc. Advérbios de modo Assim, bem, debalde, depressa, devagar, mal, melhor, pior; e quase todos terminados em -mente: fielmente, levemente, etc. Advérbios de negação Não, tampouco (=também não) Advérbios de tempo Agora, ainda, amanhã, anteontem, antes, breve, cedo, depois, então, hoje, já, jamais, logo, nunca, ontem, outrora, sempre, tarde, etc. 2022 Deamstime Disponível em: http://gg.gg/xstu2. Acesso em: 28 jan. 2022.
  • 13. Classificação Exemplos Advérbios demonstrativos Aqui, então, agora, aí, etc. Advérbios relativos Onde, como, quando, etc. Advérbios interrogativos Quando?, onde?, como? #O que é um advérbio? Advérbio é uma palavra invariável que acompanha o verbo, modificando seu sentido. 2022 Deamstime Disponível em: http://gg.gg/xstv8. Acesso em: 28 jan. 2022.
  • 14. As conjunções são vocábulos gramaticais cuja função é reunir ou relacionar orações em um mesmo enunciado. #O que são conjunções? Tipos de conjunções coordenativas Exemplos de conjunções coordenativas Exemplos de frases Aditivas (expressam adição) e; nem; também; bem como; não só...mas também. Eu vi o Pedro na praia e conversei com ele. Adversativas (expressam oposição) mas; porém; contudo; todavia; entretanto; no entanto; não obstante. Meu irmão aceitou o novo emprego, mas não está satisfeito. Alternativas (expressam alternância) ou; ou...ou; já…já; ora...ora; quer...quer; seja...seja. Você vai direta para o seu trabalho ou você vai a sua casa antes? Conclusivas (expressam conclusão) logo; pois; portanto; assim; por isso; por consequência; por conseguinte. O diretor não concorda com a votação, logo não se vai envolver no processo. Explicativas (expressam explicação) que; porque; porquanto; pois; isto é. Saí de forma apressada, porque não o queria encontrar. Deamstime 2022 Disponível em: http://gg.gg/xstvg. Acesso em: 23 jan. 2022, e disponível em: http://gg.gg/xstvn. Acesso em: 23 jan. 2022.
  • 15. COESÃO E COERÊNCIA A coesão é o mecanismo relacionado com elementos que asseguram a ligação entre palavras e frases, de modo a interligar as diferentes partes de um texto. A coerência, por sua vez, é responsável por estabelecer a ligação lógica entre ideias, para que, juntas, elas garantam que o texto tenha sentido. Disponível em: http://gg.gg/xstvs. Acesso em: 23 jan. 2022. 2022 Deamstime
  • 16. 2022 3º MOMENTO DAAULA APLICAÇÃO DOS CONHECIMENTOS É o momento em que você, professor, oportunizará aos estudantes uma atividade de forma que apliquem os conhecimentos, a fim de que observe se as habilidades previstas para a aula estão sendo desenvolvidas ou não.
  • 18. Olhos Verdes [...] Como se lê num espelho Pude ler nos olhos seus! Os olhos mostram a alma, Que as ondas postas em calma Também refletem os céus; Mas, ai de mim! Nem já sei qual fiquei sendo Depois que os vi! [...] DIAS, Gonçalves. Poemas. Rio de Janeiro: Ediouro. 1997. Leia o texto a seguir. Disponível em: https://www.escritas.org/pt/t/13055/olhos-verdes. Acesso em: 23 jan. 2022. 2022
  • 19. Nos versos, “Mas, ai de mim!/ Nem já sei qual fiquei sendo”, as conjunções destacadas estabelecem, respectivamente, uma relação de (A) adição e oposição. (B) contraste e adição. (C) explicação e adição. (D) conclusão e oposição. (E) alternância e conclusão. (B) contraste e adição. 2022
  • 20. (Enem/2011) Leia o texto a seguir. Cultivar um estilo de vida saudável é extremamente importante para diminuir o risco de infarto, mas também de problemas como morte súbita e derrame. Significa que manter uma alimentação saudável e praticar atividade física regularmente já reduz, por si só, as chances de desenvolver vários problemas. Além disso, é importante para o controle da pressão arterial, dos níveis de colesterol e de glicose no sangue. Também ajuda a diminuir o estresse e aumentar a capacidade física, fatores que, somados, reduzem as chances de infarto. Exercitar-se, nesses casos, com acompanhamento médico e moderação, é altamente recomendável. (ATALIA, M. Nossa vida. Época, 23 mar. 2009.) 2022
  • 21. As ideias veiculadas no texto se organizam estabelecendo relações que atuam na construção do sentido. A esse respeito, identifica-se, no fragmento, que o/a (A) a expressão “Além disso” marca uma sequenciação de ideias. (B) conectivo “mas também” inicia oração que exprime ideia de contraste. (C) termo “como”, em “como morte súbita e derrame”, introduz uma generalização. (D) termo “Também” exprime uma justificativa. (E) termo “fatores” retoma coesivamente “níveis de colesterol e de glicose no sangue”. (A) expressão “Além disso” marca uma sequenciação de ideias. 2022
  • 23. 2022 4º MOMENTO DAAULA SISTEMATIZAÇÃO DOS CONHECIMENTOS Professor(a), Sugerimos o desenvolvimento desta estratégia direcionada à sistematização dos conhecimentos aplicados nesta aula, tendo em vista o(s) objetivo(s) previstos (uma etapa que permitirá avaliar em que medida os estudantes aprenderam o que proposto). Estratégias: 1. trabalhar gêneros textuais/leitura colaborativa; 2. observar e comentar a relação estabelecida pelos conectivos; 3. oportunizar que os estudantes expressem o entendimento.
  • 24. LEIA ESSES VERSOS DE CARLOS DRUMMONND DE ANDRADE POESIA “Gastei uma hora pensando um verso Que a pena não quer escrever. No entanto ele está cá dentro Inquieto, vivo. Ele está cá dentro E não quer sair. Mas a poesia deste momento Inunda minha vida inteira”. Disponível em: https://www.pensador.com/frase/NTgyMDM0/ . Acesso em: 22 jan. 2022. No entanto está ligado ao sentido do verso anterior. Indica uma relação de oposição (mas). Mas está ligado ao sentido do verso anterior. Indica uma relação de oposição. 2022
  • 25. “No entanto” e “Mas” São exemplos de conjunções adversativas, indicam uma ideia de contraste, oposição. Elas estabelecem a ligação entre os versos dando um sentido, estabelecendo uma relação, nesse caso, de oposição. Esses articuladores ou conectivos estabelecem a coesão textual, contribuem para a progressão temática e a clareza do texto (coerência). MECANISMOS DE COESÃO 2022 Deamstime
  • 26. Disponível em: https://tinyurl.com/GEPROMLP770 . Acesso em: 23 jan. 2022. No segundo quadrinho, temos “Mas o fato é que você não consegue interagir.” A conjunção “mas” estabelece uma relação de oposição, contraste. A conjunção indica a indiferença em relação à declaração feita no primeiro quadrinho: “Eu te conto todos os meus problemas, Garfield”. CONJUNÇÃO ADVERSATIVA 2022
  • 27. Disponível em: https://www.todamateria.com.br/conjuncao/ . Acesso em: 23 jan. 2022. A conjunção “nem” estabelece uma relação de acréscimo, de soma. Temos, nesse caso, a conjunção aditiva. CONJUNÇÃO ADITIVA 2022
  • 28. Disponível em: https://www.escritas.org/pt/t/1725/ou-isto-ou-aquilo . Acesso em: 23 jan. 2022. Ou isto ou aquilo Ou se tem chuva e não se tem sol, ou se tem sol e não se tem chuva! [...] Ou guardo dinheiro e não compro o doce, ou compro o doce e não guardo o dinheiro. Ou isto ou aquilo: ou isto ou aquilo... e vivo escolhendo o dia inteiro! CONJUNÇÃO ALTERNATIVA No poema de Cecília Meireles, percebemos a presença da conjunção “ou”, essa conjunção exprime escolha de pensamentos: em seu poema “Ou isto ou aquilo”. 2022
  • 29. Disponível em: http://gg.gg/xstwf Acesso em: 23 jan. 2022. CONJUNÇÃO EXPLICATIVA No segundo quadrinho, na fala do personagem “de mim porque não sei jogar bola!”, a conjunção porque estabelece uma relação explicativa. Explica-se a causa pela qual riram dele. 2022
  • 30. Estabelece relação de conclusão entre as orações ou os termos conectados. Como exemplos de conjunções aditivas temos “pois”, “portanto”, “logo”, “assim”, “então”, entre outras. • Eu saí de casa atrasado, logo, perdi o voo. • Era muito gulosa, então, não sobrou comida. • O céu estava muito escuro, portanto, ia chover. CONJUNÇÃO CONCLUSIVA Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/conjuncao.htm. Acesso em: 23 jan. 2022. 2022
  • 31. CIPRO NETO, Pasquale; INFANTE, Ulisses. Gramática de língua portuguesa. 3. ed. São Paulo: Scipione Didáticos, 2011. COCHAR, Thereza; CEREJA, William. Texto & Interação. São Paulo: Saraiva, 2009. COESÃO E COERÊNCIA. Disponível em: https://www.significados.com.br/coesao-e-coerencia/. Acesso em: 23 jan. 2022. CONJUNÇÃO. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/gramatica/conjuncao.htm. Acesso em: 23 jan. 2022. ATWOO, William G. A leoa e seu filhote. Trad. Bárbara Heliodora. Rio de Janeiro: Zahar, 1982. p. 139. 2022 REFERÊNCIAS/BIBLIOGRAFIAS SOLÉ, Isabel. Estratégia de leitura. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2012.
  • 32. VERISSIMO, L. F. Comédias para se ler na escola. Rio de Janeiro: Objetiva, 2001, pág. 46 e 47, disponível em: http://gg.gg/xstrt. Acesso em: 11 fev. 2022. 2022 REFERÊNCIAS/BIBLIOGRAFIAS
  • 33. Governo do Estado de Goiás Ronaldo Ramos Caiado Secretária de Educação do Estado Aparecida de Fátima Gavioli Soares Pereira Superintendência de Ensino Médio Osvany da Costa Gundim Cardoso Gerente de Produção de material para o Ensino Médio Vanuse Batista Pires Ribeiro Elaborador do Material de Linguagens e suas tecnologias Ivair Alves de Souza

Notas do Editor

  1. Professor(a), Sugerimos neste slide apresentarmos a Habilidade da BNCC que será trabalhada no Plano de ampliação e Recuperação da Aprendizagem. Essa habilidade pode ser trabalhada nas três séries. No próximo slide, apresentamos o objetivo da aprendizagem conforme DC-GOEM.
  2. Professor(a), Apresentação do objetivo da aprendizagem e, em seguida, teremos o entrelaçamento que trabalhará a habilidade específica conforme a Habilidade SAEGO.
  3. Professor(a), Aqui pode-se fazer uma leitura colaborativa, apontado os conectivos destacados e inquirindo sobre as relações de sentido estabelecidas no período.
  4. Professor(a), Aqui pode-se fazer uma leitura colaborativa, apontado os conectivos destacados e inquirindo sobre as relações de sentido estabelecidas no período.
  5. Professor(a), Sugerimos a apresentação dos conhecimentos novos, previstos para esta aula, conforme objetivos de aprendizagem do DC-GOEM 2021, habilidade da BNCC e habilidades SAEGO 2021. Comentar sobre os advérbios.
  6. Comentar sobre as conjunções.
  7. Conceituando.
  8. Nessa tela, é possível levantamento de hipóteses sobre as substituições pertinentes ao termo “olhos seus”.
  9. Professor(a), Em seguida virão exemplificações das conjunções e suas relações no contexto.
  10. Nesse momento a aplicação e explicação das palavras que estabelecem coesão no contexto. Nesse caso são apresentadas as conjunções adversativas.
  11. Explicação sobre o uso das conjunções “no entanto” e “Mas” – conjunções que estabelecem a ideia de oposição/contraste.
  12. Nesse slide, apresentamos mais uma vez a ocorrência da conjunção adversativa. Importante uma leitura colaborativa ou mesmo uma encenação da tirinha. (Solicitar a participação dos estudantes).
  13. Professor(a), Sugerimos que os gêneros textuais (cartuns/tirinhas) podem ser trabalhadas de forma coletiva. Orientar os estudantes que observem a ideia de acréscimo estabelecida pela conjunção aditiva “nem”.
  14. A partir da leitura da Poema “Ou isto ou aquilo” (Cecília Meireles), podemos observar no contexto a ideia de escolha de pensamento, escolha de possibilidades com a Conjunção Alternativa.
  15. A conjunção “porque” nesse contexto estabelecendo a relação explicativa da situação.
  16. As conjunções “logo”, “então” e “portanto” estabelecem a ideia de conclusão. Antecipam a situação resultante da primeira ação, anunciada na primeira oração.