O sistema urinário e o sistema genital, sob o
ponto de vista embriológico anatômico, está
intimamente relacionado.
Aparelho urogenital é a unidade anatômica
constituída pelos órgãos formadores e
eliminadores da urina e pelos órgãos genit...
Na espécie humana,
como em outros
mamíferos, o aparelho
urinário compõe-se de
dois rins, dois ureteres,
bexiga urinária e ...
Pênis
Testículos
Epidídimo
Próstata
Escroto
Cordão espermático
Vesículas seminais
Vulva
Vagina
Útero
Trompas
Ovários
O Sistema Urinário é
composto por dois
rins e pelas vias
urinárias, formada
por dois ureteres,
a bexiga urinária e
a uretr...
Os rins são dois órgãos que se
situam na parte posterior da
cavidade abdominal, localizados
em cada lado da coluna
vertebr...
Os rins se ligam ao sistema circulatório através
da artéria renal e da veia renal, e com as vias
urinárias pelos ureteres....
Cada rim é constituído por
milhões de néfrons. O néfron é
formado por uma parte dilatada,
o corpúsculo renal ou de
Malpigh...
O néfron é a unidade morfofuncional dos rins. Cada
rim possui aproximadamente 1 milhão de néfrons,
que em associação forma...
O ureter é composto por três
túnicas, que são as seguintes.
Túnica Mucosa
Túnica Muscular
Túnica Adventícia
A Bexiga é um órgão que recebe a urina formada
pelos rins, armazena-a por algum tempo e a conduz
ao exterior à medida que ...
O sistema genital
masculino é composto
pela bolsa escrotal,
testículos, vias
espermáticas (epidídimo,
ducto deferente e ur...
A bolsa escrotal, um órgão par, também conhecido
como escroto ou saco escrotal, é uma bolsa de pele
que se localiza abaixo...
Depois de formados, os espermatozóides saem dos túbulos
seminíferos e são encaminhados para os ductos eferentes, de
onde s...
As glândulas seminais, também chamadas de vesículas
seminais, são encontradas atrás da bexiga e acima da
próstata. Elas pr...
A próstata tem aproximadamente 4 cm de
diâmetro e se localiza abaixo da bexiga urinária.
Ela produz uma secreção, nutritiv...
A próstata é uma glândula que faz
parte do sistema reprodutor do
homem, produzindo (secretando) um
líquido que se junta à ...
A uretra é um canal que passa por dentro do pênis e é
comum aos sistemas urinário e genital, ou seja, por esse
canal são c...
O pênis é o órgão copulador
masculino. Ele possui tecidos
esponjosos ricos em vasos
sanguíneos: os corpos
cavernosos do pê...
O pênis é um órgão envolvido
no processo de reprodução,
também está envolvido no
processo de excreção, já que
a uretra faz...
O aparelho reprodutor
feminino é constituído
por dois ovários, duas
tubas uterinas
(trompas de Falópio),
um útero, uma vag...
A entrada da vagina é
protegida por uma
membrana circular - o
hímen - que fecha
parcialmente o orifício
vulvo-vaginal e é ...
São duas glândulas situadas uma em cada lado do
útero, abaixo das trompas. São responsáveis por
produzir gametas ou óvulos...
São dois ductos que unem o ovário ao útero. Seu
epitélio de revestimento é formados por células
ciliadas. Os batimentos do...
É um órgão oco em forma
de uma pêra invertida, A
principal função do útero é
receber embriões que se
implantam no endométr...
O Sistema Urinário é composto
por dois rins e pelas vias
urinárias, formada por dois
ureteres, a bexiga urinária e
a uretr...
A ITU pode acometer indivíduos de qualquer
idade e sexo, mas é extremamente mais comum
entre as mulheres. Essa relação se ...
1 - Na mulher, a saída
da uretra é bem próxima
à entrada da vagina,
onde se sabe que a
mulher abriga diversos
microorganis...
2 - Os hábitos de
higiene após o uso do
toalete, como a
passagem do papel
higiênico em direção
ânus-vagina, favorecem
o tr...
3 - Outro fator
importante é que a
uretra feminina é bem
menor que a masculina,
o que favorece o
caminho das bactérias
des...
A ITU ocorre principalmente quando os
microorganismos, na maioria dos casos
bactérias, "sobem" pela uretra e atingem a
bex...
Um fator de extrema importância no
desenvolvimento da ITU é a estase urinária.
Isso acontece quando há uma dificuldade de
...
Alguns fatores aumentam a chance de
desenvolvimento de ITU, por facilitarem a
proliferação das bactérias e o acesso das
me...
• Hábitos de higiene inadequados;
• Diabetes;
• Climatério: as alterações do organismo da
mulher favorecem o desenvolvimen...
• Obstrução urinária: qualquer fator que impeça
o fluxo constante de urina, como aumento da
próstata, defeitos congênitos,...
•Doenças neurológicas: interferem com os
mecanismos de esvaziamento da bexiga,
favorecendo a estase de urina;
•Doenças sex...
•Dor ao urinar;
•Ardência na uretra durante a micção;
•Dificuldade para iniciar a micção;
•Urgência miccional: quando a pe...
•Ingerir bastante líquido (média de 2 litros por dia);
•Evitar reter a urina, urinando sempre que a vontade
surgir;
•Práti...
Para as mulheres...
•Limpar-se sempre da frente para trás, após usar o
toalete;
•Lavar a região perianal após as evacuaçõe...
Síndrome Nefrítica: também conhecida como
Glomerulonefrite Difusa Aguda, caracteriza-se por um
processo inflamatório que c...
Síndrome Nefrótica consiste de um grupo de
sintomas que incluem proteínas na urina, baixos
níveis de proteína no sangue, a...
Tumores renais: O Carcinoma de Células Renais (CCR)
é o principal tipo de tumor primário que acomete o
rim. As bases para ...
Muitas vezes o CCR cursa assintomático, e só
diagnosticam-no quando já há a presença de
metástases, que são mais comuns or...
Cistite é uma inflamação da
bexiga urinaria. Os
sintomas incluem ardência
durante a micção ou
micção dolorosa, micção
freq...
Sistema Urogenital Humano - Equipe Aprendizes do Saber
Sistema Urogenital Humano - Equipe Aprendizes do Saber
Sistema Urogenital Humano - Equipe Aprendizes do Saber
Sistema Urogenital Humano - Equipe Aprendizes do Saber
Sistema Urogenital Humano - Equipe Aprendizes do Saber
Sistema Urogenital Humano - Equipe Aprendizes do Saber
Sistema Urogenital Humano - Equipe Aprendizes do Saber
Sistema Urogenital Humano - Equipe Aprendizes do Saber
Sistema Urogenital Humano - Equipe Aprendizes do Saber
Sistema Urogenital Humano - Equipe Aprendizes do Saber
Sistema Urogenital Humano - Equipe Aprendizes do Saber
Sistema Urogenital Humano - Equipe Aprendizes do Saber
Sistema Urogenital Humano - Equipe Aprendizes do Saber
Sistema Urogenital Humano - Equipe Aprendizes do Saber
Sistema Urogenital Humano - Equipe Aprendizes do Saber
Sistema Urogenital Humano - Equipe Aprendizes do Saber
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sistema Urogenital Humano - Equipe Aprendizes do Saber

1.107 visualizações

Publicada em

Apresentação de seminário da Equipe Aprendizes do Saber, com a temática "Sistema Urogenital Humano" que é a junção do Sistema Urinário com o Sistema Genital. Uma explanação bem elaborada da morfologia e fisiologia de todos o órgãos que fazem parte deste sistema. Destacando também infecções e doenças comuns que podem atacar essa funcionalidade do Sistema Urogenital.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.107
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
28
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sistema Urogenital Humano - Equipe Aprendizes do Saber

  1. 1. O sistema urinário e o sistema genital, sob o ponto de vista embriológico anatômico, está intimamente relacionado.
  2. 2. Aparelho urogenital é a unidade anatômica constituída pelos órgãos formadores e eliminadores da urina e pelos órgãos genitais responsáveis pela reprodução e perpetuação da espécie.
  3. 3. Na espécie humana, como em outros mamíferos, o aparelho urinário compõe-se de dois rins, dois ureteres, bexiga urinária e a uretra.
  4. 4. Pênis Testículos Epidídimo Próstata Escroto Cordão espermático Vesículas seminais Vulva Vagina Útero Trompas Ovários
  5. 5. O Sistema Urinário é composto por dois rins e pelas vias urinárias, formada por dois ureteres, a bexiga urinária e a uretra. COMPONENTES DO SISTEMA URINÁRIO
  6. 6. Os rins são dois órgãos que se situam na parte posterior da cavidade abdominal, localizados em cada lado da coluna vertebral. São de cor vermelho - escuro e têm o formato semelhante ao de um grão de feijão e do tamanho aproximado de uma mão fechada. Onde se situa o hilo, onde entram e saem vasos sanguíneos, entram nervos e saem os ureteres.
  7. 7. Os rins se ligam ao sistema circulatório através da artéria renal e da veia renal, e com as vias urinárias pelos ureteres. As artérias renais são ramificações muito finas que formam pequenos emaranhados chamados glomérulos. Cada glomérulo é envolvido por uma estrutura arredondada, chamada cápsula glomerular ou cápsula de Bowman. Por conseguinte, a unidade básica de filtragem do sangue é chamada Néfron, que é formada pelos glomérulos, pela cápsula glomerular e pelo túbulo renal.
  8. 8. Cada rim é constituído por milhões de néfrons. O néfron é formado por uma parte dilatada, o corpúsculo renal ou de Malpighi, pelo túbulo contorcido proximal, pelas partes delgada e espessa da alça de Henle, pelo túbulo contorcido distal e pelos túbulos e ductos coletores, sendo o néfron a unidade funcional do rim.
  9. 9. O néfron é a unidade morfofuncional dos rins. Cada rim possui aproximadamente 1 milhão de néfrons, que em associação formam o rim. Cada néfron é constituído pelas seguintes estruturas: * Corpúsculo renal * Túbulo contornado proximal * Alça de Henle (parte delgada e parte espessa) * Túbulo contornado distal *As duas porções da alça de Henle, que são retilíneas, encontram-se na zona medular do rim. Já os corpúsculos renais e os túbulos de trajeto tortuoso (contorcidos proximal e distal) alojam-se no córtex (zona cortical).
  10. 10. O ureter é composto por três túnicas, que são as seguintes. Túnica Mucosa Túnica Muscular Túnica Adventícia
  11. 11. A Bexiga é um órgão que recebe a urina formada pelos rins, armazena-a por algum tempo e a conduz ao exterior à medida que aumenta a quantidade de urina dentro da bexiga, o que faz com que se eleve a pressão endovesical (normalmente 10 cm de água) e, por volta de 200-300 ml, desencadeie o reflexo da micção.
  12. 12. O sistema genital masculino é composto pela bolsa escrotal, testículos, vias espermáticas (epidídimo, ducto deferente e uretra), glândulas sexuais acessórias (glândulas seminais, próstata e glândulas bulbouretrais) e pênis.
  13. 13. A bolsa escrotal, um órgão par, também conhecido como escroto ou saco escrotal, é uma bolsa de pele que se localiza abaixo do pênis. No interior dessa bolsa encontramos as gônadas masculinas, mais conhecidas como testículos. Nos testículos podemos encontrar milhares de tubos enovelados chamados de túbulos seminíferos, onde os espermatozóides são produzidos por meio da espermatogênese.A bolsa escrotal, além de proteger os testículos, tem a função de manter a temperatura deles em torno de um grau abaixo da temperatura corporal, fundamental para que ocorra a produção dos espermatozóides.
  14. 14. Depois de formados, os espermatozóides saem dos túbulos seminíferos e são encaminhados para os ductos eferentes, de onde seguirão para os epidídimos. Nos epidídimos, os espermatozóides ganharão mobilidade e serão encaminhados para os ductos deferentes, antigamente chamados de canais deferentes. Os ductos deferentes são dois tubos que saem um de cada testículo e passam pelo abdome, contornando a bexiga até fundirem-se ao ducto das glândulas seminais, compondo o ducto ejaculatório, que desemboca na uretra. Todos os espermatozóides produzidos ficam armazenados no epidídimo e nos ductos deferentes até serem eliminados na ejaculação.
  15. 15. As glândulas seminais, também chamadas de vesículas seminais, são encontradas atrás da bexiga e acima da próstata. Elas produzem um líquido alcalino que é lançado no ducto ejaculador e tem a função de nutrir os espermatozóides durante sua viagem em direção ao óvulo. Por ser de natureza alcalina, esse líquido neutraliza o ambiente ácido da uretra masculina e do trato genital feminino, tornando esse ambiente ideal para os espermatozóides. Esse líquido produzido por essas glândulas compõe cerca de 60% do volume total do esperma, também chamado de sêmen.
  16. 16. A próstata tem aproximadamente 4 cm de diâmetro e se localiza abaixo da bexiga urinária. Ela produz uma secreção, nutritiva para os espermatozóides, que constitui entre 15 e 30% do esperma.
  17. 17. A próstata é uma glândula que faz parte do sistema reprodutor do homem, produzindo (secretando) um líquido que se junta à secreção da vesícula seminal para formar o sêmen (esperma) e auxiliar no transporte dos espermatozóides, produzidos nos testículos até a sua ejaculação durante o orgasmo. É também dentro dela que ocorre a transformação do principal hormônio masculino - a testosterona - em diidrotestosterona, que, por sua vez, é responsável pelo controle do crescimento dessa glândula.
  18. 18. A uretra é um canal que passa por dentro do pênis e é comum aos sistemas urinário e genital, ou seja, por esse canal são conduzidos o esperma e a urina. A uretra masculina é formada por três porções, que são: a) Uretra prostática: perfura a próstata, possui cerca de 3cm de comprimento. b) Uretra membranosa: perfura o diafragma pélvico, possui cerca de 1,5cm de comprimento. c) Uretra esponjosa: perfura o corpo esponjoso do pênis, possui cerca de 15 cm de comprimento (este valor é relativo ao tamanho médio do pênis, podendo variar para mais ou para menos).
  19. 19. O pênis é o órgão copulador masculino. Ele possui tecidos esponjosos ricos em vasos sanguíneos: os corpos cavernosos do pênis e o corpo esponjoso do pênis. Os corpos cavernosos do pênis são formados por tecido erétil que se enchem de sangue durante a excitação sexual, fazendo com que ocorra a ereção do pênis, tornando possível o ato sexual.
  20. 20. O pênis é um órgão envolvido no processo de reprodução, também está envolvido no processo de excreção, já que a uretra faz parte dele. Nos homens, possuem formato cilíndrico, com dimensões que variam entre 10 a 18 centímetros, quando ereto.
  21. 21. O aparelho reprodutor feminino é constituído por dois ovários, duas tubas uterinas (trompas de Falópio), um útero, uma vagina, dois orifícios (interno e externo). Ele está localizado no interior da cavidade pélvica.
  22. 22. A entrada da vagina é protegida por uma membrana circular - o hímen - que fecha parcialmente o orifício vulvo-vaginal e é quase sempre perfurado no centro, podendo ter formas diversas. Geralmente, essa membrana se rompe nas primeiras relações sexuais.
  23. 23. São duas glândulas situadas uma em cada lado do útero, abaixo das trompas. São responsáveis por produzir gametas ou óvulos e também por produzir hormônios sexuais femininos, estrógeno e progesterona.
  24. 24. São dois ductos que unem o ovário ao útero. Seu epitélio de revestimento é formados por células ciliadas. Os batimentos dos cílios microscópicos e os movimentos peristálticos das tubas uterinas impelem o gameta feminino até o útero.
  25. 25. É um órgão oco em forma de uma pêra invertida, A principal função do útero é receber embriões que se implantam no endométrio, e desenvolve vasos sanguíneos exclusivamente para esta função.
  26. 26. O Sistema Urinário é composto por dois rins e pelas vias urinárias, formada por dois ureteres, a bexiga urinária e a uretra. A única diferença entre o sistema urinário masculino e feminino é o comprimento da uretra. Nas mulheres, a uretra tem entre cerca de 3,8 cm e 5,1 cm. Nos homens, tem cerca de 20 cm de comprimento.
  27. 27. A ITU pode acometer indivíduos de qualquer idade e sexo, mas é extremamente mais comum entre as mulheres. Essa relação se inverte no primeiro ano de vida, quando é mais comum nos meninos.
  28. 28. 1 - Na mulher, a saída da uretra é bem próxima à entrada da vagina, onde se sabe que a mulher abriga diversos microorganismos que compõem a flora vaginal.
  29. 29. 2 - Os hábitos de higiene após o uso do toalete, como a passagem do papel higiênico em direção ânus-vagina, favorecem o transporte de microorganismos intestinais até a vulva.
  30. 30. 3 - Outro fator importante é que a uretra feminina é bem menor que a masculina, o que favorece o caminho das bactérias desde a entrada da uretra até a bexiga.
  31. 31. A ITU ocorre principalmente quando os microorganismos, na maioria dos casos bactérias, "sobem" pela uretra e atingem a bexiga, os ureteres e os rins. A bactéria que mais comumente causa ITU é chamada Escherichia coli, e faz parte da flora intestinal normal. Assim, podemos perceber a importância de hábitos de higiene adequados para a prevenção das infecções urinárias.
  32. 32. Um fator de extrema importância no desenvolvimento da ITU é a estase urinária. Isso acontece quando há uma dificuldade de esvaziamento da bexiga, e a urina fica acumulada por muito tempo. Isso favorece a proliferação de bactérias na urina, levando ao desenvolvimento de infecção.
  33. 33. Alguns fatores aumentam a chance de desenvolvimento de ITU, por facilitarem a proliferação das bactérias e o acesso das mesmas ao sistema urinário. São eles: • Gravidez: há uma diminuição das defesas da mulher; além disso, durante a gestação há um aumento do progesterona (um dos hormônios femininos), o que causa um relaxamento maior da bexiga e favorece a estase urinária;
  34. 34. • Hábitos de higiene inadequados; • Diabetes; • Climatério: as alterações do organismo da mulher favorecem o desenvolvimento de ITU;
  35. 35. • Obstrução urinária: qualquer fator que impeça o fluxo constante de urina, como aumento da próstata, defeitos congênitos, cálculos urinários ("pedra nos rins"), tumores; • Corpos estranhos: a inserção de corpos estranhos pode carregar as bactérias para o sistema urinário e servir como local de aderência e proliferação, como sondas;
  36. 36. •Doenças neurológicas: interferem com os mecanismos de esvaziamento da bexiga, favorecendo a estase de urina; •Doenças sexualmente transmissíveis; •Infecções ginecológicas.
  37. 37. •Dor ao urinar; •Ardência na uretra durante a micção; •Dificuldade para iniciar a micção; •Urgência miccional: quando a pessoa sente uma vontade súbita de urinar; •Ato de urinar várias vezes ao dia e em pequenas quantidades; •Urina com mau cheiro, de coloração alterada; •Pode haver eliminação de sangue na urina, que fica avermelhada, acastanhada.
  38. 38. •Ingerir bastante líquido (média de 2 litros por dia); •Evitar reter a urina, urinando sempre que a vontade surgir; •Prática de relação sexual protegida; •Urinar após relações sexuais; •Evitar o uso indiscriminado de antibióticos, sem indicação médica.
  39. 39. Para as mulheres... •Limpar-se sempre da frente para trás, após usar o toalete; •Lavar a região perianal após as evacuações; •Evitar o uso de absorventes internos; •Evitar a realização de "duchas", "chuveirinhos"; •Evitar o uso constante de roupas íntimas de tecido sintético, preferir as de algodão; •Usar roupas mais leves para evitar transpiração excessiva na região genital.
  40. 40. Síndrome Nefrítica: também conhecida como Glomerulonefrite Difusa Aguda, caracteriza-se por um processo inflamatório que cursa com disfunção renal durante dias ou, por vezes, até semanas, que pode ou não se resolver. As bases para o diagnóstico de Síndrome Nefrítica são: edema, hipertensão e hematúria (com ou sem cilindros hemáticos).
  41. 41. Síndrome Nefrótica consiste de um grupo de sintomas que incluem proteínas na urina, baixos níveis de proteína no sangue, altos níveis de colesterol, altos níveis de triglicérides e inchaço.
  42. 42. Tumores renais: O Carcinoma de Células Renais (CCR) é o principal tipo de tumor primário que acomete o rim. As bases para o diagnóstico de CCR são: hematúria macro ou microscópica; dor ou massa palpável em flanco; massa renal sólida em estudo por imagem; e sintomas sistêmicos podem estar presentes como perda de peso, febre, fadiga, hipertensão, anormalidades hormonais, entre outros.
  43. 43. Muitas vezes o CCR cursa assintomático, e só diagnosticam-no quando já há a presença de metástases, que são mais comuns ordenadamente em pulmões, ossos, linfonodos regionais, fígado, supra- renais e cérebro. Metástases para outras localizações estão descritas mas são muito raras.
  44. 44. Cistite é uma inflamação da bexiga urinaria. Os sintomas incluem ardência durante a micção ou micção dolorosa, micção freqüente e com urgência e dor lombar baixa.

×