Fenômenos e propriedades da matéria

981 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
981
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
44
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fenômenos e propriedades da matéria

  1. 1. FENÔMENOS E PROPRIEDADES DA MATÉRIA QUÍMICA Prof Carlos Priante AULA 9
  2. 2. Matéria é tudo aquilo que ocupa lugar no espaço e possui uma massa. Corpo é uma porção limitada de matéria (quantidade) Substância é uma determinada variedade de matéria (qualidade)
  3. 3. Ferro Matéria Barra de Ferro Corpo
  4. 4. Substancias Simples Substancias Compostas
  5. 5. Mas e o AR ???
  6. 6. FENÔMENOS QUÍMICOS E FÍSICOS  Os corpos estão sempre em mudança,  Estas mudanças podem alterar sua composição e estão ocorrendo a cada instante,  Se chamam fenômenos estas mudanças que transformam os corpos e matérias.
  7. 7. FENÔMENO QUÍMICO Ocorre quando um fenômeno provoca modificações nas características de uma substancia a ponto de transformá- la em outra substancia,
  8. 8. FENÔMENO FÍSICO São as transformações quantitativas da matéria e suas mudanças de posição, do corpo, no espaço.
  9. 9. EXEMPLOS
  10. 10. F Í S I C O
  11. 11. Químico
  12. 12. Químico
  13. 13. FÍSICO
  14. 14. Químico
  15. 15. F Í S I C O
  16. 16. Químico
  17. 17. Químico
  18. 18. FÍSICO
  19. 19. PROPRIEDADES DA MATÉRIA  Observando a estrutura da matéria e os fenômenos em que elas estão envolvidas, é possível determinar suas propriedades.  Algumas propriedades são comuns a todos os tipos de matéria, sem exceção, estas são as propriedades gerais.  Através das propriedades específicas podemos diferenciar uma matéria da outra, esta propriedades são características de cada tipo de matéria.
  20. 20. PROPRIEDADES GERAIS
  21. 21. EXTENSÃO  Cada matéria ocupa um lugar no espaço. Isto é, uma determinada extensão.  Esta extensão é medida por volume.
  22. 22. IMPENETRABILIDADE  Dois corpos não ocupam o mesmo lugar, ao mesmo tempo, no espaço.  Sendo assim, onde entra uma porção da matéria, uma outra porção do mesmo volume deve sair.
  23. 23. MASSA  É a quantidade de matéria que forma um determinado corpo.  É medida em quilograma (kg).
  24. 24. ANEXO QUAL A DIFERENÇA ENTRE MASSA E PESO ?
  25. 25.  Massa é a quantidade de matéria presente em um corpo e medida numa balança.  No Sistema Internacional de Unidades, sua unidade padrão é o quilograma (kg).  O peso pode ser calculado por meio da multiplicação entre a massa do corpo e a aceleração da gravidade local: P = m.g  A unidade padrão do peso no SI é o Newton (1 N = 1 kg . m/s2).
  26. 26.  Meu peso é 70Kg !!!  Não, você tem massa de 70kg  Nossa, que interessante , mas e meu peso!  É mesmo né !! Seu peso será de P= 70 x 9,789 m/s², ou seja 686N  Poxa vida hein, sou pesado !  Seu gordo !!  E seu eu fosse pra Lua ?  Que pergunta interessante, se você fosse pra Lua seu peso seria de 112N já que a aceleração da gravidade lá é de 1,6 m/s²!  Uhh sou mais magro, tchau vou pra Lua !!  Vai tarde !!
  27. 27. VOLTANDO...
  28. 28. COMPRESSIBILIDADE  É a propriedade de um corpo de reduzir de volume quando é realizada uma pressão sobre este corpo.  Isto ocorre pois há espaços entre as partículas que formam uma matéria,  Algumas substancias são mais facilmente comprimíeis que outras.
  29. 29. ANEXO PRESSÃO E PRESSÃO ATMOSFÉRICA
  30. 30.  Pegue sua caneta ou lápis e pressione seu dedo na parte não apontada !  Agora com a mesma força pressione a parte apontada !  Você sentiu dor ?  Quando pressionou qual parte ?  Mas porque, se você aplicou a mesma força ?
  31. 31.  Pressão (p) como sendo a razão entre a intensidade da força (F), aplicada perpendicularmente a uma superfície, e a área (A) dessa superfície:  A unidade de pressão no Sistema Internacional de Unidades é o newton por metro quadrado (N/m2), também conhecida como pascal (Pa). Logo:
  32. 32.  Você sentiu dor ao pressionar a extremidade com ponta porque a pressão é maior sobre uma superfície de uma área menor.
  33. 33.  Pressão atmosférica é a pressão que a atmosfera exerce sobre a superfície da Terra.  Essa pressão se deve ao fato de a atmosfera ser composta por uma mistura de gases, sendo a maior parte formada pelos gases oxigênio e nitrogênio.  Esses gases formam o ar que sofre a ação do campo gravitacional terrestre e assim exerce pressão em todos os corpos na superfície da Terra.  Normalmente não se sente a pressão atmosférica porque ela se aplica igualmente em todos os pontos do corpo, porém, seu valor varia de acordo com as condições do tempo e a altitude.
  34. 34.  A pressão atmosférica normal ao nível do mar é:
  35. 35. VOLTANDO...
  36. 36. ELASTICIDADE  É a propriedade que permite que um corpo comprimido recupere seu volume inicial.  Assim como na compressibilidade, algumas substâncias são mais elásticas que outras.
  37. 37. INÉRCIA  A matéria conserva seu estado de repouso ou de movimento, a menos que uma força aja sobre ela.  Esta característica de conservar seu estado inicial é chamada de inércia.
  38. 38. DIVISIBILIDADE  A matéria pode ser dividida em pedaços menores.  A sequencia de fragmentação de uma matéria mostra que ela é divisível.
  39. 39. DESCONTINUIDADE  A matéria é descontínua, isto é, há espaço vazio entre as menores partículas que a formam.  Toda matéria é descontínua, por mais compacta que pareça.  Estes espaços entre uma molécula e outra podem ser maiores ou menores tornando a matéria mais ou menos dura.
  40. 40. PROPRIEDADES ESPECÍFICAS
  41. 41. PROPRIEDADES ORGANOLÉPTICAS São as propriedades percebidas pelos sentidos:  Cor: A matéria pode ser colorida ou incolor.Esta propriedade pode ser percebida pela visão.  Brilho: Capacidade de uma substância de refletir luz é a que determina seu brilho.Percebemos o brilho pela visão.  Sabor: Uma substância pode ser insípida (sem sabor) ou sápida (com sabor). Esta propriedade é percebida pelo paladar.  Odor: A matéria pode ser inodora (sem cheiro) ou odorífera (com cheiro). Esta propriedade é percebida pelo olfato.
  42. 42. PROPRIEDADES FÍSICAS São aquelas que podem ser observadas através da ação mecânica sobre um determinado corpo, ou pela ação da energia térmica (calor):  Ponto de fusão: Designa a temperatura à qual uma substância passa do estado sólido para o estado líquido. Também usado para saber se uma substância é pura (quando a temperatura se mantém constante).  Ponto de ebulição: Designa a temperatura à qual a substância passa do estado gasoso.
  43. 43. ANEXO EXISTE DIFERENÇA ENTRE CALOR E TEMPERATURA ???
  44. 44.  Os átomos e moléculas estão sempre em movimento, este movimento vibratório da origem a energia térmica.  Esta energia pode ser transferida e ocorre quando dois corpos possuem temperaturas diferentes, tendendo ao equilíbrio térmico, ou seja, a transferência de energia térmica, ou calor, ocorre enquanto existir a diferença de temperatura.  A temperatura é a grandeza física, um valor numérico, que nos possibilita entender as sensações de quente e frio.Temperatura está associada ao estado de agitação das moléculas de um corpo.
  45. 45.  A unidade de medida de calor no SI é o joule.  O calor pode aumentar a temperatura de um corpo, assim podemos medi-lo por caloria,  A caloria é a quantidade de calor necessária para eleva. 1°C a temperatura de 1g de água.  A temperatura pode ser medida através de termômetros,  Sua escala no SI é o Kelvin ( não possui valores negativos, 0 é absoluto, 0 K = -273°C) e o Celsius (0 a 100°).
  46. 46. VOLTANDO...
  47. 47.  Combustão: É a propriedade que algumas substâncias tem de reagir na presença de oxigênio.  Densidade : É a divisão da quantidade de matéria (massa) e o seu volume. A densidade absoluta de um corpo é m/v. O que pesa mais, 1 kg de chumbo ou 1 kg de algodão? Na realidade, eles possuem a mesma massa, portanto, o “peso” deles é o mesmo. Porém, a diferença consiste na densidade, pois 1 kg de chumbo se concentra em um volume muito menor que 1 kg de algodão. A densidade do algodão é pequena, porque sua massa se espalha em um grande volume.
  48. 48.  Dureza: É a resistência que a superfície de um material tem ao risco.Um material é mais duro que o outro quando consegue riscar esse outro deixando um sulco. Para se medir a dureza utiliza-se uma tabela de 1 a 10 , o valor um corresponde ao mineral menos duro que se conhece, o talco. O valor dez é a dureza do diamante, o mineral mais duro que se conhece.  Maleabilidade: Propriedade que permite à matéria ser moldada. Existem materiais maleáveis e não-maleáveis.  Ductilidade: Propriedade que permite transformar materiais em fios. Um exemplo é o cobre, usado em forma de fios em instalações elétricas e o ferro na fabricação de arames.  Magnetismo: Algumas substâncias têm a propriedade de serem atraídas por ímãs, são as substâncias magnéticas.
  49. 49. PROPRIEDADES QUÍMICAS Estão relacionadas com as reações químicas e funções inorgânicas e inorgânicas que esta pode apresentar:  Ácido  Base  Óxidos  Sais  etc
  50. 50. DÚVIDAS ???

×