• Curtir

Demanda, oferta, elasticidade e mercados - Aulas 3 a 7

  • 4,492 visualizações
Carregado em

Demanda, Oferta, Elasticidade e Mercados, conceitos fundamentais para compreender o estudo da "ciência" econômica.

Demanda, Oferta, Elasticidade e Mercados, conceitos fundamentais para compreender o estudo da "ciência" econômica.

Mais em: Educação
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Tem certeza que quer?
    Sua mensagem vai aqui
    Seja o primeiro a comentar
Sem downloads

Visualizações

Visualizações totais
4,492
No Slideshare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
0

Ações

Compartilhamentos
Downloads
191
Comentários
0
Curtidas
1

Incorporar 0

No embeds

Conteúdo do relatório

Sinalizado como impróprio Sinalizar como impróprio
Sinalizar como impróprio

Selecione a razão para sinalizar essa apresentação como imprópria.

Cancelar
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Noções sobre Economia Santarém – Tapajós – Brasil Fernando Monteiro D’Andrea
  • 2. Economia – Contábeis 2013-01 Datas • Dia de exercício baseado no “eu, o lápis”; • Dia de exercício do livro do Roberts de 28 de Fevereiro para 7 de Março; ▫ Valendo 1,5 pontos; • Dia 4 de Abril exercícios sobre o livro do Hazllit; ▫ Valendo 2,5 pontos; • Prova 1 dia 11 de Abril; ▫ Valendo 5 pontos; • Prova 2 dia 13 de Junho; ▫ Exercícios para casa – valendo 3 pontos; ▫ Exercício extra - valendo 1 ponto – livro do Ballvè; ▫ Valendo 7 pontos;
  • 3. Economia – Contábeis 2013-01 Aula Passada • Sociedade baseada em sistemas: ▫ Político; ▫ Econômico; ▫ Ético-moral-cultural; • Construtivismo x Racionalismo Crítico; • Teorias da Economia: ▫ Liberalismo; ▫ Comunismo; ▫ Terceira Via;
  • 4. Noções sobre Economia Santarém – Tapajós – Brasil Fernando Monteiro D’Andrea Aula 3, 4 e 5 de 20 Quinta, 21 de Fevereiro de 2013 Introdução à MicroEconomia
  • 5. Economia – Contábeis 2013-01 O que estudaremos • O Que é Economia? • Teorias da Economia; • Micro e macroeconomia; • Escassez • Mercado; • Preços; • Oferta e demanda; • Curvas de demanda; • Oferta e equilíbrio; • Noções de mercados e funcionamento dos sistemas econômicos internacionais e nacional; • Processo de Industrialização brasileiro; • Modelo desenvolvimentista Nacional; • Planos Econômicos; • Análise e interpretação da política econômica nacional atual; • Economia e a Região Amazônica;
  • 6. Economia – Contábeis 2013-01 MicroEconomia (1) • Estuda como os recursos escassos são alocados para uma quantidade de fins; • Estuda-se o comportamento individual (das pessoas, empresas ou grupos homogêneos); • Serve como base para o estudo da economia como um todo; • É a base de todos os estudos sobre a Economia pois estuda as relações fundamentais ▫ Relações entre pessoas e pessoas e/ou pessoas e organizações;
  • 7. Economia – Contábeis 2013-01 MicroEconomia (2) • Pessoas e famílias fornecem trabalho e demandam produtos e serviços; • As organizações fornecem produtos e serviços e demandam trabalho; • Os que demandam produtos e serviços buscam aumentar a utilidade de seus recursos a partir de um orçamento pré-determinado; ▫ Fazer o máximo possível com uma quantidade limitada de dinheiro; • As empresas buscam maximização do lucro baseados em seus custos e receitas;
  • 8. Economia – Contábeis 2013-01 MicroEconomia (3) • Busca entender como se formam os preços; ▫ Tanto de produtos finais como de fatores de produção (máquinas, recursos humanos, etc.); • Estuda: ▫ Teoria do consumidor:  Quais suas preferências e porquê ele se comporta de uma maneira específica;  Como ele gera demanda e quais suas restrições;  Dá origem à curva de demanda;
  • 9. Economia – Contábeis 2013-01 MicroEconomia (4) • Estuda: ▫ Teoria da empresa:  Concentra-se na estrutura economia (e não simplesmente financeira) das empresas e como elas buscam maximizar os lucros;  A partir deste estudo tem-se a curva da oferta; ▫ Teoria de Produção:  Estuda a transformação de fatores de produção em produtos finais;  Estuda como as variações nos fatores de produção influenciam no produto final;  Determina as curvas de custo que são usadas para encontrar o volume de oferta ótimo;
  • 10. Economia – Contábeis 2013-01 MicroEconomia (5) • Estuda: ▫ Práticas de Mercado:  Oligopólio, Monopólio, concorrência perfeita, concorrência monopolística; • Busca entender se “os indivíduos na busca dos seus interesses próprios contribuem para promover os interesses da sociedade no seu conjunto” como dizia Adam Smith; • É a ciência que estuda os preços;
  • 11. Economia – Contábeis 2013-01 MicroEconomia x Economia de Empresa • Focam coisas distintas; ▫ Uma estuda o funcionamento de oferta e demanda na formação do preço no mercado; ▫ A outra, além de estudar uma empresa específica, tem enfoque na parte contábil-financeira da formação do preço  Baseia-se principalmente nos custos de produção; • Para a Microeconomia devem ser considerados inclusive os custos de oportunidade (que não foram efetivamente incorridos) o que não acontece na economia de empresa;
  • 12. Economia – Contábeis 2013-01 Como Funciona? (1) • Constrói modelos analíticos que ajudam a descrever como o mercado busca conseguir o equilíbrio entre o preço e a quantidade ofertada; • Como este reage às alterações do mercado (em oferta e demanda) ao longo do tempo; ▫ Lei da oferta e da demanda; • Para simplificar as análises são usadas algumas hipóteses: ▫ Racionalidade dos agentes;  Ações ou inações advém de decisões racionais humanas;  Todas as ações visam aumentar a satisfação;
  • 13. Economia – Contábeis 2013-01 Como Funciona? (2) • Para simplificar as análises são usadas algumas hipóteses: ▫ Equilíbrio parcial (todo o resto permanece constante - coeteris paribus);  Analisar o chamado “equilíbrio geral” é muito mais realista e, ao mesmo tempo, muito mais complexo; ▫ Papel dos preços relativos:  O preço absoluto é menos importante do que o relativo; ▫ Objetivos da empresa  Aumentar o lucro;  Ganhar market share;  Aumento da margem sobre os custos;
  • 14. Economia – Contábeis 2013-01 Premissas Básicas • A quantidade de recursos disponíveis para satisfazer necessidades é finita: ▫ Não se pode ter tudo ao mesmo tempo; ▫ Dinheiro (e mais profundamente a riqueza) não é gratuita, não nasce em árvores; • Toda ação implica necessariamente em abrir mão de outra ação: ▫ Custo de oportunidade; ▫ Ao agir estou deixando de não agir, o que já é uma ação; • Não se pode produzir tudo sozinho com eficiência; ▫ Eficiência econômica; ▫ Importância do comércio;
  • 15. Economia – Contábeis 2013-01 CPP (1) • Curva de Possibilidades de Produção; • Também dita Fronteira das Possibilidades de Produção (FPP): • Ilustra através de um gráfico a escassez dos fatores de produção; ▫ Dinheiro, maquinário, pessoas, terras, etc.; • O gráfico apresenta o limite para a capacidade produtiva de um determinado ente: ▫ Empresa, País, Pessoa, Fazenda, Sociedade, etc.;
  • 16. Economia – Contábeis 2013-01 CPP (2) Produto 1 Produto 2 A B Qualquer ponto dentro da área entre curva e os eixos significa produtividade ineficiente Qualquer ponto além a curva é impossível Pontos na curva representam produtividade máxima (como A e B) QtdP1A QtdP1B QtdP2A QtdP2B
  • 17. Economia – Contábeis 2013-01 CPP (3) • A Curva mostra o total de riqueza que um determinado ente pode gerar se usar perfeitamente (eficientemente) todos os seus recursos; • É impossível obter produção fora da curva pois não há recursos suficientes (escassez); • O normal é que se esteja dentro da curva pois é praticamente impossível eliminar por completo o desperdício; Produto 1 Produto 2 A B QtdP1A QtdP1B QtdP2A QtdP2B 3 vídeos com tradução simultânea
  • 18. Economia – Contábeis 2013-01 Custo de Oportunidade • A parábola da janela quebrada: ▫ Vídeo ou leitura ▫ https://www.youtube.com/watch?v=J3IxaEonCG Y
  • 19. Economia – Contábeis 2013-01 Oferta e Demanda (1) • A relação entre oferta e demanda demonstra as forças que agem na alocação dos recursos escassos; • Assim, em economias de mercado, tanto demandantes quanto ofertantes irão alocar recursos da maneira mais eficiente possível;
  • 20. Economia – Contábeis 2013-01 Oferta e Demanda (2) Oferta Trabalhador / Pessoa Mercado / Empresa Demanda Trabalho Produtos & Serviços Produtos & Serviços Trabalho
  • 21. Economia – Contábeis 2013-01 Oferta e Demanda (3) Trabalhador / Pessoa Mercado / Empresa Trabalho Produtos & Serviços
  • 22. Economia – Contábeis 2013-01 Oferta e Demanda (4) Trabalhador / Pessoa Mercado / Empresa Trabalho Produtos & Serviços
  • 23. Economia – Contábeis 2013-01 Lei da Demanda • Diz que, dado que todos os outros fatores permaneçam constantes (coeteris paribus), quanto maior for o preço do produto, menos pessoas irão se interessar por ele (demandá- lo); Preço Qtd A B P1 Q1 Q3 C Q2 P2 P3 Curva de demanda “D”
  • 24. Economia – Contábeis 2013-01 Lei da Oferta • Da mesma forma que a anterior esta lei demonstra a quantidade de um dado produto que serão vendidas a um preço determinado. • Esta curva, porém, tem tendência ascendente. Quanto maior o preço, maior a quantidade ofertada. Preço Qtd A B P1 Q1 Q3 C Q2 P2 P3 Curva de Oferta “O”
  • 25. Economia – Contábeis 2013-01 Equilíbrio (1) • Quando Oferta e demanda são iguais (quando as curvas se tocam) se diz que a economia para aquele bem está em equilíbrio; • Neste ponto a economia atinge seu ponto mais eficiente: ▫ A quantidade que é demandada é igual à ofertada; ▫ escassos; • Neste caso hipotéticos todos (demandantes e ofertantes) estão satisfeitos;
  • 26. Economia – Contábeis 2013-01 Equilíbrio (2) • No ponto de equilíbrio não há ineficiência alocativa; • No mundo real é impossível chegar à este equilíbrio, quantidades demandas e ofertadas movem-se continuamente; Preço Qtd Equilíbrio Qe Pe Curva de Oferta “O” Curva de demanda “D”
  • 27. Economia – Contábeis 2013-01 Desequilíbrio (1) • Excesso de oferta; • Acontece quando o preço cobrado está abaixo do preço de equilíbrio, assim muitos consumidores demandarão o produto que não será adequadamente fornecido pelos produtores; Preço QtdQ1 P1 Curva de Oferta “O” Curva de demanda “D” Q2
  • 28. Economia – Contábeis 2013-01 Desequilíbrio (2) • Excesso de demanda; • Caso o preço seja colocado a um nível alto demais será criado um excesso de oferta e, por consequência, haverá ineficiência alocativa de recursos; Preço QtdQ1 P1 Curva de Oferta “O” Curva de demanda “D” Q2
  • 29. Economia – Contábeis 2013-01 Análise de Oferta e Demanda • Para observar as possíveis revoluções dos mercados com relação à Oferta e demanda utilizam-se situações limite; • Estas tem por objetivo apresentar um recorte da realidade que será útil na análise dos mercados; • Deve-se porém ter em mente a premissa “coeteris paribus” (todo o resto permanecendo constante); ▫ Quais as implicações disso nas análises? ▫ Não se pode generalizar as análises, elas servem apenas para ter uma idéia das eventuais consequências deste ou daquele movimento;
  • 30. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade e sua importância (1) • A Elasticidade mede quanto a quantidade demandada de algo (serviço / produto) irá variar com a mudança de: preço, oferta e renda; • Quando a mudança na quantidade demandada muda muito quando o preço muda pouco o produto é dito “elástico”; ▫ Em geral isso ocorre com produtos que tem muitos substitutos, muitas alternativas; ▫ Os consumidores serão então mais sensíveis à mudança de preço;  Móveis para casa, carros, maquinário para indústrias, serviços profissionais e de transporte;
  • 31. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade e sua importância (2) • Quando, apesar da mudança grande no preço, a demanda pouco muda, o produto é dito “inelástico”; ▫ Ocorre para produtos que são dificilmente substituídos;  Gasolina é um exemplo, é muito difícil diminuir muito a quantidade consumida pois todos precisamos dela;  Eletricidade, água, bebidas, roupas, cigarros, comida e petróleo são outros exemplos bastante comuns;
  • 32. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade e sua importância (3) • O conceito é muito importante pois descreve a relação fundamental entre o preço cobrado e a demanda por determinado produto; • Quando, apesar da mudança grande no preço, a demanda pouco muda, o produto é dito “inelástico”; • Elasticidade, enfim, nos diz quão responsivo é a algo (demanda, oferta ou receita) a alterações no em alguma outra coisa (preço, demanda, etc.); Elasticidade = Responsividade
  • 33. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade e sua importância (4) • Elastico ou inelástico? ▫ O preço da gasolina é alto e você deve levar sua filha doente ao hospital, o preço para você é:  Inelástico; ▫ Há várias padarias concorrentes, uma, a que você sempre visita, aumentou o preço do pão, a demanda é:  Elástica; ▫ Um paciente num hospital público tem que receber medicação contra a dor:  Inelástica;
  • 34. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade e sua importância (5) • Elastico ou inelástico? ▫ O mesmo paciente foi mandado para casa e tem uma receita, mas deve pagar pelo remédio:  Elástico; ▫ O preço do frango aumenta;  Elástico; ▫ O presidente da república se perde numa floresta sozinho:  Inelástica; ▫ Um drogado está sem a droga:  Inelástica;
  • 35. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade e sua importância (6) • Se a demanda pelo produto que você vende for inelástica o que você deve fazer com o preço se seu único objetivo for o lucro? • Se há competidores no mercado e os consumidores são cientes dos preços então a o produto / serviço tenderá a ser mais elástico;
  • 36. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade: exemplos (1) • Quando o preço da gasolina sobe 1% a quantidade demandada diminui cerca de 0,2%, a sensibilidade ao preço da gasolina não é muito grande: ▫ Elasticidade da demanda é - 0,2. • Quando o preço de joias em ouro sobe 1% a quantidade demandada diminui 2,6%, assim a demanda por joias em ouro é muito sensível ao preço: ▫ Elasticidade da demanda é – 2,6.
  • 37. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade: exemplos (2) • Quando o preço de uma pintura de Da Vinci sobe 1% a quantidade ofertada não muda, a quantidade ofertada destas pinturas é completamente insensível ao preço : ▫ Elasticidade da oferta é 0; • Quando o preço da carne cresce 1% a quantidade ofertada cresce 5%, a oferta deste produto é muito sensível ao preço: ▫ Elasticidade da oferta é 5;
  • 38. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade da Demanda (1) • É uma forma de se medir como a mudança na demanda de um produto irá responder à uma mudança no preço deste produto; • A elasticidade da demanda é dada pelo percentual de mudança na quantidade demandada dada o percentual de mudança no preço;  Observar que a elasticidade da demanda independe da direção em que muda o preço ou a quantidade; 𝐸𝑙𝑎𝑠𝑡𝑖𝑐𝑖𝑑𝑎𝑑𝑒 𝐷𝑒𝑚𝑎𝑛𝑑𝑎 = % 𝑚𝑢𝑑𝑎𝑛ç𝑎 𝑄𝑢𝑎𝑛𝑡𝑖𝑑𝑎𝑑𝑒 𝑑𝑒𝑚𝑎𝑛𝑑𝑎𝑑𝑎 % 𝑀𝑢𝑑𝑎𝑛ç𝑎 𝑛𝑜 𝑃𝑟𝑒ç𝑜
  • 39. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade da Demanda (2) • Perfeitamente Inelástica: ▫ A quantidade demandada independe de variações no preço; • Inelástica: ▫ A resposta à variação de preço é relativamente fraca; • Elasticidade Unitária: ▫ A variação percentual é idêntica para demanda e preço; • Elástica: ▫ A resposta à variação de preço é bastante grande; • Perfeitamente Elástica: ▫ A quantidade demandada muda infinitamente com qualquer mudança no preço;
  • 40. Economia – Contábeis 2013-01 Demanda Perfeitamente Inelástica A quantidade demandada não irá mudar com a variação no preço. Elasticidade da Demanda = 0
  • 41. Economia – Contábeis 2013-01 Demanda Perfeitamente Elástica A quantidade demandada irá mudar infinitamente caso ocorra qualquer variação no preço. Elasticidade da Demanda = ∞
  • 42. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade da Demanda (3) • Alguns fatores determinantes: ▫ Capacidade de ser substituído:  Quanto maior o número de substitutos, maior a elasticidade;  Se o preço aumentar e houverem muitos substitutos a consequência natural será a diminuição da demanda; ▫ Proporção da renda do cunsumidor:  Quanto maior for o impacto do preço do produto na renda total do consumidor, maior a elasticidade; ▫ Supérfulo ou necessário?  Quanto mais o produto for percebido como supérfulo, maior a elasticidade;  Um produto necessário sofre menos com o aumento do preço;
  • 43. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade da Demanda (4) • Alguns fatores determinantes: ▫ Definição do mercado:  Quanto mais estreita for a definição do que se considera o mercado, maior a elasticidade; ▫ Tempo:  A elasticidade tende a aumentar com o aumento do período estudado;  Se observarmos apenas um dia ou uma semana as informações são menos relevantes, ao observarmos anos ou décadas a situação fica mais clara; ▫ Urgência no consumo:  Quanto mais urgente mais inelástico, menos sensível ao preço; ▫ Itens aos quais o sujeito é viciado;
  • 44. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade da Demanda (5) Preço Qtd Faturamento (PxQ) % mudança no preço % mudança na Qtd Elasticidade Descrição 7 0 0 6 2 12 16,67% 100,00% 6,00 Elástico 5 4 20 20,00% 50,00% 2,50 Elástico 4 6 24 25,00% 33,33% 1,33 Elástico 3,5 7 24,5 14,29% 14,29% 1,00 Elasticidade Unitária 3 8 24 16,67% 12,50% 0,75 Inelástico 2 10 20 50,00% 20,00% 0,40 Inelástico 1 12 12 100,00% 16,67% 0,17 Inelástico 0 14 0
  • 45. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade da Demanda (6) 0 1 2 3 4 5 6 7 7 6 5 4 3.5 3 2 1 0 Elasticidade Preço Elasticidade da Demanda
  • 46. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade da Demanda (7) • O gasto que a sociedade como um todo tem com um produto quando o preço unitário dele aumenta também cresce? • O aumento de preço unitário traz consigo um maior gasto por unidade; • Mas, ao mesmo tempo, a quantidade demandada diminui com o aumento do preço; • Portanto, para responder à esta pergunta deve- se medir a elasticidade da demanda;
  • 47. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade da Demanda (8) Perfeitamente Inelástica Preço Quantidade Demandada Inelástica Unitária Elástica Perfeitamente Elástica
  • 48. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade da Demanda (9) Preço Quantidade Demandada Demanda Inelástica mesmo uma grande variação no preço não afetará tanto a Demanda pelo produto específico Demanda Elástica uma pequena variação no preço afetará bastante a Demanda pelo produto específico
  • 49. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade da Demanda: exemplo (1) • O preço do peixe assado na brasa na ilha do Amor em Alter-do-chão é, em média R$ 20 para duas pessoas; • Supondo que haja uma demanda constante nos finais de semana por 3.000 peixes; • Se a coeficiente que indica a elasticidade da demanda por peixes na ilha do Amor nos finais de semana for igual a 2,0 qual o efeito sobre a demanda (e sobre o faturamento total das barracas) do produto se o preço aumentar 25% para R$ 25,00?
  • 50. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade da Demanda: exemplo (2) • Elasticidade da demanda = 2,0; • Aumento de 25% implica em uma queda de 50% na quantidade demandada; • A quantidade de peixes que era de 3.000 por final de semana cairá para 1.500; • O valor total gasto cairá de: ▫ 3000 peixes x R$20/peixe = R$ 60.000,00; ▫ 1500 peixes x R$25/peixe = R$ 37.500,00; 𝐸𝑙𝑎𝑠𝑡𝑖𝑐𝑖𝑑𝑎𝑑𝑒 𝐷𝑒𝑚𝑎𝑛𝑑𝑎 = % 𝑚𝑢𝑑𝑎𝑛ç𝑎 𝑄𝑢𝑎𝑛𝑡𝑖𝑑𝑎𝑑𝑒 𝑑𝑒𝑚𝑎𝑛𝑑𝑎𝑑𝑎 % 𝑀𝑢𝑑𝑎𝑛ç𝑎 𝑛𝑜 𝑃𝑟𝑒ç𝑜
  • 51. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade da Demanda: exemplo (3) • E se a elasticidade da demanda for 0,5; • Aumento de 25% no preço implicará em uma queda de 12,5% na quantidade demandada; • A quantidade de peixes que era de 3.000 por final de semana cairá para 2625; • O valor total gasto aumentará de: ▫ 3000 peixes x R$20/peixe = R$ 60.000,00; ▫ 2625 peixes x R$25/peixe = R$ 65.625,00; 𝐸𝑙𝑎𝑠𝑡𝑖𝑐𝑖𝑑𝑎𝑑𝑒 𝐷𝑒𝑚𝑎𝑛𝑑𝑎 = % 𝑚𝑢𝑑𝑎𝑛ç𝑎 𝑄𝑢𝑎𝑛𝑡𝑖𝑑𝑎𝑑𝑒 𝑑𝑒𝑚𝑎𝑛𝑑𝑎𝑑𝑎 % 𝑀𝑢𝑑𝑎𝑛ç𝑎 𝑛𝑜 𝑃𝑟𝑒ç𝑜
  • 52. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade da Demanda: exemplo (4) •Assim, o total gasto pela sociedade irá: ▫ Aumentar quando a elasticidade da demanda estiver entre 0 e 1; ▫ Diminuir quando a elasticidade da demanda for maior que 1;
  • 53. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade da Demanda: exemplo (5) Grau de Elasticidade Preço Quantidade demandada Faturamento Total Elasticidade alta (e>1) Aumenta Diminui Diminui Diminui Aumenta Aumenta Elasticidade Unitária (e=1) Aumenta Diminui Não há mudança Diminui Aumenta Não há mudança Altamente Inelástico (e<1) Aumenta Diminui Aumenta Diminui Aumenta Diminui
  • 54. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade da Demanda (8) Preço Qtd P Qtd demandada Pre ço Elasticidade = 1 O gasto total está no máximo Elasticidade > 1: Uma redução no preço irá aumentar o gasto total, um aumento no preço diminuirá o gasto total Elasticidade < 1 Uma redução no preço reduzirá o gasto total, um aumento no preço aumentará também o gasto total Como se pode perceber a elasticidade da demanda diminui ao longo da curva dirigindo-se para o eixo das quantidades, ou seja, vai de ∞ (infinito) até 0 (zero)
  • 55. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade da Oferta (1) • Mede como a mudança no preço de um produto irá afetar a oferta deste no mercado; • A elasticidade da oferta é dada pelo percentual de mudança na quantidade ofertada proveniente de uma mudança percentual no preço de venda do mercado;  Observar que a elasticidade da oferta também independe da direção em que muda o preço ou a quantidade;
  • 56. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade da Oferta (2) • Oferta Elástica: ▫ O coeficiente é maior que 1; • Oferta Inelástica: ▫ O coeficiênte é menor que 1; • Elasticidade Unitária da Oferta: ▫ A variação percentual é idêntica para oferta e preço; • Oferta perfeitamente inelástica: ▫ O coeficiente é igual a zero – não há mudança na quantidade ofertada com mudança no preço; • Oferta Perfeitamente Elástica: ▫ O valor coeficiente é infinito – uma pequena variação no preço causa uma variação infinita na oferta;
  • 57. Economia – Contábeis 2013-01 Oferta Perfeitamente Elástica A quantidade Ofertada irá mudar infinitamente caso ocorra qualquer variação no preço. Elasticidade da Oferta = ∞
  • 58. Economia – Contábeis 2013-01 Oferta Perfeitamente Inelástica A quantidade Ofertada não irá mudar com a variação no preço. Elasticidade da Oferta= 0
  • 59. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade da Oferta (3) • Fatores determinantes: ▫ Capacidade dos vendedores de mudar a quantidade que eles ofertam e como isso afetará suas receitas;  Terrenos na praia são inelásticos, a praia é finita, não se pode aumentar o número de terrenos ali disponíveis;  Carros, livros e produtos industriais, em geral, são mais elásticos, pode-se aumentar a quantidade ofertada se o marcado (através do aumento do preço) assim pedir; • A Oferta é mais elástica num período mais longo, a curto prazo tende a ser mais inelástica pois não é fácil produzir de uma hora para outra para poder ofertar:
  • 60. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade da Oferta (4) Perfeitamente Inelástica Preço Quantidade Demandada Inelástica Unitária Elástica Perfeitamente Elástica
  • 61. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade da Oferta(5) Preço Quantidade Demandada Oferta Inelástica mesmo uma grande variação no preço não afetará tanto a Oferta do produto específico Oferta Elástica uma pequena variação no preço afetará bastante a Oferta pelo produto específico
  • 62. Economia – Contábeis 2013-01 Elasticidade: Oferta e Demanda • Elasticidade unitária: elasticidade é igual a um; • Inelástico: elasticidade é menor que um; • Elástico: elasticidade é maior que um; 0 1 2 3 4 5 ∞[...] Elasticidade Unitária } Inelástico Elastico
  • 63. Economia – Contábeis 2013-01 Concorrência (1) • Competir implica em disputar pelo mesmo dinheiro que o consumidor tem a gastar; ▫ Não é necessário que os produtos sejam diretamente concorrentes;  Pizza concorre com sanduíche;  Uma viagem concorre com uma série de entretenimentos diversos;  Gêneros alimentícios concorrem com outros gêneros alimentícios, não feijão A x feijão B, mas feijão x carne x frutas x ...; ▫ Mais do que tudo a concorrência está relacionada à possibilidade de substituição de determinado produto por outro que atenda a mesma necessidade;
  • 64. Economia – Contábeis 2013-01 Concorrência (2) • Existem (ao menos em teoria) empresas - e portanto industrias - que não sofrem concorrência; • Se um mercado tem um o poucos fornecedores de um produto este poderá controlar os preços o que diminui a capacidade de escolha do consumidor que não poderá tirar o máximo de seus recursos (terá baixa utilidade); ▫ A vontade do consumidor tem efeitos menores no preço cobrado pelo produto;
  • 65. Economia – Contábeis 2013-01 Formas ou Estruturas de Mercado (1) • Estudam quantas empresas oferecem, no mercado, produtos concorrentes; Forma Barreiras de Entrada para Vendedores Quantidade de Vendedores Barreiras de Entrada para Compradores Quantidade de Compradores Competição perfeita Não há Muitos Não há Muitas Monopólio Existe Um Não há Muitas Competição Monopolística Não há Muitos Não há Muitas Oligopólio Existe Poucos Não há Muitas Oligopsônio Não há Muitos Existem Poucas Monopsônio Não há Muitos Existem Um
  • 66. Economia – Contábeis 2013-01 Formas ou Estruturas de Mercado (2) • Competição Perfeita: ▫ É uma das estruturas extremas, tem como oposto o Monopólio; ▫ Tem como características:  Grande quantidade de compradores e vendedores;  Muitos produtos similares, muitos substitutos;  Quando esta condição é satisfeita existem poucas ou mesmo nenhuma barreira para a entrada de uma nova competidora;  Os preços são determinados somente pela oferta e pela demanda;
  • 67. Economia – Contábeis 2013-01 Formas ou Estruturas de Mercado (3) • Monopólio:: ▫ É a outra das estruturas extremas, é extrema à Competição Perfeita; ▫ Neste caso uma empresa ou grupo tem a posse de todo ou quase todo o mercado de um produto; ▫ Por definição o Monopólio é caracterizado pela ausência de competição;  Esta, em geral, resulta em preços maiores e produtos de menor qualidade;  Maximiza os lucros;  Os preços são definidos pelo monopolista;  Preço baixo e muito volume num mercado muito elástico e preço maior e menor volume num mercado menos elástico; Como surge um monopólio? Barreiras econômicas (de escala, de capital, vantagens de custo e superioridade tecnológica); Barreiras Legais (propriedade intelectual, e atuação governamental, por exemplo) Ações deliberadas (lobby junto ao governo, venda abaixo do custo para eliminar competidores,(dumping) etc.)
  • 68. Economia – Contábeis 2013-01 Formas ou Estruturas de Mercado (4) • Competição Monopolística: ▫ Muitas empresas oferecem o produto; ▫ Uma ou poucas são líderes de mercado com grande quota (geralmente acima de 80%); ▫ É possivelmente a estrutura mais comum nos diferentes mercados; • Oligopólio: ▫ Poucas empresas controlam o mercado; ▫ Barreiras de entrada muito grandes;
  • 69. Economia – Contábeis 2013-01 Formas ou Estruturas de Mercado (5) • Monopsônio: ▫ Diametralmente oposto ao Monopólio; ▫ Ao invés de apenas um fornecedor existe apenas um consumidor; ▫ Neste caso ambos estão atrelados e o maior deles tende a ditar os preços; • Oligopsônio: ▫ Muito similar ao Monopsônio; ▫ Muitas empresas oferecem o mesmo produto para um só consumidor; ▫ Ambos são comuns para empresas que fornecem ao governo;
  • 70. Economia – Contábeis 2013-01
  • 71. Economia – Contábeis 2013-01 Bibliografia (1) • Iório: Dez lições de economia austríaca para iniciantes. Disponível em: http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=1397 • Microeconomia: artigo Wikipedia visitado em 15- 02-2013. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Microeconomia • Microeconomics: apresentação disponível em http://www.slideshare.net/shakev/microeconomics -11172428 acesso em 15-02-2013. Acesso em 05/02/2013. • Microeconomics: apresentação disponível em http://www.slideshare.net/doanduytien/microecon omics-15121692. Acesso em 05/02/2013. • Bastiat: A Vidraça Quebrada. Disponível em: http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=1202
  • 72. Economia – Contábeis 2013-01 Bibliografia (2) • Trade is made of win. Disponível em: http://www.learnliberty.org/playlists/trade-is- made-of-win-videos. Acesso em 5-12-2012. • A falácia da janela quebrada. Disponível em: • https://www.youtube.com/watch?v=J3IxaEonC GY. Acesso em 5-12-2012. • Curva de Possibilidades de Produção. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Fronteira_de_poss ibilidades_de_produ%C3%A7%C3%A3o . Acesso em 13-2-2013.
  • 73. Economia – Contábeis 2013-01 Bibliografia (3) • Elasticity of supply and Demand. Disponível em: www.slideshare.net/kaycock/elasticity-of-supply- and-demand. Acesso em 10-02-2013. • Elasticity. Disponível em: http://www.investinganswers.com/financial- dictionary/economics/elasticity-2873. Acesso em 10-02-2013. • Elasticity: Disponível em: http://www.sambaker.com/econ/elast/elast.html Acesso em 10-02-2013. • Microeconomics. Disponível em: http://www.slideshare.net/doanduytien/microecon omics-15121692 . Acesso em 10-02-2013.
  • 74. Economia – Contábeis 2013-01 Bibliografia (3) • Preço Justo é o de mercado. Disponível em: http://blog.kanitz.com.br/2011/02/o-preço-justo-é-o- de-mercado-.html . Acesso em 10 de fevereiro de 2013. • The Fundamentals of Rent-Seeking by Gordon Tullock, Professor of Economics, University of Arizona. http://www.thelockeinstitute.org/journals/luminary_v1 _n2_p2.html . Acesso em 15 de Fevereiro de 2013. • Rent Seeking by David R. Henderson http://www.econlib.org/library/Enc/RentSeeking.html • Giving Away Money Costs More Than You Think http://www.learnliberty.org/videos/giving-away- money-costs-more-you-think. Acesso em 15 de Fevereiro de 2013.
  • 75. Microeconomia – Aulas 3-9 Santarém – Tapajós – Brasil Fernando Monteiro D’Andrea