O romanico e o gótico/o fortalecimento do poder régio

300 visualizações

Publicada em

Resumo de conteúdos do 7º ano

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
300
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O romanico e o gótico/o fortalecimento do poder régio

  1. 1. 1 História resumo -7º ano Pág.182 Manual Páginas da História da editora Asa A arquitetura gótica (sécs XII a XIV) País onde surgiu: França e espalhou-se por toda a Europa Ocidental onde adquiriu diferentes caraterísticas conforme os países. Caraterísticas da época do seu aparecimento: - Renascimento da economia -Renascimento das cidades -Época de prosperidade (riqueza) -Relativa acalmia política  Ao contrário da arte românica a maior parte das construções surgiu nas cidades. Arte gótica caraterísticas Arco em ogiva em vez do arco de volta perfeita da arte românica Abóbada sobre cruzamento de ogivas apoiadas emarcobotantes, estes, serviampara apoiar a abóboda e permitiram a abertura de largas janelas e belas rosáceas decoradas com vitrais (em vez das abóbadas de berço sobre contrafortes do estilo românico) Exemplo de arcobotante Aberturas de grandesespaços nas paredes Assim,asigrejasgóticaserammaiorese mais Elegantesque asigrejasromânicas.
  2. 2. 2 Gótico Catedral de Amiens:o vitral (rosácea) e a abóbada cruzada com osrespetivos pilaresde sustentação.
  3. 3. 3 Colunelos(pequenacoluna) doMosteiro de Bravães,Ponte da Barca Bravãe O mosteiroda Batalha emPortugal é um exemplodoestiloGótico O estilogóticomanifestou-se tambémnaarquiteturamilitare civil,atravésda construçãode Castelose de edifíciosreaise senhoriais. A esculturagótica Utilizoutal comoa românica, os colunelos,oscapitéise ostímpanos dos portais das igrejas.
  4. 4. 4 A figurahumanaadquire maiorperfeição.Ostemasvegetaissãorepresentadoscommaior naturalidade.Hátambémbelosexemplosdaescultura tumular. A arte gótica manifesta-seainda nos vitrais, na pintura, na tapeçaria na ourivesaria (cálices, cofres, relicários) e iluminuras. Relicário religioso iluminura 1 tímpano 3- Colunelo
  5. 5. 5 Qual foi a representação artística mais importante doestilo Gótico? Foram as catedrais, símbolo do desenvolvimento económico, da riqueza das cidades e da religiosidade dos povos. A construçãode umacatedral prolongava-se porváriasgeraçõessendoobrasmuitocaras. Envolviamuitostrabalhadorese artíficesespecializadosparaalémde maquinariae estaleiros de obras. Ascidadesmedievaisrivalizavamemconstruircatedraiscadavezmaisaltas.Eram autênticos emblemasdascidades.Cadapedreirotinhaoseusímboloque marcava naspedrase passava de paispara filhos.Esse símboloidentificavaaqualidade dotrabalhoe opreço a cobrar. Pág.186 O fortalecimentodopoder régio(dorei) Ao longo dos séculos XII e XIII, em Portugal alguns dos bens e direitos da coroa foram desviados (usurpados) pelo clero e pela nobreza. Assim, para recuperar esses bens, os monarcas (reis) tomaram as seguintes medidas: Importante estudar 1 INQUIRIÇÕES- Inquéritos destinados a recuperar terras e direitos usurpados à coroa pelos grandes senhores. 2 CONFIRMAÇÕES-Validação dos bens e regalias que, tinham sido anteriormente concedidos pela Coroa aos grandes senhores. 3 Leis de DESAMORTIZAÇÃO-Leis que procuravam impedir a concentração de terras nas mãos do clero, através de compra ou herança. Muitos dos bens do clero provinham da morte de fiéis que as doavam à igreja. No séc. XIII, a coroa reforçou a administração central (administração direta do estado) e local. Como reforçou? Através da criação de novos ofícios régios e da publicação de leis gerais para todo o país. Sim, os monarcas obrigavam os senhores a apresentar documentos que comprovassem o direito aos seus domínios e privilégios. Daí resultaram confrontos. Os conflitos entre a nobreza e o clero foram numerosos?
  6. 6. 6 1. Os reis portugueses tinham importantes poderes, como a aplicação da justiça maior e cunhagem de moeda. 2. Nos séculos XII e XIV tomaram medidas para por fim aos abusos da nobreza e do clero através -das inquirições -confirmações e leis de desamortização Os monarcas eram auxiliados pelas Cortes (Assembleias).As primeiras realizaram-se em Leiria, em 1254. O papel e a importânciados concelhos pág.186 O reforço do poder régio fez-se também, com a criação dos concelhos que eram territórios de homens livres e correspondiam a uma vila ou cidade e à área envolvente. Aí viviam: Camponeses Artesãos Mercadores Estes, não estavam sujeitos aos senhores e gozavam de vários direitos e regalias. Os concelhos eram fundados por cartas de foral e tinham governo próprio Eram dirigidos por assembleias de homens – bons onde predominavam os proprietários e mercadores mais ricos. A autonomia dos concelhos (direito de ter leis próprias) diminuiu à medida que o poder do rei aumentou. Como eram formados os concelhos? Através de cartas de foral: documento real utilizado para criar concelhos. Filomena Morais

×