Simulado trabalho e energia

1.408 visualizações

Publicada em

Simuladão sobre os conteúdos de Trabalho e Energia do Ensino Médio

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.408
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
23
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Simulado trabalho e energia

  1. 1. 1º ano do Ensino Médio Professor Marco Antonio
  2. 2. SIMULADÃO 1- (FUVEST-2008) No ”salto com vara”, um atleta corre segurando uma vara e, com perícia e treino, consegue projetar seu corpo por cima de uma barra. Para uma estimativa da altura alcançada nesses saltos, é possível considerar que a vara sirva apenas para converter o movimento horizontal do atleta (corrida) em movimento vertical, sem perdas ou acréscimos de energia. Na análise de um desses saltos, foi obtida a sequência de imagens reproduzida acima. Desconsidere os efeitos do trabalho muscular após o início do salto e considere o centro de massa do atleta como referencial. Nesse caso, é possível estimar que a velocidade máxima atingida pelo atleta, antes do salto, foi de, aproximadamente, a) 4 m/s b) 6 m/s c) 7 m/s d) 8 m/s e) 9 m/s
  3. 3. SIMULADÃO 2- (UFSCAR-2008) O trabalho realizado por uma força conservativa independe da trajetória, o que não acontece com as forças dissipativas, cujo trabalho realizado depende da trajetória. São bons exemplos de forças conservativas e dissipativas, respectivamente, a) peso e massa. b) força de contato e força normal. c) força elástica e força centrípeta. d) força centrípeta e força centrífuga. e) peso e resistência do ar. 3- (G1) Em uma construção, deseja-se que um motor elétrico, acoplado a uma roldana, seja capaz de elevar uma lata de concreto com 18 quilogramas, a uma altura de 9,0 metros, em 12 segundos. A potência útil desse motor, em watts, deve ser a) 135. b) 240. c) 1350. d) 2400. e) 13,5.
  4. 4. SIMULADÃO Se o intervalo de tempo registrado para uma pessoa de 70 kg foi de 2,8 s e considerando a aceleração da gravidade igual a 10 m/s², a potência média avaliada por este método foi de a) 220 W. b) 180 W. c) 432 W. d) 500 W. e) 644 W. 4- (UFSCAR-2008) O teste Margaria de corrida em escada é um meio rápido de medida de potência anaeróbica de uma pessoa. Consiste em fazê-la subir uma escada de dois em dois degraus, cada um com 18 cm de altura, partindo com velocidade máxima e constante de uma distância de alguns metros da escada. Quando pisa no 8.º degrau, a pessoa aciona um cronômetro, que se desliga quando pisa no 12.º degrau.
  5. 5. SIMULADÃO 5- (FATEC) Um skatista brinca numa rampa de skate conhecida por “half pipe”. Essa pista tem como corte transversal uma semicircunferência de raio 3 metros, conforme mostra a figura. O atleta, saindo do extremo A da pista com velocidade de 4 m/s, atinge um ponto B de altura máxima h. Desconsiderando a ação de forças dissipativas e adotando a aceleração da gravidade g = 10 m/s2, o valor de h, em metros, é de a) 0,8. b) 1,0. c) 1,2. d) 1,4. e) 1,6.
  6. 6. SIMULADÃO 6- (UFMG) Marcos e Valério puxam, cada um, uma mala de mesma massa até uma altura h, com velocidade constante, como representado nestas figuras: Marcos puxa sua mala verticalmente, enquanto Valério arrasta a sua sobre uma rampa. Ambos gastam o mesmo tempo nessa operação. Despreze as massas das cordas e qualquer tipo de atrito. Sejam PM e PV as potências e TM e TV os trabalhos realizados por, respectivamente, Marcos e Valério. Considerando-se essas informações, é CORRETO afirmar que a) TM = TV e PM = PV b) TM > TV e PM > PV c) TM = TV e PM > PV d) TM > TV e PM = PV e) TM > TV e PM > PV
  7. 7. SIMULADÃO 7- (Ufrrj) Uma pessoa caminha sobre um plano horizontal. O trabalho realizado pelo peso desta pessoa é a) sempre positivo. b) sempre negativo. c) sempre igual a zero. d) positivo, se o sentido do deslocamento for da esquerda para a direita. e) negativo, se o sentido do deslocamento for da direita para a esquerda. 8- (FEI-SP) Um corpo de massa 5 kg é retirado de um ponto A e levado para um ponto B, distante 40 m na horizontal e 30 m na vertical traçadas a partir do ponto A. Qual é o módulo do trabalho realizado pela força-peso? a) 2500 J b) 2000 J c) 900 J d) 500 J e) 1500 J
  8. 8. SIMULADÃO 9- (Uel) Um operário ergue, do chão até uma prateleira a 2,0m de altura, uma saca de soja de massa 60kg, gastando 2,5s na operação. A potência média dispendida pelo operário, em watts, é, no mínimo, Dados: g = 10m/s² a) 2,4.10² b) 2,9.10² c) 3,5.10² d) 4,8.10² e) 6,0.10² 10- Um corpo de massa 8 kg é arrastado, por uma força F, de um ponto A até um ponto B, distantes entre si 40 m. A seguir o corpo é erguido até uma altura de 30 m. Qual é o módulo do trabalho realizado pela força-peso? a) 2400 J b) 2000 J c) 900 J d) 500 J e) 1500 J
  9. 9. SIMULADÃO 11- (Fuvest-SP) Uma empilhadeira transporta do chão até uma prateleira, a 6 m do chão, um pacote de 120 kg. O gráfico ilustra a altura do pacote em função do tempo: A potência aplicada ao corpo pela empilhadeira é: a) 120 W b) 1200 W c) 360 W d) 2400 W e) 720 W 12- (MACK-SP) Quando são fornecidos 800 J em 10 s para um motor, ele dissipa internamente 200 J. O rendimento desse motor é: a) 75% b) 50% c) 25% d) 15% e) 10%
  10. 10. SIMULADÃO 13- (UFPE) Um praticante de esqui sobre gelo, inicialmente em repouso, parte da altura h em uma pista sem atrito, conforme indica a figura abaixo. Sabendo-se que sua velocidade é de 20 m/s no ponto A, calcule a altura h, em metros. 14- (Unimep-SP) Uma pedra com massa 0,20 kg é lançada verticalmente para cima com energia cinética de 40 J. Considerando-se g = 10 m/s2 e que em virtude do atrito com o ar, durante a subida da pedra, é gerada uma quantidade de calor igual a 15 J, a altura máxima atingida pela pedra será de: a) 14 m b) 11,5 m c) 10 m d) 12,5 m e) 15 m
  11. 11. SIMULADÃO 15- (Vunesp-SP) Para tentar vencer um desnível de 0,5 m entre duas calçadas planas e horizontais, mostradas na figura, um garoto de 50 kg, brincando com um skate (de massa desprezível), impulsiona-se até adquirir uma energia cinética de 300 J. Desprezando-se quaisquer atritos e considerando-se g = 10 m/s2, pode-se concluir que, com essa energia: a) não conseguirá vencer sequer metade do desnível. b) conseguirá vencer somente metade do desnível. c) conseguirá ultrapassar metade do desnível, mas não conseguirá vencê-lo totalmente. d) não só conseguirá vencer o desnível, como ainda lhe sobrarão pouco menos de 30 J de energia cinética. e) não só conseguirá vencer o desnível, como ainda lhe sobrarão mais de 30 J de energia cinética.
  12. 12. SIMULADÃO 16- (Esam-RN) Uma criança de massa igual a 20 kg desce de um escorregador com 2 m de altura e chega no solo com velocidade de 6 m/s. Sendo 10 m/s2, o módulo da aceleração da gravidade local, a energia mecânica dissipada, em joules, é igual a: a) 10 b) 20 c) 30 d) 40 e) 50 17- (UFES) Pressiona-se uma pequena esfera de massa 1,8 g contra uma mola de massa desprezível na posição vertical, comprimindo-a de 6,0 cm. A esfera é então solta e atinge uma altura máxima de 10 m, a partir do ponto em que ela perde contato com a mola. Desprezando os atritos, a constante elástica da mola é, em newtons por metro: a)3 b)10 c)30 d)50 e)100
  13. 13. SIMULADÃO 18- (Unifor-CE) Um tubo longo é disposto verticalmente e no seu fundo é fixada uma mola de constante elástica k = 2,0.104 N/m, como mostra a figura. Uma esfera de massa 1,0 kg é abandonada a partir do repouso de uma altura de 90 cm da extremidade livre da mola. Desprezando os atritos, a máxima deformação que a mola sofre devido ao impacto da esfera é, em centímetros: a) 3,0. b) 8,0. c) 1,0. d) 2,0. e) 5,0. (Dado: g = 10 m/s².)
  14. 14. SIMULADÃO 19- (FAAP-SP) Um corpo abandonado no ponto A percorre a trajetória lisa situada em um plano vertical, como mostra a figura. Calcule a velocidade do corpo ao passar pelo ponto B. Considere g = 10m/s2. 20- Uma esfera de 1 kg é solta de uma altura de 0,5m. Ao chocar-se com o solo, perde 60% de sua energia. Determine a altura da esfera imediatamente após o 1º choque.
  15. 15. GABARITO 1- D 2- E 3- A 4- B 5- A 6- A 7- C 8- E 9- D 10- A 11- C 12- A 13- 40 m 14- D 15- E 16- D 17- E 18- A 19- 10 m/s 20- 0,2 m ou 20 cm

×