SlideShare uma empresa Scribd logo
SEMINÁRIO 
Infraestrutura e Construção 
Apoio do BNDES à Infraestrutura 
Nelson Siffert | 2014
Apoio do BNDES 
à Infraestrutura 
Seminário de Infraestrutura e 
Construção Pesada - FGV 
Setembro 2014
Aspectos Institucionais
Quem somos 
§ Fundado em 20 de Junho de 1952 
§ Empresa pública de propriedade integral da União 
§ Instrumento chave para implementação da Política Industrial, de 
Infra-estrutura e de Comércio Exterior 
§ Apoio a micro, pequenas e médias empresas 
§ Captação de recursos de longo prazo 
§ Principal fonte de crédito de longo prazo 
§ Foco no financiamento do investimento
Desembolso
Evolução dos Desembolsos 
Em R$ bilhões 
O crescimento médio dos desembolsos do BNDES no período 2005-2013 foi de 
23,5 % ao ano.
BNDES e Agências Multilaterais 
Em US$ milhão BNDES KfW CDB KDB 
Brasil Alemanha China Coréia do Sul 
2012 2012 2012 2012 
Ativos 367.825 657.347 1.191.597 147.067 
Carteira de Crédito 254.019 526.401 1.016.959 85.572 
Lucro Líquido 3.009 3.063 9.995 836 
Retorno Sobre Ativos (%) 0,90 0,47 0,92 0,50 
Inadimplência (%) 0,06 0,21 0,30 1,60 
Fundação 1952 1948 1994 1954 
Empregados e empregadas 2.853 5.190 8.038 nd
Desembolsos por Setor de Atividade 
8% 10% 12% 12% 13% 16% 21% 28% 27% 28% 
50% 53% 
41% 43% 47% 47% 
32% 31% 30% 26% 
34% 31% 
40% 39% 36% 31% 
40% 
34% 33% 37% 
9% 7% 8% 6% 5% 6% 
7% 
7% 10% 9% 
2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 jan-abr 
2014 
Indústria Infraestrutura Agropecuária Comércio e Serviços
Formas de Atuação
Desembolsos por Tipo de Operação (em valor) 
47% 43% 41% 47% 
57% 
44% 39% 46% 39% 42% 
53% 57% 59% 53% 
43% 
56% 61% 54% 61% 58% 
2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 jan-abr 
2014 
Operações Diretas Operações Indiretas
Operações 2013 
Número de Operações Desembolsos 
1.144.262 R$ 190,4 bilhões 
1.101.248 
97% 
17.030 
1% 
25.984 
2% R$ 116,3 bi 
61% 
R$ 10,6 bi 
6% 
R$ 63,5 bi 
33% 
MPME 
Média-grande 
Grande
Fluxo de tramitação de projetos 
EMPRESA 
EMPRESA 
Carta Consulta 
Projeto 
Completo 
Projeto 
Enquadramento 
Comitês 
Enquadramento 
Crédito 
30 dias 
Análise do 
Projeto Aprovação Contratação Desembolso 
Equipe de Análise Diretoria Equipe Jurídica 
60 dias 30 dias 30 dias 
cronograma 
físico-financeiro 
Acompanhamento 
Área Operacional 
60 dias 
EMPRESA
Formas de Apoio
Corporate Finance 
Corporate Finance 
- Garantias ligadas aos acionistas; 
- Cálculo do rating do acionista; 
- Cálculo do Limite de Crédito; 
- Análise Cadastral; 
- Análise econômico-financeira da empresa; 
- Análise da Taxa Interna de Retorno e Capacidade 
de pagamento; 
- Análise de mercado, competitividade e estratégia 
da empresa.
O Project Finance e a estruturação do 
funding 
Project Finance - Financiamento de um projeto 
específico e não de todos os negócios de uma 
empresa, segregando custos, receitas e riscos do 
projeto através de uma sociedade de propósito 
específico (SPE).
Project Finance: estruturação 
Poder 
concedente 
SPE 
concessionária 
Consórcio 
EPC 
Acionistas 
Financiadores/ 
Debenturistas 
Órgãos ambientais 
Clientes/ 
usuários 
Contrato 
de O&M 
Seguradoras
Project Finance: características 
SPE • Segregação dos fluxos de caixa, patrimônio e riscos do projeto. 
Fluxo de 
caixa 
• Previsibilidade da receita. 
• Suficiência para saldar os compromissos do projeto – 
autossustentabilidade econômica da concessão. 
Alavancagem • Dimensionamento das dívidas devem observar a capacidade de 
pagamento do projeto, projetada mediante um Índice de Cobertura 
do Serviço da Dívida (ICSD) que acomode variações no fluxo de 
caixa: EBTIDA/Serviço da Dívida ≥ 1,2.
Project Finance: características 
Garantias 
do projeto 
• Constituição diferenciada de garantias durante a fase de implantação 
e operação. 
• Receitas futuras, ativos e direitos emergentes do projeto devem ser 
vinculados/cedidos aos financiadores. 
Acionistas 
• Capital próprio dos acionistas compatível com o risco e retorno do 
projeto. 
• Equity mínimo de 20% dos investimentos. Restrições a quaisquer retirada 
de recursos da SPE que possam comprometer a execução do projeto. 
Construção • Contratos devem comprometer empreiteiros e/ou fornecedores com 
a conclusão do projeto dentro do orçamento, especificações técnicas, 
desempenho e cronograma predeterminado (EPC).
BNDES e Project Finance 
Exemplo: Linha de Transmissão 
1) Investimento = R$ 314,8 milhões Financiamento = R$ 142,2 milhões 
2) Debênture = R$ 40 milhões
BNDES e a Debênture de Projeto 
• Possibilidade de agregar às fontes do projeto Debêntures 
com colocação pública; 
• Compartilhamento de garantias; 
• Cross default; 
• Possibilidade de aumento na alavancagem dos projetos em 
cerca de 10%, com utilização do SAC; 
• Amortização das debêntures modulada de acordo com a 
amortização do financiamento do BNDES, podendo ser 
admitida, observadas as características de cada projeto, a 
utilização de sistema Price de amortização.
Área de Infraestrutura
O que apoiamos 
Projetos de Infraestrutura 
• Energia elétrica; 
• Fontes renováveis de energia; 
• Logística e transportes.
Concessões serão importantes para 
retomada do investimento 
Concessões 
podem 
levar 
a 
taxa 
de 
inves:mento 
a 
22% 
do 
PIB 
em 
2018 
23% 
22% 
21% 
20% 
19% 
18% 
Fonte: 
BNDES 
Projeções 
para 
Taxa 
de 
Inves:mento 
(% 
PIB) 
18,9% 
19,4% 
19,8% 
20,3% 
20,7% 
19,1% 
19,9% 
20,7% 
21,5% 
22,2% 
17% 
2014 2015 2016 2017 2018 
SEM Concessões COM concessões
Carteira de Projetos da AIE (em 01/07/14) 
Valores em R$ Mil 
SETOR Quant. Projetos Valor do Apoio Inv. Total 
Geração Hidrelétrica 17 54.260.859 84.831.997 
Rodovias 42 31.733.677 58.322.032 
Geração Eólica 61 21.121.514 35.393.831 
Distribuição E.E. 58 15.568.095 30.249.814 
Transmissão E.E. 59 11.830.890 22.786.370 
Ferrovias 12 10.814.137 33.892.081 
Portos 25 10.705.741 19.843.277 
Aeroportos 6 9.040.569 13.035.366 
Geração Termelétrica 11 6.547.749 12.214.726 
Geração Nuclear 1 6.146.256 10.488.029 
Transporte Dutoviário 1 4.101.400 8.690.000 
Navegação 7 1.681.480 2.600.419 
PCH 25 1.573.916 2.577.835 
Cogeração 10 1.068.309 1.414.244 
Inovação 7 599.808 1.668.062 
Terminais e Armazéns 14 530.018 753.549 
Racionalização Energia 16 484.796 693.514 
Transporte Aéreo 2 121.314 194.081 
Outros 3 26.847 29.876 
TOTAL 377 187.957.372 339.679.101 
Operações em desembolso e aprovadas (68%), em análise (22%) e com carta consulta (10%).
Hidrelétricas 
Térmicas 
Nuclear 
Energias Alternativas 
Distribuidoras 
Transmissoras 
Ferrovias 
Rodovias 
Portos 
Navegação 
Aeroportos 
Outros 
3.747 
2.710 
2003 2004 
2006 
4.875 
8.638 
2007 2008 
16.017 
Variação + 80% - 23% - 10% 
Anual 
+ 111% 
24.538 
18.743 
15.280 
3.366 
7.116 
2005 2009 2010 
+ 21% + 85% - 5% 
R$ milhões 
2011 
+ 23% 
2012 
+ 31% 
28.391 
Evolução dos Desembolsos 
33.400 
10.673 
Realizado 
1º Semestre 
2014 
(Previsão) 
2013 
+ 16% 
+ 18% 
40.000 
44.000 
50.000 
2015 
(Previsão) 
2016 
(Previsão) 
2017 
(Previsão) 
+ 20% + 10% + 14%
Valores em R$ mil 
Energia: Aprovações 2003 a 2014 (1º Sem.) 
Segmento Nº de 
Projetos 
Financiamento 
BNDES (R$ Mil) 
Investimento 
Previsto (R$ Mil) 
Capacidade 
1. Geração 47.835 MW 246 101.980.941 167.060.252 
Hidrelétricas 33.301 MW 48 65.371.581 103.902.565 
Eólicas 5.472 MW 51 15.020.558 25.071.892 
Termelétricas 4.816 MW 12 6.473.025 13.935.083 
PCH 2.364 MW 121 7.701.782 11.934.144 
Nuclear 1.405 MW 1 6.146.256 10.488.029 
Biomassa 477 MW 13 1.267.741 1.728.539 
2. Transmissão 28.801 Km 105 19.928.545 37.558.796 
3. Distribuição - 
90 17.633.557 32.694.613 
4. Racionalização - 
21 182.834 272.517 
5. Outros - 
1 13.542 15.047 
TOTAL 463 139.739.419 237.601.226
Logística: Aprovações 2003 a 2014 (1º Sem.) 
Valores em R$ mil 
Segmento Capacidade Nº de 
Projetos 
Financiamento 
BNDES (R$ Mil) 
Investimento 
Previsto (R$ Mil) 
Ferrovias 2.338 Km, 16.087 Vagões 
e 385 Locomotivas 30 17.181.806 51.346.750 
Rodovias 6.556 Km 45 16.233.786 36.260.172 
Portos 98.730.000 Toneladas por 
Ano 39 10.258.390 18.029.401 
Aeroportos e 
Transporte Aéreo 
40.500.000 Passageiros 
por Ano 11 7.306.153 11.243.592 
Navegação 219 Embarcações* 32 2.803.449 4.105.776 
Transporte Dutoviário 1.331 Km 1 1.902.700 8.690.000 
Terminais e Armazéns 11.149.398 Toneladas por 
Ano 19 879.737 1.124.409 
Outros - 1 5.799 6.443 
TOTAL 178 56.571.820 130.806.543 
Obs: (*) 90 rebocadores, 93 balsas, 16 empurradores, 12 navios de cabotagem e 8 outros.
Setor de Energia - Novos Investimentos 
Linhas de Transmissão 
• Até cinco leilões previstos para 2014: 
• Leilão referente ao 1o circuito da Usina de Belo Monte (2.100 km, 800 
kV DC), realizado em Fevereiro com investimentos previstos de R$ 5 
bilhões; 
• Leilão realizado em 9 de Maio: 
• Concessão de 8 linhas de transmissão em 8 estados, totalizando 
2.300 km, R$ 3,4 bilhões em investimentos e receita anual 
permitida de R$ 350 milhões - deságio médio de 13%; 
• Leilões a serem realizados no 2o semestre: 
• 26 concessões com, investimentos previstos de R$ 8 bilhões; 
• Em 2015: leilão do 2o circuito da usina de Belo Monte (2.400 km, 
800 kV DC) e investimentos previstos de R$ 5 bilhões.
Programa de Investimentos em Logística 
Governo Federal 
Previsão de investimentos 
em concessões R$ bilhões 
Logística 242,0 
Rodovias 42,0 
Ferrovias 91,1 
Portos 54,6 
Aeroportos 18,7 
TAV 35,6
Rodovias Concedidas 
1 
2 
3 
4 
5 
2 
3 
4 
5 
1 
Rodovias PIL 
R$ 36,8 
bilhões 
(5 anos) 
# Rodovia Trecho Duplicação Extensão 
1 BR-101 RJ Ponte Rio-Niterói 13 
2 BR-163/230 MT/PA Sinop - Miritituba 976 
3 BR-364/060 MT/GO Rondonópolis - Goiânia 704 
4 BR-364 GO/MG Jataí - Entr BR-153 439 
5 BR-476/153/282/480 PR/SC Lapa - Chapecó - Divisa SC/RS 493 
2.625 
# Rodovia Trecho Duplicação 
(km) 
Extensão 
(km) 
1 BR-050 GO/MG Cristalina/GO - Divisa MG/SP 437 437 
2 BR-163 MT Divisa MT/MS - Sinop 851 851 
3 BR-163 MS Divisa MS/MT - Divisa MS/PR 847 847 
4 BR-060/153/262 DF/GO/MG Brasília - Divisa MG/SP - Betim 1.177 1.177 
5 BR-040 DF/GO/MG* Brasília - Juiz de Fora 937 937 
6 BR-153 TO/GO Anápolis/GO - Aliança do Tocantins/TO 599 625 
* incluindo os trechos de conversão de multifaixa em duplicação 4.847 4.873
Ferrovias PIL e PAC 
PIL = R$ 56 bi 
(5 anos) 
+ 
Novo marco 
regulatório
Blocos e 
# arrendamentos 
(Total 159) 
Bloco 1 – 52 
(Santos e portos do Pará) 
Bloco 2 – 39 
(Paranaguá e Salvador/ 
Aratu) 
Bloco 3 – 36 
(Suape, Itaqui e outros portos 
do N e NE) 
Bloco 4 – 32 
(Vitória, Rio. Itaguaí. Itajaí, 
Rio Grande and S. F. do Sul) 
2 Concessões de portos 
25 portos 
Portos PIL
Principais corredores de exportação 
(soja em grãos, farelo de soja e milho – 
Safra 11/12) 
Barcarena 
BELÉM 
Produção de soja + milho = 83% da 
Piquet 
Carneiro 
SÃO LUÍS Sobral 
Estreito 
Barreiras 
Ibotirama 
Eclusa de 
Tucuruí 
Figueirópolis 
JOÃO PESSOA 
Carajás 
Altamira 
Gov. Valadares 
CAMPO 
GRANDE Porto de Vitória 
32 
Porto 
Rio Parnaíba 
Foz do 
Iguaçu 
Estrela d’Oeste 
BR 
116 
CURITIBA 
Porto de Paranaguá! 
Porto de São Fco do Sul! 
Araquari 
FLORIANÓPOLI 
S 
Imbituba 
Porto de Rio Grande 
Cruzeiro 
do Sul 
Porto de Santarém 
Oriximiná 
Juruti 
Santarém 
Açailândia Macau 
Porto Real 
do Colégio 
Juazeiro 
TERESINA 
Balsas 
Caetité 
Luís Eduardo 
Lucas do Rio 
Verde Uruaçu 
Pelotas 
Aceguá 
Rio Grande 
Santana do 
Livramento 
PORTO 
ALEGRE 
Montes Claros 
GOIÂNIA 
Limeira 
Itiquira 
DF 
RECIFE 
MACEIÓ 
RIO DE 
SÃO PAULO JANEIRO 
VITÓRIA 
PALMAS 
BOA VISTA 
MANAUS 
NATAL 
PORTO VELHO 
RIO BRANCO 
SALVADOR 
MACAPÁ 
FORTALEZA 
Porto de Itaqui 
Porto de Salvador 
Porto de Ilhéus 
Porto de Itacoatiara! 
CUIABÁ 
Rondonópoli 
s 
Brumado 
da Bahia 
Maracaju 
Ribeirão 
Cascalheira 
Vilhena 
Cianorte 
Ilhéus 
Tubarão 
Panorama 
Rodrigues 
Alves 
Sorriso Alto Boa Vista 
Pres. 
Epitácio 
Miritituba 
Sinop 
Corumbá 
Marabá 
BR 
163 
Rio Balsas 
Rio São Fco 
Rio Paranaíba 
Porto de Porto Velho 
Sabará 
Alto Araguaia 
3,3 
1,3 
BR 
242 
BR 
158 
2,3 
2,8 
4,9 
3,1 
5,9 
6,2 
23,1 
16,6 
0,3 
Porto de Santos 
BR 
364 
BR 
158 
BR 
242 
BR 
153 
BR 
153 
BELO 
HORIZONTE 
BR 
230 
Valores em milhões de 
toneladas 
Produção total: 
166 
milhões de toneladas 
Exportação: 
66 
milhões de toneladas 
Fonte: CONAB e MDIC 
Rodovias 
Ferrovias 
Hidrovias 
Rota de escoamento 
Porto de 
transbordo 
BR 
230 
Rurópolis 
BR 
277 
Porto de P. Alegre 
produção nacional de grãos 
BR 
267 
BR 
135 
Portos SE e S: 
56,7 mi t 
85% 
Portos NE: 
6,2 mi t 
9% 
Portos N 
3,6 mi t 
5%
Portal do BNDES 
www.bndes.gov.br
Centrais de Atendimento 
Central Atendimento BNDES 
0800 702 6337 
www.bndes.gov.br/faleconosco 
Ouvidoria 
0800 702 6307 
www.bndes.gov.br/ouvidoria 
www.bndes.gov.br 
http://slideshare.net/bndes
Obrigado!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação BNDES - A importância das linhas de financiamento para inovação ...
Apresentação BNDES - A importância das linhas de financiamento para inovação ...Apresentação BNDES - A importância das linhas de financiamento para inovação ...
Apresentação BNDES - A importância das linhas de financiamento para inovação ...
BNDES
 
Apresentação_2013
Apresentação_2013Apresentação_2013
Apresentação_2013
Cteep_ri
 
Apimec 2014
Apimec 2014Apimec 2014
Apimec 2014
Cteep_ri
 
Teleconferência 4T14
Teleconferência 4T14Teleconferência 4T14
Teleconferência 4T14
Localiza
 
Apresentação corporativa junho
Apresentação corporativa   junhoApresentação corporativa   junho
Apresentação corporativa junho
MPX_RI
 
Apresentação de resultados portugues v final
Apresentação de resultados portugues v finalApresentação de resultados portugues v final
Apresentação de resultados portugues v final
ersa_ri
 
O BNDES Mais Perto de Você
O BNDES Mais Perto de VocêO BNDES Mais Perto de Você
O BNDES Mais Perto de Você
BNDES
 
Apresentação de resultados portugues 4_t13_final
Apresentação de resultados portugues 4_t13_finalApresentação de resultados portugues 4_t13_final
Apresentação de resultados portugues 4_t13_final
CPFL RI
 
Apresentação 3T13
Apresentação 3T13Apresentação 3T13
Apresentação 3T13
Cteep_ri
 
Apresentacao aes eletropaulo_4_t12_v7
Apresentacao aes eletropaulo_4_t12_v7Apresentacao aes eletropaulo_4_t12_v7
Apresentacao aes eletropaulo_4_t12_v7
AES Eletropaulo
 
Everson Costa - Conjuntura Econômica
Everson Costa - Conjuntura EconômicaEverson Costa - Conjuntura Econômica
Apresentação dos Resultados do 3T08
Apresentação dos Resultados do 3T08Apresentação dos Resultados do 3T08
Apresentação dos Resultados do 3T08
Celesc
 
Apresentação corporativa maio
Apresentação corporativa   maioApresentação corporativa   maio
Apresentação corporativa maio
MPX_RI
 
17/11/2014 - Apresentação Institucional 3T14
17/11/2014 - Apresentação Institucional 3T1417/11/2014 - Apresentação Institucional 3T14
17/11/2014 - Apresentação Institucional 3T14
Kianne Paganini
 
Apresentação 2T12
Apresentação 2T12Apresentação 2T12
Apresentação 2T12
Cteep
 
Apresentação dos Resultados do 4T08
Apresentação dos Resultados do 4T08Apresentação dos Resultados do 4T08
Apresentação dos Resultados do 4T08
Celesc
 
1Q06 Results Presentation
1Q06 Results Presentation 1Q06 Results Presentation
1Q06 Results Presentation
RiRossi
 
Institucional 2 q14 padrão 2014 port
Institucional 2 q14 padrão 2014   portInstitucional 2 q14 padrão 2014   port
Institucional 2 q14 padrão 2014 port
EquatorialRI
 
Apresentação de resultados 1T14
Apresentação de resultados 1T14Apresentação de resultados 1T14
Apresentação de resultados 1T14
ersa_ri
 
demonstracoes-financeiras-sistema-bndes-1t-2018
demonstracoes-financeiras-sistema-bndes-1t-2018demonstracoes-financeiras-sistema-bndes-1t-2018
demonstracoes-financeiras-sistema-bndes-1t-2018
BNDES
 

Mais procurados (20)

Apresentação BNDES - A importância das linhas de financiamento para inovação ...
Apresentação BNDES - A importância das linhas de financiamento para inovação ...Apresentação BNDES - A importância das linhas de financiamento para inovação ...
Apresentação BNDES - A importância das linhas de financiamento para inovação ...
 
Apresentação_2013
Apresentação_2013Apresentação_2013
Apresentação_2013
 
Apimec 2014
Apimec 2014Apimec 2014
Apimec 2014
 
Teleconferência 4T14
Teleconferência 4T14Teleconferência 4T14
Teleconferência 4T14
 
Apresentação corporativa junho
Apresentação corporativa   junhoApresentação corporativa   junho
Apresentação corporativa junho
 
Apresentação de resultados portugues v final
Apresentação de resultados portugues v finalApresentação de resultados portugues v final
Apresentação de resultados portugues v final
 
O BNDES Mais Perto de Você
O BNDES Mais Perto de VocêO BNDES Mais Perto de Você
O BNDES Mais Perto de Você
 
Apresentação de resultados portugues 4_t13_final
Apresentação de resultados portugues 4_t13_finalApresentação de resultados portugues 4_t13_final
Apresentação de resultados portugues 4_t13_final
 
Apresentação 3T13
Apresentação 3T13Apresentação 3T13
Apresentação 3T13
 
Apresentacao aes eletropaulo_4_t12_v7
Apresentacao aes eletropaulo_4_t12_v7Apresentacao aes eletropaulo_4_t12_v7
Apresentacao aes eletropaulo_4_t12_v7
 
Everson Costa - Conjuntura Econômica
Everson Costa - Conjuntura EconômicaEverson Costa - Conjuntura Econômica
Everson Costa - Conjuntura Econômica
 
Apresentação dos Resultados do 3T08
Apresentação dos Resultados do 3T08Apresentação dos Resultados do 3T08
Apresentação dos Resultados do 3T08
 
Apresentação corporativa maio
Apresentação corporativa   maioApresentação corporativa   maio
Apresentação corporativa maio
 
17/11/2014 - Apresentação Institucional 3T14
17/11/2014 - Apresentação Institucional 3T1417/11/2014 - Apresentação Institucional 3T14
17/11/2014 - Apresentação Institucional 3T14
 
Apresentação 2T12
Apresentação 2T12Apresentação 2T12
Apresentação 2T12
 
Apresentação dos Resultados do 4T08
Apresentação dos Resultados do 4T08Apresentação dos Resultados do 4T08
Apresentação dos Resultados do 4T08
 
1Q06 Results Presentation
1Q06 Results Presentation 1Q06 Results Presentation
1Q06 Results Presentation
 
Institucional 2 q14 padrão 2014 port
Institucional 2 q14 padrão 2014   portInstitucional 2 q14 padrão 2014   port
Institucional 2 q14 padrão 2014 port
 
Apresentação de resultados 1T14
Apresentação de resultados 1T14Apresentação de resultados 1T14
Apresentação de resultados 1T14
 
demonstracoes-financeiras-sistema-bndes-1t-2018
demonstracoes-financeiras-sistema-bndes-1t-2018demonstracoes-financeiras-sistema-bndes-1t-2018
demonstracoes-financeiras-sistema-bndes-1t-2018
 

Destaque

Apostila atualidades 2013
Apostila atualidades 2013Apostila atualidades 2013
Apostila atualidades 2013
MAIQUELE SANTANA
 
Dinheiro em Java: Joda-Money, Money API e além
Dinheiro em Java: Joda-Money, Money API e alémDinheiro em Java: Joda-Money, Money API e além
Dinheiro em Java: Joda-Money, Money API e além
Otávio Santana
 
Guia de COLETA ANA CETESB
Guia de COLETA ANA CETESBGuia de COLETA ANA CETESB
Guia de COLETA ANA CETESB
Limnos Ufsc
 
Balanço final do PAC no governo Lula
Balanço final do PAC no governo LulaBalanço final do PAC no governo Lula
Balanço final do PAC no governo Lula
Giovanni Sandes
 
Mercado de trabalho marketing e vendas- artigo
Mercado de trabalho   marketing e vendas- artigoMercado de trabalho   marketing e vendas- artigo
Mercado de trabalho marketing e vendas- artigo
Deborah Moreira
 
Fazendas aptas a exportar para a UE
Fazendas aptas a exportar para a UEFazendas aptas a exportar para a UE
Fazendas aptas a exportar para a UE
Portal Canal Rural
 
Prova mkt e vendas
Prova mkt e vendasProva mkt e vendas
Prova mkt e vendas
jucarpires
 
Atps 1 administracao
Atps 1 administracaoAtps 1 administracao
Atps 1 administracao
RonanMs23
 
Porto do Barreto, Terlom - Macaé -RJ
Porto do Barreto, Terlom - Macaé -RJPorto do Barreto, Terlom - Macaé -RJ
Porto do Barreto, Terlom - Macaé -RJ
Gernandes Mota Filho
 
Emater mg alimentacao_gado_leiteiro
Emater mg alimentacao_gado_leiteiroEmater mg alimentacao_gado_leiteiro
Emater mg alimentacao_gado_leiteiro
Embrapa Milho e Sorgo
 
Geografia do Brasil: Aula Geografia do Paraná.
Geografia do Brasil: Aula Geografia do Paraná.Geografia do Brasil: Aula Geografia do Paraná.
Geografia do Brasil: Aula Geografia do Paraná.
Tom Lima
 
Manual do entrevistador do cadastro único.
Manual do entrevistador do cadastro único.Manual do entrevistador do cadastro único.
Manual do entrevistador do cadastro único.
Italo Mota
 
Ficha de Inspeção de Extintores de Incêndio
Ficha de Inspeção de Extintores de IncêndioFicha de Inspeção de Extintores de Incêndio
Ficha de Inspeção de Extintores de Incêndio
Ana Lucia Santana
 
Cooperativas BAHIA
Cooperativas BAHIA Cooperativas BAHIA
Cooperativas BAHIA
Karlla Costa
 
Passo a passo para abertura de empresa
Passo a passo para abertura de empresaPasso a passo para abertura de empresa
Passo a passo para abertura de empresa
Guilherme Carvalho
 
Trabalho de contabilidade final
Trabalho de contabilidade finalTrabalho de contabilidade final
Trabalho de contabilidade final
Vitor Hugo Marciano
 
3.000 empresas para enviar curriculo
3.000 empresas para enviar curriculo3.000 empresas para enviar curriculo
3.000 empresas para enviar curriculo
denislimacorreia
 
Agronegocio no mercosul
Agronegocio no mercosulAgronegocio no mercosul
Agronegocio no mercosul
cleberson.souza
 
Parecer aldo rebelo código florestal
Parecer aldo rebelo código florestalParecer aldo rebelo código florestal
Parecer aldo rebelo código florestal
Gustavo Loureiro
 
Sistematización contable y financiera: Análisis de los Sistemas Contables
Sistematización contable y financiera: Análisis de los Sistemas ContablesSistematización contable y financiera: Análisis de los Sistemas Contables
Sistematización contable y financiera: Análisis de los Sistemas Contables
Helen Pico S
 

Destaque (20)

Apostila atualidades 2013
Apostila atualidades 2013Apostila atualidades 2013
Apostila atualidades 2013
 
Dinheiro em Java: Joda-Money, Money API e além
Dinheiro em Java: Joda-Money, Money API e alémDinheiro em Java: Joda-Money, Money API e além
Dinheiro em Java: Joda-Money, Money API e além
 
Guia de COLETA ANA CETESB
Guia de COLETA ANA CETESBGuia de COLETA ANA CETESB
Guia de COLETA ANA CETESB
 
Balanço final do PAC no governo Lula
Balanço final do PAC no governo LulaBalanço final do PAC no governo Lula
Balanço final do PAC no governo Lula
 
Mercado de trabalho marketing e vendas- artigo
Mercado de trabalho   marketing e vendas- artigoMercado de trabalho   marketing e vendas- artigo
Mercado de trabalho marketing e vendas- artigo
 
Fazendas aptas a exportar para a UE
Fazendas aptas a exportar para a UEFazendas aptas a exportar para a UE
Fazendas aptas a exportar para a UE
 
Prova mkt e vendas
Prova mkt e vendasProva mkt e vendas
Prova mkt e vendas
 
Atps 1 administracao
Atps 1 administracaoAtps 1 administracao
Atps 1 administracao
 
Porto do Barreto, Terlom - Macaé -RJ
Porto do Barreto, Terlom - Macaé -RJPorto do Barreto, Terlom - Macaé -RJ
Porto do Barreto, Terlom - Macaé -RJ
 
Emater mg alimentacao_gado_leiteiro
Emater mg alimentacao_gado_leiteiroEmater mg alimentacao_gado_leiteiro
Emater mg alimentacao_gado_leiteiro
 
Geografia do Brasil: Aula Geografia do Paraná.
Geografia do Brasil: Aula Geografia do Paraná.Geografia do Brasil: Aula Geografia do Paraná.
Geografia do Brasil: Aula Geografia do Paraná.
 
Manual do entrevistador do cadastro único.
Manual do entrevistador do cadastro único.Manual do entrevistador do cadastro único.
Manual do entrevistador do cadastro único.
 
Ficha de Inspeção de Extintores de Incêndio
Ficha de Inspeção de Extintores de IncêndioFicha de Inspeção de Extintores de Incêndio
Ficha de Inspeção de Extintores de Incêndio
 
Cooperativas BAHIA
Cooperativas BAHIA Cooperativas BAHIA
Cooperativas BAHIA
 
Passo a passo para abertura de empresa
Passo a passo para abertura de empresaPasso a passo para abertura de empresa
Passo a passo para abertura de empresa
 
Trabalho de contabilidade final
Trabalho de contabilidade finalTrabalho de contabilidade final
Trabalho de contabilidade final
 
3.000 empresas para enviar curriculo
3.000 empresas para enviar curriculo3.000 empresas para enviar curriculo
3.000 empresas para enviar curriculo
 
Agronegocio no mercosul
Agronegocio no mercosulAgronegocio no mercosul
Agronegocio no mercosul
 
Parecer aldo rebelo código florestal
Parecer aldo rebelo código florestalParecer aldo rebelo código florestal
Parecer aldo rebelo código florestal
 
Sistematización contable y financiera: Análisis de los Sistemas Contables
Sistematización contable y financiera: Análisis de los Sistemas ContablesSistematización contable y financiera: Análisis de los Sistemas Contables
Sistematización contable y financiera: Análisis de los Sistemas Contables
 

Semelhante a FGV / IBRE - Apoio do BNDES à Infraestrutura

Balanço curto, prazo longo: o curtoprazismo do sistema bancário
Balanço curto, prazo longo: o curtoprazismo do sistema bancárioBalanço curto, prazo longo: o curtoprazismo do sistema bancário
Balanço curto, prazo longo: o curtoprazismo do sistema bancário
Luiz de Queiroz
 
Teleconferência Concessão Rodoanel
Teleconferência Concessão RodoanelTeleconferência Concessão Rodoanel
Teleconferência Concessão Rodoanel
CCR Relações com Investidores
 
Apresentação dos resultados 4 t12
Apresentação dos resultados 4 t12Apresentação dos resultados 4 t12
Apresentação dos resultados 4 t12
comgasri
 
Encontro Nacional do Setor Elétrico - ENASE
Encontro Nacional do Setor Elétrico - ENASEEncontro Nacional do Setor Elétrico - ENASE
Encontro Nacional do Setor Elétrico - ENASE
Câmara de Comercialização de Energia Elétrica
 
18.11 apresentação fsm_final
18.11 apresentação fsm_final18.11 apresentação fsm_final
18.11 apresentação fsm_final
Fernando S. Marcato
 
FGV / EBAPE - Perspectivas do Investimento em Infraestrutura no Brasil
FGV / EBAPE - Perspectivas do Investimento em Infraestrutura no BrasilFGV / EBAPE - Perspectivas do Investimento em Infraestrutura no Brasil
FGV / EBAPE - Perspectivas do Investimento em Infraestrutura no Brasil
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
Corporate Presentation
Corporate PresentationCorporate Presentation
Corporate Presentation
DirecionalRI
 
Divulgação de Resultados 4T12
Divulgação de Resultados 4T12Divulgação de Resultados 4T12
Divulgação de Resultados 4T12
DirecionalRI
 
XIV CBE - MESA 1 - Antonio Carlos Tovar - 23 out 2012
XIV CBE - MESA 1 - Antonio Carlos Tovar - 23 out 2012XIV CBE - MESA 1 - Antonio Carlos Tovar - 23 out 2012
XIV CBE - MESA 1 - Antonio Carlos Tovar - 23 out 2012
CBE2012
 
Apresentação dos Resultados do 4T07
Apresentação dos Resultados do 4T07Apresentação dos Resultados do 4T07
Apresentação dos Resultados do 4T07
Celesc
 
Apresentação APIMEC - MG
Apresentação APIMEC - MGApresentação APIMEC - MG
Apresentação APIMEC - MG
DirecionalRI
 
Apresentação dos Resultados do 3T06
Apresentação dos Resultados do 3T06Apresentação dos Resultados do 3T06
Apresentação dos Resultados do 3T06
Celesc
 
Relatório de investimentos de estatais - maio 2012
Relatório de investimentos de estatais - maio 2012Relatório de investimentos de estatais - maio 2012
Relatório de investimentos de estatais - maio 2012
Giovanni Sandes
 
Apresentação dos Resultados do 2T08
Apresentação dos Resultados do 2T08Apresentação dos Resultados do 2T08
Apresentação dos Resultados do 2T08
Celesc
 
Apresentacao fonac
Apresentacao fonacApresentacao fonac
Apresentacao fonac
fonacrj
 
Infraestrutura e Logística, reflexos na competitividade - Luciano Coutinho (E...
Infraestrutura e Logística, reflexos na competitividade - Luciano Coutinho (E...Infraestrutura e Logística, reflexos na competitividade - Luciano Coutinho (E...
Infraestrutura e Logística, reflexos na competitividade - Luciano Coutinho (E...
BNDES
 
Desempenho BNDES - Nordeste 2007 a 2017
Desempenho BNDES - Nordeste 2007 a 2017Desempenho BNDES - Nordeste 2007 a 2017
Desempenho BNDES - Nordeste 2007 a 2017
TGI Consultoria em Gestão
 
62o. fórum nacional his
62o. fórum nacional his62o. fórum nacional his
62o. fórum nacional his
Associação Cohabs
 
FGV / IBRE - O PAC e as Políticas Públicas de Incentivo ao Desenvolvimento do...
FGV / IBRE - O PAC e as Políticas Públicas de Incentivo ao Desenvolvimento do...FGV / IBRE - O PAC e as Políticas Públicas de Incentivo ao Desenvolvimento do...
FGV / IBRE - O PAC e as Políticas Públicas de Incentivo ao Desenvolvimento do...
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
Ministério do Planejamento - Apresentação da 2ª etapa do Programa de Investim...
Ministério do Planejamento - Apresentação da 2ª etapa do Programa de Investim...Ministério do Planejamento - Apresentação da 2ª etapa do Programa de Investim...
Ministério do Planejamento - Apresentação da 2ª etapa do Programa de Investim...
Palácio do Planalto
 

Semelhante a FGV / IBRE - Apoio do BNDES à Infraestrutura (20)

Balanço curto, prazo longo: o curtoprazismo do sistema bancário
Balanço curto, prazo longo: o curtoprazismo do sistema bancárioBalanço curto, prazo longo: o curtoprazismo do sistema bancário
Balanço curto, prazo longo: o curtoprazismo do sistema bancário
 
Teleconferência Concessão Rodoanel
Teleconferência Concessão RodoanelTeleconferência Concessão Rodoanel
Teleconferência Concessão Rodoanel
 
Apresentação dos resultados 4 t12
Apresentação dos resultados 4 t12Apresentação dos resultados 4 t12
Apresentação dos resultados 4 t12
 
Encontro Nacional do Setor Elétrico - ENASE
Encontro Nacional do Setor Elétrico - ENASEEncontro Nacional do Setor Elétrico - ENASE
Encontro Nacional do Setor Elétrico - ENASE
 
18.11 apresentação fsm_final
18.11 apresentação fsm_final18.11 apresentação fsm_final
18.11 apresentação fsm_final
 
FGV / EBAPE - Perspectivas do Investimento em Infraestrutura no Brasil
FGV / EBAPE - Perspectivas do Investimento em Infraestrutura no BrasilFGV / EBAPE - Perspectivas do Investimento em Infraestrutura no Brasil
FGV / EBAPE - Perspectivas do Investimento em Infraestrutura no Brasil
 
Corporate Presentation
Corporate PresentationCorporate Presentation
Corporate Presentation
 
Divulgação de Resultados 4T12
Divulgação de Resultados 4T12Divulgação de Resultados 4T12
Divulgação de Resultados 4T12
 
XIV CBE - MESA 1 - Antonio Carlos Tovar - 23 out 2012
XIV CBE - MESA 1 - Antonio Carlos Tovar - 23 out 2012XIV CBE - MESA 1 - Antonio Carlos Tovar - 23 out 2012
XIV CBE - MESA 1 - Antonio Carlos Tovar - 23 out 2012
 
Apresentação dos Resultados do 4T07
Apresentação dos Resultados do 4T07Apresentação dos Resultados do 4T07
Apresentação dos Resultados do 4T07
 
Apresentação APIMEC - MG
Apresentação APIMEC - MGApresentação APIMEC - MG
Apresentação APIMEC - MG
 
Apresentação dos Resultados do 3T06
Apresentação dos Resultados do 3T06Apresentação dos Resultados do 3T06
Apresentação dos Resultados do 3T06
 
Relatório de investimentos de estatais - maio 2012
Relatório de investimentos de estatais - maio 2012Relatório de investimentos de estatais - maio 2012
Relatório de investimentos de estatais - maio 2012
 
Apresentação dos Resultados do 2T08
Apresentação dos Resultados do 2T08Apresentação dos Resultados do 2T08
Apresentação dos Resultados do 2T08
 
Apresentacao fonac
Apresentacao fonacApresentacao fonac
Apresentacao fonac
 
Infraestrutura e Logística, reflexos na competitividade - Luciano Coutinho (E...
Infraestrutura e Logística, reflexos na competitividade - Luciano Coutinho (E...Infraestrutura e Logística, reflexos na competitividade - Luciano Coutinho (E...
Infraestrutura e Logística, reflexos na competitividade - Luciano Coutinho (E...
 
Desempenho BNDES - Nordeste 2007 a 2017
Desempenho BNDES - Nordeste 2007 a 2017Desempenho BNDES - Nordeste 2007 a 2017
Desempenho BNDES - Nordeste 2007 a 2017
 
62o. fórum nacional his
62o. fórum nacional his62o. fórum nacional his
62o. fórum nacional his
 
FGV / IBRE - O PAC e as Políticas Públicas de Incentivo ao Desenvolvimento do...
FGV / IBRE - O PAC e as Políticas Públicas de Incentivo ao Desenvolvimento do...FGV / IBRE - O PAC e as Políticas Públicas de Incentivo ao Desenvolvimento do...
FGV / IBRE - O PAC e as Políticas Públicas de Incentivo ao Desenvolvimento do...
 
Ministério do Planejamento - Apresentação da 2ª etapa do Programa de Investim...
Ministério do Planejamento - Apresentação da 2ª etapa do Programa de Investim...Ministério do Planejamento - Apresentação da 2ª etapa do Programa de Investim...
Ministério do Planejamento - Apresentação da 2ª etapa do Programa de Investim...
 

Mais de FGV | Fundação Getulio Vargas

GVcasos - Vol. 12, n. especial – Tecnologia Social 2022
GVcasos - Vol. 12, n. especial – Tecnologia Social 2022GVcasos - Vol. 12, n. especial – Tecnologia Social 2022
GVcasos - Vol. 12, n. especial – Tecnologia Social 2022
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
GVcasos - Vol. 12, n. 1 - jan/jun 2022
GVcasos - Vol. 12, n. 1 - jan/jun 2022GVcasos - Vol. 12, n. 1 - jan/jun 2022
GVcasos - Vol. 12, n. 1 - jan/jun 2022
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
GVcasos - Vol. 11, n. 2 - jul/ago 2021
GVcasos - Vol. 11, n. 2 - jul/ago 2021GVcasos - Vol. 11, n. 2 - jul/ago 2021
GVcasos - Vol. 11, n. 2 - jul/ago 2021
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
GVcasos - Vol. 11, n. 1 - jan/jun 2021
GVcasos - Vol. 11, n. 1 - jan/jun 2021GVcasos - Vol. 11, n. 1 - jan/jun 2021
GVcasos - Vol. 11, n. 1 - jan/jun 2021
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
GVcasos - Vol. 10, n. 2 - jul/ago 2020
GVcasos - Vol. 10, n. 2 - jul/ago 2020GVcasos - Vol. 10, n. 2 - jul/ago 2020
GVcasos - Vol. 10, n. 2 - jul/ago 2020
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
GVcasos - Vol. 10, n. 1 - jan/jun 2020
GVcasos - Vol. 10, n. 1 - jan/jun 2020GVcasos - Vol. 10, n. 1 - jan/jun 2020
GVcasos - Vol. 10, n. 1 - jan/jun 2020
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 26, n. 85 – set/dez 2021
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 26, n. 85 – set/dez 2021Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 26, n. 85 – set/dez 2021
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 26, n. 85 – set/dez 2021
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 26, n. 84 – maio/ago 2021
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 26, n. 84 – maio/ago 2021Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 26, n. 84 – maio/ago 2021
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 26, n. 84 – maio/ago 2021
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 26, n. 83 – jan/abr 2021
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 26, n. 83 – jan/abr 2021Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 26, n. 83 – jan/abr 2021
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 26, n. 83 – jan/abr 2021
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 25, n. 82 – set/dez 2020
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 25, n. 82 – set/dez 2020Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 25, n. 82 – set/dez 2020
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 25, n. 82 – set/dez 2020
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 25, n. 81 – maio/ago 2020
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 25, n. 81 – maio/ago 2020Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 25, n. 81 – maio/ago 2020
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 25, n. 81 – maio/ago 2020
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 25, n. 80 – jan/abr 2020
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 25, n. 80 – jan/abr 2020Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 25, n. 80 – jan/abr 2020
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 25, n. 80 – jan/abr 2020
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 24, n. 79 – set/dez 2019
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 24, n. 79 – set/dez 2019Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 24, n. 79 – set/dez 2019
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 24, n. 79 – set/dez 2019
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 24, n. 78 – maio/ago 2019
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 24, n. 78 – maio/ago 2019Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 24, n. 78 – maio/ago 2019
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 24, n. 78 – maio/ago 2019
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 24, n. 77 – jan/abr 2019
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 24, n. 77 – jan/abr 2019Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 24, n. 77 – jan/abr 2019
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 24, n. 77 – jan/abr 2019
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
GVcasos - Vol. 9, n. 2 - jul/dez 2019
GVcasos - Vol. 9, n. 2 - jul/dez 2019GVcasos - Vol. 9, n. 2 - jul/dez 2019
GVcasos - Vol. 9, n. 2 - jul/dez 2019
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
GV-executivo, vol. 18, n. 6, novembro-dezembro 2019
GV-executivo, vol. 18, n. 6, novembro-dezembro 2019GV-executivo, vol. 18, n. 6, novembro-dezembro 2019
GV-executivo, vol. 18, n. 6, novembro-dezembro 2019
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
RAE-Revista de Administração de Empresas (Journal of Business Management), 20...
RAE-Revista de Administração de Empresas (Journal of Business Management), 20...RAE-Revista de Administração de Empresas (Journal of Business Management), 20...
RAE-Revista de Administração de Empresas (Journal of Business Management), 20...
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
RAE-Revista de Administração de Empresas (Journal of Business Management), 20...
RAE-Revista de Administração de Empresas (Journal of Business Management), 20...RAE-Revista de Administração de Empresas (Journal of Business Management), 20...
RAE-Revista de Administração de Empresas (Journal of Business Management), 20...
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
RAE-Revista de Administração de Empresas (Journal of Business Management), 20...
RAE-Revista de Administração de Empresas (Journal of Business Management), 20...RAE-Revista de Administração de Empresas (Journal of Business Management), 20...
RAE-Revista de Administração de Empresas (Journal of Business Management), 20...
FGV | Fundação Getulio Vargas
 

Mais de FGV | Fundação Getulio Vargas (20)

GVcasos - Vol. 12, n. especial – Tecnologia Social 2022
GVcasos - Vol. 12, n. especial – Tecnologia Social 2022GVcasos - Vol. 12, n. especial – Tecnologia Social 2022
GVcasos - Vol. 12, n. especial – Tecnologia Social 2022
 
GVcasos - Vol. 12, n. 1 - jan/jun 2022
GVcasos - Vol. 12, n. 1 - jan/jun 2022GVcasos - Vol. 12, n. 1 - jan/jun 2022
GVcasos - Vol. 12, n. 1 - jan/jun 2022
 
GVcasos - Vol. 11, n. 2 - jul/ago 2021
GVcasos - Vol. 11, n. 2 - jul/ago 2021GVcasos - Vol. 11, n. 2 - jul/ago 2021
GVcasos - Vol. 11, n. 2 - jul/ago 2021
 
GVcasos - Vol. 11, n. 1 - jan/jun 2021
GVcasos - Vol. 11, n. 1 - jan/jun 2021GVcasos - Vol. 11, n. 1 - jan/jun 2021
GVcasos - Vol. 11, n. 1 - jan/jun 2021
 
GVcasos - Vol. 10, n. 2 - jul/ago 2020
GVcasos - Vol. 10, n. 2 - jul/ago 2020GVcasos - Vol. 10, n. 2 - jul/ago 2020
GVcasos - Vol. 10, n. 2 - jul/ago 2020
 
GVcasos - Vol. 10, n. 1 - jan/jun 2020
GVcasos - Vol. 10, n. 1 - jan/jun 2020GVcasos - Vol. 10, n. 1 - jan/jun 2020
GVcasos - Vol. 10, n. 1 - jan/jun 2020
 
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 26, n. 85 – set/dez 2021
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 26, n. 85 – set/dez 2021Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 26, n. 85 – set/dez 2021
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 26, n. 85 – set/dez 2021
 
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 26, n. 84 – maio/ago 2021
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 26, n. 84 – maio/ago 2021Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 26, n. 84 – maio/ago 2021
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 26, n. 84 – maio/ago 2021
 
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 26, n. 83 – jan/abr 2021
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 26, n. 83 – jan/abr 2021Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 26, n. 83 – jan/abr 2021
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 26, n. 83 – jan/abr 2021
 
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 25, n. 82 – set/dez 2020
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 25, n. 82 – set/dez 2020Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 25, n. 82 – set/dez 2020
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 25, n. 82 – set/dez 2020
 
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 25, n. 81 – maio/ago 2020
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 25, n. 81 – maio/ago 2020Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 25, n. 81 – maio/ago 2020
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 25, n. 81 – maio/ago 2020
 
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 25, n. 80 – jan/abr 2020
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 25, n. 80 – jan/abr 2020Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 25, n. 80 – jan/abr 2020
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 25, n. 80 – jan/abr 2020
 
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 24, n. 79 – set/dez 2019
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 24, n. 79 – set/dez 2019Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 24, n. 79 – set/dez 2019
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 24, n. 79 – set/dez 2019
 
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 24, n. 78 – maio/ago 2019
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 24, n. 78 – maio/ago 2019Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 24, n. 78 – maio/ago 2019
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 24, n. 78 – maio/ago 2019
 
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 24, n. 77 – jan/abr 2019
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 24, n. 77 – jan/abr 2019Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 24, n. 77 – jan/abr 2019
Cadernos Gestão Pública e Cidadania (CGPC) – Vol. 24, n. 77 – jan/abr 2019
 
GVcasos - Vol. 9, n. 2 - jul/dez 2019
GVcasos - Vol. 9, n. 2 - jul/dez 2019GVcasos - Vol. 9, n. 2 - jul/dez 2019
GVcasos - Vol. 9, n. 2 - jul/dez 2019
 
GV-executivo, vol. 18, n. 6, novembro-dezembro 2019
GV-executivo, vol. 18, n. 6, novembro-dezembro 2019GV-executivo, vol. 18, n. 6, novembro-dezembro 2019
GV-executivo, vol. 18, n. 6, novembro-dezembro 2019
 
RAE-Revista de Administração de Empresas (Journal of Business Management), 20...
RAE-Revista de Administração de Empresas (Journal of Business Management), 20...RAE-Revista de Administração de Empresas (Journal of Business Management), 20...
RAE-Revista de Administração de Empresas (Journal of Business Management), 20...
 
RAE-Revista de Administração de Empresas (Journal of Business Management), 20...
RAE-Revista de Administração de Empresas (Journal of Business Management), 20...RAE-Revista de Administração de Empresas (Journal of Business Management), 20...
RAE-Revista de Administração de Empresas (Journal of Business Management), 20...
 
RAE-Revista de Administração de Empresas (Journal of Business Management), 20...
RAE-Revista de Administração de Empresas (Journal of Business Management), 20...RAE-Revista de Administração de Empresas (Journal of Business Management), 20...
RAE-Revista de Administração de Empresas (Journal of Business Management), 20...
 

FGV / IBRE - Apoio do BNDES à Infraestrutura

  • 1. SEMINÁRIO Infraestrutura e Construção Apoio do BNDES à Infraestrutura Nelson Siffert | 2014
  • 2. Apoio do BNDES à Infraestrutura Seminário de Infraestrutura e Construção Pesada - FGV Setembro 2014
  • 4. Quem somos § Fundado em 20 de Junho de 1952 § Empresa pública de propriedade integral da União § Instrumento chave para implementação da Política Industrial, de Infra-estrutura e de Comércio Exterior § Apoio a micro, pequenas e médias empresas § Captação de recursos de longo prazo § Principal fonte de crédito de longo prazo § Foco no financiamento do investimento
  • 6. Evolução dos Desembolsos Em R$ bilhões O crescimento médio dos desembolsos do BNDES no período 2005-2013 foi de 23,5 % ao ano.
  • 7. BNDES e Agências Multilaterais Em US$ milhão BNDES KfW CDB KDB Brasil Alemanha China Coréia do Sul 2012 2012 2012 2012 Ativos 367.825 657.347 1.191.597 147.067 Carteira de Crédito 254.019 526.401 1.016.959 85.572 Lucro Líquido 3.009 3.063 9.995 836 Retorno Sobre Ativos (%) 0,90 0,47 0,92 0,50 Inadimplência (%) 0,06 0,21 0,30 1,60 Fundação 1952 1948 1994 1954 Empregados e empregadas 2.853 5.190 8.038 nd
  • 8. Desembolsos por Setor de Atividade 8% 10% 12% 12% 13% 16% 21% 28% 27% 28% 50% 53% 41% 43% 47% 47% 32% 31% 30% 26% 34% 31% 40% 39% 36% 31% 40% 34% 33% 37% 9% 7% 8% 6% 5% 6% 7% 7% 10% 9% 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 jan-abr 2014 Indústria Infraestrutura Agropecuária Comércio e Serviços
  • 10. Desembolsos por Tipo de Operação (em valor) 47% 43% 41% 47% 57% 44% 39% 46% 39% 42% 53% 57% 59% 53% 43% 56% 61% 54% 61% 58% 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 jan-abr 2014 Operações Diretas Operações Indiretas
  • 11. Operações 2013 Número de Operações Desembolsos 1.144.262 R$ 190,4 bilhões 1.101.248 97% 17.030 1% 25.984 2% R$ 116,3 bi 61% R$ 10,6 bi 6% R$ 63,5 bi 33% MPME Média-grande Grande
  • 12. Fluxo de tramitação de projetos EMPRESA EMPRESA Carta Consulta Projeto Completo Projeto Enquadramento Comitês Enquadramento Crédito 30 dias Análise do Projeto Aprovação Contratação Desembolso Equipe de Análise Diretoria Equipe Jurídica 60 dias 30 dias 30 dias cronograma físico-financeiro Acompanhamento Área Operacional 60 dias EMPRESA
  • 14. Corporate Finance Corporate Finance - Garantias ligadas aos acionistas; - Cálculo do rating do acionista; - Cálculo do Limite de Crédito; - Análise Cadastral; - Análise econômico-financeira da empresa; - Análise da Taxa Interna de Retorno e Capacidade de pagamento; - Análise de mercado, competitividade e estratégia da empresa.
  • 15. O Project Finance e a estruturação do funding Project Finance - Financiamento de um projeto específico e não de todos os negócios de uma empresa, segregando custos, receitas e riscos do projeto através de uma sociedade de propósito específico (SPE).
  • 16. Project Finance: estruturação Poder concedente SPE concessionária Consórcio EPC Acionistas Financiadores/ Debenturistas Órgãos ambientais Clientes/ usuários Contrato de O&M Seguradoras
  • 17. Project Finance: características SPE • Segregação dos fluxos de caixa, patrimônio e riscos do projeto. Fluxo de caixa • Previsibilidade da receita. • Suficiência para saldar os compromissos do projeto – autossustentabilidade econômica da concessão. Alavancagem • Dimensionamento das dívidas devem observar a capacidade de pagamento do projeto, projetada mediante um Índice de Cobertura do Serviço da Dívida (ICSD) que acomode variações no fluxo de caixa: EBTIDA/Serviço da Dívida ≥ 1,2.
  • 18. Project Finance: características Garantias do projeto • Constituição diferenciada de garantias durante a fase de implantação e operação. • Receitas futuras, ativos e direitos emergentes do projeto devem ser vinculados/cedidos aos financiadores. Acionistas • Capital próprio dos acionistas compatível com o risco e retorno do projeto. • Equity mínimo de 20% dos investimentos. Restrições a quaisquer retirada de recursos da SPE que possam comprometer a execução do projeto. Construção • Contratos devem comprometer empreiteiros e/ou fornecedores com a conclusão do projeto dentro do orçamento, especificações técnicas, desempenho e cronograma predeterminado (EPC).
  • 19. BNDES e Project Finance Exemplo: Linha de Transmissão 1) Investimento = R$ 314,8 milhões Financiamento = R$ 142,2 milhões 2) Debênture = R$ 40 milhões
  • 20. BNDES e a Debênture de Projeto • Possibilidade de agregar às fontes do projeto Debêntures com colocação pública; • Compartilhamento de garantias; • Cross default; • Possibilidade de aumento na alavancagem dos projetos em cerca de 10%, com utilização do SAC; • Amortização das debêntures modulada de acordo com a amortização do financiamento do BNDES, podendo ser admitida, observadas as características de cada projeto, a utilização de sistema Price de amortização.
  • 22. O que apoiamos Projetos de Infraestrutura • Energia elétrica; • Fontes renováveis de energia; • Logística e transportes.
  • 23. Concessões serão importantes para retomada do investimento Concessões podem levar a taxa de inves:mento a 22% do PIB em 2018 23% 22% 21% 20% 19% 18% Fonte: BNDES Projeções para Taxa de Inves:mento (% PIB) 18,9% 19,4% 19,8% 20,3% 20,7% 19,1% 19,9% 20,7% 21,5% 22,2% 17% 2014 2015 2016 2017 2018 SEM Concessões COM concessões
  • 24. Carteira de Projetos da AIE (em 01/07/14) Valores em R$ Mil SETOR Quant. Projetos Valor do Apoio Inv. Total Geração Hidrelétrica 17 54.260.859 84.831.997 Rodovias 42 31.733.677 58.322.032 Geração Eólica 61 21.121.514 35.393.831 Distribuição E.E. 58 15.568.095 30.249.814 Transmissão E.E. 59 11.830.890 22.786.370 Ferrovias 12 10.814.137 33.892.081 Portos 25 10.705.741 19.843.277 Aeroportos 6 9.040.569 13.035.366 Geração Termelétrica 11 6.547.749 12.214.726 Geração Nuclear 1 6.146.256 10.488.029 Transporte Dutoviário 1 4.101.400 8.690.000 Navegação 7 1.681.480 2.600.419 PCH 25 1.573.916 2.577.835 Cogeração 10 1.068.309 1.414.244 Inovação 7 599.808 1.668.062 Terminais e Armazéns 14 530.018 753.549 Racionalização Energia 16 484.796 693.514 Transporte Aéreo 2 121.314 194.081 Outros 3 26.847 29.876 TOTAL 377 187.957.372 339.679.101 Operações em desembolso e aprovadas (68%), em análise (22%) e com carta consulta (10%).
  • 25. Hidrelétricas Térmicas Nuclear Energias Alternativas Distribuidoras Transmissoras Ferrovias Rodovias Portos Navegação Aeroportos Outros 3.747 2.710 2003 2004 2006 4.875 8.638 2007 2008 16.017 Variação + 80% - 23% - 10% Anual + 111% 24.538 18.743 15.280 3.366 7.116 2005 2009 2010 + 21% + 85% - 5% R$ milhões 2011 + 23% 2012 + 31% 28.391 Evolução dos Desembolsos 33.400 10.673 Realizado 1º Semestre 2014 (Previsão) 2013 + 16% + 18% 40.000 44.000 50.000 2015 (Previsão) 2016 (Previsão) 2017 (Previsão) + 20% + 10% + 14%
  • 26. Valores em R$ mil Energia: Aprovações 2003 a 2014 (1º Sem.) Segmento Nº de Projetos Financiamento BNDES (R$ Mil) Investimento Previsto (R$ Mil) Capacidade 1. Geração 47.835 MW 246 101.980.941 167.060.252 Hidrelétricas 33.301 MW 48 65.371.581 103.902.565 Eólicas 5.472 MW 51 15.020.558 25.071.892 Termelétricas 4.816 MW 12 6.473.025 13.935.083 PCH 2.364 MW 121 7.701.782 11.934.144 Nuclear 1.405 MW 1 6.146.256 10.488.029 Biomassa 477 MW 13 1.267.741 1.728.539 2. Transmissão 28.801 Km 105 19.928.545 37.558.796 3. Distribuição - 90 17.633.557 32.694.613 4. Racionalização - 21 182.834 272.517 5. Outros - 1 13.542 15.047 TOTAL 463 139.739.419 237.601.226
  • 27. Logística: Aprovações 2003 a 2014 (1º Sem.) Valores em R$ mil Segmento Capacidade Nº de Projetos Financiamento BNDES (R$ Mil) Investimento Previsto (R$ Mil) Ferrovias 2.338 Km, 16.087 Vagões e 385 Locomotivas 30 17.181.806 51.346.750 Rodovias 6.556 Km 45 16.233.786 36.260.172 Portos 98.730.000 Toneladas por Ano 39 10.258.390 18.029.401 Aeroportos e Transporte Aéreo 40.500.000 Passageiros por Ano 11 7.306.153 11.243.592 Navegação 219 Embarcações* 32 2.803.449 4.105.776 Transporte Dutoviário 1.331 Km 1 1.902.700 8.690.000 Terminais e Armazéns 11.149.398 Toneladas por Ano 19 879.737 1.124.409 Outros - 1 5.799 6.443 TOTAL 178 56.571.820 130.806.543 Obs: (*) 90 rebocadores, 93 balsas, 16 empurradores, 12 navios de cabotagem e 8 outros.
  • 28. Setor de Energia - Novos Investimentos Linhas de Transmissão • Até cinco leilões previstos para 2014: • Leilão referente ao 1o circuito da Usina de Belo Monte (2.100 km, 800 kV DC), realizado em Fevereiro com investimentos previstos de R$ 5 bilhões; • Leilão realizado em 9 de Maio: • Concessão de 8 linhas de transmissão em 8 estados, totalizando 2.300 km, R$ 3,4 bilhões em investimentos e receita anual permitida de R$ 350 milhões - deságio médio de 13%; • Leilões a serem realizados no 2o semestre: • 26 concessões com, investimentos previstos de R$ 8 bilhões; • Em 2015: leilão do 2o circuito da usina de Belo Monte (2.400 km, 800 kV DC) e investimentos previstos de R$ 5 bilhões.
  • 29. Programa de Investimentos em Logística Governo Federal Previsão de investimentos em concessões R$ bilhões Logística 242,0 Rodovias 42,0 Ferrovias 91,1 Portos 54,6 Aeroportos 18,7 TAV 35,6
  • 30. Rodovias Concedidas 1 2 3 4 5 2 3 4 5 1 Rodovias PIL R$ 36,8 bilhões (5 anos) # Rodovia Trecho Duplicação Extensão 1 BR-101 RJ Ponte Rio-Niterói 13 2 BR-163/230 MT/PA Sinop - Miritituba 976 3 BR-364/060 MT/GO Rondonópolis - Goiânia 704 4 BR-364 GO/MG Jataí - Entr BR-153 439 5 BR-476/153/282/480 PR/SC Lapa - Chapecó - Divisa SC/RS 493 2.625 # Rodovia Trecho Duplicação (km) Extensão (km) 1 BR-050 GO/MG Cristalina/GO - Divisa MG/SP 437 437 2 BR-163 MT Divisa MT/MS - Sinop 851 851 3 BR-163 MS Divisa MS/MT - Divisa MS/PR 847 847 4 BR-060/153/262 DF/GO/MG Brasília - Divisa MG/SP - Betim 1.177 1.177 5 BR-040 DF/GO/MG* Brasília - Juiz de Fora 937 937 6 BR-153 TO/GO Anápolis/GO - Aliança do Tocantins/TO 599 625 * incluindo os trechos de conversão de multifaixa em duplicação 4.847 4.873
  • 31. Ferrovias PIL e PAC PIL = R$ 56 bi (5 anos) + Novo marco regulatório
  • 32. Blocos e # arrendamentos (Total 159) Bloco 1 – 52 (Santos e portos do Pará) Bloco 2 – 39 (Paranaguá e Salvador/ Aratu) Bloco 3 – 36 (Suape, Itaqui e outros portos do N e NE) Bloco 4 – 32 (Vitória, Rio. Itaguaí. Itajaí, Rio Grande and S. F. do Sul) 2 Concessões de portos 25 portos Portos PIL
  • 33. Principais corredores de exportação (soja em grãos, farelo de soja e milho – Safra 11/12) Barcarena BELÉM Produção de soja + milho = 83% da Piquet Carneiro SÃO LUÍS Sobral Estreito Barreiras Ibotirama Eclusa de Tucuruí Figueirópolis JOÃO PESSOA Carajás Altamira Gov. Valadares CAMPO GRANDE Porto de Vitória 32 Porto Rio Parnaíba Foz do Iguaçu Estrela d’Oeste BR 116 CURITIBA Porto de Paranaguá! Porto de São Fco do Sul! Araquari FLORIANÓPOLI S Imbituba Porto de Rio Grande Cruzeiro do Sul Porto de Santarém Oriximiná Juruti Santarém Açailândia Macau Porto Real do Colégio Juazeiro TERESINA Balsas Caetité Luís Eduardo Lucas do Rio Verde Uruaçu Pelotas Aceguá Rio Grande Santana do Livramento PORTO ALEGRE Montes Claros GOIÂNIA Limeira Itiquira DF RECIFE MACEIÓ RIO DE SÃO PAULO JANEIRO VITÓRIA PALMAS BOA VISTA MANAUS NATAL PORTO VELHO RIO BRANCO SALVADOR MACAPÁ FORTALEZA Porto de Itaqui Porto de Salvador Porto de Ilhéus Porto de Itacoatiara! CUIABÁ Rondonópoli s Brumado da Bahia Maracaju Ribeirão Cascalheira Vilhena Cianorte Ilhéus Tubarão Panorama Rodrigues Alves Sorriso Alto Boa Vista Pres. Epitácio Miritituba Sinop Corumbá Marabá BR 163 Rio Balsas Rio São Fco Rio Paranaíba Porto de Porto Velho Sabará Alto Araguaia 3,3 1,3 BR 242 BR 158 2,3 2,8 4,9 3,1 5,9 6,2 23,1 16,6 0,3 Porto de Santos BR 364 BR 158 BR 242 BR 153 BR 153 BELO HORIZONTE BR 230 Valores em milhões de toneladas Produção total: 166 milhões de toneladas Exportação: 66 milhões de toneladas Fonte: CONAB e MDIC Rodovias Ferrovias Hidrovias Rota de escoamento Porto de transbordo BR 230 Rurópolis BR 277 Porto de P. Alegre produção nacional de grãos BR 267 BR 135 Portos SE e S: 56,7 mi t 85% Portos NE: 6,2 mi t 9% Portos N 3,6 mi t 5%
  • 34. Portal do BNDES www.bndes.gov.br
  • 35. Centrais de Atendimento Central Atendimento BNDES 0800 702 6337 www.bndes.gov.br/faleconosco Ouvidoria 0800 702 6307 www.bndes.gov.br/ouvidoria www.bndes.gov.br http://slideshare.net/bndes