SlideShare uma empresa Scribd logo
Brainstoming 
Aula 10 – Gestão da Qualidade Aplicada à Logística
Conceito 
O brainstorming (literalmente: "tempestade 
cerebral" em inglês) ou tempestade de ideias 
É mais do que uma técnica de dinâmica de grupo, é 
uma atividade desenvolvida para explorar a 
potencialidade criativa de um indivíduo ou de um 
grupo - criatividade em equipe - colocando-a a 
serviço de objetivos pré-determinados.
Aplicação 
Dentre as muitas situações nas quais pode ser aplicada, podemos citar: 
Desenvolvimento de novos produtos 
o Identificação das características do produto 
Implantação de sistema da qualidade 
o Listagem de atividades a serem desenvolvidas no 
processo de implantação; 
o Identificação das resistências a mudança na 
organização; 
o Auxiliando no desenvolvimento das ferramentas da 
qualidade. 
Solucionando problemas 
o Listagens das causas prováveis do problema; 
o Listagens das possíveis soluções;
Regras 
As quatro principais regras do brainstorming são: 
•Críticas são rejeitadas: Esta é provavelmente a regra mais importante. A não ser que a avaliação seja evitada, o 
princípio do julgamento não pode operar. A falha do grupo ao cumprir esta regra é a razão mais crítica para que a 
sessão de brainstorming não resulte. Esta regra é aquela que primariamente diferencia um brainstorming clássico dos 
métodos de conferência tradicionais. 
•Criatividade é bem-vinda: Esta regra é utilizada para encorajar os participantes a sugerir qualquer ideia que lhe 
venha à mente, sem preconceitos e sem medo que isso o vá avaliar imediatamente. As ideias mais desejáveis são 
aquelas que inicialmente parecem ser sem domínio e muito longe do que poderá ser uma solução. É necessário deixar 
as inibições para trás enquanto se geram ideias. Quando se segue esta regra, cria-se automaticamente um clima 
de brainstorming apropriado. Isso aumenta também o número de ideias geradas. 
•Quantidade é necessária: Quanto mais ideias forem geradas, mais hipóteses há de encontrar uma boa ideia. 
Quantidade gera qualidade. 
•Combinação e aperfeiçoamento são necessários: O objetivo desta regra é encorajar a geração de ideias adicionais 
para a construção e reconstrução sobre as ideias dos outros.
Regras 
Embora, universalmente não haja linhas de direção aceitas para passos específicos a implementar numa sessão de brainstorming, as 
seguintes atividades principais são bastante típicas: 
•Desenvolver um enunciado para o problema. 
•Selecionar um grupo de 6 a 12 participantes. 
•Enviar uma nota aos participantes falando-lhes acerca do problema. Deverá ser incluído o enunciado do problema, o contexto, bem 
como algumas soluções e outras coisas que se revelem úteis para o caso. 
•Começar por escrever o problema num quadro visível a todos os elementos pertencentes ao grupo. 
•Falar, novamente, sobre as 4 regras principais do brainstorming. 
•Requisitar novas ideias aos participantes pela ordem pela qual estes levantam a sua mão. Apenas uma ideia deve ser sugerida em 
cada momento. 
•Ter um gravador, ou uma secretária de maneira a que se possa escrever e tomar nota das ideias. 
•A sessão deve durar cerca de 30 minutos. Não se deve durar quatro horas! 
•Seleccionar um grupo para avaliação de três a cinco pessoas. 
•Fornecer ao grupo a lista de ideias e dizer-lhes que sugiram e selecionem as melhores ideias. 
•Fornecer ao grupo original um relatório com as ideias selecionadas pelo grupo de avaliação e requisitar a submissão de quaisquer 
ideias adicionais estimulada pela lista. 
•Dar a lista final de ideias à pessoa ou grupo de trabalho do projecto.
Composição do Grupo 
A maioria dos grupos de brainstorming são constituídos por três elementos: 
O líder. 
•Os membros. 
•Um secretário. 
Devem ser escolhidas pessoas que tenham alguma experiência com o problema em causa. É necessário não misturar os 
chefes com os trabalhadores. Devem escolher-se pessoas que estejam no mesmo patamar da hierarquia na organização. A 
maioria das pessoas não se consegue libertar nem ser suficientemente criativo diante do seu chefe. 
O líder de grupo deve ser familiar com o processo de brainstorming e ter facilidade em manter-se relaxado, e 
numa atmosfera descontraída. 
O secretário deve ter facilidade na escrita rápida. Este vai ter que tomar nota de uma numerosa lista de ideias que vão ser 
geradas. As ideias não têm, necessariamente, de ser escritas exatamente da mesma forma que são ditas. O nome da 
pessoa que sugere as ideias não deve ser anotado, já que o anonimato encoraja a liberdade de expressão. 
Brainstorming é uma boa forma de pensar e um bom caminho a seguir para a criação de um novo slogan para um produto, 
ou para um novo tema para uma campanha. 
Esta é uma boa forma de pensar e de encontrar ideias para uma história de um jornal ou para uma coluna de uma revista.
Avaliação do Grupo 
Enquanto um grupo típico de brainstorming deverá conter desde seis a doze pessoas, o grupo de avaliação deve 
conter, exatamente três, cinco ou sete pessoas. Usando um número ímpar eliminam-se as possibilidades de 
empate quando é efetuada a votação das possíveis soluções. 
Esta situação também ajuda quando é procurado um consenso ao invés da votação. 
A composição dos membros desse grupo pode variar. Poderá consistir em pessoas que faziam parte do grupo de 
geração de ideias, ou na combinação de pessoas deste grupo com pessoas externas, ou de um grupo 
completamente novo de indivíduos. 
Utilizar as mesmas pessoas poderá ter a vantagem de assegurar a familiaridade com o problema, enquanto o uso 
de um grupo de pessoas externas ao grupo original pode ter o benefício da maior objetividade. 
A tarefa do grupo de avaliação é a de avaliar todas as ideias e selecionar as melhores para uma possível 
implementação ou estudo adicional. Depois do líder do grupo receber alista de ideias do secretário, as ideias 
devem ser editadas em seguida, deve-se certificar e verificar que elas estão descritas claramente e estão concisas. 
As ideias devem ser organizadas segundo categorias lógicas (usualmente, estas categorias vão de cinco a dez) e 
apresentadas ao grupo de avaliação para revisão. É possível tornar este processomais fácil e prático utilizando 
uma checklist organizada segundo determinados critérios como a simplicidade das ideias, menos custosas em 
termos de tempo e capital, e outros termos similares. O grupo de avaliação deve verificar as melhores ideias de
Brainstorming Individual 
A técnica de brainstorming é a clássica técnica criativa de um grupo. De qualquer forma, muitas pessoas adaptaram 
o brainstorming e usam-no como uma técnica criativa individual. 
Isto significa que é sempre possível realizar uma sessão de brainstorming a qualquer altura - e quantas vezes for necessário 
- sem dinheiro, tempo despendido a organizar um grupo de pessoas. 
Condições em que pode ser necessária a realização de um brainstorming individual 
• Trabalha-se sem cooperação, sozinho. 
• Trabalha-se sem cooperação, e emprego por conta própria. 
• Não há disponibilidade para uma sessão em grupo. 
• As pessoas que o rodeiam não gostam de sessões de brainstorming. 
• As pessoas que o rodeiam não seguem as regras do brainstorming. 
• É demasiado dispendioso e caro para si a realização de uma sessão. 
• O problema é demasiado pequeno para justificar a reunião de um grande conjunto de pessoas. 
• Quando se utiliza o brainstorming individual, pode ser de grande ajuda o uso de mapas 
mentais para organizar e desenvolver as ideias

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Desenvolvendo a Criatividade
Desenvolvendo a CriatividadeDesenvolvendo a Criatividade
Desenvolvendo a Criatividade
tati_spazziano
 
Design Thinking e Ferramentas de Inovação
Design Thinking e Ferramentas de InovaçãoDesign Thinking e Ferramentas de Inovação
Design Thinking e Ferramentas de Inovação
Maristela Meireles
 
Diagnostico Organizacional
Diagnostico OrganizacionalDiagnostico Organizacional
Diagnostico Organizacional
Lauro Jorge Prado
 
Criatividade e Inovaçao
Criatividade e InovaçaoCriatividade e Inovaçao
Criatividade e Inovaçao
Jairo Siqueira
 
Criatividade e Inovação
Criatividade e InovaçãoCriatividade e Inovação
Criatividade e Inovação
Graziela Bernardo Mota
 
O cérebro e a criatividade
O cérebro e a criatividadeO cérebro e a criatividade
O cérebro e a criatividade
Aline Corso
 
Design thinking
Design thinkingDesign thinking
Design thinking
Alessandra Rosa
 
Criatividade e Inovação
Criatividade e InovaçãoCriatividade e Inovação
Criatividade e Inovação
Renato Melo
 
Criatividade
CriatividadeCriatividade
Criatividade
Aline Corso
 
Palestra sobre 5w2h
Palestra sobre 5w2hPalestra sobre 5w2h
Palestra sobre 5w2h
Dilsone Antonio Schneidt
 
Aula 05 Briefing
Aula 05   BriefingAula 05   Briefing
Aula 05 Briefing
Elizeu Nascimento Silva
 
Criatividade
CriatividadeCriatividade
Criatividade
UserSanti
 
Desig thinking e confiança criativa
Desig thinking e confiança criativaDesig thinking e confiança criativa
Desig thinking e confiança criativa
Colaborativismo
 
Criação e criatividade na campanha
Criação e criatividade na campanhaCriação e criatividade na campanha
Criação e criatividade na campanha
Ciro Gusatti
 
Aula 2 - Organizações e Organização
Aula 2 - Organizações e OrganizaçãoAula 2 - Organizações e Organização
Aula 2 - Organizações e Organização
Prof. Leonardo Rocha
 
Educação corporativa
Educação corporativaEducação corporativa
Educação corporativa
Gerisval Pessoa
 
Criatividade e Inovação
Criatividade e InovaçãoCriatividade e Inovação
Criatividade e Inovação
Marco Galan
 
Gestao De Projetos
Gestao De ProjetosGestao De Projetos
Aula 01 - INTRODUCAO - EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.ppt
Aula 01 - INTRODUCAO - EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.pptAula 01 - INTRODUCAO - EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.ppt
Aula 01 - INTRODUCAO - EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.ppt
FAP
 
Storytelling no Jornalismo - Jornalismo Multimídia 2022
Storytelling no Jornalismo - Jornalismo Multimídia 2022Storytelling no Jornalismo - Jornalismo Multimídia 2022
Storytelling no Jornalismo - Jornalismo Multimídia 2022
Renato Melo
 

Mais procurados (20)

Desenvolvendo a Criatividade
Desenvolvendo a CriatividadeDesenvolvendo a Criatividade
Desenvolvendo a Criatividade
 
Design Thinking e Ferramentas de Inovação
Design Thinking e Ferramentas de InovaçãoDesign Thinking e Ferramentas de Inovação
Design Thinking e Ferramentas de Inovação
 
Diagnostico Organizacional
Diagnostico OrganizacionalDiagnostico Organizacional
Diagnostico Organizacional
 
Criatividade e Inovaçao
Criatividade e InovaçaoCriatividade e Inovaçao
Criatividade e Inovaçao
 
Criatividade e Inovação
Criatividade e InovaçãoCriatividade e Inovação
Criatividade e Inovação
 
O cérebro e a criatividade
O cérebro e a criatividadeO cérebro e a criatividade
O cérebro e a criatividade
 
Design thinking
Design thinkingDesign thinking
Design thinking
 
Criatividade e Inovação
Criatividade e InovaçãoCriatividade e Inovação
Criatividade e Inovação
 
Criatividade
CriatividadeCriatividade
Criatividade
 
Palestra sobre 5w2h
Palestra sobre 5w2hPalestra sobre 5w2h
Palestra sobre 5w2h
 
Aula 05 Briefing
Aula 05   BriefingAula 05   Briefing
Aula 05 Briefing
 
Criatividade
CriatividadeCriatividade
Criatividade
 
Desig thinking e confiança criativa
Desig thinking e confiança criativaDesig thinking e confiança criativa
Desig thinking e confiança criativa
 
Criação e criatividade na campanha
Criação e criatividade na campanhaCriação e criatividade na campanha
Criação e criatividade na campanha
 
Aula 2 - Organizações e Organização
Aula 2 - Organizações e OrganizaçãoAula 2 - Organizações e Organização
Aula 2 - Organizações e Organização
 
Educação corporativa
Educação corporativaEducação corporativa
Educação corporativa
 
Criatividade e Inovação
Criatividade e InovaçãoCriatividade e Inovação
Criatividade e Inovação
 
Gestao De Projetos
Gestao De ProjetosGestao De Projetos
Gestao De Projetos
 
Aula 01 - INTRODUCAO - EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.ppt
Aula 01 - INTRODUCAO - EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.pptAula 01 - INTRODUCAO - EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.ppt
Aula 01 - INTRODUCAO - EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO.ppt
 
Storytelling no Jornalismo - Jornalismo Multimídia 2022
Storytelling no Jornalismo - Jornalismo Multimídia 2022Storytelling no Jornalismo - Jornalismo Multimídia 2022
Storytelling no Jornalismo - Jornalismo Multimídia 2022
 

Destaque

Brainstorming
BrainstormingBrainstorming
Brainstorming
Peter otaneR
 
Brainstorming
Brainstorming Brainstorming
Brainstorming
Chris Bernard
 
Modelo Exercício de Brainstorm
Modelo Exercício de BrainstormModelo Exercício de Brainstorm
Modelo Exercício de Brainstorm
Ruy Fortini
 
Brainstorming
BrainstormingBrainstorming
Brainstorming
sehrishsaghirkhan
 
Presentation brainstorming
Presentation brainstormingPresentation brainstorming
Presentation brainstorming
atia03
 
Brainstorm - 5 passos para a ideia perfeita
Brainstorm - 5 passos para a ideia perfeitaBrainstorm - 5 passos para a ideia perfeita
Brainstorm - 5 passos para a ideia perfeita
Adriano Maringolo Gomes
 
Brainstorm • Como desentupir o cérebro com técnicas milagrosas
Brainstorm • Como desentupir o cérebro com técnicas milagrosasBrainstorm • Como desentupir o cérebro com técnicas milagrosas
Brainstorm • Como desentupir o cérebro com técnicas milagrosas
Gica Trierweiler Yabu
 
Técnica de brainstorm
Técnica de brainstormTécnica de brainstorm
Técnica de brainstorm
Mario Sergio Teixeira Marques
 
Criação publicitária - Aula 02 - Brainstorm
Criação publicitária - Aula 02  - BrainstormCriação publicitária - Aula 02  - Brainstorm
Criação publicitária - Aula 02 - Brainstorm
Thiago Ianatoni
 
Brainstorming
BrainstormingBrainstorming
Brainstorming
cleber_opo
 
Brainstorming 2
Brainstorming 2Brainstorming 2
Brainstorming 2
Professor Sérgio Duarte
 
Apresentação Ações de Marketing de Eventos
Apresentação Ações de Marketing de EventosApresentação Ações de Marketing de Eventos
Apresentação Ações de Marketing de Eventos
Cobra D'Agua
 
Brainstorm
BrainstormBrainstorm
Brainstorm
Danielli Sant Anna
 
Manual Normas Design
Manual Normas DesignManual Normas Design
Manual Normas Design
catarinacatarina
 
Reuniões eficientes & Brainstorming
Reuniões eficientes & BrainstormingReuniões eficientes & Brainstorming
Reuniões eficientes & Brainstorming
Daniel Wege
 
JAD e levantamento de requisitos
JAD e levantamento de requisitosJAD e levantamento de requisitos
JAD e levantamento de requisitos
Eduardo Castro
 
Brainstormin
BrainstorminBrainstormin
Brainstormin
Nuno Laginhas
 
Brainstorming
BrainstormingBrainstorming
Brainstorming
sandrinavalente
 
Identidade Visual do Hospital Mater Spei
Identidade Visual do Hospital Mater SpeiIdentidade Visual do Hospital Mater Spei
Identidade Visual do Hospital Mater Spei
Agência Point
 
Apresentação ppt branding marcas
Apresentação ppt   branding marcasApresentação ppt   branding marcas
Apresentação ppt branding marcas
Eliana Figueiredo
 

Destaque (20)

Brainstorming
BrainstormingBrainstorming
Brainstorming
 
Brainstorming
Brainstorming Brainstorming
Brainstorming
 
Modelo Exercício de Brainstorm
Modelo Exercício de BrainstormModelo Exercício de Brainstorm
Modelo Exercício de Brainstorm
 
Brainstorming
BrainstormingBrainstorming
Brainstorming
 
Presentation brainstorming
Presentation brainstormingPresentation brainstorming
Presentation brainstorming
 
Brainstorm - 5 passos para a ideia perfeita
Brainstorm - 5 passos para a ideia perfeitaBrainstorm - 5 passos para a ideia perfeita
Brainstorm - 5 passos para a ideia perfeita
 
Brainstorm • Como desentupir o cérebro com técnicas milagrosas
Brainstorm • Como desentupir o cérebro com técnicas milagrosasBrainstorm • Como desentupir o cérebro com técnicas milagrosas
Brainstorm • Como desentupir o cérebro com técnicas milagrosas
 
Técnica de brainstorm
Técnica de brainstormTécnica de brainstorm
Técnica de brainstorm
 
Criação publicitária - Aula 02 - Brainstorm
Criação publicitária - Aula 02  - BrainstormCriação publicitária - Aula 02  - Brainstorm
Criação publicitária - Aula 02 - Brainstorm
 
Brainstorming
BrainstormingBrainstorming
Brainstorming
 
Brainstorming 2
Brainstorming 2Brainstorming 2
Brainstorming 2
 
Apresentação Ações de Marketing de Eventos
Apresentação Ações de Marketing de EventosApresentação Ações de Marketing de Eventos
Apresentação Ações de Marketing de Eventos
 
Brainstorm
BrainstormBrainstorm
Brainstorm
 
Manual Normas Design
Manual Normas DesignManual Normas Design
Manual Normas Design
 
Reuniões eficientes & Brainstorming
Reuniões eficientes & BrainstormingReuniões eficientes & Brainstorming
Reuniões eficientes & Brainstorming
 
JAD e levantamento de requisitos
JAD e levantamento de requisitosJAD e levantamento de requisitos
JAD e levantamento de requisitos
 
Brainstormin
BrainstorminBrainstormin
Brainstormin
 
Brainstorming
BrainstormingBrainstorming
Brainstorming
 
Identidade Visual do Hospital Mater Spei
Identidade Visual do Hospital Mater SpeiIdentidade Visual do Hospital Mater Spei
Identidade Visual do Hospital Mater Spei
 
Apresentação ppt branding marcas
Apresentação ppt   branding marcasApresentação ppt   branding marcas
Apresentação ppt branding marcas
 

Semelhante a 2 slides - brainstorming

Aula n 02 brainstorming
Aula n 02   brainstormingAula n 02   brainstorming
Aula n 02 brainstorming
Willian de Melo
 
Brainstorming ferramenta gerencial
Brainstorming ferramenta gerencialBrainstorming ferramenta gerencial
Brainstorming ferramenta gerencial
Elizabeth Mendes de Andrade
 
Como fazer um bom brainstorm.docx
Como fazer um bom brainstorm.docxComo fazer um bom brainstorm.docx
Como fazer um bom brainstorm.docx
RB4 Consulting & Auditing
 
Gestão pela qualidade fundamentos básicos
Gestão pela qualidade fundamentos básicosGestão pela qualidade fundamentos básicos
Gestão pela qualidade fundamentos básicos
Elizabeth Esteves
 
O que é Brainstorming?
O que é Brainstorming?O que é Brainstorming?
O que é Brainstorming?
Priscila Stuani
 
Ferramentas da qualidade
Ferramentas da qualidadeFerramentas da qualidade
Ferramentas da qualidade
Luiz Claudio Santana
 
Ppt brainstorming clds+
Ppt brainstorming clds+Ppt brainstorming clds+
Ppt brainstorming clds+
Nuno Laginhas
 
Design thinking - livro 3
Design thinking - livro 3Design thinking - livro 3
Design thinking - livro 3
Letícia Spina Tapia
 
Gestao em vendas_brainstorming
Gestao em vendas_brainstormingGestao em vendas_brainstorming
Gestao em vendas_brainstorming
Estrela Franquias
 
Brainstorming
BrainstormingBrainstorming
9 Formas de Tornar o Trabalho de Equipa Menos Stressante
9 Formas de Tornar o Trabalho de Equipa Menos Stressante9 Formas de Tornar o Trabalho de Equipa Menos Stressante
9 Formas de Tornar o Trabalho de Equipa Menos Stressante
Filipe Vieira
 
brainstorming-150904014318-lva1-app6892 (1).pptx
brainstorming-150904014318-lva1-app6892 (1).pptxbrainstorming-150904014318-lva1-app6892 (1).pptx
brainstorming-150904014318-lva1-app6892 (1).pptx
MENTORAMONIZEALMEIDA
 
In f killinginnovartion
In f killinginnovartionIn f killinginnovartion
In f killinginnovartion
Alexsander Fim
 
Group Coaching - Uma opção possível
Group Coaching - Uma opção possívelGroup Coaching - Uma opção possível
Group Coaching - Uma opção possível
Antonio Azevedo
 
04 - grupo de foco
04 - grupo de foco04 - grupo de foco
04 - grupo de foco
Robson Santos
 
Tq ferramentas da_qualidade_semana2
Tq ferramentas da_qualidade_semana2Tq ferramentas da_qualidade_semana2
Tq ferramentas da_qualidade_semana2
Daebul University
 
Brainstorming e Técnica de Grupo Nominal
Brainstorming e Técnica de Grupo NominalBrainstorming e Técnica de Grupo Nominal
Brainstorming e Técnica de Grupo Nominal
Den Mazini '.'
 
Psicologia na contabilidade 13 liderança de reunioes
Psicologia na contabilidade 13   liderança de reunioesPsicologia na contabilidade 13   liderança de reunioes
Psicologia na contabilidade 13 liderança de reunioes
Milton Magnabosco
 
Pizzaria ferram1
Pizzaria ferram1Pizzaria ferram1
Pizzaria ferram1
Vilma Santos
 
Ideação na Prática
Ideação na PráticaIdeação na Prática
Ideação na Prática
globantbr
 

Semelhante a 2 slides - brainstorming (20)

Aula n 02 brainstorming
Aula n 02   brainstormingAula n 02   brainstorming
Aula n 02 brainstorming
 
Brainstorming ferramenta gerencial
Brainstorming ferramenta gerencialBrainstorming ferramenta gerencial
Brainstorming ferramenta gerencial
 
Como fazer um bom brainstorm.docx
Como fazer um bom brainstorm.docxComo fazer um bom brainstorm.docx
Como fazer um bom brainstorm.docx
 
Gestão pela qualidade fundamentos básicos
Gestão pela qualidade fundamentos básicosGestão pela qualidade fundamentos básicos
Gestão pela qualidade fundamentos básicos
 
O que é Brainstorming?
O que é Brainstorming?O que é Brainstorming?
O que é Brainstorming?
 
Ferramentas da qualidade
Ferramentas da qualidadeFerramentas da qualidade
Ferramentas da qualidade
 
Ppt brainstorming clds+
Ppt brainstorming clds+Ppt brainstorming clds+
Ppt brainstorming clds+
 
Design thinking - livro 3
Design thinking - livro 3Design thinking - livro 3
Design thinking - livro 3
 
Gestao em vendas_brainstorming
Gestao em vendas_brainstormingGestao em vendas_brainstorming
Gestao em vendas_brainstorming
 
Brainstorming
BrainstormingBrainstorming
Brainstorming
 
9 Formas de Tornar o Trabalho de Equipa Menos Stressante
9 Formas de Tornar o Trabalho de Equipa Menos Stressante9 Formas de Tornar o Trabalho de Equipa Menos Stressante
9 Formas de Tornar o Trabalho de Equipa Menos Stressante
 
brainstorming-150904014318-lva1-app6892 (1).pptx
brainstorming-150904014318-lva1-app6892 (1).pptxbrainstorming-150904014318-lva1-app6892 (1).pptx
brainstorming-150904014318-lva1-app6892 (1).pptx
 
In f killinginnovartion
In f killinginnovartionIn f killinginnovartion
In f killinginnovartion
 
Group Coaching - Uma opção possível
Group Coaching - Uma opção possívelGroup Coaching - Uma opção possível
Group Coaching - Uma opção possível
 
04 - grupo de foco
04 - grupo de foco04 - grupo de foco
04 - grupo de foco
 
Tq ferramentas da_qualidade_semana2
Tq ferramentas da_qualidade_semana2Tq ferramentas da_qualidade_semana2
Tq ferramentas da_qualidade_semana2
 
Brainstorming e Técnica de Grupo Nominal
Brainstorming e Técnica de Grupo NominalBrainstorming e Técnica de Grupo Nominal
Brainstorming e Técnica de Grupo Nominal
 
Psicologia na contabilidade 13 liderança de reunioes
Psicologia na contabilidade 13   liderança de reunioesPsicologia na contabilidade 13   liderança de reunioes
Psicologia na contabilidade 13 liderança de reunioes
 
Pizzaria ferram1
Pizzaria ferram1Pizzaria ferram1
Pizzaria ferram1
 
Ideação na Prática
Ideação na PráticaIdeação na Prática
Ideação na Prática
 

Mais de Caio Roberto de Souza Filho

Aula 7 - Problemas Econômicos
Aula 7 - Problemas EconômicosAula 7 - Problemas Econômicos
Aula 7 - Problemas Econômicos
Caio Roberto de Souza Filho
 
Aula 6 - Conceitos Econômicos
Aula 6 - Conceitos EconômicosAula 6 - Conceitos Econômicos
Aula 6 - Conceitos Econômicos
Caio Roberto de Souza Filho
 
Aula 5 - Sistema Financeiro , Inflação e Desemprego
Aula 5 - Sistema Financeiro , Inflação e DesempregoAula 5 - Sistema Financeiro , Inflação e Desemprego
Aula 5 - Sistema Financeiro , Inflação e Desemprego
Caio Roberto de Souza Filho
 
Aula 2
Aula 2Aula 2
Aula 1 - Gerenciamento e Economia de Sistemas Logísticos
Aula 1 - Gerenciamento e Economia de Sistemas LogísticosAula 1 - Gerenciamento e Economia de Sistemas Logísticos
Aula 1 - Gerenciamento e Economia de Sistemas Logísticos
Caio Roberto de Souza Filho
 
Planejamento e controle da capacidade
Planejamento e controle da capacidadePlanejamento e controle da capacidade
Planejamento e controle da capacidade
Caio Roberto de Souza Filho
 
Planejamento agregado
Planejamento agregadoPlanejamento agregado
Planejamento agregado
Caio Roberto de Souza Filho
 
Gerência de Projetos
Gerência de ProjetosGerência de Projetos
Gerência de Projetos
Caio Roberto de Souza Filho
 
Aula sobre mrp
Aula sobre mrpAula sobre mrp
1 slides - conceitos logísticos
1   slides - conceitos logísticos1   slides - conceitos logísticos
1 slides - conceitos logísticos
Caio Roberto de Souza Filho
 
2 slides - planejamento de recursos
2   slides - planejamento de recursos2   slides - planejamento de recursos
2 slides - planejamento de recursos
Caio Roberto de Souza Filho
 
1 slides - planejamento e controle da produção (pcp)
1   slides - planejamento e controle da produção (pcp)1   slides - planejamento e controle da produção (pcp)
1 slides - planejamento e controle da produção (pcp)
Caio Roberto de Souza Filho
 
2 slides - gestão de estoques
2   slides - gestão de estoques2   slides - gestão de estoques
2 slides - gestão de estoques
Caio Roberto de Souza Filho
 
3 slides - planejamento mestre da produção (mps)
3   slides - planejamento mestre da produção (mps)3   slides - planejamento mestre da produção (mps)
3 slides - planejamento mestre da produção (mps)
Caio Roberto de Souza Filho
 
1 slides - planejamento agregado
1   slides - planejamento agregado1   slides - planejamento agregado
1 slides - planejamento agregado
Caio Roberto de Souza Filho
 
3 slides - gut
3   slides - gut3   slides - gut
1 slides - diagrama de causa e efeito (ishikawa)
1   slides - diagrama de causa e efeito (ishikawa)1   slides - diagrama de causa e efeito (ishikawa)
1 slides - diagrama de causa e efeito (ishikawa)
Caio Roberto de Souza Filho
 
Aula Qualidade - Fluxograma
Aula Qualidade - FluxogramaAula Qualidade - Fluxograma
Aula Qualidade - Fluxograma
Caio Roberto de Souza Filho
 
Aula Qualidade - Gráfico de Pareto
Aula Qualidade - Gráfico de ParetoAula Qualidade - Gráfico de Pareto
Aula Qualidade - Gráfico de Pareto
Caio Roberto de Souza Filho
 

Mais de Caio Roberto de Souza Filho (19)

Aula 7 - Problemas Econômicos
Aula 7 - Problemas EconômicosAula 7 - Problemas Econômicos
Aula 7 - Problemas Econômicos
 
Aula 6 - Conceitos Econômicos
Aula 6 - Conceitos EconômicosAula 6 - Conceitos Econômicos
Aula 6 - Conceitos Econômicos
 
Aula 5 - Sistema Financeiro , Inflação e Desemprego
Aula 5 - Sistema Financeiro , Inflação e DesempregoAula 5 - Sistema Financeiro , Inflação e Desemprego
Aula 5 - Sistema Financeiro , Inflação e Desemprego
 
Aula 2
Aula 2Aula 2
Aula 2
 
Aula 1 - Gerenciamento e Economia de Sistemas Logísticos
Aula 1 - Gerenciamento e Economia de Sistemas LogísticosAula 1 - Gerenciamento e Economia de Sistemas Logísticos
Aula 1 - Gerenciamento e Economia de Sistemas Logísticos
 
Planejamento e controle da capacidade
Planejamento e controle da capacidadePlanejamento e controle da capacidade
Planejamento e controle da capacidade
 
Planejamento agregado
Planejamento agregadoPlanejamento agregado
Planejamento agregado
 
Gerência de Projetos
Gerência de ProjetosGerência de Projetos
Gerência de Projetos
 
Aula sobre mrp
Aula sobre mrpAula sobre mrp
Aula sobre mrp
 
1 slides - conceitos logísticos
1   slides - conceitos logísticos1   slides - conceitos logísticos
1 slides - conceitos logísticos
 
2 slides - planejamento de recursos
2   slides - planejamento de recursos2   slides - planejamento de recursos
2 slides - planejamento de recursos
 
1 slides - planejamento e controle da produção (pcp)
1   slides - planejamento e controle da produção (pcp)1   slides - planejamento e controle da produção (pcp)
1 slides - planejamento e controle da produção (pcp)
 
2 slides - gestão de estoques
2   slides - gestão de estoques2   slides - gestão de estoques
2 slides - gestão de estoques
 
3 slides - planejamento mestre da produção (mps)
3   slides - planejamento mestre da produção (mps)3   slides - planejamento mestre da produção (mps)
3 slides - planejamento mestre da produção (mps)
 
1 slides - planejamento agregado
1   slides - planejamento agregado1   slides - planejamento agregado
1 slides - planejamento agregado
 
3 slides - gut
3   slides - gut3   slides - gut
3 slides - gut
 
1 slides - diagrama de causa e efeito (ishikawa)
1   slides - diagrama de causa e efeito (ishikawa)1   slides - diagrama de causa e efeito (ishikawa)
1 slides - diagrama de causa e efeito (ishikawa)
 
Aula Qualidade - Fluxograma
Aula Qualidade - FluxogramaAula Qualidade - Fluxograma
Aula Qualidade - Fluxograma
 
Aula Qualidade - Gráfico de Pareto
Aula Qualidade - Gráfico de ParetoAula Qualidade - Gráfico de Pareto
Aula Qualidade - Gráfico de Pareto
 

Último

A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
ArapiracaNoticiasFat
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 

Último (20)

A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 

2 slides - brainstorming

  • 1. Brainstoming Aula 10 – Gestão da Qualidade Aplicada à Logística
  • 2. Conceito O brainstorming (literalmente: "tempestade cerebral" em inglês) ou tempestade de ideias É mais do que uma técnica de dinâmica de grupo, é uma atividade desenvolvida para explorar a potencialidade criativa de um indivíduo ou de um grupo - criatividade em equipe - colocando-a a serviço de objetivos pré-determinados.
  • 3. Aplicação Dentre as muitas situações nas quais pode ser aplicada, podemos citar: Desenvolvimento de novos produtos o Identificação das características do produto Implantação de sistema da qualidade o Listagem de atividades a serem desenvolvidas no processo de implantação; o Identificação das resistências a mudança na organização; o Auxiliando no desenvolvimento das ferramentas da qualidade. Solucionando problemas o Listagens das causas prováveis do problema; o Listagens das possíveis soluções;
  • 4. Regras As quatro principais regras do brainstorming são: •Críticas são rejeitadas: Esta é provavelmente a regra mais importante. A não ser que a avaliação seja evitada, o princípio do julgamento não pode operar. A falha do grupo ao cumprir esta regra é a razão mais crítica para que a sessão de brainstorming não resulte. Esta regra é aquela que primariamente diferencia um brainstorming clássico dos métodos de conferência tradicionais. •Criatividade é bem-vinda: Esta regra é utilizada para encorajar os participantes a sugerir qualquer ideia que lhe venha à mente, sem preconceitos e sem medo que isso o vá avaliar imediatamente. As ideias mais desejáveis são aquelas que inicialmente parecem ser sem domínio e muito longe do que poderá ser uma solução. É necessário deixar as inibições para trás enquanto se geram ideias. Quando se segue esta regra, cria-se automaticamente um clima de brainstorming apropriado. Isso aumenta também o número de ideias geradas. •Quantidade é necessária: Quanto mais ideias forem geradas, mais hipóteses há de encontrar uma boa ideia. Quantidade gera qualidade. •Combinação e aperfeiçoamento são necessários: O objetivo desta regra é encorajar a geração de ideias adicionais para a construção e reconstrução sobre as ideias dos outros.
  • 5. Regras Embora, universalmente não haja linhas de direção aceitas para passos específicos a implementar numa sessão de brainstorming, as seguintes atividades principais são bastante típicas: •Desenvolver um enunciado para o problema. •Selecionar um grupo de 6 a 12 participantes. •Enviar uma nota aos participantes falando-lhes acerca do problema. Deverá ser incluído o enunciado do problema, o contexto, bem como algumas soluções e outras coisas que se revelem úteis para o caso. •Começar por escrever o problema num quadro visível a todos os elementos pertencentes ao grupo. •Falar, novamente, sobre as 4 regras principais do brainstorming. •Requisitar novas ideias aos participantes pela ordem pela qual estes levantam a sua mão. Apenas uma ideia deve ser sugerida em cada momento. •Ter um gravador, ou uma secretária de maneira a que se possa escrever e tomar nota das ideias. •A sessão deve durar cerca de 30 minutos. Não se deve durar quatro horas! •Seleccionar um grupo para avaliação de três a cinco pessoas. •Fornecer ao grupo a lista de ideias e dizer-lhes que sugiram e selecionem as melhores ideias. •Fornecer ao grupo original um relatório com as ideias selecionadas pelo grupo de avaliação e requisitar a submissão de quaisquer ideias adicionais estimulada pela lista. •Dar a lista final de ideias à pessoa ou grupo de trabalho do projecto.
  • 6. Composição do Grupo A maioria dos grupos de brainstorming são constituídos por três elementos: O líder. •Os membros. •Um secretário. Devem ser escolhidas pessoas que tenham alguma experiência com o problema em causa. É necessário não misturar os chefes com os trabalhadores. Devem escolher-se pessoas que estejam no mesmo patamar da hierarquia na organização. A maioria das pessoas não se consegue libertar nem ser suficientemente criativo diante do seu chefe. O líder de grupo deve ser familiar com o processo de brainstorming e ter facilidade em manter-se relaxado, e numa atmosfera descontraída. O secretário deve ter facilidade na escrita rápida. Este vai ter que tomar nota de uma numerosa lista de ideias que vão ser geradas. As ideias não têm, necessariamente, de ser escritas exatamente da mesma forma que são ditas. O nome da pessoa que sugere as ideias não deve ser anotado, já que o anonimato encoraja a liberdade de expressão. Brainstorming é uma boa forma de pensar e um bom caminho a seguir para a criação de um novo slogan para um produto, ou para um novo tema para uma campanha. Esta é uma boa forma de pensar e de encontrar ideias para uma história de um jornal ou para uma coluna de uma revista.
  • 7. Avaliação do Grupo Enquanto um grupo típico de brainstorming deverá conter desde seis a doze pessoas, o grupo de avaliação deve conter, exatamente três, cinco ou sete pessoas. Usando um número ímpar eliminam-se as possibilidades de empate quando é efetuada a votação das possíveis soluções. Esta situação também ajuda quando é procurado um consenso ao invés da votação. A composição dos membros desse grupo pode variar. Poderá consistir em pessoas que faziam parte do grupo de geração de ideias, ou na combinação de pessoas deste grupo com pessoas externas, ou de um grupo completamente novo de indivíduos. Utilizar as mesmas pessoas poderá ter a vantagem de assegurar a familiaridade com o problema, enquanto o uso de um grupo de pessoas externas ao grupo original pode ter o benefício da maior objetividade. A tarefa do grupo de avaliação é a de avaliar todas as ideias e selecionar as melhores para uma possível implementação ou estudo adicional. Depois do líder do grupo receber alista de ideias do secretário, as ideias devem ser editadas em seguida, deve-se certificar e verificar que elas estão descritas claramente e estão concisas. As ideias devem ser organizadas segundo categorias lógicas (usualmente, estas categorias vão de cinco a dez) e apresentadas ao grupo de avaliação para revisão. É possível tornar este processomais fácil e prático utilizando uma checklist organizada segundo determinados critérios como a simplicidade das ideias, menos custosas em termos de tempo e capital, e outros termos similares. O grupo de avaliação deve verificar as melhores ideias de
  • 8. Brainstorming Individual A técnica de brainstorming é a clássica técnica criativa de um grupo. De qualquer forma, muitas pessoas adaptaram o brainstorming e usam-no como uma técnica criativa individual. Isto significa que é sempre possível realizar uma sessão de brainstorming a qualquer altura - e quantas vezes for necessário - sem dinheiro, tempo despendido a organizar um grupo de pessoas. Condições em que pode ser necessária a realização de um brainstorming individual • Trabalha-se sem cooperação, sozinho. • Trabalha-se sem cooperação, e emprego por conta própria. • Não há disponibilidade para uma sessão em grupo. • As pessoas que o rodeiam não gostam de sessões de brainstorming. • As pessoas que o rodeiam não seguem as regras do brainstorming. • É demasiado dispendioso e caro para si a realização de uma sessão. • O problema é demasiado pequeno para justificar a reunião de um grande conjunto de pessoas. • Quando se utiliza o brainstorming individual, pode ser de grande ajuda o uso de mapas mentais para organizar e desenvolver as ideias