Introdução à química

1.201 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.201
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
501
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Introdução à química

  1. 1. Química: Conceitos iniciaisSamuelrobaert.blogspot.com
  2. 2. CINÉTICALUMINOSATÉRMICAELÉTRICAMAGNÉTICAUNIVERSO = MATERIA + ENERGIACapacidade derealizar trabalho.TERRAÁGUAARMADEIRAOUROTudo aquilo que tem massae ocupa lugar no espaço.
  3. 3. Todas as substâncias são formadas pordiferentes tipos de matéria.
  4. 4. OBJETO: CORPO COM FUNÇÃO DEFINIDACORPO: PORÇÃO LIMITADA DE MATÉRIAMATÉRIA: TUDO O QUE MASSA E OCUPA UM LUGAR NO ESPAÇO.
  5. 5. Matéria corpo objeto
  6. 6. A massa de um corpo corresponde a quantidade dematéria contida nele.O volume corresponde a medida do espaço que eleocupa.
  7. 7. A matéria é constituída por partículas muito pequenasdenominadas átomos.1 grão de areia (1mm) / 10.000.000 = tamanho de um átomoOs átomos apresentam vários tipos diferentes, chamados também deelementos químicos. Ex: hidrogênio, oxigênio, ouro, sódio, etc.
  8. 8. A união entre átomos é chamada de ligação química.Os átomos se combinam (ligação química) para formar asmoléculas ou aglomerados iônicos.H HO O++H H o+ +H2- Gás hidrogênioO2- Gás oxigênioH2O - ÁGUA
  9. 9. Um conjunto de espécies químicas iguais – moléculas – formaas substâncias químicas.As substâncias químicas são responsáveis pela constituiçãode toda e qualquer matéria.
  10. 10. Na grande maioria dos casos, os materiais que constituem um corpo ouum objeto são compostos por várias substâncias químicas diferentes. Ex:Em um fio de cobre, encontramosmuitos átomos de cobre.No leite encontramos água,lactose, galactose, caseína ealbumina, etc.A laranja é constituída por água,frutose, acido cítrico, vitamina C ,etc.
  11. 11. Na madeira encontramos celulose elignina, entre outras.A água do mar é constituída água,cloreto de sódio, além e outro váriostipos de sais.
  12. 12. PROPRIEDADES DAMATÉRIA
  13. 13. A matéria é caracterizada por suaspropriedades, podendo ser:GERAIS: quando são comuns a toda espéciede matéria, não importando quais assubstâncias a compõem.ESPECÍFICAS: quando dependem dassubstâncias que a formam, permitindo assimidentificar e diferenciar os diversosmateriais.
  14. 14. Propriedades Gerais• Extensão• Inércia• Massa• Impenetrabilidade• Divisibilidade• Compressibilidade
  15. 15. EXTENSÃOÉ o espaço ocupado por um corpo.Denominamos volume a medida deste espaço.Utilizamos vários produtos comercializadosem unidades de medida de volume – comolitros e mililitros.
  16. 16. INÉRCIAÉ a propriedade segundo a qual um corpo tende apermanecer na situação em que está, resistindo àvariação de seu estado – seja em repouso, seja emmovimento – até que uma força atue sobre ele.A bola tende apermanecer parada até quealguém chute.Após o chute, a bola tende apermanecer em movimento, parandoquando sofre a ação da força de atrito dosolo.
  17. 17. MASSAÉ a quantidade de matéria existente noscorpos. Também pode ser definida como amedida da inércia de um corpo.Muitos produtos sãoadquiridos em massaQuanto maior for o corpo, maior adificuldade em movimentá-lo, portanto,maior será sua inércia.
  18. 18. IMPENETRABILIDADEDois corpos não podem ocupar ao mesmotempo o mesmo lugar no espaço.
  19. 19. DIVISIBILIDADEÉ a propriedade segundo qual a matériapode ser dividida em porções menores.O almofariz e o pistilo são instrumentosusados em laboratório para macerarsólidos.
  20. 20. COMPRESSIBILIDADEA matéria pode ser comprimida, sofrendo reduçãodo seu volume se aplicarmos sobre ela uma força, ouseja, exercermos pressão sobre ela.
  21. 21. Propriedades específicas• Propriedades organolépticas• Propriedades físicas• Propriedades químicas• Propriedades funcionaisÉ importante ressaltar que analisando as propriedadesespecificas, é possível identificar uma substânciadesconhecida.
  22. 22. Propriedades organolépticas: são aquelasque podem ser detectadas pelos órgãos dossentidos: cor, brilho, odor e sabor.Cor: está relacionada com a luz que ele refletequando iluminado pela luz branca.
  23. 23. Brilho: depende de como o material reflete a luz.
  24. 24. Odor: As substâncias podem ser inodoras (semcheiro), ou odoríferas.Nunca devemos cheirar substâncias desconhecidas, poismuitas liberam vapores tóxicos que podem provocar náuseas,tonturas e mal estar geral.SAIBA MAIS:pag. 31
  25. 25. • Sabor: Algumas substâncias sãoconhecidas pelo seu sabor característico.• Ácidos comestíveis: ácido cítrico/ ácidoacético (vinagre)• Açucares: frutose e sacarose• Amargo: quinino, boldo• Adstringente: caju e banana verde(amarra a boca)• O sabor no entanto não pode serusado pelos químicos para identificarsubstâncias desconhecidas, pois elaspodem ser tóxicas e venenosas.
  26. 26. Propriedades físicas: são elas estadosfísicos, dureza, maleabilidade, ductibilidade,densidade e solubilidade.1) ESTADOS FÍSICOS DA MATÉRIA:
  27. 27. SÓLIDONo estado sólido, as partículas encontram-semuito próximas e unidas por intensas forças deligação. Elas vibram em posições fixas.Forma e volume constantese definidos. Permite poucacompressibilidade.
  28. 28. LÍQUIDOAs partículas estão mais afastadas uma dasoutras, reduzindo as forças de ligação que asmantém unidas. Estão mais livres e se movem comfacilidade.Forma variável (recipiente)Volume constante
  29. 29. GASOSOAs partículas encontram-se muito afastadasumas das outras e são praticamente livres.Se movimentam rapidamente em todas asdireções e sentidos.A forma e volume sãovariáveis (de acordo com orecipiente).
  30. 30. DUREZA: é a resistência de um material ao serriscado por outro ou sofrer desgaste quando atritadocom outro material.O material mais duro é aquele que consegue fazerum sulco em outro material.É o material de maior dureza e só podeser riscado por outro diamante.Broca feita com diamante industrial,para perfurar materiais como vidro,granito, aço rochas.
  31. 31. MALEABILIADE: é a capacidade que a matériatem de ser moldada ou transformada emlâminas ou chapas finas para produzir diversosobjetos.Comum a maioria dos metais.O ouro é o metal mais maleável que existe.
  32. 32. DUCTIBILIDADE: é a propriedade que algunsmateriais apresentam de serem transformadosem fios.Alguns metais são dúcteis.Utilizados em circuitos elétricosO fio de ouro é utilizado em tratamentoestéticos.
  33. 33. DENSIDADE: é a propriedade que relaciona amassa de um corpo com o volume que essamassa ocupa. Também chamada da massaespecífica da matéria.Massas iguaisVolumes diferentesAlgodão1 kg Chumbo 1 kgOuro - 19,3 g Alumínio – 2,7gMesmo volumeMassas diferentes
  34. 34. Fórmula da densidadeOnde:d= densidadem= massa (g, kg, mg)V= volume (L, mL, cm³, m³)EXEMPLO: se pesarmos 1 litro de água, teremos comomassa 1 kg de água.Aplicando a fórmula teremos:d= m/V d= 1 kg/1 L d= 1 kg/Ld= 1000g/1000mL d= 1 g/mL
  35. 35. * Para líquidos, lembre-se de que 1 cm³equivale a 1 mL:-Álcool – d= 0,8 g/cm³ em cada 1mLde álcool tem massa de 0,8g.-O mercúrio é o metal líquido que apresentadensidade bastante elevada – Cada litro demercúrio metálico tem massa de 13,5 kg.
  36. 36. • Observe a imagem e respondaPor que na água salgada o ovoflutua e na água doce afunda?
  37. 37. SOLUBILIDADESe colocarmos umpouco de óleo emum copo comágua, veremos queele não se dissolve
  38. 38. Todo material que se dissolve é chamada de SOLUTO.Todo material que se dissolve é chamada de SOLUTO.Toda material que dissolve outro material é chamado DeToda material que dissolve outro material é chamado DeSOLVENTE.SOLVENTE.O material formado pela interação do soluto e do solvente éO material formado pela interação do soluto e do solvente échamado de solução.chamado de solução.+SOLUTO + SOLVENTE = SOLUÇÃO
  39. 39. - Todo material que se dissolve é chamadade SOLUTO.- Toda material que dissolve outro materialé chamado de SOLVENTE.- O material formado pela interação dosoluto e do solvente é chamado desolução.SOLUTO + SOLVENTE = SOLUÇÃO
  40. 40. Se colocarmos uma quantidade muitogrande de açúcar em um copo com água,o que ocorrerá?AÇUCARÁGUA
  41. 41. - Parte do açúcar não se dissolveu, ficandono fundo do copo.A solubilidade pode, então, ser definidacomo a “quantidade máxima de umasubstância, denominada soluto, que épossível dissolver em um quantidade-padrão de outra substância, denominadasolvente, em dada temperatura.”
  42. 42. - Para registrar o valor da solubilidade deum material, verificamos a quantidade desoluto, a quantidade de solvente e atemperatura em que eles se encontram.- Em regra geral, um aumento datemperatura aumenta a solubilidade dassubstâncias.
  43. 43. - Existem substâncias que não sedissolvem em água e, por isso sãochamadas de insolúveis.- O álcool é solúvel em qualquer proporção.- A quantidade de soluto é proporcional aquantidade de solvente, assim em 200gde água, podemos dissolver 72 gramas docloreto de sódio.
  44. 44. MUDANÇAS DOS ESTADOSFÍSICOS DA MATÉRIA
  45. 45. temperatura de fusão - (TF)Substância TF ao nível do marágua 0ºCferro 1536ºCouro 1063ºCalumínio 660ºCchumbo 327ºCprata 950ºC
  46. 46. temperatura de ebulição (TE)substância TE ao nível do marÁgua 100 ºCÁlcool comum 78 ºCCloreto de sódio 1490 ºCFerro 3000º CMercúrio 356 º C
  47. 47. ebuliçãoevaporaçãocalefaçãoressublimação
  48. 48. Influência da temperatura e da pressão nasmudanças de estados físicos.Em Ubatuba a água ferve a 100ºC.Em Ubatuba a água ferve a 100ºC.Em São José a água ferve a 98º C.Em São José a água ferve a 98º C.No Pico Everest a água ferve a 72ºCNo Pico Everest a água ferve a 72ºC..

×