SlideShare uma empresa Scribd logo
Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Alunas:
Daniele Silva, Fernanda Marques, Maura Rodrigues e Juliana Rebelo
Profª: Edméa Santos Disciplina: Didática
Curso: Pedagogia
Projeto de Trabalho Didático “Diversidade”
Trabalho apresentado como requisito para conclusão
da disciplina Didática
Tema: “Diversidade”
Título: Povos indígenas e afro-brasileiros,
diversidade, memória e permanência
Problemática / Justificativa
Superar a cultura do silenciamento no que tange
expressões preconceituosas na sala, como
apelidos, piadinhas e provocações que terminam
sendo vistos como brincadeiras. Portanto,
contribuir para a construção de uma educação que
desenvolva o respeito humano no que se refere ao
convívio social a partir de reflexões do cotidiano.
Objetivo Geral
Respeitar as diferenças,
contribuindo para o exercício
da cidadania.
Objetivos Específicos
 Perceber e valorizar semelhanças e diferenças; respeitar as
diversidades; consolidar positivamente a identidade e a
auto-estima da criança;
 Compreender que a sociedade é formada por pessoas que
pertencem a grupos distintos, com cultura e história próprias;
 Reconhecer a ação humana sobre o meio ambiente, em diferentes
épocas, como fator responsável pelas transformações no cotidiano
vivido;
 Problematizar elementos que compõem o dinamismo do tempo
histórico;
 Reconhecer o outro também como agente construtor de espaços e
de relações pessoais e sociais que podem ser estabelecidos no
ambiente.
Conteúdos
Matemática
Número: ordenação, Adição, Subtração,
Multiplicação até 9, divisão até 9;
Expressões numéricas; Linha, ponto e reta;
Figuras geométricas; Perímetro: Conceito sobre
unidades de medidas padronizados:
massa, capacidade, comprimento;
Medida de tempo: hora, dia, mês, ano, século.
História
Regras de convivência e organização;
Semelhanças e diferenças entre grupos sociais
(dos mais próximos para os mais distantes): classe
social, etnia, gênero, religiosidade, sexualidade
entre outras marcas dentitárias;
Valorização e respeito às semelhanças e diferenças
entre os grupos sociais;
A continuidade do tempo: Noções de ordem ou sucessão,
de duração e de simultaneidade;
Coordenação da duração com sucessão;
Do passado recente para um passado mais distante;
As transformações sociais em diferentes épocas.
Língua Português
Língua oral - usos e formas:
atividades de fala, escuta e reflexão;
Língua escrita (Ortografia e aspectos gramaticais):
Atividades que proporcionem uma postura de preocupação
com adequação do texto.
Prática de literatura e tratamento didático:
Desenvolver a leitura de diferentes gêneros discursivos,
fazendo uso das estratégias de leitura (como o texto se organiza,
a informação principal, inferir informações implícitas em um texto,
relacionar textos etc.
Geografia
Diferenças sociais e
culturais;
Alfabetização cartográfica.
MATEMÁTICA
HISTÓRIA GEOGRAFIA
PORTUGUÊS
Metodologias
 A exposição oral;
 O trabalho em grupo;
 Grupo de Verbalização e Grupo de Observação (GV e GO);
 Discussão circular;
 Dinâmica de grupo;
 Dramatização;
 Culinária
 Excursão
Atividades
Atividade 1 – Dinâmica: Diferentes, mas unidos.
- O primeiro passo é fazer com que as crianças percebam que
são diferentes dos coleguinhas, mas que todos são
igualmente importantes.
 Desenhar vários bonequinhos (só a silhueta) e recortar;
 Entregar para cada aluno e pedir pra desenharem suas
características;
 Quando estiverem prontos, misture-os e distribua-os entre os alunos,
que deverão descobrir de quem é o boneco que pegou;
 Depois cada criança deve falar um pouco sobre si e de seus gostos:
cor preferida, prato que mais gosta, brincadeira predileta etc.
Atividade 2 – Montagem de painéis
- Montar painéis – com a turma – com fotos das crianças,
usando títulos como:
 “Somos todos diferentes, cada um é cada um”;
 “Quem sou eu, como sou”;
 “Ser diferente não quer dizer ser separado”.
Atividade 3 – Poema “Identidade”
(Pedro Bandeira)
- Leitura e interpretação do poema “Identidade” de
Pedro Bandeira,
 buscando o significado das expressões;
 explorando as palavras desconhecidas;
 identificando a finalidade do gênero lido;
 inferindo informações do texto.
- Propor aos alunos a criação de um texto, descrevendo
“sua identidade”.
Atividade 4 – Minha 1ª identidade
- Solicitar a xerox da Certidão de Nascimento e trabalhar:
 O reconhecimento da data de nascimento como um marco comum de
referência temporal;
 O reconhecimento da utilização da data de nascimento para a contagem
da idade das pessoas como um traço de permanência entre gerações.
Atividade 5 – Livro dos nomes
 Pesquisar a história do próprio nome, valendo-se de
várias fontes: relatos orais, fotografias, etc;
 Confeccionar o livro da turma com nomes e seus
significados.
Atividade 6 – Influência indígena e africana na
língua portuguesa
 Pesquisar sobre as diferentes palavras de origem africana e indígena
que são comuns em nosso idioma, confeccionando um dicionário
contendo esses termos, refletindo acerca da participação africana e
indígena na formação cultural brasileira;
 Fontes de pesquisa: internet e os livros “Aldeamentos indígenas do
Rio de Janeiro” e “África e Brasil Africano”;
 Para a palavra carioca – de origem tupi, nome de um rio e de uma
aldeia que segundo alguns especialistas, significa: morada dos índios
Carijós – diferenciaremos traços culturais de grupos, tais como,
indígenas e negros. Explicitando o que é um município, suas possíveis
divisões, como campo, cidade e as diversas atividades humanas nele
presentes.
Atividade 7 – Cinema e pipoca
Filme – “Vista minha pele”
- Após o filme com Grupo de Verbalização e Grupo
de Observação (GV e GO) levantaremos questões como:
• Maria é hostilizada por sua cor ou por sua condição social?
• Qual o padrão de beleza imposto pela mídia no filme?
Atividade 8 – Leitura do livro
“O grande dilema de um pequeno Jesus”
 Discussão circular sobre o livro e sobre os mais diferentes tipos de
preconceitos que os alunos sofrem no dia-a-dia refletindo o porquê disso;
 Solicitar uma redação sobre os mais diferentes tipos de preconceitos que
os alunos sofrem no dia-a-dia.
Atividade 9 – Música, literatura e diversidade
- Trabalho literário fazendo contraposição de formas e textos
musicais, com o objetivo de deliberar sobre a dinâmica das
relações sociais:
 “Aquarela do Brasil” de Ari Barroso, em contrapartida ao
“Canto das três raças” de Mauro Duarte e Paulo César Pinheiro.
Atividade 10 - Narrativas e sambas:
outra visão à criação do mundo
 Narrativas do livro “Te mandei um passarinho”;
 Narrativa “A criadora do mundo” (p.20) com a letra de samba –
“Das trevas ao sol, uma odisseia dos Karajás” (Estácio de Sá – 1979);
 Narrativa “No princípio só existia água” (p.23) com as letras dos
sambas – “Pará, o mundo místico dos Caruanas nas águas do Patu-
Anu” (Beija-Flor - 1998) e com “A criação do mundo na tradição Nagô
(Beija-Flor – 1978).
 Esclarecer as expressões desconhecidas;
 Identificar o local de origem dos povos citados nas narrativas, nos
sambas e nos livros: “Aldeamentos indígenas no Rio de Janeiro”;
“Te mandei um passarinho” e “África e Brasil Africano”;
 Escolher uma das narrativas e montar uma representação teatral para a
culminância.
Atividade 11 – Culinária: interação entre
comunidade escolar – crianças – pais
- Pesquisar a história de alimentos de origem africana e/ou
indígena é uma forma de se valorizar a cultura. Esses
momentos são ricos para enfocar heranças culturais dos
vários grupos que compõem a sociedade brasileira.
 Preparar uma receita, bolo de milho, por exemplo, juntamente com
os funcionários responsáveis pela cozinha da escola;
 Organizar um lanche coletivo, com um convite extensivo aos pais.
Atividade 12 – Arte e matemática:
ampliação de desenhos usando escala
- Identificar figuras geométricas compostas nos
símbolos indígenas e africanos, utilizando coordenadas
geográficas para a multiplicação e ampliação dos
desenhos, desenvolvendo, então, conceitos topológicos
fundamentais, trabalhando medidas, geometria, perímetro
e etc.
Atividade 13 – Memória do povo negro e indígena
no espaço
- Incursão por locais de memória que tenham sido produzidos a partir de
uma participação histórica indígena e negra pela internet e excursão ao
Centro da Cidade e no Museu do Índio em Botafogo.
 O Campo de Santana e a Praça Tiradentes eram locais de reuniões
festivas com músicas;
 O Senado Federal (a atual Faculdade de Direito da UFRJ), a Casa de
Fundição (Paço Imperial) e o Aqueduto da Carioca (Arcos da Lapa),
foram construídos por indígenas;
 A história da Igreja Nossa Senhora do Rosário e São Benedito
(na Uruguaiana), que já abrigou o museu do negro;
 Museu do Índio em Botafogo.
Atividade 14 – Laboratório de Informática
 Pela internet, pesquisar os sites:
www.museudoindio.org.br
www.museuafrobrasil.com.br
www.memóriaviva.com.br
www.pacoimperial.com.br
 Montagem de murais com anotações e produções de textos com
dados coletados.
 Produzir um clipe no Movie Maker, associando imagens e anotações,
descrições, conclusões, relacionadas à trilha realizada na excursão.
Culminância
“Semana da Consciência Negra”
Feira Cultural com todo material produzido no
decorrer do projeto e a representação teatral de
alguma narrativa estudada, com a participação de
toda a comunidade escolar e os pais.
Recursos ou Materiais Didáticos
Livros
 Te mandei um passarinho... Prosas e versos de índio no Brasil;
 Aldeamentos indígenas no Rio de Janeiro – José Ribamar Bessa Freire e
Márcia Fernandes Malheiros;
 África e Brasil Africano – Marina de Mello e Souza;
 O grande dilema de um pequeno Jesus – Júlio Emílio Braz.
Poema
 Identidade de Pedro Bandeira.
Filme
 Vista minha pele – 2003. 50 min. - Joelzito Ceert.
Músicas
Aquarela do Brasil – Ari Barroso;
Canto da três raças – Mauro Duarte e Paulo César Pinheiro;
Das trevas ao sol, uma odisseia dos Karajás – Estácio de Sá - 1979;
Pará, o mundo místico dos Caruanasnas água do Patu-Anu –
Beija-Flor - 1998;
A criação do mundo na tradição Nagô – Beija-Flor - 1978.
Espaços
 Laboratório de Informática;
 Sala de Leitura;
 Sala de Artes;
 Sala de Música;
 Sala de Vídeo;
 Sala de aula convencional;
 Cozinha;
 Teatro ou Quadra de esportes (culminância)
Avaliação
 A observação formal com o critério da participação;
 A observação informal;
 A auto-avaliação;
 A prova operatória.
Referências Bibliográficas
 MEC. Orientações e Ações para a Educação das Relações Étnicas –
Raciais. Brasília:SECAD, 2006.
 MEC.Parâmetros Curriculares Nacionais (1ª a 4ª).Brasília: SEF, 1997.
 NAKAHATA, Érika. Minha Caixa de Memórias. Guia Prático para
Professores de Ensino Fundamental I. Ano 7, nº 78, p. 12-14, Set., 2010.
 SME. Orientações Curriculares: Áreas Específicas. Rio de Janeiro, 2010.
 VIVEIROS, Mariana. A África é aqui. Guia Prático para Professores de
Ensino Fundamental I. Ano 8, nº 80, p. 12-14, Nov., 2010.
 SANTOS, Ana Lúcia Cardoso; GRUMBACH, Gilda. Didática. V.2, 3. ed
Rio de Janeiro: Fundação CECIERJ, 2009.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sequencia didatica de historia
Sequencia didatica de historiaSequencia didatica de historia
Sequencia didatica de historia
UyaraPortugal
 
Projeto Conhecendo nossa história, valorizando nossas raízes
Projeto Conhecendo nossa história, valorizando nossas raízesProjeto Conhecendo nossa história, valorizando nossas raízes
Projeto Conhecendo nossa história, valorizando nossas raízes
Rafael Costa
 
Projeto consciência negra
Projeto consciência negraProjeto consciência negra
Projeto consciência negra
vaniaabatista
 
Projeto Modos de Ver
Projeto Modos de VerProjeto Modos de Ver
Projeto Modos de Ver
emebgr
 
Há cor na educação ( projeto elaborado para o pacto 2013)
Há cor na educação ( projeto elaborado para o pacto 2013)Há cor na educação ( projeto elaborado para o pacto 2013)
Há cor na educação ( projeto elaborado para o pacto 2013)
Juciara Brito
 
PPP - SLIDES DE APRESENTAÇÃO PARA A COMUNIDADE
PPP - SLIDES DE APRESENTAÇÃO PARA A COMUNIDADEPPP - SLIDES DE APRESENTAÇÃO PARA A COMUNIDADE
PPP - SLIDES DE APRESENTAÇÃO PARA A COMUNIDADE
QUEDMA SILVA
 
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educação
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educaçãoSugestões para trabalhar a cultura africana na educação
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educação
jaqueegervasio
 
Cultura Afro nas Escolas - Lei 10.639/03 - Profs. Laura Longarai e Lúcia
Cultura Afro nas Escolas - Lei 10.639/03 - Profs. Laura Longarai e LúciaCultura Afro nas Escolas - Lei 10.639/03 - Profs. Laura Longarai e Lúcia
Cultura Afro nas Escolas - Lei 10.639/03 - Profs. Laura Longarai e Lúcia
Alexandre da Rosa
 
Educação da Relações Étnico-Raciais - Apresentação Deborah Moema
Educação da Relações Étnico-Raciais -  Apresentação Deborah MoemaEducação da Relações Étnico-Raciais -  Apresentação Deborah Moema
Educação da Relações Étnico-Raciais - Apresentação Deborah Moema
coordenacaodiversidade
 
Projeto : África
Projeto : ÁfricaProjeto : África
Projeto : África
Débora Lambert
 
História e Cultura Afro-brasileira e dos Povos Indígenas
História e Cultura Afro-brasileira e dos Povos IndígenasHistória e Cultura Afro-brasileira e dos Povos Indígenas
História e Cultura Afro-brasileira e dos Povos Indígenas
Camila_Ximenes
 
BNCC - LINGUAGENS
BNCC - LINGUAGENSBNCC - LINGUAGENS
BNCC - LINGUAGENS
Sandra Lourenco
 
Projeto gentileza gera gentileza
Projeto gentileza gera gentilezaProjeto gentileza gera gentileza
Projeto gentileza gera gentileza
Dani Macedo
 
Projeto diversidade cultural na educação infantil
Projeto diversidade cultural na educação infantilProjeto diversidade cultural na educação infantil
Projeto diversidade cultural na educação infantil
Cecília Alcântara
 
Planejamento pedagógico_ Projeto Gentileza Gera Gentileza
Planejamento pedagógico_ Projeto Gentileza Gera GentilezaPlanejamento pedagógico_ Projeto Gentileza Gera Gentileza
Planejamento pedagógico_ Projeto Gentileza Gera Gentileza
Escola Estadual Antônio Valadares
 
Programa de ação PEI Adriano Silvestre de Oliveira Junior 2023.pdf
Programa de ação PEI Adriano Silvestre de Oliveira Junior 2023.pdfPrograma de ação PEI Adriano Silvestre de Oliveira Junior 2023.pdf
Programa de ação PEI Adriano Silvestre de Oliveira Junior 2023.pdf
AdrianoSilvestre6
 
Projeto politico pedagogico PPP
Projeto politico pedagogico PPPProjeto politico pedagogico PPP
Projeto politico pedagogico PPP
Profissão Professor
 
Projeto feira de cultura
Projeto feira de culturaProjeto feira de cultura
Projeto feira de cultura
Luciene Rosa Gugé
 
Étnico racial
Étnico racialÉtnico racial
Étnico racial
Edenilson Morais
 
Planejamento anual de sociologia
Planejamento anual de sociologiaPlanejamento anual de sociologia
Planejamento anual de sociologia
Sandro Lima
 

Mais procurados (20)

Sequencia didatica de historia
Sequencia didatica de historiaSequencia didatica de historia
Sequencia didatica de historia
 
Projeto Conhecendo nossa história, valorizando nossas raízes
Projeto Conhecendo nossa história, valorizando nossas raízesProjeto Conhecendo nossa história, valorizando nossas raízes
Projeto Conhecendo nossa história, valorizando nossas raízes
 
Projeto consciência negra
Projeto consciência negraProjeto consciência negra
Projeto consciência negra
 
Projeto Modos de Ver
Projeto Modos de VerProjeto Modos de Ver
Projeto Modos de Ver
 
Há cor na educação ( projeto elaborado para o pacto 2013)
Há cor na educação ( projeto elaborado para o pacto 2013)Há cor na educação ( projeto elaborado para o pacto 2013)
Há cor na educação ( projeto elaborado para o pacto 2013)
 
PPP - SLIDES DE APRESENTAÇÃO PARA A COMUNIDADE
PPP - SLIDES DE APRESENTAÇÃO PARA A COMUNIDADEPPP - SLIDES DE APRESENTAÇÃO PARA A COMUNIDADE
PPP - SLIDES DE APRESENTAÇÃO PARA A COMUNIDADE
 
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educação
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educaçãoSugestões para trabalhar a cultura africana na educação
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educação
 
Cultura Afro nas Escolas - Lei 10.639/03 - Profs. Laura Longarai e Lúcia
Cultura Afro nas Escolas - Lei 10.639/03 - Profs. Laura Longarai e LúciaCultura Afro nas Escolas - Lei 10.639/03 - Profs. Laura Longarai e Lúcia
Cultura Afro nas Escolas - Lei 10.639/03 - Profs. Laura Longarai e Lúcia
 
Educação da Relações Étnico-Raciais - Apresentação Deborah Moema
Educação da Relações Étnico-Raciais -  Apresentação Deborah MoemaEducação da Relações Étnico-Raciais -  Apresentação Deborah Moema
Educação da Relações Étnico-Raciais - Apresentação Deborah Moema
 
Projeto : África
Projeto : ÁfricaProjeto : África
Projeto : África
 
História e Cultura Afro-brasileira e dos Povos Indígenas
História e Cultura Afro-brasileira e dos Povos IndígenasHistória e Cultura Afro-brasileira e dos Povos Indígenas
História e Cultura Afro-brasileira e dos Povos Indígenas
 
BNCC - LINGUAGENS
BNCC - LINGUAGENSBNCC - LINGUAGENS
BNCC - LINGUAGENS
 
Projeto gentileza gera gentileza
Projeto gentileza gera gentilezaProjeto gentileza gera gentileza
Projeto gentileza gera gentileza
 
Projeto diversidade cultural na educação infantil
Projeto diversidade cultural na educação infantilProjeto diversidade cultural na educação infantil
Projeto diversidade cultural na educação infantil
 
Planejamento pedagógico_ Projeto Gentileza Gera Gentileza
Planejamento pedagógico_ Projeto Gentileza Gera GentilezaPlanejamento pedagógico_ Projeto Gentileza Gera Gentileza
Planejamento pedagógico_ Projeto Gentileza Gera Gentileza
 
Programa de ação PEI Adriano Silvestre de Oliveira Junior 2023.pdf
Programa de ação PEI Adriano Silvestre de Oliveira Junior 2023.pdfPrograma de ação PEI Adriano Silvestre de Oliveira Junior 2023.pdf
Programa de ação PEI Adriano Silvestre de Oliveira Junior 2023.pdf
 
Projeto politico pedagogico PPP
Projeto politico pedagogico PPPProjeto politico pedagogico PPP
Projeto politico pedagogico PPP
 
Projeto feira de cultura
Projeto feira de culturaProjeto feira de cultura
Projeto feira de cultura
 
Étnico racial
Étnico racialÉtnico racial
Étnico racial
 
Planejamento anual de sociologia
Planejamento anual de sociologiaPlanejamento anual de sociologia
Planejamento anual de sociologia
 

Semelhante a Modelo de projeto em Diversidade

EMEF Erna Würth - Apresentação EJA Educação Cidadã
EMEF Erna Würth - Apresentação EJA Educação CidadãEMEF Erna Würth - Apresentação EJA Educação Cidadã
EMEF Erna Würth - Apresentação EJA Educação Cidadã
Alexandre da Rosa
 
Trocas Metodológicas
Trocas MetodológicasTrocas Metodológicas
Trocas Metodológicas
guest2399b1
 
habilidades desenvolvidas no maternal
habilidades desenvolvidas no maternalhabilidades desenvolvidas no maternal
habilidades desenvolvidas no maternal
robertatamoai
 
Planos de aula htpc lucilene, etelvina e maria inês
Planos de aula htpc lucilene, etelvina e maria inêsPlanos de aula htpc lucilene, etelvina e maria inês
Planos de aula htpc lucilene, etelvina e maria inês
Luana Maria Ferreira Fernandes
 
Projeto Cultura Afro Brasileira e africana
Projeto Cultura Afro Brasileira e africanaProjeto Cultura Afro Brasileira e africana
Projeto Cultura Afro Brasileira e africana
lucianazanetti
 
Projeto educação patrimonial espno pps
Projeto educação patrimonial espno ppsProjeto educação patrimonial espno pps
Projeto educação patrimonial espno pps
MARCIA GOMES FREIRE
 
Trabalho de didática- Grupo Juliana Manço e Silvio de Carvalho
Trabalho de didática- Grupo Juliana Manço e Silvio de CarvalhoTrabalho de didática- Grupo Juliana Manço e Silvio de Carvalho
Trabalho de didática- Grupo Juliana Manço e Silvio de Carvalho
julianadsm
 
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
SimoneHelenDrumond
 
Tema
TemaTema
Grafismo indígena
Grafismo indígenaGrafismo indígena
Grafismo indígena
Magistério Magistério
 
Projeto baobá
Projeto baobáProjeto baobá
Projeto baobá
Albertina da Rosa
 
Orozimbo leite
Orozimbo leiteOrozimbo leite
Orozimbo leite
Mariadajuda
 
Projeto o folclore
Projeto o folcloreProjeto o folclore
Projeto o folclore
Francineteproinfo
 
Projeto 3 bimestre 2º ano f
Projeto 3 bimestre 2º ano fProjeto 3 bimestre 2º ano f
Projeto 3 bimestre 2º ano f
caic-2
 
Apresentação Mara
Apresentação MaraApresentação Mara
Apresentação Mara
Mara Almeida
 
Material digital de apoio ao professor - A cor de Coraline
Material digital de apoio ao professor -  A cor de CoralineMaterial digital de apoio ao professor -  A cor de Coraline
Material digital de apoio ao professor - A cor de Coraline
straraposa
 
Projeto monteirolobatovideo
Projeto monteirolobatovideoProjeto monteirolobatovideo
Projeto monteirolobatovideo
Ana Kelly Brustolin
 
Projeto Descobrindo as diversas facetas de Monteiro Lobato
Projeto Descobrindo as diversas facetas de Monteiro LobatoProjeto Descobrindo as diversas facetas de Monteiro Lobato
Projeto Descobrindo as diversas facetas de Monteiro Lobato
Ana Kelly Brustolin
 
Projeto monteirolobatovideo
Projeto monteirolobatovideoProjeto monteirolobatovideo
Projeto monteirolobatovideo
AnaKelly
 
Pacto nacional pela alfabetização na idade certa1 copia
Pacto nacional pela alfabetização na idade certa1   copiaPacto nacional pela alfabetização na idade certa1   copia
Pacto nacional pela alfabetização na idade certa1 copia
Mario Fernando
 

Semelhante a Modelo de projeto em Diversidade (20)

EMEF Erna Würth - Apresentação EJA Educação Cidadã
EMEF Erna Würth - Apresentação EJA Educação CidadãEMEF Erna Würth - Apresentação EJA Educação Cidadã
EMEF Erna Würth - Apresentação EJA Educação Cidadã
 
Trocas Metodológicas
Trocas MetodológicasTrocas Metodológicas
Trocas Metodológicas
 
habilidades desenvolvidas no maternal
habilidades desenvolvidas no maternalhabilidades desenvolvidas no maternal
habilidades desenvolvidas no maternal
 
Planos de aula htpc lucilene, etelvina e maria inês
Planos de aula htpc lucilene, etelvina e maria inêsPlanos de aula htpc lucilene, etelvina e maria inês
Planos de aula htpc lucilene, etelvina e maria inês
 
Projeto Cultura Afro Brasileira e africana
Projeto Cultura Afro Brasileira e africanaProjeto Cultura Afro Brasileira e africana
Projeto Cultura Afro Brasileira e africana
 
Projeto educação patrimonial espno pps
Projeto educação patrimonial espno ppsProjeto educação patrimonial espno pps
Projeto educação patrimonial espno pps
 
Trabalho de didática- Grupo Juliana Manço e Silvio de Carvalho
Trabalho de didática- Grupo Juliana Manço e Silvio de CarvalhoTrabalho de didática- Grupo Juliana Manço e Silvio de Carvalho
Trabalho de didática- Grupo Juliana Manço e Silvio de Carvalho
 
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
 
Tema
TemaTema
Tema
 
Grafismo indígena
Grafismo indígenaGrafismo indígena
Grafismo indígena
 
Projeto baobá
Projeto baobáProjeto baobá
Projeto baobá
 
Orozimbo leite
Orozimbo leiteOrozimbo leite
Orozimbo leite
 
Projeto o folclore
Projeto o folcloreProjeto o folclore
Projeto o folclore
 
Projeto 3 bimestre 2º ano f
Projeto 3 bimestre 2º ano fProjeto 3 bimestre 2º ano f
Projeto 3 bimestre 2º ano f
 
Apresentação Mara
Apresentação MaraApresentação Mara
Apresentação Mara
 
Material digital de apoio ao professor - A cor de Coraline
Material digital de apoio ao professor -  A cor de CoralineMaterial digital de apoio ao professor -  A cor de Coraline
Material digital de apoio ao professor - A cor de Coraline
 
Projeto monteirolobatovideo
Projeto monteirolobatovideoProjeto monteirolobatovideo
Projeto monteirolobatovideo
 
Projeto Descobrindo as diversas facetas de Monteiro Lobato
Projeto Descobrindo as diversas facetas de Monteiro LobatoProjeto Descobrindo as diversas facetas de Monteiro Lobato
Projeto Descobrindo as diversas facetas de Monteiro Lobato
 
Projeto monteirolobatovideo
Projeto monteirolobatovideoProjeto monteirolobatovideo
Projeto monteirolobatovideo
 
Pacto nacional pela alfabetização na idade certa1 copia
Pacto nacional pela alfabetização na idade certa1   copiaPacto nacional pela alfabetização na idade certa1   copia
Pacto nacional pela alfabetização na idade certa1 copia
 

Último

Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AntonioVieira539017
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 

Último (20)

Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 

Modelo de projeto em Diversidade

  • 1. Universidade do Estado do Rio de Janeiro Alunas: Daniele Silva, Fernanda Marques, Maura Rodrigues e Juliana Rebelo Profª: Edméa Santos Disciplina: Didática Curso: Pedagogia Projeto de Trabalho Didático “Diversidade” Trabalho apresentado como requisito para conclusão da disciplina Didática
  • 2. Tema: “Diversidade” Título: Povos indígenas e afro-brasileiros, diversidade, memória e permanência
  • 3. Problemática / Justificativa Superar a cultura do silenciamento no que tange expressões preconceituosas na sala, como apelidos, piadinhas e provocações que terminam sendo vistos como brincadeiras. Portanto, contribuir para a construção de uma educação que desenvolva o respeito humano no que se refere ao convívio social a partir de reflexões do cotidiano.
  • 4. Objetivo Geral Respeitar as diferenças, contribuindo para o exercício da cidadania.
  • 5. Objetivos Específicos  Perceber e valorizar semelhanças e diferenças; respeitar as diversidades; consolidar positivamente a identidade e a auto-estima da criança;  Compreender que a sociedade é formada por pessoas que pertencem a grupos distintos, com cultura e história próprias;  Reconhecer a ação humana sobre o meio ambiente, em diferentes épocas, como fator responsável pelas transformações no cotidiano vivido;  Problematizar elementos que compõem o dinamismo do tempo histórico;  Reconhecer o outro também como agente construtor de espaços e de relações pessoais e sociais que podem ser estabelecidos no ambiente.
  • 6. Conteúdos Matemática Número: ordenação, Adição, Subtração, Multiplicação até 9, divisão até 9; Expressões numéricas; Linha, ponto e reta; Figuras geométricas; Perímetro: Conceito sobre unidades de medidas padronizados: massa, capacidade, comprimento; Medida de tempo: hora, dia, mês, ano, século. História Regras de convivência e organização; Semelhanças e diferenças entre grupos sociais (dos mais próximos para os mais distantes): classe social, etnia, gênero, religiosidade, sexualidade entre outras marcas dentitárias; Valorização e respeito às semelhanças e diferenças entre os grupos sociais; A continuidade do tempo: Noções de ordem ou sucessão, de duração e de simultaneidade; Coordenação da duração com sucessão; Do passado recente para um passado mais distante; As transformações sociais em diferentes épocas. Língua Português Língua oral - usos e formas: atividades de fala, escuta e reflexão; Língua escrita (Ortografia e aspectos gramaticais): Atividades que proporcionem uma postura de preocupação com adequação do texto. Prática de literatura e tratamento didático: Desenvolver a leitura de diferentes gêneros discursivos, fazendo uso das estratégias de leitura (como o texto se organiza, a informação principal, inferir informações implícitas em um texto, relacionar textos etc. Geografia Diferenças sociais e culturais; Alfabetização cartográfica. MATEMÁTICA HISTÓRIA GEOGRAFIA PORTUGUÊS
  • 7. Metodologias  A exposição oral;  O trabalho em grupo;  Grupo de Verbalização e Grupo de Observação (GV e GO);  Discussão circular;  Dinâmica de grupo;  Dramatização;  Culinária  Excursão
  • 8. Atividades Atividade 1 – Dinâmica: Diferentes, mas unidos. - O primeiro passo é fazer com que as crianças percebam que são diferentes dos coleguinhas, mas que todos são igualmente importantes.  Desenhar vários bonequinhos (só a silhueta) e recortar;  Entregar para cada aluno e pedir pra desenharem suas características;  Quando estiverem prontos, misture-os e distribua-os entre os alunos, que deverão descobrir de quem é o boneco que pegou;  Depois cada criança deve falar um pouco sobre si e de seus gostos: cor preferida, prato que mais gosta, brincadeira predileta etc.
  • 9. Atividade 2 – Montagem de painéis - Montar painéis – com a turma – com fotos das crianças, usando títulos como:  “Somos todos diferentes, cada um é cada um”;  “Quem sou eu, como sou”;  “Ser diferente não quer dizer ser separado”.
  • 10. Atividade 3 – Poema “Identidade” (Pedro Bandeira) - Leitura e interpretação do poema “Identidade” de Pedro Bandeira,  buscando o significado das expressões;  explorando as palavras desconhecidas;  identificando a finalidade do gênero lido;  inferindo informações do texto. - Propor aos alunos a criação de um texto, descrevendo “sua identidade”.
  • 11. Atividade 4 – Minha 1ª identidade - Solicitar a xerox da Certidão de Nascimento e trabalhar:  O reconhecimento da data de nascimento como um marco comum de referência temporal;  O reconhecimento da utilização da data de nascimento para a contagem da idade das pessoas como um traço de permanência entre gerações.
  • 12. Atividade 5 – Livro dos nomes  Pesquisar a história do próprio nome, valendo-se de várias fontes: relatos orais, fotografias, etc;  Confeccionar o livro da turma com nomes e seus significados.
  • 13. Atividade 6 – Influência indígena e africana na língua portuguesa  Pesquisar sobre as diferentes palavras de origem africana e indígena que são comuns em nosso idioma, confeccionando um dicionário contendo esses termos, refletindo acerca da participação africana e indígena na formação cultural brasileira;  Fontes de pesquisa: internet e os livros “Aldeamentos indígenas do Rio de Janeiro” e “África e Brasil Africano”;  Para a palavra carioca – de origem tupi, nome de um rio e de uma aldeia que segundo alguns especialistas, significa: morada dos índios Carijós – diferenciaremos traços culturais de grupos, tais como, indígenas e negros. Explicitando o que é um município, suas possíveis divisões, como campo, cidade e as diversas atividades humanas nele presentes.
  • 14. Atividade 7 – Cinema e pipoca Filme – “Vista minha pele” - Após o filme com Grupo de Verbalização e Grupo de Observação (GV e GO) levantaremos questões como: • Maria é hostilizada por sua cor ou por sua condição social? • Qual o padrão de beleza imposto pela mídia no filme?
  • 15. Atividade 8 – Leitura do livro “O grande dilema de um pequeno Jesus”  Discussão circular sobre o livro e sobre os mais diferentes tipos de preconceitos que os alunos sofrem no dia-a-dia refletindo o porquê disso;  Solicitar uma redação sobre os mais diferentes tipos de preconceitos que os alunos sofrem no dia-a-dia.
  • 16. Atividade 9 – Música, literatura e diversidade - Trabalho literário fazendo contraposição de formas e textos musicais, com o objetivo de deliberar sobre a dinâmica das relações sociais:  “Aquarela do Brasil” de Ari Barroso, em contrapartida ao “Canto das três raças” de Mauro Duarte e Paulo César Pinheiro.
  • 17. Atividade 10 - Narrativas e sambas: outra visão à criação do mundo  Narrativas do livro “Te mandei um passarinho”;  Narrativa “A criadora do mundo” (p.20) com a letra de samba – “Das trevas ao sol, uma odisseia dos Karajás” (Estácio de Sá – 1979);  Narrativa “No princípio só existia água” (p.23) com as letras dos sambas – “Pará, o mundo místico dos Caruanas nas águas do Patu- Anu” (Beija-Flor - 1998) e com “A criação do mundo na tradição Nagô (Beija-Flor – 1978).  Esclarecer as expressões desconhecidas;  Identificar o local de origem dos povos citados nas narrativas, nos sambas e nos livros: “Aldeamentos indígenas no Rio de Janeiro”; “Te mandei um passarinho” e “África e Brasil Africano”;  Escolher uma das narrativas e montar uma representação teatral para a culminância.
  • 18. Atividade 11 – Culinária: interação entre comunidade escolar – crianças – pais - Pesquisar a história de alimentos de origem africana e/ou indígena é uma forma de se valorizar a cultura. Esses momentos são ricos para enfocar heranças culturais dos vários grupos que compõem a sociedade brasileira.  Preparar uma receita, bolo de milho, por exemplo, juntamente com os funcionários responsáveis pela cozinha da escola;  Organizar um lanche coletivo, com um convite extensivo aos pais.
  • 19. Atividade 12 – Arte e matemática: ampliação de desenhos usando escala - Identificar figuras geométricas compostas nos símbolos indígenas e africanos, utilizando coordenadas geográficas para a multiplicação e ampliação dos desenhos, desenvolvendo, então, conceitos topológicos fundamentais, trabalhando medidas, geometria, perímetro e etc.
  • 20. Atividade 13 – Memória do povo negro e indígena no espaço - Incursão por locais de memória que tenham sido produzidos a partir de uma participação histórica indígena e negra pela internet e excursão ao Centro da Cidade e no Museu do Índio em Botafogo.  O Campo de Santana e a Praça Tiradentes eram locais de reuniões festivas com músicas;  O Senado Federal (a atual Faculdade de Direito da UFRJ), a Casa de Fundição (Paço Imperial) e o Aqueduto da Carioca (Arcos da Lapa), foram construídos por indígenas;  A história da Igreja Nossa Senhora do Rosário e São Benedito (na Uruguaiana), que já abrigou o museu do negro;  Museu do Índio em Botafogo.
  • 21. Atividade 14 – Laboratório de Informática  Pela internet, pesquisar os sites: www.museudoindio.org.br www.museuafrobrasil.com.br www.memóriaviva.com.br www.pacoimperial.com.br  Montagem de murais com anotações e produções de textos com dados coletados.  Produzir um clipe no Movie Maker, associando imagens e anotações, descrições, conclusões, relacionadas à trilha realizada na excursão.
  • 22. Culminância “Semana da Consciência Negra” Feira Cultural com todo material produzido no decorrer do projeto e a representação teatral de alguma narrativa estudada, com a participação de toda a comunidade escolar e os pais.
  • 23. Recursos ou Materiais Didáticos Livros  Te mandei um passarinho... Prosas e versos de índio no Brasil;  Aldeamentos indígenas no Rio de Janeiro – José Ribamar Bessa Freire e Márcia Fernandes Malheiros;  África e Brasil Africano – Marina de Mello e Souza;  O grande dilema de um pequeno Jesus – Júlio Emílio Braz. Poema  Identidade de Pedro Bandeira. Filme  Vista minha pele – 2003. 50 min. - Joelzito Ceert.
  • 24. Músicas Aquarela do Brasil – Ari Barroso; Canto da três raças – Mauro Duarte e Paulo César Pinheiro; Das trevas ao sol, uma odisseia dos Karajás – Estácio de Sá - 1979; Pará, o mundo místico dos Caruanasnas água do Patu-Anu – Beija-Flor - 1998; A criação do mundo na tradição Nagô – Beija-Flor - 1978. Espaços  Laboratório de Informática;  Sala de Leitura;  Sala de Artes;  Sala de Música;  Sala de Vídeo;  Sala de aula convencional;  Cozinha;  Teatro ou Quadra de esportes (culminância)
  • 25. Avaliação  A observação formal com o critério da participação;  A observação informal;  A auto-avaliação;  A prova operatória.
  • 26. Referências Bibliográficas  MEC. Orientações e Ações para a Educação das Relações Étnicas – Raciais. Brasília:SECAD, 2006.  MEC.Parâmetros Curriculares Nacionais (1ª a 4ª).Brasília: SEF, 1997.  NAKAHATA, Érika. Minha Caixa de Memórias. Guia Prático para Professores de Ensino Fundamental I. Ano 7, nº 78, p. 12-14, Set., 2010.  SME. Orientações Curriculares: Áreas Específicas. Rio de Janeiro, 2010.  VIVEIROS, Mariana. A África é aqui. Guia Prático para Professores de Ensino Fundamental I. Ano 8, nº 80, p. 12-14, Nov., 2010.  SANTOS, Ana Lúcia Cardoso; GRUMBACH, Gilda. Didática. V.2, 3. ed Rio de Janeiro: Fundação CECIERJ, 2009.