SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 50
Alimento, Nutrição e
Digestão
Felipe Beijamini
UFFS
Retomando conceitos e
definições:
• Sol como fonte de energia!
• Autótrofos como transformadores da energia solar em
energia química (alimento);
• Fototróficos  energia solar  clorofila
• Quimiotróficos  bactérias quimiossintetizantes (ex:
• Heterótrofos: organismos que dependem de
componentes orgânicos sintetizados por plantas ou
outros organismos;
• Herbívoros
• Carnívoros
• Onívoros
• Saprófagos
Fisiologia digestória:
A fisiologia digestória está relacionada a todos
os tecidos que contribuem para a quebra física
e química dos alimentos!
• Sistema sensorial  localização do alimento
• Boca, língua e dentes  digestão mecânica;
• Trato do GI  digestão física e absorção dos
alimentos;
• Sistema cardiovascular  transporte dos
nutrientes para os tecidos.
• Trato final do GI  excreção
• Sistema excretor  excreção
Nutrição...
“Processo biológico pelo qual os organismos
obtém os nutrientes necessários para a
realização de suas funções vitais”
Nutrientes
“Elemento ou composto químico necessário para a
realização das funções vitais dos organismos”
Nutrientes essenciais:
Aqueles químicos que devem
ser obtidos na dieta. Ex:
vitaminas (+), minerais,
aminoácidos (+), e ácidos
graxos (+)
Nutrientes não essenciais:
Aquelas substâncias químicas
que podem ser produzidas
pelo organismo.
A natureza e a aquisição dos
nutrientes e sua assimilação por
diferentes organismos animais varia
de acordo com a fisiologia do
animal e o ambiente que habita!
Dieta e energia, energia para
que?
• Garantir manutenção da atividade, crescimento,
manutenção e reprodução do organismo.
Specific dynamic action - SDA
Calor!
• beija-flor
• atum
Composição química e nutrientes
Vitaminas
Vitaminas e minerais e suas
principais funções
• Vitaminas: compostos orgânicos que os animais
devem obter em pequenas quantidades a partir do
alimento ou de outra fonte externa, pois a MAIORIA
desses compostos são sintetizados pelo animal e
necessários em pequenas quantidades!
Um “opostunismo” evolutivo?
O caso da vitamina A:
Fotopigmento:
Carotenoides  Retinol  Retinal
Retina --> rodopsina
Rodopsina --> Luz!
Diversas vitaminas  como
organizar o conhecimento?
Que estratégias os animais podem
usar para obter vitaminas?
Alimentação Simbiose
Coprofagia dos coelhos!
Minerais: uma coleção de
elementos
• Podem ser obtidos
diretamente da água
(brânquias ou pele em
animais aquáticos);
• Dieta alimentar;
• O caso do cálcio:
• Canais de cálcio  Ca+2
ATPase  calbindina;
• Calbindina  Vitamina
D.
Aminoácidos e proteínas como
componentes estruturais e
energéticos
• Aminoácidos essenciais: aqueles
que não podem ser sintetizados
pelos animais;
• Por exemplo: histidina e arginina
são essenciais para cães;
• Fontes de proteínas:
• Tecidos animais;
• Plantas? Frequentemente deficientes
em um ou mais aminoácidos;
• Por exemplo: milho  lisina; trigo 
triptofano;
O que pode acontecer se as
necessidades fundamentais de
nutrientes não forem atingidas?
Robert E Black, Lindsay H Allen, Zulfiqar A Bhutta, Laura E Caulfield, Mercedes de Onis, Majid Ezzati, Colin Mathers, Juan Rivera
Maternal and child undernutrition: global and regional exposures and health consequences
null, Volume 371, Issue 9608, 2008, 243–260
http://dx.doi.org/10.1016/S0140-6736(07)61690-0
Enzimas específicas transformam
as proteínas em aminoácidos
• Proteases, peptidases fazem a digestão química de
proteínas.
• Lipases e fosfolipases transformam ácidos gráxos e
fosfolipídeos
• Amilases (dextrinase) transformam polissacarídeos
(amido) em oligossacarídeos.
• Nucleases transformam DNA em nucleotídeos 
nucleosídeos
E a celulose, qual enzima faz sua
digestão química?
Endossimbiose Exossimbiose
Após digeridos, os nutrientes são
transportados -> vesículas ou carreadores
de membrana
Após digeridos, os nutrientes são
transportados -> vesículas ou carreadores
de membrana
Após digeridos, os nutrientes são
transportados -> vesículas ou carreadores
de membrana  Carboidratos
Após digeridos, os nutrientes são
transportados -> vesículas ou carreadores
de membrana  Carboidratos
 Carboidratos
Após digeridos, os nutrientes são
transportados -> vesículas ou carreadores
de membrana  Proteínas
Após digeridos, os nutrientes são
transportados -> vesículas ou carreadores
de membrana  Lipídeos
Lipídeos  hidrofóbicos
1 - Digestão e emulsificação  bile
2- Micelas;
3- Difusão para o interior das células;
4- Transporte:
4.1 – Polares (Ácidos graxos de cadeia curta e
glicerol);
4.2 – Apolares (Ác. Graxos de cadeia longa,
colesterol...) outras vias
4.2.2 – Quilomícrons
4.2.3 – VLDL – very low density lipoprotein e LDL –
low densitity lopoprotein e HLDL high density
lipoprotein
O que vimos até aqui?
Diferentes animais, diferentes
ambientes, diferentes estratégias
de obtenção de alimento!
Diferentes mecanismos de
digestão
• Digestão intracelular • Digestão extracelular 
o surgimento de um sistema digestório
Organismos simples, estratégias
simples...
• Esponjas  fagocitose
Diferentes necessidades, diferentes
mecanismos de obtenção de
alimento!
Baleia de barbatana usa um
mecanismo de filtração ao invés de
dentes para obter alimento!
Filtração ou suspensão, a lógica é:
obtenção do alimento presente na
água!
Associações simbiontes também
podem ser utilizadas como
mecanismo de obtenção de
alimento
Maior complexidade e o surgimento
de compartimentos especializados
aumentam a eficiência da digestão.
Apesar da variação espécie específica, é possível identificar características comuns
aos celomados
A boca e os processos de digestão
mecânica e química
E lembre-se há uma grande diversidade de aparelhos bucais!
O trato GI e sua grande área de
contato...
Maior complexidade e o surgimento
de compartimentos especializados
aumentam a eficiência da digestão.
Apesar da variação espécie específica, é possível identificar características comuns
aos celomados
O surgimento de compartimento
especializado para a fermentação é
importante para o sucesso evolutivo
dos herbívoros.
No caso exemplificamos um ruminate!
Sistema nervoso e endócrino
regulam tudo isso!
Alças de retroalimentação!
Aula 03 e 04 - Alimento metabolismo e Digestão
Aula 03 e 04 - Alimento metabolismo e Digestão
Aula 03 e 04 - Alimento metabolismo e Digestão

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia Humana
Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia HumanaFisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia Humana
Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia Humana
Herbert Santana
 
Introdução a citologia
Introdução a citologiaIntrodução a citologia
Introdução a citologia
emanuel
 
Ecologia - Introdução
Ecologia - IntroduçãoEcologia - Introdução
Ecologia - Introdução
Killer Max
 
Aula Biologia: Bases da Ecologia [1° Ano do Ensino Médio]
Aula Biologia: Bases da Ecologia [1° Ano do Ensino Médio]Aula Biologia: Bases da Ecologia [1° Ano do Ensino Médio]
Aula Biologia: Bases da Ecologia [1° Ano do Ensino Médio]
Ronaldo Santana
 
Introdução à biologia 1º ano
Introdução à biologia   1º anoIntrodução à biologia   1º ano
Introdução à biologia 1º ano
Luciana Mendes
 

Mais procurados (20)

Metabolismo
MetabolismoMetabolismo
Metabolismo
 
Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia Humana
Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia HumanaFisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia Humana
Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia Humana
 
Introdução a citologia
Introdução a citologiaIntrodução a citologia
Introdução a citologia
 
Alimentos e Nutrientes - Alimentação Humana
Alimentos e Nutrientes - Alimentação Humana Alimentos e Nutrientes - Alimentação Humana
Alimentos e Nutrientes - Alimentação Humana
 
Proteinas
ProteinasProteinas
Proteinas
 
Ecologia - Introdução
Ecologia - IntroduçãoEcologia - Introdução
Ecologia - Introdução
 
Introdução à imunologia
Introdução à imunologiaIntrodução à imunologia
Introdução à imunologia
 
Reprodução assexuada e sexuada
Reprodução assexuada  e sexuadaReprodução assexuada  e sexuada
Reprodução assexuada e sexuada
 
Aula Biologia: Bases da Ecologia [1° Ano do Ensino Médio]
Aula Biologia: Bases da Ecologia [1° Ano do Ensino Médio]Aula Biologia: Bases da Ecologia [1° Ano do Ensino Médio]
Aula Biologia: Bases da Ecologia [1° Ano do Ensino Médio]
 
Células
CélulasCélulas
Células
 
Fluxo de energia e pirâmides ecológicas
Fluxo de energia e pirâmides ecológicasFluxo de energia e pirâmides ecológicas
Fluxo de energia e pirâmides ecológicas
 
Ecologia de Populações
Ecologia de PopulaçõesEcologia de Populações
Ecologia de Populações
 
Sais Minerais e Vitaminas
Sais Minerais e VitaminasSais Minerais e Vitaminas
Sais Minerais e Vitaminas
 
Aula respiração celular
Aula respiração celularAula respiração celular
Aula respiração celular
 
Aula 9 - Metabolismo energético - Respiração celular e Fermentação
Aula 9 - Metabolismo energético - Respiração celular e FermentaçãoAula 9 - Metabolismo energético - Respiração celular e Fermentação
Aula 9 - Metabolismo energético - Respiração celular e Fermentação
 
Introdução à biologia 1º ano
Introdução à biologia   1º anoIntrodução à biologia   1º ano
Introdução à biologia 1º ano
 
vitaminas
vitaminas vitaminas
vitaminas
 
Teorias evolutivas
Teorias evolutivasTeorias evolutivas
Teorias evolutivas
 
Núcleo celular
Núcleo celularNúcleo celular
Núcleo celular
 
Adaptação
AdaptaçãoAdaptação
Adaptação
 

Semelhante a Aula 03 e 04 - Alimento metabolismo e Digestão

Aula Fisiologia_Sistema Digestório
Aula Fisiologia_Sistema DigestórioAula Fisiologia_Sistema Digestório
Aula Fisiologia_Sistema Digestório
edu.biologia
 
Aula Fisiologia Humana
Aula Fisiologia HumanaAula Fisiologia Humana
Aula Fisiologia Humana
edu.biologia
 
Necessidades Nutricionais do Organismo
Necessidades Nutricionais do OrganismoNecessidades Nutricionais do Organismo
Necessidades Nutricionais do Organismo
e.ferreira
 
Bio fisiologia comparada_07_10_2011 livro
Bio fisiologia comparada_07_10_2011 livroBio fisiologia comparada_07_10_2011 livro
Bio fisiologia comparada_07_10_2011 livro
Danielle Mesquita
 
FAC - Alimento e Combustível
FAC - Alimento e CombustívelFAC - Alimento e Combustível
FAC - Alimento e Combustível
Charles Ferreira
 
Alimentação e sistema digestório
Alimentação e sistema digestórioAlimentação e sistema digestório
Alimentação e sistema digestório
Nirvanizada
 
Nutrição i e-learning
Nutrição i   e-learningNutrição i   e-learning
Nutrição i e-learning
e.ferreira
 
Cópia de nutriobiologia-160315005324.pdf
Cópia de nutriobiologia-160315005324.pdfCópia de nutriobiologia-160315005324.pdf
Cópia de nutriobiologia-160315005324.pdf
GeovanioSilva6
 
Tipos e composição de mp
Tipos e composição de mpTipos e composição de mp
Tipos e composição de mp
Rogger Wins
 

Semelhante a Aula 03 e 04 - Alimento metabolismo e Digestão (20)

41_lecture_presentation_nutrição.pptx
41_lecture_presentation_nutrição.pptx41_lecture_presentation_nutrição.pptx
41_lecture_presentation_nutrição.pptx
 
Aula Fisiologia_Sistema Digestório
Aula Fisiologia_Sistema DigestórioAula Fisiologia_Sistema Digestório
Aula Fisiologia_Sistema Digestório
 
Aula Fisiologia Humana
Aula Fisiologia HumanaAula Fisiologia Humana
Aula Fisiologia Humana
 
Digestório
DigestórioDigestório
Digestório
 
Fisiologia Humana
Fisiologia HumanaFisiologia Humana
Fisiologia Humana
 
Sistema Digestório
Sistema DigestórioSistema Digestório
Sistema Digestório
 
Ponto da ciência Biologia celular Aula 1
Ponto da ciência Biologia celular Aula 1Ponto da ciência Biologia celular Aula 1
Ponto da ciência Biologia celular Aula 1
 
12. Os alimentos e seus nutrientes I - As funções dos alimentos e dos seus nu...
12. Os alimentos e seus nutrientes I - As funções dos alimentos e dos seus nu...12. Os alimentos e seus nutrientes I - As funções dos alimentos e dos seus nu...
12. Os alimentos e seus nutrientes I - As funções dos alimentos e dos seus nu...
 
Necessidades Nutricionais do Organismo
Necessidades Nutricionais do OrganismoNecessidades Nutricionais do Organismo
Necessidades Nutricionais do Organismo
 
Bio fisiologia comparada_07_10_2011 livro
Bio fisiologia comparada_07_10_2011 livroBio fisiologia comparada_07_10_2011 livro
Bio fisiologia comparada_07_10_2011 livro
 
4.1 Ingestão, digestão e absorção em seres vivos heterotróficos 2021.pdf
4.1 Ingestão, digestão e absorção em seres vivos heterotróficos 2021.pdf4.1 Ingestão, digestão e absorção em seres vivos heterotróficos 2021.pdf
4.1 Ingestão, digestão e absorção em seres vivos heterotróficos 2021.pdf
 
FAC - Alimento e Combustível
FAC - Alimento e CombustívelFAC - Alimento e Combustível
FAC - Alimento e Combustível
 
Alimentação e sistema digestório
Alimentação e sistema digestórioAlimentação e sistema digestório
Alimentação e sistema digestório
 
Nutrição i e-learning
Nutrição i   e-learningNutrição i   e-learning
Nutrição i e-learning
 
Cópia de nutriobiologia-160315005324.pdf
Cópia de nutriobiologia-160315005324.pdfCópia de nutriobiologia-160315005324.pdf
Cópia de nutriobiologia-160315005324.pdf
 
Bio01
Bio01Bio01
Bio01
 
PPT - nutrição e dietética - 10º ano - Restaurante bar.pptx
PPT - nutrição e dietética - 10º ano - Restaurante bar.pptxPPT - nutrição e dietética - 10º ano - Restaurante bar.pptx
PPT - nutrição e dietética - 10º ano - Restaurante bar.pptx
 
Seminrio de int._a_nutrio
Seminrio de int._a_nutrioSeminrio de int._a_nutrio
Seminrio de int._a_nutrio
 
NUTRIÇÃO LIDERANÇA.pdf
NUTRIÇÃO LIDERANÇA.pdfNUTRIÇÃO LIDERANÇA.pdf
NUTRIÇÃO LIDERANÇA.pdf
 
Tipos e composição de mp
Tipos e composição de mpTipos e composição de mp
Tipos e composição de mp
 

Mais de Felipe Beijamini (11)

Aula 08 sistema nervoso
Aula 08   sistema nervosoAula 08   sistema nervoso
Aula 08 sistema nervoso
 
Aula 05 fisiologia respiratoria mamiferos
Aula 05   fisiologia respiratoria  mamiferosAula 05   fisiologia respiratoria  mamiferos
Aula 05 fisiologia respiratoria mamiferos
 
Aula 04 ventilação e respiração
Aula 04   ventilação e respiraçãoAula 04   ventilação e respiração
Aula 04 ventilação e respiração
 
Aula 05 sistema circulatoriomoodle
Aula 05   sistema circulatoriomoodleAula 05   sistema circulatoriomoodle
Aula 05 sistema circulatoriomoodle
 
Aula 04 semana 1 do desenvolvimento fecundacao 001
Aula 04 semana 1 do desenvolvimento fecundacao   001Aula 04 semana 1 do desenvolvimento fecundacao   001
Aula 04 semana 1 do desenvolvimento fecundacao 001
 
Aula 04 ventilação e respiração
Aula 04   ventilação e respiraçãoAula 04   ventilação e respiração
Aula 04 ventilação e respiração
 
Aula 03 sistema articular
Aula 03   sistema articularAula 03   sistema articular
Aula 03 sistema articular
 
Aula 1 e 2 introduçao a embriologia
Aula 1 e 2 introduçao a embriologiaAula 1 e 2 introduçao a embriologia
Aula 1 e 2 introduçao a embriologia
 
Propagacao do PA
Propagacao do PAPropagacao do PA
Propagacao do PA
 
Contracao muscular 01
Contracao muscular 01Contracao muscular 01
Contracao muscular 01
 
A Educação no Brasil: como funciona o sistema de ensino brasileiro? Experiênc...
A Educação no Brasil: como funciona o sistema de ensino brasileiro? Experiênc...A Educação no Brasil: como funciona o sistema de ensino brasileiro? Experiênc...
A Educação no Brasil: como funciona o sistema de ensino brasileiro? Experiênc...
 

Último

Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
andreaLisboa7
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
carlaOliveira438
 

Último (20)

MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptxMovimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 

Aula 03 e 04 - Alimento metabolismo e Digestão

  • 2. Retomando conceitos e definições: • Sol como fonte de energia! • Autótrofos como transformadores da energia solar em energia química (alimento); • Fototróficos  energia solar  clorofila • Quimiotróficos  bactérias quimiossintetizantes (ex: • Heterótrofos: organismos que dependem de componentes orgânicos sintetizados por plantas ou outros organismos; • Herbívoros • Carnívoros • Onívoros • Saprófagos
  • 3. Fisiologia digestória: A fisiologia digestória está relacionada a todos os tecidos que contribuem para a quebra física e química dos alimentos! • Sistema sensorial  localização do alimento • Boca, língua e dentes  digestão mecânica; • Trato do GI  digestão física e absorção dos alimentos; • Sistema cardiovascular  transporte dos nutrientes para os tecidos. • Trato final do GI  excreção • Sistema excretor  excreção
  • 4.
  • 5.
  • 6. Nutrição... “Processo biológico pelo qual os organismos obtém os nutrientes necessários para a realização de suas funções vitais” Nutrientes “Elemento ou composto químico necessário para a realização das funções vitais dos organismos” Nutrientes essenciais: Aqueles químicos que devem ser obtidos na dieta. Ex: vitaminas (+), minerais, aminoácidos (+), e ácidos graxos (+) Nutrientes não essenciais: Aquelas substâncias químicas que podem ser produzidas pelo organismo.
  • 7. A natureza e a aquisição dos nutrientes e sua assimilação por diferentes organismos animais varia de acordo com a fisiologia do animal e o ambiente que habita!
  • 8. Dieta e energia, energia para que? • Garantir manutenção da atividade, crescimento, manutenção e reprodução do organismo. Specific dynamic action - SDA Calor! • beija-flor • atum
  • 9. Composição química e nutrientes Vitaminas
  • 10. Vitaminas e minerais e suas principais funções • Vitaminas: compostos orgânicos que os animais devem obter em pequenas quantidades a partir do alimento ou de outra fonte externa, pois a MAIORIA desses compostos são sintetizados pelo animal e necessários em pequenas quantidades! Um “opostunismo” evolutivo? O caso da vitamina A: Fotopigmento: Carotenoides  Retinol  Retinal Retina --> rodopsina Rodopsina --> Luz!
  • 11. Diversas vitaminas  como organizar o conhecimento?
  • 12. Que estratégias os animais podem usar para obter vitaminas? Alimentação Simbiose Coprofagia dos coelhos!
  • 13. Minerais: uma coleção de elementos • Podem ser obtidos diretamente da água (brânquias ou pele em animais aquáticos); • Dieta alimentar; • O caso do cálcio: • Canais de cálcio  Ca+2 ATPase  calbindina; • Calbindina  Vitamina D.
  • 14. Aminoácidos e proteínas como componentes estruturais e energéticos • Aminoácidos essenciais: aqueles que não podem ser sintetizados pelos animais; • Por exemplo: histidina e arginina são essenciais para cães; • Fontes de proteínas: • Tecidos animais; • Plantas? Frequentemente deficientes em um ou mais aminoácidos; • Por exemplo: milho  lisina; trigo  triptofano;
  • 15. O que pode acontecer se as necessidades fundamentais de nutrientes não forem atingidas?
  • 16. Robert E Black, Lindsay H Allen, Zulfiqar A Bhutta, Laura E Caulfield, Mercedes de Onis, Majid Ezzati, Colin Mathers, Juan Rivera Maternal and child undernutrition: global and regional exposures and health consequences null, Volume 371, Issue 9608, 2008, 243–260 http://dx.doi.org/10.1016/S0140-6736(07)61690-0
  • 17. Enzimas específicas transformam as proteínas em aminoácidos • Proteases, peptidases fazem a digestão química de proteínas. • Lipases e fosfolipases transformam ácidos gráxos e fosfolipídeos • Amilases (dextrinase) transformam polissacarídeos (amido) em oligossacarídeos. • Nucleases transformam DNA em nucleotídeos  nucleosídeos
  • 18. E a celulose, qual enzima faz sua digestão química? Endossimbiose Exossimbiose
  • 19. Após digeridos, os nutrientes são transportados -> vesículas ou carreadores de membrana
  • 20. Após digeridos, os nutrientes são transportados -> vesículas ou carreadores de membrana
  • 21. Após digeridos, os nutrientes são transportados -> vesículas ou carreadores de membrana  Carboidratos
  • 22.
  • 23. Após digeridos, os nutrientes são transportados -> vesículas ou carreadores de membrana  Carboidratos  Carboidratos
  • 24. Após digeridos, os nutrientes são transportados -> vesículas ou carreadores de membrana  Proteínas
  • 25.
  • 26. Após digeridos, os nutrientes são transportados -> vesículas ou carreadores de membrana  Lipídeos Lipídeos  hidrofóbicos 1 - Digestão e emulsificação  bile 2- Micelas; 3- Difusão para o interior das células; 4- Transporte: 4.1 – Polares (Ácidos graxos de cadeia curta e glicerol); 4.2 – Apolares (Ác. Graxos de cadeia longa, colesterol...) outras vias 4.2.2 – Quilomícrons 4.2.3 – VLDL – very low density lipoprotein e LDL – low densitity lopoprotein e HLDL high density lipoprotein
  • 27.
  • 28. O que vimos até aqui?
  • 29. Diferentes animais, diferentes ambientes, diferentes estratégias de obtenção de alimento!
  • 30. Diferentes mecanismos de digestão • Digestão intracelular • Digestão extracelular  o surgimento de um sistema digestório
  • 33.
  • 34. Baleia de barbatana usa um mecanismo de filtração ao invés de dentes para obter alimento!
  • 35.
  • 36. Filtração ou suspensão, a lógica é: obtenção do alimento presente na água!
  • 37.
  • 38. Associações simbiontes também podem ser utilizadas como mecanismo de obtenção de alimento
  • 39.
  • 40. Maior complexidade e o surgimento de compartimentos especializados aumentam a eficiência da digestão. Apesar da variação espécie específica, é possível identificar características comuns aos celomados
  • 41.
  • 42. A boca e os processos de digestão mecânica e química E lembre-se há uma grande diversidade de aparelhos bucais!
  • 43. O trato GI e sua grande área de contato...
  • 44. Maior complexidade e o surgimento de compartimentos especializados aumentam a eficiência da digestão. Apesar da variação espécie específica, é possível identificar características comuns aos celomados
  • 45. O surgimento de compartimento especializado para a fermentação é importante para o sucesso evolutivo dos herbívoros. No caso exemplificamos um ruminate!
  • 46.
  • 47. Sistema nervoso e endócrino regulam tudo isso! Alças de retroalimentação!

Notas do Editor

  1. S