Célula eucarionte vegetal

8.705 visualizações

Publicada em

Uma apresentação elaborada especificamente para uma uma aula de Célula Eucarionte Vegetal, as lâminas foram feitas com animações que facilitam a explicação e o entendimento dos alunos. Também é um ótimo material para trabalhos e pesquisas. Com imagens bem explorativas e cuidadosamente escolhidas para melhor entendimento. Fazendo o Download você irá perceber que toda a sua montagem foi feita detalhadamente para melhor auxílio para professores de ensino médio.

Publicada em: Educação
2 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.705
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
182
Comentários
2
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Célula eucarionte vegetal

  1. 1. BIOLOGIA Carlos Eduardo Miraíma - CE CÉLULA EUCARIONTE VEGETAL
  2. 2. CÉLULA VEGETAL A célula vegetal é muito parecida com a célula animal, ela só se difere pelo fato de possuir algumas organelas a mais como, por exemplo, a PAREDE CELULAR e os CLOROPLASTOS. PAREDE CELULAR CLOROPLASTOS
  3. 3. • A ESTRUTURA DA CÉLULA VEGETAL É DIVIDIDA EM: CÉLULA VEGETAL » COMPONENTES PROTOPLASMÁTICOS: São um composto de organelas celulares e outras estruturas que sejam ativas no metabolismo celular. Inclui o núcleo, retículo endoplasmático, citoplasma, ribossomos, complexo de Golgi, mitocôndrias, lisossomos e os cloroplastos. » COMPONENTES NÃO PROTOPLASMÁTICOS: São os resíduos do metabolismo celular ou substâncias de armazenamento. Inclui vacúolos, parede celular e substâncias ergástricas.
  4. 4. COMPONENTES PROTOPLASMÁTICOS
  5. 5. » NÚCLEO COMPONENTES PROTOPLASMÁTICOS Possui duas funções básicas, uma delas é regular as reações químicas que ocorrem dentro da célula, e sua segunda função é de armazenar o material genético (DNA). NÚCLEO
  6. 6. • PARTES DO NÚCLEO: NÚCLEO MEMBRANA NUCLEAR - Membrana que envolve o núcleo presente apenas em células eucariontes. POROS – São buracos que permitem o transporte de moléculas hidrossolúveis através da carioteca. NUCLÉOLOS - São corpúsculos arredondados de aspecto esponjoso, mergulhados diretamente no nucleoplasma. CROMATINA – Onde se encontra ácidos nucleicos em forma de dupla hélice (Cromossomos). CROMOSSOMOS - é constituído por uma longa fita dupla de DNA. O DNA é o material que constitui os genes.
  7. 7. » RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO COMPONENTES PROTOPLASMÁTICOS Constituído de um sistema de duplas membranas lipoproteicas, forma uma rede membranosa que pode ter morfologia tubular ou de pilhas achatadas. Pode ser Retículo Endoplasmático Rugoso e Retículo Endoplasmático Liso. RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO RUGOSO RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO LISO
  8. 8. RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO • FUNÇÕES DO RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO RUGOSO Participa da síntese de proteínas, que serão enviadas para o exterior da célula. Certas proteínas produzidas por esta organela são enzimas lisossômicas que irão atuar na digestão intracelular, outras são proteínas componentes das membranas celulares.
  9. 9. RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO • FUNÇÕES DO RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO LISO Participa principalmente da síntese de esteroides, fosfolipídeos e outros lipídeos. uma de suas principais funções, a desintoxicação do organismo, atuando na degradação do etanol ingerido em bebidas alcoólicas. Esse tipo de retículo é abundante principalmente em células do fígado, das gônadas e pâncreas.
  10. 10. COMPONENTES PROTOPLASMÁTICOS » CITOPLASMA O citoplasma é preenchido por uma matéria coloidal, gelatinoso denominada citosol, e neste fluido estão suspensas as organelas celulares. No geral, o citoplasma é tudo o que compreende a célula menos o núcleo e membrana plasmática. CITOPLASMA
  11. 11. COMPONENTES PROTOPLASMÁTICOS » RIBOSSOMOS São organelas não delimitadas por membrana que se encontram dispersas no citoplasma de todas as células ou aderidas á membrana do retículo endoplasmático rugoso, constituídas RNAs ribossomais e proteínas ribossômicas. RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO RUGOSORIBOSSOMOS
  12. 12. RIBOSSOMOS • FUNÇÕES DOS RIBOSSOMOS Os aminoácidos presentes na célula são atraídos pelos ribossomos, que com o material genético rRNA (RNA ribossômico), vão construir grandes cadeias de proteínas, que posteriormente serão utilizadas em processos da própria célula.
  13. 13. COMPONENTES PROTOPLASMÁTICOS » COMPLEXO DE GOLGI Organela constituída por vesículas com formato de sacos achatados, que está presente nas células eucarióticas. Tem por funções armazenamento, transformação e empacotamento de substâncias que são produzidas na síntese celular. Complexo de Golgi
  14. 14. COMPLEXO DE GOLGI • OUTRAS FUNÇÕES DO COMPLEXO DE GOLGI Aderidas ao citoesqueleto, as vesículas são transportadas no interior da célula até a região basal da membrana plasmática. A partir desse instante a membrana da vesícula se funde à membrana da célula, eliminando o conteúdo proteico para o meio extracelular.
  15. 15. COMPONENTES PROTOPLASMÁTICOS » MITOCÔNDRIAS É uma das organelas celulares mais importantes, sendo extremamente relevante para a respiração celular. É abastecida pela célula que a hospeda por substâncias orgânicas como a glicose, as quais processa e converte em energia sob a forma de ATP.
  16. 16. MITOCÔNDRIAS • RESPIRAÇÃO CELULAR A mitocôndria recebe substâncias orgânicas (glicose por exemplo) e oxigênio como combustível. O oxigênio oxida os elementos orgânicos, liberando energia em forma de ATP. O ATP é uma molécula (C10H16N5O13P3) que armazena energia na ligação de seus fosfatos. Essa energia é utilizada na síntese de substâncias, locomoção, divisão celular, transporte ativo, geração de calor, etc.
  17. 17. COMPONENTES PROTOPLASMÁTICOS » LISOSSOMOS São bolsas membranosas que contêm enzimas capazes de digerir substâncias orgânicas. Com origem no complexo de Golgi, os lisossomos estão presentes em praticamente todas as células eucariontes. LISOSSOMOS
  18. 18. LISOSSOMOS • AÇÃO DOS LISOSSOMOS São as organelas responsáveis pela digestão da célula (a chamada digestão intracelular). Também podem ser comparados à centros de reciclagem, pois digerem partes celulares envelhecidas e desgastadas, de modo a reaproveitar as substâncias que as compõem .
  19. 19. COMPONENTES PROTOPLASMÁTICOS » CLOROPLASTOS Os cloroplastos são encontrados nas células das algas e plantas. São organelas que se caracterizam por apresentar a cor verde, em razão da presença da clorofila em seu interior. CLOROPLASTOS
  20. 20. CLOROPLASTOS • FUNÇÃO DOS CLOROPLASTOS Na membrana interna dos cloroplastos estão os fotossistemas, todos com várias moléculas de clorofila dispostas de maneira a formar uma espécie de antena com a finalidade de captar luz. Os fotossistemas possuem outras substâncias além da clorofila que também participam da fotossíntese.
  21. 21. COMPONENTES NÃO PROTOPLASMÁTICOS
  22. 22. COMPONENTES NÃO PROTOPLASMÁTICOS » VACÚOLO São estruturas celulares, muito abundantes nas células vegetais, contidas no citoplasma da célula. De forma mais ou menos esféricas ou ovalado. VACÚOLO
  23. 23. VACÚOLO • FUNÇÃO DO VACÚOLO Assim como as outras organelas celulares, os vacúolos também possuem uma importante função para o funcionamento da célula. Além de atuarem como reservatório de substâncias, também fazem a regulação das trocas de água que ocorrem no processo de osmose.
  24. 24. COMPONENTES NÃO PROTOPLASMÁTICOS » PAREDE CELULAR A parede celular é um envoltório extracelular presente em todos os vegetais e algumas bactérias, fungos e protozoários, cuja composição varia conforme o hábito de cada organismo perante os processos evolutivos e adaptativos. PAREDE CELULAR
  25. 25. PAREDE CELULAR • ENTENDENDO A PAREDE CELULAR A parede primária é elástica, de modo a permitir o crescimento celular. Depois que a célula cresceu e atingiu o tamanho e a forma definitivos, forma-se a parede secundária, mais espessa e rígida. A celulose que constitui a parede secundária é secretada através da membrana plasmática, e se deposita entre esta e a superfície interna da parede primária, na qual adere fortemente.
  26. 26. BIOLOGIA Carlos Eduardo Miraíma - CE CÉLULA EUCARIONTE VEGETAL

×