Elaboração de Currículum Vitae

1.389 visualizações

Publicada em

Para ajudar na elaboração do CV, algumas dicas reunidas provenientes de várias fontes do mercado.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Elaboração de Currículum Vitae

  1. 1. Ciências Contábeis - Estágio Supervisionado I Fernando Monteiro D’Andrea Santarém – Tapajós – Brasil Fevereiro a Junho de 2015
  2. 2. O que é um Curriculum? • É uma peça publicitária, uma maneira de vender um produto: o (futuro) profissional; • O CV deve conter: • Dados pessoais • Objetivo profissional • Resumo das qualificações profissionais • Formação acadêmica • Conhecimentos em informática • Conhecimentos em Línguas • Cursos complementares
  3. 3. Elaboração do Currículo • Evitar currículos muito longos, duas páginas é o suficiente; • Erros de português são intoleráveis; • É importante ter um objetivo profissional definido; • Exemplos? • Inserir projetos, cursos e trabalhos importantes realizados dentro e fora da faculdade; • O PI pode ajudar muito; • Colocar o que foi aprendido e o que foi desenvolvido nas ações é relevante; • Trabalhos voluntários também são relevantes, mas não adianta fazê-los apenas para por no currículo; • A Participação em cursos e seminários deve estar ligada ao objetivo profissional mencionado;
  4. 4. Elaboração do Currículo • Cursos extra curriculares de línguas estrangeiras ou conectados ao objetivo do potencial estagiário também são muito bem vistos; • É possível colocar pessoas de referência, amigos, professores, ex-chefes, que possam te indicar caso seja requisitado pela empresa; • Evite usar frases longas e muito técnicas; • Não inclua qualificações que nada tem de relação com a vaga; • Se você não tem experiência, foque o currículo na sua formação;
  5. 5. Dicas importantes • Proatividade e networking; • Postura na apresentação e na entrega do documento; • Objetivos diferentes para empresas diferentes; • Não adianta distribuir o mesmo currículo para empresas totalmente diferentes; • Conheça o possível empregador; • Participe da entrevista, não apenas responda a perguntas, mas faça questionamentos; • Currículo limpo, conciso e bem organizado no espaço da página. • Qualidade formal do documento é uma das primeiras mensagens captadas pelo avaliador. • Nessa pré-análise, textos mal escritos, erros de português e formatação confusa dificilmente passam impunes. Falhas, de forma geral, chamam muito a atenção.
  6. 6. Dicas importantes • Para quem já trabalhou / estagiou é importante colocar uma descrição do ramo de atuação e dados adicionais (faturamento anual estimado e número de funcionários, por exemplo). Isso ajuda a situar o recrutador e impedir que ele tire conclusões equivocadas sobre a empresa e o candidato; • Estar pronto para explicar o curriculo nas entrevistas é fundamental, não minta e deixe as informações claras; • A melhor maneira de procurar um emprego é estando empregado;
  7. 7. Elaborando 1. Dados pessoais • O início, apresenta o profissional: • Nome completo, idade, Estado civil, Endereço, Telefone e e-mail 2. Objetivo Profissional • Escrever de maneira direta para que a empresa veja qual é a posição de interesse, definir, deve estar direcionada a vaga disponível e todo o currículo deverá estar direcionado para a mesma. Os candidatos não devem colocar diversos objetivos juntos. • Sempre mude o objetivo a cada vez que for enviar seu currículo! 3 - Qualificações • É importante colocar informações positivas sobre sua carreira. O objetivo é chamar atenção para que o recrutador leia o currículo até o final. Nesse item, o profissional deve pensar quais habilidades, conhecimentos e experiências que ele possui seriam positivos para a posição. A partir dessas informações deve-se selecionar o que irá no resumo.
  8. 8. Elaborando 4 - Formação acadêmica • Colocar o último grau de escolaridade que possui. A descrição deve ter o nome da instituição, curso e ano ou previsão de término. 5. Experiência profissional • Candidato sem experiência pode citar eventuais trabalhos voluntários, em empresa júnior ou centros acadêmicos da faculdade, colocando as atribuições e responsabilidades que desempenhava. • Por data, a partir da mais recente. Coloque nome das empresas, cargos exercido e descreva as atribuições das atividades. 6. Cursos complementares • Cursos extracurriculares ou de curta duração e workshops que tenham relação com a vaga devem ser informados, mencionar instituição, mês e ano de início e término e carga horária.
  9. 9. Elaborando 7. Idiomas • Honestidade é a palavra chave, indicar o real conhecimento do idioma, pois este pode ser testado na entrevista. Básico, intermediário, avançado e fluente. 8. Informática • Informar conhecimentos em cada programa e categorizá-los. Os eventuais cursos podem ser colocados seguindo o padrão usado nos cursos complementares. 9. Informações adicionais • Informar experiências internacionais e trabalhos voluntários. Atividades feitas fora do horário de trabalho podem ser citadas, desde que tenham relação com o emprego ou destaquem as qualidades do profissional.
  10. 10. O que não fazer • Foto (Só deve ser enviada quando empregador solicitar) • Número de documentos • Título “currículo vitae” ou “currículo” • Pronomes pessoais (Ao invés de usar “eu desenvolvi um projeto” substitua por “desenvolvimento de projeto”) • Informações negativas (Profissionais que não possuem algum tipo de conhecimento não devem colocar essa informação. A melhor opção é não informar nada) • Nome de pais, marido ou esposa e filhos • Motivo de saída de empregos anteriores • Pretensão salarial (exceto quando requisitado) • Cartas de referência (exceto quando requisitado) • Certificados de cursos realizados (exceto quando requisitado)
  11. 11. O que não escrever • Não escreva o primeiro currículo da sua vida como se estivesse se desculpando por ainda não ter experiência. • “Todas as pessoas que estão hoje no mercado de trabalho tiveram um primeiro emprego e não tinham experiência profissional anterior” Bruna Tokunaga Dias, gerente de orientação de carreira da Cia de Talentos.
  12. 12. Na entrevista • Postura: a falta de experiência faz com que a pessoa seja avaliada pelo seu posicionamento, sua forma de vestir, de falar e de se apresentar; • Conhecimento sobre a empresa. • Antes de ir para a entrevista buscar o máximo possível de informações; • Criar um diálogo, apresentar dúvidas, indagar sobre a empresa é importante e demonstra interesse; • Buscar saber mais também sobre a vaga disponível. “Qual será o meu trabalho, estou disposto a fazer isso?”; • Mentir ou criar um perfil falso é o pior caminho, pois o recrutador geralmente consegue detectar certas falhas.
  13. 13. Recursos • Vagas.com.br • Catho.com.br • infojobs.com.br • Empregos.com.br • Facebook.com/vagascom • Linkedin.com • http://lattes.cnpq.br/ (para currículo acadêmico) • Sites das empresas normalmente disponibilizam ferramentas de envio de currículos. • ACES tem uma lista de vagas de emprego nas empresas, geralmente no comércio da cidade.
  14. 14. O que é um Curriculum Lattes? • É um instrumento que registra informações profissionais de cientistas, professores, pesquisadores, estudantes de pós-graduação e graduação, profissionais autônomos, funcionários de empresas, governos e organizações civis etc.; • Qualquer pessoa pode criar e atualizar o seu Currículo Lattes, diretamente na Plataforma Lattes no site do CNPq; • Currículos ali inseridos podem ser usados individualmente pelos seus titulares e podem ser acessados por terceiros através de um sistema de buscas; • As informações registradas no Currículo Lattes incluem formação educacional, publicações, atividades exercidas, vínculos institucionais atuais e passados, participações em congressos e eventos, produtos gerados e patenteados, bolsas e financiamentos obtidos etc. • É a maneira usada no Brasil para cadastrar os pesquisadores das diferentes universidades atuantes no Brasil numa plataforma comum; • Alunos de graduação com interesse em fazer pós graduação (Mestrado e Doutorado, em especial), devem cadastrar seus currículos;
  15. 15. O que é um Curriculum Lattes? • Importância do CV-Lattes • O currículo Lattes permite à Instituição uma fácil visão e avaliação curricular dos docentes e discentes contemplando os seguintes pontos: • Estabelecer uma imagem institucional nos sensos; • Formação de grupos de trabalho e pesquisa; • Avaliar o seu trabalho enquanto pesquisador; • Diagnosticar o perfil do pesquisador com outros dentro de sua área de atuação. • Importância para o pesquisador • Possibilita a visibilidade da produção docente por grupos de pesquisa consulta em qualquer lugar do pais; • Possibilidade de concessão de passagens para eventos científicos; • Participação de projetos. • Em geral os órgãos de fomento consultam o currículo Lattes tornando-se de suma importância para as avaliações de produção científica.
  16. 16. Fontes Interessantes • http://www.vagas.com.br/profissoes/dicas/9-passos-para- criar-seu-primeiro-curriculo/ • http://exame.abril.com.br/carreira/noticias/6-pontos-do-seu- curriculo-que-saltam-aos-olhos-do-recrutador • http://g1.globo.com/concursos-e- emprego/noticia/2013/07/veja-como-montar-um-curriculo- para-conseguir-o-primeiro-emprego.html • http://www.produzindo.net/modelo-de-curriculo-para-o-seu- primeiro-emprego/ • http://www.guiadacarreira.com.br/artigos/carreira/escrever- primeiro-curriculo/ • http://www.dicasdecurriculo.com.br/modelos-de- curriculo/modelo-de-curriculo-para-primeiro- emprego/#.VMo_hy5SL-k • http://www.catho.com.br/carreira-sucesso/dicas- emprego/dicas-para-sua-primeira-entrevista-de-emprego

×