O desenvolvimento humano aspecto emocional

166 visualizações

Publicada em

O desenvolvimento humano aspecto emocional

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
166
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O desenvolvimento humano aspecto emocional

  1. 1. O DESENVOLVIMENTO HUMANO Aspecto emocional
  2. 2. A TEORIA PSICANALÍTICA DE SIGMUND FREUD, CONCEBE A PERSONALIDADE DOTADA DE TRÊS PARTES COEXISTENTES, BUSCANDO O EQUILÍBRIO E BEM ESTAR DO INDIVÍDUO: O ID, O EGO E O SUPEREGO; E A TEORIA PSICOSSOCIAL DE ERIK ERIKSON, QUE SE DESTACA PELAS CONTRIBUIÇÕES NO CAMPO DO DESENVOLVIMENTO SOCIOPESSOAL.
  3. 3. FREUD FORMOU-SE EM MEDICINA E DESENVOLVEU O MÉTODO PSICANALÍTICO. INTERESSOU-SE PELO ASPECTO PSICOLÓGICO DAS NEUROSES, UMA PERTURBAÇÃO MENTAL MENOS GRAVE QUE A PSICOSE. A DIFERENÇA ENTRE PSICOSE E NEUROSE É QUE O PSICÓTICO PENSA QUE DOIS MAIS DOIS SÃO CINCO; E O NEURÓTICO SABE QUE SÃO QUATRO, MAS SE PREOCUPA COM ISSO. POR QUE TEM QUE SER ASSIM?
  4. 4. USOU A HIPINOSE E ACREDITAVA QUE OS PROBLEMAS TINHAM ORIGEM NA INFÂNCIA, EM EXPERIÊNCIAS TRAUMÁTICAS, E QUE O FATO DE O INDIVÍDUO REVIVER A EXPERIÊNCIA QUE DEU ORIGEM AO FATO, POR MEIO DE UMA CATARSE, FARIA COM QUE O MESMO REAVALIASSE SEUS SENTIMENTOS EM RELAÇÃO ÀQUELA EXPERIÊNCIA. A CATARSE OCORRE QUANDO A PESSOA FALA BASTANTE E “SENTE -SE ALIVIADO”, É UM “DESABAFO ”; QUANDO VOCÊ ASSISTE A UM JOGO E XINGA A MÃE DO JUIZ TAMBÉM ESTÁ FAZENDO UMA CATARSE
  5. 5. VÍDEO: TEORIA DA PERSONALIDADE
  6. 6. ESTRUTURA E DINÂMICA DA PERSONALIDADE
  7. 7. ID: QUANDO NASCEMOS, É ID; ENERGIA INICIAL, DA QUAL SE DESENVOLVERÃO O EGO E O SUPEREGO. O ID É INCONSCIENTE. O ID OBEDECE AO PRINCÍPIO DO PRAZER; NÃO TEM NOÇÃO DE TEMPO. COMO O BEBÊ QUE CHORA QUANDO ESTÁ COM FOME OU MOLHADO.
  8. 8. SUPEREGO: É A CENSURA, OU MELHOR, A AUTOCENSURA. É FORMADO, ESSENCIALMENTE, NA INFÂNCIA, POR MEIO DAS PROIBIÇÕES.
  9. 9. EGO: OBTER CONTROLE SOBRE AS EXIGÊNCIAS DOS INSTINTOS, DECIDINDO SE ELES DEVEM OU NÃO SER SATISFEITOS.
  10. 10. TE M COMO CARACTE RÍSTICAS FUNDAMENTAIS:  CAPACIDADE DE RETARDAMENTO DA GRATIFICAÇÃO. GRATIFICAR SIGNIFICA DAR ATE NDIMENTO A UMA NE CE SSIDADE ; SE VOCÊ E STÁ COM FOME (NE CE SSIDADE ), O AL IME NTO SE RÁ A GRATIFICAÇÃO (ATE NDIMENTO) DE STA NECESSIDADE;  CAPACIDADE DE TOL E RÂNCIA À FRUSTRAÇÃO. SE , DE QUAL QUER FORMA, A GRATIFICAÇÃO NÃO FOR AL CANÇADA COMO SE E SPE RAVA, NE M POR ISSO O INDIVÍDUO VAI “ENTRAR EM DESESPERO”. QUEM SABE, DA PRÓX IMA VE Z , A G E N T E GANHA.  GUIA O COMPORTAME NTO DO INDIVÍDUO PARA COMPORTAME NTOS ACE ITÁVEIS.
  11. 11. VÍDEO: FREUD – ID, EGO E SUPER EGO (PALESTRA)
  12. 12. FASES DO DESENVOLVIMENTO DA PERSONALIDADE
  13. 13. FASE ORAL: A LIBIDO ESTÁ CENTRADA NA ZONA DA BOCA. PREDOMINA DURANTE O PRIMEIRO ANO DE VIDA E PODE SER PASSIVA, QUANDO A CRIANÇA APENAS UTILIZA A BOCA PARA SATISFAZER SUAS NECESSIDADE, RESULTANTES DA TENSÃO DE FOME OU DA SEDE. E PODE SER ATIVA, QUANDO, COINCIDINDO COM O INÍCIO DA DENTIÇÃO, A CRIANÇA PASSA A SER AGRESSIVA, COMO FORMA DE SE RELACIONAR COM O OUTRO, CASO SUAS NECESSIDADES NÃO SEJAM SATISFEITAS. A CRIANÇA FAZ O RECONHECIMENTO DO AMBIENTE PELA BOCA. TUDO QUE PEGA LEVA À BOCA.
  14. 14. FASE ANAL: A LIBIDO ESTÁ CENTRADA NA ZONA DO ÂNUS. A CRIANÇA SENTE PRAZER EM BRINCAR, OU MANIPULAR AS PRÓPRIAS FEZES. DOS DOIS AOS TRÊS ANOS, SENTE-SE IMPORTANTE EM MANIPULAR SUA “OBRA”, A PRIMEIRA COISA QUE SENTE QUE FOI ELA QUEM “PRODUZIU”. ESSA FASE PODE SER RETENTIVA, QUANDO A CRIANÇA RETÉM AS FEZES, COMO FORMA DE MANIFESTAÇÃO DE SEU DESAGRADO COM ALGUMA COISA
  15. 15. EXPULSIVA: É O CONTRÁRIO DA SUB- FASE ANTERIOR, OU SEJA, A CRIANÇA “NÃO SEGURA” AS FEZES, QUANDO SE ESPERA QUE O FAÇA
  16. 16. FASE FÁLICA: EM TORNO DE TRÊS A QUATRO ANOS. REPRESENTAÇÃO DO PÊNIS. O MENINO E A MENINA COMEÇAM A PERCEBER AS DIFERENÇAS DOS ÓRGÃOS GENITAIS MASCULINO E FEMININO. IDENTIFICAÇÃO. RELAÇÕES SEXUAIS FANTASIOSAS COM OS MEMBROS DA FAMÍLIA.
  17. 17. FASE DE LATÊNCIA (CINCO A SEIS ANOS): A LIBIDO FICA NUM ESTADO LATENTE, A PREOCUPAÇÃO MAIOR É COM OS ASPECTOS SOCIAIS E INTELECTUAIS. ESTA FASE COINCIDE COM O INÍCIO DA ESCOLARIZAÇÃO.
  18. 18. FASE DE ADOLESCÊNCIA: A LIBIDO NÃO ESTÁ MAIS CENTRADA NO PRÓPRIO CORPO, MAS, POR TER A PESSOA ATINGIDO SUA MATURIDADE SEXUAL, PASSA DO AMOR INCESTUOSO AO AMOR EXTERNO À FAMÍLIA E HETEROSSEXUAL
  19. 19. MECANISMOS DE DEFESA OU DE AJUSTAMENTO
  20. 20. RACIONALIZAÇÃO OU INTELECTUALIZAÇÃO OCORRE QUANDO O SUJEITO INVENTA UMA BOA EXPLICAÇÃO, RACIONALMENTE ACEITÁVEL, PARA EXPLICAR E “DIGERIR” DO OCORRIDO.
  21. 21. TRANSFERÊNCIA OU DESLOCAMENTO OCORRE EM DOIS MOMENTOS. NO PRIMEIRO, OCORRE A SITUAÇÃO DE FRUSTRAÇÃO, QUE GERA AGRESSÃO. NO SEGUNDO ESTA AGRESSÃO É DESCARREGADA, CONTUDO NÃO NA SITUAÇÃO QUE A GEROU.
  22. 22. PROJEÇÃO: O DEFEITO ESTÁ EM NÓS MESMOS, NÃO NOS OUTROS.
  23. 23. SUBLIMAÇÃO: A ENERGIA, QUE ANTES ERA CONSUMIDA EM UMA ATIVIDADE, AGORA VAI SER CANALIZADA PARA OUTRO SETOR
  24. 24. FIXAÇÃO: QUANDO SE ESTACIONA NUM DETERMINADO ESTÁGIO INICIAL DO DESENVOLVIMENTO. PAROU NA FASE ORAL; POR EXEMPLO, TUDO QUE PEGA LEVA À BOCA. MESMO O TEMPO PASSANDO, A PESSOA PERMANECE NUM ESTÁGIO PRIMITIVO.
  25. 25. REGRESSÃO A PESSOA ESTÁ NUMA FASE MAIS ADIANTADA DO DESENVOLVIMENTO, MAS UM DETERMINADO FATO FAZ COM QUE A MESMA VENHA A TER COMPORTAMENTOS DE FASES ANTERIORES.
  26. 26. REPRESSÃO É O MECANISMO BÁSICO DE AJUSTAMENTO. CONSISTE NA RETIRADA DO NÍVEL CONSCIENTE DE ALGO QUE, SE VIR À TONA, CAUSA ANSIEDADE.
  27. 27. FORMAÇÃO REATIVA: MANIFESTAR UMA REAÇÃO OPOSTA AO QUE SE ESTÁ REPRIMINDO. VOCÊ ODEIA UMA PESSOA E É CAPAZ DE ELOGIÁ-LA PUBLICAMENTE.
  28. 28. COMPENSAÇÃO É A BUSCA DO EQUILÍBRIO. PESSOA PODE SER “SOFRÍVEL” EM UM DETERMINADO ASPECTO, TODAVIA PROCURA SE SUPERAR EM OUTROS. SEU ALUNO É “FEIO QUE DÓI”, MAS, EM COMPENSAÇÃO, É TÃO EDUCADO, SIMPÁTICO, PRESTATIVO. TEVE UM COMPORTAMENTO INADEQUADO COM UMA PESSOA E EM SEGUIDA DÁ A ELA UM PRESENTE.
  29. 29. VÍDEO: DESCUBRA-SE
  30. 30. O DESENVOLVIMENTO HUMANO DEVE SER COMPREENDIDO COMO CONTINNUM, QUE SE INICIA AO NASCER E FINDA COM A MORTE.
  31. 31. TUTORA: PRISCILLA TOM AZ I V. DA COSTA

×