147

1.812 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.812
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
65
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
58
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

147

  1. 1. Professora: GRAÇA PORTO Profa. Graça Porto
  2. 2. Profa. Graça Porto
  3. 3. Introdução;A tabela Periódica Atual;Organização da Tabela Periódica;Localização na tabela Periódica;Classificação dos Elementos; Profa. Graça Porto
  4. 4. IntroduçãoSempre foi preocupação dos cientistas organizar os resultados obtidosexperimentalmente de tal maneira que semelhanças, diferenças e tendênciasse tornassem mais evidentes. Isto facilitaria previsões a partir deconhecimentos anteriores.Um dos recursos mais usados em Química para atingir essa finalidade é atabela periódica. As primeiras tabelas foram propostas no início do séculoXIX; porém apresentavam mais erros do que acertos.Foi somente em 1869 que surgiu uma tabela que atendia as necessidadesdos químicos e que se tornou a base da tabela atual. Foi proposta porDimitri Ivanovitch Mendeleev (1834-1907) que organizada os elementos emlinhas verticais, os grupos ou famílias.À medida que percorremos um período, as propriedades físicas variamregularmente, uniformemente. Num grupo, os elementos apresentampropriedades químicas semelhantes. Esquematicamente: PERÍODOS GRUPOS Profa. Graça Porto
  5. 5. Profa. Graça Porto
  6. 6. Profa. Graça Porto
  7. 7. Em 1869, durante um curso para químicos no Instituto Tecnológico de Petrogrado,Mendeleev anotou as propriedades de cada um dos 63 elementos conhecidos naépoca em 63 cartões diferente. Ao tentar organizar esses cartões de maneirasdiferentes percebeu que, com pouquíssimas exceções, as propriedades doselementos se repetiam de maneira periódica quando os elementos eram colocadosem ordem crescente de massas atômicas.Esse trabalho foi publicado em 1871 e tinha aproximadamente o seguinte aspecto: Período Grupo I II III IV V VI VII VIII 1 H 2 Li Be B C N O F 3 Na Mg Al Si P S Cl K Ca * Ti V Cr Mn Fe Co Ni 4 Cu Zn * * As Br Sa Rb Sr Y Zr Nb Mo * Ru Rh Pd 5 Ag Cd In Sn I Sb Te Profa. Graça Porto
  8. 8. Nessa tabela, Mendeleev aceitou pequenas inversões na ordem demassa atômica, privilegiando o arranjo em função das propriedadesdos elementos. Além disso, percebeu que seriam descobertos novoselementos, os quais ocupariam os espaços vazios (indicados por *)da tabela. O conhecimento de que as propriedades de um elementosão intermediárias em relação àquelas do elemento anterior eposterior na tabela, permitiu que Mendeleev fizesse previsões, comgrande sucesso, sobre as propriedades dos elementos ainda nãoconhecidos.Essa tabela foi utilizada até 1913, quando Moseley verificou que aspropriedades dos elementos estavam relacionadas a seus númerosatômicos (Z) Lei periódica atual (Moseley): Quando os elementos químicos são agrupados em ordem crescente de números atômicos (Z), Observa-se a repetição periódica de várias de suas propriedades. Profa. Graça Porto
  9. 9. Na tabela atual, os elementos químicos estão dispostos em ordem crescente denúmero atômico, originando na horizontal os períodos, e na vertical (em coluna), asfamílias ou grupos.Família (ou grupo) 1º período (ou série) 2º período (ou série) 3º período (ou série) 4º período (ou série) 5º período (ou série) 6º período (ou série) 7º período (ou série) Série dos Lantanídeos Série dos Actinídeos Profa. Graça Porto
  10. 10. Profa. Graça Porto
  11. 11. Organização da Tabela Periódica Famílias ou gruposA tabela atual é constituída por 18 famílias. Cada uma delas agrupaelementos com propriedades químicas semelhantes, devido ao fato deapresentarem a mesma configuração eletrônica na camada de valência. 3 Li − 1s 2 2s1 Na − 1s 2s 2 p 3s 2 2 6 1 11 Família IA = todos os elementos apresentam 1 elétron na camada de valência. Profa. Graça Porto
  12. 12. Existem, atualmente, duas maneiras de identificar asfamílias ou grupos. A mais comum é indicar cadafamília por um algarismo romano, seguido de letras Ae B, por exemplo, IA, IIA, VB. Essas letras A e Bindicam a posição do elétron mais energético nossubníveis.No final da década passada, a IUPAC propôs outramaneira: as famílias seriam indicadas por algarismosarábicos de 1 a 18, eliminando-se as letras A e B. Profa. Graça Porto
  13. 13. Família Nº de Distribuição ou elétrons eletrônica da grupo na camada camada de Nome de valênciaOs elementos que valênciaconstituem essas famíliassão denominados IA 1 ns¹ Metais alcalinoselementos ns² Metais alcalinosrepresentativos, e seus IIA terrosos 2elétrons mais energéticosestão situados em subníveis IIIA 3 ns² np¹ Família do boros ou p.Nas famílias A, o número da IVA 4 ns² np² Família dofamília indica a quantidade carbonode elétrons na camada de VA 5 ns² np³ Família dovalência . Elas recebem nitrogênioainda nomes VIA 6 ns² np4 Calcogênioscaracterísticos. VIIA 7 ns² np5 Halogênios VIIIA ns² np6 Gases nobres ou 8 O Profa. Graça Porto
  14. 14. Localização dos elementos nas Famílias BOs elementos dessas famílias são denominados genericamenteelementos de transição.Uma parte deles ocupa o bloco central da tabela periódica, de IIIBaté IIB (10 colunas), e apresenta seu elétron mais energético emsubníveis d. IIIB IVB VB VIB VIIB VIIIB IB IIB 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 d d d d d d d d d d Exemplo: Ferro (Fe) / Z = 26 1s²2s²2p63s²3p64s²3d6 Período: 4º Família: 8B Profa. Graça Porto
  15. 15. Localização dos elementos nas Famílias AA distribuição eletrônica do átomo de um dado elemento químicopermite que determinemos sua localização na tabela. Exemplo: Sódio(Na) – Z = 11 1s²2s²2p63s¹ Período: 3º Família: 1A – Metais Alcalinos Profa. Graça Porto
  16. 16. O esquema abaixo mostra o subnível ocupado pelo elétron maisenergético dos elementos da tabela periódica. Profa. Graça Porto
  17. 17. Metais, semi-metais, ametais e gases nobres Profa. Graça Porto
  18. 18.  Apresentam brilho quando polidos; Sob temperatura ambiente, apresentam-se no estado sólido, a únicaexceção é o mercúrio, um metal líquido; São bons condutores de calor e eletricidade; São resistentes maleáveis e dúcteis Profa. Graça Porto
  19. 19.  Existem nos estados sólidos (iodo, enxofre, fósforo, carbono) e gasoso(nitrogênio, oxigênio, flúor); a exceção é o bromo, um não-metal líquido; não apresentam brilho, são exceções o iodo e o carbono sob a forma dediamante; não conduzem bem o calor a eletricidade, com exceção do carbono sob aforma de grafite;Geralmente possuem mais de 4 elétrons na última camada eletrônica, oque lhes dá tendência a ganhar elétrons, transformando-se em íonsnegativos (ânions) Profa. Graça Porto
  20. 20. Semimetais são elementos com propriedades intermediárias entre os metais e osnão-metais, estes também chamados de ametais ou metalóides.Em geral, o semimetal, é sólido, quebradiço e brilhante. Funciona como isolanteelétrico à temperatura ambiente, mas torna-se igual aos metais como condutorelétrico, se aquecido, ou quando se inserem certos elementos nos interstícios desua estrutura cristalina. Profa. Graça Porto
  21. 21.  Elementos químicos que dificilmente se combinam com outros elementos –hélio, neônio, argônio, criptônio, xenônio e radônio. Possuem a última camada eletrônica completa, ou seja, 8 elétrons. A únicaexceção é o hélio, que possui uma única camada, a camada K, que estácompleta com 2 elétrons. Profa. Graça Porto
  22. 22. Apresenta propriedades muito particulares e muito diferentes em relação aosoutros elementos. Por exemplo, tem apenas 1 elétron na camada K (sua únicacamada) quando todos os outros elementos têm 2. Profa. Graça Porto
  23. 23. Resolva o enigma, identificando o elemento químico, sua posição na tabela, símboloe número atômico.1. Sou metal, sou valioso, e pelo homem sou cobiçado; Mas na ânsia de me encontrar, ele deixa o ambiente ameaçado. Sou da coluna 1B, consulte a tabela pra me conhecer.2. Sou do grupo dos 11, os metais não são dos nossos; sou constituinte importante, do cérebro e dos ossos. Estou na coluna 5A. É fácil me encontrar.3. O oxigênio não gosta que eu brilhe, mas comigo sempre combina; no sangue sou importante, sou parte da hemoglobina. Sou do 4º período, sou metal, quem eu sou afinal?4. Você me ingere junto com o sal; Para a sua tireóide eu sou essencial. Se quiser me encontrar, procure na 7A. Profa. Graça Porto
  24. 24. Profa. Graça Porto

×