SlideShare uma empresa Scribd logo
LEGISLAÇÃO DO PROGRAMA DE COMBATE A 
MOSCAS-DAS-FRUTAS 
Rita de Cássia C. de Oliveira 
Coordenadora PCMF 
Juazeiro – 12.08.2014
DECRETO Nº 11.414 DE 27 DE JANEIRO DE 2009 
Aprova o Regulamento da Lei nº 10.434, de 22 de dezembro de 
2006, que dispõe sobre a Defesa Sanitária Vegetal no território do 
Estado da Bahia, e dá outras providências. 
INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 20, DE 13 DE JULHO DE 2010 
Estabelecer procedimentos a serem adotados para caracterização, 
implantação, manutenção e reconhecimento da Aplicação de 
Medidas Integradas em um Enfoque de Sistemas para Manejo de 
Risco da Praga (SMR) Mosca-das-frutas em cultivos de mangueira 
(Mangifera indica), conforme Anexo I e com base nas diretrizes das 
Normas Internacionais de Medidas Fitossanitárias de nº 14 
(Aplicação de Medidas Integradas em um Enfoque de Sistemas para 
o Manejo de Risco de Pragas).
PORTARIA Nº 194 DE 19 DE DEZEMBRO DE 2001 
O DIRETOR GERAL DA AGÊNCIA ESTADUAL DE DEFESA AGROPECUÁRIA 
DA BAHIA - ADAB, no uso de suas atribuições que lhe confere o art 19, 
I, b do Regimento, aprovado pelo Decreto nº 7.518, de 08 de fevereiro 
de 1999. 
RESOLVE 
Art. 1º - Determinar a obrigatoriedade e rígido controle de moscas-das-frutas 
em pomares oficialmente inseridos no Programa Estadual de 
Controle da praga, adotando-se as medidas de supressão populacional 
pré-estabelcidas no referido programa. 
Parágrafo único - O não cumprimento das obrigatoriedades de 
controle, levará ao descredenciamento do produtor do Programa de 
Controle de Moscas-das-Frutas, bem como o cancelamento do Registro 
do Pomar junto ao Ministério da Agricultura e Abastecimento.
Art. 2º - Determinar, em pomares comerciais não inseridos no 
supracitado programa, referido no Art.1º, a obrigatoriedade do 
controle dessas pragas, através de: 
I - Medidas Culturais 
a) realização periódica de podas de aeração e desbaste de frutos 
não comercializáveis; 
b) manutenção da área da propriedade limpa, sem a presença de 
frutos caídos no solo; 
c) catação de frutos em estágio avançado de maturação e caídos no 
solo, com posterior destruição. 
II - Medida de Exclusão 
Evitar o plantio ou manutenção de plantas hospedeiras desses 
insetos próximos as áreas de produção comercial de frutas.
III - Medida Química 
Se necessário, utilizar isca tóxica composta por inseticida - 
recomendado para a cultura, registrado no Ministério da 
Agricultura e Abastecimento e cadastrado na ADAB - com melaço 
de cana-de-açúcar ou proteína hidrolisada. Deve-se utilizar no 
momento da aplicação Equipamentos de Proteção Individual (EPI), 
bem como atentar para o prazo de carência do produto. 
Parágrafo único – Os produtores que não adotarem as 
determinações desta Portaria, estarão sujeitos às penalidades 
previstas no Artigo 259 do Código Penal Brasileiro.
SITUAÇÃO DO MONITORAMENTO DE MOSCAS-DAS-FRUTAS NO 
VALE DO SÃO FRANCISCO – BAHIA (junho/14) 
 Área total Monitorada: 3.085 ha 
 Nº de ha com monitoramento em manga: 2.853 ha 
 Nº de ha com monitoramento em uva: 232 
 N.º de produtores monitorados: 153 
 N.º de produtores monitorados com manga: 134 
 N.º de produtores monitorados com uva: 19 
 N.º total de armadilhas instaladas: 494 
 N.º de armadilhas instaladas em manga: 454 
 N.º de instaladas em uva: 40
CENÁRIO DAS EXPORTAÇÕES - 2014/2015 
 N.º total de produtores monitorados: 153 
 N.º total de pequenos produtores (até 06 ha): 94 
 N.º total de grandes produtores:59 
 N.º de produtores inscritos no SMR: 38 
 N.º de produtores com registro de pomar: 25 
 N.º de packing house: 05
ATIVIDADES REALIZADAS NA FISCALIZAÇÃO ATÉ JUNHO / 2014 
 N.º de notificações em produtores monitorados: 24 
 N.º de notificações em produtores pequenos (até 06 ha): 19 
 N.º de notificações em produtores grandes: 05 
 N.º de fiscalizações em pomares não monitorados: 23 
 N.º de propriedades fiscalizadas: 219 
 N.º de armadilhas inspecionadas: 710 
 N.º de controle de qualidade do armadilhamento: 189 
 N.º de controle de qualidade do armadilheiro: 80 
Auditoria MAPA 
Fiscalização de pomar Dia de Campo
EDUCAÇÃO SANITÁRIA – DIAGNÓSTICO EDUCATIVO 
Grau de Escolaridade Preferência para o Recebimento das Informações 
16 
14 
12 
10 
8 
6 
4 
2 
0 
2 
11 
1 
0 0 
16 
16 
14 
12 
10 
8 
6 
4 
2 
14 
12 
10 
8 
6 
4 
2 
0 
Manejo dos frutos caídos (catação) Conhecimento quanto o enterrio e catação do fruto 
7 
10 
13 
30 
25 
20 
15 
10 
5 
0 
0 
28 
0 1 
0 
ensino 
fundamental 
completo (1º 
grau) 
ensino 
fundamental 
incompleto 
ensino médio 
completo 
(2ºgrau) 
ensino médio 
incompleto 
superior 
4 
15 
10 
1
PARCERIAS
Obrigada 
ritadecassia.oliveira@adab.ba.gov.br 
(71) 3116-8435 / 3116-8434

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lições Aprendidas na Estrutura do Sistema de Vigilância e Prevenção de Pragas...
Lições Aprendidas na Estrutura do Sistema de Vigilância e Prevenção de Pragas...Lições Aprendidas na Estrutura do Sistema de Vigilância e Prevenção de Pragas...
Lições Aprendidas na Estrutura do Sistema de Vigilância e Prevenção de Pragas...
Oxya Agro e Biociências
 
A quarentena e a fitossanidade 2008
A quarentena e a fitossanidade 2008A quarentena e a fitossanidade 2008
A quarentena e a fitossanidade 2008
Renato Ferraz de Arruda Veiga
 
Dra. Gisele Grilli - Situação atual da Produção Integrada de Frutas e Hortali...
Dra. Gisele Grilli - Situação atual da Produção Integrada de Frutas e Hortali...Dra. Gisele Grilli - Situação atual da Produção Integrada de Frutas e Hortali...
Dra. Gisele Grilli - Situação atual da Produção Integrada de Frutas e Hortali...
Oxya Agro e Biociências
 
Moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) de importância econômica no Vale do ...
Moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) de importância econômica no Vale do ...Moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) de importância econômica no Vale do ...
Moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) de importância econômica no Vale do ...
Oxya Agro e Biociências
 
V WSF, Juazeiro – Armando Nascimento - Emergência Fitossanitária da H. armige...
V WSF, Juazeiro – Armando Nascimento - Emergência Fitossanitária da H. armige...V WSF, Juazeiro – Armando Nascimento - Emergência Fitossanitária da H. armige...
V WSF, Juazeiro – Armando Nascimento - Emergência Fitossanitária da H. armige...
Oxya Agro e Biociências
 
Dra. Mônica Andrade - Assistência Técnica e Extensão Rural - impacto sobre o ...
Dra. Mônica Andrade - Assistência Técnica e Extensão Rural - impacto sobre o ...Dra. Mônica Andrade - Assistência Técnica e Extensão Rural - impacto sobre o ...
Dra. Mônica Andrade - Assistência Técnica e Extensão Rural - impacto sobre o ...
Oxya Agro e Biociências
 
Marcus Vinicius Etapas para a Certificação do Café: Produção Integrada Agrop...
Marcus Vinicius Etapas para a Certificação do Café:  Produção Integrada Agrop...Marcus Vinicius Etapas para a Certificação do Café:  Produção Integrada Agrop...
Marcus Vinicius Etapas para a Certificação do Café: Produção Integrada Agrop...
Revista Cafeicultura
 
ENFISA 2014 - Projeto sanitaristas mirins
ENFISA 2014 - Projeto sanitaristas mirinsENFISA 2014 - Projeto sanitaristas mirins
ENFISA 2014 - Projeto sanitaristas mirins
Oxya Agro e Biociências
 
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
Oxya Agro e Biociências
 
Boas praticas da_fabricacao_e_pop___aula_castelo
Boas praticas da_fabricacao_e_pop___aula_casteloBoas praticas da_fabricacao_e_pop___aula_castelo
Boas praticas da_fabricacao_e_pop___aula_castelo
Gderlane Santos
 
Defesa Agropecuária: A nova política fitossanitária para o Brasil
Defesa Agropecuária: A nova política fitossanitária para o BrasilDefesa Agropecuária: A nova política fitossanitária para o Brasil
Defesa Agropecuária: A nova política fitossanitária para o Brasil
Izabella Menezes
 
Programa Nacional de Moscas-das-Frutas
Programa Nacional de Moscas-das-FrutasPrograma Nacional de Moscas-das-Frutas
Programa Nacional de Moscas-das-Frutas
PNMF
 
Procedimentos de quarentena
Procedimentos de quarentenaProcedimentos de quarentena
Procedimentos de quarentena
Renato Ferraz de Arruda Veiga
 
Carlos alexandre oliveira gomes
Carlos alexandre oliveira gomesCarlos alexandre oliveira gomes
Carlos alexandre oliveira gomes
Boas Práticas Agrícolas
 
Rosilene moura
Rosilene mouraRosilene moura
Situação atual
Situação atualSituação atual
Situação atual
Agropec Consultoria
 
consumidor
consumidorconsumidor
BPF- Boas prática de fabricação em fábricas de ração
BPF- Boas prática de fabricação em fábricas de raçãoBPF- Boas prática de fabricação em fábricas de ração
BPF- Boas prática de fabricação em fábricas de ração
Carla Souza
 
Boas Práticas de Fabricação - Um breve resumo
Boas Práticas de Fabricação - Um breve resumoBoas Práticas de Fabricação - Um breve resumo
Boas Práticas de Fabricação - Um breve resumo
Luis Antonio Cezar Junior
 

Mais procurados (19)

Lições Aprendidas na Estrutura do Sistema de Vigilância e Prevenção de Pragas...
Lições Aprendidas na Estrutura do Sistema de Vigilância e Prevenção de Pragas...Lições Aprendidas na Estrutura do Sistema de Vigilância e Prevenção de Pragas...
Lições Aprendidas na Estrutura do Sistema de Vigilância e Prevenção de Pragas...
 
A quarentena e a fitossanidade 2008
A quarentena e a fitossanidade 2008A quarentena e a fitossanidade 2008
A quarentena e a fitossanidade 2008
 
Dra. Gisele Grilli - Situação atual da Produção Integrada de Frutas e Hortali...
Dra. Gisele Grilli - Situação atual da Produção Integrada de Frutas e Hortali...Dra. Gisele Grilli - Situação atual da Produção Integrada de Frutas e Hortali...
Dra. Gisele Grilli - Situação atual da Produção Integrada de Frutas e Hortali...
 
Moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) de importância econômica no Vale do ...
Moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) de importância econômica no Vale do ...Moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) de importância econômica no Vale do ...
Moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) de importância econômica no Vale do ...
 
V WSF, Juazeiro – Armando Nascimento - Emergência Fitossanitária da H. armige...
V WSF, Juazeiro – Armando Nascimento - Emergência Fitossanitária da H. armige...V WSF, Juazeiro – Armando Nascimento - Emergência Fitossanitária da H. armige...
V WSF, Juazeiro – Armando Nascimento - Emergência Fitossanitária da H. armige...
 
Dra. Mônica Andrade - Assistência Técnica e Extensão Rural - impacto sobre o ...
Dra. Mônica Andrade - Assistência Técnica e Extensão Rural - impacto sobre o ...Dra. Mônica Andrade - Assistência Técnica e Extensão Rural - impacto sobre o ...
Dra. Mônica Andrade - Assistência Técnica e Extensão Rural - impacto sobre o ...
 
Marcus Vinicius Etapas para a Certificação do Café: Produção Integrada Agrop...
Marcus Vinicius Etapas para a Certificação do Café:  Produção Integrada Agrop...Marcus Vinicius Etapas para a Certificação do Café:  Produção Integrada Agrop...
Marcus Vinicius Etapas para a Certificação do Café: Produção Integrada Agrop...
 
ENFISA 2014 - Projeto sanitaristas mirins
ENFISA 2014 - Projeto sanitaristas mirinsENFISA 2014 - Projeto sanitaristas mirins
ENFISA 2014 - Projeto sanitaristas mirins
 
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
 
Boas praticas da_fabricacao_e_pop___aula_castelo
Boas praticas da_fabricacao_e_pop___aula_casteloBoas praticas da_fabricacao_e_pop___aula_castelo
Boas praticas da_fabricacao_e_pop___aula_castelo
 
Defesa Agropecuária: A nova política fitossanitária para o Brasil
Defesa Agropecuária: A nova política fitossanitária para o BrasilDefesa Agropecuária: A nova política fitossanitária para o Brasil
Defesa Agropecuária: A nova política fitossanitária para o Brasil
 
Programa Nacional de Moscas-das-Frutas
Programa Nacional de Moscas-das-FrutasPrograma Nacional de Moscas-das-Frutas
Programa Nacional de Moscas-das-Frutas
 
Procedimentos de quarentena
Procedimentos de quarentenaProcedimentos de quarentena
Procedimentos de quarentena
 
Carlos alexandre oliveira gomes
Carlos alexandre oliveira gomesCarlos alexandre oliveira gomes
Carlos alexandre oliveira gomes
 
Rosilene moura
Rosilene mouraRosilene moura
Rosilene moura
 
Situação atual
Situação atualSituação atual
Situação atual
 
consumidor
consumidorconsumidor
consumidor
 
BPF- Boas prática de fabricação em fábricas de ração
BPF- Boas prática de fabricação em fábricas de raçãoBPF- Boas prática de fabricação em fábricas de ração
BPF- Boas prática de fabricação em fábricas de ração
 
Boas Práticas de Fabricação - Um breve resumo
Boas Práticas de Fabricação - Um breve resumoBoas Práticas de Fabricação - Um breve resumo
Boas Práticas de Fabricação - Um breve resumo
 

Destaque

IV WSF, Vilhena - Regina Sugayama - Ameaças fitossanitárias para culturas de ...
IV WSF, Vilhena - Regina Sugayama - Ameaças fitossanitárias para culturas de ...IV WSF, Vilhena - Regina Sugayama - Ameaças fitossanitárias para culturas de ...
IV WSF, Vilhena - Regina Sugayama - Ameaças fitossanitárias para culturas de ...
Oxya Agro e Biociências
 
V WSF, Juazeiro - Jair virginio - O Vale do São Francisco e os índices de inf...
V WSF, Juazeiro - Jair virginio - O Vale do São Francisco e os índices de inf...V WSF, Juazeiro - Jair virginio - O Vale do São Francisco e os índices de inf...
V WSF, Juazeiro - Jair virginio - O Vale do São Francisco e os índices de inf...
Oxya Agro e Biociências
 
V WSF, Juazeiro – Rita de Cássia Oliveira (ADAB), Raquel Miranda (ADAGRO)
V WSF, Juazeiro – Rita de Cássia Oliveira (ADAB), Raquel Miranda (ADAGRO)V WSF, Juazeiro – Rita de Cássia Oliveira (ADAB), Raquel Miranda (ADAGRO)
V WSF, Juazeiro – Rita de Cássia Oliveira (ADAB), Raquel Miranda (ADAGRO)
Oxya Agro e Biociências
 
Aspectos fitossanitários associados à introdução de novos cultivos em áreas d...
Aspectos fitossanitários associados à introdução de novos cultivos em áreas d...Aspectos fitossanitários associados à introdução de novos cultivos em áreas d...
Aspectos fitossanitários associados à introdução de novos cultivos em áreas d...
Oxya Agro e Biociências
 
Ferramentas para Modelagem da Distribuição de Espécies (MDE)
Ferramentas para Modelagem da Distribuição de Espécies (MDE)Ferramentas para Modelagem da Distribuição de Espécies (MDE)
Ferramentas para Modelagem da Distribuição de Espécies (MDE)
PNMF
 
IV WSF, Vilhena - Luis Carlos Ribeiro - Ameaças Fitossanitárias para o Brasil...
IV WSF, Vilhena - Luis Carlos Ribeiro - Ameaças Fitossanitárias para o Brasil...IV WSF, Vilhena - Luis Carlos Ribeiro - Ameaças Fitossanitárias para o Brasil...
IV WSF, Vilhena - Luis Carlos Ribeiro - Ameaças Fitossanitárias para o Brasil...
Oxya Agro e Biociências
 
V WSF, Juazeiro – Beatriz jordão - Controle biológico de moscas-das-frutas
V WSF, Juazeiro –  Beatriz jordão - Controle biológico de moscas-das-frutasV WSF, Juazeiro –  Beatriz jordão - Controle biológico de moscas-das-frutas
V WSF, Juazeiro – Beatriz jordão - Controle biológico de moscas-das-frutas
Oxya Agro e Biociências
 
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Oxya Agro e Biociências
 
Retencion en la fuente
Retencion en la fuenteRetencion en la fuente
Retencion en la fuente
Santiago Berrio
 
O intercâmbio e a quarentena de germoplasma vegetal no brasil
O intercâmbio e a quarentena de germoplasma vegetal no brasilO intercâmbio e a quarentena de germoplasma vegetal no brasil
O intercâmbio e a quarentena de germoplasma vegetal no brasil
Renato Ferraz de Arruda Veiga
 
Ciclo biologico nuevo
Ciclo biologico nuevoCiclo biologico nuevo
Ciclo biologico nuevo
roberjesu
 

Destaque (11)

IV WSF, Vilhena - Regina Sugayama - Ameaças fitossanitárias para culturas de ...
IV WSF, Vilhena - Regina Sugayama - Ameaças fitossanitárias para culturas de ...IV WSF, Vilhena - Regina Sugayama - Ameaças fitossanitárias para culturas de ...
IV WSF, Vilhena - Regina Sugayama - Ameaças fitossanitárias para culturas de ...
 
V WSF, Juazeiro - Jair virginio - O Vale do São Francisco e os índices de inf...
V WSF, Juazeiro - Jair virginio - O Vale do São Francisco e os índices de inf...V WSF, Juazeiro - Jair virginio - O Vale do São Francisco e os índices de inf...
V WSF, Juazeiro - Jair virginio - O Vale do São Francisco e os índices de inf...
 
V WSF, Juazeiro – Rita de Cássia Oliveira (ADAB), Raquel Miranda (ADAGRO)
V WSF, Juazeiro – Rita de Cássia Oliveira (ADAB), Raquel Miranda (ADAGRO)V WSF, Juazeiro – Rita de Cássia Oliveira (ADAB), Raquel Miranda (ADAGRO)
V WSF, Juazeiro – Rita de Cássia Oliveira (ADAB), Raquel Miranda (ADAGRO)
 
Aspectos fitossanitários associados à introdução de novos cultivos em áreas d...
Aspectos fitossanitários associados à introdução de novos cultivos em áreas d...Aspectos fitossanitários associados à introdução de novos cultivos em áreas d...
Aspectos fitossanitários associados à introdução de novos cultivos em áreas d...
 
Ferramentas para Modelagem da Distribuição de Espécies (MDE)
Ferramentas para Modelagem da Distribuição de Espécies (MDE)Ferramentas para Modelagem da Distribuição de Espécies (MDE)
Ferramentas para Modelagem da Distribuição de Espécies (MDE)
 
IV WSF, Vilhena - Luis Carlos Ribeiro - Ameaças Fitossanitárias para o Brasil...
IV WSF, Vilhena - Luis Carlos Ribeiro - Ameaças Fitossanitárias para o Brasil...IV WSF, Vilhena - Luis Carlos Ribeiro - Ameaças Fitossanitárias para o Brasil...
IV WSF, Vilhena - Luis Carlos Ribeiro - Ameaças Fitossanitárias para o Brasil...
 
V WSF, Juazeiro – Beatriz jordão - Controle biológico de moscas-das-frutas
V WSF, Juazeiro –  Beatriz jordão - Controle biológico de moscas-das-frutasV WSF, Juazeiro –  Beatriz jordão - Controle biológico de moscas-das-frutas
V WSF, Juazeiro – Beatriz jordão - Controle biológico de moscas-das-frutas
 
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
 
Retencion en la fuente
Retencion en la fuenteRetencion en la fuente
Retencion en la fuente
 
O intercâmbio e a quarentena de germoplasma vegetal no brasil
O intercâmbio e a quarentena de germoplasma vegetal no brasilO intercâmbio e a quarentena de germoplasma vegetal no brasil
O intercâmbio e a quarentena de germoplasma vegetal no brasil
 
Ciclo biologico nuevo
Ciclo biologico nuevoCiclo biologico nuevo
Ciclo biologico nuevo
 

Semelhante a V WSF, Juazeiro - LEGISLAÇÃO DO PROGRAMA DE COMBATE A MOSCAS-DAS-FRUTAS

Tatiane Nascimento - “Monitoramento, controle de agrotóxicos e segurança do a...
Tatiane Nascimento - “Monitoramento, controle de agrotóxicos e segurança do a...Tatiane Nascimento - “Monitoramento, controle de agrotóxicos e segurança do a...
Tatiane Nascimento - “Monitoramento, controle de agrotóxicos e segurança do a...
PIFOZ
 
Rosilene Moura - “Histórico E Situação Atual Da Produção Integrada Da Cadeia ...
Rosilene Moura - “Histórico E Situação Atual Da Produção Integrada Da Cadeia ...Rosilene Moura - “Histórico E Situação Atual Da Produção Integrada Da Cadeia ...
Rosilene Moura - “Histórico E Situação Atual Da Produção Integrada Da Cadeia ...
PIFOZ
 
Andef manual boas_praticas_aplicacao_web
Andef manual boas_praticas_aplicacao_webAndef manual boas_praticas_aplicacao_web
Andef manual boas_praticas_aplicacao_web
Edwardi Steidle Neto
 
Apresentação de propostas para reduzir impacto do uso de agrotóxicos realizad...
Apresentação de propostas para reduzir impacto do uso de agrotóxicos realizad...Apresentação de propostas para reduzir impacto do uso de agrotóxicos realizad...
Apresentação de propostas para reduzir impacto do uso de agrotóxicos realizad...
Ministério Público de Santa Catarina
 
II WSF, São Paulo - Suely Brito - Impacto de Helicoverpa armigera para Agricu...
II WSF, São Paulo - Suely Brito - Impacto de Helicoverpa armigera para Agricu...II WSF, São Paulo - Suely Brito - Impacto de Helicoverpa armigera para Agricu...
II WSF, São Paulo - Suely Brito - Impacto de Helicoverpa armigera para Agricu...
Oxya Agro e Biociências
 
Dia 2 - Expansão do Açaí e seu potencial em SAFs - Programas do Governo do Es...
Dia 2 - Expansão do Açaí e seu potencial em SAFs - Programas do Governo do Es...Dia 2 - Expansão do Açaí e seu potencial em SAFs - Programas do Governo do Es...
Dia 2 - Expansão do Açaí e seu potencial em SAFs - Programas do Governo do Es...
cbsaf
 
Áreas de gestão fitossanitária para Ceratitis capitata e Trioza erytreae. Nov...
Áreas de gestão fitossanitária para Ceratitis capitata e Trioza erytreae. Nov...Áreas de gestão fitossanitária para Ceratitis capitata e Trioza erytreae. Nov...
Áreas de gestão fitossanitária para Ceratitis capitata e Trioza erytreae. Nov...
Amílcar Duarte
 
Júlio Britto - “Mesa Redonda: Registro, Pesquisa e Desenvolvimento de Bioins...
Júlio Britto  - “Mesa Redonda: Registro, Pesquisa e Desenvolvimento de Bioins...Júlio Britto  - “Mesa Redonda: Registro, Pesquisa e Desenvolvimento de Bioins...
Júlio Britto - “Mesa Redonda: Registro, Pesquisa e Desenvolvimento de Bioins...
PIFOZ
 
II WSF, São Paulo - Aldo Malavasi - Organização de sistemas de defesa sanitár...
II WSF, São Paulo - Aldo Malavasi - Organização de sistemas de defesa sanitár...II WSF, São Paulo - Aldo Malavasi - Organização de sistemas de defesa sanitár...
II WSF, São Paulo - Aldo Malavasi - Organização de sistemas de defesa sanitár...
Oxya Agro e Biociências
 
RDC nº 216 de Setembro de 2004.pdf
RDC nº 216 de Setembro de 2004.pdfRDC nº 216 de Setembro de 2004.pdf
RDC nº 216 de Setembro de 2004.pdf
wagnerdelimagoncalve
 
Manual de Boas Práticas de Aplicação de Produtos Fitossanitários
Manual de Boas Práticas de Aplicação de Produtos FitossanitáriosManual de Boas Práticas de Aplicação de Produtos Fitossanitários
Manual de Boas Práticas de Aplicação de Produtos Fitossanitários
Portal Canal Rural
 
Programa Estadual de Fiscalização do Monitoramento e Controle de Moscas-das-F...
Programa Estadual de Fiscalização do Monitoramento e Controle de Moscas-das-F...Programa Estadual de Fiscalização do Monitoramento e Controle de Moscas-das-F...
Programa Estadual de Fiscalização do Monitoramento e Controle de Moscas-das-F...
Izabella Menezes
 
Programa Estadual de Fiscalização do Monitoramento e Controle de Moscas-das-F...
Programa Estadual de Fiscalização do Monitoramento e Controle de Moscas-das-F...Programa Estadual de Fiscalização do Monitoramento e Controle de Moscas-das-F...
Programa Estadual de Fiscalização do Monitoramento e Controle de Moscas-das-F...
Izabella Menezes
 
José guilherme tollstadius leal
José guilherme tollstadius lealJosé guilherme tollstadius leal
José guilherme tollstadius leal
Boas Práticas Agrícolas
 
José Guilherme Tollstadius Leal - “Boas Práticas Agropecuárias no Brasil” - B...
José Guilherme Tollstadius Leal - “Boas Práticas Agropecuárias no Brasil” - B...José Guilherme Tollstadius Leal - “Boas Práticas Agropecuárias no Brasil” - B...
José Guilherme Tollstadius Leal - “Boas Práticas Agropecuárias no Brasil” - B...
PIFOZ
 
Resoluuo rdc27521.10.2002
Resoluuo rdc27521.10.2002Resoluuo rdc27521.10.2002
Resoluuo rdc27521.10.2002
Arnaldo15
 
I WSF, Brasília - Cósam de Carvalho Coutinho - Desafios para a Defesa Sanitár...
I WSF, Brasília - Cósam de Carvalho Coutinho - Desafios para a Defesa Sanitár...I WSF, Brasília - Cósam de Carvalho Coutinho - Desafios para a Defesa Sanitár...
I WSF, Brasília - Cósam de Carvalho Coutinho - Desafios para a Defesa Sanitár...
Oxya Agro e Biociências
 
Mapa marcus produção integrada do café - agrocafé 2014
Mapa   marcus  produção integrada do café - agrocafé 2014Mapa   marcus  produção integrada do café - agrocafé 2014
Mapa marcus produção integrada do café - agrocafé 2014
Revista Cafeicultura
 
A nova política fitossanitária para Brasil
A nova política fitossanitária para  BrasilA nova política fitossanitária para  Brasil
A nova política fitossanitária para Brasil
Oxya Agro e Biociências
 
Cvs 06-99
Cvs 06-99Cvs 06-99
Cvs 06-99
Flavia
 

Semelhante a V WSF, Juazeiro - LEGISLAÇÃO DO PROGRAMA DE COMBATE A MOSCAS-DAS-FRUTAS (20)

Tatiane Nascimento - “Monitoramento, controle de agrotóxicos e segurança do a...
Tatiane Nascimento - “Monitoramento, controle de agrotóxicos e segurança do a...Tatiane Nascimento - “Monitoramento, controle de agrotóxicos e segurança do a...
Tatiane Nascimento - “Monitoramento, controle de agrotóxicos e segurança do a...
 
Rosilene Moura - “Histórico E Situação Atual Da Produção Integrada Da Cadeia ...
Rosilene Moura - “Histórico E Situação Atual Da Produção Integrada Da Cadeia ...Rosilene Moura - “Histórico E Situação Atual Da Produção Integrada Da Cadeia ...
Rosilene Moura - “Histórico E Situação Atual Da Produção Integrada Da Cadeia ...
 
Andef manual boas_praticas_aplicacao_web
Andef manual boas_praticas_aplicacao_webAndef manual boas_praticas_aplicacao_web
Andef manual boas_praticas_aplicacao_web
 
Apresentação de propostas para reduzir impacto do uso de agrotóxicos realizad...
Apresentação de propostas para reduzir impacto do uso de agrotóxicos realizad...Apresentação de propostas para reduzir impacto do uso de agrotóxicos realizad...
Apresentação de propostas para reduzir impacto do uso de agrotóxicos realizad...
 
II WSF, São Paulo - Suely Brito - Impacto de Helicoverpa armigera para Agricu...
II WSF, São Paulo - Suely Brito - Impacto de Helicoverpa armigera para Agricu...II WSF, São Paulo - Suely Brito - Impacto de Helicoverpa armigera para Agricu...
II WSF, São Paulo - Suely Brito - Impacto de Helicoverpa armigera para Agricu...
 
Dia 2 - Expansão do Açaí e seu potencial em SAFs - Programas do Governo do Es...
Dia 2 - Expansão do Açaí e seu potencial em SAFs - Programas do Governo do Es...Dia 2 - Expansão do Açaí e seu potencial em SAFs - Programas do Governo do Es...
Dia 2 - Expansão do Açaí e seu potencial em SAFs - Programas do Governo do Es...
 
Áreas de gestão fitossanitária para Ceratitis capitata e Trioza erytreae. Nov...
Áreas de gestão fitossanitária para Ceratitis capitata e Trioza erytreae. Nov...Áreas de gestão fitossanitária para Ceratitis capitata e Trioza erytreae. Nov...
Áreas de gestão fitossanitária para Ceratitis capitata e Trioza erytreae. Nov...
 
Júlio Britto - “Mesa Redonda: Registro, Pesquisa e Desenvolvimento de Bioins...
Júlio Britto  - “Mesa Redonda: Registro, Pesquisa e Desenvolvimento de Bioins...Júlio Britto  - “Mesa Redonda: Registro, Pesquisa e Desenvolvimento de Bioins...
Júlio Britto - “Mesa Redonda: Registro, Pesquisa e Desenvolvimento de Bioins...
 
II WSF, São Paulo - Aldo Malavasi - Organização de sistemas de defesa sanitár...
II WSF, São Paulo - Aldo Malavasi - Organização de sistemas de defesa sanitár...II WSF, São Paulo - Aldo Malavasi - Organização de sistemas de defesa sanitár...
II WSF, São Paulo - Aldo Malavasi - Organização de sistemas de defesa sanitár...
 
RDC nº 216 de Setembro de 2004.pdf
RDC nº 216 de Setembro de 2004.pdfRDC nº 216 de Setembro de 2004.pdf
RDC nº 216 de Setembro de 2004.pdf
 
Manual de Boas Práticas de Aplicação de Produtos Fitossanitários
Manual de Boas Práticas de Aplicação de Produtos FitossanitáriosManual de Boas Práticas de Aplicação de Produtos Fitossanitários
Manual de Boas Práticas de Aplicação de Produtos Fitossanitários
 
Programa Estadual de Fiscalização do Monitoramento e Controle de Moscas-das-F...
Programa Estadual de Fiscalização do Monitoramento e Controle de Moscas-das-F...Programa Estadual de Fiscalização do Monitoramento e Controle de Moscas-das-F...
Programa Estadual de Fiscalização do Monitoramento e Controle de Moscas-das-F...
 
Programa Estadual de Fiscalização do Monitoramento e Controle de Moscas-das-F...
Programa Estadual de Fiscalização do Monitoramento e Controle de Moscas-das-F...Programa Estadual de Fiscalização do Monitoramento e Controle de Moscas-das-F...
Programa Estadual de Fiscalização do Monitoramento e Controle de Moscas-das-F...
 
José guilherme tollstadius leal
José guilherme tollstadius lealJosé guilherme tollstadius leal
José guilherme tollstadius leal
 
José Guilherme Tollstadius Leal - “Boas Práticas Agropecuárias no Brasil” - B...
José Guilherme Tollstadius Leal - “Boas Práticas Agropecuárias no Brasil” - B...José Guilherme Tollstadius Leal - “Boas Práticas Agropecuárias no Brasil” - B...
José Guilherme Tollstadius Leal - “Boas Práticas Agropecuárias no Brasil” - B...
 
Resoluuo rdc27521.10.2002
Resoluuo rdc27521.10.2002Resoluuo rdc27521.10.2002
Resoluuo rdc27521.10.2002
 
I WSF, Brasília - Cósam de Carvalho Coutinho - Desafios para a Defesa Sanitár...
I WSF, Brasília - Cósam de Carvalho Coutinho - Desafios para a Defesa Sanitár...I WSF, Brasília - Cósam de Carvalho Coutinho - Desafios para a Defesa Sanitár...
I WSF, Brasília - Cósam de Carvalho Coutinho - Desafios para a Defesa Sanitár...
 
Mapa marcus produção integrada do café - agrocafé 2014
Mapa   marcus  produção integrada do café - agrocafé 2014Mapa   marcus  produção integrada do café - agrocafé 2014
Mapa marcus produção integrada do café - agrocafé 2014
 
A nova política fitossanitária para Brasil
A nova política fitossanitária para  BrasilA nova política fitossanitária para  Brasil
A nova política fitossanitária para Brasil
 
Cvs 06-99
Cvs 06-99Cvs 06-99
Cvs 06-99
 

Mais de Oxya Agro e Biociências

Flyer eletrônico - simpdcana
Flyer eletrônico - simpdcanaFlyer eletrônico - simpdcana
Flyer eletrônico - simpdcana
Oxya Agro e Biociências
 
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESPSegurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação do Projeto Colmeia Viva
Apresentação do Projeto Colmeia VivaApresentação do Projeto Colmeia Viva
Apresentação do Projeto Colmeia Viva
Oxya Agro e Biociências
 
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitaisSegurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Oxya Agro e Biociências
 
Sistema GEDAVE
Sistema GEDAVESistema GEDAVE
Sistema GEDAVE
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAsApresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Oxya Agro e Biociências
 
Boas Práticas Regulatórias
Boas Práticas RegulatóriasBoas Práticas Regulatórias
Boas Práticas Regulatórias
Oxya Agro e Biociências
 
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto RegulatórioBoas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Oxya Agro e Biociências
 
Campanha contra defensivos agrícolas ilegais
Campanha contra defensivos agrícolas ilegaisCampanha contra defensivos agrícolas ilegais
Campanha contra defensivos agrícolas ilegais
Oxya Agro e Biociências
 
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileiraImpacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Oxya Agro e Biociências
 
Impacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Impacto econômico de pragas agrícolas no BrasilImpacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Impacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Oxya Agro e Biociências
 
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afinsNovas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Oxya Agro e Biociências
 
Novas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Novas Legislações e Procedimentos na área de AgrotóxicosNovas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Novas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Oxya Agro e Biociências
 
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicosNovas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Oxya Agro e Biociências
 
Gestão e Inovação, para quê?
Gestão e Inovação, para quê?Gestão e Inovação, para quê?
Gestão e Inovação, para quê?
Oxya Agro e Biociências
 
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Oxya Agro e Biociências
 
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVEGestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Oxya Agro e Biociências
 
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na AnvisaSituação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Oxya Agro e Biociências
 
InovaENFISA - Projeto Agroativo
InovaENFISA - Projeto AgroativoInovaENFISA - Projeto Agroativo
InovaENFISA - Projeto Agroativo
Oxya Agro e Biociências
 
Responsabilidade técnica na pesquisa, comércio, utilização e fiscalização de ...
Responsabilidade técnica na pesquisa, comércio, utilização e fiscalização de ...Responsabilidade técnica na pesquisa, comércio, utilização e fiscalização de ...
Responsabilidade técnica na pesquisa, comércio, utilização e fiscalização de ...
Oxya Agro e Biociências
 

Mais de Oxya Agro e Biociências (20)

Flyer eletrônico - simpdcana
Flyer eletrônico - simpdcanaFlyer eletrônico - simpdcana
Flyer eletrônico - simpdcana
 
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESPSegurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
 
Apresentação do Projeto Colmeia Viva
Apresentação do Projeto Colmeia VivaApresentação do Projeto Colmeia Viva
Apresentação do Projeto Colmeia Viva
 
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitaisSegurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitais
 
Sistema GEDAVE
Sistema GEDAVESistema GEDAVE
Sistema GEDAVE
 
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAsApresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
 
Boas Práticas Regulatórias
Boas Práticas RegulatóriasBoas Práticas Regulatórias
Boas Práticas Regulatórias
 
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto RegulatórioBoas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
 
Campanha contra defensivos agrícolas ilegais
Campanha contra defensivos agrícolas ilegaisCampanha contra defensivos agrícolas ilegais
Campanha contra defensivos agrícolas ilegais
 
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileiraImpacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
 
Impacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Impacto econômico de pragas agrícolas no BrasilImpacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Impacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
 
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afinsNovas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
 
Novas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Novas Legislações e Procedimentos na área de AgrotóxicosNovas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Novas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
 
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicosNovas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
 
Gestão e Inovação, para quê?
Gestão e Inovação, para quê?Gestão e Inovação, para quê?
Gestão e Inovação, para quê?
 
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
 
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVEGestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
 
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na AnvisaSituação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
 
InovaENFISA - Projeto Agroativo
InovaENFISA - Projeto AgroativoInovaENFISA - Projeto Agroativo
InovaENFISA - Projeto Agroativo
 
Responsabilidade técnica na pesquisa, comércio, utilização e fiscalização de ...
Responsabilidade técnica na pesquisa, comércio, utilização e fiscalização de ...Responsabilidade técnica na pesquisa, comércio, utilização e fiscalização de ...
Responsabilidade técnica na pesquisa, comércio, utilização e fiscalização de ...
 

Último

Taxonomia: é a ciência que classifica os seres vivos, estabelecendo critérios...
Taxonomia: é a ciência que classifica os seres vivos, estabelecendo critérios...Taxonomia: é a ciência que classifica os seres vivos, estabelecendo critérios...
Taxonomia: é a ciência que classifica os seres vivos, estabelecendo critérios...
jenneferbarbosa21
 
EVOLUÇÃO-EVOLUÇÃO- A evolução pode ser definida como a mudança na forma e no ...
EVOLUÇÃO-EVOLUÇÃO- A evolução pode ser definida como a mudança na forma e no ...EVOLUÇÃO-EVOLUÇÃO- A evolução pode ser definida como a mudança na forma e no ...
EVOLUÇÃO-EVOLUÇÃO- A evolução pode ser definida como a mudança na forma e no ...
jenneferbarbosa21
 
Grupo_3-Como_o_conhecimento_cientifico_e_construido_e_divulgado.pptx ________...
Grupo_3-Como_o_conhecimento_cientifico_e_construido_e_divulgado.pptx ________...Grupo_3-Como_o_conhecimento_cientifico_e_construido_e_divulgado.pptx ________...
Grupo_3-Como_o_conhecimento_cientifico_e_construido_e_divulgado.pptx ________...
MelissaSouza39
 
Aula 1. Introdução ao estudo da célula.ppt
Aula 1. Introdução ao estudo da célula.pptAula 1. Introdução ao estudo da célula.ppt
Aula 1. Introdução ao estudo da célula.ppt
cleidianevieira7
 
MÁQUINAS SIMPLES-ALAVANCAS-POLIAS-ENGRENAGENS.pptx
MÁQUINAS SIMPLES-ALAVANCAS-POLIAS-ENGRENAGENS.pptxMÁQUINAS SIMPLES-ALAVANCAS-POLIAS-ENGRENAGENS.pptx
MÁQUINAS SIMPLES-ALAVANCAS-POLIAS-ENGRENAGENS.pptx
MnicaPereira739219
 
2-10-EF - 9º ANO - CIÊNCIAS - LUZ E CORES.pdf
2-10-EF - 9º ANO - CIÊNCIAS - LUZ E CORES.pdf2-10-EF - 9º ANO - CIÊNCIAS - LUZ E CORES.pdf
2-10-EF - 9º ANO - CIÊNCIAS - LUZ E CORES.pdf
FlorAzaleia1
 
anatomia e fisiologia de peixes CRMVCP.
anatomia e fisiologia de peixes  CRMVCP.anatomia e fisiologia de peixes  CRMVCP.
anatomia e fisiologia de peixes CRMVCP.
FERNANDACAROLINEPONT
 
Cards das Espécies da Coleção-Carpoteca Temática Itinerante sediada no Labora...
Cards das Espécies da Coleção-Carpoteca Temática Itinerante sediada no Labora...Cards das Espécies da Coleção-Carpoteca Temática Itinerante sediada no Labora...
Cards das Espécies da Coleção-Carpoteca Temática Itinerante sediada no Labora...
jenneferbarbosa21
 

Último (8)

Taxonomia: é a ciência que classifica os seres vivos, estabelecendo critérios...
Taxonomia: é a ciência que classifica os seres vivos, estabelecendo critérios...Taxonomia: é a ciência que classifica os seres vivos, estabelecendo critérios...
Taxonomia: é a ciência que classifica os seres vivos, estabelecendo critérios...
 
EVOLUÇÃO-EVOLUÇÃO- A evolução pode ser definida como a mudança na forma e no ...
EVOLUÇÃO-EVOLUÇÃO- A evolução pode ser definida como a mudança na forma e no ...EVOLUÇÃO-EVOLUÇÃO- A evolução pode ser definida como a mudança na forma e no ...
EVOLUÇÃO-EVOLUÇÃO- A evolução pode ser definida como a mudança na forma e no ...
 
Grupo_3-Como_o_conhecimento_cientifico_e_construido_e_divulgado.pptx ________...
Grupo_3-Como_o_conhecimento_cientifico_e_construido_e_divulgado.pptx ________...Grupo_3-Como_o_conhecimento_cientifico_e_construido_e_divulgado.pptx ________...
Grupo_3-Como_o_conhecimento_cientifico_e_construido_e_divulgado.pptx ________...
 
Aula 1. Introdução ao estudo da célula.ppt
Aula 1. Introdução ao estudo da célula.pptAula 1. Introdução ao estudo da célula.ppt
Aula 1. Introdução ao estudo da célula.ppt
 
MÁQUINAS SIMPLES-ALAVANCAS-POLIAS-ENGRENAGENS.pptx
MÁQUINAS SIMPLES-ALAVANCAS-POLIAS-ENGRENAGENS.pptxMÁQUINAS SIMPLES-ALAVANCAS-POLIAS-ENGRENAGENS.pptx
MÁQUINAS SIMPLES-ALAVANCAS-POLIAS-ENGRENAGENS.pptx
 
2-10-EF - 9º ANO - CIÊNCIAS - LUZ E CORES.pdf
2-10-EF - 9º ANO - CIÊNCIAS - LUZ E CORES.pdf2-10-EF - 9º ANO - CIÊNCIAS - LUZ E CORES.pdf
2-10-EF - 9º ANO - CIÊNCIAS - LUZ E CORES.pdf
 
anatomia e fisiologia de peixes CRMVCP.
anatomia e fisiologia de peixes  CRMVCP.anatomia e fisiologia de peixes  CRMVCP.
anatomia e fisiologia de peixes CRMVCP.
 
Cards das Espécies da Coleção-Carpoteca Temática Itinerante sediada no Labora...
Cards das Espécies da Coleção-Carpoteca Temática Itinerante sediada no Labora...Cards das Espécies da Coleção-Carpoteca Temática Itinerante sediada no Labora...
Cards das Espécies da Coleção-Carpoteca Temática Itinerante sediada no Labora...
 

V WSF, Juazeiro - LEGISLAÇÃO DO PROGRAMA DE COMBATE A MOSCAS-DAS-FRUTAS

  • 1. LEGISLAÇÃO DO PROGRAMA DE COMBATE A MOSCAS-DAS-FRUTAS Rita de Cássia C. de Oliveira Coordenadora PCMF Juazeiro – 12.08.2014
  • 2. DECRETO Nº 11.414 DE 27 DE JANEIRO DE 2009 Aprova o Regulamento da Lei nº 10.434, de 22 de dezembro de 2006, que dispõe sobre a Defesa Sanitária Vegetal no território do Estado da Bahia, e dá outras providências. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 20, DE 13 DE JULHO DE 2010 Estabelecer procedimentos a serem adotados para caracterização, implantação, manutenção e reconhecimento da Aplicação de Medidas Integradas em um Enfoque de Sistemas para Manejo de Risco da Praga (SMR) Mosca-das-frutas em cultivos de mangueira (Mangifera indica), conforme Anexo I e com base nas diretrizes das Normas Internacionais de Medidas Fitossanitárias de nº 14 (Aplicação de Medidas Integradas em um Enfoque de Sistemas para o Manejo de Risco de Pragas).
  • 3. PORTARIA Nº 194 DE 19 DE DEZEMBRO DE 2001 O DIRETOR GERAL DA AGÊNCIA ESTADUAL DE DEFESA AGROPECUÁRIA DA BAHIA - ADAB, no uso de suas atribuições que lhe confere o art 19, I, b do Regimento, aprovado pelo Decreto nº 7.518, de 08 de fevereiro de 1999. RESOLVE Art. 1º - Determinar a obrigatoriedade e rígido controle de moscas-das-frutas em pomares oficialmente inseridos no Programa Estadual de Controle da praga, adotando-se as medidas de supressão populacional pré-estabelcidas no referido programa. Parágrafo único - O não cumprimento das obrigatoriedades de controle, levará ao descredenciamento do produtor do Programa de Controle de Moscas-das-Frutas, bem como o cancelamento do Registro do Pomar junto ao Ministério da Agricultura e Abastecimento.
  • 4. Art. 2º - Determinar, em pomares comerciais não inseridos no supracitado programa, referido no Art.1º, a obrigatoriedade do controle dessas pragas, através de: I - Medidas Culturais a) realização periódica de podas de aeração e desbaste de frutos não comercializáveis; b) manutenção da área da propriedade limpa, sem a presença de frutos caídos no solo; c) catação de frutos em estágio avançado de maturação e caídos no solo, com posterior destruição. II - Medida de Exclusão Evitar o plantio ou manutenção de plantas hospedeiras desses insetos próximos as áreas de produção comercial de frutas.
  • 5. III - Medida Química Se necessário, utilizar isca tóxica composta por inseticida - recomendado para a cultura, registrado no Ministério da Agricultura e Abastecimento e cadastrado na ADAB - com melaço de cana-de-açúcar ou proteína hidrolisada. Deve-se utilizar no momento da aplicação Equipamentos de Proteção Individual (EPI), bem como atentar para o prazo de carência do produto. Parágrafo único – Os produtores que não adotarem as determinações desta Portaria, estarão sujeitos às penalidades previstas no Artigo 259 do Código Penal Brasileiro.
  • 6. SITUAÇÃO DO MONITORAMENTO DE MOSCAS-DAS-FRUTAS NO VALE DO SÃO FRANCISCO – BAHIA (junho/14)  Área total Monitorada: 3.085 ha  Nº de ha com monitoramento em manga: 2.853 ha  Nº de ha com monitoramento em uva: 232  N.º de produtores monitorados: 153  N.º de produtores monitorados com manga: 134  N.º de produtores monitorados com uva: 19  N.º total de armadilhas instaladas: 494  N.º de armadilhas instaladas em manga: 454  N.º de instaladas em uva: 40
  • 7. CENÁRIO DAS EXPORTAÇÕES - 2014/2015  N.º total de produtores monitorados: 153  N.º total de pequenos produtores (até 06 ha): 94  N.º total de grandes produtores:59  N.º de produtores inscritos no SMR: 38  N.º de produtores com registro de pomar: 25  N.º de packing house: 05
  • 8. ATIVIDADES REALIZADAS NA FISCALIZAÇÃO ATÉ JUNHO / 2014  N.º de notificações em produtores monitorados: 24  N.º de notificações em produtores pequenos (até 06 ha): 19  N.º de notificações em produtores grandes: 05  N.º de fiscalizações em pomares não monitorados: 23  N.º de propriedades fiscalizadas: 219  N.º de armadilhas inspecionadas: 710  N.º de controle de qualidade do armadilhamento: 189  N.º de controle de qualidade do armadilheiro: 80 Auditoria MAPA Fiscalização de pomar Dia de Campo
  • 9. EDUCAÇÃO SANITÁRIA – DIAGNÓSTICO EDUCATIVO Grau de Escolaridade Preferência para o Recebimento das Informações 16 14 12 10 8 6 4 2 0 2 11 1 0 0 16 16 14 12 10 8 6 4 2 14 12 10 8 6 4 2 0 Manejo dos frutos caídos (catação) Conhecimento quanto o enterrio e catação do fruto 7 10 13 30 25 20 15 10 5 0 0 28 0 1 0 ensino fundamental completo (1º grau) ensino fundamental incompleto ensino médio completo (2ºgrau) ensino médio incompleto superior 4 15 10 1