Tabela periódica cas

14.357 visualizações

Publicada em

Aula de tabela periódica

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
14.357
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
45
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
307
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tabela periódica cas

  1. 1. CLASSIFICAÇÃO DA TABELA PERIÓDICA Reginaldo Santana CAS
  2. 2. Na organização de uma coleção, é necessário estabelecer critérios que facilitem a localização de cada peça. No caso de CDs podemos organizá-los de acordo com o gênero musical, de acordo com a nacionalidade etc.
  3. 3. Tabela Periódica - Histórico de Classificação • 1ª Divisão - elementos em metais e não metais • Representação dos Elementos Químicos Alquimia – símbolos astrológicos: • Berzelius em 1814 Inicial maiúscula do nome traduzido em latim; Segunda letra do nome minúscula, caso haja dois elementos com a mesma inicial; Determinou a massa atômica.
  4. 4. Tabela Periódica - Histórico de Classificação Johann W. Doebereiner – 1829 - as Tríades O elemento central, apresentava massa atômica aproximadamente igual à média aritmética entre as massas atômicas dos outros dois: 23,0 é a média entre 6,9 e 39,1
  5. 5. • Alexandre de Chancourtois – 1863 Parafuso Telúrico • Valido para massa atômica inferior ou igual a 40. Tabela Periódica - Histórico de Classificação
  6. 6. <ul><li>A tabela periódica dos elementos é um arranjo que permite não só verificar as características dos elementos e suas repetições, mas também fazer previsões. </li></ul><ul><li>Foi somente em 1869 que surgiu uma tabela que atendia as necessidades dos químicos e que se tornou a base da tabela atual. </li></ul>
  7. 7. Em 1869, um professor de Química da Universidade de São Petersburgo (Rússia), Dimitri Ivanovich Mendeleev estava escrevendo um livro sobre os elementos conhecidos na época — cerca de 63 1ª TABELA PERIÓDICA
  8. 8. O PRINCÍPIO..... MENDELEEV listou os elementos e suas propriedades em cartões individuais e tentou organizá-los de diferentes formas à procura de padrões de comportamento.
  9. 9. Ao trabalhar com suas fichas, ele percebeu que, organizando os elementos em função da massa de seus átomos ( massa atômica ), determinadas propriedades se repetiam diversas vezes. H He Li Be B C N O F Ne Na Mg Al Si P S Cl Ar K Ca MASSA ATÔMICA CRESCENTE
  10. 10. <ul><li>Em 1913, o inglês Moseley (1887-1915) verificou que as propriedades de cada elemento eram determinadas pelo número de prótons, ou seja, pelo número atômico (Z). </li></ul>LEI PERIÓDICA: AS PROPRIEDADES DOS ELEMENTOS SÃO FUNÇÕES PERÍÓDICAS DE SEUS NÚMEROS ATÔMICOS
  11. 11. <ul><li>Com base nessa constatação, foi proposta a tabela periódica atual, na qual os elementos químicos: </li></ul><ul><li>Estão dispostos em ordem crescente de número atômico (Z); </li></ul><ul><li>Originam os períodos na horizontal (em linhas); </li></ul><ul><li>Originam as famílias ou os grupos na vertical (em colunas). </li></ul>
  12. 12. Família (ou grupo) 1º período (ou série) 2º período (ou série) 3º período (ou série) 4º período (ou série) 5º período (ou série) 6º período (ou série) 7º período (ou série) Série dos Lantanídeos Série dos Actinídeos
  13. 13. FAMÍLIAS OU GRUPOS <ul><li>A tabela atual é constituída por 18 famílias . Cada uma delas agrupa elementos com propriedades químicas semelhantes, devido ao fato de apresentarem a mesma configuração eletrônica na camada de valência. </li></ul>  6 2 p 2 2 s 2 1 s 11 Na 2 1 s 3 Li
  14. 14. TABELA PERIÓDICA Metais Alcalinos ns 1 Metais Alcalinos Terrosos ns 2 Calcogênio Halogênio Gases Nobres ns 2 p 1 ns 2 p 6 ns 2 p 2 ns 2 p 3 ns 2 p 4 ns 2 p 5 Elementos Representativos Terminados e s e p Autor: Reginaldo Santana Metais de Transição Externa 26 Fe – [Ar] 4s 2 3d 6 40 Zr – [Kr] 5s 2 4d2 Metais de Transição interna 58 Ce – [Xe] 6s 2 4f 2 90 Th – [Rn] 7s 2 5f 2 k L M N O P Q
  15. 15. s d p f O esquema abaixo mostra o subnível ocupado pelo elétron mais energético dos elementos da tabela periódica.
  16. 16. 1 1 4 5 6 FAMÍLIA NOME CONFIGURAÇÃO DA ÚLTIMA CAMADA COMPONENTES 1 A METAIS ALCALINOS ns Li, Na, K, Rb, Cs, Fr 2 A METAIS ALCALINOS- TERROSOS ns² Be, Mg, Ca, Sr, Ba, Ra 3 A FAMÍLIA DO BORO ns² np B, Al, Ga, In, Tl 4 A FAMÍLIA DO CARBONO ns² np² C, Si, Ge, Sn, Pb 5 A FAMÍLIA DO NITROGÊNIO ns² np³ N, P, As, Sb, Bi 6 A CALCOGÊNIOS ns² np O, S, Se, Te, Po 7 A HALOGÊNIOS ns² np F, Cl, Br, I, At 8 A GASES NOBRES ns² np He, Ne, Ar, Kr, Xe, Rn
  17. 17. EXERCÍCIOS <ul><li>Um elemento cujo átomo apresenta, no estado fundamental, 4s 2 como subnível mais energético , ocupa a seguinte posição na classificação periódica: </li></ul><ul><li>a) 6º período, família 2B. </li></ul><ul><li>b) 5º período, família 2A. </li></ul><ul><li>c) 4º período, família 1B. </li></ul><ul><li>d) 4º período, família 2A. </li></ul>RESPOSTA: D
  18. 18. <ul><li>O halogênio do 5.° período da tabela periódica tem número atômico igual a: </li></ul><ul><li>a) 17. </li></ul><ul><li>b) 57. </li></ul><ul><li>c) 55. </li></ul><ul><li>d) 45. </li></ul><ul><li>e) 53. </li></ul>RESPOSTA: E
  19. 19. <ul><li>Um átomo de um elemento químico A, pertencente à família dos calcogênios, está situado no 3  período e apresenta 17 nêutrons . Determine seu número atômico (Z) e seu número de massa (A). </li></ul>RESPOSTA: Z = 16 e A = 33
  20. 20. Raio Atômico ‘ Autor: Reginaldo Santana
  21. 21. Energia de Ionização (EI) Energia de Ionização – É a energia necessária (absorção) para se arrancar um elétron de um átomo que se encontra no estado fundamental e gasoso. 6 C 6 C +
  22. 22. Tabela de 1ª Energia de Ionização (Kcal/mol) Num período ou num grupo, a energia de ionização será tanto maior quanto menor for o raio.
  23. 23. Eletronegatividade Capacidade que um átomo, no estado gasoso, possui para absorver elétrons Autor: Reginaldo Santana
  24. 24. Eletroafinidade Alta Eletroafinidade Quantidade de energia liberada quando o átomo gasoso, isolado e no seu estado fundamental, recebe 1 elétron. 9 F 9 F - Autor: Reginaldo Santana
  25. 25. Eletroafinidade x Energia de ionização Halogênios Alta Eletroafinidade Pouca Energia Alto potencial de ionização Alta Energia Autor: Reginaldo Santana
  26. 26. Eletroafinidade Alcalinos Baixa Eletroafinidade Muita energia Alta Eletroafinidade Pouca Energia Autor: Reginaldo Santana
  27. 27. Densidade Densidade (d) de um corpo é expressa pela relação entre a massa (m) e o volume (V) ocupado por esse corpo. d = m V Autor: Reginaldo Santana

×