Necessidades energéticas

9.582 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.582
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
473
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
56
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Necessidades energéticas

  1. 1. NECESSIDADES ENERGÉTICAS DO ORGANISMO <br />Filipa<br />
  2. 2. NECESSIDADES ENERGÉTICAS (QUANTITATIVAS E QUALITATIVAS)<br />As necessidades energéticas devem ser adaptadas aos gastos, para que o indivíduo não acumule peso. Estas necessidades estimam-se ao nível da quantidade energética consumida e da qualidade dos alimentos ingeridos.<br />Necessidades em termos de quantidade:<br />A dose energética depende da idade, do sexo e da actividade física de cada um. Um desportista pode necessitar de um suporte energético superior ao indicado na tabela, consoante a intensidade de treino e a frequência das competições.<br />
  3. 3. Deve ser respeitada uma repartição calórica ao longo do dia, que se divide da seguinte forma : <br />
  4. 4. Necessidades em termos de qualidade:<br />A dose energética deve ser equilibrada em termos de qualidade, para que sejam fornecidos os vários nutrientes, consoante as necessidades do organismo:<br />Proteínas - 12 a 15 % da dose diária<br />Lípidos - 30 a 35 % da dose diária<br />Glícidos - 50 a 55 % da dose diária<br /> Uma alimentação diária e equilibrada permite fornecer todos os minerais e vitaminas necessários para o bom funcionamento do organismo. O equilíbrio alimentar assenta na dose diária, mas também no conteúdo das refeições. Estas são 3 ou 4 (adiciona-se um snack para os desportistas, mas esta conta para o cálculo da dose total). <br />Os alimentos apresentam-se por famílias: <br /><ul><li> Leite e lacticínios 
  5. 5. Carne, peixe e ovos 
  6. 6. Legumes e fruta 
  7. 7. Cereais e produtos derivados 
  8. 8. Matérias gordas animais e vegetais</li></ul>Cada refeição deve conter no mínimo um alimento de cada categoria para ser considerada qualitativamente equilibrada. <br />
  9. 9. Quantidade de alimento por dia <br />
  10. 10. Unidades de Energia e Equivalências de Energia Utilizadas em Nutrição.<br />Percentual de contribuição no gasto energético basal de alguns órgãos em um indivíduo entre 60-70 kg.<br />Diferentes substratos energéticos apresentam percentuais de contribuição distintos ao GEB (Gasto energético Basal). Substratos predominantemente proteicos participam com 17,4% enquanto aqueles glícidos e lipídicos com 41,3% 2.<br />
  11. 11. Cálculo das necessidades energéticas:<br />1º) Peso de Referência<br /><ul><li>F1: 0,8 (A – 100 + I/2)
  12. 12. F2: 50 + 0,75 (A – 150 + (I-20) /4)
  13. 13. PR = (F1 + F2) /2 (Mulheres -10%)</li></ul>2º) Necessidades energéticas<br /><ul><li> 30 a 35 x PR = ?? Kcal
  14. 14. Depende da actividade física </li></ul>Caso prático<br />A Luísa é aluna da ESFPM, tem 26 anos, pratica hipismo, pesa 70 kg e mede 168 cm e as suas necessidades calóricas são:<br />1170 Joules<br /> 11700 Joules<br /> 2500 Kcal<br /> 2800 Kcal<br /> Nenhuma das anteriores<br />
  15. 15. Resolução<br />1 Kcal ---------------- 4,184 Joules<br />2038,05 Kcal -------- x<br />x = 2038,05 × 4,184  x = 8527 Joules<br />A resposta correcta seria a 5, pois as necessidades energéticas da Luísa seriam 8527 Joules, o que corresponde a 2038,05 Kcal.<br />

×