SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 20
Lei da Conservação da Massa de Lavoisier
                 “O Pai da Química”




Colégio ISBA         Prof. Augusto Sérgio
Resumo Teórico
2


       Leis Ponderais
         Objetivos:Verificar que numa reação química a
          massa se conserva, ou seja a massa dos
          reagentes é igual a massa dos produtos.
         Compreender que esta Lei se aplica a reações
          químicas realizadas em sistemas fechados.
       Metodologia: Aprender Química a partir da
        História do Pai da Química: Antoine Laurent
        Lavoisier.
Lei da Conservação da Massa - 1773
           (Lavoisier “O Pai da Química”)
3


   Como era a Química antes da Lei da   (1743-1794)
    Conservação da Massa?

   No século XVIII se desenvolve a
    Teoria do Flogístico;

   Lavoisier derruba a Teoria do
    Flogístico com suas experiências;

   O que mudou a partir da Teoria de
    Lavoisier?

   Qual o impacto da Lei de Lavoisier
    na Química Moderna?

   Quem foi Lavoisier?

   Lavoisier e a Revolução Francesa.
Três balanças Mudaram a História da
    Química
4




           Mercúrio + Oxigênio  Óxido de Mercúrio
         (Massa dos Reagentes) = (Massa dos Produtos)
Lei de Lavoisier ou
Lei da Conservação da Massa

A soma das massas dos
reagentes em uma reação
química é igual à soma
das massas dos produtos
em ambiente fechado.
    Capítulo 3 – Introdução ao conceito de reação química
Lei de Lavoisier ou
  Lei da Conservação da Massa



Magnésio + Oxigênio                                   Óxido de magnésio

  24g                         16g                               40g



          Reagentes                                             Produto

   24g         +        16g                           =         40g
        Capítulo 3 – Introdução ao conceito de reação química
Situações envolvendo a Lei de
       Lavoisier
7




    Ao se queimar
    papel ou palha
    de aço numa
    balança de dois
    pratos observa-
    se perda ou
    ganho de
    massa.

    Isto viola a Lei
    de Lavoisier?

    Pense!
Comparando as duas situações
8


                                 Combustão da Palha de
        Combustão do Papel
                                         aço
        A diminuição de         O aumento de massa
        massa é devido a          ocorre porque o ferro
        formação de gás           se combina com
        carbônico;                oxigênio do ar
       Como sistema não          formando o Óxido de
        está fechado o gás        Ferro.
        escapa para o
        ambiente.
Combustão do Papel

    Papel + Oxigênio  Cinzas + Gás carbônico

           Combustão da Palha de aço

        Ferro + Oxigênio  Óxido de Ferro
                               Se essas
                               reações
                                fossem
                            realizadas em
                               sistema
                              fechado, a
9                              massa se
De Olho No Vestibular
10

 (Fuvest-SP) Os pratos A e B de uma balança foram equilibrados com um
 pedaço de papel em cada prato e efetuou-se a combustão apenas do
 material contido no prato A. Esse procedimento foi repetido com palha de
 aço em lugar de papel. Após cada combustão, observou-se:
 





                         Com papel     Com palha de aço

         a)   A e B no mesmo nível   A e B no mesmo nível
         b)   A abaixo de B          A abaixo de B
         c)   A acima de B           A acima de B
        d)   A acima de B           A abaixo de B
         e)   A abaixo de B          A e B no mesmo nível

Explicando em nível microscópico
        a Lei de Lavoisier

 Numa reação química, os átomos apenas se recombinam.
 Então, já que os átomos não são destruídos nem formados, a
 massa de reagentes é sempre igual à de produtos.


    2 H2 (g)          +            1 O2 (g)                          2 H2O (g)




                                                                                  ADILSON SECCO
                    Antes                                               Depois
 4 átomos de H               2 átomos de O                        4 átomos de H
                                                                  2 átomos de O


         Capítulo 4 – Do macroscópico ao microscópico: átomos e moléculas
Lei de Proust ou
        Lei das Proporções Constantes
 Dados experimentais referentes à decomposição de amostras
 de diferentes massas de água pura:

             água                        hidrogênio + oxigênio
              9    g                           1      g                 8     g
             18    g                           2      g                16     g
             27    g                           3      g                24     g
            100    g                       11,11      g             88,89     g


 massa de hidrogênio               1g              2g              3g         11,11 g
                             =             =               =              =
  massa de oxigênio                 8g            16 g             24 g       88,89 g



           Capítulo 3 – Introdução ao conceito de reação química
Lei de Proust ou
Lei das Proporções Constantes


  A proporção em massa das
  substâncias que reagem e
   que são produzidas numa
   reação é fixa, constante e
          invariável.
     Capítulo 3 – Introdução ao conceito de reação química
Composição Centesimal ou
   Fórmula Percentual

  A Fórmula Percentual indica a
massa de cada elemento químico
que existe em 100 partes de massa
  ( 100g, 100 Kg ) da substância.

     Capítulo 3 – Introdução ao conceito de reação química
água                            hidrogênio            +   oxigênio
              9g                                  1g                       8g

                 % em massa de Hidrogênio

9g de água ------------- 1g de Hidrogênio

100g de água ----------         X

      9            1                             X = 100
     100 =         X         9 . X = 100. 1
                                                      9

                                                            X = 11,1g ou 11,11% de H
% em massa de Oxigênio
 9g de água ------------- 8g de Oxigênio
                                                           X = 88,89g ou 88,89% de O
 100g de água ---------- – Introdução ao conceito de reação química
               Capítulo 3
                              X
(FUVEST-SP) Devido à toxidade do mercúrio, em caso de
     derramamento desse metal, costuma-se espalhar enxofre
     no local para removê-lo. Mercúrio e enxofre reagem,
     gradativamente, formando sulfeto de mercúrio. Para fins
     de estudo, a reação pode ocorrer mais rapidamente, se as
     duas substâncias forem misturadas num almofariz. Usando
     esse procedimento, foram feitos dois esperimentos. No
     primeiro, 5,0 g de mercúrio e 1,0 g de enxofre reagiram,
     formando 5,8 g do produto, sobrando 0,2 g de enxofre. No
     segundo experimento, 12,0 g de mercúrio e 1,6 g de
     enxofre forneceram 11,6 g do produto, restando 2,0 g de
     mercúrio.
     Mostre que os dois experimentos estão de acordo com a
     lei da conservação da massa (Lavoisier) e a lei das
     proporções definidas (Proust).

16
mercúrio +   enxofre  sulfeto de mercúrio          excesso

     I. 5,0 g      1,0 g               5,8 g         0,2 g de enxofre

 II. 12,0 g        1,6 g               11,6 g      2,0 g de mercúrio

     Massas que reagiram efetivamente:

      mercúrio +   enxofre  sulfeto de mercúrio excesso

     I. 5,0 g      0,8 g               5,8 g       0,2 g de enxofre

 II. 10,0 g        1,6 g              11,6 g       2,0 g de mercúrio

 massa de mercúrio          5,0       10,0
                        =         =            =   6,25
     massa de enxofre       0,8       1,6
17
Explicando em nível microscópico
         a Lei de Proust




                                                                          ADILSON SECCO
   2 H2O (l)                            2 H2 (g) + 1 O2 (g)

                                                                                             A proporção se
                                                                                             mantém




                                                                             ADILSON SECCO
                                                                                             constante mesmo
                                                                                             que as
                                                                                             quantidades de
                                                                                             reagentes e
                                                                                             produtos sejam
                                                                                             alteradas.


   4 H2O (l)                            4 H2 (g) + 2 O2 (g)

       Capítulo 4 – Do macroscópico ao microscópico: átomos e moléculas
Lei de Proust ou
Lei das Proporções Constantes

 Assim, a proporção entre os elementos que compõem a água
 permanece constante: a massa de oxigênio sempre é 8 vezes
 maior que a massa de hidrogênio.


 Segundo Proust, uma certa substância composta sempre é
 formada pelos mesmos elementos químicos numa mesma
 proporção, em massa.




           Capítulo 3 – Introdução ao conceito de reação química
Lei de Proust ou
Lei das Proporções Constantes

 Substâncias puras e misturas

  Substâncias puras têm composição constante.

    Exemplo: água pura.

  Misturas não têm composição constante.

    Exemplo: mistura de água e sal.




           Capítulo 3 – Introdução ao conceito de reação química

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Estudo dos gases slides
Estudo dos gases   slidesEstudo dos gases   slides
Estudo dos gases slides
 
Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)
 
Reações químicas
Reações químicasReações químicas
Reações químicas
 
Balanceamento de equações químicas
Balanceamento de equações químicasBalanceamento de equações químicas
Balanceamento de equações químicas
 
Eletroquimica
EletroquimicaEletroquimica
Eletroquimica
 
Reações Químicas
Reações QuímicasReações Químicas
Reações Químicas
 
Leis ponderais
Leis ponderaisLeis ponderais
Leis ponderais
 
1. introdução a química
1. introdução a química1. introdução a química
1. introdução a química
 
Estequiometria
EstequiometriaEstequiometria
Estequiometria
 
Aula Digital de Química - Ácidos e Bases
Aula Digital de Química - Ácidos e BasesAula Digital de Química - Ácidos e Bases
Aula Digital de Química - Ácidos e Bases
 
Transformação da Materia
Transformação da MateriaTransformação da Materia
Transformação da Materia
 
Separação de Misturas
Separação de MisturasSeparação de Misturas
Separação de Misturas
 
Funções Inorgânicas
Funções InorgânicasFunções Inorgânicas
Funções Inorgânicas
 
Introduçao ao estudo da química
Introduçao ao estudo da químicaIntroduçao ao estudo da química
Introduçao ao estudo da química
 
Equilíbrio Químico
Equilíbrio QuímicoEquilíbrio Químico
Equilíbrio Químico
 
9 ano mudanças de estado físico
9 ano mudanças de estado físico9 ano mudanças de estado físico
9 ano mudanças de estado físico
 
Reações químicas ppt
Reações químicas pptReações químicas ppt
Reações químicas ppt
 
9 ano propriedades da matéria
9 ano propriedades da matéria9 ano propriedades da matéria
9 ano propriedades da matéria
 
Aula 8 sais e oxidos
Aula 8   sais e oxidosAula 8   sais e oxidos
Aula 8 sais e oxidos
 
PH e pOH
  PH  e pOH  PH  e pOH
PH e pOH
 

Semelhante a Leis ponderais

LEIS PONDERAIS.pptx....................................
LEIS PONDERAIS.pptx....................................LEIS PONDERAIS.pptx....................................
LEIS PONDERAIS.pptx....................................GracyPacheco1
 
09 calculo estequiometrico
09 calculo estequiometrico09 calculo estequiometrico
09 calculo estequiometricoresolvidos
 
ESTEQUIOMETRIA DAS REAÇÕES QUIMICAS..ppt
ESTEQUIOMETRIA DAS REAÇÕES QUIMICAS..pptESTEQUIOMETRIA DAS REAÇÕES QUIMICAS..ppt
ESTEQUIOMETRIA DAS REAÇÕES QUIMICAS..pptFabianoSales13
 
Leis ponderais e_modelo_de_dalton
Leis ponderais e_modelo_de_daltonLeis ponderais e_modelo_de_dalton
Leis ponderais e_modelo_de_daltonJoanna de Paoli
 
Aula 01.1 - 9º Claretiano - Módulo 01 - Setor A.pptx
Aula 01.1 - 9º Claretiano - Módulo 01 - Setor A.pptxAula 01.1 - 9º Claretiano - Módulo 01 - Setor A.pptx
Aula 01.1 - 9º Claretiano - Módulo 01 - Setor A.pptxNivaldoJnior16
 
Leis ponderais e o modelo atmico de dalton
Leis ponderais e o modelo atmico de daltonLeis ponderais e o modelo atmico de dalton
Leis ponderais e o modelo atmico de daltonKarol Maia
 
Estequiometria - Prof. Fernando Abreu
Estequiometria - Prof. Fernando AbreuEstequiometria - Prof. Fernando Abreu
Estequiometria - Prof. Fernando AbreuFernando Abreu
 
Aula 9 lei de lavoisier e lei de proust
Aula 9   lei de lavoisier e lei de proustAula 9   lei de lavoisier e lei de proust
Aula 9 lei de lavoisier e lei de proustprofNICODEMOS
 
calculo estequiometrico
calculo estequiometricocalculo estequiometrico
calculo estequiometricoalecar13
 
Quimica 002 estequiometria
Quimica  002 estequiometriaQuimica  002 estequiometria
Quimica 002 estequiometriacon_seguir
 

Semelhante a Leis ponderais (20)

LEIS PONDERAIS.pptx....................................
LEIS PONDERAIS.pptx....................................LEIS PONDERAIS.pptx....................................
LEIS PONDERAIS.pptx....................................
 
"Somos Físicos" Transformações Químicas
"Somos Físicos" Transformações Químicas"Somos Físicos" Transformações Químicas
"Somos Físicos" Transformações Químicas
 
Leis ponderais 2014 v2
Leis ponderais 2014 v2Leis ponderais 2014 v2
Leis ponderais 2014 v2
 
09 calculo estequiometrico
09 calculo estequiometrico09 calculo estequiometrico
09 calculo estequiometrico
 
Reacoes
ReacoesReacoes
Reacoes
 
ESTEQUIOMETRIA DAS REAÇÕES QUIMICAS..ppt
ESTEQUIOMETRIA DAS REAÇÕES QUIMICAS..pptESTEQUIOMETRIA DAS REAÇÕES QUIMICAS..ppt
ESTEQUIOMETRIA DAS REAÇÕES QUIMICAS..ppt
 
Leis ponderais e_modelo_de_dalton
Leis ponderais e_modelo_de_daltonLeis ponderais e_modelo_de_dalton
Leis ponderais e_modelo_de_dalton
 
Lavoisier e proust
Lavoisier e proustLavoisier e proust
Lavoisier e proust
 
Aula 01.1 - 9º Claretiano - Módulo 01 - Setor A.pptx
Aula 01.1 - 9º Claretiano - Módulo 01 - Setor A.pptxAula 01.1 - 9º Claretiano - Módulo 01 - Setor A.pptx
Aula 01.1 - 9º Claretiano - Módulo 01 - Setor A.pptx
 
Leis ponderais e o modelo atmico de dalton
Leis ponderais e o modelo atmico de daltonLeis ponderais e o modelo atmico de dalton
Leis ponderais e o modelo atmico de dalton
 
Estequiometria
EstequiometriaEstequiometria
Estequiometria
 
leis ponderais 02.pdf
leis ponderais 02.pdfleis ponderais 02.pdf
leis ponderais 02.pdf
 
Material do 3º plantão de química resolução
Material do 3º plantão de química resoluçãoMaterial do 3º plantão de química resolução
Material do 3º plantão de química resolução
 
Leis ponderais
Leis ponderais Leis ponderais
Leis ponderais
 
Estequiometria
EstequiometriaEstequiometria
Estequiometria
 
Estequiometria - Prof. Fernando Abreu
Estequiometria - Prof. Fernando AbreuEstequiometria - Prof. Fernando Abreu
Estequiometria - Prof. Fernando Abreu
 
Aula 9 lei de lavoisier e lei de proust
Aula 9   lei de lavoisier e lei de proustAula 9   lei de lavoisier e lei de proust
Aula 9 lei de lavoisier e lei de proust
 
E s t e q u i o m e t r i a relação de massa em solução
E s t e q u i o m e t r i a relação de massa em soluçãoE s t e q u i o m e t r i a relação de massa em solução
E s t e q u i o m e t r i a relação de massa em solução
 
calculo estequiometrico
calculo estequiometricocalculo estequiometrico
calculo estequiometrico
 
Quimica 002 estequiometria
Quimica  002 estequiometriaQuimica  002 estequiometria
Quimica 002 estequiometria
 

Mais de Augusto Sérgio Costa Souza (14)

Alotropia abordagem para o enem
Alotropia abordagem para o enemAlotropia abordagem para o enem
Alotropia abordagem para o enem
 
Ligações covalentes
Ligações covalentesLigações covalentes
Ligações covalentes
 
Ligaã§ã£o intermolecular
Ligaã§ã£o intermolecularLigaã§ã£o intermolecular
Ligaã§ã£o intermolecular
 
Polaridade e solubilidade atualizada
Polaridade e solubilidade atualizadaPolaridade e solubilidade atualizada
Polaridade e solubilidade atualizada
 
Ligaã§ãµes metã¡licas
Ligaã§ãµes metã¡licasLigaã§ãµes metã¡licas
Ligaã§ãµes metã¡licas
 
Ligaã§ãµes metã¡licas
Ligaã§ãµes metã¡licasLigaã§ãµes metã¡licas
Ligaã§ãµes metã¡licas
 
Aula sobre ligaã§ãµes iã´nicas
Aula sobre ligaã§ãµes iã´nicasAula sobre ligaã§ãµes iã´nicas
Aula sobre ligaã§ãµes iã´nicas
 
Propriedades periódicas
Propriedades periódicas Propriedades periódicas
Propriedades periódicas
 
Mol a unidade da química
Mol a unidade da químicaMol a unidade da química
Mol a unidade da química
 
Mol a unidade da química
Mol a unidade da químicaMol a unidade da química
Mol a unidade da química
 
Aula sobre tabela periódica
Aula sobre tabela periódicaAula sobre tabela periódica
Aula sobre tabela periódica
 
Aula sobre estado gasoso
Aula sobre estado gasosoAula sobre estado gasoso
Aula sobre estado gasoso
 
01. substâncias e misturas
01. substâncias e misturas01. substâncias e misturas
01. substâncias e misturas
 
Aula 3. estrutura atômica
Aula 3. estrutura atômicaAula 3. estrutura atômica
Aula 3. estrutura atômica
 

Leis ponderais

  • 1. Lei da Conservação da Massa de Lavoisier “O Pai da Química” Colégio ISBA Prof. Augusto Sérgio
  • 2. Resumo Teórico 2  Leis Ponderais  Objetivos:Verificar que numa reação química a massa se conserva, ou seja a massa dos reagentes é igual a massa dos produtos.  Compreender que esta Lei se aplica a reações químicas realizadas em sistemas fechados.  Metodologia: Aprender Química a partir da História do Pai da Química: Antoine Laurent Lavoisier.
  • 3. Lei da Conservação da Massa - 1773 (Lavoisier “O Pai da Química”) 3  Como era a Química antes da Lei da (1743-1794) Conservação da Massa?  No século XVIII se desenvolve a Teoria do Flogístico;  Lavoisier derruba a Teoria do Flogístico com suas experiências;  O que mudou a partir da Teoria de Lavoisier?  Qual o impacto da Lei de Lavoisier na Química Moderna?  Quem foi Lavoisier?  Lavoisier e a Revolução Francesa.
  • 4. Três balanças Mudaram a História da Química 4 Mercúrio + Oxigênio  Óxido de Mercúrio (Massa dos Reagentes) = (Massa dos Produtos)
  • 5. Lei de Lavoisier ou Lei da Conservação da Massa A soma das massas dos reagentes em uma reação química é igual à soma das massas dos produtos em ambiente fechado. Capítulo 3 – Introdução ao conceito de reação química
  • 6. Lei de Lavoisier ou Lei da Conservação da Massa Magnésio + Oxigênio  Óxido de magnésio 24g 16g 40g Reagentes Produto 24g + 16g = 40g Capítulo 3 – Introdução ao conceito de reação química
  • 7. Situações envolvendo a Lei de Lavoisier 7 Ao se queimar papel ou palha de aço numa balança de dois pratos observa- se perda ou ganho de massa. Isto viola a Lei de Lavoisier? Pense!
  • 8. Comparando as duas situações 8 Combustão da Palha de Combustão do Papel aço  A diminuição de  O aumento de massa massa é devido a ocorre porque o ferro formação de gás se combina com carbônico; oxigênio do ar  Como sistema não formando o Óxido de está fechado o gás Ferro. escapa para o ambiente.
  • 9. Combustão do Papel Papel + Oxigênio  Cinzas + Gás carbônico Combustão da Palha de aço Ferro + Oxigênio  Óxido de Ferro Se essas reações fossem realizadas em sistema fechado, a 9 massa se
  • 10. De Olho No Vestibular 10 (Fuvest-SP) Os pratos A e B de uma balança foram equilibrados com um pedaço de papel em cada prato e efetuou-se a combustão apenas do material contido no prato A. Esse procedimento foi repetido com palha de aço em lugar de papel. Após cada combustão, observou-se: 
 Com papel Com palha de aço a) A e B no mesmo nível A e B no mesmo nível b) A abaixo de B A abaixo de B c) A acima de B A acima de B  d) A acima de B A abaixo de B e) A abaixo de B A e B no mesmo nível

  • 11. Explicando em nível microscópico a Lei de Lavoisier  Numa reação química, os átomos apenas se recombinam. Então, já que os átomos não são destruídos nem formados, a massa de reagentes é sempre igual à de produtos. 2 H2 (g) + 1 O2 (g) 2 H2O (g) ADILSON SECCO Antes Depois 4 átomos de H 2 átomos de O 4 átomos de H 2 átomos de O Capítulo 4 – Do macroscópico ao microscópico: átomos e moléculas
  • 12. Lei de Proust ou Lei das Proporções Constantes  Dados experimentais referentes à decomposição de amostras de diferentes massas de água pura: água hidrogênio + oxigênio 9 g 1 g 8 g 18 g 2 g 16 g 27 g 3 g 24 g 100 g 11,11 g 88,89 g massa de hidrogênio 1g 2g 3g 11,11 g = = = = massa de oxigênio 8g 16 g 24 g 88,89 g Capítulo 3 – Introdução ao conceito de reação química
  • 13. Lei de Proust ou Lei das Proporções Constantes A proporção em massa das substâncias que reagem e que são produzidas numa reação é fixa, constante e invariável. Capítulo 3 – Introdução ao conceito de reação química
  • 14. Composição Centesimal ou Fórmula Percentual A Fórmula Percentual indica a massa de cada elemento químico que existe em 100 partes de massa ( 100g, 100 Kg ) da substância. Capítulo 3 – Introdução ao conceito de reação química
  • 15. água hidrogênio + oxigênio 9g 1g 8g % em massa de Hidrogênio 9g de água ------------- 1g de Hidrogênio 100g de água ---------- X 9 1 X = 100 100 = X 9 . X = 100. 1 9 X = 11,1g ou 11,11% de H % em massa de Oxigênio 9g de água ------------- 8g de Oxigênio X = 88,89g ou 88,89% de O 100g de água ---------- – Introdução ao conceito de reação química Capítulo 3 X
  • 16. (FUVEST-SP) Devido à toxidade do mercúrio, em caso de derramamento desse metal, costuma-se espalhar enxofre no local para removê-lo. Mercúrio e enxofre reagem, gradativamente, formando sulfeto de mercúrio. Para fins de estudo, a reação pode ocorrer mais rapidamente, se as duas substâncias forem misturadas num almofariz. Usando esse procedimento, foram feitos dois esperimentos. No primeiro, 5,0 g de mercúrio e 1,0 g de enxofre reagiram, formando 5,8 g do produto, sobrando 0,2 g de enxofre. No segundo experimento, 12,0 g de mercúrio e 1,6 g de enxofre forneceram 11,6 g do produto, restando 2,0 g de mercúrio. Mostre que os dois experimentos estão de acordo com a lei da conservação da massa (Lavoisier) e a lei das proporções definidas (Proust). 16
  • 17. mercúrio + enxofre  sulfeto de mercúrio excesso I. 5,0 g 1,0 g 5,8 g 0,2 g de enxofre II. 12,0 g 1,6 g 11,6 g 2,0 g de mercúrio Massas que reagiram efetivamente: mercúrio + enxofre  sulfeto de mercúrio excesso I. 5,0 g 0,8 g 5,8 g 0,2 g de enxofre II. 10,0 g 1,6 g 11,6 g 2,0 g de mercúrio massa de mercúrio 5,0 10,0 = = = 6,25 massa de enxofre 0,8 1,6 17
  • 18. Explicando em nível microscópico a Lei de Proust ADILSON SECCO 2 H2O (l) 2 H2 (g) + 1 O2 (g) A proporção se mantém ADILSON SECCO constante mesmo que as quantidades de reagentes e produtos sejam alteradas. 4 H2O (l) 4 H2 (g) + 2 O2 (g) Capítulo 4 – Do macroscópico ao microscópico: átomos e moléculas
  • 19. Lei de Proust ou Lei das Proporções Constantes  Assim, a proporção entre os elementos que compõem a água permanece constante: a massa de oxigênio sempre é 8 vezes maior que a massa de hidrogênio.  Segundo Proust, uma certa substância composta sempre é formada pelos mesmos elementos químicos numa mesma proporção, em massa. Capítulo 3 – Introdução ao conceito de reação química
  • 20. Lei de Proust ou Lei das Proporções Constantes  Substâncias puras e misturas  Substâncias puras têm composição constante.  Exemplo: água pura.  Misturas não têm composição constante.  Exemplo: mistura de água e sal. Capítulo 3 – Introdução ao conceito de reação química