SlideShare uma empresa Scribd logo
REPLANEJAMENTO - 2016
1º DIA
“O primeiro aspecto que deve ser analisado é o abismo que
separa a prática escolar da prática social da leitura e da escrita.
(...) Na sala de aula, espera-se que as crianças produzam textos
num só tempo muito breve e escrevam diretamente a versão final,
enquanto que fora dela produzir um texto é um longo processo
que requer muitos rascunhos e reiteradas revisões. Ler é uma
tarefa orientada por propósitos na nossa vida social. No âmbito
escolar, se lê somente para aprender a ler e se escreve somente
para aprender a escrever...”
Délia Lerner
Objetivos:
• Refletir sobre o trabalho pedagógico desenvolvido no primeiro semestre letivo de 2016;
• Localizar os alunos abaixo das expectativas de aprendizagem
• Levantar junto à equipe os pontos positivos e os pontos vulneráveis que facilitaram e/ ou dificultaram a
execução das ações no primeiro semestre;
• Retomar nossas metas curtas na competência leitora e escritora;
• Refletir sobre nossos índices nos mapas de classe e as AAPs ;
• Planejar ações de recuperação contínua para os alunos não alfabéticos, definindo cronograma de
projetos específicos. ATPC
• Analisar atividades de produção escrita, quanto às finalidades de ensino da prática de produção de texto e
o processo de aprendizagem do aluno;
• Refletir sobre o papel do contexto de produção de textos na atividade de produção, proposta
ao aluno
• Ler para estudar as expectativas de aprendizagem de Língua Portuguesa (produção de texto)
dos anos iniciais do Ensino Fundamental ATPC
• Sociallizar o Projeto da Maleta de Leitura “ A leitura é uma viagem...” ATPC
Conteúdos
• Metas Curtas para o 2º bimestre
• Mapa da Classe e AAPs
• Projeto de Leitura : “ A leitura é uma viagem...”
• Prática de produção de texto: contexto de produção
• Papel do professor na organização das propostas de produção de texto para os alunos
SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO
DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO DE CAMPINAS OESTE
E E PROFª ROSINA FRAZATTO DOS SANTOS - CÓD. CIE: 911744 – UA 80467
RUA JOSE COELHO FERRAZ – S/N – SATÉLITE IRIS I – CAMPINAS/SP
CEP 13059-662 - TEL./FAX 0 (XX} 19- 3269-0243
• Expectativas de aprendizagem de produção de texto
• Projetos de recuperação contínua em produção de texto
Desenvolvimento:
1ª atividade: VÍDEO DE RETROSPECTIVA 1º SEMESTRE
2ª atividade: : Coletivo
Análisar os resultados das AAPs e Mapa da classe, refletindo sobre os nossos índices quanto
aos aspectos positivos e dificultadores.
Retomar as metas curtas em Língua Portuguesa do 2º bimestre. 40 minutos
3ª Encaminhamento individual: Imagine o primeiro dia de aula após o recesso de julho, qual atividade
de produção de texto você planejaria ?
Socialização: 15 minutos
4ª atividade: Leitura inicial: 10 minutos
Análise de propostas e textos que circulam nas escolas
Encaminhamento: Coletivo
Analise a consigna e a produção do aluno (anexo) considerando:
1. A orientação dada
2. As informações oferecidas
3. E a produção do aluno
Socialização
Sistematização: O que essas consignas tem em comum? E as produções dos alunos?
O que os alunos podem aprender com essas propostas analisadas em relação a língua e linguagem?
6ª atividade: Leitura do texto Produção de texto: A concepções de Linguagem alteram o que
e como ensinar... 10 minutos
7ª atividades: Apreciação e análise de um trecho da VC ( videoconferência ) Ensinar a
produzir textos. ( 40 min )
“Escrever um texto sobre sustentabilidade”.
De que maneira a professora que elaborou essa consigna acredita que os alunos aprendem a
produzir textos?
PARA REFLETIR...
a- Quais foram os aspectos considerados pela aluna para ajustar seu texto?
b- Que papel teve a mediação da mãe para que a aluna considerasse esses ajustes
realizados?
c- Quais foram os conhecimentos mobilizados pela aluna ao escrever?
d- Com que grau de autonomia realizou essa atividade?
VOLTANDO PARA A ATIVIDADES 4 VEJAMOS A EXPLANAÇÃO NA VC SOBRE
ESSAS PRODUÇÕES. 40 MINUTOS
8ª atividade: Análise das expectativas de aprendizagem referente à produção de textos.
Em pequenos grupos
Analisar o quadro de expectativas de aprendizagem referente à produção de texto, cada
grupo deverá apresentar a maneira como a progressão se dará por conteúdo.
Discutir e responder por escrito:
a. De que maneira os conteúdos se articulam nos diferentes anos de escolaridade?
b. De que forma a concepção de aprendizagem e o modelo de ensino de produção de textos no
Programa Ler e Escrever se expressam nestas expectativas discutidas? 30 MINUTOS
Rodízio das respostas e breve socialização.
9ª atividade:
No coletivo ler
• o fragmento abaixo:
“...mais do que escrever ortograficamente certo, agora se compreende que um bom texto é aquele
que foi adequado às finalidades colocadas para ele, às possibilidades de compreensão do leitor
presumido, às especificidades do gênero em que será organizado, às características do portador em
que será publicado. Como se vê, as capacidades escritoras desejadas – e necessárias – a um escritor
proficiente são outras.
Sabe-se também que a atividade de produção de textos envolve conteúdos que são procedimentos de
escrita, como saber planejar um texto, saber textualizá-lo, propriamente, e saber revisá-lo tanto no
processo de escrita, quanto posteriormente, ao seu término.”1
• As expectativas de produção de texto para o final do 5ºano:
 produzir textos de autoria em parceria ou individualmente (como, por exemplo,
cartas de leitor; indicações literárias; textos expositivos sobre temas estudados em
classe; textos da esfera jornalística dentro de projetos de produção de jornais –
murais ou impressos), utilizando recursos da linguagem escrita e o registro
adequado ao texto (jornalístico, acadêmico-escolar, etc.
 produzir contos de autoria, em parceria ou individualmente, utilizando recursos da
linguagem escrita e do registro literário;
 no processo de reescrita de textos e de produção de textos de autoria: planejar o
que vai escrever considerando o contexto de produção; textualizar, utilizando-se de
rascunhos; reler o que está escrevendo, tanto para controlar a progressão temática
quanto para avançar nos aspectos discursivos e textuais;
 participar de situações de revisão de textos realizadas coletivamente , em parceria
com colegas ou individualmente considerando - em diferentes momentos - as
questões da textualidade (coerência, coesão – incluindo-se a pontuação) , e a
ortografia, depois de finalizada a primeira versão.
Em pequenos grupos responda:
1
O ajuste do texto ao contexto de produção Katia Brakling.
1. Considerando o fragmento do texto, as expectativas para o final do ciclo e o texto dos alunos de 5º
ano é possível concluir que as propostas analisadas na atividade 4 não contribuem para os alunos
construírem conhecimentos sobre a língua e linguagem. Por quê?
Sistematização: Então quais são as boas propostas?
Apreciação de uma boa atividade de produção de texto, Vídeo PIC “ Você sabia que...” 30min

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Planejamento e ação docente 2
Planejamento e ação docente 2Planejamento e ação docente 2
Planejamento e ação docente 2
Joao Balbi
 
Supervisao escolar-o-papel-do-supervisor-escolar
Supervisao escolar-o-papel-do-supervisor-escolarSupervisao escolar-o-papel-do-supervisor-escolar
Supervisao escolar-o-papel-do-supervisor-escolar
francinethmedeiros
 
Gestão de sala de aula
Gestão de sala de aulaGestão de sala de aula
Gestão de sala de aula
formacaodecoordenadores
 
Pauta formativa e observação sala de aula
Pauta formativa e observação sala de aulaPauta formativa e observação sala de aula
Pauta formativa e observação sala de aula
Gelson Rocha
 
Conselho de Classe - Participativo
Conselho de Classe  - ParticipativoConselho de Classe  - Participativo
Conselho de Classe - Participativo
CÉSAR TAVARES
 
Replanejamento 2013.ppt [salvo automaticamente]
Replanejamento  2013.ppt [salvo automaticamente]Replanejamento  2013.ppt [salvo automaticamente]
Replanejamento 2013.ppt [salvo automaticamente]
diretoriabragpta
 
Orientações portfólio
Orientações   portfólioOrientações   portfólio
Orientações portfólio
pactoensinomedioufu
 
Cinco critérios para uma formação eficaz de gestores escolares
Cinco critérios para uma formação eficaz de gestores escolaresCinco critérios para uma formação eficaz de gestores escolares
Cinco critérios para uma formação eficaz de gestores escolares
unieubra
 
Estudos sobre avaliação da aprendizagem
Estudos sobre avaliação da aprendizagemEstudos sobre avaliação da aprendizagem
Estudos sobre avaliação da aprendizagem
Ana Rita S de Souza
 
Cópia de salas de recursos multifuncionais saee blog
Cópia de salas de recursos multifuncionais  saee blogCópia de salas de recursos multifuncionais  saee blog
Cópia de salas de recursos multifuncionais saee blog
Marli Gomes
 
Avaliação no ciclo
Avaliação no cicloAvaliação no ciclo
Avaliação no ciclo
Magda Marques
 
Pauta de formação
Pauta de formaçãoPauta de formação
Pauta de formação
aplima71
 
Organização e gestão da escola
Organização e gestão da escolaOrganização e gestão da escola
Organização e gestão da escola
Ulisses Vakirtzis
 
Relatorio final estágio_não escolar e gestão
Relatorio final estágio_não escolar e gestãoRelatorio final estágio_não escolar e gestão
Relatorio final estágio_não escolar e gestão
mkbariotto
 
Texto projeto justificativa modelo
Texto projeto justificativa modeloTexto projeto justificativa modelo
Texto projeto justificativa modelo
Edna Paula Costa
 
Primeira reunião 2015
Primeira reunião 2015Primeira reunião 2015
Primeira reunião 2015
Géssia Leite Marques
 
Supervisão pedagógica
Supervisão pedagógicaSupervisão pedagógica
Supervisão pedagógica
Inacio Montanha
 
Conselho de classe eficaz
Conselho de classe eficazConselho de classe eficaz
Conselho de classe eficaz
Valdenice Barreto
 
1ª reunião com os coordenadores
1ª reunião com os coordenadores1ª reunião com os coordenadores
1ª reunião com os coordenadores
Rosemary Batista
 
Reflexões para a construção do plano de ação
Reflexões para a construção do plano de açãoReflexões para a construção do plano de ação
Reflexões para a construção do plano de ação
Priscila Puga
 

Mais procurados (20)

Planejamento e ação docente 2
Planejamento e ação docente 2Planejamento e ação docente 2
Planejamento e ação docente 2
 
Supervisao escolar-o-papel-do-supervisor-escolar
Supervisao escolar-o-papel-do-supervisor-escolarSupervisao escolar-o-papel-do-supervisor-escolar
Supervisao escolar-o-papel-do-supervisor-escolar
 
Gestão de sala de aula
Gestão de sala de aulaGestão de sala de aula
Gestão de sala de aula
 
Pauta formativa e observação sala de aula
Pauta formativa e observação sala de aulaPauta formativa e observação sala de aula
Pauta formativa e observação sala de aula
 
Conselho de Classe - Participativo
Conselho de Classe  - ParticipativoConselho de Classe  - Participativo
Conselho de Classe - Participativo
 
Replanejamento 2013.ppt [salvo automaticamente]
Replanejamento  2013.ppt [salvo automaticamente]Replanejamento  2013.ppt [salvo automaticamente]
Replanejamento 2013.ppt [salvo automaticamente]
 
Orientações portfólio
Orientações   portfólioOrientações   portfólio
Orientações portfólio
 
Cinco critérios para uma formação eficaz de gestores escolares
Cinco critérios para uma formação eficaz de gestores escolaresCinco critérios para uma formação eficaz de gestores escolares
Cinco critérios para uma formação eficaz de gestores escolares
 
Estudos sobre avaliação da aprendizagem
Estudos sobre avaliação da aprendizagemEstudos sobre avaliação da aprendizagem
Estudos sobre avaliação da aprendizagem
 
Cópia de salas de recursos multifuncionais saee blog
Cópia de salas de recursos multifuncionais  saee blogCópia de salas de recursos multifuncionais  saee blog
Cópia de salas de recursos multifuncionais saee blog
 
Avaliação no ciclo
Avaliação no cicloAvaliação no ciclo
Avaliação no ciclo
 
Pauta de formação
Pauta de formaçãoPauta de formação
Pauta de formação
 
Organização e gestão da escola
Organização e gestão da escolaOrganização e gestão da escola
Organização e gestão da escola
 
Relatorio final estágio_não escolar e gestão
Relatorio final estágio_não escolar e gestãoRelatorio final estágio_não escolar e gestão
Relatorio final estágio_não escolar e gestão
 
Texto projeto justificativa modelo
Texto projeto justificativa modeloTexto projeto justificativa modelo
Texto projeto justificativa modelo
 
Primeira reunião 2015
Primeira reunião 2015Primeira reunião 2015
Primeira reunião 2015
 
Supervisão pedagógica
Supervisão pedagógicaSupervisão pedagógica
Supervisão pedagógica
 
Conselho de classe eficaz
Conselho de classe eficazConselho de classe eficaz
Conselho de classe eficaz
 
1ª reunião com os coordenadores
1ª reunião com os coordenadores1ª reunião com os coordenadores
1ª reunião com os coordenadores
 
Reflexões para a construção do plano de ação
Reflexões para a construção do plano de açãoReflexões para a construção do plano de ação
Reflexões para a construção do plano de ação
 

Destaque

Sugestão de sondagem para o 1º ano
Sugestão de sondagem para o 1º anoSugestão de sondagem para o 1º ano
Sugestão de sondagem para o 1º ano
Claudia Ortolan Ortolan
 
Folder dia da mulher
Folder dia da mulherFolder dia da mulher
Folder dia da mulher
Claudia Ortolan Ortolan
 
Avaliação diagnóstica 2016
Avaliação diagnóstica 2016Avaliação diagnóstica 2016
Avaliação diagnóstica 2016
Claudia Ortolan Ortolan
 
Projeto didatico teatro de leitores2
Projeto didatico  teatro de leitores2Projeto didatico  teatro de leitores2
Projeto didatico teatro de leitores2
Claudia Ortolan Ortolan
 
Replanejamento 2008
Replanejamento 2008Replanejamento 2008
Replanejamento 2008
Antonouza
 
3 necessidade do replanejamento taciano
3 necessidade do replanejamento taciano3 necessidade do replanejamento taciano
3 necessidade do replanejamento taciano
Andreia Carla Lobo
 
Replanejamento 2016 - Tecnologias x TDAH - Slides
Replanejamento 2016   - Tecnologias x TDAH - SlidesReplanejamento 2016   - Tecnologias x TDAH - Slides
Replanejamento 2016 - Tecnologias x TDAH - Slides
gepoteriko
 
Avaliação diagnóstica matematica 2016
Avaliação diagnóstica matematica 2016Avaliação diagnóstica matematica 2016
Avaliação diagnóstica matematica 2016
Nilda Silva
 
Planejamento Educacional
Planejamento EducacionalPlanejamento Educacional
Planejamento Educacional
Simone Lucas
 
Slides sobre planejamento
Slides sobre planejamentoSlides sobre planejamento
Slides sobre planejamento
familiaestagio
 

Destaque (10)

Sugestão de sondagem para o 1º ano
Sugestão de sondagem para o 1º anoSugestão de sondagem para o 1º ano
Sugestão de sondagem para o 1º ano
 
Folder dia da mulher
Folder dia da mulherFolder dia da mulher
Folder dia da mulher
 
Avaliação diagnóstica 2016
Avaliação diagnóstica 2016Avaliação diagnóstica 2016
Avaliação diagnóstica 2016
 
Projeto didatico teatro de leitores2
Projeto didatico  teatro de leitores2Projeto didatico  teatro de leitores2
Projeto didatico teatro de leitores2
 
Replanejamento 2008
Replanejamento 2008Replanejamento 2008
Replanejamento 2008
 
3 necessidade do replanejamento taciano
3 necessidade do replanejamento taciano3 necessidade do replanejamento taciano
3 necessidade do replanejamento taciano
 
Replanejamento 2016 - Tecnologias x TDAH - Slides
Replanejamento 2016   - Tecnologias x TDAH - SlidesReplanejamento 2016   - Tecnologias x TDAH - Slides
Replanejamento 2016 - Tecnologias x TDAH - Slides
 
Avaliação diagnóstica matematica 2016
Avaliação diagnóstica matematica 2016Avaliação diagnóstica matematica 2016
Avaliação diagnóstica matematica 2016
 
Planejamento Educacional
Planejamento EducacionalPlanejamento Educacional
Planejamento Educacional
 
Slides sobre planejamento
Slides sobre planejamentoSlides sobre planejamento
Slides sobre planejamento
 

Semelhante a Replanejamento 2016

Pauta formativa pnaic 7º encontro
Pauta formativa pnaic   7º encontroPauta formativa pnaic   7º encontro
Pauta formativa pnaic 7º encontro
taboao
 
Situações didáticas de escrita, leitura e comunicação.pptx
Situações didáticas de escrita, leitura e comunicação.pptxSituações didáticas de escrita, leitura e comunicação.pptx
Situações didáticas de escrita, leitura e comunicação.pptx
AcssiaSampaioFahning
 
Unidade 2 - ano 2 - Planejamento
Unidade 2 - ano 2 - PlanejamentoUnidade 2 - ano 2 - Planejamento
Unidade 2 - ano 2 - Planejamento
Bete Feliciano
 
Anexo 1 sequência didática pipoqueiro santa marta
Anexo 1  sequência didática pipoqueiro santa martaAnexo 1  sequência didática pipoqueiro santa marta
Anexo 1 sequência didática pipoqueiro santa marta
Mariana Correia
 
Projeto Gestar Ii 2007
Projeto Gestar Ii 2007Projeto Gestar Ii 2007
Projeto Gestar Ii 2007
guestd51b12
 
Apresentação projeto viajando pela leitura.
Apresentação  projeto viajando pela leitura.Apresentação  projeto viajando pela leitura.
Apresentação projeto viajando pela leitura.
blogjl
 
6 lerner, delia. ler e escrever na escola
6 lerner, delia. ler e escrever na escola6 lerner, delia. ler e escrever na escola
6 lerner, delia. ler e escrever na escola
ProfRubens1
 
Vamos Aprender Língua Portuguesa 5° ano.
Vamos Aprender Língua Portuguesa 5° ano.Vamos Aprender Língua Portuguesa 5° ano.
Vamos Aprender Língua Portuguesa 5° ano.
Ceununes2
 
Exercicio 2
Exercicio 2Exercicio 2
Exercicio 2
Andreia Gaspar
 
291167.pptxttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttt
291167.pptxttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttt291167.pptxttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttt
291167.pptxttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttt
Superclaudinei
 
PNAIC - Ano 2 unidade 2
PNAIC - Ano 2   unidade 2PNAIC - Ano 2   unidade 2
PNAIC - Ano 2 unidade 2
ElieneDias
 
Plano anual primeiro_ano
Plano anual primeiro_anoPlano anual primeiro_ano
Plano anual primeiro_ano
Claudia Ortolan Ortolan
 
Plano anual primeiro_ano
Plano anual primeiro_anoPlano anual primeiro_ano
Plano anual primeiro_ano
Claudia Ortolan Ortolan
 
Projeto Carta do Leitor
Projeto Carta do LeitorProjeto Carta do Leitor
Projeto Carta do Leitor
Ana Luiza Lima
 
Caderno de orientações didáticas língua inglesa
Caderno de orientações didáticas   língua inglesaCaderno de orientações didáticas   língua inglesa
Caderno de orientações didáticas língua inglesa
pedagogiaaoaopedaletra.com Mendonca
 
Competencia leitora e escritora ingles
Competencia leitora e escritora   inglesCompetencia leitora e escritora   ingles
Competencia leitora e escritora ingles
Ubirajara Targino
 
Escrita
EscritaEscrita
Lingua Portuguesa Pcop Ana Luisa
Lingua Portuguesa Pcop Ana LuisaLingua Portuguesa Pcop Ana Luisa
Lingua Portuguesa Pcop Ana Luisa
DIRETORIA DE ENSINO - REGIÃO DE ITU
 
1363970315927(1)
1363970315927(1)1363970315927(1)
1363970315927(1)
Rodrigo Ggomes
 
Plano de ação 2ª unidade
Plano de ação 2ª unidade Plano de ação 2ª unidade
Plano de ação 2ª unidade
Ítalo Bruno Dourado
 

Semelhante a Replanejamento 2016 (20)

Pauta formativa pnaic 7º encontro
Pauta formativa pnaic   7º encontroPauta formativa pnaic   7º encontro
Pauta formativa pnaic 7º encontro
 
Situações didáticas de escrita, leitura e comunicação.pptx
Situações didáticas de escrita, leitura e comunicação.pptxSituações didáticas de escrita, leitura e comunicação.pptx
Situações didáticas de escrita, leitura e comunicação.pptx
 
Unidade 2 - ano 2 - Planejamento
Unidade 2 - ano 2 - PlanejamentoUnidade 2 - ano 2 - Planejamento
Unidade 2 - ano 2 - Planejamento
 
Anexo 1 sequência didática pipoqueiro santa marta
Anexo 1  sequência didática pipoqueiro santa martaAnexo 1  sequência didática pipoqueiro santa marta
Anexo 1 sequência didática pipoqueiro santa marta
 
Projeto Gestar Ii 2007
Projeto Gestar Ii 2007Projeto Gestar Ii 2007
Projeto Gestar Ii 2007
 
Apresentação projeto viajando pela leitura.
Apresentação  projeto viajando pela leitura.Apresentação  projeto viajando pela leitura.
Apresentação projeto viajando pela leitura.
 
6 lerner, delia. ler e escrever na escola
6 lerner, delia. ler e escrever na escola6 lerner, delia. ler e escrever na escola
6 lerner, delia. ler e escrever na escola
 
Vamos Aprender Língua Portuguesa 5° ano.
Vamos Aprender Língua Portuguesa 5° ano.Vamos Aprender Língua Portuguesa 5° ano.
Vamos Aprender Língua Portuguesa 5° ano.
 
Exercicio 2
Exercicio 2Exercicio 2
Exercicio 2
 
291167.pptxttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttt
291167.pptxttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttt291167.pptxttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttt
291167.pptxttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttt
 
PNAIC - Ano 2 unidade 2
PNAIC - Ano 2   unidade 2PNAIC - Ano 2   unidade 2
PNAIC - Ano 2 unidade 2
 
Plano anual primeiro_ano
Plano anual primeiro_anoPlano anual primeiro_ano
Plano anual primeiro_ano
 
Plano anual primeiro_ano
Plano anual primeiro_anoPlano anual primeiro_ano
Plano anual primeiro_ano
 
Projeto Carta do Leitor
Projeto Carta do LeitorProjeto Carta do Leitor
Projeto Carta do Leitor
 
Caderno de orientações didáticas língua inglesa
Caderno de orientações didáticas   língua inglesaCaderno de orientações didáticas   língua inglesa
Caderno de orientações didáticas língua inglesa
 
Competencia leitora e escritora ingles
Competencia leitora e escritora   inglesCompetencia leitora e escritora   ingles
Competencia leitora e escritora ingles
 
Escrita
EscritaEscrita
Escrita
 
Lingua Portuguesa Pcop Ana Luisa
Lingua Portuguesa Pcop Ana LuisaLingua Portuguesa Pcop Ana Luisa
Lingua Portuguesa Pcop Ana Luisa
 
1363970315927(1)
1363970315927(1)1363970315927(1)
1363970315927(1)
 
Plano de ação 2ª unidade
Plano de ação 2ª unidade Plano de ação 2ª unidade
Plano de ação 2ª unidade
 

Mais de Claudia Ortolan Ortolan

PPT Planejamento 2018
PPT  Planejamento 2018PPT  Planejamento 2018
PPT Planejamento 2018
Claudia Ortolan Ortolan
 
Apresentação para ct peti plano
Apresentação para ct peti planoApresentação para ct peti plano
Apresentação para ct peti plano
Claudia Ortolan Ortolan
 
Rotina semanal 21 08 (1)
Rotina semanal 21 08 (1)Rotina semanal 21 08 (1)
Rotina semanal 21 08 (1)
Claudia Ortolan Ortolan
 
Rotina semanal 1º ano 14 a 18 de agosto de 2017
Rotina semanal  1º ano   14 a 18 de agosto de 2017Rotina semanal  1º ano   14 a 18 de agosto de 2017
Rotina semanal 1º ano 14 a 18 de agosto de 2017
Claudia Ortolan Ortolan
 
Folder dia da mulher
Folder dia da mulherFolder dia da mulher
Folder dia da mulher
Claudia Ortolan Ortolan
 
Rotina como aliada
Rotina como aliadaRotina como aliada
Rotina como aliada
Claudia Ortolan Ortolan
 
Março 4 ano
Março 4 anoMarço 4 ano
Março 3 ano
Março 3 anoMarço 3 ano
Março 2 ano
Março 2 anoMarço 2 ano
Março 1 ano
Março 1 anoMarço 1 ano
Março 5 ano
Março 5 anoMarço 5 ano
Planilha tabulação produção_textual_5ºano_escola_2014
Planilha tabulação produção_textual_5ºano_escola_2014 Planilha tabulação produção_textual_5ºano_escola_2014
Planilha tabulação produção_textual_5ºano_escola_2014
Claudia Ortolan Ortolan
 
Planillhas de dados avaliação em processo - abril 2014
Planillhas de dados avaliação em processo - abril 2014Planillhas de dados avaliação em processo - abril 2014
Planillhas de dados avaliação em processo - abril 2014
Claudia Ortolan Ortolan
 
Planilha tabulação 3ºano_escola_2014[1]
Planilha tabulação 3ºano_escola_2014[1]Planilha tabulação 3ºano_escola_2014[1]
Planilha tabulação 3ºano_escola_2014[1]
Claudia Ortolan Ortolan
 
Planilha tabulação 2ºano_escola_2014
Planilha tabulação 2ºano_escola_2014Planilha tabulação 2ºano_escola_2014
Planilha tabulação 2ºano_escola_2014
Claudia Ortolan Ortolan
 
Planilha tabulação 4ºano_escola_2014
Planilha tabulação 4ºano_escola_2014Planilha tabulação 4ºano_escola_2014
Planilha tabulação 4ºano_escola_2014
Claudia Ortolan Ortolan
 
Alguns conceitos sobre a cópia
Alguns conceitos sobre a cópiaAlguns conceitos sobre a cópia
Alguns conceitos sobre a cópia
Claudia Ortolan Ortolan
 
Sobre as atividades permanentes de alfabetiza%c3%a7%c3%a3o[1]
Sobre as atividades permanentes de alfabetiza%c3%a7%c3%a3o[1]Sobre as atividades permanentes de alfabetiza%c3%a7%c3%a3o[1]
Sobre as atividades permanentes de alfabetiza%c3%a7%c3%a3o[1]
Claudia Ortolan Ortolan
 
Matemática ciclo i
Matemática   ciclo iMatemática   ciclo i
Matemática ciclo i
Claudia Ortolan Ortolan
 

Mais de Claudia Ortolan Ortolan (20)

PPT Planejamento 2018
PPT  Planejamento 2018PPT  Planejamento 2018
PPT Planejamento 2018
 
Apresentação para ct peti plano
Apresentação para ct peti planoApresentação para ct peti plano
Apresentação para ct peti plano
 
Rotina semanal 21 08 (1)
Rotina semanal 21 08 (1)Rotina semanal 21 08 (1)
Rotina semanal 21 08 (1)
 
Rotina semanal 1º ano 14 a 18 de agosto de 2017
Rotina semanal  1º ano   14 a 18 de agosto de 2017Rotina semanal  1º ano   14 a 18 de agosto de 2017
Rotina semanal 1º ano 14 a 18 de agosto de 2017
 
Folder dia da mulher
Folder dia da mulherFolder dia da mulher
Folder dia da mulher
 
Rotina como aliada
Rotina como aliadaRotina como aliada
Rotina como aliada
 
Março 4 ano
Março 4 anoMarço 4 ano
Março 4 ano
 
Março 3 ano
Março 3 anoMarço 3 ano
Março 3 ano
 
Março 2 ano
Março 2 anoMarço 2 ano
Março 2 ano
 
Março 1 ano
Março 1 anoMarço 1 ano
Março 1 ano
 
Março 5 ano
Março 5 anoMarço 5 ano
Março 5 ano
 
Planilha tabulação produção_textual_5ºano_escola_2014
Planilha tabulação produção_textual_5ºano_escola_2014 Planilha tabulação produção_textual_5ºano_escola_2014
Planilha tabulação produção_textual_5ºano_escola_2014
 
Planillhas de dados avaliação em processo - abril 2014
Planillhas de dados avaliação em processo - abril 2014Planillhas de dados avaliação em processo - abril 2014
Planillhas de dados avaliação em processo - abril 2014
 
Planilha tabulação 3ºano_escola_2014[1]
Planilha tabulação 3ºano_escola_2014[1]Planilha tabulação 3ºano_escola_2014[1]
Planilha tabulação 3ºano_escola_2014[1]
 
Planilha tabulação 2ºano_escola_2014
Planilha tabulação 2ºano_escola_2014Planilha tabulação 2ºano_escola_2014
Planilha tabulação 2ºano_escola_2014
 
Planilha tabulação 4ºano_escola_2014
Planilha tabulação 4ºano_escola_2014Planilha tabulação 4ºano_escola_2014
Planilha tabulação 4ºano_escola_2014
 
Alguns conceitos sobre a cópia
Alguns conceitos sobre a cópiaAlguns conceitos sobre a cópia
Alguns conceitos sobre a cópia
 
Sobre as atividades permanentes de alfabetiza%c3%a7%c3%a3o[1]
Sobre as atividades permanentes de alfabetiza%c3%a7%c3%a3o[1]Sobre as atividades permanentes de alfabetiza%c3%a7%c3%a3o[1]
Sobre as atividades permanentes de alfabetiza%c3%a7%c3%a3o[1]
 
Matemática ciclo i
Matemática   ciclo iMatemática   ciclo i
Matemática ciclo i
 
Boletim saresp 5 ano 2013
Boletim saresp 5 ano 2013Boletim saresp 5 ano 2013
Boletim saresp 5 ano 2013
 

Último

Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 

Último (20)

Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 

Replanejamento 2016

  • 1. REPLANEJAMENTO - 2016 1º DIA “O primeiro aspecto que deve ser analisado é o abismo que separa a prática escolar da prática social da leitura e da escrita. (...) Na sala de aula, espera-se que as crianças produzam textos num só tempo muito breve e escrevam diretamente a versão final, enquanto que fora dela produzir um texto é um longo processo que requer muitos rascunhos e reiteradas revisões. Ler é uma tarefa orientada por propósitos na nossa vida social. No âmbito escolar, se lê somente para aprender a ler e se escreve somente para aprender a escrever...” Délia Lerner Objetivos: • Refletir sobre o trabalho pedagógico desenvolvido no primeiro semestre letivo de 2016; • Localizar os alunos abaixo das expectativas de aprendizagem • Levantar junto à equipe os pontos positivos e os pontos vulneráveis que facilitaram e/ ou dificultaram a execução das ações no primeiro semestre; • Retomar nossas metas curtas na competência leitora e escritora; • Refletir sobre nossos índices nos mapas de classe e as AAPs ; • Planejar ações de recuperação contínua para os alunos não alfabéticos, definindo cronograma de projetos específicos. ATPC • Analisar atividades de produção escrita, quanto às finalidades de ensino da prática de produção de texto e o processo de aprendizagem do aluno; • Refletir sobre o papel do contexto de produção de textos na atividade de produção, proposta ao aluno • Ler para estudar as expectativas de aprendizagem de Língua Portuguesa (produção de texto) dos anos iniciais do Ensino Fundamental ATPC • Sociallizar o Projeto da Maleta de Leitura “ A leitura é uma viagem...” ATPC Conteúdos • Metas Curtas para o 2º bimestre • Mapa da Classe e AAPs • Projeto de Leitura : “ A leitura é uma viagem...” • Prática de produção de texto: contexto de produção • Papel do professor na organização das propostas de produção de texto para os alunos SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO DE CAMPINAS OESTE E E PROFª ROSINA FRAZATTO DOS SANTOS - CÓD. CIE: 911744 – UA 80467 RUA JOSE COELHO FERRAZ – S/N – SATÉLITE IRIS I – CAMPINAS/SP CEP 13059-662 - TEL./FAX 0 (XX} 19- 3269-0243
  • 2. • Expectativas de aprendizagem de produção de texto • Projetos de recuperação contínua em produção de texto Desenvolvimento: 1ª atividade: VÍDEO DE RETROSPECTIVA 1º SEMESTRE 2ª atividade: : Coletivo Análisar os resultados das AAPs e Mapa da classe, refletindo sobre os nossos índices quanto aos aspectos positivos e dificultadores. Retomar as metas curtas em Língua Portuguesa do 2º bimestre. 40 minutos 3ª Encaminhamento individual: Imagine o primeiro dia de aula após o recesso de julho, qual atividade de produção de texto você planejaria ? Socialização: 15 minutos 4ª atividade: Leitura inicial: 10 minutos Análise de propostas e textos que circulam nas escolas Encaminhamento: Coletivo Analise a consigna e a produção do aluno (anexo) considerando: 1. A orientação dada 2. As informações oferecidas 3. E a produção do aluno Socialização Sistematização: O que essas consignas tem em comum? E as produções dos alunos? O que os alunos podem aprender com essas propostas analisadas em relação a língua e linguagem? 6ª atividade: Leitura do texto Produção de texto: A concepções de Linguagem alteram o que e como ensinar... 10 minutos 7ª atividades: Apreciação e análise de um trecho da VC ( videoconferência ) Ensinar a produzir textos. ( 40 min ) “Escrever um texto sobre sustentabilidade”. De que maneira a professora que elaborou essa consigna acredita que os alunos aprendem a produzir textos? PARA REFLETIR... a- Quais foram os aspectos considerados pela aluna para ajustar seu texto? b- Que papel teve a mediação da mãe para que a aluna considerasse esses ajustes realizados? c- Quais foram os conhecimentos mobilizados pela aluna ao escrever?
  • 3. d- Com que grau de autonomia realizou essa atividade? VOLTANDO PARA A ATIVIDADES 4 VEJAMOS A EXPLANAÇÃO NA VC SOBRE ESSAS PRODUÇÕES. 40 MINUTOS 8ª atividade: Análise das expectativas de aprendizagem referente à produção de textos. Em pequenos grupos Analisar o quadro de expectativas de aprendizagem referente à produção de texto, cada grupo deverá apresentar a maneira como a progressão se dará por conteúdo. Discutir e responder por escrito: a. De que maneira os conteúdos se articulam nos diferentes anos de escolaridade? b. De que forma a concepção de aprendizagem e o modelo de ensino de produção de textos no Programa Ler e Escrever se expressam nestas expectativas discutidas? 30 MINUTOS Rodízio das respostas e breve socialização. 9ª atividade: No coletivo ler • o fragmento abaixo: “...mais do que escrever ortograficamente certo, agora se compreende que um bom texto é aquele que foi adequado às finalidades colocadas para ele, às possibilidades de compreensão do leitor presumido, às especificidades do gênero em que será organizado, às características do portador em que será publicado. Como se vê, as capacidades escritoras desejadas – e necessárias – a um escritor proficiente são outras. Sabe-se também que a atividade de produção de textos envolve conteúdos que são procedimentos de escrita, como saber planejar um texto, saber textualizá-lo, propriamente, e saber revisá-lo tanto no processo de escrita, quanto posteriormente, ao seu término.”1 • As expectativas de produção de texto para o final do 5ºano:  produzir textos de autoria em parceria ou individualmente (como, por exemplo, cartas de leitor; indicações literárias; textos expositivos sobre temas estudados em classe; textos da esfera jornalística dentro de projetos de produção de jornais – murais ou impressos), utilizando recursos da linguagem escrita e o registro adequado ao texto (jornalístico, acadêmico-escolar, etc.  produzir contos de autoria, em parceria ou individualmente, utilizando recursos da linguagem escrita e do registro literário;  no processo de reescrita de textos e de produção de textos de autoria: planejar o que vai escrever considerando o contexto de produção; textualizar, utilizando-se de rascunhos; reler o que está escrevendo, tanto para controlar a progressão temática quanto para avançar nos aspectos discursivos e textuais;  participar de situações de revisão de textos realizadas coletivamente , em parceria com colegas ou individualmente considerando - em diferentes momentos - as questões da textualidade (coerência, coesão – incluindo-se a pontuação) , e a ortografia, depois de finalizada a primeira versão. Em pequenos grupos responda: 1 O ajuste do texto ao contexto de produção Katia Brakling.
  • 4. 1. Considerando o fragmento do texto, as expectativas para o final do ciclo e o texto dos alunos de 5º ano é possível concluir que as propostas analisadas na atividade 4 não contribuem para os alunos construírem conhecimentos sobre a língua e linguagem. Por quê? Sistematização: Então quais são as boas propostas? Apreciação de uma boa atividade de produção de texto, Vídeo PIC “ Você sabia que...” 30min