SlideShare uma empresa Scribd logo
PLANO DE ENSINO – ANO 2020
COMPONENTE CURRICULAR:
PROFESSOR:
ANO/ETAPA: 2020 TURMA: 4º ANO
COMPETÊNCIAS ESPECIFICAS
1- Reconhecer que a Matemática é uma ciência humana, fruto das necessidades e preocupações de diferentes culturas, em diferentes momentos históricos, e é uma ciência
viva, que contribui para solucionar problemas científicos e tecnológicos e para alicerçar descobertas e construções, inclusive com impactos no mundo do trabalho.
2- Desenvolver o raciocínio lógico, o espírito de investigação e a capacidade de produzir argumentos convincentes, recorrendo aos conhecimentos matemáticos para
compreender e atuar no mundo.
3. Compreender as relações entre conceitos e procedimentos dos diferentes campos da Matemática (Aritmética, Álgebra, Geometria, Estatística e Probabilidade) e de outras
áreas do conhecimento, sentindo segurança quanto à própria capacidade de construir e aplicar conhecimentos matemáticos, desenvolvendo a autoestima e a perseverança na
busca de soluções.
4. Fazer observações sistemáticas de aspectos quantitativos e qualitativos presentes nas práticas sociais e culturais, de modo a investigar, organizar, representar e comunicar
informações relevantes, para interpretá-las e avaliá-las crítica e eticamente, produzindo argumentos convincentes.
5. Utilizar processos e ferramentas matemáticas, inclusive tecnologias digitais disponíveis, para modelar e resolver problemas cotidianos, sociais e de outras áreas de
conhecimento, validando estratégias e resultados.
6. Enfrentar situações-problema em múltiplos contextos, incluindo-se situações imaginadas, não diretamente relacionadas com o aspecto prático-utilitário, expressar suas
respostas e sintetizar conclusões, utilizando diferentes registros e linguagens (gráficos, tabelas, esquemas, além de texto escrito na língua materna e outras linguagens para
descrever algoritmos, como fluxogramas, e dados).
7. Desenvolver e/ou discutir projetos que abordem, sobretudo, questões de urgência social, com base em princípios éticos, democráticos, sustentáveis e solidários,
valorizando a diversidade de opiniões de indivíduos e de grupos sociais, sem preconceitos de qualquer natureza.
8. Interagir com seus pares de forma cooperativa, trabalhando coletivamente no planejamento e desenvolvimento de pesquisas para responder a questionamentos e na busca
de soluções para problemas, de modo a identificar aspectos consensuais ou não na discussão de uma determinada questão, respeitando o modo de pensar dos colegas e
aprendendo com eles.
COMPETENCIAS GERAIS
1. Valorizar e utilizar os conhecimentos historicamente construídos sobre o mundo físico, social, cultural e digital para entender e explicar a realidade. Portanto, continuar
aprendendo e colaborar para a construção de uma sociedade justa, democrática e inclusiva.
2. Exercitar a curiosidade intelectual e recorrer à abordagem própria das ciências, incluindo a investigação, a reflexão, a análise crítica, a imaginação e a criatividade, para
investigar causas, elaborar e testar hipóteses, formular e resolver problemas e criar soluções (inclusive tecnológicas) com base nos conhecimentos das diferentes áreas.
3. Valorizar e fruir as diversas manifestações artísticas e culturais, das locais às mundiais, e também participar de práticas diversificadas da produção artístico-cultural.
4. Utilizar diferentes linguagens – verbal (oral ou visual-motora, como Libras, e escrita), corporal, visual, sonora e digital –, bem como conhecimentos das linguagens
artística, matemática e científica, para se expressar e partilhar informações, experiências, ideias e sentimentos em diferentes contextos e produzir sentidos que levem ao
entendimento mútuo.
5. Compreender, utilizar e criar tecnologias digitais de informação e comunicação de forma crítica, significativa, reflexiva e ética nas diversas práticas sociais (incluindo as
escolares) para se comunicar, acessar e disseminar informações, produzir conhecimentos, resolver problemas e exercer protagonismo e autoria na vida pessoal e coletiva.
6. Valorizar a diversidade de saberes e vivências culturais e apropriar-se de conhecimentos e experiências que lhe possibilitem entender as relações próprias do mundo do
trabalho. Ao mesmo tempo, fazer escolhas alinhadas ao exercício da cidadania e ao seu projeto de vida, com liberdade, autonomia, consciência crítica e responsabilidade.
7. Argumentar com base em fatos, dados e informações confiáveis, para formular, negociar e defender ideias, pontos de vista e decisões comuns que respeitem e promovam
os direitos humanos. Bem como a consciência socioambiental e o consumo responsável em âmbito local, regional e global. Assim como o posicionamento ético em relação
ao cuidado de si mesmo, dos outros e do planeta.
8. Conhecer-se, apreciar-se e cuidar de sua saúde física e emocional, compreendendo-se na diversidade humana e reconhecendo suas emoções e as dos outros, com
autocrítica e capacidade para lidar com elas.
9. Exercitar a empatia, o diálogo, a resolução de conflitos e a cooperação, fazendo-se respeitar e promovendo o respeito ao outro e aos direitos humanos, com acolhimento
e valorização da diversidade de indivíduos e de grupos sociais, seus saberes, identidades, culturas e potencialidades, sem preconceitos de qualquer natureza.
10. Agir pessoal e coletivamente com autonomia, responsabilidade, flexibilidade, resiliência e determinação, tomando decisões com base em princípios éticos,
democráticos, inclusivos, sustentáveis e solidários
ÁREA DA LINGUAGEM: LÍNGUA PORTUGUESA
1º BIMESTRE
UNIDADE
TEMÁTICA
HABILIDADES OBJETO DO
CONHECIMENTO
ORIENTAÇÕES
METODOLÓGICAS
RECURSOS
IDÁTICOS
INSTRUMENTOS
DE AVALIAÇÃO
Práticas de
Linguagens
ORALIDADE
(EF05LP02) Opinar, em discussões e
debates em sala de aula, sobre questões
emergentes no cotidiano escolar ou sobre
informações lidas, argumentando em de-
fesa de sua posição.
(EF04LP04) Respeitar, em situações in-
formais e formais, as características dos
turnos da conversação (alternância de
participantes), considerando o contexto e
as características dointerlocutores (status
profissional, idade etc.).
Unidade I Leitura
de Fábulas: prosae
versos
Leitura 1: A cigar-
ra e as formigas,
esopo..
Leitura 2: A cigar-
ra e a formiga, fá-
bula revisada. Ci-
neas Santos.
Unidade II leitura
Diário pessoal:
Leitura 1: Diário
da Julieta, Ziraldo.
Leitura 2: Diário
de um banana, Jeff
Kinney.
Roda de conversa sobre poesia
e a importância da leitura e da
escrita para a comunicação.
Estímulo os alunos para que
deem exemplos ou falem de
situações que envolvam aquisi-
ção de conhecimentos no pas-
sado e como esse processo
ocorre na atualidade.
Destacar a importância e o
respeito ao ato de falar e a al-
ternância dos participantes.
Leitura inicial de texto, como
leitor modelo, para que os alu-
nos observem o ritmo, a ento-
nação e a expressividade que
pode ser dada na leitura.
Motivar os alunos a ler em voz
alta para mostrar adequações e
possibilidades de aprimora-
mento.
Visitas à biblioteca ou sala de
leitura ou cantinho de leitura da
sala, motivando a leitura do
texto literário como uma forma
de conhecimento de cultura e
expressão de identidade.
Cartolina.
Confecção
de cartaz;
Livros para
leitura.
Exercício;
Caderno;
Livro didá-
tico;
Atividades
impressas;
Revistas;
Jornais;
Processo de avaliação
para todos os bimestres
com base na Portaria Nº
4563/2015, Art. 5º,
Das avaliações escritas,
diagnóstica; avaliação
parcial e bimestral,
previstas no calendário
escolar, com a partici-
pação em todas as ati-
vidades propostas em
sala de aula e ativida-
des extra sala e pontua-
lidade na entrega das
atividades.
Observar a participação
dos alunos durante as
atividades orais e seu
desenvolvimento.
Acompanhar a realiza-
ção das atividades o-
rais, observando o grau
de dificuldade de cada
aluno.
LEITURA
(EF04LP08) Localizar e comparar infor-
mações explícitas em textos.
(EF35LP05) Ler textos de diferentes ex-
tensões, silenciosamente e em voz alta,
com crescente autonomia e fluência (pa-
drão rítmico adequado e precisão), de
modo a possibilitar a compreensão.
(EF35LP13) Reconhecer o texto literário
como expressão de identidades e culturas.
(EF35LP15) Valorizar a literatura, em sua
diversidade cultural, como patrimô- nio
artístico da humanidade.
Linguagens e Cons-
trução
ESCRITA
(EF04LP21) Utilizar, ao produzir o texto,
conhecimentos linguísticos e gramaticais:
convenções de escrita de diálogos (dis-
curso direto), pontuação (ponto final,
ponto de exclamação e interrogação, dois-
pontos, ponto de vírgulas em enu-
merações) e regras ortográficas.
(EF35LP09) Organizar o texto em unida-
des de sentido, dividindo-o em parágrafos
segundo as normas gráficas e de acordo
com as características do gênero textual.
(EF35LP10) Reler e revisar o texto pro-
duzido com a ajuda do professor e a co-
laboração dos colegas, para corrigi-lo e
aprimorá-lo, fazendo cortes, acréscimos,
reformulações, correções de ortografia e
pontuação.
Interpretação de
texto
Compreensão do
texto
Escrita de versos e
estrofes
Produção de texto
Parágrafo
Sinais de pontua-
ção
Classificação das
sílabas
Auxiliar os alunos no uso cor-
reto da ortografia em sua con-
cordância e pontuação de tex-
tos.
Auxiliar e orientar os alunos na
construção e na estética. Com-
partilhar os textos em roda.
Produção de textos, direcio-
nando os alunos durante as
construções a organizar os pa-
rágrafos de acordo com o gêne-
ro trabalhado.
Trabalhar com tirinhas de pa-
pel, nas quais serão escritas
frase por frase para que os alu-
nos visualizem e organizem o
texto em uma sequência lógica.
Observar se os alunos
escrevem corretamente
as palavras, verificar as
dificuldades durante a
escrita e registrá-las.
Observar se os alunos
identificam os sinais de
pontuação e se fazem
uso deles na leitura e na
escrita.
Perceber se os alunos
compreendem outros
significados das pala-
vras dentro de um con-
texto trabalhado, loca-
lizando-as no dicioná-
rio.
Língua: Uso e
Reflexões
CONHECIMENTOS
LINGUÍSTICOS E
GRAMATICAIS
(EF04LP27) Identificar a função na leitu-
ra e usar, adequadamente, na escrita pon-
to final, de interrogação, de exclamação,
dois-pontos e travessão em diálogos (dis-
curso direto), vírgula em enumerações e
em separação de vocativo e de aposto.
(EF04LP28) Localizar palavras no dicio-
nário para esclarecer significados, reco-
nhecendo o significado mais plausível
para o contexto que deu origem à consul-
ta.
Gramática:
Sinais de pontua-
ção
Classificação das
sílabas
Fonemas
Vocativo
Aposto
Dicionário
Ortografia:
Uso de letras mai-
úsculas e minúscu-
las.
Orientação nos processos de
escrita e reconhecimento dos
sinais de pontuação quanto a
sua função e utilização.
Comparar as classe da palavra,
significado, número de sílabas,
exemplo de uso em frase, síla-
ba tônica da palavra.
Motivar a curiosidade dos alu-
nos para pesquisar palavras no
dicionário, experimentando
novos significados.
Exercício;
Caderno;
Livro;
Atividades
impressas;
Livros;
Revistas;
Jornais;
Observar se os alunos:
escrevem corretamente
as palavras, têm difi-
culdade durante a escri-
ta.
Se identificam os sinais
de pontuação e se fa-
zem uso deles na leitura
e na escrita.
Percebem e compreen-
dem outros significados
das palavras dentro de
um contexto.
ÁREA DA LINGUAGEM: LÍNGUA PORTUGUESA
2° BIMESTRE
UNIDADE
TEMÁTICA
HABILIDADES OBJETO DO
CONHECIMENTO
ORIENTAÇÕES
METODOLÓGICAS
RECURSOS
IDÁTICOS
INSTRUMENTOS
DE AVALIAÇÃO
Práticas de
Linguagens
ORALIDADE
(EF04LP01) Participar das interações
orais em sala de aula, com liberdade, de-
senvoltura e respeito para resolver confli-
tos e criar soluções.
(EF35LP04) Respeitar a variação linguís-
tica como característica de uso da língua
dos diferentes grupos sociais, rejeitando
preconceitos linguísticos.
Unidade III – Re-
portagem
Leitura1: Reporta-
gem
Capa de Jornal
Práticas de Orali-
dade.
Unidade IV –
Carta
Leitura 2: Carta
Sr. Lobo, Janet e
Allan Ahlbeg.
Leitura 3: Cara Srª
Leroy, Mark Tea-
gue.
Práticas de orali-
dade
Outras linguagens
Mediação das leituras dos tex-
tos do livro, estimulando os
conhecimentos prévios dos
alunos sobre os assuntos abor-
dados.
Promoção de conversas com os
alunos sobre o que entenderam
dos textos lidos, explorando
imagens, informações e o sig-
nificado das palavras.
“Roda de conversa” e discus-
são com o grupo sobre as vari-
ações da nossa língua.
Jornais.
Noticias em
revistas e
televisão;
Pesquisas na
internet;
Livro didá-
ticos e para-
didáticos.
Processo de avaliação
para todos os bimestres
com base na Portaria Nº
4563/2015, Art. 5º.
Observar se os alunos
participam de ativida-
des de apresentação
oral, expressando-se
com autonomia e de-
senvoltura.
(EF04LP08) Localizar e comparar infor-
mações explícitas em textos.
LEITURA (EF04LP09) Buscar e selecionar infor-
mações sobre temas de interesse pessoal
ou escolar em textos que circulam em
meios digitais ou impressos.
(EF04LP14) Diferenciar fatos de opiniões
em textos informativos, reportagens e
notícias.
LINGUAGEM
E
CONSTRUÇÃO
(EF04LP21) Utilizar, ao produzir o texto,
conhecimentos linguísticos e gramaticais
observando diálogos (discurso direto),
pontuação (ponto final, ponto de excla-
mação, ponto de interrogação, dois-
pontos, vírgulas em enumerações), regras
ortográficas.
Interpretação de
texto
Compreensão do
texto
Análise dos textos trabalhados,
diferenciando reportagem (ba-
seada em fatos, relatos e opini-
ões.
Produções de texto, observan-
do o uso correto da ortografia,
concordância e pontuação.
Observar se nas suas
construções, os alunos
respeitam parágrafos.
Averiguar se os alunos
fazem as correções ne-
cessárias e sugeridas nos
textos.
ESCRITA
(EF35LP08) Buscar, em meios
impressos ou digitais, informações neces-
sárias à produção do texto.
(EF35LP09) Organizar o texto em unida-
des de sentido, dividindo-o em parágrafos
segundo as normas gráficas e com carac-
terísticas do gênero textual.
Construção de tex-
tos
Escrita de Cartas
Entrevistas
Cartas e Vídeo sobre “Pombos-
correio – encontrado na inter-
net.
Promoção de momentos de
pesquisas impressas ou digi-
tais, agregando informações nas
produções textuais.
Verificar se os alunos
fazem as alterações
propostas na revisão,
incorporando-as corre-
tamente aos textos pro-
duzidos.
LÍNGUA: USO E
REFLEXÕES
CONHECIMENTOS
LINGUÍSTICOS E
GRAMATICAIS
(EF04LP27) Identificar a função na leitu-
ra e usar, adequadamente, na escrita pon-
to final, de interrogação, de exclamação,
dois-pontos e travessão em diálogos
(discurso direto), vírgula em enumera-
ções e em separação de vocativo e de
aposto.
(EF04LP31) Identificar em textos e usar
na produção textual pronomes anafóricos
(pessoais, possessivos e demonstrativos)
como recurso coesivo.
(EF04LP28) Localizar palavras no dicio-
nário para esclarecer significados, reco-
nhecendo o significado mais plausível
para o contexto.
(EF04LP32) Identificar em textos e usar
na produção textual a concordância entre
sujeito (substantivo ou pronome pessoal)
e verbo (concordância verbal).
(EF04LP33) Identificar em textos e usar
na produção textual a concordância entre
artigo, substantivo e adjetivo (grupo no-
minal).
Gramática:
Classificações dos
Substantivos: sim-
ples e composto;
concreto e abstrato;
primitivo e deriva-
do e coletivo.
Adjetivos e artigos;
Gênero e número:
Concordância com
o substantivo;
Verbo: tempo e
pessoa.
Pronomes pessoais;
Oxítona, paroxíto-
na e proparoxíto-
nas.
Ortografia:
Acentuação das
paroxítonas termi-
nadas em iu / il.
terminadas em is/ l/
r/ ão(s).
Uso de dicionário.
Destaque dos sinais de pontua-
ção nos textos trabalhados
quanto a sua função e utiliza-
ção. Diferenciação da pontua-
ção usada em reportagem, que
pressupõe dados e fatos.
Observação do uso dos prono-
mes anafóricos em trechos de
textos de circulação pesquisa-
dos em jornais e revistas.
Exercícios com foco no uso de
pronomes que fazem referên-
cias a um termo anterior.
Atividades de sistematização
que tenham como foco a con-
cordância do verbo com dife-
rentes sujeitos, flexionando o
verbo em número e pessoa.
Atividades de sistematização
com enfoque nos substantivos e
seus determinantes e nas
concordâncias de gênero e de
número.
Exercício;
Caderno;
Livro;
Atividades
impressas;
Livros;
Revistas;
Jornais;
Verificar se os alunos
harmonizam as flexões
entre artigo, substanti-
vo e adjetivo em suas
produções.
Observar se os alunos
harmonizam as flexões
entre verbo e sujeito,
número e pessoa nas
construções de textos.
Através de observações
e fixação de exercícios.
ÁREA DA LINGUAGEM: LÍNGUA PORTUGUESA
3º BIMESTRE
UNIDADE
TEMÁTICA
HABILIDADES OBJETO DO
CONHECIMENTO
ORIENTAÇÕES
METODOLÓGICAS
RECURSOS
DIDÁTICOS
INSTRUMENTOS
DE AVALIAÇÃO
PRÁTICAS DE
LINGUAGENS
(EF04LP08) Localizar e comparar infor-
mações explícitas em textos.
(EF04LP09) Buscar e selecionar infor-
mações sobre temas de interesse pessoal
ou escolar em textos que circulam em
meios digitais ou impressos.
Unidade V: Texto
informativo
Leitura1: Por que
as lagartixas per-
dem o rabo? Mara
Cintia Kiefer e
Carlos Frederico
Duarte da Rocha.
Práticas de orali-
dade
Outras linguagens.
Unidade VI: Conto
de suspense
Leitura : Caio, An-
gela-Lago
Práticas de orali-
dade
Dramatização e
leitura expressiva.
Textos verbais e
não verbais
Rodas de história.
Levantameto de informações e
de
deduções durante a leitura dos
textos.
Questionamentos sobre o pú-
blico-alvo, considerando o
gênero, a intenção e o contexto
temático dos textos apresenta-
dos no livro.
Análise dos textos trabalhados,
diferenciando texto informati-
vo de texto ficcional .
Estudo e sistematização das
partes do texto informativo e
dos elementos e momentos da
narrativa do conto de suspense.
Identificação das funções da
linguagem na exposição oral de
trabalhos, como também de
suas características expressi-
vas.
Orientação sobre a consrução de
dramatizações.
Fantoches
Papel A4
Lápis
Caderno
Livros
Cartolina
Processo de avaliação
para todos os bimestres
com base na Portaria Nº
4563/2015, Art. 5º.
Acompanhar a realiza-
ção das atividades o-
rais, observando o grau
de dificuldade de cada
aluno.
Observar a participação
dos alunos durante as
atividades orais e seu
desenvolvimento.
Exercitar a linguagem
oral com base na dis-
cussão de um tema.
Verificar a compreen-
são dos alunos em rela-
ção ao público e ao
conteúdo temático dos
textos apresentados.
ORALIDADE
(EF04LP16) Inferir relações de causali-
dade que não aparecem de modo explíci-
to no texto.
(EF35LP05) Ler textos de diferentes ex-
tensões, silenciosamente e em voz alta,
com crescente autonomia e fluência (pa-
drão rítmico adequado e precisão), de
modo a possibilitar a compreensão.
LEITURA
(EF04LP05) Identificar características
lingüísticas, expressivas e composicio-
nais de gêneros textuais orais, em situa-
ções formais e informais (conversação,
entrevista, noticiário, debate etc.).
LINGUAGENS E
CONSTRUÇÃO
ESCRITA
(EF35LP09) Organizar o texto em unida-
des de sentido, dividindo-o em parágrafos
segundo as normas gráficas e de acordo
com as características do gênero textual.
(EF04LP22) Utilizar, ao produzir o texto,
recursos de coesão pronominal (prono-
mes anafóricos) e articuladores de rela-
ções de sentido (tempo, causa, oposição,
conclusão, comparação), com nível sufi-
ciente de informatividade.
Contos de suspen-
se:
Elementos da nar-
rativa
Linguagens e cons-
trução do texto
Uso do porque e
por que no texto.
Produção de texto
Interpretação e
compreensão do
texto.
Atividades de sistematização
para organizar os parágrafos de
acordo com o gênero trabalha-
do. Troca de textos entre du-
plas para que um aluno leia e o
outro ouça, de modo que eles
percebam as necessidades de
adequações.
Utilização de recursos de arti-
culações para garantir a coesão
e a continuidade das produções
dos alunos.
Observar as constru-
ções dos alunos, respei-
tando parágrafos e ca-
racterísticas de cada
gênero.
Verificar se os alunos
realizam as correções
necessárias dos textos,
fazendo as devidas cor-
reções de ortografia e
pontuação.
LÍNGUA: USO E
REFLEXÕES
CONHECIMENTOS
LINGUÍSTICOS
E GRAMATICAIS
(EF04LP27) Identificar a função na leitu-
ra e usar, adequadamente, na escrita pon-
to final, de interrogação, de exclamação,
dois-pontos e travessão em diálogos, vír-
gula em enumerações e em separação de
vocativo e de aposto.
(EF04LP31) Identificar em textos e usar
na produção textual pronomes (pessoais,
possessivos e demonstrativos) como re-
curso coesivo.
(EF04LP32) Identificar em textos e usar
na produção textual a concordância entre
sujeito, pronomes e verbo.
(EF04LP28) Localizar palavras no dicio-
nário para esclarecer significados, reco-
nhecendo o significado mais plausível
para o contexto que deu origem à consul-
ta.
Gramática:
Pronomes pessoais,
possessivos e de-
monstrativos;
Sinais de Pontua-
ção e entonação;
Verbo passado e
presente;
Ortografia:
Letra x com som
de S;
Palavras com S
som de S
Os sons da letra X,
Z, S;
Final de palavras
ou/ol;
Uso do dicionário.
Exploração do conto de sus-
pense, no qual a pontuação
expressiva é empregada em
larga escala, produzindo dife-
rentes efeitos de sentido.
Momentos alternados de pro-
cura de palavras e seus signifi-
cados no dicionário e de esco-
lha de palavras substitutas.
Atividades de sistematização,
desafiando os alunos a fazer
com mais autonomia a flexão de
verbos e a concordância com o
sujeito, flexionando overbo em
número e pessoa.
Produções em que os alunos
harmonizam as palavras com os
substantivos, artigo e adjeti- vo.
Revistas;
Livros do
aluno
Livro de
contos;
Lápis, bor-
racha lousa,
caderno,
Atividade
xerocada e
simulados
de ortogra-
fia e gramá-
tica.
Observar se os alunos
harmonizam as flexões
entre verbo e sujeito,
número e pessoa nas
construções de textos.
Verificar se os alunos
harmonizam as flexões
entre artigo, substanti-
vo e adjetivo em suas
produções, auxiliando-
os.
ÁREA DA LINGUAGEM: LÍNGUA PORTUGUESA
4º BIMESTRE
UNIDADE
TEMÁTICA
HABILIDADES OBJETO DO
CONHECIMENTO
ORIENTAÇÕES
METODOLÓGICAS
RECURSOS
DIDÁTICOS
INSTRUMENTOS
DE AVALIAÇÃO
PRÁTICAS DE
LINGUAGENS
ORALIDADE
LEITURA
(EF35LP05) Ler textos de diferentes ex-
tensões, silenciosamente e em voz alta,
com crescente autonomia e fluência (pa-
drão rítmico adequado e precisão), de
modo a possibilitar a compreensão.
(EF35LP04) Respeitar a variação linguís-
tica do uso da língua, rejeitando precon-
ceitos linguísticos.
(EF04LP08) Localizar e comparar infor-
mações explícitas em textos.
(EF04LP10) Inferir informações implíci-
tas em textos.
(EF04LP14) Diferenciar fatos de opini-
ões em textos informativos, reportagens e
notícias.
(EF04LP18) Comparar informações a-
presentadas em gráficos ou tabelas
Unidade VII:
Leitura1 : O Jabuti
e a fruta: Ana Ma-
ria Machado
Reconto de conto
popular
Unidade VIII:
Leitura 2: Zooló-
gico de São Paulo
Projeto de Leitura.
Outras Linguagens;
Práticas de oralida-
des;
Conversa sobre “Contos Po-
pulares”, destacando costu-
mes, ideias e saberes de um
povo.
Motivação para que os alunos
contem algum conto conheci-
do, de modo que possam infe-
rir informações implícitas e
subentendidas, construindo o
sentido global do texto.
Estímulo do uso da língua e
suas variações, eliminando
qualquer tipo de preconceito.
Motivação para o estabeleci-
mento de relações entre in-
formações apresentadas em
gráficos ou tabelas e em ma-
pas com os conteúdos traba-
lhados no livro.
Produção de:
Folhetos de
propagandas
de teatro,
resenhas,
livros de
contos recei-
ta;
Processo de avalia-
ção para todos os
bimestres com base
na Portaria Nº
4563/2015, Art. 5º,
Com a participação
em todas as ativida-
des propostas em
sala de aula e ativi-
dades extra sala.
Pontualidade na en-
trega das atividades.
Observar a fluência,
a autonomia e a
compreensão em
textos de diferentes
extensões, tanto si-
lenciosamente quan-
to em voz alta.
ESCRITA
(EF04LP21) Utilizar, ao produzir o texto,
conhecimentos linguísticos e gramaticais:
regras sintáticas de concordância nominal
e verbal, convenções de escrita de diálo-
gos (discurso direto), pontuação (ponto
final, ponto de exclamação, ponto de in-
terrogação, dois-pontos, vírgulas em e-
numerações), regras ortográficas.
Interpretação de
texto
Compreensão do
texto
Construção de tex-
tos
Linguagem e cons-
trução de textos
Orientação sobre a localiza-
ção de palavras desconheci-
das no dicionário, bem como
na substituição por palavras de
igual sentido, consideran- do o
contexto.
Fazer pesquisas em meios
impressos ou digitais para
suas produções textuais.
Momentos de correções ne-
cessárias, nas construções de
Folheto de
propaganda;
Revistas;
Livros do
aluno
Verificar se os alu-
nos produzem seus
textos com base em
diferentes fontes de
informações..
Verificar se os alu-
nos fazem o uso cor-
reto dos conhecimen-
tos gramaticais e
ortográficos nas pro-
duções de textos,
LINGUAGENS E
CONSTRUÇÃO
(EF35LP09) Organizar o texto em unida-
des de sentido, dividindo-o em parágrafos
segundo as normas gráficas e de acordo
com as características do gênero textual
Escrita e produção
de texto
Uso de dicionário.
texto, realizando cortes, a-
créscimos, alterações e corre-
ções ortográficas e de pontu-
ação.
Incentivo nas atividades de
reescrita dos textos, realizan-
do as alterações necessárias
quanto à disposição gráfica.
utilizando a concor-
dância nominal e
verbal.
Verificar se os textos
produzidos pelos
alunos têm finalida-
de, propósito e lin-
guagem adequada.
CONHECIMENTOS
LINGUÍSTICOS
E
GRAMATICAIS
LÍNGUA: USO E
REFLEXÕES
(EF04LP26) Usar acento gráfico (agudo
ou circunflexo) em paroxítonas termina-
das em -i(s), -l, -r, -ão(s).
(EF04LP31) Identificar em textos e usar
na produção textual pronomes anafóricos
(pessoais, possessivos e demonstrativos)
como recurso coesivo.
(EF04LP32) Identificar em textos e usar
na produção textual a concordância entre
sujeito (substantivo ou pronome pessoal)
e verbo (concordância verbal).
EF04LP33) Identificar em textos e usar na
produção textual a concordância entre
artigo, substantivo e adjetivo (grupo no-
minal).
Uso de dicionário.
Palavras/expressões
de ligação
Grau das palavras e
expressividade.
Usos e reflexões:
Verbo no imperati-
vo
Ortografia:
Final das palavras:
eu/ éu/ el.
Palavras com s ou
z;
Recorte de palavras acentua-
das de jornais e revistas para
que sejam observadas as re-
gras de acentuação.
Atividades de fixação sobre a
acentuação das palavras pa-
roxítonas.
Ditados variados de palavras
ou textos e listagens em cam-
pos semânticos.
Orientação sobre a necessi-
dade de combinar palavras do
grupo nominal.
Atividades de sistematização
do uso de pronomes fazendo
referências a um termo ante-
rior.
Orientação sobre a flexão do
verbo, concordância com o
sujeito, flexionando o verbo
em número e pessoa.
Rádio
Celular
Dvd
Computador
Papel A4
Caderno
Exercício;
Caderno;
Livro;
Atividades
impressas;
Revistas;
Jornais;
Observar se os alu-
nos harmonizam as
flexões entre verbo e
sujeito, número e
pessoa nas constru-
ções de textos.
Perceber se os alunos
conseguem memori-
zar a grafia das pala-
vras na atividade,
escrevendo-as espon-
taneamente.
Verificar se os alu-
nos acentuam pala-
vras paroxítonas com
adequação.
Verificar se os alu-
nos identificam os
sinais de pontuação e
se fazem uso deles na
leitura e na escri- ta.
ÁREA DA LINGUAGEM: MATEMÁTICA
1º BIMESTRE
UNIDADE
TEMÁTICA
HABILIDADES OBJETO DO
CONHECIMENTO
ORIENTAÇÕES
METODOLÓGICAS
RECURSOS
DIDÁTICOS
INSTRUMENTOS
DE AVALIAÇÃO
NÚMEROS
( 0 até 9.999 )
GRANDEZAS E ME-
DIDAS
.
Adição e multiplicações
por potências de 10.
(EF04MA01)Ler, escrever e ordenar nú-
meros naturais até a ordem de dezenas de
milhar.
(EF04MA03) Resolver e elaborar pro-
blemas com números naturais envolven-
do adição e subtração, utilizando estraté-
gias diversas, como cálculo por estimati-
va, cálculo mental e algoritmos.
(EF04MA20) Medir e estimar compri-
mentos (incluindo perímetros), massas e
capacidades, utilizando unidades de me-
didas padronizadas mais usuais, valori-
zando e respeitando a cultura local.
(EF04MA17) Associar prismas e pirâmi-
des a suas planificações e analisar, nome-
ar e comparar seus atributos, estabele-
cendo relações entre as representações
planas e espaciais.
(EF04MA02) Mostrar, por decomposição
e composição, que todo número natural
pode ser escrito por meio de adições e
multiplicações por potências de dez, para
compreender o sistema de numeração
decimal e desenvolver estratégias de cál-
culo.
Unidade 1:
Sistemas de nu-
meração:
Sistema de nume-
ração egípcio.
Sistema de nume-
ração maia.
Sistema de nume-
ração romano.
Números até 9.999
Os números e suas
ordens – Números
até a 3ª ordem.
Os números e suas
ordens – A ordem
das unidades de
milhar (4ª ordem).
Os números e suas
ordens – A ordem
das dezenas de mi-
lhar (5ª ordem).
Arredondamentos.
Números e medi-
das.
Fazer seqüências para que os
alunos possam avançar e sis-
tematizar as descobertas so-
bre as regularidades do Sis-
tema de Numeração Decimal.
Trabalhar com outras estraté-
gias de cálculo mental, im-
portante recurso para facilitar
cálculos rápidos.
Organizar um mural com a
atividade apresentada no Ex-
plorar e descobrir.
Orientação dos alunos a criar
figuras de papel recortado e
localizar o(s) eixo(s) de sime-
tria.
Folhas com
fichas de
números,
Tesoura
Material di-
dático, lousa,
Pincel,
Apagador,
Cartazes,
internet,
Vídeo,
Cola,
Régua,
caneta,
Pesquisa de
Material
dourado
Tabuada
Processo de avalia-
ção para todos os
bimestres com base
na Portaria Nº
4563/2015, Art. 5º,
Das avaliações escri-
tas, diagnóstica; ava-
liação parcial e bi-
mestral, previstas no
calendário escolar,
com a participação
em todas as ativida-
des propostas em
sala de aula e ativi-
dades extra sala e
pontualidade na en-
trega das atividades.
Avaliação continua
para que o aluno
possam compreender
situações com núme-
ros compostos por 3
algarismos.
Comparar regras
com o sistema de
numeração decimal;
Reconhecer situa-
ções em que os nú-
meros são utilizados
com diferentes fina-
lidades
GEOMETRIA
Localização Espacial
(EF04MA17) Associar prismas e pirâmi-
des a suas planificações e analisar, nome-
ar e comparar seus atributos, estabele-
cendo relações entre as representações
planas e espaciais.
(EF04MA18) Reconhecer ângulos retos e
não retos em figuras poligonais com o uso
de dobraduras, esquadros ou softwa- res
de geometria.
(EF04MA19) Reconhecer simetria de
reflexão em figuras e em pares de figuras
geométricas planas e utilizá-la na cons-
trução de figuras congruentes, com o uso
de malhas quadriculadas e de softwares de
geometria.
Unidade 2
Sólidos geométricos.
Compor e decompor figuras;
Representar figuras planas e
Uso de tiras
de barbantes;
Verificar a compre-
ensão dos alunos
Classificação.
Prismas.
Pirâmides.
Regiões planas.
Simetria.
Simétrica de uma
figura.
Contornos de regi-
ões planas.
Segmentos de reta.
Polígonos.
Lados e vértices de
um polígono.
Ângulos.
Ângulos de um
polígono.
Regiões planas
poligonais.
não planas;
Recorte;
Confecção de figuras;
Reconhecimento, representa-
ções, planificações e caracte-
rísticas.
Recordar, com os alunos, o
que já estudaram sobre sóli-
dos geométricos.
Explorar os conhecimentos e
experiências que eles trouxe-
rem.
Estimular os alunos a conferir
as respostas e socializar os
procedimentos e recursos
utilizados para resolver a ati-
vidade em casa.
Polegadas,
fita métrica,
metro, es-
quadro, li-
tros, linhas e
palmo.
diante dos gráficos ou
tabelas represen-
tadas no livro e a
capacidade de de-
senvolver compara-
ções .
Avaliação continua
para que o aluno
possa:
Identificar contor-
nos;
Reconhecer ângulos
em figuras geomé-
tricas;
Relacionar as ideias
de regiões planas ede
ângulos em situa-
ções do cotidiano.
Diferenciar sólidos
geométricos de regi-
ões planas;
reconhecer a planifi-
cação de um sólido
geométrico;
Reconhecer as regi-
ões planas corres-
pondentes às faces
de sólidos geométri-
cos.
ÁREA DA LINGUAGEM: MATEMÁTICA
2º BIMESTRE
UNIDADE
TEMÁTICA
HABILIDADES OBJETO DO
CONHECIMENTO
ORIENTAÇÕES
METODOLÓGICAS
RECURSOS
DIDÁTICOS
INSTRUMENTOS
DE AVALIAÇÃO
GRANDEZAS E
MEDIDAS
(EF04MA20) Medir e estimar compri-
mentos (incluindo perímetros), massas e
capacidades, utilizando unidades de me-
didas padronizadas mais usuais, valori-
zando e respeitando a cultura local.
(EF04MA22) Ler e registrar medidas e
intervalos de tempo em horas, minutos e
segundos em situações relacionadas ao
seu cotidiano, como informar os horários
de início e término de realização de uma
tarefa e sua duração.
(EF04MA23) Reconhecer temperatura
como grandeza e o grau Celsius como
unidade de medida a ela associada e utili-
zá-lo em comparações de temperaturas em
diferentes regiões do Brasil ou no exterior
ou, ainda, em discussões que envolvam
problemas relacionados ao aquecimento
global.
(EF04MA24) Determinar as temperaturas
máxima e mínima diárias, em locais do
seu cotidiano, e elaborar gráficos de co-
lunas com as variações diárias da tempe-
ratura, utilizando, inclusive, planilhas.
Unidade 3
Massa, capacidade,
tempo e tempera-
tura.
Medida de massa
(”peso”).
Medida de capaci-
dade.
Medida de tempo :
Horas, minutos e
segundos.
Explorar e desco-
brir.
O tempo no dia a
dia.
O dia, a semana, o
mês e o ano.
Tecendo saberes.
Uso do calendá-
rio.
Medida de tempe-
ratura.
Atividades e pro-
blemas.
Conversa sobre medidas de
tempo.
Revisar conceitos de massa,
capacidade e comprimento.
Explorar os conhecimentos e
as experiências vivenciadas.
Orientar os alunos à reflexão.
Utilizar materiais concretos
para trabalhar medida de
massa e medida de capacida-
de.
Utilizar um relógio analógico
com 3 ponteiros e fazer ob-
servações sobre o movimento
do ponteiro dos segundos e o
comparem, durante um minu-
to, com o movimento do pon-
teiro dos minutos.
Ampliar os conhecimentos do
calendário.
Fazer levantamento das tem-
peraturas da cidade em que
moram e elabore um painel
com essas informações.
Reproduzir levantamento de
dados e a construção do grá-
fico de medida de massa
Livros didáti-
cos.
Caderno.
Lousa;
sulfite com
figuras geo-
métricas
Tesoura, Cola
Relógio
Embalagens
diversas
Rótulos
Calendário
Termômetro
Processo de avalia-
ção para todos os
bimestres com base
na Portaria Nº
4563/2015, Art. 5º.
NÚMEROS
Adição
Subtração
ÁLGEBRA
(EF04MA03) Resolver e elaborar pro-
blemas com números naturais envolven-
do adição e subtração, utilizando estraté-
gias diversas, como cálculo por estimati-
va, cálculo mental e algoritmos.
(EF04MA05) Utilizar as propriedades das
operações para desenvolver estraté- gias
de cálculo.
(EF04MA13) Reconhecer, por meio de
investigações, utilizando a calculadora
quando necessário, as relações inversas
entre as operações de adição e de subtra-
ção e de multiplicação e de divisão, para
aplicá-las na resolução de problemas.
(EF04MA15) Determinar o número des-
conhecido que torna verdadeira uma i-
gualdade que envolve as operações fun-
damentais com números naturais.
Unidade 4
Adição e subtração
com números natu-
rais:
Revendo as ideias
da adição: juntar e
acrescentar.
cálculo mental.
Regularidades na
adição (proprieda-
des).
Subtração com nú-
meros naturais –
Revendo as ideias
da subtração: tirar,
comparar, comple-
tar e separar.
Subtração: cálculo
mental.
Arredondamentos e
resultados aproxi-
mados na adição e
na subtração.
Relacionando a
adição à subtração:
operações inversas.
Brincando também
aprendo.
Mais atividades e
problemas.
Problemas envolvendo dife-
rentes significados da adição.
Propriedades da adição e sub-
tração para o desenvolvimen-
to de diferentes estratégias de
cálculo com os números natu-
rais.
Algoritmo da adição e subtra-
ção.
Problemas de contagem.
Problemas envolvendo dife-
rentes significados da adição
e subtração.
Relação entre a adição e sub-
tração.
Leitura, interpretação e repre-
sentaçãode dadosemtabelasde
dupla entrada, gráficos de
colunas simples e agrupadas,
gráficos de barras e colunas e
gráficospictóricos
Cartolina;
Cola;
Tesoura;
Régua;
Folhas com
fichas de nú-
meros,
Material di-
dático, lousa,
Pincel,
Apagador,
Cartazes,
internet,
Vídeo,
caneta,
Pesquisa de
Material dou-
rado
Tabuada
Através do desem-
penho individual e
trabalho em grupo.
ÁREA DA LINGUAGEM: MATEMÁTICA
3º BIMESTRE
UNIDADE
TEMÁTICA
HABILIDADES OBJETO DO
CONHECIMENTO
ORIENTAÇÕES
METODOLÓGICAS
RECURSOS
DIDÁTICOS
INSTRUMENTOS
DE AVALIAÇÃO
NÚMEROS
E OPERAÇÕES
Multiplicação
(EF04MA02) Mostrar, por decomposição e
composição, que todo número natural pode
ser escrito por meio de adições e
multiplicações por potências de dez, para
compreender o sistema de numeração de-
cimal e desenvolver estratégias de cálculo.
(EF04MA04) Utilizar as relações entre adi-
ção e subtração, bem como entre multiplica-
ção e divisão, para ampliar as estratégias de
cálculo.
(EF04MA05) Utilizar as propriedades das
operações para desenvolver estraté- gias
de cálculo.
(EF04MA06) Resolver e elaborar pro-
blemas envolvendo diferentes significa-
dos da multiplicação (adição de parcelas
iguais, organização retangular e propor-
cionalidade), utilizando estratégias diver-
sas, como cálculo por estimativa, cálculo
mental e algoritmos.
Unidade 5
Multiplicação com
números naturais.
Ideias da multipli-
cação.
Multiplicação por
10, 100 e 1 000.
Cálculo mental,
arredondamento e
resultado aproxi-
mado.
Regularidades na
multiplicação
(propriedades).
Explorar e desco-
brir.
Multiplicação: al-
goritmo da decom-
posição.
Algoritmo usual da
multiplicação: um
dos fatores é for-
mado por apenas 1
algarismo.
Algoritmos da
multiplicação: os
dois fatores com
mais de 1 algaris-
mo.
Atividades e pro-
blemas.
Problemas envolvendo dife-
rentes significados da multi-
plicação: adição de parcelas
iguais, configuração retangu-
lar e proporcionalidade.
Propriedades da multiplicação
para o desenvolvimento de
diferentes estratégias de cál-
culo com os naturais.
Algoritmo da multiplicação.
Problemas de contagem.
Relembrar os passos de reso-
lução de problemas;
Ábaco, mate-
rial dourado;
Tampinha,
palitos e grãos;
Objetos reco-
lhidos pelos
alunos;
Material im-
presso.
Livros didáti-
cos, caderno.
Lousa;
Jogo de do-
minó
Processo de avalia-
ção com base na
Portaria Nº
4563/2015, Art. 5º,
Com a participação
em todas as ativida-
des propostas em sala
de aula e ativi- dades
extra sala.
Pontualidade na en-
trega das atividades.
Através das ativida-
des propostas anali-
sando se o aluno
identifica situações
que envolvem divi-
sões no cotidiano;
.
Divisão
(EF04MA07) Resolver e elaborar pro-
blemas de divisão cujo divisor tenha no
máximo dois algarismos, envolvendo os
significados de repartição equitativa e de
medida, utilizando estratégias diversas,
como cálculo por estimativa, cálculo
mental e algoritmos.
Unidade 6
Divisão com nú-
meros naturais.
As ideias da divi-
são.
Estratégias para
efetuar uma divi-
são.
Divisão exata e
divisão não exata.
Divisão por núme-
ro de 2 algarismos..
Algoritmo usual da
divisão.
Mais atividades e
problemas.
Problemas envolvendo dife-
rentes significados da divisão:
repartição equitativa e medi-
da.
Relação entre multiplicação e
divisão.
Algoritmo da divisão.
Efetuar divisões usando a reta
numerada.
Ábaco, mate-
rial dourado;
Tampinha,
palitos e grãos;
Objetos reco-
lhidos pelos
alunos;
Material im-
presso.
Livros didáti-
cos, caderno.
Lousa;
Jogo de do-
minó
ÀLGEBRA
(EF04MA12) Reconhecer, por meio de
investigações, que há grupos de números
naturais para os quais as divisões por um
determinado número resultam em restos
iguais, identificando regularidades.
(EF04MA13) Reconhecer, por meio de
investigações, utilizando a calculadora
quando necessário, as relações inversas
entre as operações de adição e de subtra-
ção e de multiplicação e de divisão, para
aplicá-las na resolução de problemas.
Relações entre adi-
ção e subtração e
entre multiplicação
e divisão.
Brincando também
aprendo.
Saiba mais
.
Reconhecer, por meio de in-
vestigações, utilizando a cal-
culadora quando necessário,
as relações inversas entre as
operações de adição e de sub-
tração e de multiplicação e de
divisão e na resolução de
problemas.
Caderno
Lousa
Atividades no
livro e cader-
no
Através de observa-
ções e participação
nas atividades desen-
volvidas.
ÁREA DA LINGUAGEM: MATEMÁTICA
4º BIMESTRE
UNIDADE
TEMÁTICA
HABILIDADES OBJETO DO
CONHECIMENTO
ORIENTAÇÕES
METODOLÓGICAS
RECURSOS
DIDÁTICOS
INSTRUMENTOS
DE AVALIAÇÃO
GRANDEZAS E
MEDIDAS
(EF04MA20) Medir e estimar compri-
mentos (incluindo perímetros), massas e
capacidades, utilizando unidades de me-
didas padronizadas mais usuais, valori-
zando e respeitando a cultura local.
(EF04MA21) Medir, comparar e estimar
área de figuras planas desenhadas em
malha quadriculada, pela contagem dos
quadradinhos ou de metades de quadra-
dinho, reconhecendo que duas figuras com
formatos diferentes podem ter a mesma
medida de área.
Unidade 7
Comprimento e
área.
Medida de com-
primento e medida
de perímetro.
Comprimento com
unidade padroni-
zada de medida:
O centímetro (cm).
O milímetro (mm).
O metro (m).
O quilômetro (km).
Brincando também
aprendo.
Unidade 7
Medida de área:
Unidades não pa-
dronizadas de me-
dida de área.
Unidades padroni-
zadas de medida de
área.
Medida de períme-
tro e medida de
área.
Tecendo saberes.
Mais atividades e
problemas.
Medir e estimar comprimen-
tos, massas e capacidades.
Comparar e estimar área de
figuras planas desenhadas em
malha quadriculada, pela con-
tagem dos quadradinhos
Uso de fita métrica e de uma
régua para realizar algumas
das atividades propostas.
Descubrir a medida de com-
primento do contorno de uma
superfície utilizando uma
régua graduada e registrando
no caderno.
Resolver e elaborar proble-
mas que envolvam situações
de compra e venda e formas de
pagamento, utilizando termos
como troco e descon- to.
Ler, interpretar e representar
dados em tabelas e gráficos
Pesquisar na
internet);
Tesoura;
Pedaço de
papel quadri-
culado.
Fita métrica
Processo de avalia-
ção para todos os
bimestres com base
na Portaria Nº
4563/2015, Art. 5º.
Através de Leitura e
interpretação de da-
dos.
Com a participação
em todas as ativida-
des propostas em sala
de aula e ativi- dades
extra sala.
Pontualidade na en-
trega das atividades e
avaliações.
NÚMERO
PROBABILIDADE E
ESTATÍSTICA
(EF04MA09) Reconhecer as frações uni-
tárias mais usuais (1/2, 1/3, 1/4, 1/5, 1/10
e 1/100) como unidades de medida meno-
res do que uma unidade, utilizando a reta
numérica como recurso.
(EF04MA10) Reconhecer que as regras do
sistema de numeração decimal podem ser
estendidas para a representação deci- mal
de um número racional e relacionar
décimos e centésimos com a representa-
ção do sistema monetário brasileiro.
(EF04MA27) Analisar dados apresenta-
dos em tabelas simples ou de dupla en-
trada e em gráficos de colunas ou pictóri-
cos, com base em informações das dife-
rentes áreas do conhecimento, e produzir
texto com a síntese de sua análise.
Unidade 8
Frações e decimais.
Situações que en-
volvem frações.
Comparação de
frações.
Probabilidade.
Explorar e desco-
brir.
Porcentagem.
Decimais
Décimos.
Decimais maiores
do que 1.
Decimais e medida
 Observação em desenhos
inteiros ou partes para apre-
sentar frações próprias;
 Representações números
decimais no Q.V. L;
Representação fracionária dos
números racionais: reconhe-
cimento, significados, leitura e
representação na reta numé-
rica.
Comparação e ordenação de
números racionais na repre-
sentação decimal e na fracio-
nária utilizando a noção de
equivalência.
Folha de pa-
pel quadricu-
lado.
Ábaco, mate-
rial dourado;
Tampinha,
palitos e grãos;
Objetos reco-
lhidos pelos
alunos;
Material im-
presso.
Livros didáti-
cos, caderno.
Lousa;
Jogo de do-
minó
Através de Leitura e
interpretação de da-
dos.
Com a participação
em todas as ativida-
des propostas em sala
de aula e ativi- dades
extra sala.
Pontualidade na en-
trega das atividades e
avaliações.
de comprimento:
1 décimo do centí-
metro.
Centésimos.
1 centésimo do
metro.
1 centésimo do
real.
Comparação de
decimais.
Mais atividades e
problemas.
ÁREA DA LINGUAGEM: CIÊNCIAS
1º BIMESTRE
UNIDADE
TEMÁTICA
HABILIDADES OBJETO DO
CONHECIMENTO
ORIENTAÇÕES
METODOLÓGICAS
RECURSOS
DIDÁTICOS
INSTRUMENTOS
DE AVALIAÇÃO
VIDA
E
EVOLUÇÃO
Ambientes e seres vivos
(EF04CI04): Analisar e construir cadeias
alimentares simples, reconhecendo a po-
sição ocupada pelos seres vivos nessas
cadeias e o papel do Sol como fonte pri-
mária de energia na produção de alimen-
tos.
(EF04CI05): Descrever e destacar seme-
lhanças e diferenças entre o ciclo da ma-
téria e o fluxo de energia entre os com-
ponentes vivos e não vivos de um ecos-
sistema.
(EF04CI06): Relacionar a participação de
fungos e bactérias no processo de de-
composição, reconhecendo a importância
ambiental desse processo.
Capítulo 1
Cadeias alimentares
Atividades práticas
O que os animais
comem?
Relação alimentares
Capítulo2
Não à extinção!
Atividades Práticas
Preservar é preciso
Reprodução/extinção
Vamos ver de novo?
Capítulo 3
Reprodução e de-
senvolvimento
Atividades práticas
Reprodução dos
animais.
De flor a fruto
Tecendo saberes
Representação do processo de
fotossíntese por meio da
construção de desenho e es-
quemas.
Leitura e interpretação de
textos sobre a importância do
processo de decomposição.
Identificação da participação
de fungos e bactérias na de-
composição da matéria orgâ-
nica. Reconhecimento da im-
portância da decomposição no
ambiente.
Identificação da posição ocu-
pada pelos seres vivos dentro
de uma cadeia alimentar. I-
dentificação das diferenças
existentes entre o ciclo da
matéria e o fluxo de energia.
Material di-
dático, lousa,
pincel,
Apagador,
Cartazes,
Internet,
Vídeo,
Tesoura,
Bexiga
Papel
Sulfit,
Régua,
Caneta,
Pesquisa de
campo, pes-
quisa literá-
ria, livros,
biblioteca,
laboratório,
Plantas,
Terra.
Processo de avalia-
ção com base na
Portaria Nº
4563/2015, Art. 5º,
Das avaliações escri-
tas para todos os
bimestres: diagnósti-
ca; avaliação parcial
e bimestral, previstas
no calendário esco-
lar.
Com a participação
em todas as ativida-
des propostas em sala
de aula e ativi- dades
extra sala.
Pontualidade na en-
trega das atividades.
Realização de expe-
riências;
Através de investi-
gação e reflexão..
MATÉRIA
E
ENERGIA
(EF04CI03): Concluir que algumas mu-
danças causadas por aquecimento ou res-
friamento são reversíveis (como as mu-
danças de estado físico da água) e outras
não (como o cozimento do ovo, a queima
do papel etc.).
Transformações
Transformações
reversíveis e não
reversíveis
Observação de imagens con-
tendo vestígios e evidências
dos alimentos consumidos
pelos animais depois de pro-
cessados pela digestão. Iden-
tificação da decomposição
como transformação irrever-
sível.
Observação;
Participação.
ÁREA DA LINGUAGEM: CIÊNCIAS
2º BIMESTRE
UNIDADE
TEMÁTICA
HABILIDADES OBJETO DO
CONHECIMENTO
ORIENTAÇÕES
METODOLÓGICAS
RECURSOS
DIDÁTICOS
INSTRUMENTOS
DE AVALIAÇÃO
VIDA
E
EVOLUÇÃO
Água, solo e ser
humano
(EF04CI07): Verificar a participação de
microrganismos na produção de alimen-
tos, combustíveis, medicamentos, entre
outros.
(EF04CI08): Propor, a partir do conheci-
mento das formas de transmissão de al-
guns microrganismos (vírus, bactérias e
protozoários), atitudes e medidas adequa-
das para prevenção de doenças a eles as-
sociadas.
Capítulo 4
Cuidando do solo e
de suas águas
Atividade prática
Áreas de risco: Va-
mos evitá-las?
O solo e o esgoto
A água e a nossa
saúde
Capítulo 5
A água em casa
Atividade prática
Água que bebemos
uma mistura
Misturas do dia a dia
Tecendo Saberes
Conhecer o caminhoda água, desde os
mananciais até chegar em
casa.
Produzir coletivamente dese-
nhos que representem uma
rede de abastecimento de á-
gua urbana.
Comparar a filtração e a de-
cantação.
Conhecer e discutir a finali-
dade de cada etapa do trata-
mento de água em uma esta-
ção de tratamento de água.
Realizar uma montagem que
simula uma rede de distribui-
ção de água.
Propor hipóteses prevendo o
que deve ocorrer quando um
reservatório de água é colo-
cado em diferentes posições e
realizar simulações para testar
essas hipóteses.
Cartolinas;
Canetinhas.
Livro do a-
luno, fotos e
textos.
Vídeos
Tv
Internet
Computador;
Copia de
texto;
Lápis de cor;
Livros didá-
ticos;
Material:
água e gelo;
Figuras;
Filmes;
Vídeos;
Processo de avaliação
com base na Portaria Nº
4563/2015, Art. 5º,
Das avaliações escritas
para todos os bimestres:
diagnóstica; avaliação
parcial e bimestral, pre-
vistas no calendário esco-
lar.
Com a participação em
todas as atividades pro-
postas em sala de aula e
atividades extra sala.
Pontualidade na entrega
das atividades.
Realização de experiên-
cias;
Através de investigação e
reflexão.
MATÉRIA
E
ENERGIA
(EF04CI01): Identificar misturas na vida
diária, com base em suas propriedades
físicas observáveis, reconhecendo sua
composição.
Transformações
Transformações re-
versíveis e não rever-
síveis
Identificação de exemplos de
materiais do cotidiano que são
misturas de substâncias.
Identificação de situações que
promovem a transformação
física da matéria.
Observação;
Participação.
ÁREA DA LINGUAGEM: CIÊNCIAS
3º BIMESTRE
UNIDADE
TEMÁTICA
HABILIDADES OBJETO DO
CONHECIMENTO
ORIENTAÇÕES
METODOLÓGICAS
RECURSOS
DIDÁTICOS
INSTRUMENTOS
DE AVALIAÇÃO
MATÉRIA
E
ENERGIA
Recursos
Naturais e
Transformações
(EF04CI02): Testar e relatar transforma-
ções nos materiais do dia a dia quando
expostos a diferentes condições (aqueci-
mento, resfriamento, luz e umidade).
(EF04CI03): Concluir que algumas mu-
danças causadas por aquecimento ou res-
friamento são reversíveis (como as mu-
danças de estado físico da água) e outras
não (como o cozimento do ovo, a queima
do papel etc.).
(EF04CI06) Relacionar a participação de
fungos e bactérias no processo de decom-
posição, reconhecendo a importância am-
biental desse processo.
Capítulo 6
Transformações
químicas
Atividades práticas
Transformações
reversíveis e irre-
versíveis
Natural ou sintéti-
co?
Capítulo 7
Recursos naturais
Atividade prática
Fábricas de sal
Renovável ou não,
eis a questão
Capítulo 8
Metais e ligas me-
tálicas
Atividade prática
Os matais e a his-
tória da humani-
dade
Trabalhando me-
tais
Tecendo saberes
Investigar a influência da umi-
dade na decomposição dos ali-
mentos.
Reconhecer transformações
químicas.
Descrever e analisar transforma-
ções reversíveis e irreversíveis.
Debater quais os possíveis bene-
fícios e prejuízos associados à
utilização de materiais elabora-
dos pelo ser humano.
Analisar as informações encon-
tradas em embalagens de dife-
rentes produtos do dia a dia.
Identificar os riscos associados a
determinados produtos quími-
cos.
Explorar os símbolos utilizados
para alertar sobre riscos.
Debater sobre o fato de que di-
ferentes substâncias podem estar
no estado líquido.
Fazer pesquisas bibliográficas
sobre o ouro, a prata e o bronze.
Reconhecer que o bronze é uma
liga metálica criada pelo ser
humano.
Fazer esquemas sintetizando as
informações obtidas nas pesqui-
sas bibliográficas realizadas.
Livro do a-
luno;
Copia de
texto;
Cartolina;
Canetinhas;
Lápis de cor;
Figuras
Livros diver-
sos;
Figuras.
Processo de avaliação
com base na Portaria Nº
4563/2015, Art. 5º.
Participação e observa-
ção;
Realização de atividades
escrita.
ÁREA DA LINGUAGEM: CIÊNCIAS
4º BIMESTRE
UNIDADE
TEMÁTICA
HABILIDADES OBJETO DO
CONHECIMENTO
ORIENTAÇÕES
METODOLÓGICAS
RECURSOS
DIDÁTICOS
INSTRUMENTOS
DE AVALIAÇÃO
TERRA
E
UNIVERSO
Invenções
engenhosas
(EF04CI09): Identificar os pontos carde-
ais, com base no registro de diferentes
posições relativas do Sol e da sombra de
uma vara (gnômon).
(EF04CI10): Comparar e explicar as di-
ferenças encontradas na indicação dos
pontos cardeais resultante da observação
das sombras de uma vara (gnômon) e por
meio de uma bússola.
(EF04CI11): Associar os movimentos
cíclicos da Lua e da Terra a períodos de
tempo regulares e ao uso desse conheci-
mento para a construção de calendários em
diferentes culturas.
Capítulo 9
Um mundo de in-
venções
Atividades práticas
Rodas d’água e
moinhos
Máquina e energia
Capítulo 10
Invenções para nos
orientarmos: no
tempo e no espaço
Atividades práticas
Relógio de sol e
calendário
Sol, sombra e pon-
tos cardeais
Bússola
Tecendo saberes
Glossário
Fazer uma exploração inicial
do assunto “invenções” ao
construir uma roda d’ água.
Investigar formas de alterar a
eficiência de rodas d´água e dos
mecanismos a elas acopla- dos.
Refletir sobre as tecnologias
associadas a máquinas antigas e
modernas.
Identificar invenções em casa e
na escola.
Fazer uma exploração inicial
do tema “Sol, sombras e horas”
ao construir um relógio de Sol
simples e analisar seu funcio-
namento.
Reconhecer os calendários co-
mo invenções relacionadas à
medição do tempo.
Imagens
impressas da
atividade.
Livro didáti-
co
Pesquisas na
internet
Vídeos
Processo de avaliação
com base na Portaria Nº
4563/2015, Art. 5º.
Através de observações,
sondagem e atividades
em classe.
Discutir por que a indicação
dos pontos cardeais é diferente
quando usamos uma bússola e
quando os inferimos a partir
das sombras.
ÁREA DA LINGUAGEM: GEOGRAFIA
1º BIMESTRE
UNIDADE
TEMÁTICA
HABILIDADES OBJETO DO
CONHECIMENTO
ORIENTAÇÕES
METODOLÓGICAS
RECURSOS
DIDÁTICOS
INSTRUMENTOS
AVALIAÇÃO
FORMAS DE
REPRESENTAÇÃO
E
PENSAMENTO
ESPACIAL
(EF04GE10) Comparar tipos variados de
mapas, identificando suas características,
elaboradores, finalidades, diferenças e se-
melhanças.
EF04GE09): Utilizar as direções cardeais
na localização de componentes físicos e
humanos nas paisagens rurais e urbanas.
(EF04GE10): Comparar tipos variados de
mapas, identificando suas características,
elaboradores, finalidades, diferenças e se-
melhanças.
Unidade 1
No mundo dos ma-
pas
Utilização da rosa dos ventos
para localização de municípios
e estados.
Mapas.
Cartazes;
Livros
Processo de avaliação
com base na Portaria Nº
4563/2015, Art. 5º,
Capítulo 1
Construindo mapas
Imagens e mapas
Da imagem ao mapa
Capítulo 2
Orientação geográ-
fica e escala
Tecendo saberes
Localização das direções car-
deais.
Identificação dos elementos
constitutivos de um mapa: títu-
lo, escala, legenda, fonte e in-
dicação do norte.
Comparação entre mapas que
mostram mudanças ocorridas ao
longo do tempo
Recorte e
colagem
,tesoura
Revistas
Das avaliações escritas
para todos os bimestres:
diagnóstica; avaliação
parcial e bimestral, pre-
vistas no calendário esco-
lar.
Através da participação
em todas as atividades
propostas em sala de aula
e atividades extra sala.
Pontualidade na entrega
das atividades.
Realização de experiên-
cias;.
NATUREZA,
AMBIENTES E
QUALIDADE
DE VIDA
EF04GE11) Identificar as características
das paisagens naturais e antrópicas (relevo,
cobertura vegetal, rios etc.) no ambiente
em que vive, bem como a ação humana na
preservação ou degradação dessas áreas.
Tema
Preservação e de-
gradação da nature-
za.
. Comparação entre mapas que
mostram mudanças ocorridas ao
longo do tempo
Cartazes
Fotos
Imagens
Através de participações
nas atividades propostas
no livro, caderno exposi-
ção de trabalhos
CONEXÕES E
ESCALAS
(EF04GE05): Distinguir unidades polí-
tico-administrativas oficiais nacionais
(Distrito, Município, Unidade da Federa-
ção e grande região), suas fronteiras e sua
hierarquia, localizando seus lugares de
vivência.
Capítulo 2
O alfabeto cartográ-
fico e a legenda
Leitura de mapa para identifi-
cação das fronteiras do Brasil,
das unidades federativas do
Brasil, dos municípios, dos
estados, identificação do nome
do município onde o aluno
reside.
Mapas.
Cartazes;
Globo terres-
tre
Livros
Cartolina
.
Através de debates e
conversação.
ÁREA DA LINGUAGEM: GEOGRAFIA
2º BIMESTRE
UNIDADE
TEMÁTICA
HABILIDADES OBJETO DO
CONHECIMENTO
ORIENTAÇÕES
METODOLÓGICAS
RECURSOS
DIDÁTICOS
INSTRUMENTOS
DE AVALIAÇÃO
O SUJEITO
E
SEU LUGAR
NO MUNDO
(EF04GE04) Reconhecer especificidades
e analisar a interdependência do campo e
da cidade, considerando fluxos econômi-
cos, de informações, de ideias e de pesso-
as.
Unidade 2
A interdependência
campo-cidade
O trabalho no
campo e na cidade
Identificação de membros da
família que sejam imigrantes.
Descrição de costumes do
lugar de vivências originado
por influência de grupos de
imigrantes.
Mapas.
Cartazes ilus-
trativos;
Globo terres-
tre
Processo de avaliação
com base na Portaria Nº
4563/2015, Art. 5º.
CONEXÕES E
ESCALAS
(EF04GE06): Identificar e descrever ter-
ritórios étnico-culturais existentes no
Brasil, tais como terras indígenas e qui-
lombolas.
(EF04GE03) Distinguir funções e papéis
dos órgãos do poder público municipal e
canais de participação social na gestão do
Município, incluindo a Câmara de Verea-
dores e Conselhos Municipais.
Capítulo 3
Organizando o espa-
ço
As unidades políti-
co- administrativas
Tecendo Saberes
Análise de mapa para locali-
zação das terras indígenas do
Brasil e discussão sobre a
importância.
Livros, ma-
pas;
Figuras;
Tesoura e
cola.
Atividades escritas;
Participação.
MEIO
AMBIENTE
SOCIEDADE E
PAISAGEM
(EF04GE07) Comparar as características
do trabalho no campo e na cidade
(EF04GE08) Descrever e discutir o pro-
cesso de produção (transformação de ma-
térias-primas), circulação e consumo de
diferentes produtos.
(EF04GE09) Utilizar as direções cardeais
na localização de componentes físicos e
humanos nas paisagens rurais e urbanas.
Capítulo 4
Da produção ao con-
sumo
A atividade industri-
al
Plantar para comer,
produzir para vender
Análise de esquema ilustrado
sobre a interdependência entre
campo e cidade, mostrando
um objeto produzido na cida-
de e utilizado no campo.
Leitura e interpretação de
texto sobre a relação entre
campo e cidade.
Livros
Caderno
Visuais
Video
Auto avaliação;
Atividades escritas.
Trabalhos e Pesquisas
ÁREA DA LINGUAGEM: GEOGRAFIA
3º BIMESTRE
UNIDADE
TEMÁTICA
HABILIDADES OBJETO DO
CONHECIMENTO
ORIENTAÇÕES
METODOLÓGICAS
RECURSOS
DIDÁTICOS
INSTRUMENTOS
DE AVALIAÇÃO
SUJEITO E
SEU LUGAR
NO ESPAÇO
(EF04GE01) Selecionar, em seus lugares
de vivência e em suas histórias familiares,
componentes de culturas afro-brasileiras,
indígenas, mestiças e migrantes.
(EF04GE02) Descrever processos migra-
tórios e suas contribuições para a forma-
ção da sociedade brasileira.
Unidade 3
O território brasileiro
Capítulo 5
Diferentes culturas e
muitas cidades
O encontro de cultura
Tecendo saberes
O crescimento urbano
Identificar as grandes regiões
do Brasil bem como suas di-
versidades regionais.
Identificação do nome do mu-
nicípio onde o aluno reside.
Mapas.
Cartazes ilus-
trativos;
Globo terres-
tre
Livros
Caderno
Visuais
Video
Processo de avaliação
com base na Portaria Nº
4563/2015, Art. 5º.
CONEXÕES E
ESCALAS
(EF04GE05) Distinguir unidades políti-
co-administrativas oficiais nacionais
(Distrito, Município, Unidade da Federa-
ção e grande região), suas fronteiras e sua
hierarquia, localizando seus lugares de
vivência.
Capítulo 6
Diversidade Regio-
nal
As grandes regiões
brasileiras
Projeto Página 165
Texto Informativo
sobre regiões
Leitura de mapa para identifi-
cação das unidades federativas
do Brasil, dos municípios, dos
estados, identificação do nome
do município onde o aluno
reside.
Identificação dos elementos
constitutivos de um mapa:
título, escala, legenda, fonte e
indicação regionais.
Livros, ma-
pas;
Figuras;
Tesoura e
cola.
Auto avaliação;
Atividades escritas.
Trabalhos e Pesquisas.
MUNDO DO
TRABALHO
(EF04GE07) Comparar as características
do trabalho no campo e na cidade.
(EF04GE08) Descrever e discutir o pro-
cesso de produção (transformação de ma-
térias-primas), circulação e consumo de
diferentes produtos.
Capítulo 6
Distribuição da po-
pulação urbano e
rural
Urbanização
Êxodo rural
Identificação e análise e leitu-
ra de gráficos mostrando as
atividades típicas do campo e
da cidade
Mapas.
Cartazes;
Livros
Revistas
Atividades escritas;
Participação.
FORMAS DE
REPRESEN-
TAÇÃO E
PENSAMENTO
ESPACIAL
(EF04GE10) Comparar tipos variados de
mapas, identificando suas características,
elaboradores, finalidades, diferenças e
semelhanças
Capítulo 6
Mapa: Brasil Político
Mapa das grandes
regiões
Leitura de mapa da produção
agrícola brasileira.
Mapas.
Cartazes;
Livros
Atividades escritas;
Participação.
ÁREA DA LINGUAGEM: GEOGRAFIA
4º BIMESTRE
UNIDADE
TEMÁTICA
HABILIDADES OBJETO DO
CONHECIMENTO
ORIENTAÇÕES
METODOLÓGICAS
RECURSOS
DIDÁTICOS
INSTRUMENTOS
DE AVALIAÇÃO
MUNDO NO
TRABALHO
(EF04GE08) Descrever e discutir o pro-
cesso de produção (transformação de ma-
térias-primas), circulação e consumo de
diferentes produtos.
Unidade 4
O ser Humano e a
natureza
Análise de quadro para identi-
ficação dos elementos da natu-
reza que interferem no trabalho
no campo.
Estabelecimento de correlação
entre um produto e sua maté-
ria-prima principal.
Mapas.
Cartazes;
Livros
Revistas
Processo de avaliação
com base na Portaria Nº
4563/2015, Art. 5º.
FORMAS DE
REPRESEN-
TAÇÃO E
PENSAMENTO
ESPACIAL
(EF04GE09) Utilizar as direções cardeais
na localização de componentes físicos e
humanos nas paisagens rurais e urbanas.
(EF04GE10) Comparar tipos variados de
mapas, identificando suas características,
elaboradores, finalidades, diferenças e
semelhanças.
Capítulo 7
O espaço natural
brasileiro
Altitudes médias de
muitos rios
Planície, Planalto e
Depressões
Comparação de imagens com
rios de planalto e de planície
por meio de fotos.
Comparação entre mapas alte-
rações na cobertura vegetal do
Brasil.
Localização das direções carde-
ais.
Mapas.
Cartazes ilus-
trativos;
Globo terres-
tre
Livros
Rosa dos
ventos
Atividades escritas;
Participação.
NATUREZA,
AMBIENTES E
QUALIDADE
DE VIDA
(EF04GE11) Identificar as características
das paisagens no ambiente em que vive,
bem como a ação humana na preservação
ou degradação dessas áreas.
Capítulo 7
Um País tropical
Tipos de vegetação
Capítulo 8
A ação Humana no
meio natural
Tecnologia
Comparação entre mapas que
mostram mudanças ocorridas ao
longo do tempo.
Análise de fotos e identifica-
ção de formas do relevo, com-
paração das imagens com o
relevo do lugar de vivência.
Discussão e análise sobre as
consequências da ocupação e
desmatamento.
Mapas.
Cartazes ilus-
trativos;
Globo terres-
tre
Livros
Rosa dos
ventos
Auto avaliação;
Atividades escritas.
Trabalhos e Pesquisas
O Solo e a cobertura
vegetal
Tecendo saberes
Projeto página 164
Nosso município:
Problemas e soluçõe
ÁREA DA LINGUAGEM: HISTÓRIA
1º BIMESTRE
UNIDADE
TEMÁTICA
HABILIDADES OBJETO DO
CONHECIMENTO
ORIENTAÇÕES
METODOLÓGICAS
RECURSOS
DIDÁTICOS
INSTRUMENTOS DE
AVALIAÇÃO
HISTÓRIA
DAS
ORGANIZA-
ÇÕES
POPULARES
Transformações
nas trajetórias
dos grupos
(EF04HI01) Reconhecer a história como
resultada da ação do ser humano, no tem-
po e no espaço, com base na identificação
de mudanças ocorridas ao longo do tem-
po.
(EF04HI02) Identificar mudanças ocorri-
das ao longo do tempo, com base nos
grandes marcos da história da humanida-
de, tais como o desenvolvimento da agri-
cultura e do pastoreio e a criação da in-
dústria, colocando em questão perspecti-
vas evolucionistas.
(EF04HI03) Identificar as transformações
ocorridas na cidade ao longo do tempo e
discutir suas interferências nos modos de
vida de seus habitantes, tomando como
ponto de partida o presente.
(EF04HI04) Identificar as relações entre
os indivíduos e a natureza e discutir o
significado do nomadismo e da fixação
das primeiras comunidades humanas.
(EF04HI09) Identificar as motivações dos
processos migratórios em diferentes tem-
pos e espaços e avaliar o papel desempe-
nhado pela migração nas regiões de des-
tino.
(EF04HI10) Analisar diferentes fluxos
populacionais e suas contribuições para a
formação da sociedade brasileira.
Unidade 1
Um novo lugar para
viver
Leitura oral de textos;
Atividades escritas;
Livro do a-
luno;
Processo de avaliação
com base na Portaria Nº
4563/2015, Art. 5º.
Capítulo 1
As migrações hu-
manas
Em busca de traba-
lho e abrigo
A migração na His-
tória
Conversação.
Apresentação de trabalho;
Debates;
Apresentação;
Vídeos;
Pesquisar;
Argumentar;
Registrar.
Livro didático;
Figuras;
Fotográficas.
Mapas
Observação;
Participação.
humanos.
Questões
históricas
relativas às
migrações
Capítulo 2
Chegar ao Brasil
O Brasil português
Precisa-se de traba-
lhadores
Tecendo Saberes
ÁREA DA LINGUAGEM: HISTÓRIA
2º BIMESTRE
UNIDADE
TEMÁTICA
HABILIDADES OBJETO DO
CONHECIMENTO
ORIENTAÇÕES
METODOLÓGICAS
RECURSOS
DIDÁTICOS
INSTRUMENTOS DE
AVALIAÇÃO
HISTÓRIA
DAS
ORGANIZA-
ÇÕES
POPULARES
Transformações
nas trajetórias
dos grupos
Humanos.
(EF04HI07) Identificar e descrever a im-
portância dos caminhos terrestres, fluviais
e marítimos para a dinâmica da vida co-
mercial.
(EF04HI09) Identificar as motivações
dos processos migratórios em diferentes
tempos e espaços e avaliar o papel de-
sempenhado pela migração nas regiões de
destino.
(EF04HI10) Analisar diferentes fluxos
populacionais e suas contribuições para a
formação da sociedade brasileira.
(EF04HI11) Identificar, em seus lugares
de vivência e em suas histórias familiares,
elementos de distintas culturas (europei-
as, latino-americanas, afro-brasileiras,
indígenas, ciganas, mestiças etc.), valori-
zando o que é próprio em cada uma delas
e sua contribuição para a formação da
cultura local e brasileira.
Unidade 2
A ocupação do
território brasileiro
Capítulo 3
Povos da América
e da África
O Brasil indígena
De olho na imagem
O Brasil africano
Capítulo 4
Nos caminhos...
muitos brasileiros
As migrações e a
ocupação do terri-
tório
O encontro de cul-
turas
Tecendo Saberes
Ler textos;
Atividades escritas;
Apresentação de trabalho;
Debates;
Apresentação;
Vídeos;
Pesquisar;
Argumentar;
Registrar.
Livro didático;
Valorização de solidariedade
como principio étnico e fonte
de fortalecimento recíproco
(palestra).
Livros;
Figuras;
Fotos.
Cartolina;
Figuras;
Tesoura;
Lápis de cor;
Vídeos;
Processo de avaliação
com base na Portaria Nº
4563/2015, Art. 5º,
Com a participação em
todas as atividades pro-
postas em sala de aula e
atividades extra sala.
Pontualidade na entrega
das atividades.
Através das atividades
propostas.
Através das atividades
realizadas em sala de
aula e nas apresentações
e exposições de cartazes.
Através de pesquisa de
grupo;
ÁREA DA LINGUAGEM: HISTÓRIA
3º BIMESTRE
UNIDADE
TEMÁTICA
HABILIDADES OBJETO DO
CONHECIMENTO
ORIENTAÇÕES
METODOLÓGICAS
RECURSOS
DIDÁTICOS
INSTRUMENTOS
DE AVALIAÇÃO
HISTÓRIA
DAS
ORGANIZA-
ÇÕES
(EF04HI01) Reconhecer a história como
resultada da ação do ser humano, no tem-
po e no espaço, com base na identificação
de mudanças ocorridas ao longo do tempo.
(EF04HI03) Identificar as transformações
ocorridas na cidade ao longo do tempo e
discutir suas interferências nos modos de
vida de seus habitantes, tomando como
ponto de partida o presente.
(EF04HI05) Relacionar os processos de
ocupação do campo a intervenções na
natureza, avaliando os resultados dessas
intervenções.
(EF04HI06) Identificar as transformações
ocorridas nos processos de deslocamento
das pessoas e mercadorias, analisando as
formas de adaptação ou marginalização.
(EF04HI07) Identificar e descrever a im-
portância dos caminhos terrestres, fluviais
e marítimos para a dinâmica da vida co-
mercial
(EF04HI11) Identificar, em seus lugares
de vivência e em suas histórias familiares,
elementos de distintas culturas, valori-
zando o que é próprio em cada uma delas.
(EF04HI12) Analisar, na sociedade em
que vive a existência ou não de mudanças
associadas à migração.
Unidade 3
Do campo à cidade
Capítulo 5
Os brasileiros conti-
nuam migrando
Um passado rural
Tecendo saberes
A busca de novas
terras
Capítulo 6
As cidades têm his-
tória
As cidades e o co-
mércio
A cidade: presente e
passado
Viver na cidade
Projeto página 165
Cidade turística
Livro didático;
Valorização de solidariedade
como principio étnico e fonte
de fortalecimento recíproco
(palestra).
Vídeos;
Livro do a-
luno;
Figuras;
Fotográficas
mapas
Processo de avaliação
com base na Portaria Nº
4563/2015, Art. 5º.
Através das atividades
realizadas em sala de
aula e nas apresentações
e exposições de cartazes.
POPULARES
Questões
históricas
relativas às
migrações.
ÁREA DA LINGUAGEM: HISTÓRIA
4º BIMESTRE
UNIDADE
TEMÁTICA
HABILIDADES OBJETO DO
CONHECIMENTO
ORIENTAÇÕES
METODOLÓGICAS
RECURSOS
DIDÁTICOS
INSTRUMENTOS DE
AVALIAÇÃO
HISTÓRIA
DAS
ORGANIZA-
ÇÕES
POPULARES
(EF04HI01) Reconhecer a história como
resultada da ação do ser humano, no tem-
po e no espaço, com base na identificação
de mudanças ocorridas ao longo do tem-
po.
(EF04HI07) Identificar e descrever a im-
portância dos caminhos terrestres, fluviais
e marítimos para a dinâmica da vida co-
mercial
(EF04HI08) Identificar as transforma-
ções ocorridas nos meios de comunicação
(cultura oral, imprensa, rádio, televisão,
cinema e internet) e discutir seus signifi-
cados para os diferentes estratos sociais
Unidade 4
Percorrendo distân-
cias
Leitura de textos;
Confecção de símbolos;
Livros;
Cartolina;
Processo de avaliação
com base na Portaria Nº
4563/2015, Art. 5º.
Capítulo 7
Do carro de boi ao
caminhão
Transportes no Bra-
sil hoje em dia
Trilhas e caminhos
de antigamente
De olho na imagem
Capítulo 8
O fim do isolamento
Os meios de comu-
nicação
As notícias chegam
rápido Tecendo sabe-
res
Projeto página 164
A migração perto de
você
Cartazes;
Vídeos;
Tesoura;
Figuras;
Cola.
Observação;
Atividades;
Escritas.
ÁREA DA LINGUAGEM: ARTE
1º BIMESTRE
UNIDADE
TEMÁTICA
HABILIDADES OBJETO DO
CONHECIMENTO
ORIENTAÇÕES
METODOLÓGICAS
RECURSOS
DIDÁTICOS
INSTRUMENTOS
DE AVALIAÇÃO
ARTES
INTEGRADAS
(EF15AR25): Conhecer e valorizar o
patrimônio cultural, material e imaterial,
de culturas diversas, favorecendo a
construção de vocabulário e repertório
relativos às diferentes linguagens
artísticas.
EF15AR26): Explorar diferentes
tecnologias e recursos digitais nos
processos de criação artístiva
Unidade 1
A arte pode unir as
pessoas
Pesquisa de elementos artísti-
cos e produção textual;
Apreciação de imagens do
período da pré-história.
Elaboração de tintas a partir de
pigmentos naturais.
Textos, gra-
vuras, papel,
tesoura, pin-
ceis, cola,
tintas e lápis
de cores...
desenhos
livres, gravu-
ras diversas
Objetos di-
versos
Serão avaliadas em todos
os bimestres: Processo de
avaliação com base na
Portaria Nº 4563/2015,
Art. 5º, com a participa-
ção em todas as ativida-
des propostas em sala de
aula e atividades extra
sala.
Pontualidade na entrega
das atividades.
Através das atividades
propostas.
MÚSICA
(EF15AR13): Identificar e apreciar
criticamente diversas formas e gêneros de
expressões musicais.
(EF15AR16): Explorar diferentes formas
de registro musical não convencional.
Capítulo 1
Músicas brasileiras
Contexto e práticas
Notação e registro
musical.
Jogos e brincadeiras Populares;
Brincadeiras de roda;
Atividade prática de expressões
musicais.
Assovio, brincar com a voz,
usar o corpo para expressar
movimentos de dança.
Música
Instrumentos
musicais;
voz
Através da participação
nas atividades realizadas.
Processo de avaliação
com base na Portaria Nº
4563/2015, Art. 5º.
Através das atividades
realizadas em sala deaula
e nas apresentações
cantadas.
ÁREA DA LINGUAGEM: ARTE
2º BIMESTRE
UNIDADE
TEMÁTICA
HABILIDADES OBJETO DO
CONHECIMENTO
ORIENTAÇÕES
METODOLÓGICAS
RECURSOS
DIDÁTICOS
INSTRUMENTOS DE
AVALIAÇÃO
DANÇA
(EF15AR08): Experimentar e apreciar
formas distintas de manifestações da
dança presentes em diferentes contextos,
cultivando a percepção, o imaginário, a
capacidade de simbolizar e o repertório
corporal.
(EF15AR15): Explorar fontes sonoras
diversas, como as existentes no próprio
corpo.
Capítulo 2
Dançando e feste-
jando
Danças afro-
brasileiras
O movimento
Contextos e práti-
cas.
Repertório cultural
O carnaval no Bra-
sil
Expressão, por meio da dança,
visão de mundo, questões rela-
tivas à sua realidade;
Atividade prática coletiva de
dança e canto popular.
Assovio, brincar com a voz, usar
o corpo para expressar
movimentos de dança.
Bola,
Bambolê;
Som;
Músicas
Instrumentos
musicais.
Tinta, cola,
tesoura, pape-
lão ...
Processo de avaliação
com base na Portaria Nº
4563/2015, Art. 5º
Observar a desenvoltura
nas atividades realizadas.
Através das atividades
realizadas em sala de aula
e nas apresentações em
forma de dança.
MÚSICA
(EF15AR04): Experimentar diferentes
formas de expressão artística.
Jogos e brincadei-
ras Populares;
Brincadeiras de
roda;
Atividade prática
de expressões
musicais
Elementos musicais e produção
de canção;
Entender a origem de gêneros
musicais autenticamente
brasileiros.
Conhecer os gêneros musicais.
Conhecer e contextualizar fatos
históricos e sociais.
Aprender diferentes estilos
musicais.
. Música
Instrumentos
musicais;
voz
Processo de avaliação
com base na Portaria Nº
4563/2015, Art. 5º.
Através das atividades
realizadas em sala deaula
e nas apresentações
cantadas.
ÁREA DA LINGUAGEM: ARTE
3º BIMESTRE
UNIDADE
TEMÁTICA
HABILIDADES OBJETO DO
CONHECIMENTO
ORIENTAÇÕES
METODOLÓGICAS
RECURSOS
DIDÁTICOS
INSTRUMENTOS DE
AVALIAÇÃO
ARTES
INTEGRADAS
(EF15AR25): Conhecer e valorizar o
patrimônio cultural, material e imaterial,
de culturas diversas, em especial a
brasileira.
(EF15AR26): Explorar diferentes
tecnologias e recursos digitais nos
processos de criação artístiva
Unidade 2
A arte pode cons-
truir lugares
Diversidade cultu-
ral
Patrimônio Cultu-
ral
Arte e tecnologia
Visão de mundo, questões rela-
tivas a sua realidade;
Apreciação e análise de
imagens de monumentos
históricos.
Leitura de imagens de distintos
períodos artísticos que
exploram a técnica de
perspectiva.
Atividade prática de fotografia.
Textos, gra-
vuras, papel,
tesoura, pin-
ceis, co-
la,tintas e
lápis de co-
res...
Serão avaliadas em todos
os bimestres: Processo de
avaliação com base na
Portaria Nº 4563/2015,
Art. 5º.
TEATRO
(EF15AR04): Experimentar diferentes
formas de expressão artística (desenho,
pintura, colagem, quadrinhos, dobradura,
escultura, modelagem, instalação, vídeo,
fotografia etc.).
(EF15AR18): Reconhecer e apreciar for-
mas distintas de manifestações do teatro
presentes em diferentes contextos, apren-
dendo a ver e a ouvir histórias dramatiza-
das e cultivando a percepção, o imaginá-
rio, a capacidade de simbolizar e o reper-
tório ficcional.
(EF15AR19): Descobrir teatralidades na
vida cotidiana, identificando elementos
teatrais (variadas entonações de voz, dife-
rentes fisicalidades, diversidade de perso-
nagens e narrativas etc.).
Capítulo 3
Expressando um
modo de viver e de
conviver
Teatro – Musical
Contextos e práti-
cas
A tradição oral
Ampliando o re-
pertório cultural
.
Atividade prática coletiva de
elaboração de cenário em
formato de maquete, aplicando
conceitos de profundidade e
tridimensionalidade a partir de
interpretação de um trecho de
texto dramático.
Instrumentos
musicais.
Cola, tesoura,
maquetes,
livros, pes-
quisas, ví-
deos.
Observar a participação e
desenvoltura nas ativida-
des realizadas. E através
de observações.
ÁREA DA LINGUAGEM: ARTE
4º BIMESTRE
UNIDADE
TEMÁTICA
HABILIDADES OBJETO DO
CONHECIMENTO
ORIENTAÇÕES
METODOLÓGICAS
RECURSOS
DIDÁTICOS
INSTRUMENTOS DE
AVALIAÇÃO
ARTES VISU-
AIS E AUDIO-
VISUAIS
(EF15AR01): Identificar e apreciar
formas distintas das artes visuais
tradicionais e contemporâneas
(EF15AR13): Identificar e apreciar
diversas formas e gêneros de expressão
musical, em especial, aqueles da vida
cotidiana.
EF15AR03): Reconhecer e analisar a
influência de distintas matrizes estéticas e
culturais das artes visuais nas
manifestações artísticas das culturas
locais, regionais e nacionais.
Capítulo 4
Artes visuais
Gravuras
Relevos
Contextos e
práticas
Matrizes estéticas e
cultural
Aprofundar conhecimentos
sobre cultura popular e
identificar elementos da cultura
popular brasileira.
- Aprender sobre a história do
rádio no Brasil e identificar
artistas de sua era de ouro.
Entender a origem de gêneros
musicais..
Pesquisa de obras e objetos
artísticos e seu ambiente cultu-
ral;
Dobraduras,
desenhos,
recortes e
montagens de
artes moveis,
de animais,
objetos e ou-
tros.
Serão avaliadas em todos
os bimestres: Processo de
avaliação com base na
Portaria Nº 4563/2015,
Art. 5º.
DANÇA (EF15AR15): Explorar fontes sonoras
diversas, como as existentes no próprio
corpo.
Contextos e práti-
cas
Expressão, por meio da dança,
visão de mundo, questões rela-
tivas à sua realidade;
Músicas di-
versas
Atividades
lúdicas de
dança
Observar, aspectos esté-
tico e desempenho e or-
ganização.
ÁREA DA LINGUAGEM: ENSINO RELIGIOSO
1º BIMESTRE
UNIDADE
TEMÁTICA
HABILIDADES OBJETO DO
CONHECIMENTO
ORIENTAÇÕES
METODOLÓGICAS
RECURSOS
DIDÁTICOS
INSTRUMENTOS DE
AVALIAÇÃO
CULTURA
E
TRADIÇÕES
(EF04ER01) Identificar ritos presentes no
cotidiano pessoal, familiar, escolar e co-
munitário.
(EF04ER02) Identificar ritos e suas fun-
ções em diferentes manifestações e tradi-
ções religiosas.
(EF04ER03) Caracterizar ritos de inicia-
ção e de passagem em diversos grupos
religiosos (nascimento, casamento e mor-
te).
História da criação
do homem segundo
as tradições religio-
sas e científicas;
Religião e religio-
sidade;
O mito e os segre-
dos na história dos
povos;
Leitura e pintura de textos
informativos.
Confecção de cartazes sobre
temas sugeridos.
Utilização de: imagens de
vídeo caráter informativo.
.
Livros,
Textos ilus-
trados.
Gravuras.
Mensagens
reflexivas.
Filmes vídeos
etc.
Processo de avaliação
com base na Portaria Nº
4563/2015, Art. 5º,
Com a participação em
todas as atividades pro-
postas em sala de aula e
atividades extra sala.
Pontualidade na entrega
das atividades.
Através das atividades
propostas.
ÁREA DA LINGUAGEM: ENSINO RELIGIOSO
2º BIMESTRE
UNIDADE
TEMÁTICA
HABILIDADES OBJETO DO
CONHECIMENTO
ORIENTAÇÕES
METODOLÓGICAS
RECURSOS
DIDÁTICOS
INSTRUMENTOS DE
AVALIAÇÃO
EGO e ALTE-
RIDADE
ETHOS
EF04ER07) Reconhecer e respeitar as
ideias de divindades de diferentes mani-
festações e tradições religiosas.
EF04ER05) Identificar representações
religiosas em diferentes expressões artís-
ticas (pinturas, arquitetura, esculturas,
ícones, símbolos, imagens), reconhecen-
do-as como parte da identidade de dife-
rentes culturas e tradições religiosas.
Valores: amor e
ódio, respeito e
desrespeito, tole-
rância e intolerân-
cias, paz e guerra,
honestidade e de-
sonestidade, felici-
dade e infelicidade,
vida e morte;
O Brasil e a diver-
sidade religiosa;
Valores morais e
éticos.
Textos informativos sobre a
visão das religiões
Reprodução e pintura em mo-
saicos.
Livros,
Textos ilus-
trados.
Gravuras.
Mensagens
reflexivas.
Filmes vídeos
etc.
.
Serão de acordo com a
participação dos alunos
nas atividades propostas.
Livros,
Textos ilustrados.
Gravuras.
Mensagens reflexivas.
Filmes vídeos etc.
Malhas quadriculadas
etc.
ÁREA DA LINGUAGEM: ENSINO RELIGIOSO
3º BIMESTRE
UNIDADE
TEMÁTICA
HABILIDADES OBJETO DO
CONHECIMENTO
ORIENTAÇÕES
METODOLÓGICAS
RECURSOS
DIDÁTICOS
INSTRUMENTOS
DE
AVALIAÇÃO
TEXTOS
SAGRADOS
RITO/MITO
(EF04ER04) Identificar as diversas for-
mas de expressão da espiritualidade (ora-
ções, cultos, gestos, cantos, dança, medi-
tação) nas diferentes tradições religiosas.
(EF04ER04) Identificar as diversas for-
mas de expressão da espiritualidade.
(EF04ER01) Identificar ritos presentes no
cotidiano pessoal, familiar, escolar e co-
munitário.
Tradições religio-
sas e científicas;
O que são textos
sagrados?
Diferentes formas
de representar:
O Transcendente,
símbolos religio-
sos;
O Brasil e a diver-
sidade religiosa;
Visões religiosas
Valores
Leitura e pintura de textos in-
formativos sobre as principais
histórias bíblicas.
Textos informativos sobre a
visão das religiões.
Produção de textos: acrósticos,
poéticos, dissertativos, através
de desenhos, temas livres..
Livros,
Textos ilus-
trados.
Gravuras.
Mensagens
reflexivas.
Filmes vídeos
etc.
Serão de acordo com a
participação dos alunos
nas atividades
propostas.
ÁREA DA LINGUAGEM: ENSINO RELIGIOSO
4º BIMESTRE
UNIDADE
TEMÁTICA
HABILIDADES OBJETO DO
CONHECIMENTO
ORIENTAÇÕES
METODOLÓGICAS
RECURSOS
DIDÁTICOS
INSTRUMENTOS
DE
AVALIAÇÃO
CULTURA e
TRADIÇÕES
SÍMBOLOS
(EF04ER06) Identificar nomes, significa-
dos e representações de divindades nos
contextos familiares e comunitários.
(EF04ER03) Caracterizar ritos de inicia-
ção e de passagem em diversos grupos
religiosos (nascimento, casamento e mor-
te).
Drogas, saúde, vida
e natureza;
Diversidade
Princípios e valores
de solidariedade,
obediência, amor
ao próximo e boas
maneiras.
Leitura compartilhada e refle-
xão de mensagens.
Produção de textos: acrósticos,
poéticos, dissertativos, através
de desenhos, temas livres e
sugeridos entre outros.
Confecção de cartazes sobre o
tema trabalhado..
Livros,
Textos ilus-
trados.
Gravuras.
Mensagens
reflexivas.
Filmes vídeos
etc.
Serão de acordo com a
participação dos alunos
nas atividades propostas
Referências
BRASIL. Base nacional comum curricular. Brasília: MEC/SEB, 2017. Disponível em:< http://basenacionalcomummec.gov.br/> Acesso em: 18 ago.2020.
CHARLIER. Anna Maria. História: 4ºano do Ensino Fundamental. 2ª ed. São Paulo: Ática, 2017.
DANTE, Luiz Roberto. Matemática: 4º ano do Ensino Fundamental. 3ª ed. São Paulo: Ática, 2017.
NIGRO, Rogério G. Ciências: 4º ano do Ensino Fundamental. 3ª ed. São Paulo: Ática, 2017.
POUGY, Eliana. Arte do 4ºano Ensino Fundamental. 2ª ed. São Paulo: Ática, 2017.
RONDONIA. Referencial curricular de Rondônia. Porto Velho: Seduc, 2018.
SIMIELLI, Maria Elena. Geografia: 4º ano do Ensino Fundamental. 2ª ed. São Paulo: Ática, 2017.
TRINCONI, Ana. Língua Portuguesa: 4° ano do Ensino Fundamental. 3º ed. São Paulo: Ática, 2017.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

WORD: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
WORD: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLOWORD: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
WORD: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º anoSEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano
Iolanda Sá
 
3º planejamento 3º ano
3º planejamento 3º ano3º planejamento 3º ano
3º planejamento 3º ano
Zenaide Miranda da Rocha
 
Atividades com descritores matematica PROEB 5º ano
Atividades com descritores matematica PROEB 5º anoAtividades com descritores matematica PROEB 5º ano
Atividades com descritores matematica PROEB 5º ano
Silvânia Silveira
 
Gênero textual - lista de compras
Gênero textual -  lista de comprasGênero textual -  lista de compras
Gênero textual - lista de compras
Mary Alvarenga
 
Plano de ensino matematica
Plano de ensino  matematicaPlano de ensino  matematica
Plano de ensino matematica
simonclark
 
Geografia 1º ano
Geografia 1º anoGeografia 1º ano
Geografia 1º ano
GERALDOGOMESDEBARROS
 
Brincadeiras populares e folclóricas
Brincadeiras populares e folclóricasBrincadeiras populares e folclóricas
Brincadeiras populares e folclóricas
Gerald Bourguignon
 
Apresentação 5o ano saepe
Apresentação 5o ano saepeApresentação 5o ano saepe
Apresentação 5o ano saepe
elannialins
 
Prova Brasil - Revisão de Língua Portuguesa 5º ano
Prova Brasil  - Revisão de Língua Portuguesa 5º anoProva Brasil  - Revisão de Língua Portuguesa 5º ano
Prova Brasil - Revisão de Língua Portuguesa 5º ano
Mary Alvarenga
 
AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1
AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1
AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Simulado 22 (port. 5º ano)
Simulado 22 (port. 5º ano)Simulado 22 (port. 5º ano)
Simulado 22 (port. 5º ano)
Cidinha Paulo
 
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemática
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemáticaParecer de uma aluno com dificuldade em matemática
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemática
SimoneHelenDrumond
 
Texto copa do mundo portugues
Texto copa do mundo portuguesTexto copa do mundo portugues
Texto copa do mundo portugues
Atividades Diversas Cláudia
 
PLANEJAMENTO 4º ANO 2º BIMESTRE (1) (1).doc
PLANEJAMENTO 4º ANO 2º BIMESTRE (1) (1).docPLANEJAMENTO 4º ANO 2º BIMESTRE (1) (1).doc
PLANEJAMENTO 4º ANO 2º BIMESTRE (1) (1).doc
marilzapereira3
 
Plano de aula dia das mães pdf
Plano de aula dia das mães pdfPlano de aula dia das mães pdf
Plano de aula dia das mães pdf
André Moraes
 
Avaliação de Língua Portuguesa - 4º bimestre - 4º ano
Avaliação de Língua Portuguesa - 4º bimestre - 4º anoAvaliação de Língua Portuguesa - 4º bimestre - 4º ano
Avaliação de Língua Portuguesa - 4º bimestre - 4º ano
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Descritor X Habilidade_5_Mat.pdf
Descritor X Habilidade_5_Mat.pdfDescritor X Habilidade_5_Mat.pdf
Descritor X Habilidade_5_Mat.pdf
Edson Vando Carneiro Pereira
 
Consciência fonologica revisto_abril_2013
Consciência fonologica revisto_abril_2013Consciência fonologica revisto_abril_2013
Consciência fonologica revisto_abril_2013
Andreá Perez Leinat
 
AVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO - 1º BIMESTRE - 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 ...
AVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO - 1º BIMESTRE - 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 ...AVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO - 1º BIMESTRE - 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 ...
AVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO - 1º BIMESTRE - 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 ...
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 

Mais procurados (20)

WORD: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
WORD: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLOWORD: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
WORD: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
 
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º anoSEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano
 
3º planejamento 3º ano
3º planejamento 3º ano3º planejamento 3º ano
3º planejamento 3º ano
 
Atividades com descritores matematica PROEB 5º ano
Atividades com descritores matematica PROEB 5º anoAtividades com descritores matematica PROEB 5º ano
Atividades com descritores matematica PROEB 5º ano
 
Gênero textual - lista de compras
Gênero textual -  lista de comprasGênero textual -  lista de compras
Gênero textual - lista de compras
 
Plano de ensino matematica
Plano de ensino  matematicaPlano de ensino  matematica
Plano de ensino matematica
 
Geografia 1º ano
Geografia 1º anoGeografia 1º ano
Geografia 1º ano
 
Brincadeiras populares e folclóricas
Brincadeiras populares e folclóricasBrincadeiras populares e folclóricas
Brincadeiras populares e folclóricas
 
Apresentação 5o ano saepe
Apresentação 5o ano saepeApresentação 5o ano saepe
Apresentação 5o ano saepe
 
Prova Brasil - Revisão de Língua Portuguesa 5º ano
Prova Brasil  - Revisão de Língua Portuguesa 5º anoProva Brasil  - Revisão de Língua Portuguesa 5º ano
Prova Brasil - Revisão de Língua Portuguesa 5º ano
 
AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1
AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1
AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1
 
Simulado 22 (port. 5º ano)
Simulado 22 (port. 5º ano)Simulado 22 (port. 5º ano)
Simulado 22 (port. 5º ano)
 
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemática
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemáticaParecer de uma aluno com dificuldade em matemática
Parecer de uma aluno com dificuldade em matemática
 
Texto copa do mundo portugues
Texto copa do mundo portuguesTexto copa do mundo portugues
Texto copa do mundo portugues
 
PLANEJAMENTO 4º ANO 2º BIMESTRE (1) (1).doc
PLANEJAMENTO 4º ANO 2º BIMESTRE (1) (1).docPLANEJAMENTO 4º ANO 2º BIMESTRE (1) (1).doc
PLANEJAMENTO 4º ANO 2º BIMESTRE (1) (1).doc
 
Plano de aula dia das mães pdf
Plano de aula dia das mães pdfPlano de aula dia das mães pdf
Plano de aula dia das mães pdf
 
Avaliação de Língua Portuguesa - 4º bimestre - 4º ano
Avaliação de Língua Portuguesa - 4º bimestre - 4º anoAvaliação de Língua Portuguesa - 4º bimestre - 4º ano
Avaliação de Língua Portuguesa - 4º bimestre - 4º ano
 
Descritor X Habilidade_5_Mat.pdf
Descritor X Habilidade_5_Mat.pdfDescritor X Habilidade_5_Mat.pdf
Descritor X Habilidade_5_Mat.pdf
 
Consciência fonologica revisto_abril_2013
Consciência fonologica revisto_abril_2013Consciência fonologica revisto_abril_2013
Consciência fonologica revisto_abril_2013
 
AVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO - 1º BIMESTRE - 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 ...
AVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO - 1º BIMESTRE - 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 ...AVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO - 1º BIMESTRE - 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 ...
AVALIAÇÃO DE ENSINO RELIGIOSO - 1º BIMESTRE - 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 ...
 

Semelhante a Plano de Ensino 4º ano

Planejamento Anual 2024 sed SC - Karina.pdf
Planejamento Anual 2024 sed SC - Karina.pdfPlanejamento Anual 2024 sed SC - Karina.pdf
Planejamento Anual 2024 sed SC - Karina.pdf
KarinaValria
 
Plano de Ensino 1º ano - Anos Iniciais
Plano de Ensino 1º ano - Anos Iniciais Plano de Ensino 1º ano - Anos Iniciais
Plano de Ensino 1º ano - Anos Iniciais
LOCIMAR MASSALAI
 
Plano de Ensino de LP
Plano de Ensino de LPPlano de Ensino de LP
Plano de Ensino de LP
LOCIMAR MASSALAI
 
Plano de Ensino do 3º ano do Ensino Fundamental
Plano de Ensino do 3º ano do Ensino Fundamental Plano de Ensino do 3º ano do Ensino Fundamental
Plano de Ensino do 3º ano do Ensino Fundamental
LOCIMAR MASSALAI
 
Planejamento Anos Iniciais 3 ano Língua Portuguesa.docx
Planejamento Anos Iniciais 3 ano Língua Portuguesa.docxPlanejamento Anos Iniciais 3 ano Língua Portuguesa.docx
Planejamento Anos Iniciais 3 ano Língua Portuguesa.docx
RaquelFinckler
 
APRESENTAÇÃO SUPER ALMANAQUES AZUL.pptx
APRESENTAÇÃO SUPER ALMANAQUES AZUL.pptxAPRESENTAÇÃO SUPER ALMANAQUES AZUL.pptx
APRESENTAÇÃO SUPER ALMANAQUES AZUL.pptx
thyagodidaticos
 
56539_Plano de Ensino 2020 5º ano.pdf
56539_Plano de Ensino 2020 5º ano.pdf56539_Plano de Ensino 2020 5º ano.pdf
56539_Plano de Ensino 2020 5º ano.pdf
BiaRangelMayworm
 
Planejamento-Anual-6°-Ano-–-Lingua-Portuguesa 1.pdf
Planejamento-Anual-6°-Ano-–-Lingua-Portuguesa 1.pdfPlanejamento-Anual-6°-Ano-–-Lingua-Portuguesa 1.pdf
Planejamento-Anual-6°-Ano-–-Lingua-Portuguesa 1.pdf
JaneNi5
 
Planejamento 2 ano
Planejamento   2 anoPlanejamento   2 ano
Planejamento 2 ano
Ana Paula
 
Planejamento-Anual-8°-Ano-–-Lingua-Portuguesa (1).pdf
Planejamento-Anual-8°-Ano-–-Lingua-Portuguesa (1).pdfPlanejamento-Anual-8°-Ano-–-Lingua-Portuguesa (1).pdf
Planejamento-Anual-8°-Ano-–-Lingua-Portuguesa (1).pdf
JaneNi5
 
Planejamento 6º ano.pdf
Planejamento 6º ano.pdfPlanejamento 6º ano.pdf
Planejamento 6º ano.pdf
RaquelOliveira513339
 
Planejamento-Anual-7°-Ano-–-Lingua-Portuguesa (1).pdf
Planejamento-Anual-7°-Ano-–-Lingua-Portuguesa (1).pdfPlanejamento-Anual-7°-Ano-–-Lingua-Portuguesa (1).pdf
Planejamento-Anual-7°-Ano-–-Lingua-Portuguesa (1).pdf
JaneNi5
 
Planejamento-Anual-9°-Ano-–-Lingua-Portuguesa (1).pdf
Planejamento-Anual-9°-Ano-–-Lingua-Portuguesa (1).pdfPlanejamento-Anual-9°-Ano-–-Lingua-Portuguesa (1).pdf
Planejamento-Anual-9°-Ano-–-Lingua-Portuguesa (1).pdf
JaneNi5
 
Plano de Ensino de Ciências
Plano de Ensino de Ciências Plano de Ensino de Ciências
Plano de Ensino de Ciências
LOCIMAR MASSALAI
 
Planejamento-Anual-–-1-2-e-3°-Ano-–-Ensino-Medio-Linguagens-e-Suas-Tecnologia...
Planejamento-Anual-–-1-2-e-3°-Ano-–-Ensino-Medio-Linguagens-e-Suas-Tecnologia...Planejamento-Anual-–-1-2-e-3°-Ano-–-Ensino-Medio-Linguagens-e-Suas-Tecnologia...
Planejamento-Anual-–-1-2-e-3°-Ano-–-Ensino-Medio-Linguagens-e-Suas-Tecnologia...
JaneNi5
 
10 competencias
10 competencias10 competencias
Planejamento 3º ano ( 2ª série )
Planejamento   3º ano ( 2ª série )Planejamento   3º ano ( 2ª série )
Planejamento 3º ano ( 2ª série )
silvinha331
 
BNCC
BNCCBNCC
AS 10 COMPETÊNCIAS GERAIS DA BNCC.pdf
AS 10 COMPETÊNCIAS GERAIS DA BNCC.pdfAS 10 COMPETÊNCIAS GERAIS DA BNCC.pdf
AS 10 COMPETÊNCIAS GERAIS DA BNCC.pdf
ladiane1
 
AS 10 COMPETÊNCIAS GERAIS DA BNCC.docx
AS 10 COMPETÊNCIAS GERAIS DA BNCC.docxAS 10 COMPETÊNCIAS GERAIS DA BNCC.docx
AS 10 COMPETÊNCIAS GERAIS DA BNCC.docx
ladiane1
 

Semelhante a Plano de Ensino 4º ano (20)

Planejamento Anual 2024 sed SC - Karina.pdf
Planejamento Anual 2024 sed SC - Karina.pdfPlanejamento Anual 2024 sed SC - Karina.pdf
Planejamento Anual 2024 sed SC - Karina.pdf
 
Plano de Ensino 1º ano - Anos Iniciais
Plano de Ensino 1º ano - Anos Iniciais Plano de Ensino 1º ano - Anos Iniciais
Plano de Ensino 1º ano - Anos Iniciais
 
Plano de Ensino de LP
Plano de Ensino de LPPlano de Ensino de LP
Plano de Ensino de LP
 
Plano de Ensino do 3º ano do Ensino Fundamental
Plano de Ensino do 3º ano do Ensino Fundamental Plano de Ensino do 3º ano do Ensino Fundamental
Plano de Ensino do 3º ano do Ensino Fundamental
 
Planejamento Anos Iniciais 3 ano Língua Portuguesa.docx
Planejamento Anos Iniciais 3 ano Língua Portuguesa.docxPlanejamento Anos Iniciais 3 ano Língua Portuguesa.docx
Planejamento Anos Iniciais 3 ano Língua Portuguesa.docx
 
APRESENTAÇÃO SUPER ALMANAQUES AZUL.pptx
APRESENTAÇÃO SUPER ALMANAQUES AZUL.pptxAPRESENTAÇÃO SUPER ALMANAQUES AZUL.pptx
APRESENTAÇÃO SUPER ALMANAQUES AZUL.pptx
 
56539_Plano de Ensino 2020 5º ano.pdf
56539_Plano de Ensino 2020 5º ano.pdf56539_Plano de Ensino 2020 5º ano.pdf
56539_Plano de Ensino 2020 5º ano.pdf
 
Planejamento-Anual-6°-Ano-–-Lingua-Portuguesa 1.pdf
Planejamento-Anual-6°-Ano-–-Lingua-Portuguesa 1.pdfPlanejamento-Anual-6°-Ano-–-Lingua-Portuguesa 1.pdf
Planejamento-Anual-6°-Ano-–-Lingua-Portuguesa 1.pdf
 
Planejamento 2 ano
Planejamento   2 anoPlanejamento   2 ano
Planejamento 2 ano
 
Planejamento-Anual-8°-Ano-–-Lingua-Portuguesa (1).pdf
Planejamento-Anual-8°-Ano-–-Lingua-Portuguesa (1).pdfPlanejamento-Anual-8°-Ano-–-Lingua-Portuguesa (1).pdf
Planejamento-Anual-8°-Ano-–-Lingua-Portuguesa (1).pdf
 
Planejamento 6º ano.pdf
Planejamento 6º ano.pdfPlanejamento 6º ano.pdf
Planejamento 6º ano.pdf
 
Planejamento-Anual-7°-Ano-–-Lingua-Portuguesa (1).pdf
Planejamento-Anual-7°-Ano-–-Lingua-Portuguesa (1).pdfPlanejamento-Anual-7°-Ano-–-Lingua-Portuguesa (1).pdf
Planejamento-Anual-7°-Ano-–-Lingua-Portuguesa (1).pdf
 
Planejamento-Anual-9°-Ano-–-Lingua-Portuguesa (1).pdf
Planejamento-Anual-9°-Ano-–-Lingua-Portuguesa (1).pdfPlanejamento-Anual-9°-Ano-–-Lingua-Portuguesa (1).pdf
Planejamento-Anual-9°-Ano-–-Lingua-Portuguesa (1).pdf
 
Plano de Ensino de Ciências
Plano de Ensino de Ciências Plano de Ensino de Ciências
Plano de Ensino de Ciências
 
Planejamento-Anual-–-1-2-e-3°-Ano-–-Ensino-Medio-Linguagens-e-Suas-Tecnologia...
Planejamento-Anual-–-1-2-e-3°-Ano-–-Ensino-Medio-Linguagens-e-Suas-Tecnologia...Planejamento-Anual-–-1-2-e-3°-Ano-–-Ensino-Medio-Linguagens-e-Suas-Tecnologia...
Planejamento-Anual-–-1-2-e-3°-Ano-–-Ensino-Medio-Linguagens-e-Suas-Tecnologia...
 
10 competencias
10 competencias10 competencias
10 competencias
 
Planejamento 3º ano ( 2ª série )
Planejamento   3º ano ( 2ª série )Planejamento   3º ano ( 2ª série )
Planejamento 3º ano ( 2ª série )
 
BNCC
BNCCBNCC
BNCC
 
AS 10 COMPETÊNCIAS GERAIS DA BNCC.pdf
AS 10 COMPETÊNCIAS GERAIS DA BNCC.pdfAS 10 COMPETÊNCIAS GERAIS DA BNCC.pdf
AS 10 COMPETÊNCIAS GERAIS DA BNCC.pdf
 
AS 10 COMPETÊNCIAS GERAIS DA BNCC.docx
AS 10 COMPETÊNCIAS GERAIS DA BNCC.docxAS 10 COMPETÊNCIAS GERAIS DA BNCC.docx
AS 10 COMPETÊNCIAS GERAIS DA BNCC.docx
 

Mais de LOCIMAR MASSALAI

Retrospectiva 2020/2021
Retrospectiva 2020/2021Retrospectiva 2020/2021
Retrospectiva 2020/2021
LOCIMAR MASSALAI
 
Projeto Vim te buscar para ficar - Busca ativa em tempos de pandemia
Projeto Vim te buscar para ficar - Busca ativa em tempos de pandemiaProjeto Vim te buscar para ficar - Busca ativa em tempos de pandemia
Projeto Vim te buscar para ficar - Busca ativa em tempos de pandemia
LOCIMAR MASSALAI
 
Plano de Retorno às aulas presenciais
Plano de Retorno às aulas presenciais Plano de Retorno às aulas presenciais
Plano de Retorno às aulas presenciais
LOCIMAR MASSALAI
 
implementação da BNCC: compromisso com a excelência e a equidade nas aprendiz...
implementação da BNCC: compromisso com a excelência e a equidade nas aprendiz...implementação da BNCC: compromisso com a excelência e a equidade nas aprendiz...
implementação da BNCC: compromisso com a excelência e a equidade nas aprendiz...
LOCIMAR MASSALAI
 
O papel do gestor
O papel do gestor O papel do gestor
O papel do gestor
LOCIMAR MASSALAI
 
BNCC da Educação Básica
BNCC da Educação Básica BNCC da Educação Básica
BNCC da Educação Básica
LOCIMAR MASSALAI
 
Caderno de Orientações Pedagógicas - Educação Infantil -RO
Caderno de Orientações Pedagógicas - Educação Infantil -ROCaderno de Orientações Pedagógicas - Educação Infantil -RO
Caderno de Orientações Pedagógicas - Educação Infantil -RO
LOCIMAR MASSALAI
 
Guia orientador do PP - CRE - Ji-Paraná
Guia orientador do PP - CRE - Ji-ParanáGuia orientador do PP - CRE - Ji-Paraná
Guia orientador do PP - CRE - Ji-Paraná
LOCIMAR MASSALAI
 
Sequencia Didática - Um mergulho na história da moda
Sequencia Didática - Um mergulho na história da moda Sequencia Didática - Um mergulho na história da moda
Sequencia Didática - Um mergulho na história da moda
LOCIMAR MASSALAI
 
Regimento Interno da E.E.E.F. Sílvio Micheluzzi
Regimento Interno da E.E.E.F. Sílvio Micheluzzi Regimento Interno da E.E.E.F. Sílvio Micheluzzi
Regimento Interno da E.E.E.F. Sílvio Micheluzzi
LOCIMAR MASSALAI
 
Modelo de Resumo para relatos de experiências
Modelo de Resumo para relatos de experiênciasModelo de Resumo para relatos de experiências
Modelo de Resumo para relatos de experiências
LOCIMAR MASSALAI
 
O Protagonismo de alunos de 6º ao 9º ano da Escola Estadual de Ensino Fundame...
O Protagonismo de alunos de 6º ao 9º ano da Escola Estadual de Ensino Fundame...O Protagonismo de alunos de 6º ao 9º ano da Escola Estadual de Ensino Fundame...
O Protagonismo de alunos de 6º ao 9º ano da Escola Estadual de Ensino Fundame...
LOCIMAR MASSALAI
 
Projeto Pedagógico Escolar
Projeto Pedagógico EscolarProjeto Pedagógico Escolar
Projeto Pedagógico Escolar
LOCIMAR MASSALAI
 
Plano Anual de Ação Secretaria Escolar
Plano Anual de Ação Secretaria Escolar Plano Anual de Ação Secretaria Escolar
Plano Anual de Ação Secretaria Escolar
LOCIMAR MASSALAI
 
Plano Anual de Ação do Labin
Plano Anual de Ação do LabinPlano Anual de Ação do Labin
Plano Anual de Ação do Labin
LOCIMAR MASSALAI
 
Plano Anual de Ação da Direção Escolar
Plano Anual de Ação da Direção Escolar Plano Anual de Ação da Direção Escolar
Plano Anual de Ação da Direção Escolar
LOCIMAR MASSALAI
 
Plano Anual de Ação da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Ação da Biblioteca Escolar Plano Anual de Ação da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Ação da Biblioteca Escolar
LOCIMAR MASSALAI
 
Plano de Ensino de Educação Física - 2020
Plano de Ensino de Educação Física - 2020Plano de Ensino de Educação Física - 2020
Plano de Ensino de Educação Física - 2020
LOCIMAR MASSALAI
 
Plano Anual de Ação da Orientação Escolar
Plano Anual de Ação da Orientação Escolar Plano Anual de Ação da Orientação Escolar
Plano Anual de Ação da Orientação Escolar
LOCIMAR MASSALAI
 
Cartas a um jovem poeta
Cartas a um jovem poetaCartas a um jovem poeta
Cartas a um jovem poeta
LOCIMAR MASSALAI
 

Mais de LOCIMAR MASSALAI (20)

Retrospectiva 2020/2021
Retrospectiva 2020/2021Retrospectiva 2020/2021
Retrospectiva 2020/2021
 
Projeto Vim te buscar para ficar - Busca ativa em tempos de pandemia
Projeto Vim te buscar para ficar - Busca ativa em tempos de pandemiaProjeto Vim te buscar para ficar - Busca ativa em tempos de pandemia
Projeto Vim te buscar para ficar - Busca ativa em tempos de pandemia
 
Plano de Retorno às aulas presenciais
Plano de Retorno às aulas presenciais Plano de Retorno às aulas presenciais
Plano de Retorno às aulas presenciais
 
implementação da BNCC: compromisso com a excelência e a equidade nas aprendiz...
implementação da BNCC: compromisso com a excelência e a equidade nas aprendiz...implementação da BNCC: compromisso com a excelência e a equidade nas aprendiz...
implementação da BNCC: compromisso com a excelência e a equidade nas aprendiz...
 
O papel do gestor
O papel do gestor O papel do gestor
O papel do gestor
 
BNCC da Educação Básica
BNCC da Educação Básica BNCC da Educação Básica
BNCC da Educação Básica
 
Caderno de Orientações Pedagógicas - Educação Infantil -RO
Caderno de Orientações Pedagógicas - Educação Infantil -ROCaderno de Orientações Pedagógicas - Educação Infantil -RO
Caderno de Orientações Pedagógicas - Educação Infantil -RO
 
Guia orientador do PP - CRE - Ji-Paraná
Guia orientador do PP - CRE - Ji-ParanáGuia orientador do PP - CRE - Ji-Paraná
Guia orientador do PP - CRE - Ji-Paraná
 
Sequencia Didática - Um mergulho na história da moda
Sequencia Didática - Um mergulho na história da moda Sequencia Didática - Um mergulho na história da moda
Sequencia Didática - Um mergulho na história da moda
 
Regimento Interno da E.E.E.F. Sílvio Micheluzzi
Regimento Interno da E.E.E.F. Sílvio Micheluzzi Regimento Interno da E.E.E.F. Sílvio Micheluzzi
Regimento Interno da E.E.E.F. Sílvio Micheluzzi
 
Modelo de Resumo para relatos de experiências
Modelo de Resumo para relatos de experiênciasModelo de Resumo para relatos de experiências
Modelo de Resumo para relatos de experiências
 
O Protagonismo de alunos de 6º ao 9º ano da Escola Estadual de Ensino Fundame...
O Protagonismo de alunos de 6º ao 9º ano da Escola Estadual de Ensino Fundame...O Protagonismo de alunos de 6º ao 9º ano da Escola Estadual de Ensino Fundame...
O Protagonismo de alunos de 6º ao 9º ano da Escola Estadual de Ensino Fundame...
 
Projeto Pedagógico Escolar
Projeto Pedagógico EscolarProjeto Pedagógico Escolar
Projeto Pedagógico Escolar
 
Plano Anual de Ação Secretaria Escolar
Plano Anual de Ação Secretaria Escolar Plano Anual de Ação Secretaria Escolar
Plano Anual de Ação Secretaria Escolar
 
Plano Anual de Ação do Labin
Plano Anual de Ação do LabinPlano Anual de Ação do Labin
Plano Anual de Ação do Labin
 
Plano Anual de Ação da Direção Escolar
Plano Anual de Ação da Direção Escolar Plano Anual de Ação da Direção Escolar
Plano Anual de Ação da Direção Escolar
 
Plano Anual de Ação da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Ação da Biblioteca Escolar Plano Anual de Ação da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Ação da Biblioteca Escolar
 
Plano de Ensino de Educação Física - 2020
Plano de Ensino de Educação Física - 2020Plano de Ensino de Educação Física - 2020
Plano de Ensino de Educação Física - 2020
 
Plano Anual de Ação da Orientação Escolar
Plano Anual de Ação da Orientação Escolar Plano Anual de Ação da Orientação Escolar
Plano Anual de Ação da Orientação Escolar
 
Cartas a um jovem poeta
Cartas a um jovem poetaCartas a um jovem poeta
Cartas a um jovem poeta
 

Último

Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
Manuais Formação
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 

Último (20)

Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 

Plano de Ensino 4º ano

  • 1. PLANO DE ENSINO – ANO 2020 COMPONENTE CURRICULAR: PROFESSOR: ANO/ETAPA: 2020 TURMA: 4º ANO
  • 2. COMPETÊNCIAS ESPECIFICAS 1- Reconhecer que a Matemática é uma ciência humana, fruto das necessidades e preocupações de diferentes culturas, em diferentes momentos históricos, e é uma ciência viva, que contribui para solucionar problemas científicos e tecnológicos e para alicerçar descobertas e construções, inclusive com impactos no mundo do trabalho. 2- Desenvolver o raciocínio lógico, o espírito de investigação e a capacidade de produzir argumentos convincentes, recorrendo aos conhecimentos matemáticos para compreender e atuar no mundo. 3. Compreender as relações entre conceitos e procedimentos dos diferentes campos da Matemática (Aritmética, Álgebra, Geometria, Estatística e Probabilidade) e de outras áreas do conhecimento, sentindo segurança quanto à própria capacidade de construir e aplicar conhecimentos matemáticos, desenvolvendo a autoestima e a perseverança na busca de soluções. 4. Fazer observações sistemáticas de aspectos quantitativos e qualitativos presentes nas práticas sociais e culturais, de modo a investigar, organizar, representar e comunicar informações relevantes, para interpretá-las e avaliá-las crítica e eticamente, produzindo argumentos convincentes. 5. Utilizar processos e ferramentas matemáticas, inclusive tecnologias digitais disponíveis, para modelar e resolver problemas cotidianos, sociais e de outras áreas de conhecimento, validando estratégias e resultados. 6. Enfrentar situações-problema em múltiplos contextos, incluindo-se situações imaginadas, não diretamente relacionadas com o aspecto prático-utilitário, expressar suas respostas e sintetizar conclusões, utilizando diferentes registros e linguagens (gráficos, tabelas, esquemas, além de texto escrito na língua materna e outras linguagens para descrever algoritmos, como fluxogramas, e dados). 7. Desenvolver e/ou discutir projetos que abordem, sobretudo, questões de urgência social, com base em princípios éticos, democráticos, sustentáveis e solidários, valorizando a diversidade de opiniões de indivíduos e de grupos sociais, sem preconceitos de qualquer natureza. 8. Interagir com seus pares de forma cooperativa, trabalhando coletivamente no planejamento e desenvolvimento de pesquisas para responder a questionamentos e na busca de soluções para problemas, de modo a identificar aspectos consensuais ou não na discussão de uma determinada questão, respeitando o modo de pensar dos colegas e aprendendo com eles. COMPETENCIAS GERAIS 1. Valorizar e utilizar os conhecimentos historicamente construídos sobre o mundo físico, social, cultural e digital para entender e explicar a realidade. Portanto, continuar aprendendo e colaborar para a construção de uma sociedade justa, democrática e inclusiva. 2. Exercitar a curiosidade intelectual e recorrer à abordagem própria das ciências, incluindo a investigação, a reflexão, a análise crítica, a imaginação e a criatividade, para investigar causas, elaborar e testar hipóteses, formular e resolver problemas e criar soluções (inclusive tecnológicas) com base nos conhecimentos das diferentes áreas. 3. Valorizar e fruir as diversas manifestações artísticas e culturais, das locais às mundiais, e também participar de práticas diversificadas da produção artístico-cultural.
  • 3. 4. Utilizar diferentes linguagens – verbal (oral ou visual-motora, como Libras, e escrita), corporal, visual, sonora e digital –, bem como conhecimentos das linguagens artística, matemática e científica, para se expressar e partilhar informações, experiências, ideias e sentimentos em diferentes contextos e produzir sentidos que levem ao entendimento mútuo. 5. Compreender, utilizar e criar tecnologias digitais de informação e comunicação de forma crítica, significativa, reflexiva e ética nas diversas práticas sociais (incluindo as escolares) para se comunicar, acessar e disseminar informações, produzir conhecimentos, resolver problemas e exercer protagonismo e autoria na vida pessoal e coletiva. 6. Valorizar a diversidade de saberes e vivências culturais e apropriar-se de conhecimentos e experiências que lhe possibilitem entender as relações próprias do mundo do trabalho. Ao mesmo tempo, fazer escolhas alinhadas ao exercício da cidadania e ao seu projeto de vida, com liberdade, autonomia, consciência crítica e responsabilidade. 7. Argumentar com base em fatos, dados e informações confiáveis, para formular, negociar e defender ideias, pontos de vista e decisões comuns que respeitem e promovam os direitos humanos. Bem como a consciência socioambiental e o consumo responsável em âmbito local, regional e global. Assim como o posicionamento ético em relação ao cuidado de si mesmo, dos outros e do planeta. 8. Conhecer-se, apreciar-se e cuidar de sua saúde física e emocional, compreendendo-se na diversidade humana e reconhecendo suas emoções e as dos outros, com autocrítica e capacidade para lidar com elas. 9. Exercitar a empatia, o diálogo, a resolução de conflitos e a cooperação, fazendo-se respeitar e promovendo o respeito ao outro e aos direitos humanos, com acolhimento e valorização da diversidade de indivíduos e de grupos sociais, seus saberes, identidades, culturas e potencialidades, sem preconceitos de qualquer natureza. 10. Agir pessoal e coletivamente com autonomia, responsabilidade, flexibilidade, resiliência e determinação, tomando decisões com base em princípios éticos, democráticos, inclusivos, sustentáveis e solidários ÁREA DA LINGUAGEM: LÍNGUA PORTUGUESA 1º BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA HABILIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS RECURSOS IDÁTICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO
  • 4. Práticas de Linguagens ORALIDADE (EF05LP02) Opinar, em discussões e debates em sala de aula, sobre questões emergentes no cotidiano escolar ou sobre informações lidas, argumentando em de- fesa de sua posição. (EF04LP04) Respeitar, em situações in- formais e formais, as características dos turnos da conversação (alternância de participantes), considerando o contexto e as características dointerlocutores (status profissional, idade etc.). Unidade I Leitura de Fábulas: prosae versos Leitura 1: A cigar- ra e as formigas, esopo.. Leitura 2: A cigar- ra e a formiga, fá- bula revisada. Ci- neas Santos. Unidade II leitura Diário pessoal: Leitura 1: Diário da Julieta, Ziraldo. Leitura 2: Diário de um banana, Jeff Kinney. Roda de conversa sobre poesia e a importância da leitura e da escrita para a comunicação. Estímulo os alunos para que deem exemplos ou falem de situações que envolvam aquisi- ção de conhecimentos no pas- sado e como esse processo ocorre na atualidade. Destacar a importância e o respeito ao ato de falar e a al- ternância dos participantes. Leitura inicial de texto, como leitor modelo, para que os alu- nos observem o ritmo, a ento- nação e a expressividade que pode ser dada na leitura. Motivar os alunos a ler em voz alta para mostrar adequações e possibilidades de aprimora- mento. Visitas à biblioteca ou sala de leitura ou cantinho de leitura da sala, motivando a leitura do texto literário como uma forma de conhecimento de cultura e expressão de identidade. Cartolina. Confecção de cartaz; Livros para leitura. Exercício; Caderno; Livro didá- tico; Atividades impressas; Revistas; Jornais; Processo de avaliação para todos os bimestres com base na Portaria Nº 4563/2015, Art. 5º, Das avaliações escritas, diagnóstica; avaliação parcial e bimestral, previstas no calendário escolar, com a partici- pação em todas as ati- vidades propostas em sala de aula e ativida- des extra sala e pontua- lidade na entrega das atividades. Observar a participação dos alunos durante as atividades orais e seu desenvolvimento. Acompanhar a realiza- ção das atividades o- rais, observando o grau de dificuldade de cada aluno. LEITURA (EF04LP08) Localizar e comparar infor- mações explícitas em textos. (EF35LP05) Ler textos de diferentes ex- tensões, silenciosamente e em voz alta, com crescente autonomia e fluência (pa- drão rítmico adequado e precisão), de modo a possibilitar a compreensão. (EF35LP13) Reconhecer o texto literário como expressão de identidades e culturas. (EF35LP15) Valorizar a literatura, em sua diversidade cultural, como patrimô- nio artístico da humanidade.
  • 5. Linguagens e Cons- trução ESCRITA (EF04LP21) Utilizar, ao produzir o texto, conhecimentos linguísticos e gramaticais: convenções de escrita de diálogos (dis- curso direto), pontuação (ponto final, ponto de exclamação e interrogação, dois- pontos, ponto de vírgulas em enu- merações) e regras ortográficas. (EF35LP09) Organizar o texto em unida- des de sentido, dividindo-o em parágrafos segundo as normas gráficas e de acordo com as características do gênero textual. (EF35LP10) Reler e revisar o texto pro- duzido com a ajuda do professor e a co- laboração dos colegas, para corrigi-lo e aprimorá-lo, fazendo cortes, acréscimos, reformulações, correções de ortografia e pontuação. Interpretação de texto Compreensão do texto Escrita de versos e estrofes Produção de texto Parágrafo Sinais de pontua- ção Classificação das sílabas Auxiliar os alunos no uso cor- reto da ortografia em sua con- cordância e pontuação de tex- tos. Auxiliar e orientar os alunos na construção e na estética. Com- partilhar os textos em roda. Produção de textos, direcio- nando os alunos durante as construções a organizar os pa- rágrafos de acordo com o gêne- ro trabalhado. Trabalhar com tirinhas de pa- pel, nas quais serão escritas frase por frase para que os alu- nos visualizem e organizem o texto em uma sequência lógica. Observar se os alunos escrevem corretamente as palavras, verificar as dificuldades durante a escrita e registrá-las. Observar se os alunos identificam os sinais de pontuação e se fazem uso deles na leitura e na escrita. Perceber se os alunos compreendem outros significados das pala- vras dentro de um con- texto trabalhado, loca- lizando-as no dicioná- rio. Língua: Uso e Reflexões CONHECIMENTOS LINGUÍSTICOS E GRAMATICAIS (EF04LP27) Identificar a função na leitu- ra e usar, adequadamente, na escrita pon- to final, de interrogação, de exclamação, dois-pontos e travessão em diálogos (dis- curso direto), vírgula em enumerações e em separação de vocativo e de aposto. (EF04LP28) Localizar palavras no dicio- nário para esclarecer significados, reco- nhecendo o significado mais plausível para o contexto que deu origem à consul- ta. Gramática: Sinais de pontua- ção Classificação das sílabas Fonemas Vocativo Aposto Dicionário Ortografia: Uso de letras mai- úsculas e minúscu- las. Orientação nos processos de escrita e reconhecimento dos sinais de pontuação quanto a sua função e utilização. Comparar as classe da palavra, significado, número de sílabas, exemplo de uso em frase, síla- ba tônica da palavra. Motivar a curiosidade dos alu- nos para pesquisar palavras no dicionário, experimentando novos significados. Exercício; Caderno; Livro; Atividades impressas; Livros; Revistas; Jornais; Observar se os alunos: escrevem corretamente as palavras, têm difi- culdade durante a escri- ta. Se identificam os sinais de pontuação e se fa- zem uso deles na leitura e na escrita. Percebem e compreen- dem outros significados das palavras dentro de um contexto.
  • 6. ÁREA DA LINGUAGEM: LÍNGUA PORTUGUESA 2° BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA HABILIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS RECURSOS IDÁTICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO Práticas de Linguagens ORALIDADE (EF04LP01) Participar das interações orais em sala de aula, com liberdade, de- senvoltura e respeito para resolver confli- tos e criar soluções. (EF35LP04) Respeitar a variação linguís- tica como característica de uso da língua dos diferentes grupos sociais, rejeitando preconceitos linguísticos. Unidade III – Re- portagem Leitura1: Reporta- gem Capa de Jornal Práticas de Orali- dade. Unidade IV – Carta Leitura 2: Carta Sr. Lobo, Janet e Allan Ahlbeg. Leitura 3: Cara Srª Leroy, Mark Tea- gue. Práticas de orali- dade Outras linguagens Mediação das leituras dos tex- tos do livro, estimulando os conhecimentos prévios dos alunos sobre os assuntos abor- dados. Promoção de conversas com os alunos sobre o que entenderam dos textos lidos, explorando imagens, informações e o sig- nificado das palavras. “Roda de conversa” e discus- são com o grupo sobre as vari- ações da nossa língua. Jornais. Noticias em revistas e televisão; Pesquisas na internet; Livro didá- ticos e para- didáticos. Processo de avaliação para todos os bimestres com base na Portaria Nº 4563/2015, Art. 5º. Observar se os alunos participam de ativida- des de apresentação oral, expressando-se com autonomia e de- senvoltura. (EF04LP08) Localizar e comparar infor- mações explícitas em textos. LEITURA (EF04LP09) Buscar e selecionar infor- mações sobre temas de interesse pessoal ou escolar em textos que circulam em meios digitais ou impressos. (EF04LP14) Diferenciar fatos de opiniões em textos informativos, reportagens e notícias. LINGUAGEM E CONSTRUÇÃO (EF04LP21) Utilizar, ao produzir o texto, conhecimentos linguísticos e gramaticais observando diálogos (discurso direto), pontuação (ponto final, ponto de excla- mação, ponto de interrogação, dois- pontos, vírgulas em enumerações), regras ortográficas. Interpretação de texto Compreensão do texto Análise dos textos trabalhados, diferenciando reportagem (ba- seada em fatos, relatos e opini- ões. Produções de texto, observan- do o uso correto da ortografia, concordância e pontuação. Observar se nas suas construções, os alunos respeitam parágrafos. Averiguar se os alunos fazem as correções ne- cessárias e sugeridas nos textos.
  • 7. ESCRITA (EF35LP08) Buscar, em meios impressos ou digitais, informações neces- sárias à produção do texto. (EF35LP09) Organizar o texto em unida- des de sentido, dividindo-o em parágrafos segundo as normas gráficas e com carac- terísticas do gênero textual. Construção de tex- tos Escrita de Cartas Entrevistas Cartas e Vídeo sobre “Pombos- correio – encontrado na inter- net. Promoção de momentos de pesquisas impressas ou digi- tais, agregando informações nas produções textuais. Verificar se os alunos fazem as alterações propostas na revisão, incorporando-as corre- tamente aos textos pro- duzidos. LÍNGUA: USO E REFLEXÕES CONHECIMENTOS LINGUÍSTICOS E GRAMATICAIS (EF04LP27) Identificar a função na leitu- ra e usar, adequadamente, na escrita pon- to final, de interrogação, de exclamação, dois-pontos e travessão em diálogos (discurso direto), vírgula em enumera- ções e em separação de vocativo e de aposto. (EF04LP31) Identificar em textos e usar na produção textual pronomes anafóricos (pessoais, possessivos e demonstrativos) como recurso coesivo. (EF04LP28) Localizar palavras no dicio- nário para esclarecer significados, reco- nhecendo o significado mais plausível para o contexto. (EF04LP32) Identificar em textos e usar na produção textual a concordância entre sujeito (substantivo ou pronome pessoal) e verbo (concordância verbal). (EF04LP33) Identificar em textos e usar na produção textual a concordância entre artigo, substantivo e adjetivo (grupo no- minal). Gramática: Classificações dos Substantivos: sim- ples e composto; concreto e abstrato; primitivo e deriva- do e coletivo. Adjetivos e artigos; Gênero e número: Concordância com o substantivo; Verbo: tempo e pessoa. Pronomes pessoais; Oxítona, paroxíto- na e proparoxíto- nas. Ortografia: Acentuação das paroxítonas termi- nadas em iu / il. terminadas em is/ l/ r/ ão(s). Uso de dicionário. Destaque dos sinais de pontua- ção nos textos trabalhados quanto a sua função e utiliza- ção. Diferenciação da pontua- ção usada em reportagem, que pressupõe dados e fatos. Observação do uso dos prono- mes anafóricos em trechos de textos de circulação pesquisa- dos em jornais e revistas. Exercícios com foco no uso de pronomes que fazem referên- cias a um termo anterior. Atividades de sistematização que tenham como foco a con- cordância do verbo com dife- rentes sujeitos, flexionando o verbo em número e pessoa. Atividades de sistematização com enfoque nos substantivos e seus determinantes e nas concordâncias de gênero e de número. Exercício; Caderno; Livro; Atividades impressas; Livros; Revistas; Jornais; Verificar se os alunos harmonizam as flexões entre artigo, substanti- vo e adjetivo em suas produções. Observar se os alunos harmonizam as flexões entre verbo e sujeito, número e pessoa nas construções de textos. Através de observações e fixação de exercícios.
  • 8. ÁREA DA LINGUAGEM: LÍNGUA PORTUGUESA 3º BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA HABILIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS RECURSOS DIDÁTICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO PRÁTICAS DE LINGUAGENS (EF04LP08) Localizar e comparar infor- mações explícitas em textos. (EF04LP09) Buscar e selecionar infor- mações sobre temas de interesse pessoal ou escolar em textos que circulam em meios digitais ou impressos. Unidade V: Texto informativo Leitura1: Por que as lagartixas per- dem o rabo? Mara Cintia Kiefer e Carlos Frederico Duarte da Rocha. Práticas de orali- dade Outras linguagens. Unidade VI: Conto de suspense Leitura : Caio, An- gela-Lago Práticas de orali- dade Dramatização e leitura expressiva. Textos verbais e não verbais Rodas de história. Levantameto de informações e de deduções durante a leitura dos textos. Questionamentos sobre o pú- blico-alvo, considerando o gênero, a intenção e o contexto temático dos textos apresenta- dos no livro. Análise dos textos trabalhados, diferenciando texto informati- vo de texto ficcional . Estudo e sistematização das partes do texto informativo e dos elementos e momentos da narrativa do conto de suspense. Identificação das funções da linguagem na exposição oral de trabalhos, como também de suas características expressi- vas. Orientação sobre a consrução de dramatizações. Fantoches Papel A4 Lápis Caderno Livros Cartolina Processo de avaliação para todos os bimestres com base na Portaria Nº 4563/2015, Art. 5º. Acompanhar a realiza- ção das atividades o- rais, observando o grau de dificuldade de cada aluno. Observar a participação dos alunos durante as atividades orais e seu desenvolvimento. Exercitar a linguagem oral com base na dis- cussão de um tema. Verificar a compreen- são dos alunos em rela- ção ao público e ao conteúdo temático dos textos apresentados. ORALIDADE (EF04LP16) Inferir relações de causali- dade que não aparecem de modo explíci- to no texto. (EF35LP05) Ler textos de diferentes ex- tensões, silenciosamente e em voz alta, com crescente autonomia e fluência (pa- drão rítmico adequado e precisão), de modo a possibilitar a compreensão. LEITURA (EF04LP05) Identificar características lingüísticas, expressivas e composicio- nais de gêneros textuais orais, em situa- ções formais e informais (conversação, entrevista, noticiário, debate etc.).
  • 9. LINGUAGENS E CONSTRUÇÃO ESCRITA (EF35LP09) Organizar o texto em unida- des de sentido, dividindo-o em parágrafos segundo as normas gráficas e de acordo com as características do gênero textual. (EF04LP22) Utilizar, ao produzir o texto, recursos de coesão pronominal (prono- mes anafóricos) e articuladores de rela- ções de sentido (tempo, causa, oposição, conclusão, comparação), com nível sufi- ciente de informatividade. Contos de suspen- se: Elementos da nar- rativa Linguagens e cons- trução do texto Uso do porque e por que no texto. Produção de texto Interpretação e compreensão do texto. Atividades de sistematização para organizar os parágrafos de acordo com o gênero trabalha- do. Troca de textos entre du- plas para que um aluno leia e o outro ouça, de modo que eles percebam as necessidades de adequações. Utilização de recursos de arti- culações para garantir a coesão e a continuidade das produções dos alunos. Observar as constru- ções dos alunos, respei- tando parágrafos e ca- racterísticas de cada gênero. Verificar se os alunos realizam as correções necessárias dos textos, fazendo as devidas cor- reções de ortografia e pontuação. LÍNGUA: USO E REFLEXÕES CONHECIMENTOS LINGUÍSTICOS E GRAMATICAIS (EF04LP27) Identificar a função na leitu- ra e usar, adequadamente, na escrita pon- to final, de interrogação, de exclamação, dois-pontos e travessão em diálogos, vír- gula em enumerações e em separação de vocativo e de aposto. (EF04LP31) Identificar em textos e usar na produção textual pronomes (pessoais, possessivos e demonstrativos) como re- curso coesivo. (EF04LP32) Identificar em textos e usar na produção textual a concordância entre sujeito, pronomes e verbo. (EF04LP28) Localizar palavras no dicio- nário para esclarecer significados, reco- nhecendo o significado mais plausível para o contexto que deu origem à consul- ta. Gramática: Pronomes pessoais, possessivos e de- monstrativos; Sinais de Pontua- ção e entonação; Verbo passado e presente; Ortografia: Letra x com som de S; Palavras com S som de S Os sons da letra X, Z, S; Final de palavras ou/ol; Uso do dicionário. Exploração do conto de sus- pense, no qual a pontuação expressiva é empregada em larga escala, produzindo dife- rentes efeitos de sentido. Momentos alternados de pro- cura de palavras e seus signifi- cados no dicionário e de esco- lha de palavras substitutas. Atividades de sistematização, desafiando os alunos a fazer com mais autonomia a flexão de verbos e a concordância com o sujeito, flexionando overbo em número e pessoa. Produções em que os alunos harmonizam as palavras com os substantivos, artigo e adjeti- vo. Revistas; Livros do aluno Livro de contos; Lápis, bor- racha lousa, caderno, Atividade xerocada e simulados de ortogra- fia e gramá- tica. Observar se os alunos harmonizam as flexões entre verbo e sujeito, número e pessoa nas construções de textos. Verificar se os alunos harmonizam as flexões entre artigo, substanti- vo e adjetivo em suas produções, auxiliando- os.
  • 10. ÁREA DA LINGUAGEM: LÍNGUA PORTUGUESA 4º BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA HABILIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS RECURSOS DIDÁTICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO PRÁTICAS DE LINGUAGENS ORALIDADE LEITURA (EF35LP05) Ler textos de diferentes ex- tensões, silenciosamente e em voz alta, com crescente autonomia e fluência (pa- drão rítmico adequado e precisão), de modo a possibilitar a compreensão. (EF35LP04) Respeitar a variação linguís- tica do uso da língua, rejeitando precon- ceitos linguísticos. (EF04LP08) Localizar e comparar infor- mações explícitas em textos. (EF04LP10) Inferir informações implíci- tas em textos. (EF04LP14) Diferenciar fatos de opini- ões em textos informativos, reportagens e notícias. (EF04LP18) Comparar informações a- presentadas em gráficos ou tabelas Unidade VII: Leitura1 : O Jabuti e a fruta: Ana Ma- ria Machado Reconto de conto popular Unidade VIII: Leitura 2: Zooló- gico de São Paulo Projeto de Leitura. Outras Linguagens; Práticas de oralida- des; Conversa sobre “Contos Po- pulares”, destacando costu- mes, ideias e saberes de um povo. Motivação para que os alunos contem algum conto conheci- do, de modo que possam infe- rir informações implícitas e subentendidas, construindo o sentido global do texto. Estímulo do uso da língua e suas variações, eliminando qualquer tipo de preconceito. Motivação para o estabeleci- mento de relações entre in- formações apresentadas em gráficos ou tabelas e em ma- pas com os conteúdos traba- lhados no livro. Produção de: Folhetos de propagandas de teatro, resenhas, livros de contos recei- ta; Processo de avalia- ção para todos os bimestres com base na Portaria Nº 4563/2015, Art. 5º, Com a participação em todas as ativida- des propostas em sala de aula e ativi- dades extra sala. Pontualidade na en- trega das atividades. Observar a fluência, a autonomia e a compreensão em textos de diferentes extensões, tanto si- lenciosamente quan- to em voz alta. ESCRITA (EF04LP21) Utilizar, ao produzir o texto, conhecimentos linguísticos e gramaticais: regras sintáticas de concordância nominal e verbal, convenções de escrita de diálo- gos (discurso direto), pontuação (ponto final, ponto de exclamação, ponto de in- terrogação, dois-pontos, vírgulas em e- numerações), regras ortográficas. Interpretação de texto Compreensão do texto Construção de tex- tos Linguagem e cons- trução de textos Orientação sobre a localiza- ção de palavras desconheci- das no dicionário, bem como na substituição por palavras de igual sentido, consideran- do o contexto. Fazer pesquisas em meios impressos ou digitais para suas produções textuais. Momentos de correções ne- cessárias, nas construções de Folheto de propaganda; Revistas; Livros do aluno Verificar se os alu- nos produzem seus textos com base em diferentes fontes de informações.. Verificar se os alu- nos fazem o uso cor- reto dos conhecimen- tos gramaticais e ortográficos nas pro- duções de textos,
  • 11. LINGUAGENS E CONSTRUÇÃO (EF35LP09) Organizar o texto em unida- des de sentido, dividindo-o em parágrafos segundo as normas gráficas e de acordo com as características do gênero textual Escrita e produção de texto Uso de dicionário. texto, realizando cortes, a- créscimos, alterações e corre- ções ortográficas e de pontu- ação. Incentivo nas atividades de reescrita dos textos, realizan- do as alterações necessárias quanto à disposição gráfica. utilizando a concor- dância nominal e verbal. Verificar se os textos produzidos pelos alunos têm finalida- de, propósito e lin- guagem adequada. CONHECIMENTOS LINGUÍSTICOS E GRAMATICAIS LÍNGUA: USO E REFLEXÕES (EF04LP26) Usar acento gráfico (agudo ou circunflexo) em paroxítonas termina- das em -i(s), -l, -r, -ão(s). (EF04LP31) Identificar em textos e usar na produção textual pronomes anafóricos (pessoais, possessivos e demonstrativos) como recurso coesivo. (EF04LP32) Identificar em textos e usar na produção textual a concordância entre sujeito (substantivo ou pronome pessoal) e verbo (concordância verbal). EF04LP33) Identificar em textos e usar na produção textual a concordância entre artigo, substantivo e adjetivo (grupo no- minal). Uso de dicionário. Palavras/expressões de ligação Grau das palavras e expressividade. Usos e reflexões: Verbo no imperati- vo Ortografia: Final das palavras: eu/ éu/ el. Palavras com s ou z; Recorte de palavras acentua- das de jornais e revistas para que sejam observadas as re- gras de acentuação. Atividades de fixação sobre a acentuação das palavras pa- roxítonas. Ditados variados de palavras ou textos e listagens em cam- pos semânticos. Orientação sobre a necessi- dade de combinar palavras do grupo nominal. Atividades de sistematização do uso de pronomes fazendo referências a um termo ante- rior. Orientação sobre a flexão do verbo, concordância com o sujeito, flexionando o verbo em número e pessoa. Rádio Celular Dvd Computador Papel A4 Caderno Exercício; Caderno; Livro; Atividades impressas; Revistas; Jornais; Observar se os alu- nos harmonizam as flexões entre verbo e sujeito, número e pessoa nas constru- ções de textos. Perceber se os alunos conseguem memori- zar a grafia das pala- vras na atividade, escrevendo-as espon- taneamente. Verificar se os alu- nos acentuam pala- vras paroxítonas com adequação. Verificar se os alu- nos identificam os sinais de pontuação e se fazem uso deles na leitura e na escri- ta.
  • 12. ÁREA DA LINGUAGEM: MATEMÁTICA 1º BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA HABILIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS RECURSOS DIDÁTICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO NÚMEROS ( 0 até 9.999 ) GRANDEZAS E ME- DIDAS . Adição e multiplicações por potências de 10. (EF04MA01)Ler, escrever e ordenar nú- meros naturais até a ordem de dezenas de milhar. (EF04MA03) Resolver e elaborar pro- blemas com números naturais envolven- do adição e subtração, utilizando estraté- gias diversas, como cálculo por estimati- va, cálculo mental e algoritmos. (EF04MA20) Medir e estimar compri- mentos (incluindo perímetros), massas e capacidades, utilizando unidades de me- didas padronizadas mais usuais, valori- zando e respeitando a cultura local. (EF04MA17) Associar prismas e pirâmi- des a suas planificações e analisar, nome- ar e comparar seus atributos, estabele- cendo relações entre as representações planas e espaciais. (EF04MA02) Mostrar, por decomposição e composição, que todo número natural pode ser escrito por meio de adições e multiplicações por potências de dez, para compreender o sistema de numeração decimal e desenvolver estratégias de cál- culo. Unidade 1: Sistemas de nu- meração: Sistema de nume- ração egípcio. Sistema de nume- ração maia. Sistema de nume- ração romano. Números até 9.999 Os números e suas ordens – Números até a 3ª ordem. Os números e suas ordens – A ordem das unidades de milhar (4ª ordem). Os números e suas ordens – A ordem das dezenas de mi- lhar (5ª ordem). Arredondamentos. Números e medi- das. Fazer seqüências para que os alunos possam avançar e sis- tematizar as descobertas so- bre as regularidades do Sis- tema de Numeração Decimal. Trabalhar com outras estraté- gias de cálculo mental, im- portante recurso para facilitar cálculos rápidos. Organizar um mural com a atividade apresentada no Ex- plorar e descobrir. Orientação dos alunos a criar figuras de papel recortado e localizar o(s) eixo(s) de sime- tria. Folhas com fichas de números, Tesoura Material di- dático, lousa, Pincel, Apagador, Cartazes, internet, Vídeo, Cola, Régua, caneta, Pesquisa de Material dourado Tabuada Processo de avalia- ção para todos os bimestres com base na Portaria Nº 4563/2015, Art. 5º, Das avaliações escri- tas, diagnóstica; ava- liação parcial e bi- mestral, previstas no calendário escolar, com a participação em todas as ativida- des propostas em sala de aula e ativi- dades extra sala e pontualidade na en- trega das atividades. Avaliação continua para que o aluno possam compreender situações com núme- ros compostos por 3 algarismos. Comparar regras com o sistema de numeração decimal; Reconhecer situa- ções em que os nú- meros são utilizados com diferentes fina- lidades
  • 13. GEOMETRIA Localização Espacial (EF04MA17) Associar prismas e pirâmi- des a suas planificações e analisar, nome- ar e comparar seus atributos, estabele- cendo relações entre as representações planas e espaciais. (EF04MA18) Reconhecer ângulos retos e não retos em figuras poligonais com o uso de dobraduras, esquadros ou softwa- res de geometria. (EF04MA19) Reconhecer simetria de reflexão em figuras e em pares de figuras geométricas planas e utilizá-la na cons- trução de figuras congruentes, com o uso de malhas quadriculadas e de softwares de geometria. Unidade 2 Sólidos geométricos. Compor e decompor figuras; Representar figuras planas e Uso de tiras de barbantes; Verificar a compre- ensão dos alunos Classificação. Prismas. Pirâmides. Regiões planas. Simetria. Simétrica de uma figura. Contornos de regi- ões planas. Segmentos de reta. Polígonos. Lados e vértices de um polígono. Ângulos. Ângulos de um polígono. Regiões planas poligonais. não planas; Recorte; Confecção de figuras; Reconhecimento, representa- ções, planificações e caracte- rísticas. Recordar, com os alunos, o que já estudaram sobre sóli- dos geométricos. Explorar os conhecimentos e experiências que eles trouxe- rem. Estimular os alunos a conferir as respostas e socializar os procedimentos e recursos utilizados para resolver a ati- vidade em casa. Polegadas, fita métrica, metro, es- quadro, li- tros, linhas e palmo. diante dos gráficos ou tabelas represen- tadas no livro e a capacidade de de- senvolver compara- ções . Avaliação continua para que o aluno possa: Identificar contor- nos; Reconhecer ângulos em figuras geomé- tricas; Relacionar as ideias de regiões planas ede ângulos em situa- ções do cotidiano. Diferenciar sólidos geométricos de regi- ões planas; reconhecer a planifi- cação de um sólido geométrico; Reconhecer as regi- ões planas corres- pondentes às faces de sólidos geométri- cos.
  • 14. ÁREA DA LINGUAGEM: MATEMÁTICA 2º BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA HABILIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS RECURSOS DIDÁTICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO GRANDEZAS E MEDIDAS (EF04MA20) Medir e estimar compri- mentos (incluindo perímetros), massas e capacidades, utilizando unidades de me- didas padronizadas mais usuais, valori- zando e respeitando a cultura local. (EF04MA22) Ler e registrar medidas e intervalos de tempo em horas, minutos e segundos em situações relacionadas ao seu cotidiano, como informar os horários de início e término de realização de uma tarefa e sua duração. (EF04MA23) Reconhecer temperatura como grandeza e o grau Celsius como unidade de medida a ela associada e utili- zá-lo em comparações de temperaturas em diferentes regiões do Brasil ou no exterior ou, ainda, em discussões que envolvam problemas relacionados ao aquecimento global. (EF04MA24) Determinar as temperaturas máxima e mínima diárias, em locais do seu cotidiano, e elaborar gráficos de co- lunas com as variações diárias da tempe- ratura, utilizando, inclusive, planilhas. Unidade 3 Massa, capacidade, tempo e tempera- tura. Medida de massa (”peso”). Medida de capaci- dade. Medida de tempo : Horas, minutos e segundos. Explorar e desco- brir. O tempo no dia a dia. O dia, a semana, o mês e o ano. Tecendo saberes. Uso do calendá- rio. Medida de tempe- ratura. Atividades e pro- blemas. Conversa sobre medidas de tempo. Revisar conceitos de massa, capacidade e comprimento. Explorar os conhecimentos e as experiências vivenciadas. Orientar os alunos à reflexão. Utilizar materiais concretos para trabalhar medida de massa e medida de capacida- de. Utilizar um relógio analógico com 3 ponteiros e fazer ob- servações sobre o movimento do ponteiro dos segundos e o comparem, durante um minu- to, com o movimento do pon- teiro dos minutos. Ampliar os conhecimentos do calendário. Fazer levantamento das tem- peraturas da cidade em que moram e elabore um painel com essas informações. Reproduzir levantamento de dados e a construção do grá- fico de medida de massa Livros didáti- cos. Caderno. Lousa; sulfite com figuras geo- métricas Tesoura, Cola Relógio Embalagens diversas Rótulos Calendário Termômetro Processo de avalia- ção para todos os bimestres com base na Portaria Nº 4563/2015, Art. 5º.
  • 15. NÚMEROS Adição Subtração ÁLGEBRA (EF04MA03) Resolver e elaborar pro- blemas com números naturais envolven- do adição e subtração, utilizando estraté- gias diversas, como cálculo por estimati- va, cálculo mental e algoritmos. (EF04MA05) Utilizar as propriedades das operações para desenvolver estraté- gias de cálculo. (EF04MA13) Reconhecer, por meio de investigações, utilizando a calculadora quando necessário, as relações inversas entre as operações de adição e de subtra- ção e de multiplicação e de divisão, para aplicá-las na resolução de problemas. (EF04MA15) Determinar o número des- conhecido que torna verdadeira uma i- gualdade que envolve as operações fun- damentais com números naturais. Unidade 4 Adição e subtração com números natu- rais: Revendo as ideias da adição: juntar e acrescentar. cálculo mental. Regularidades na adição (proprieda- des). Subtração com nú- meros naturais – Revendo as ideias da subtração: tirar, comparar, comple- tar e separar. Subtração: cálculo mental. Arredondamentos e resultados aproxi- mados na adição e na subtração. Relacionando a adição à subtração: operações inversas. Brincando também aprendo. Mais atividades e problemas. Problemas envolvendo dife- rentes significados da adição. Propriedades da adição e sub- tração para o desenvolvimen- to de diferentes estratégias de cálculo com os números natu- rais. Algoritmo da adição e subtra- ção. Problemas de contagem. Problemas envolvendo dife- rentes significados da adição e subtração. Relação entre a adição e sub- tração. Leitura, interpretação e repre- sentaçãode dadosemtabelasde dupla entrada, gráficos de colunas simples e agrupadas, gráficos de barras e colunas e gráficospictóricos Cartolina; Cola; Tesoura; Régua; Folhas com fichas de nú- meros, Material di- dático, lousa, Pincel, Apagador, Cartazes, internet, Vídeo, caneta, Pesquisa de Material dou- rado Tabuada Através do desem- penho individual e trabalho em grupo.
  • 16. ÁREA DA LINGUAGEM: MATEMÁTICA 3º BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA HABILIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS RECURSOS DIDÁTICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO NÚMEROS E OPERAÇÕES Multiplicação (EF04MA02) Mostrar, por decomposição e composição, que todo número natural pode ser escrito por meio de adições e multiplicações por potências de dez, para compreender o sistema de numeração de- cimal e desenvolver estratégias de cálculo. (EF04MA04) Utilizar as relações entre adi- ção e subtração, bem como entre multiplica- ção e divisão, para ampliar as estratégias de cálculo. (EF04MA05) Utilizar as propriedades das operações para desenvolver estraté- gias de cálculo. (EF04MA06) Resolver e elaborar pro- blemas envolvendo diferentes significa- dos da multiplicação (adição de parcelas iguais, organização retangular e propor- cionalidade), utilizando estratégias diver- sas, como cálculo por estimativa, cálculo mental e algoritmos. Unidade 5 Multiplicação com números naturais. Ideias da multipli- cação. Multiplicação por 10, 100 e 1 000. Cálculo mental, arredondamento e resultado aproxi- mado. Regularidades na multiplicação (propriedades). Explorar e desco- brir. Multiplicação: al- goritmo da decom- posição. Algoritmo usual da multiplicação: um dos fatores é for- mado por apenas 1 algarismo. Algoritmos da multiplicação: os dois fatores com mais de 1 algaris- mo. Atividades e pro- blemas. Problemas envolvendo dife- rentes significados da multi- plicação: adição de parcelas iguais, configuração retangu- lar e proporcionalidade. Propriedades da multiplicação para o desenvolvimento de diferentes estratégias de cál- culo com os naturais. Algoritmo da multiplicação. Problemas de contagem. Relembrar os passos de reso- lução de problemas; Ábaco, mate- rial dourado; Tampinha, palitos e grãos; Objetos reco- lhidos pelos alunos; Material im- presso. Livros didáti- cos, caderno. Lousa; Jogo de do- minó Processo de avalia- ção com base na Portaria Nº 4563/2015, Art. 5º, Com a participação em todas as ativida- des propostas em sala de aula e ativi- dades extra sala. Pontualidade na en- trega das atividades. Através das ativida- des propostas anali- sando se o aluno identifica situações que envolvem divi- sões no cotidiano; .
  • 17. Divisão (EF04MA07) Resolver e elaborar pro- blemas de divisão cujo divisor tenha no máximo dois algarismos, envolvendo os significados de repartição equitativa e de medida, utilizando estratégias diversas, como cálculo por estimativa, cálculo mental e algoritmos. Unidade 6 Divisão com nú- meros naturais. As ideias da divi- são. Estratégias para efetuar uma divi- são. Divisão exata e divisão não exata. Divisão por núme- ro de 2 algarismos.. Algoritmo usual da divisão. Mais atividades e problemas. Problemas envolvendo dife- rentes significados da divisão: repartição equitativa e medi- da. Relação entre multiplicação e divisão. Algoritmo da divisão. Efetuar divisões usando a reta numerada. Ábaco, mate- rial dourado; Tampinha, palitos e grãos; Objetos reco- lhidos pelos alunos; Material im- presso. Livros didáti- cos, caderno. Lousa; Jogo de do- minó ÀLGEBRA (EF04MA12) Reconhecer, por meio de investigações, que há grupos de números naturais para os quais as divisões por um determinado número resultam em restos iguais, identificando regularidades. (EF04MA13) Reconhecer, por meio de investigações, utilizando a calculadora quando necessário, as relações inversas entre as operações de adição e de subtra- ção e de multiplicação e de divisão, para aplicá-las na resolução de problemas. Relações entre adi- ção e subtração e entre multiplicação e divisão. Brincando também aprendo. Saiba mais . Reconhecer, por meio de in- vestigações, utilizando a cal- culadora quando necessário, as relações inversas entre as operações de adição e de sub- tração e de multiplicação e de divisão e na resolução de problemas. Caderno Lousa Atividades no livro e cader- no Através de observa- ções e participação nas atividades desen- volvidas.
  • 18. ÁREA DA LINGUAGEM: MATEMÁTICA 4º BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA HABILIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS RECURSOS DIDÁTICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO GRANDEZAS E MEDIDAS (EF04MA20) Medir e estimar compri- mentos (incluindo perímetros), massas e capacidades, utilizando unidades de me- didas padronizadas mais usuais, valori- zando e respeitando a cultura local. (EF04MA21) Medir, comparar e estimar área de figuras planas desenhadas em malha quadriculada, pela contagem dos quadradinhos ou de metades de quadra- dinho, reconhecendo que duas figuras com formatos diferentes podem ter a mesma medida de área. Unidade 7 Comprimento e área. Medida de com- primento e medida de perímetro. Comprimento com unidade padroni- zada de medida: O centímetro (cm). O milímetro (mm). O metro (m). O quilômetro (km). Brincando também aprendo. Unidade 7 Medida de área: Unidades não pa- dronizadas de me- dida de área. Unidades padroni- zadas de medida de área. Medida de períme- tro e medida de área. Tecendo saberes. Mais atividades e problemas. Medir e estimar comprimen- tos, massas e capacidades. Comparar e estimar área de figuras planas desenhadas em malha quadriculada, pela con- tagem dos quadradinhos Uso de fita métrica e de uma régua para realizar algumas das atividades propostas. Descubrir a medida de com- primento do contorno de uma superfície utilizando uma régua graduada e registrando no caderno. Resolver e elaborar proble- mas que envolvam situações de compra e venda e formas de pagamento, utilizando termos como troco e descon- to. Ler, interpretar e representar dados em tabelas e gráficos Pesquisar na internet); Tesoura; Pedaço de papel quadri- culado. Fita métrica Processo de avalia- ção para todos os bimestres com base na Portaria Nº 4563/2015, Art. 5º. Através de Leitura e interpretação de da- dos. Com a participação em todas as ativida- des propostas em sala de aula e ativi- dades extra sala. Pontualidade na en- trega das atividades e avaliações.
  • 19. NÚMERO PROBABILIDADE E ESTATÍSTICA (EF04MA09) Reconhecer as frações uni- tárias mais usuais (1/2, 1/3, 1/4, 1/5, 1/10 e 1/100) como unidades de medida meno- res do que uma unidade, utilizando a reta numérica como recurso. (EF04MA10) Reconhecer que as regras do sistema de numeração decimal podem ser estendidas para a representação deci- mal de um número racional e relacionar décimos e centésimos com a representa- ção do sistema monetário brasileiro. (EF04MA27) Analisar dados apresenta- dos em tabelas simples ou de dupla en- trada e em gráficos de colunas ou pictóri- cos, com base em informações das dife- rentes áreas do conhecimento, e produzir texto com a síntese de sua análise. Unidade 8 Frações e decimais. Situações que en- volvem frações. Comparação de frações. Probabilidade. Explorar e desco- brir. Porcentagem. Decimais Décimos. Decimais maiores do que 1. Decimais e medida  Observação em desenhos inteiros ou partes para apre- sentar frações próprias;  Representações números decimais no Q.V. L; Representação fracionária dos números racionais: reconhe- cimento, significados, leitura e representação na reta numé- rica. Comparação e ordenação de números racionais na repre- sentação decimal e na fracio- nária utilizando a noção de equivalência. Folha de pa- pel quadricu- lado. Ábaco, mate- rial dourado; Tampinha, palitos e grãos; Objetos reco- lhidos pelos alunos; Material im- presso. Livros didáti- cos, caderno. Lousa; Jogo de do- minó Através de Leitura e interpretação de da- dos. Com a participação em todas as ativida- des propostas em sala de aula e ativi- dades extra sala. Pontualidade na en- trega das atividades e avaliações. de comprimento: 1 décimo do centí- metro. Centésimos. 1 centésimo do metro. 1 centésimo do real. Comparação de decimais. Mais atividades e problemas.
  • 20. ÁREA DA LINGUAGEM: CIÊNCIAS 1º BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA HABILIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS RECURSOS DIDÁTICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO VIDA E EVOLUÇÃO Ambientes e seres vivos (EF04CI04): Analisar e construir cadeias alimentares simples, reconhecendo a po- sição ocupada pelos seres vivos nessas cadeias e o papel do Sol como fonte pri- mária de energia na produção de alimen- tos. (EF04CI05): Descrever e destacar seme- lhanças e diferenças entre o ciclo da ma- téria e o fluxo de energia entre os com- ponentes vivos e não vivos de um ecos- sistema. (EF04CI06): Relacionar a participação de fungos e bactérias no processo de de- composição, reconhecendo a importância ambiental desse processo. Capítulo 1 Cadeias alimentares Atividades práticas O que os animais comem? Relação alimentares Capítulo2 Não à extinção! Atividades Práticas Preservar é preciso Reprodução/extinção Vamos ver de novo? Capítulo 3 Reprodução e de- senvolvimento Atividades práticas Reprodução dos animais. De flor a fruto Tecendo saberes Representação do processo de fotossíntese por meio da construção de desenho e es- quemas. Leitura e interpretação de textos sobre a importância do processo de decomposição. Identificação da participação de fungos e bactérias na de- composição da matéria orgâ- nica. Reconhecimento da im- portância da decomposição no ambiente. Identificação da posição ocu- pada pelos seres vivos dentro de uma cadeia alimentar. I- dentificação das diferenças existentes entre o ciclo da matéria e o fluxo de energia. Material di- dático, lousa, pincel, Apagador, Cartazes, Internet, Vídeo, Tesoura, Bexiga Papel Sulfit, Régua, Caneta, Pesquisa de campo, pes- quisa literá- ria, livros, biblioteca, laboratório, Plantas, Terra. Processo de avalia- ção com base na Portaria Nº 4563/2015, Art. 5º, Das avaliações escri- tas para todos os bimestres: diagnósti- ca; avaliação parcial e bimestral, previstas no calendário esco- lar. Com a participação em todas as ativida- des propostas em sala de aula e ativi- dades extra sala. Pontualidade na en- trega das atividades. Realização de expe- riências; Através de investi- gação e reflexão.. MATÉRIA E ENERGIA (EF04CI03): Concluir que algumas mu- danças causadas por aquecimento ou res- friamento são reversíveis (como as mu- danças de estado físico da água) e outras não (como o cozimento do ovo, a queima do papel etc.). Transformações Transformações reversíveis e não reversíveis Observação de imagens con- tendo vestígios e evidências dos alimentos consumidos pelos animais depois de pro- cessados pela digestão. Iden- tificação da decomposição como transformação irrever- sível. Observação; Participação.
  • 21. ÁREA DA LINGUAGEM: CIÊNCIAS 2º BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA HABILIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS RECURSOS DIDÁTICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO VIDA E EVOLUÇÃO Água, solo e ser humano (EF04CI07): Verificar a participação de microrganismos na produção de alimen- tos, combustíveis, medicamentos, entre outros. (EF04CI08): Propor, a partir do conheci- mento das formas de transmissão de al- guns microrganismos (vírus, bactérias e protozoários), atitudes e medidas adequa- das para prevenção de doenças a eles as- sociadas. Capítulo 4 Cuidando do solo e de suas águas Atividade prática Áreas de risco: Va- mos evitá-las? O solo e o esgoto A água e a nossa saúde Capítulo 5 A água em casa Atividade prática Água que bebemos uma mistura Misturas do dia a dia Tecendo Saberes Conhecer o caminhoda água, desde os mananciais até chegar em casa. Produzir coletivamente dese- nhos que representem uma rede de abastecimento de á- gua urbana. Comparar a filtração e a de- cantação. Conhecer e discutir a finali- dade de cada etapa do trata- mento de água em uma esta- ção de tratamento de água. Realizar uma montagem que simula uma rede de distribui- ção de água. Propor hipóteses prevendo o que deve ocorrer quando um reservatório de água é colo- cado em diferentes posições e realizar simulações para testar essas hipóteses. Cartolinas; Canetinhas. Livro do a- luno, fotos e textos. Vídeos Tv Internet Computador; Copia de texto; Lápis de cor; Livros didá- ticos; Material: água e gelo; Figuras; Filmes; Vídeos; Processo de avaliação com base na Portaria Nº 4563/2015, Art. 5º, Das avaliações escritas para todos os bimestres: diagnóstica; avaliação parcial e bimestral, pre- vistas no calendário esco- lar. Com a participação em todas as atividades pro- postas em sala de aula e atividades extra sala. Pontualidade na entrega das atividades. Realização de experiên- cias; Através de investigação e reflexão. MATÉRIA E ENERGIA (EF04CI01): Identificar misturas na vida diária, com base em suas propriedades físicas observáveis, reconhecendo sua composição. Transformações Transformações re- versíveis e não rever- síveis Identificação de exemplos de materiais do cotidiano que são misturas de substâncias. Identificação de situações que promovem a transformação física da matéria. Observação; Participação.
  • 22. ÁREA DA LINGUAGEM: CIÊNCIAS 3º BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA HABILIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS RECURSOS DIDÁTICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO MATÉRIA E ENERGIA Recursos Naturais e Transformações (EF04CI02): Testar e relatar transforma- ções nos materiais do dia a dia quando expostos a diferentes condições (aqueci- mento, resfriamento, luz e umidade). (EF04CI03): Concluir que algumas mu- danças causadas por aquecimento ou res- friamento são reversíveis (como as mu- danças de estado físico da água) e outras não (como o cozimento do ovo, a queima do papel etc.). (EF04CI06) Relacionar a participação de fungos e bactérias no processo de decom- posição, reconhecendo a importância am- biental desse processo. Capítulo 6 Transformações químicas Atividades práticas Transformações reversíveis e irre- versíveis Natural ou sintéti- co? Capítulo 7 Recursos naturais Atividade prática Fábricas de sal Renovável ou não, eis a questão Capítulo 8 Metais e ligas me- tálicas Atividade prática Os matais e a his- tória da humani- dade Trabalhando me- tais Tecendo saberes Investigar a influência da umi- dade na decomposição dos ali- mentos. Reconhecer transformações químicas. Descrever e analisar transforma- ções reversíveis e irreversíveis. Debater quais os possíveis bene- fícios e prejuízos associados à utilização de materiais elabora- dos pelo ser humano. Analisar as informações encon- tradas em embalagens de dife- rentes produtos do dia a dia. Identificar os riscos associados a determinados produtos quími- cos. Explorar os símbolos utilizados para alertar sobre riscos. Debater sobre o fato de que di- ferentes substâncias podem estar no estado líquido. Fazer pesquisas bibliográficas sobre o ouro, a prata e o bronze. Reconhecer que o bronze é uma liga metálica criada pelo ser humano. Fazer esquemas sintetizando as informações obtidas nas pesqui- sas bibliográficas realizadas. Livro do a- luno; Copia de texto; Cartolina; Canetinhas; Lápis de cor; Figuras Livros diver- sos; Figuras. Processo de avaliação com base na Portaria Nº 4563/2015, Art. 5º. Participação e observa- ção; Realização de atividades escrita.
  • 23. ÁREA DA LINGUAGEM: CIÊNCIAS 4º BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA HABILIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS RECURSOS DIDÁTICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO TERRA E UNIVERSO Invenções engenhosas (EF04CI09): Identificar os pontos carde- ais, com base no registro de diferentes posições relativas do Sol e da sombra de uma vara (gnômon). (EF04CI10): Comparar e explicar as di- ferenças encontradas na indicação dos pontos cardeais resultante da observação das sombras de uma vara (gnômon) e por meio de uma bússola. (EF04CI11): Associar os movimentos cíclicos da Lua e da Terra a períodos de tempo regulares e ao uso desse conheci- mento para a construção de calendários em diferentes culturas. Capítulo 9 Um mundo de in- venções Atividades práticas Rodas d’água e moinhos Máquina e energia Capítulo 10 Invenções para nos orientarmos: no tempo e no espaço Atividades práticas Relógio de sol e calendário Sol, sombra e pon- tos cardeais Bússola Tecendo saberes Glossário Fazer uma exploração inicial do assunto “invenções” ao construir uma roda d’ água. Investigar formas de alterar a eficiência de rodas d´água e dos mecanismos a elas acopla- dos. Refletir sobre as tecnologias associadas a máquinas antigas e modernas. Identificar invenções em casa e na escola. Fazer uma exploração inicial do tema “Sol, sombras e horas” ao construir um relógio de Sol simples e analisar seu funcio- namento. Reconhecer os calendários co- mo invenções relacionadas à medição do tempo. Imagens impressas da atividade. Livro didáti- co Pesquisas na internet Vídeos Processo de avaliação com base na Portaria Nº 4563/2015, Art. 5º. Através de observações, sondagem e atividades em classe. Discutir por que a indicação dos pontos cardeais é diferente quando usamos uma bússola e quando os inferimos a partir das sombras.
  • 24. ÁREA DA LINGUAGEM: GEOGRAFIA 1º BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA HABILIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS RECURSOS DIDÁTICOS INSTRUMENTOS AVALIAÇÃO FORMAS DE REPRESENTAÇÃO E PENSAMENTO ESPACIAL (EF04GE10) Comparar tipos variados de mapas, identificando suas características, elaboradores, finalidades, diferenças e se- melhanças. EF04GE09): Utilizar as direções cardeais na localização de componentes físicos e humanos nas paisagens rurais e urbanas. (EF04GE10): Comparar tipos variados de mapas, identificando suas características, elaboradores, finalidades, diferenças e se- melhanças. Unidade 1 No mundo dos ma- pas Utilização da rosa dos ventos para localização de municípios e estados. Mapas. Cartazes; Livros Processo de avaliação com base na Portaria Nº 4563/2015, Art. 5º, Capítulo 1 Construindo mapas Imagens e mapas Da imagem ao mapa Capítulo 2 Orientação geográ- fica e escala Tecendo saberes Localização das direções car- deais. Identificação dos elementos constitutivos de um mapa: títu- lo, escala, legenda, fonte e in- dicação do norte. Comparação entre mapas que mostram mudanças ocorridas ao longo do tempo Recorte e colagem ,tesoura Revistas Das avaliações escritas para todos os bimestres: diagnóstica; avaliação parcial e bimestral, pre- vistas no calendário esco- lar. Através da participação em todas as atividades propostas em sala de aula e atividades extra sala. Pontualidade na entrega das atividades. Realização de experiên- cias;. NATUREZA, AMBIENTES E QUALIDADE DE VIDA EF04GE11) Identificar as características das paisagens naturais e antrópicas (relevo, cobertura vegetal, rios etc.) no ambiente em que vive, bem como a ação humana na preservação ou degradação dessas áreas. Tema Preservação e de- gradação da nature- za. . Comparação entre mapas que mostram mudanças ocorridas ao longo do tempo Cartazes Fotos Imagens Através de participações nas atividades propostas no livro, caderno exposi- ção de trabalhos CONEXÕES E ESCALAS (EF04GE05): Distinguir unidades polí- tico-administrativas oficiais nacionais (Distrito, Município, Unidade da Federa- ção e grande região), suas fronteiras e sua hierarquia, localizando seus lugares de vivência. Capítulo 2 O alfabeto cartográ- fico e a legenda Leitura de mapa para identifi- cação das fronteiras do Brasil, das unidades federativas do Brasil, dos municípios, dos estados, identificação do nome do município onde o aluno reside. Mapas. Cartazes; Globo terres- tre Livros Cartolina . Através de debates e conversação.
  • 25. ÁREA DA LINGUAGEM: GEOGRAFIA 2º BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA HABILIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS RECURSOS DIDÁTICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO O SUJEITO E SEU LUGAR NO MUNDO (EF04GE04) Reconhecer especificidades e analisar a interdependência do campo e da cidade, considerando fluxos econômi- cos, de informações, de ideias e de pesso- as. Unidade 2 A interdependência campo-cidade O trabalho no campo e na cidade Identificação de membros da família que sejam imigrantes. Descrição de costumes do lugar de vivências originado por influência de grupos de imigrantes. Mapas. Cartazes ilus- trativos; Globo terres- tre Processo de avaliação com base na Portaria Nº 4563/2015, Art. 5º. CONEXÕES E ESCALAS (EF04GE06): Identificar e descrever ter- ritórios étnico-culturais existentes no Brasil, tais como terras indígenas e qui- lombolas. (EF04GE03) Distinguir funções e papéis dos órgãos do poder público municipal e canais de participação social na gestão do Município, incluindo a Câmara de Verea- dores e Conselhos Municipais. Capítulo 3 Organizando o espa- ço As unidades políti- co- administrativas Tecendo Saberes Análise de mapa para locali- zação das terras indígenas do Brasil e discussão sobre a importância. Livros, ma- pas; Figuras; Tesoura e cola. Atividades escritas; Participação. MEIO AMBIENTE SOCIEDADE E PAISAGEM (EF04GE07) Comparar as características do trabalho no campo e na cidade (EF04GE08) Descrever e discutir o pro- cesso de produção (transformação de ma- térias-primas), circulação e consumo de diferentes produtos. (EF04GE09) Utilizar as direções cardeais na localização de componentes físicos e humanos nas paisagens rurais e urbanas. Capítulo 4 Da produção ao con- sumo A atividade industri- al Plantar para comer, produzir para vender Análise de esquema ilustrado sobre a interdependência entre campo e cidade, mostrando um objeto produzido na cida- de e utilizado no campo. Leitura e interpretação de texto sobre a relação entre campo e cidade. Livros Caderno Visuais Video Auto avaliação; Atividades escritas. Trabalhos e Pesquisas
  • 26. ÁREA DA LINGUAGEM: GEOGRAFIA 3º BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA HABILIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS RECURSOS DIDÁTICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO SUJEITO E SEU LUGAR NO ESPAÇO (EF04GE01) Selecionar, em seus lugares de vivência e em suas histórias familiares, componentes de culturas afro-brasileiras, indígenas, mestiças e migrantes. (EF04GE02) Descrever processos migra- tórios e suas contribuições para a forma- ção da sociedade brasileira. Unidade 3 O território brasileiro Capítulo 5 Diferentes culturas e muitas cidades O encontro de cultura Tecendo saberes O crescimento urbano Identificar as grandes regiões do Brasil bem como suas di- versidades regionais. Identificação do nome do mu- nicípio onde o aluno reside. Mapas. Cartazes ilus- trativos; Globo terres- tre Livros Caderno Visuais Video Processo de avaliação com base na Portaria Nº 4563/2015, Art. 5º. CONEXÕES E ESCALAS (EF04GE05) Distinguir unidades políti- co-administrativas oficiais nacionais (Distrito, Município, Unidade da Federa- ção e grande região), suas fronteiras e sua hierarquia, localizando seus lugares de vivência. Capítulo 6 Diversidade Regio- nal As grandes regiões brasileiras Projeto Página 165 Texto Informativo sobre regiões Leitura de mapa para identifi- cação das unidades federativas do Brasil, dos municípios, dos estados, identificação do nome do município onde o aluno reside. Identificação dos elementos constitutivos de um mapa: título, escala, legenda, fonte e indicação regionais. Livros, ma- pas; Figuras; Tesoura e cola. Auto avaliação; Atividades escritas. Trabalhos e Pesquisas. MUNDO DO TRABALHO (EF04GE07) Comparar as características do trabalho no campo e na cidade. (EF04GE08) Descrever e discutir o pro- cesso de produção (transformação de ma- térias-primas), circulação e consumo de diferentes produtos. Capítulo 6 Distribuição da po- pulação urbano e rural Urbanização Êxodo rural Identificação e análise e leitu- ra de gráficos mostrando as atividades típicas do campo e da cidade Mapas. Cartazes; Livros Revistas Atividades escritas; Participação. FORMAS DE REPRESEN- TAÇÃO E PENSAMENTO ESPACIAL (EF04GE10) Comparar tipos variados de mapas, identificando suas características, elaboradores, finalidades, diferenças e semelhanças Capítulo 6 Mapa: Brasil Político Mapa das grandes regiões Leitura de mapa da produção agrícola brasileira. Mapas. Cartazes; Livros Atividades escritas; Participação.
  • 27. ÁREA DA LINGUAGEM: GEOGRAFIA 4º BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA HABILIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS RECURSOS DIDÁTICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO MUNDO NO TRABALHO (EF04GE08) Descrever e discutir o pro- cesso de produção (transformação de ma- térias-primas), circulação e consumo de diferentes produtos. Unidade 4 O ser Humano e a natureza Análise de quadro para identi- ficação dos elementos da natu- reza que interferem no trabalho no campo. Estabelecimento de correlação entre um produto e sua maté- ria-prima principal. Mapas. Cartazes; Livros Revistas Processo de avaliação com base na Portaria Nº 4563/2015, Art. 5º. FORMAS DE REPRESEN- TAÇÃO E PENSAMENTO ESPACIAL (EF04GE09) Utilizar as direções cardeais na localização de componentes físicos e humanos nas paisagens rurais e urbanas. (EF04GE10) Comparar tipos variados de mapas, identificando suas características, elaboradores, finalidades, diferenças e semelhanças. Capítulo 7 O espaço natural brasileiro Altitudes médias de muitos rios Planície, Planalto e Depressões Comparação de imagens com rios de planalto e de planície por meio de fotos. Comparação entre mapas alte- rações na cobertura vegetal do Brasil. Localização das direções carde- ais. Mapas. Cartazes ilus- trativos; Globo terres- tre Livros Rosa dos ventos Atividades escritas; Participação. NATUREZA, AMBIENTES E QUALIDADE DE VIDA (EF04GE11) Identificar as características das paisagens no ambiente em que vive, bem como a ação humana na preservação ou degradação dessas áreas. Capítulo 7 Um País tropical Tipos de vegetação Capítulo 8 A ação Humana no meio natural Tecnologia Comparação entre mapas que mostram mudanças ocorridas ao longo do tempo. Análise de fotos e identifica- ção de formas do relevo, com- paração das imagens com o relevo do lugar de vivência. Discussão e análise sobre as consequências da ocupação e desmatamento. Mapas. Cartazes ilus- trativos; Globo terres- tre Livros Rosa dos ventos Auto avaliação; Atividades escritas. Trabalhos e Pesquisas O Solo e a cobertura vegetal Tecendo saberes Projeto página 164 Nosso município: Problemas e soluçõe
  • 28. ÁREA DA LINGUAGEM: HISTÓRIA 1º BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA HABILIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS RECURSOS DIDÁTICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO HISTÓRIA DAS ORGANIZA- ÇÕES POPULARES Transformações nas trajetórias dos grupos (EF04HI01) Reconhecer a história como resultada da ação do ser humano, no tem- po e no espaço, com base na identificação de mudanças ocorridas ao longo do tem- po. (EF04HI02) Identificar mudanças ocorri- das ao longo do tempo, com base nos grandes marcos da história da humanida- de, tais como o desenvolvimento da agri- cultura e do pastoreio e a criação da in- dústria, colocando em questão perspecti- vas evolucionistas. (EF04HI03) Identificar as transformações ocorridas na cidade ao longo do tempo e discutir suas interferências nos modos de vida de seus habitantes, tomando como ponto de partida o presente. (EF04HI04) Identificar as relações entre os indivíduos e a natureza e discutir o significado do nomadismo e da fixação das primeiras comunidades humanas. (EF04HI09) Identificar as motivações dos processos migratórios em diferentes tem- pos e espaços e avaliar o papel desempe- nhado pela migração nas regiões de des- tino. (EF04HI10) Analisar diferentes fluxos populacionais e suas contribuições para a formação da sociedade brasileira. Unidade 1 Um novo lugar para viver Leitura oral de textos; Atividades escritas; Livro do a- luno; Processo de avaliação com base na Portaria Nº 4563/2015, Art. 5º. Capítulo 1 As migrações hu- manas Em busca de traba- lho e abrigo A migração na His- tória Conversação. Apresentação de trabalho; Debates; Apresentação; Vídeos; Pesquisar; Argumentar; Registrar. Livro didático; Figuras; Fotográficas. Mapas Observação; Participação. humanos. Questões históricas relativas às migrações Capítulo 2 Chegar ao Brasil O Brasil português Precisa-se de traba- lhadores Tecendo Saberes
  • 29. ÁREA DA LINGUAGEM: HISTÓRIA 2º BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA HABILIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS RECURSOS DIDÁTICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO HISTÓRIA DAS ORGANIZA- ÇÕES POPULARES Transformações nas trajetórias dos grupos Humanos. (EF04HI07) Identificar e descrever a im- portância dos caminhos terrestres, fluviais e marítimos para a dinâmica da vida co- mercial. (EF04HI09) Identificar as motivações dos processos migratórios em diferentes tempos e espaços e avaliar o papel de- sempenhado pela migração nas regiões de destino. (EF04HI10) Analisar diferentes fluxos populacionais e suas contribuições para a formação da sociedade brasileira. (EF04HI11) Identificar, em seus lugares de vivência e em suas histórias familiares, elementos de distintas culturas (europei- as, latino-americanas, afro-brasileiras, indígenas, ciganas, mestiças etc.), valori- zando o que é próprio em cada uma delas e sua contribuição para a formação da cultura local e brasileira. Unidade 2 A ocupação do território brasileiro Capítulo 3 Povos da América e da África O Brasil indígena De olho na imagem O Brasil africano Capítulo 4 Nos caminhos... muitos brasileiros As migrações e a ocupação do terri- tório O encontro de cul- turas Tecendo Saberes Ler textos; Atividades escritas; Apresentação de trabalho; Debates; Apresentação; Vídeos; Pesquisar; Argumentar; Registrar. Livro didático; Valorização de solidariedade como principio étnico e fonte de fortalecimento recíproco (palestra). Livros; Figuras; Fotos. Cartolina; Figuras; Tesoura; Lápis de cor; Vídeos; Processo de avaliação com base na Portaria Nº 4563/2015, Art. 5º, Com a participação em todas as atividades pro- postas em sala de aula e atividades extra sala. Pontualidade na entrega das atividades. Através das atividades propostas. Através das atividades realizadas em sala de aula e nas apresentações e exposições de cartazes. Através de pesquisa de grupo;
  • 30. ÁREA DA LINGUAGEM: HISTÓRIA 3º BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA HABILIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS RECURSOS DIDÁTICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO HISTÓRIA DAS ORGANIZA- ÇÕES (EF04HI01) Reconhecer a história como resultada da ação do ser humano, no tem- po e no espaço, com base na identificação de mudanças ocorridas ao longo do tempo. (EF04HI03) Identificar as transformações ocorridas na cidade ao longo do tempo e discutir suas interferências nos modos de vida de seus habitantes, tomando como ponto de partida o presente. (EF04HI05) Relacionar os processos de ocupação do campo a intervenções na natureza, avaliando os resultados dessas intervenções. (EF04HI06) Identificar as transformações ocorridas nos processos de deslocamento das pessoas e mercadorias, analisando as formas de adaptação ou marginalização. (EF04HI07) Identificar e descrever a im- portância dos caminhos terrestres, fluviais e marítimos para a dinâmica da vida co- mercial (EF04HI11) Identificar, em seus lugares de vivência e em suas histórias familiares, elementos de distintas culturas, valori- zando o que é próprio em cada uma delas. (EF04HI12) Analisar, na sociedade em que vive a existência ou não de mudanças associadas à migração. Unidade 3 Do campo à cidade Capítulo 5 Os brasileiros conti- nuam migrando Um passado rural Tecendo saberes A busca de novas terras Capítulo 6 As cidades têm his- tória As cidades e o co- mércio A cidade: presente e passado Viver na cidade Projeto página 165 Cidade turística Livro didático; Valorização de solidariedade como principio étnico e fonte de fortalecimento recíproco (palestra). Vídeos; Livro do a- luno; Figuras; Fotográficas mapas Processo de avaliação com base na Portaria Nº 4563/2015, Art. 5º. Através das atividades realizadas em sala de aula e nas apresentações e exposições de cartazes. POPULARES Questões históricas relativas às migrações.
  • 31. ÁREA DA LINGUAGEM: HISTÓRIA 4º BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA HABILIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS RECURSOS DIDÁTICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO HISTÓRIA DAS ORGANIZA- ÇÕES POPULARES (EF04HI01) Reconhecer a história como resultada da ação do ser humano, no tem- po e no espaço, com base na identificação de mudanças ocorridas ao longo do tem- po. (EF04HI07) Identificar e descrever a im- portância dos caminhos terrestres, fluviais e marítimos para a dinâmica da vida co- mercial (EF04HI08) Identificar as transforma- ções ocorridas nos meios de comunicação (cultura oral, imprensa, rádio, televisão, cinema e internet) e discutir seus signifi- cados para os diferentes estratos sociais Unidade 4 Percorrendo distân- cias Leitura de textos; Confecção de símbolos; Livros; Cartolina; Processo de avaliação com base na Portaria Nº 4563/2015, Art. 5º. Capítulo 7 Do carro de boi ao caminhão Transportes no Bra- sil hoje em dia Trilhas e caminhos de antigamente De olho na imagem Capítulo 8 O fim do isolamento Os meios de comu- nicação As notícias chegam rápido Tecendo sabe- res Projeto página 164 A migração perto de você Cartazes; Vídeos; Tesoura; Figuras; Cola. Observação; Atividades; Escritas.
  • 32. ÁREA DA LINGUAGEM: ARTE 1º BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA HABILIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS RECURSOS DIDÁTICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO ARTES INTEGRADAS (EF15AR25): Conhecer e valorizar o patrimônio cultural, material e imaterial, de culturas diversas, favorecendo a construção de vocabulário e repertório relativos às diferentes linguagens artísticas. EF15AR26): Explorar diferentes tecnologias e recursos digitais nos processos de criação artístiva Unidade 1 A arte pode unir as pessoas Pesquisa de elementos artísti- cos e produção textual; Apreciação de imagens do período da pré-história. Elaboração de tintas a partir de pigmentos naturais. Textos, gra- vuras, papel, tesoura, pin- ceis, cola, tintas e lápis de cores... desenhos livres, gravu- ras diversas Objetos di- versos Serão avaliadas em todos os bimestres: Processo de avaliação com base na Portaria Nº 4563/2015, Art. 5º, com a participa- ção em todas as ativida- des propostas em sala de aula e atividades extra sala. Pontualidade na entrega das atividades. Através das atividades propostas. MÚSICA (EF15AR13): Identificar e apreciar criticamente diversas formas e gêneros de expressões musicais. (EF15AR16): Explorar diferentes formas de registro musical não convencional. Capítulo 1 Músicas brasileiras Contexto e práticas Notação e registro musical. Jogos e brincadeiras Populares; Brincadeiras de roda; Atividade prática de expressões musicais. Assovio, brincar com a voz, usar o corpo para expressar movimentos de dança. Música Instrumentos musicais; voz Através da participação nas atividades realizadas. Processo de avaliação com base na Portaria Nº 4563/2015, Art. 5º. Através das atividades realizadas em sala deaula e nas apresentações cantadas.
  • 33. ÁREA DA LINGUAGEM: ARTE 2º BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA HABILIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS RECURSOS DIDÁTICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO DANÇA (EF15AR08): Experimentar e apreciar formas distintas de manifestações da dança presentes em diferentes contextos, cultivando a percepção, o imaginário, a capacidade de simbolizar e o repertório corporal. (EF15AR15): Explorar fontes sonoras diversas, como as existentes no próprio corpo. Capítulo 2 Dançando e feste- jando Danças afro- brasileiras O movimento Contextos e práti- cas. Repertório cultural O carnaval no Bra- sil Expressão, por meio da dança, visão de mundo, questões rela- tivas à sua realidade; Atividade prática coletiva de dança e canto popular. Assovio, brincar com a voz, usar o corpo para expressar movimentos de dança. Bola, Bambolê; Som; Músicas Instrumentos musicais. Tinta, cola, tesoura, pape- lão ... Processo de avaliação com base na Portaria Nº 4563/2015, Art. 5º Observar a desenvoltura nas atividades realizadas. Através das atividades realizadas em sala de aula e nas apresentações em forma de dança. MÚSICA (EF15AR04): Experimentar diferentes formas de expressão artística. Jogos e brincadei- ras Populares; Brincadeiras de roda; Atividade prática de expressões musicais Elementos musicais e produção de canção; Entender a origem de gêneros musicais autenticamente brasileiros. Conhecer os gêneros musicais. Conhecer e contextualizar fatos históricos e sociais. Aprender diferentes estilos musicais. . Música Instrumentos musicais; voz Processo de avaliação com base na Portaria Nº 4563/2015, Art. 5º. Através das atividades realizadas em sala deaula e nas apresentações cantadas.
  • 34. ÁREA DA LINGUAGEM: ARTE 3º BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA HABILIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS RECURSOS DIDÁTICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO ARTES INTEGRADAS (EF15AR25): Conhecer e valorizar o patrimônio cultural, material e imaterial, de culturas diversas, em especial a brasileira. (EF15AR26): Explorar diferentes tecnologias e recursos digitais nos processos de criação artístiva Unidade 2 A arte pode cons- truir lugares Diversidade cultu- ral Patrimônio Cultu- ral Arte e tecnologia Visão de mundo, questões rela- tivas a sua realidade; Apreciação e análise de imagens de monumentos históricos. Leitura de imagens de distintos períodos artísticos que exploram a técnica de perspectiva. Atividade prática de fotografia. Textos, gra- vuras, papel, tesoura, pin- ceis, co- la,tintas e lápis de co- res... Serão avaliadas em todos os bimestres: Processo de avaliação com base na Portaria Nº 4563/2015, Art. 5º. TEATRO (EF15AR04): Experimentar diferentes formas de expressão artística (desenho, pintura, colagem, quadrinhos, dobradura, escultura, modelagem, instalação, vídeo, fotografia etc.). (EF15AR18): Reconhecer e apreciar for- mas distintas de manifestações do teatro presentes em diferentes contextos, apren- dendo a ver e a ouvir histórias dramatiza- das e cultivando a percepção, o imaginá- rio, a capacidade de simbolizar e o reper- tório ficcional. (EF15AR19): Descobrir teatralidades na vida cotidiana, identificando elementos teatrais (variadas entonações de voz, dife- rentes fisicalidades, diversidade de perso- nagens e narrativas etc.). Capítulo 3 Expressando um modo de viver e de conviver Teatro – Musical Contextos e práti- cas A tradição oral Ampliando o re- pertório cultural . Atividade prática coletiva de elaboração de cenário em formato de maquete, aplicando conceitos de profundidade e tridimensionalidade a partir de interpretação de um trecho de texto dramático. Instrumentos musicais. Cola, tesoura, maquetes, livros, pes- quisas, ví- deos. Observar a participação e desenvoltura nas ativida- des realizadas. E através de observações.
  • 35. ÁREA DA LINGUAGEM: ARTE 4º BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA HABILIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS RECURSOS DIDÁTICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO ARTES VISU- AIS E AUDIO- VISUAIS (EF15AR01): Identificar e apreciar formas distintas das artes visuais tradicionais e contemporâneas (EF15AR13): Identificar e apreciar diversas formas e gêneros de expressão musical, em especial, aqueles da vida cotidiana. EF15AR03): Reconhecer e analisar a influência de distintas matrizes estéticas e culturais das artes visuais nas manifestações artísticas das culturas locais, regionais e nacionais. Capítulo 4 Artes visuais Gravuras Relevos Contextos e práticas Matrizes estéticas e cultural Aprofundar conhecimentos sobre cultura popular e identificar elementos da cultura popular brasileira. - Aprender sobre a história do rádio no Brasil e identificar artistas de sua era de ouro. Entender a origem de gêneros musicais.. Pesquisa de obras e objetos artísticos e seu ambiente cultu- ral; Dobraduras, desenhos, recortes e montagens de artes moveis, de animais, objetos e ou- tros. Serão avaliadas em todos os bimestres: Processo de avaliação com base na Portaria Nº 4563/2015, Art. 5º. DANÇA (EF15AR15): Explorar fontes sonoras diversas, como as existentes no próprio corpo. Contextos e práti- cas Expressão, por meio da dança, visão de mundo, questões rela- tivas à sua realidade; Músicas di- versas Atividades lúdicas de dança Observar, aspectos esté- tico e desempenho e or- ganização.
  • 36. ÁREA DA LINGUAGEM: ENSINO RELIGIOSO 1º BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA HABILIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS RECURSOS DIDÁTICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO CULTURA E TRADIÇÕES (EF04ER01) Identificar ritos presentes no cotidiano pessoal, familiar, escolar e co- munitário. (EF04ER02) Identificar ritos e suas fun- ções em diferentes manifestações e tradi- ções religiosas. (EF04ER03) Caracterizar ritos de inicia- ção e de passagem em diversos grupos religiosos (nascimento, casamento e mor- te). História da criação do homem segundo as tradições religio- sas e científicas; Religião e religio- sidade; O mito e os segre- dos na história dos povos; Leitura e pintura de textos informativos. Confecção de cartazes sobre temas sugeridos. Utilização de: imagens de vídeo caráter informativo. . Livros, Textos ilus- trados. Gravuras. Mensagens reflexivas. Filmes vídeos etc. Processo de avaliação com base na Portaria Nº 4563/2015, Art. 5º, Com a participação em todas as atividades pro- postas em sala de aula e atividades extra sala. Pontualidade na entrega das atividades. Através das atividades propostas. ÁREA DA LINGUAGEM: ENSINO RELIGIOSO 2º BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA HABILIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS RECURSOS DIDÁTICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO EGO e ALTE- RIDADE ETHOS EF04ER07) Reconhecer e respeitar as ideias de divindades de diferentes mani- festações e tradições religiosas. EF04ER05) Identificar representações religiosas em diferentes expressões artís- ticas (pinturas, arquitetura, esculturas, ícones, símbolos, imagens), reconhecen- do-as como parte da identidade de dife- rentes culturas e tradições religiosas. Valores: amor e ódio, respeito e desrespeito, tole- rância e intolerân- cias, paz e guerra, honestidade e de- sonestidade, felici- dade e infelicidade, vida e morte; O Brasil e a diver- sidade religiosa; Valores morais e éticos. Textos informativos sobre a visão das religiões Reprodução e pintura em mo- saicos. Livros, Textos ilus- trados. Gravuras. Mensagens reflexivas. Filmes vídeos etc. . Serão de acordo com a participação dos alunos nas atividades propostas. Livros, Textos ilustrados. Gravuras. Mensagens reflexivas. Filmes vídeos etc. Malhas quadriculadas etc.
  • 37. ÁREA DA LINGUAGEM: ENSINO RELIGIOSO 3º BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA HABILIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS RECURSOS DIDÁTICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO TEXTOS SAGRADOS RITO/MITO (EF04ER04) Identificar as diversas for- mas de expressão da espiritualidade (ora- ções, cultos, gestos, cantos, dança, medi- tação) nas diferentes tradições religiosas. (EF04ER04) Identificar as diversas for- mas de expressão da espiritualidade. (EF04ER01) Identificar ritos presentes no cotidiano pessoal, familiar, escolar e co- munitário. Tradições religio- sas e científicas; O que são textos sagrados? Diferentes formas de representar: O Transcendente, símbolos religio- sos; O Brasil e a diver- sidade religiosa; Visões religiosas Valores Leitura e pintura de textos in- formativos sobre as principais histórias bíblicas. Textos informativos sobre a visão das religiões. Produção de textos: acrósticos, poéticos, dissertativos, através de desenhos, temas livres.. Livros, Textos ilus- trados. Gravuras. Mensagens reflexivas. Filmes vídeos etc. Serão de acordo com a participação dos alunos nas atividades propostas. ÁREA DA LINGUAGEM: ENSINO RELIGIOSO 4º BIMESTRE UNIDADE TEMÁTICA HABILIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS RECURSOS DIDÁTICOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO CULTURA e TRADIÇÕES SÍMBOLOS (EF04ER06) Identificar nomes, significa- dos e representações de divindades nos contextos familiares e comunitários. (EF04ER03) Caracterizar ritos de inicia- ção e de passagem em diversos grupos religiosos (nascimento, casamento e mor- te). Drogas, saúde, vida e natureza; Diversidade Princípios e valores de solidariedade, obediência, amor ao próximo e boas maneiras. Leitura compartilhada e refle- xão de mensagens. Produção de textos: acrósticos, poéticos, dissertativos, através de desenhos, temas livres e sugeridos entre outros. Confecção de cartazes sobre o tema trabalhado.. Livros, Textos ilus- trados. Gravuras. Mensagens reflexivas. Filmes vídeos etc. Serão de acordo com a participação dos alunos nas atividades propostas
  • 38. Referências BRASIL. Base nacional comum curricular. Brasília: MEC/SEB, 2017. Disponível em:< http://basenacionalcomummec.gov.br/> Acesso em: 18 ago.2020. CHARLIER. Anna Maria. História: 4ºano do Ensino Fundamental. 2ª ed. São Paulo: Ática, 2017. DANTE, Luiz Roberto. Matemática: 4º ano do Ensino Fundamental. 3ª ed. São Paulo: Ática, 2017. NIGRO, Rogério G. Ciências: 4º ano do Ensino Fundamental. 3ª ed. São Paulo: Ática, 2017. POUGY, Eliana. Arte do 4ºano Ensino Fundamental. 2ª ed. São Paulo: Ática, 2017. RONDONIA. Referencial curricular de Rondônia. Porto Velho: Seduc, 2018. SIMIELLI, Maria Elena. Geografia: 4º ano do Ensino Fundamental. 2ª ed. São Paulo: Ática, 2017. TRINCONI, Ana. Língua Portuguesa: 4° ano do Ensino Fundamental. 3º ed. São Paulo: Ática, 2017.