Correção em www.fisicafabricio.com.br
01 Um automóvel que possui 3 m de comprimento, e está com
velocidade constante de 72...
Correção em www.fisicafabricio.com.br
08. Uma pessoa de 700 N de peso sofre por parte piso de um
elevador uma força normal...
Correção em www.fisicafabricio.com.br
15. Em um poste, uma trave horizontal feita de madeira serve de
suporte para os três...
Correção em www.fisicafabricio.com.br
21. Sobre um corpo 5 kg é aplicada uma força elástica de 20 N que
proporciona uma de...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Simulado junho1403809923 exercicio

436 visualizações

Publicada em

bom

Publicada em: Ciências
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
436
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Simulado junho1403809923 exercicio

  1. 1. Correção em www.fisicafabricio.com.br 01 Um automóvel que possui 3 m de comprimento, e está com velocidade constante de 72 km/h, ultrapassa um ônibus de 12 m de comprimento que trafega no mesmo sentido desse carro e possui velocidade constante de 54 km/h. Quanto tempo, em segundos, demora a ultrapassagem ? (A) 3 (B) 5 (C) 10 (D) 1,2 (E) 0,8 02. Um automóvel parte de um posto de gasolina e percorre 400 m sobre uma estrada retilínea, com aceleração constante de 0,5 m/s2 . Em seguida, o motorista começa a frear, pois ele sabe que, 500 m adiante do posto, existe um grande buraco na pista. Sabendo-se que o motorista, durante a freada do carro, tem aceleração de -2 m/s2 , podemos afirmar que o carro (A) pára 10 m antes de atingir o buraco. (B) chega ao buraco com velocidade escalar de 10 m/s. (C) pára 20 m antes de atingir o buraco. (D) chega ao buraco com velocidade de 5,0 m/s. (E) pára exatamente ao chegar ao buraco. 03. Considere o gráfico abaixo para responder a questão: I- Entre o intervalo de 20 s e 30 s a velocidade foi constante. II- Entre o intervalo de 10 s e 20 s a aceleração foi constante. III- Entre os instantes 0 e 10 s o móvel possui sentido oposto àquele entre os instantes 20 s e 30 s. São corretas: (A) Apenas a I. (B) Apenas a II. (C) I e III. (D) Apenas a III. (E) Nenhuma 04. Um avião, em vôo horizontal a 2000 m de altura, deve soltar um pacote sobre um alvo móvel. A velocidade do avião é de 432 km/h, e a do alvo, 10 m/s, ambas constantes e de mesmo sentido e alinhadas. Para o alvo ser atingido, o avião deverá soltar o pacote a uma distância d, em metros, igual a: (considere g=10m/s2 ) (A) 2000 (B) 2200 (C) 2400 (D) 2600 (E) 2800 05. Montado em sua bicicleta “barra forte”, cuja roda tem diâmetro de 0,8 m, o professor Altair fazia exercícios físicos em sua juventude e chegava a uma velocidade de 8 m/s em relação ao solo. As rodas rolam sobre a superfície plana sem escorregar. Qual é, em m/s, a velocidade do ponto C da roda dianteira em relação ao centro da roda? (A) 8 (B) 10 (C) 12 (D) 6 (E) 4 06. (AFA 2008) Um corpo é abandonado do repouso de uma altura h acima do solo. No mesmo instante, um outro é lançado para cima, a partir do solo, segundo a mesma vertical, com velocidade v. Sabendo que os corpos se encontram na metade da altura da descida do primeiro, pode-se afirmar que h vale (A) v/g (B) (v/g)1/2 (C) (v/g)2 (D) v2 /g (E) 2v/g 07. Empresas de transportes rodoviários equipam seus veículos com um aparelho chamado tacógrafo, capaz de produzir sobre um disco de papel, o registro ininterrupto do movimento do veículo no decorrer de um dia. Analisando os registros da folha do tacógrafo representada anteriormente, correspondente ao período de um dia completo, a empresa pode avaliar que seu veículo percorreu nesse tempo uma distância, em km, aproximadamente igual a (A) 940. (B) 1 060. (C) 1 120. (D) 1 300. (E) 1 480. Nome:________________________________________________Média grupo___________ Simulado 4 – Prof. Fabricio Scheffer
  2. 2. Correção em www.fisicafabricio.com.br 08. Uma pessoa de 700 N de peso sofre por parte piso de um elevador uma força normal de 800 N. Com esses dados podemos inferir que: I - O elevador está necessariamente subindo. II – A Força resultante aponta para cima. III –A aceleração aponta para cima e faz com que necessariamente a velocidade aumente. Estão corretas: (A) Apenas a I. (B) Apenas a II. (C) Apenas a III (D) I e II. (E) I, II e III. 09. Um bloco desliza com velocidade constante sobre uma rampa, conforme a figura abaixo. A força total que a rampa exerce sobre ele é melhor representada pelo vetor: 10. (UFMT 2009) Um motociclista de globo da morte, preocupado com seu sucesso no espetáculo, pede a um professor de física para calcular a velocidade mínima que terá que imprimir à sua moto para não cair no momento de passar pelo teto do globo. considerando o raio do globo igual a 250 cm e a aceleração da gravidade igual a 10 m/s², qual deverá ser a velocidade mínima? (A) 2,5 m/s (B) 25,0 m/s (C) 50,0 m/s (D) 5,0 m/s (E) 10,0 m/s 11. (Pucpr 2003) Um corpo de massa 2 kg está inicialmente em repouso sobre uma superfície horizontal sem atrito. A partir do instante t = 0, uma força variável de acordo com o gráfico a seguir atua sobre o corpo, mantendo-o em movimento retilíneo. Com base nos dados e no gráfico são feitas as seguintes proposições: I - Entre 4 e 8 segundos, o impulso sobre corpo é constante. II - Entre 4 e 8s, a quantidade de movimento do corpo se mantém constante. III - No instante 12 segundos, é nula a quantidade de movimento do corpo. É correta a proposição ou são corretas as proposições: (A) somente II e III (B) somente I (C) nenhuma delas (D) somente II (E) somente III 12. (Uel 2001) Uma única força constante age sobre um objeto de 5,0kg e eleva a sua velocidade de 3,0m/s para 7,0m/s em um intervalo de tempo de 4,0s. Qual a potência média devido à força? (A) 29,8 W (B) 11,1 W (C) 25,0 W (D) 36,1 W (E) 40,0 W 13. A figura mostra o perfil de uma montanha russa de um parque de diversões. O carrinho é levado até o ponto mais alto por uma esteira, atingindo o ponto A com velocidade que pode ser considerada nula. A partir desse ponto, inicia seu movimento e ao passar pelo ponto B sua velocidade é de 10 m/s. Considerando a massa do conjunto carrinho+passageiros como 400 kg, pode-se afirmar que o módulo do trabalho das forças de atrito sobre o sistema foi de: (use g=10 m/s2 ) (A) 96 000 J (B) 60 000 J (C) 36 000 J (D) 9 600 J (E) 6 000 J 14. Um saltador está na ponta de um trampolim, que está fixo em duas estacas – I e II –, como representado nesta figura: Sendo F1 e F2 as forças que os apoios exercem sobre o trampolim podemos afirmar que: (A) têm sentido contrário, F1 para cima e F2 para baixo (B) ambas têm sentido para baixo. (C) ambas têm sentido para cima. (D) têm sentido contrário, F1 para baixo e F2 para cima. (E) Os módulos de F1 e F2 somados são numericamente igual ao peso do saltador. Simulado 4 – Prof. Fabricio Scheffer
  3. 3. Correção em www.fisicafabricio.com.br 15. Em um poste, uma trave horizontal feita de madeira serve de suporte para os três isoladores de alta tensão, responsáveis, também, por manter os fios sobrelevados. Os pesos da trave e dos isoladores podem ser considerados desprezíveis. Cada fio exerce sobre seu isolador uma força vertical de intensidade 400 N e, por essa razão, além da trave ser presa diretamente ao poste, uma haste inclinada exerce um esforço adicional para cima, em newtons, de intensidade (A) 100. (B) 200. (C) 300. (D) 400. (E) 600. 16. (Unifor-CE) A força de atração gravitacional entre dois corpos esféricos de massas M e m, separados de uma distância d, tem intensidade F. Então, a força de atração entre dois corpos de massas 2 M e 2 m , separados de uma distância 2 d , terá ntensidade: a) F b) 2 F c) 4 F d) 2F e) 4F 17. Dois satélites, S1 e S2, são colocados em órbitas circulares, de raios R1 e R2, respectivamente, em torno da Terra, conforme figura abaixo. Após análise da figura, é CORRETO afirmar que: (A) a velocidade de S1 é maior que a velocidade de S2. (B) a velocidade de S2 é maior que a velocidade de S1. (C) a aceleração de S2 é igual à aceleração de S1. (D) a aceleração de S2 é maior que a aceleração de S1. (E) a aceleração é nula para S1 e S2. 18. (UFSCar-SP) Um corpo de peso P preso à extremidade de um fio de massa desprezível é abandonado na posição horizontal, conforme a figura. Desse modo, a tração no fio no ponto mais baixo da trajetória é dada por: a) T=3P b) T=2P c) T=0 d) T= P/2 e) T=P 19. (Ufsm 2002) O gráfico representa a elongação de uma mola, em função da tensão exercida sobre ela. O trabalho da tensão para distender a mola de 0 a 2 m é, em J, (A) 200 (B) 25 (C) 50 (D) 100 (E) 12,50 20. (Ufla-MG) Em uma partida de tênis o jogador recebe a bola com componente horizontal de velocidade Vi e a rebate com componente horizontal de velocidade 3 Vi, em sentido contrário. Considere g = 10 m/s2 . Supondo que a força aplicada na colisão da bola com a raquete seja 60 vezes o peso da bola e atue durante 0,2 s, a velocidade inicial da bola, em módulo, é de: (A) 60 m/s (B) 8 m/s (C) 30 m/s (D) 100 m/s (E) 36 m/s Simulado 4 – Prof. Fabricio Scheffer
  4. 4. Correção em www.fisicafabricio.com.br 21. Sobre um corpo 5 kg é aplicada uma força elástica de 20 N que proporciona uma deformação de 10 cm na mola e uma aceleração de 2 m/s2 para a direita. Para que a partir de um determinado instante a aceleração do corpo dobre, é necessário que a deformação passe a valer: (A) 2 cm (B) 0 cm (C) 5 cm (D) 20 cm (E) 15 cm 22. (Ufmg 2007) Antônio precisa elevar um bloco até uma altura h. Para isso, ele dispõe de uma roldana e de uma corda e imagina duas maneiras para realizar a tarefa, como mostrado nas figuras: Despreze a massa da corda e a da roldana e considere que o bloco se move com velocidade constante. Sejam FI o módulo da força necessária para elevar o bloco e TI o trabalho realizado por essa força na situação mostrada na Figura I. Na situação mostrada na Figura II, essas grandezas são, respectivamente, FII e TII. Com base nessas informações, é CORRETO afirmar que a) 2FI = FII e TI = TII. b) FI = 2FII e TI = TII. c) 2FI = FII e 2TI = TII. d) FI = 2FII e TI = 2TII. e) Nenhuma das anteriores 23. (Pucsp 2008) Em um experimento escolar, um aluno deseja saber o valor da velocidade com que uma esfera é lançada horizontalmente, a partir de uma mesa. Para isso, mediu a altura da mesa e o alcance horizontal atingido pela esfera, encontrando os valores mostrados na figura. A partir dessas informações e desprezando as influências do ar, o aluno concluiu corretamente que a velocidade de lançamento da esfera, em m/s, era de a) 3,1 b) 3,5 c) 5,0 d) 7,0 e) 9,0 24. (Ufal 2007) Uma pedra é atirada obliquamente com velocidade de 20 m/s, formando ângulo de 53° com a horizontal. Adote g = 10 m/s2 , sen 53° = 0,80 e cos 53° = 0,60. O alcance horizontal, desde o lançamento da pedra até retornar à altura do ponto de lançamento é, em metros, aproximadamente: a) 38 b) 44 c) 50 d) 58 e) 64 25. (Ufop 2010) Em um acidente de trânsito, um automóvel de 2500 kg bate na traseira de outro de massa igual a 1500 kg, que se encontrava parado no sinal vermelho. O motorista do primeiro carro alega que, ao colidir com o segundo, estava somente a 10 km/h. A perícia constata que o primeiro automóvel arrastou o segundo por uma distância de 10 m até parar. Levando em conta que o coeficiente de atrito cinético entre os pneus e o asfalto da via é de 0,5, determine a velocidade aproximada do primeiro veículo no instante da colisão (dado: g = 10 m/s2 ): a) 10 km/h b) 18 km/h c) 36 km/h d) 58 km/h e) 72 km/h GABARITO A B C D E 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 HORÁRIO DE INÍCIO ___________________ HORÁRIO DE TÉRMINO _________________ Simulado 4 – Prof. Fabricio Scheffer

×