A boate Kiss foi inaugurada no dia 31 de julho de
2009. Um grande sucesso empresarial, com filas que
dobravam a esquina da...
Estimou-se que entre quinhentas a mil
pessoas estavam na boate. Eram na
maioria estudantes uma vez que, como
descrito, oco...
O artefato usado pela banda Gurizada Fandangueira é
conhecido como sputnik. Segundo a Associação
Brasileira de Pirotecnia ...
A espuma usada na boate pra "abafar" o som era
altamente inflamável, foi ela que liberou gases
tóxicos. Inicialmente, era ...
•SUPERLOTAÇÃO
•ESPUMA
•GASES TÓXICOS
•SUPERLOTAÇÃO
Máximo 750 pessoas
Alvará de prevenção contra incêndio:
691 pessoas
No dia do acidente:
•ESPUMA
Era uma espuma de colchão usada em boates,
bares, clubes e outras casas com música ao
vivo. Inicialmente, era usad...
•ESPUMA
Nenhum órgão de fiscalização notou a presença
dessa espuma inadequada. O Conselho Regional
de Engenharia e Agronom...
•ESPUMA
Após o incêndio, os catadores de lixo da cidade
encontravam enormes quantidades de espuma
jogada fora pelas demais...
•ESPUMA
•FUMAÇA TÓXICA.
•EXTINTORES DE INCÊNDIO NÃO
FUNCIONARAM.
•GASES TÓXICOS
A queima da espuma
libera “ ”
quando exposto ao
fogo.
O gás que matou em Santa Maria é idêntico ao que
provocou mortes em circunstâncias semelhantes,
como Rhode Island, nos Est...
•GASES TÓXICOS
A queima da espuma
também liberou outro
gás tóxico. “
”.
Em outros incêndios com objetos de madeira, como
m...
Laudos confirmam 100% das mortes por asfixia
e superlotação na Kiss.
Ao fim das investigações,
concluiu-se que as vítimas
...
O que são gases? Os gases
são substâncias fluidas
que estão presente em
grande quantidade na
natureza. O ar
atmosférico, p...
O gás tóxico, no caso do
Cianeto (HCN), é apontado
por um laudo técnico como
a causa da morte dos
estudantes juntamente co...
O cianeto é de uso agrícola e também usado na
indústria, como por exemplo, na revelação
fotográfica e na produção de plást...
O Monóxido de Carbono (CO) é um gás levemente
inflamável, incolor, inodoro e muito perigoso devido à
sua grande toxicidade...
A mistura de Monóxido de Carbono juntamente
com o Cianeto, ceifou a vida de 242 pessoas.
A mistura de Monóxido de Carbono juntamente
com o Cianeto, ceifou a vida de 242 pessoas.
A espuma usada como isolamento acústico para
reduzir o ruído na boate Kiss foi comprada em uma
loja de colchões de Santa M...
Como o monóxido de carbono age no
organismo humano?
Existindo monóxido de
carbono no ar inspirado,
haverá no sangue uma
“c...
Com isso, as moléculas de hemoglobina que
reagem com CO, dificilmente tornam-se livres
novamente. Podendo causar tonturas,...
Como o cianeto age no organismo
humano?
A ação tóxica do HCN
deve-se à sua capacidade
de inibir a enzima
citocromoxidade,
...
O íon cianeto provoca, então, a
parada da respiração celular.
Na verdade, a pessoa acaba
morrendo por asfixia, mesmo
que o...
O tratamento deve ser aplicado de imediato,
sem perda de tempo, em casos de absorção de
grandes quantidades desse ácido, é...
•ASFIXIA
O fator é a existência de gases
tóxicos, como o (CO). O monóxido
de carbono exerce sua ação de
asfixiante químico...
•ASFIXIA
Esta afinidade pode ser medida
pelo número de moles de
oxigênio, necessário para cada
mole de CO, a fim de manter...
•QUEIMADURAS DAS
VIAS RESPIRATÓRIAS
Experimentos em animais
demonstram que as vias
respiratórias resfriam o ar
quente inal...
•QUEIMADURAS DAS
VIAS RESPIRATÓRIAS
Os experimentos demonstraram
que no caso da inalação de ar à
temperatura de 142°C, ao ...
•QUEIMADURAS DAS VIAS RESPIRATÓRIAS
Lesões associadas ao pulmão,
. Se o limite
da reserva respiratória for excedido, há
rá...
•IRRITAÇÃO PULMONAR
As inflamações das vias
respiratórias podem resultar
em edema pulmonar. Em casos
mais sérios, isto pod...
•IRRITAÇÃO PULMONAR
Irritantes gasosos do ar que afetam as porções
superiores do trato respiratório incluem amônia,
acrole...
Há ainda em incêndios, a ocorrência de cianeto
(CN) em diversas formas, sendo a mais comum
o cianeto de hidrogênio (HCN) n...
Incêndio na Boate Kiss e suas implicações no sistema respiratório
Incêndio na Boate Kiss e suas implicações no sistema respiratório
Incêndio na Boate Kiss e suas implicações no sistema respiratório
Incêndio na Boate Kiss e suas implicações no sistema respiratório
Incêndio na Boate Kiss e suas implicações no sistema respiratório
Incêndio na Boate Kiss e suas implicações no sistema respiratório
Incêndio na Boate Kiss e suas implicações no sistema respiratório
Incêndio na Boate Kiss e suas implicações no sistema respiratório
Incêndio na Boate Kiss e suas implicações no sistema respiratório
Incêndio na Boate Kiss e suas implicações no sistema respiratório
Incêndio na Boate Kiss e suas implicações no sistema respiratório
Incêndio na Boate Kiss e suas implicações no sistema respiratório
Incêndio na Boate Kiss e suas implicações no sistema respiratório
Incêndio na Boate Kiss e suas implicações no sistema respiratório
Incêndio na Boate Kiss e suas implicações no sistema respiratório
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Incêndio na Boate Kiss e suas implicações no sistema respiratório

2.842 visualizações

Publicada em

Apresentação da equipe Aprendizes do Saber da turma CLEBI 0603 do Instituto de Estudos e Pesquisas do Vale do Acaraú - IVA/UVA.
Um trabalho da disciplina de Biofísica destacando as causas de morte do incêndio da Boate Kiss de Santa Maria - RS. De forma simples e bem abordada essa apresentação mostra o que realmente aconteceu naquela noite e as causas das mortes de 242 pessoas. Com foco na intoxicação das pessoas pelo monóxido de carbono e por cianeto e como esses gases reagem no nosso sistema respiratório.

Publicada em: Educação
1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.842
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
161
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Incêndio na Boate Kiss e suas implicações no sistema respiratório

  1. 1. A boate Kiss foi inaugurada no dia 31 de julho de 2009. Um grande sucesso empresarial, com filas que dobravam a esquina da Rua dos Andradas. Os proprietários diziam que precisavam organizar a entrada devido ao excesso de clientes, que chegavam a 1.400 pagantes por noite. Embora a capacidade do local não passasse de 691 presentes, havia por volta 1.000 pessoas na noite do incêndio, segundo a polícia.
  2. 2. Estimou-se que entre quinhentas a mil pessoas estavam na boate. Eram na maioria estudantes uma vez que, como descrito, ocorria uma festa da UFSM, dos cursos de Pedagogia, Agronomia, Medicina Veterinária e Zootecnia.
  3. 3. O artefato usado pela banda Gurizada Fandangueira é conhecido como sputnik. Segundo a Associação Brasileira de Pirotecnia (ABP), deve ser usado em ambiente externo e solta faíscas que chegam a quatro metros de altura, mais do que a altura do teto da boate. É proibido usá-lo em locais fechados e próximo a materiais inflamáveis.
  4. 4. A espuma usada na boate pra "abafar" o som era altamente inflamável, foi ela que liberou gases tóxicos. Inicialmente, era usada por exigência dos DJs, porque evitava o eco de som e aumentava a nitidez dos sons graves e agudos. Infelizmente, aquela espuma utilizada foi um veneno para as pessoas que estavam se divertindo e não esperavam o que estava prestes a acontecer.
  5. 5. •SUPERLOTAÇÃO •ESPUMA •GASES TÓXICOS
  6. 6. •SUPERLOTAÇÃO Máximo 750 pessoas Alvará de prevenção contra incêndio: 691 pessoas No dia do acidente:
  7. 7. •ESPUMA Era uma espuma de colchão usada em boates, bares, clubes e outras casas com música ao vivo. Inicialmente, era usada por exigência dos DJs, porque evitava o eco de som e aumentava a nitidez dos sons graves e agudos.
  8. 8. •ESPUMA Nenhum órgão de fiscalização notou a presença dessa espuma inadequada. O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio Grande do Sul só tomava conhecimento desse material se alguém fazia uma denúncia.
  9. 9. •ESPUMA Após o incêndio, os catadores de lixo da cidade encontravam enormes quantidades de espuma jogada fora pelas demais empresas que a adotavam.
  10. 10. •ESPUMA •FUMAÇA TÓXICA. •EXTINTORES DE INCÊNDIO NÃO FUNCIONARAM.
  11. 11. •GASES TÓXICOS A queima da espuma libera “ ” quando exposto ao fogo.
  12. 12. O gás que matou em Santa Maria é idêntico ao que provocou mortes em circunstâncias semelhantes, como Rhode Island, nos Estados Unidos, e na boate República Cromagnon, em Buenos Aires. Na Argentina, a concentração foi de cerca de 270 partes de cianeto por um milhão de partículas de fumaça, o que causou a morte em menos de três minutos.
  13. 13. •GASES TÓXICOS A queima da espuma também liberou outro gás tóxico. “ ”. Em outros incêndios com objetos de madeira, como móveis e outros não derivados do petróleo, a principal preocupação é com o monóxido de carbono, formado pela combustão incompleta dos elementos.
  14. 14. Laudos confirmam 100% das mortes por asfixia e superlotação na Kiss. Ao fim das investigações, concluiu-se que as vítimas inalaram os gases cianeto e monóxido de carbono, segundo a perícia. Todas as mortes ocorridas dentro da boate Kiss durante o incêndio do dia 27 de janeiro foram causadas por asfixia provocada pela inalação dos gases tóxicos, cianeto e monóxido de carbono.
  15. 15. O que são gases? Os gases são substâncias fluidas que estão presente em grande quantidade na natureza. O ar atmosférico, por exemplo, é composto por vários gases tais como nitrogênio (78%), oxigênio (21%) e outros gases (1%).
  16. 16. O gás tóxico, no caso do Cianeto (HCN), é apontado por um laudo técnico como a causa da morte dos estudantes juntamente com o monóxido de carbono. Incolor com típico odor amargo, lembrando amêndoas. Não é seguro utilizar o olfato para identificá-lo.
  17. 17. O cianeto é de uso agrícola e também usado na indústria, como por exemplo, na revelação fotográfica e na produção de plásticos, acrilato e colas instantâneas. Também usado como veneno, como já foi dito, foi muito utilizado na Segunda Guerra Mundial.
  18. 18. O Monóxido de Carbono (CO) é um gás levemente inflamável, incolor, inodoro e muito perigoso devido à sua grande toxicidade. É produzido pela queima em condições de pouco oxigênio (combustão incompleta) e/ou alta temperatura de carvão ou outros materiais ricos em carbono, como derivados de petróleo.
  19. 19. A mistura de Monóxido de Carbono juntamente com o Cianeto, ceifou a vida de 242 pessoas.
  20. 20. A mistura de Monóxido de Carbono juntamente com o Cianeto, ceifou a vida de 242 pessoas.
  21. 21. A espuma usada como isolamento acústico para reduzir o ruído na boate Kiss foi comprada em uma loja de colchões de Santa Maria. Após a queima desse material, a combustão liberou monóxido de carbono (CO) e cianeto (HCN).
  22. 22. Como o monóxido de carbono age no organismo humano? Existindo monóxido de carbono no ar inspirado, haverá no sangue uma “competição” entre CO e O2 pelas moléculas de hemoglobina, pois o processo respiratório dos vertebrados está relacionado com estas moléculas.
  23. 23. Com isso, as moléculas de hemoglobina que reagem com CO, dificilmente tornam-se livres novamente. Podendo causar tonturas, alteração da pressão arterial, dores de cabeça, problemas no sistema nervoso, náuseas, fraqueza, sensação de sufocamento, alterações respiratórias.
  24. 24. Como o cianeto age no organismo humano? A ação tóxica do HCN deve-se à sua capacidade de inibir a enzima citocromoxidade, fundamental para as células consumirem o gás oxigênio transportado pelo sangue.
  25. 25. O íon cianeto provoca, então, a parada da respiração celular. Na verdade, a pessoa acaba morrendo por asfixia, mesmo que o seu sangue esteja saturado de oxigênio. Assim as células morrem e, se esse processo acontece rapidamente nos centros vitais do organismo, ocorre a morte.
  26. 26. O tratamento deve ser aplicado de imediato, sem perda de tempo, em casos de absorção de grandes quantidades desse ácido, é inútil aplicar algum tratamento que, quando possível, consiste em injeções de soluções aquosas tipo o nitrito de sódio e/ou tiossulfato de sódio.
  27. 27. •ASFIXIA O fator é a existência de gases tóxicos, como o (CO). O monóxido de carbono exerce sua ação de asfixiante químico ao reduzir a capacidade da hemoglobina, uma vez que possui afinidade de fixação 210 a 300 vezes maior do que a do oxigênio, formando a Carboxihemoglobina (COHb).
  28. 28. •ASFIXIA Esta afinidade pode ser medida pelo número de moles de oxigênio, necessário para cada mole de CO, a fim de manter igual saturação da hemoglobina.
  29. 29. •QUEIMADURAS DAS VIAS RESPIRATÓRIAS Experimentos em animais demonstram que as vias respiratórias resfriam o ar quente inalado, fazendo com que ao atingir os pulmões, esteja a temperaturas menos elevadas.
  30. 30. •QUEIMADURAS DAS VIAS RESPIRATÓRIAS Os experimentos demonstraram que no caso da inalação de ar à temperatura de 142°C, ao atingir o pulmão, encontrava-se resfriado à temperatura de 38°C. No caso de elevada umidade, a capacidade de absorção de calor é reduzida, fazendo com que o ar atinja os pulmões a temperaturas mais elevadas.
  31. 31. •QUEIMADURAS DAS VIAS RESPIRATÓRIAS Lesões associadas ao pulmão, . Se o limite da reserva respiratória for excedido, há rápida transformação da acidose em alcalose, com hipoxemia grave e necessidade de ventilação mecânica.
  32. 32. •IRRITAÇÃO PULMONAR As inflamações das vias respiratórias podem resultar em edema pulmonar. Em casos mais sérios, isto pode efetivamente , enchendo os alvéolos com fluidos, interferindo seriamente na troca dos gases entre o ar nos pulmões e o sangue nos capilares pulmonares.
  33. 33. •IRRITAÇÃO PULMONAR Irritantes gasosos do ar que afetam as porções superiores do trato respiratório incluem amônia, acroleína, gás clorídrico, gás fluorídrico, trióxido de enxofre, formaldeído e ácido acético. Irritantes gasosos que afetam ambas as partes do trato respiratório, superior e inferior, incluem dióxido de enxofre, iodo, bromo, cloro, flúor, ozônio e tricloreto de fósforo. Gases irritantes que afetam principalmente as partes inferiores do trato respiratório são: tricloreto de arsênico, dióxido de nitrogênio e fosgênio.
  34. 34. Há ainda em incêndios, a ocorrência de cianeto (CN) em diversas formas, sendo a mais comum o cianeto de hidrogênio (HCN) na forma de gás, causando lesões de pele (pápulas, exantema escarlatiforme, etc.) e das mucosas (irritação, ulceração da mucosa nasal e até perfuração do septo).

×