SlideShare uma empresa Scribd logo
1
O BNDES Mais Perto de Você
São Paulo – SP
15 de agosto de 2017
2
Ferramentas de acesso MPME
Perguntas e respostas
Redes sociais e canais de relacionamento
Apoio a micro, pequenas e médias empresas
Projetos de investimento
Inovação
Aquisição de máquinas e equipamentos
Capital de giro
Cartão BNDES
Exportação
Informações institucionais
1
3
Duração estimada
da palestra
1 HORA E MEIA
4
Informações
INSTITUCIONAIS
5
Informações institucionais // Quem somos
OBJETIVO
Financiar empreendimentos que contribuam para o desenvolvimento sustentável
do Brasil, com incentivo à inovação, ao desenvolvimento local e regional e à
preservação do meio ambiente.
6
Informações institucionais // Quem somos
Ações do BNDES
Acelerar o crescimento dos segmentos beneficiados
Movimentar setores-chave da economia
Melhorar a vida dos cidadãos brasileiros
O apoio a micro, pequenas e médias empresas
é uma das atuais prioridades do BNDES
7
Formas de ATUAÇÃO
Quem apoiamos
8
Formas de atuação // Quem apoiamos
 Empresas de agropecuária, indústria, comércio ou serviços
 Cooperativas ou associações
 ONGs, Oscips ou fundações
 Produtor rural
 Transportador autônomo de carga
 Microempreendedor
PESSOAS JURÍDICAS
PESSOAS FÍSICAS
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
 Municipal
 Estadual
 Federal
Quem pode solicitar o financiamento?
9
Quando a empresa for controlada por outra empresa
ou pertencer a um grupo econômico, a classificação
do porte se dará considerando-se a receita
operacional bruta consolidada
MPMEs
PORTE
DA EMPRESA
Micro Pequena Média Grande
RECEITA
OPERACIONAL
BRUTA (anual)
Até
R$ 360 mil
Até
R$ 3,6
milhões
Até
R$ 300
milhões
Acima de
R$ 300
milhões
Formas de atuação // Quem apoiamos
Classificação de porte
10
Formas de ATUAÇÃO
Como apoiamos
11
Formas de atuação // Como apoiamos
OPERAÇÕES INDIRETASOPERAÇÕES DIRETAS
Contratadas diretamente com o BNDES
Contratadas por meio de instituições
financeiras credenciadas no BNDES
Instituição
financeira
credenciada
EMPRESÁRIO
Informação e
relacionamento
EMPRESÁRIO
12
Micro, pequena
e média empresa
 Dirigir-se à instituição
financeira credenciada de
sua preferência OU
 Acessar o CANAL
DESENVOLVEDOR MPME e
encaminhar uma proposta.
1° passo
BNDESAgente financeiro
 Apresentação da
documentação necessária;
 Análise da possibilidade de
concessão do crédito;
 Negociação das garantias;
 Aprovação da operação.
2° passo
 Homologação da operação;
 Liberação dos recursos
para o agente financeiro.
3° passo
Formas de atuação // Como apoiamos
Como solicitar o financiamento?
13
Estar em dia com as obrigações fiscais
e previdenciárias
Cumprir a legislação ambiental
Não estar em regime de recuperação
de crédito (antiga concordata)
BNDES AGENTE FINANCEIRO
Requisitos mínimos
Apresentar cadastro satisfatório
Comprovar capacidade de pagamento
Apresentar garantias adequadas
(normas Banco Central)
O BNDES não exige tempo mínimo de operação
Formas de atuação // Como apoiamos
14
Custo da operação indireta
Custo financeiro
TAXA DE JUROS
Representa o custo de captação
dos recursos utilizados pelo BNDES
+
Taxa do BNDES
+
Taxa do agente financeiro
=
Remunera a atividade operacional do BNDES
e cobre o risco sistêmico das operações
com instituições financeiras credenciadas
Remunera a atividade operacional do agente
financeiro e cobre o risco de crédito
(esta taxa é negociada)
Formas de atuação // Como apoiamos
15
Projetos de
investimento
Crédito rotativoCapital de giro
Máquinas e
equipamentos
Apoio à
inovação
BNDES Automático MPME Inovadora BNDES Finame
Cartão BNDESBNDES Progeren Apoio a exportaçãoBNDES Exim
Formas de atuação // Como apoiamos
16
Operações com MPMEs
Estatísticas
17
Operações com MPMEs // Estatísticas
Por setor
Número de
operações
Desembolso
Desembolso por
produto
18
Desembolsos por setor
Desembolso por setor (2016, em R$ bilhões)
R$ 12,21 (45%)Agropecuária
R$ 7,64 (28%)Comércio e serviços
R$ 4,22 (15%)Infraestrutura
R$ 3,18 (12%)Indústria
Operações com MPMEs // Estatísticas
19
367.018
926.178
571.445
390.729
954.208
597.565
2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016
97%
96%96%
96%
96%
97%
94%
93%
Total de operações com MPMEs
Número de operações com MPMEs x total
Total de operações do BNDES
Participação
média das
MPMEs
96%
Operações com MPMEs // Estatísticas
20
27%
32%
33%
32%
31%
36%
18%
27%
Desembolsos (R$ bilhões)
Participação
média das
MPMEs
30%
* Relação entre os desembolsos para MPMEs e os desembolsos anuais do BNDES.
Operações com MPMEs // Estatísticas
21
Desembolsos na Região
Desembolso
Região Sudeste
(2016)
R$ 8,9 bilhões
33% do total
Operações com MPMEs// Estatísticas
22
Operações com MPMEs
Desembolso por produto
Desembolso por produto (2016, em R$ bilhões)
R$ 8,89 (33%)BNDES Automático
R$ 5,64 (21%)Cartão BNDES
R$ 6,38 (23%)
BNDES Finame
Agrícola
R$ 5,22 (19%)BNDES Finame
R$ 1,12 (4%)Outros
Operações com MPMEs// Estatísticas
23
Perguntas e Respostas
Redes Sociais e Canais de Relacionamento
Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas
Projetos de Investimento
Inovação
Aquisição de Máquinas e Equipamentos
Capital de Giro
Cartão BNDES
Exportação
Informações Institucionais
2
Ferramentas de acesso MPME
24
Apoio a MPMEs
Linhas de financiamento
25
Crédito rotativoCapital de giro
Máquinas e
equipamentos
Apoio à
inovação
Apoio a MPMEs // Linhas de financiamento
Apoio à exportação
Projetos de
investimento
BNDES Automático
26
O que pode ser financiado? Projetos de investimento
Modernização
Utensílios EquipamentosMóveis
Construção Ampliação Reforma
Máquinas
Projetos de investimento // BNDES Automático
27
Projetos de investimento // BNDES Automático
Também podem ser financiados:
Estudos e projetos de engenharia associados ao investimento
Despesas pré-operacionais
Pesquisa e desenvolvimento / Certificação
Máquinas e equipamentos têm que ser novos, de fabricação nacional e credenciados
Capital de giro representando até 30% do investimento financiado
28
Quais são as garantias exigidas?
Serão negociadas entre o agente financeiro e o cliente
Pode ser utilizado o Fundo Garantidor para Investimentos (BNDES FGI)
Qual é a participação máxima do BNDES?
O financiamento pode chegar até 80% do valor do investimento
Projetos de investimento // BNDES Automático
29
O que NÃO pode ser financiado?
Aquisições de terrenos e imóveis
Compra de empresas
Aquisição de software produzido no exterior
Despesas de criação e legalização da empresa
Qual é o prazo total?
Os prazos de carência e amortização são negociados com o agente financeiro
Projetos de investimento // BNDES Automático
30
Com o BNDES Automático é possível financiar
Taxa de franquia (apenas nacional)
Construções e reformas,
inclusive mão de obra
Mobiliário
Equipamentos nacionais
Treinamento de funcionários
Capital de giro associado
ATENÇÃO: Itens como terrenos, imóveis, “luvas” ou ponto comercial NÃO SÃO FINANCIÁVEIS
Exemplo: Vou montar uma franquia (qualquer setor)
Faça um plano
de investimentos!
Projetos de investimento // BNDES Automático
31
Projetos de
investimento
Crédito rotativoCapital de giro
Máquinas e
equipamentos
Apoio à
inovação
Apoio a MPMEs // Linhas de financiamento
Apoio à exportação
MPME Inovadora
32
Qual o objetivo?
Financiar os investimentos necessários para a introdução de inovações no mercado por MPMEs
Apoio à inovação // MPME Inovadora
O que pode ser financiado?
Desenvolvimento de novos produtos e processos
Investimentos complementares ao processo inovador das MPMEs
Investimentos previstos no plano de negócios das MPMEs com perfil inovador
33
Qual é a condição fundamental?
É necessário que a MPME comprove que já realizou algum esforço de inovação nos últimos 5 anos
Quais são os pré-requisitos? (se enquadrar em uma das condições abaixo)
Ter financiado a contratação de serviços tecnológicos no Cartão BNDES;
Ter sido apoiada por um programa de inovação;
Possuir ou ter solicitado registro de patente no INPI;
Participar de parques tecnológicos estruturados;
Estar incubada ou ter sido graduada em incubadoras certificadas; ou
Possuir parceiros de venture capital em sua composição societária.
Condições de enquadramento: www.bndes.gov.br/mpmeinovadora
Apoio à inovação // MPME Inovadora
34
Qual é a participação máxima do BNDES?
O financiamento pode chegar até 90% do valor do investimento
Apoio à inovação // MPME Inovadora
35
Crédito rotativoCapital de giro
Máquinas e
equipamentos
Apoio à
inovação
Projetos de
investimento
Apoio a MPMEs // Linhas de financiamento
Apoio à exportação
BNDES Finame
36
Máquinas e equipamentos // BNDES Finame
O que pode ser financiado?
Máquinas e equipamentos novos, de fabricação nacional e listados no CFI
(Credenciamento de Fabricantes Informatizado - BNDES)
Quais são as garantias exigidas?
A garantia mínima é o próprio equipamento financiado
O agente poderá exigir garantias adicionais
Pode ser utilizado o Fundo Garantidor para Investimentos (BNDES FGI)
37
Qual é o prazo do financiamento?
Os prazos de carência e amortização são negociados com o agente financeiro
Prazo total: até 120 meses
O que NÃO pode ser financiado?
Máquinas e equipamentos que NÃO estejam credenciados no CFI
Máquinas e equipamentos usados
Qual é a participação máxima do BNDES?
O financiamento pode chegar até 80% do valor do investimento
Máquinas e equipamentos // BNDES Finame
38
Capital de giro
Apoio às MPMEs // Linhas de financiamento
Projetos de
investimento
Máquinas e
equipamentos
Apoio à
inovação
Crédito rotativo Apoio à exportaçãoBNDES Progeren
39
Capital de giro // BNDES Progeren
O que pode ser financiado?
Capital de giro isolado para micro, pequenas e médias empresas de todos os setores
Quais são as garantias exigidas?
Serão negociadas entre o agente financeiro e o cliente
 Pode ser utilizado o Fundo Garantidor para Investimentos (BNDES FGI)
Qual o prazo do financiamento?
Até 60 meses, incluído o prazo de carência de até 24 meses
40
Apoio às MPMEs // Condições de financiamento
BNDES Automático MPME Inovadora BNDES Finame
Custo financeiro
Taxa do BNDES
Taxa final
Prazo de
amortização
Carência
TJLP | 7 % a.a.
+/-
1,14 % a.m.
Negociado
Negociada
Até 36 meses
TJLP | 7 % a.a. TJLP | 7 % a.a.
+/-
0,90 % a.m.
Negociado
Negociada
Até 48 meses
+/-
1,03 % a.m.
Negociado
Até 120 meses
Negociada
Até 24 meses
2,1% a.a. 1,1% a.a. 2,1% a.a.
Taxa do agente
financeiro*
* Fonte: AOI/DESCO, com base na média de 2016.
Negociada
5,5 % a.a.
Negociada
3,2 % a.a.
Negociada
4,0 % a.a.
BNDES Progeren
TJLP | 7 % a.a.
+/-
1,25 % a.m.
Negociado
Até 60 meses
Negociada
Até 24 meses
2,1% a.a.
Negociada
7,0 % a.a.
+ +++
+
+
+ +++
== ===
41
Apoio às MPMEs
Garantias
42
Atua como complementador de garantia
para o aumento do acesso de MPMEs ao crédito
Exigência
de garantias
Condições de
contratação
Micro, pequena e média empresa
Agente financeiro
BNDES FGI – Fundo Garantidor para Investimentos
Apoio às MPMEs // Garantias
43
* Podem existir exceções.
BNDES FGI – Fundo Garantidor para Investimentos
Condições de contratação
 Cobertura máxima: 80% do financiamento
 Limite por beneficiário: R$ 10 milhões
Contragarantias exigidas
Valor garantido Contragarantias mínimas*
Até R$ 3 milhões Garantias fidejussórias (ex.: fiança)
Acima de R$ 3 milhões Garantias fidejussórias + Garantias reais
Apoio às MPMEs // Garantias
44
* A tabela acima considera uma operação com carência de 6 meses e taxa de juros final ao tomador do crédito de 0,96% ao mês.
BNDES FGI – Fundo Garantidor para Investimentos
O Encargo por Concessão de Garantia – ECG – pode ser financiado juntamente
com o principal, nas mesmas condições de juros e prazo.
Valor financiado, percentual de cobertura
do fundo e prazo do financiamento
Fatores impactam
no valor do ECG
Custo efetivo da garantia mensal
Cobertura Prazo = 96 mesesPrazo = 30 meses Prazo = 60 meses
20% 0,03%0,05% 0,04%
50% 0,08%0,14% 0,11%
80% 0,14%0,22% 0,18%
Apoio às MPMEs // Garantias
45
Apoio às MPMEs // Garantias
Agentes Financeiros que operam o BNDES FGI
46
Apoio às MPMEs // Linhas de financiamento
Projetos de
investimento
Capital de giro
Máquinas e
equipamentos
Apoio à
inovação
Crédito rotativo Apoio à exportaçãoCartão BNDES
47
Crédito rotativo // Cartão BNDES
Taxa de juros deste mês: 1,35% a.m.
48
Ambiente de negócios
Em julho de 2017
710 mil cartões habilitados
280 mil produtos cadastrados
73 mil fornecedores
credenciados
R$ 58 bilhões de limite
pré-aprovado
Parceiros
Crédito rotativo // Cartão BNDES
49
Importante
Em SP, Banco do Povo Crédito Solidário
(ABC)
Compradores
 Limite de até R$ 2 milhões, por banco
emissor
 Prestações fixas em até 48 meses
 Taxa de juros atrativa: 1,35% a.m.
(agosto/2017)
 Financiamento de até 100% do valor
do produto
 Crédito rotativo e pré-aprovado;
uso automático
 O banco emissor pode cobrar a Tarifa
de Abertura de Crédito (TAC), limitada
a 2% do valor do limite concedido
 As operações são sujeitas à cobrança
de IOF
 Não é possível sacar dinheiro ou
financiar capital de giro!
!
Crédito Rotativo // Cartão BNDES
50
Fornecedores
710 mil potenciais clientes com R$ 58
bilhões de crédito pré-aprovado
Financiamento automático para o cliente
Sem risco de crédito
Fabricantes podem indicar distribuidores
Exposição do catálogo de produtos gratuita
 Empresas de qualquer porte
 Fabricantes ou distribuidores de bens
previamente aprovados pelo BNDES
 Prestadores de serviços autorizados
pelo BNDES
Crédito rotativo // Cartão BNDES
51
Como simular o valor das prestações?
Simulador
Crédito rotativo // Cartão BNDES
52
Crédito rotativo // Cartão BNDES
53
O que pode ser financiado?
Máquinas, equipamentos, computadores, móveis, motocicletas, veículos comerciais e softwares
Materiais para construção civil
Inovação
Serviços tecnológicos
Avaliação de conformidade
Peças e componentes de máquinas, equipamentos, informática e automação
Crédito rotativo // Cartão BNDES
54
Propriedade intelectual
Registro de desenho industrial
Registro de indicação geográfica
Registro de marca e de patente
Registro de software e de programas de computador
Registro de topografia de circuitos integrados
Crédito rotativo // Cartão BNDES
55
Também podem ser financiados:
Qualificação profissional para o turismo
Embalagens
Insumos industriais (têxtil, coureiro-calçadista, moveleiro, resinas,
laminados metálicos ou plásticos)
Artigos têxteis (vestuário; cama, mesa e banho; e decoração)
Crédito rotativo // Cartão BNDES
56
Capital de giro
Exemplo: Vou montar uma lanchonete. Como financiar?
Material de construção Eletrodomésticos Computador
Móveis Mão de obra
Crédito rotativo // Cartão BNDES
57
Como solicitar o Cartão BNDES?
Solicite
seu
Cartão
BNDES
Crédito rotativo // Cartão BNDES
58
Selecione o banco
emissor credenciado
Como solicitar o Cartão BNDES?
Crédito rotativo // Cartão BNDES
59
MPME solicita o
cartão no portal
MPME entrega
documentação ao
gerente do banco
Termo de Adesão
Prazo de
emissão médio
Preenche proposta de
solicitação do cartão
no site, que é enviada
automaticamente,
pela internet, ao
banco emissor
Banco emissor
analisa a
documentação e
define limite de
crédito
Assinatura do Termo
de Adesão ao
Regulamento do
Cartão BNDES
30 dias
1 2 3 4
Como solicitar seu Cartão BNDES?
Crédito rotativo // Cartão BNDES
60
Como solicitar seu credenciamento?
Seja um
fornecedor
credenciado
Crédito rotativo // Cartão BNDES
61
Como solicitar seu credenciamento?
Proposta de afiliação
Crédito rotativo // Cartão BNDES
62
Fornecedor solicita
credenciamento no
Portal de
Operações
Cartão BNDES
Análise BNDES
 Processo de
afiliação (visita,
documentação,
conta-corrente)
 Montagem do
catálogo de
produtos
Credenciamento
do fornecedor
1 2 3 4
Fluxo – Fornecedor
Crédito rotativo // Cartão BNDES
63
Cartão BNDES – Indicação de distribuidores
Distribuidor
autorizado
Processo de
afiliação
(visita,
documentação,
conta-corrente)
Distribuidor
preenche
seu cadastro
no portal
Indicação de
distribuidor
Fabricantes
credenciados
indicam CNPJs e
associam produtos
de seu catálogo
Crédito rotativo // Cartão BNDES
64
Mais informações?
Dúvidas
Crédito rotativo // Cartão BNDES
65
Mais informações?
Manuais
Crédito rotativo // Cartão BNDES
66
Estatísticas de São Paulo (SP)
Dados acumulados
* Dados referentes aos últimos 12 meses.
Cartões
emitidos
51.010
Limites
concedidos
4,1 bilhões
Número de
transações*
17.595
Valor de
transações*
276,3 milhões
Fornecedores
credenciados
6.338
Crédito rotativo // Cartão BNDES
67
Apoio às MPMEs // Linhas de financiamento
Projetos de
investimento
Capital de giro
Máquinas e
equipamentos
Apoio à
inovação
Crédito rotativo Apoio à exportaçãoBNDES Exim
68
Bens de Capital
autopeças, aeronaves, pneus,
tubos, veículos de carga, etc..
Grupo I
BNDES Exim
Apoio a exportação // Bens e Serviços financiáveis
Bens de Consumo
alimentos, couros, calçados,
vestuário, móveis, etc..
Grupo II
Bens Especiais
automóveis de passeio,
equipamentos de defesa, etc
Grupo III
BK para indústria alimentícia, metro-ferroviário, maq.
ferramentas, maq. e implementos agrícolas e rodoviários,
geração de energia, moldes e fermentaria.
Subgrupo I-A
construção, infra-estrutura, pesquisa, engenharia,
arquitetura, direito do autor, audiovisual, etc
Serviços
Ver Relação de Produtos Financiáveis, agrupados por NCM e NBS, disponível no Portal do BNDES:
www.bndes.gov.br/bndesexim
69
BNDES Exim
1. Pré-embarque 2. Pós-embarque
Financiar a produção brasileira de bens e
serviços destinados a exportação
Financiar a comercialização no exterior de
bens e serviços exportados do Brasil
Apoio à exportação // BNDES Exim
Comercialização no exteriorProdução no Brasil
70
Operação Indireta, realizada por meio de Agente Financeiro
Apoio à exportação // 1. Pré-embarque
Empresa produtora e exportadora, de qualquer porte
Até 70% do valor do Compromisso de Exportação
Taxa Juros Fixa: TJLP + Rem. do BNDES 2,1% aa + Rem. Agente Financeiro
Prazo: MPME: até 30 meses, para bens dos Grupo I e Grupo II
Grande: até 36 meses, para bens do Subgrupo I-A
até 24 meses, para demais bens dos Grupo I e Grupo II
Garantia: negociada entre Exportador e Agente Financeiro
Objetivo
Cliente
Participação
Taxas e
Prazo
71
Apoio a exportação // BNDES Exim Pré-embarqueApoio à exportação // 1. Pré-embarque - Fluxo Operacional
EXPORTADOR
Agente Financeiro
IMPORTADOR
BRASIL EXTERIOR
72
Objetivo Operação Direta, realizada com o BNDES
Cliente Empresa exportadora, de qualquer porte
Participação Até 100% do valor da exportação, em qualquer Incoterm
Limite: até US$ 10 milhões por operação
Taxas e
Prazo
Importador: Taxa Juros Fixa: 100% LIBOR + Rem. do BNDES (0,4% a 1,35% aa)
Exportador: Rem. do BNDES: até 1% flat
Prazo: até 5 anos
Garantia: Carta de Crédito emitida por bancos credenciados no exterior
Apoio à exportação // 2. Pós-embarque: BNDES Exim Automático
73
Apoio a exportação // BNDES Exim Pré-embarqueApoio à exportação // 2. Pós-embarque - Fluxo Operacional
EXPORTADOR IMPORTADOR
Banco no Exterior
BRASIL EXTERIOR
74
África Bancos Países
Total 13 5
América Latina Bancos Países
Total 52 15
Apoio à exportação // BNDES Exim Automático - Países
México, Guatemala, Honduras, El Salvador, República
Dominicana, Costa Rica, Panamá. Colômbia, Equador,
Peru, Chile, Bolívia, Paraguai, Uruguai, Argentina
África do Sul, Angola, Nigéria,
Moçambique, Quênia
75
Produtos e Serviços para fomento das exportações de MPMEs
Serviços de normatização, conformidade, certificação de produto, etc.
Serviços tecnológicos, design, adequação, pedido de registro, etc.
Software de gerenciamento de exportações
Máquinas e equipamentos para ampliação da capacidade
Insumos para segmentos calçadista, moveleiro, têxtil, confecção, etc.
Cursos de idioma estrangeiro (inglês e espanhol)
Encontre no site do BNDES linhas de financiamento
específicas para empresas exportadoras
www.bndes.gov.br/bndesexim
Apoio à exportação // Cartão BNDES – Capacitação para exportar
76
Ferramentas de acesso MPME
Perguntas e respostas
Redes sociais e canais de relacionamento
Apoio a micro, pequenas e médias empresas
Projetos de investimento
Inovação
Aquisição de máquinas e equipamentos
Capital de giro
Cartão BNDES
Exportação
Informações institucionais
3
77
A plataforma digital para facilitar o seu acesso aos financiamentos do BNDES.
Informação e transparência para você negociar as linhas do BNDES nos bancos
credenciados de sua preferência.
Acompanhamento por e-mail sobre o andamento do seu pedido.
Canal Desenvolvedor MPME
78
Canal Desenvolvedor MPME
79
Acompanhar status das operações de
crédito e datas de liberação de recursos.
Consulta ao cadastro de máquinas e
equipamentos está acessível
Consultar opções de solução de crédito
do BNDES e descobrir a linha de
financiamento mais apropriada às suas
necessidades
FACILIDADES
Aplicativo BNDES MPME
80
Ferramentas de Acesso MPME
Perguntas e Respostas
Redes Sociais e Canais de Relacionamento
Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas
Projetos de Investimento
Inovação
Aquisição de Máquinas e Equipamentos
Capital de Giro
Cartão BNDES
Exportação
Informações Institucionais
4
81
twitter.com/bndes_imprensa
Youtube Twitter Slideshare Facebook
Vídeos institucionais,
pequenos programas
explicativos sobre os
produtos e serviços do
Banco e educação
financeira e campanhas
publicitárias
Perfil exclusivo para
relacionamento com a
imprensa, o que inclui
convocação de
coletivas e distribuição
de releases:
@bndes_imprensa.
Apresentações,
cartilhas e outros
documentos que
procuram explicar de
forma simples como
funcionam os
financiamentos do
BNDES
Perfil exclusivo para
relacionamento com a
imprensa e divulgação
institucional do BNDES.
youtube.com/bndesgovbr twitter.com/bndes_imprensa slideshare.net/bndes facebook.com/bndes.imprensa
Redes sociais e canais de relacionamento // BNDES nas redes sociais
82
Segue o modelo do relato integrado
estabelecido pela International Integrate
Reporting Council (IIRC).
Conteúdo definido com apoio de
pesquisa on-line com públicos de
interesse.
Reporta 54 indicadores do Global
Reporting Initiative (GRI), mais que o
dobro dos anos anteriores.
Disponível para download em nosso
site: www.bndes.gov.br
Relatório Anual 2016 do BNDES
83
O BNDES não credencia nem indica quaisquer consultores,
pessoas físicas ou jurídicas, como intermediários para facilitar,
agilizar ou aprovar operações com o próprio Banco ou com as
instituições financeiras credenciadas a repassar seus recursos.
ATENÇÃO
Como solicitar o financiamento?Redes sociais e canais de relacionamento
84
facebook.com/bndes.imprensa
twitter.com/bndes_imprensa
youtube.com/bndesgovbr
slideshare.net/bndes
linkedin.com/company/bndes
Portal BNDES
www.bndes.gov.br
Central de Atendimento
0800 702 6337
www.bndes.gov.br/faleconosco
Ouvidoria
0800 702 6307
www.bndes.gov.br/ouvidoria
85
Perguntas
e respostas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Relatório Anual 2012
Relatório Anual 2012Relatório Anual 2012
Relatório Anual 2012
BNDES
 
Oportunidades em Infraestrutura: Visão do BNDES
Oportunidades em Infraestrutura: Visão do BNDESOportunidades em Infraestrutura: Visão do BNDES
Oportunidades em Infraestrutura: Visão do BNDES
BNDES
 
Atuação do BNDES na Região Nordeste - Denor
Atuação do BNDES na Região Nordeste - DenorAtuação do BNDES na Região Nordeste - Denor
Atuação do BNDES na Região Nordeste - Denor
BNDES
 
Apresentação BNDES - A importância das linhas de financiamento para inovação ...
Apresentação BNDES - A importância das linhas de financiamento para inovação ...Apresentação BNDES - A importância das linhas de financiamento para inovação ...
Apresentação BNDES - A importância das linhas de financiamento para inovação ...
BNDES
 
Desafios para a Reindustrialização Nacional – Diagnóstico e Ações
Desafios para a Reindustrialização Nacional – Diagnóstico e AçõesDesafios para a Reindustrialização Nacional – Diagnóstico e Ações
Desafios para a Reindustrialização Nacional – Diagnóstico e Ações
BNDES
 
O BNDES - Apresentação institucional
O BNDES - Apresentação institucionalO BNDES - Apresentação institucional
O BNDES - Apresentação institucional
BNDES
 
Apresentação BNDES - O Apoio do BNDES à Inovação (Setembro 2017)
Apresentação BNDES - O Apoio do BNDES à Inovação (Setembro 2017)Apresentação BNDES - O Apoio do BNDES à Inovação (Setembro 2017)
Apresentação BNDES - O Apoio do BNDES à Inovação (Setembro 2017)
BNDES
 
Apresentação BNDES - Inovadores do Mundo Real (Outubro/2017)
Apresentação BNDES - Inovadores do Mundo Real (Outubro/2017)Apresentação BNDES - Inovadores do Mundo Real (Outubro/2017)
Apresentação BNDES - Inovadores do Mundo Real (Outubro/2017)
BNDES
 
Apresentação BNDES - Operações Diretas
Apresentação BNDES - Operações DiretasApresentação BNDES - Operações Diretas
Apresentação BNDES - Operações Diretas
BNDES
 
Infraestrutura e Logística, reflexos na competitividade - Luciano Coutinho (E...
Infraestrutura e Logística, reflexos na competitividade - Luciano Coutinho (E...Infraestrutura e Logística, reflexos na competitividade - Luciano Coutinho (E...
Infraestrutura e Logística, reflexos na competitividade - Luciano Coutinho (E...
BNDES
 
Apresentação BNDES - Senado (20/09/2017)
Apresentação BNDES - Senado (20/09/2017)Apresentação BNDES - Senado (20/09/2017)
Apresentação BNDES - Senado (20/09/2017)
BNDES
 
O apoio do BNDES à Inovação e ao setor de Aeroespaço & Defesa - Novembro/2017
O apoio do BNDES à Inovação e ao setor de Aeroespaço & Defesa - Novembro/2017O apoio do BNDES à Inovação e ao setor de Aeroespaço & Defesa - Novembro/2017
O apoio do BNDES à Inovação e ao setor de Aeroespaço & Defesa - Novembro/2017
BNDES
 
BNDES na Comunidade: “Navegação e Indústria Naval na Região Norte”
BNDES na Comunidade: “Navegação e Indústria Naval na Região Norte”BNDES na Comunidade: “Navegação e Indústria Naval na Região Norte”
BNDES na Comunidade: “Navegação e Indústria Naval na Região Norte”
BNDES
 
Novas políticas operacionais (2017)
Novas políticas operacionais (2017)Novas políticas operacionais (2017)
Novas políticas operacionais (2017)
BNDES
 
Nova Geração do Biogás - São Paulo, 09.05.2018
Nova Geração do Biogás - São Paulo, 09.05.2018Nova Geração do Biogás - São Paulo, 09.05.2018
Nova Geração do Biogás - São Paulo, 09.05.2018
BNDES
 
Desempenho BNDES 2017
Desempenho BNDES 2017Desempenho BNDES 2017
Desempenho BNDES 2017
BNDES
 
Mrv apresentação institucional resumida por
Mrv apresentação institucional resumida porMrv apresentação institucional resumida por
Mrv apresentação institucional resumida por
cinthia_volpani
 
O BNDES Mais Perto de Você - São Paulo (SP)
O BNDES Mais Perto de Você - São Paulo (SP)O BNDES Mais Perto de Você - São Paulo (SP)
O BNDES Mais Perto de Você - São Paulo (SP)
BNDES
 
demonstracoes-financeiras-sistema-bndes-1t-2018
demonstracoes-financeiras-sistema-bndes-1t-2018demonstracoes-financeiras-sistema-bndes-1t-2018
demonstracoes-financeiras-sistema-bndes-1t-2018
BNDES
 
Rubens Sardenberg, economista chefe da febraban
Rubens Sardenberg, economista chefe da febrabanRubens Sardenberg, economista chefe da febraban
Rubens Sardenberg, economista chefe da febraban
Jornal GGN
 

Mais procurados (20)

Relatório Anual 2012
Relatório Anual 2012Relatório Anual 2012
Relatório Anual 2012
 
Oportunidades em Infraestrutura: Visão do BNDES
Oportunidades em Infraestrutura: Visão do BNDESOportunidades em Infraestrutura: Visão do BNDES
Oportunidades em Infraestrutura: Visão do BNDES
 
Atuação do BNDES na Região Nordeste - Denor
Atuação do BNDES na Região Nordeste - DenorAtuação do BNDES na Região Nordeste - Denor
Atuação do BNDES na Região Nordeste - Denor
 
Apresentação BNDES - A importância das linhas de financiamento para inovação ...
Apresentação BNDES - A importância das linhas de financiamento para inovação ...Apresentação BNDES - A importância das linhas de financiamento para inovação ...
Apresentação BNDES - A importância das linhas de financiamento para inovação ...
 
Desafios para a Reindustrialização Nacional – Diagnóstico e Ações
Desafios para a Reindustrialização Nacional – Diagnóstico e AçõesDesafios para a Reindustrialização Nacional – Diagnóstico e Ações
Desafios para a Reindustrialização Nacional – Diagnóstico e Ações
 
O BNDES - Apresentação institucional
O BNDES - Apresentação institucionalO BNDES - Apresentação institucional
O BNDES - Apresentação institucional
 
Apresentação BNDES - O Apoio do BNDES à Inovação (Setembro 2017)
Apresentação BNDES - O Apoio do BNDES à Inovação (Setembro 2017)Apresentação BNDES - O Apoio do BNDES à Inovação (Setembro 2017)
Apresentação BNDES - O Apoio do BNDES à Inovação (Setembro 2017)
 
Apresentação BNDES - Inovadores do Mundo Real (Outubro/2017)
Apresentação BNDES - Inovadores do Mundo Real (Outubro/2017)Apresentação BNDES - Inovadores do Mundo Real (Outubro/2017)
Apresentação BNDES - Inovadores do Mundo Real (Outubro/2017)
 
Apresentação BNDES - Operações Diretas
Apresentação BNDES - Operações DiretasApresentação BNDES - Operações Diretas
Apresentação BNDES - Operações Diretas
 
Infraestrutura e Logística, reflexos na competitividade - Luciano Coutinho (E...
Infraestrutura e Logística, reflexos na competitividade - Luciano Coutinho (E...Infraestrutura e Logística, reflexos na competitividade - Luciano Coutinho (E...
Infraestrutura e Logística, reflexos na competitividade - Luciano Coutinho (E...
 
Apresentação BNDES - Senado (20/09/2017)
Apresentação BNDES - Senado (20/09/2017)Apresentação BNDES - Senado (20/09/2017)
Apresentação BNDES - Senado (20/09/2017)
 
O apoio do BNDES à Inovação e ao setor de Aeroespaço & Defesa - Novembro/2017
O apoio do BNDES à Inovação e ao setor de Aeroespaço & Defesa - Novembro/2017O apoio do BNDES à Inovação e ao setor de Aeroespaço & Defesa - Novembro/2017
O apoio do BNDES à Inovação e ao setor de Aeroespaço & Defesa - Novembro/2017
 
BNDES na Comunidade: “Navegação e Indústria Naval na Região Norte”
BNDES na Comunidade: “Navegação e Indústria Naval na Região Norte”BNDES na Comunidade: “Navegação e Indústria Naval na Região Norte”
BNDES na Comunidade: “Navegação e Indústria Naval na Região Norte”
 
Novas políticas operacionais (2017)
Novas políticas operacionais (2017)Novas políticas operacionais (2017)
Novas políticas operacionais (2017)
 
Nova Geração do Biogás - São Paulo, 09.05.2018
Nova Geração do Biogás - São Paulo, 09.05.2018Nova Geração do Biogás - São Paulo, 09.05.2018
Nova Geração do Biogás - São Paulo, 09.05.2018
 
Desempenho BNDES 2017
Desempenho BNDES 2017Desempenho BNDES 2017
Desempenho BNDES 2017
 
Mrv apresentação institucional resumida por
Mrv apresentação institucional resumida porMrv apresentação institucional resumida por
Mrv apresentação institucional resumida por
 
O BNDES Mais Perto de Você - São Paulo (SP)
O BNDES Mais Perto de Você - São Paulo (SP)O BNDES Mais Perto de Você - São Paulo (SP)
O BNDES Mais Perto de Você - São Paulo (SP)
 
demonstracoes-financeiras-sistema-bndes-1t-2018
demonstracoes-financeiras-sistema-bndes-1t-2018demonstracoes-financeiras-sistema-bndes-1t-2018
demonstracoes-financeiras-sistema-bndes-1t-2018
 
Rubens Sardenberg, economista chefe da febraban
Rubens Sardenberg, economista chefe da febrabanRubens Sardenberg, economista chefe da febraban
Rubens Sardenberg, economista chefe da febraban
 

Destaque

BNDES - Presentación Institucional
BNDES - Presentación InstitucionalBNDES - Presentación Institucional
BNDES - Presentación Institucional
BNDES
 
Investment opportunities in the brazilian economy (Oportunidades de investime...
Investment opportunities in the brazilian economy (Oportunidades de investime...Investment opportunities in the brazilian economy (Oportunidades de investime...
Investment opportunities in the brazilian economy (Oportunidades de investime...
BNDES
 
Financing of infrastructure projects - Luciano Coutinho
Financing of infrastructure projects - Luciano CoutinhoFinancing of infrastructure projects - Luciano Coutinho
Financing of infrastructure projects - Luciano Coutinho
BNDES
 
The brazilian economy and financing its infrastructure projects - Luciano Cou...
The brazilian economy and financing its infrastructure projects - Luciano Cou...The brazilian economy and financing its infrastructure projects - Luciano Cou...
The brazilian economy and financing its infrastructure projects - Luciano Cou...
BNDES
 
Bndes Economia
Bndes EconomiaBndes Economia
Bndes Economia
RafaeU Ciclophael
 
Influence of topical administration of n-3 and n-6 essential and n-9 nonessen...
Influence of topical administration of n-3 and n-6 essential and n-9 nonessen...Influence of topical administration of n-3 and n-6 essential and n-9 nonessen...
Influence of topical administration of n-3 and n-6 essential and n-9 nonessen...
GNEAUPP.
 
13 alternativas de_financiamento_bndes
13 alternativas de_financiamento_bndes13 alternativas de_financiamento_bndes
13 alternativas de_financiamento_bndes
Filipe Eduardo Martins Guedes
 
Financiamento para empresas - FCO, BNDES, etc.
Financiamento para empresas - FCO, BNDES, etc.Financiamento para empresas - FCO, BNDES, etc.
Financiamento para empresas - FCO, BNDES, etc.
Pontifícia Universidade Católica de Goiás - PUC/GO
 
Rafael Damasceno - RD Summit 2015 - Otimização de Conversão
Rafael Damasceno - RD Summit 2015 - Otimização de ConversãoRafael Damasceno - RD Summit 2015 - Otimização de Conversão
Rafael Damasceno - RD Summit 2015 - Otimização de Conversão
Rafael Damasceno
 
Sap qm ppt
Sap qm  pptSap qm  ppt
Sap qm ppt
ARUNKUMAR M
 
Apresentação Visão Geral - Módulo SAP MM
Apresentação  Visão Geral - Módulo SAP MMApresentação  Visão Geral - Módulo SAP MM
Apresentação Visão Geral - Módulo SAP MM
Natan Cavalcanti
 
Manual basis sap_r3
Manual basis sap_r3Manual basis sap_r3
Manual basis sap_r3
Criszh90
 
Introdução ao SAP
Introdução ao SAPIntrodução ao SAP
Introdução ao SAP
ilegra
 
Informe junho 2011
Informe junho 2011Informe junho 2011
Informe junho 2011
neepssuerj
 
Googlegroups
GooglegroupsGooglegroups
Googlegroups
Karolee Smiley
 
What If?
What If?What If?
What If?
mikisew
 
DESTAK – Lisboa – 15.05.2008
DESTAK – Lisboa – 15.05.2008DESTAK – Lisboa – 15.05.2008
DESTAK – Lisboa – 15.05.2008
MANCHETE
 
Patrologia Latina Database
Patrologia Latina DatabasePatrologia Latina Database
Patrologia Latina Database
guest4b46e0
 

Destaque (18)

BNDES - Presentación Institucional
BNDES - Presentación InstitucionalBNDES - Presentación Institucional
BNDES - Presentación Institucional
 
Investment opportunities in the brazilian economy (Oportunidades de investime...
Investment opportunities in the brazilian economy (Oportunidades de investime...Investment opportunities in the brazilian economy (Oportunidades de investime...
Investment opportunities in the brazilian economy (Oportunidades de investime...
 
Financing of infrastructure projects - Luciano Coutinho
Financing of infrastructure projects - Luciano CoutinhoFinancing of infrastructure projects - Luciano Coutinho
Financing of infrastructure projects - Luciano Coutinho
 
The brazilian economy and financing its infrastructure projects - Luciano Cou...
The brazilian economy and financing its infrastructure projects - Luciano Cou...The brazilian economy and financing its infrastructure projects - Luciano Cou...
The brazilian economy and financing its infrastructure projects - Luciano Cou...
 
Bndes Economia
Bndes EconomiaBndes Economia
Bndes Economia
 
Influence of topical administration of n-3 and n-6 essential and n-9 nonessen...
Influence of topical administration of n-3 and n-6 essential and n-9 nonessen...Influence of topical administration of n-3 and n-6 essential and n-9 nonessen...
Influence of topical administration of n-3 and n-6 essential and n-9 nonessen...
 
13 alternativas de_financiamento_bndes
13 alternativas de_financiamento_bndes13 alternativas de_financiamento_bndes
13 alternativas de_financiamento_bndes
 
Financiamento para empresas - FCO, BNDES, etc.
Financiamento para empresas - FCO, BNDES, etc.Financiamento para empresas - FCO, BNDES, etc.
Financiamento para empresas - FCO, BNDES, etc.
 
Rafael Damasceno - RD Summit 2015 - Otimização de Conversão
Rafael Damasceno - RD Summit 2015 - Otimização de ConversãoRafael Damasceno - RD Summit 2015 - Otimização de Conversão
Rafael Damasceno - RD Summit 2015 - Otimização de Conversão
 
Sap qm ppt
Sap qm  pptSap qm  ppt
Sap qm ppt
 
Apresentação Visão Geral - Módulo SAP MM
Apresentação  Visão Geral - Módulo SAP MMApresentação  Visão Geral - Módulo SAP MM
Apresentação Visão Geral - Módulo SAP MM
 
Manual basis sap_r3
Manual basis sap_r3Manual basis sap_r3
Manual basis sap_r3
 
Introdução ao SAP
Introdução ao SAPIntrodução ao SAP
Introdução ao SAP
 
Informe junho 2011
Informe junho 2011Informe junho 2011
Informe junho 2011
 
Googlegroups
GooglegroupsGooglegroups
Googlegroups
 
What If?
What If?What If?
What If?
 
DESTAK – Lisboa – 15.05.2008
DESTAK – Lisboa – 15.05.2008DESTAK – Lisboa – 15.05.2008
DESTAK – Lisboa – 15.05.2008
 
Patrologia Latina Database
Patrologia Latina DatabasePatrologia Latina Database
Patrologia Latina Database
 

Semelhante a O BNDES Mais Perto de Você

O BNDES Mais Perto de Você - Vitória (ES)
O BNDES Mais Perto de Você - Vitória (ES) O BNDES Mais Perto de Você - Vitória (ES)
O BNDES Mais Perto de Você - Vitória (ES)
BNDES
 
Apresentação luciana vasco - bndes
Apresentação   luciana vasco - bndesApresentação   luciana vasco - bndes
Apresentação luciana vasco - bndes
Telmo Teramoto
 
Expocietec, 15/10/2012 - Apresentação do BNDES
Expocietec, 15/10/2012 - Apresentação do BNDESExpocietec, 15/10/2012 - Apresentação do BNDES
Expocietec, 15/10/2012 - Apresentação do BNDES
FecomercioSP
 
BNDES
BNDESBNDES
Cartilha "O BNDES mais perto de você"
Cartilha "O BNDES mais perto de você"Cartilha "O BNDES mais perto de você"
Cartilha "O BNDES mais perto de você"
BNDES
 
Rio Info 2010 - Fórum de Negócios - Oportunidades e Parcerias - Andre Medrado...
Rio Info 2010 - Fórum de Negócios - Oportunidades e Parcerias - Andre Medrado...Rio Info 2010 - Fórum de Negócios - Oportunidades e Parcerias - Andre Medrado...
Rio Info 2010 - Fórum de Negócios - Oportunidades e Parcerias - Andre Medrado...
Rio Info
 
Bndes assemp2
Bndes assemp2Bndes assemp2
Bndes assemp2
Daniel Guedes
 
BNDES: Instrumentos de Apoio à Inovação
BNDES: Instrumentos de Apoio à InovaçãoBNDES: Instrumentos de Apoio à Inovação
BNDES: Instrumentos de Apoio à Inovação
CPqD
 
Debate Oportunidades de Negócios em Moçambique, 18/08/2011 - Apresentação de ...
Debate Oportunidades de Negócios em Moçambique, 18/08/2011 - Apresentação de ...Debate Oportunidades de Negócios em Moçambique, 18/08/2011 - Apresentação de ...
Debate Oportunidades de Negócios em Moçambique, 18/08/2011 - Apresentação de ...
FecomercioSP
 
Maxcity Internacionais
Maxcity InternacionaisMaxcity Internacionais
Maxcity Internacionais
Mosán Santos
 
Entrevista sergio macamo pacde negocios edicao 69 new
Entrevista sergio macamo pacde negocios edicao 69 newEntrevista sergio macamo pacde negocios edicao 69 new
Entrevista sergio macamo pacde negocios edicao 69 new
Centro de Informação de Negócios - CIN Moçambique
 
TDC2017 | São Paulo - Trilha Finitech How we figured out we had a SRE team at...
TDC2017 | São Paulo - Trilha Finitech How we figured out we had a SRE team at...TDC2017 | São Paulo - Trilha Finitech How we figured out we had a SRE team at...
TDC2017 | São Paulo - Trilha Finitech How we figured out we had a SRE team at...
tdc-globalcode
 
Fintechs: tecnologia e inovação em serviços financeiros
Fintechs: tecnologia e inovação em serviços financeirosFintechs: tecnologia e inovação em serviços financeiros
Fintechs: tecnologia e inovação em serviços financeiros
Alexandre Ray
 
Inovação: Conceitos, gestão, parcerias e oportunidades para a indústria
Inovação: Conceitos, gestão, parcerias e oportunidades para a indústriaInovação: Conceitos, gestão, parcerias e oportunidades para a indústria
Inovação: Conceitos, gestão, parcerias e oportunidades para a indústria
Fabricio Martins
 
GuiaCriatec3_Empreendedores
GuiaCriatec3_EmpreendedoresGuiaCriatec3_Empreendedores
GuiaCriatec3_Empreendedores
Joao Pirola
 
Melhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacao
Melhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacaoMelhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacao
Melhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacao
Mauricio Portugal Ribeiro
 
Melhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacao
Melhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacaoMelhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacao
Melhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacao
Mauricio Portugal Ribeiro
 
PALESTRA BANCO COMUNIDADE.pptx
PALESTRA BANCO COMUNIDADE.pptxPALESTRA BANCO COMUNIDADE.pptx
PALESTRA BANCO COMUNIDADE.pptx
LucasSantos490608
 
Cartilha inovação para microempresa
Cartilha inovação para microempresaCartilha inovação para microempresa
Cartilha inovação para microempresa
Silvânia Mendes Moreschi
 
Avaliação Consultiva.pdf
Avaliação Consultiva.pdfAvaliação Consultiva.pdf
Avaliação Consultiva.pdf
BackUpWilliam
 

Semelhante a O BNDES Mais Perto de Você (20)

O BNDES Mais Perto de Você - Vitória (ES)
O BNDES Mais Perto de Você - Vitória (ES) O BNDES Mais Perto de Você - Vitória (ES)
O BNDES Mais Perto de Você - Vitória (ES)
 
Apresentação luciana vasco - bndes
Apresentação   luciana vasco - bndesApresentação   luciana vasco - bndes
Apresentação luciana vasco - bndes
 
Expocietec, 15/10/2012 - Apresentação do BNDES
Expocietec, 15/10/2012 - Apresentação do BNDESExpocietec, 15/10/2012 - Apresentação do BNDES
Expocietec, 15/10/2012 - Apresentação do BNDES
 
BNDES
BNDESBNDES
BNDES
 
Cartilha "O BNDES mais perto de você"
Cartilha "O BNDES mais perto de você"Cartilha "O BNDES mais perto de você"
Cartilha "O BNDES mais perto de você"
 
Rio Info 2010 - Fórum de Negócios - Oportunidades e Parcerias - Andre Medrado...
Rio Info 2010 - Fórum de Negócios - Oportunidades e Parcerias - Andre Medrado...Rio Info 2010 - Fórum de Negócios - Oportunidades e Parcerias - Andre Medrado...
Rio Info 2010 - Fórum de Negócios - Oportunidades e Parcerias - Andre Medrado...
 
Bndes assemp2
Bndes assemp2Bndes assemp2
Bndes assemp2
 
BNDES: Instrumentos de Apoio à Inovação
BNDES: Instrumentos de Apoio à InovaçãoBNDES: Instrumentos de Apoio à Inovação
BNDES: Instrumentos de Apoio à Inovação
 
Debate Oportunidades de Negócios em Moçambique, 18/08/2011 - Apresentação de ...
Debate Oportunidades de Negócios em Moçambique, 18/08/2011 - Apresentação de ...Debate Oportunidades de Negócios em Moçambique, 18/08/2011 - Apresentação de ...
Debate Oportunidades de Negócios em Moçambique, 18/08/2011 - Apresentação de ...
 
Maxcity Internacionais
Maxcity InternacionaisMaxcity Internacionais
Maxcity Internacionais
 
Entrevista sergio macamo pacde negocios edicao 69 new
Entrevista sergio macamo pacde negocios edicao 69 newEntrevista sergio macamo pacde negocios edicao 69 new
Entrevista sergio macamo pacde negocios edicao 69 new
 
TDC2017 | São Paulo - Trilha Finitech How we figured out we had a SRE team at...
TDC2017 | São Paulo - Trilha Finitech How we figured out we had a SRE team at...TDC2017 | São Paulo - Trilha Finitech How we figured out we had a SRE team at...
TDC2017 | São Paulo - Trilha Finitech How we figured out we had a SRE team at...
 
Fintechs: tecnologia e inovação em serviços financeiros
Fintechs: tecnologia e inovação em serviços financeirosFintechs: tecnologia e inovação em serviços financeiros
Fintechs: tecnologia e inovação em serviços financeiros
 
Inovação: Conceitos, gestão, parcerias e oportunidades para a indústria
Inovação: Conceitos, gestão, parcerias e oportunidades para a indústriaInovação: Conceitos, gestão, parcerias e oportunidades para a indústria
Inovação: Conceitos, gestão, parcerias e oportunidades para a indústria
 
GuiaCriatec3_Empreendedores
GuiaCriatec3_EmpreendedoresGuiaCriatec3_Empreendedores
GuiaCriatec3_Empreendedores
 
Melhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacao
Melhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacaoMelhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacao
Melhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacao
 
Melhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacao
Melhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacaoMelhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacao
Melhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacao
 
PALESTRA BANCO COMUNIDADE.pptx
PALESTRA BANCO COMUNIDADE.pptxPALESTRA BANCO COMUNIDADE.pptx
PALESTRA BANCO COMUNIDADE.pptx
 
Cartilha inovação para microempresa
Cartilha inovação para microempresaCartilha inovação para microempresa
Cartilha inovação para microempresa
 
Avaliação Consultiva.pdf
Avaliação Consultiva.pdfAvaliação Consultiva.pdf
Avaliação Consultiva.pdf
 

Mais de BNDES

O BNDES e o apoio à inovação - Casos de sucesso
O BNDES e o apoio à inovação - Casos de sucessoO BNDES e o apoio à inovação - Casos de sucesso
O BNDES e o apoio à inovação - Casos de sucesso
BNDES
 
Matchfunding BNDES 2020 - Projetos Selecionados
Matchfunding BNDES 2020 - Projetos SelecionadosMatchfunding BNDES 2020 - Projetos Selecionados
Matchfunding BNDES 2020 - Projetos Selecionados
BNDES
 
BNDES Institutional presentation
BNDES Institutional presentationBNDES Institutional presentation
BNDES Institutional presentation
BNDES
 
Sondagem do Mercado - Companhia de Saneamento de Alagoas
Sondagem do Mercado - Companhia de Saneamento de AlagoasSondagem do Mercado - Companhia de Saneamento de Alagoas
Sondagem do Mercado - Companhia de Saneamento de Alagoas
BNDES
 
Apresentação BNDES - Exportações de Serviços
Apresentação BNDES - Exportações de ServiçosApresentação BNDES - Exportações de Serviços
Apresentação BNDES - Exportações de Serviços
BNDES
 
O BNDES e o apoio à inovação
O BNDES e o apoio à inovaçãoO BNDES e o apoio à inovação
O BNDES e o apoio à inovação
BNDES
 
Apresentação - Demonstrações financeiras - 1° trimestre de 2019
Apresentação - Demonstrações financeiras - 1° trimestre de 2019Apresentação - Demonstrações financeiras - 1° trimestre de 2019
Apresentação - Demonstrações financeiras - 1° trimestre de 2019
BNDES
 
Patrocínio Cultural
Patrocínio CulturalPatrocínio Cultural
Patrocínio Cultural
BNDES
 
O BNDES e o apoio à inovação
O BNDES e o apoio à inovaçãoO BNDES e o apoio à inovação
O BNDES e o apoio à inovação
BNDES
 
Demonstracoes financeiras Sistema BNDES 1º sem/2018
Demonstracoes financeiras Sistema BNDES 1º sem/2018Demonstracoes financeiras Sistema BNDES 1º sem/2018
Demonstracoes financeiras Sistema BNDES 1º sem/2018
BNDES
 
BNDES Garagem
BNDES GaragemBNDES Garagem
BNDES Garagem
BNDES
 
20180613 apoio geracao distribuida
20180613 apoio geracao distribuida20180613 apoio geracao distribuida
20180613 apoio geracao distribuida
BNDES
 
Desempenho Operacional do BNDES em 2017 no Nordeste
Desempenho Operacional do BNDES em 2017 no NordesteDesempenho Operacional do BNDES em 2017 no Nordeste
Desempenho Operacional do BNDES em 2017 no Nordeste
BNDES
 
"Rio: Hora da Virada" - Exame Fórum RJ
"Rio: Hora da Virada" - Exame Fórum RJ"Rio: Hora da Virada" - Exame Fórum RJ
"Rio: Hora da Virada" - Exame Fórum RJ
BNDES
 
Apresentação BNDES - Fundos de fomento à inovação e empreendedorismo
Apresentação BNDES - Fundos de fomento à inovação e empreendedorismoApresentação BNDES - Fundos de fomento à inovação e empreendedorismo
Apresentação BNDES - Fundos de fomento à inovação e empreendedorismo
BNDES
 
Apresentação BNDES: Lançamento do Estudo Nacional de Internet das Coisas (IoT...
Apresentação BNDES: Lançamento do Estudo Nacional de Internet das Coisas (IoT...Apresentação BNDES: Lançamento do Estudo Nacional de Internet das Coisas (IoT...
Apresentação BNDES: Lançamento do Estudo Nacional de Internet das Coisas (IoT...
BNDES
 
Internet das Coisas - Conclusões do Estudo
Internet das Coisas - Conclusões do EstudoInternet das Coisas - Conclusões do Estudo
Internet das Coisas - Conclusões do Estudo
BNDES
 

Mais de BNDES (17)

O BNDES e o apoio à inovação - Casos de sucesso
O BNDES e o apoio à inovação - Casos de sucessoO BNDES e o apoio à inovação - Casos de sucesso
O BNDES e o apoio à inovação - Casos de sucesso
 
Matchfunding BNDES 2020 - Projetos Selecionados
Matchfunding BNDES 2020 - Projetos SelecionadosMatchfunding BNDES 2020 - Projetos Selecionados
Matchfunding BNDES 2020 - Projetos Selecionados
 
BNDES Institutional presentation
BNDES Institutional presentationBNDES Institutional presentation
BNDES Institutional presentation
 
Sondagem do Mercado - Companhia de Saneamento de Alagoas
Sondagem do Mercado - Companhia de Saneamento de AlagoasSondagem do Mercado - Companhia de Saneamento de Alagoas
Sondagem do Mercado - Companhia de Saneamento de Alagoas
 
Apresentação BNDES - Exportações de Serviços
Apresentação BNDES - Exportações de ServiçosApresentação BNDES - Exportações de Serviços
Apresentação BNDES - Exportações de Serviços
 
O BNDES e o apoio à inovação
O BNDES e o apoio à inovaçãoO BNDES e o apoio à inovação
O BNDES e o apoio à inovação
 
Apresentação - Demonstrações financeiras - 1° trimestre de 2019
Apresentação - Demonstrações financeiras - 1° trimestre de 2019Apresentação - Demonstrações financeiras - 1° trimestre de 2019
Apresentação - Demonstrações financeiras - 1° trimestre de 2019
 
Patrocínio Cultural
Patrocínio CulturalPatrocínio Cultural
Patrocínio Cultural
 
O BNDES e o apoio à inovação
O BNDES e o apoio à inovaçãoO BNDES e o apoio à inovação
O BNDES e o apoio à inovação
 
Demonstracoes financeiras Sistema BNDES 1º sem/2018
Demonstracoes financeiras Sistema BNDES 1º sem/2018Demonstracoes financeiras Sistema BNDES 1º sem/2018
Demonstracoes financeiras Sistema BNDES 1º sem/2018
 
BNDES Garagem
BNDES GaragemBNDES Garagem
BNDES Garagem
 
20180613 apoio geracao distribuida
20180613 apoio geracao distribuida20180613 apoio geracao distribuida
20180613 apoio geracao distribuida
 
Desempenho Operacional do BNDES em 2017 no Nordeste
Desempenho Operacional do BNDES em 2017 no NordesteDesempenho Operacional do BNDES em 2017 no Nordeste
Desempenho Operacional do BNDES em 2017 no Nordeste
 
"Rio: Hora da Virada" - Exame Fórum RJ
"Rio: Hora da Virada" - Exame Fórum RJ"Rio: Hora da Virada" - Exame Fórum RJ
"Rio: Hora da Virada" - Exame Fórum RJ
 
Apresentação BNDES - Fundos de fomento à inovação e empreendedorismo
Apresentação BNDES - Fundos de fomento à inovação e empreendedorismoApresentação BNDES - Fundos de fomento à inovação e empreendedorismo
Apresentação BNDES - Fundos de fomento à inovação e empreendedorismo
 
Apresentação BNDES: Lançamento do Estudo Nacional de Internet das Coisas (IoT...
Apresentação BNDES: Lançamento do Estudo Nacional de Internet das Coisas (IoT...Apresentação BNDES: Lançamento do Estudo Nacional de Internet das Coisas (IoT...
Apresentação BNDES: Lançamento do Estudo Nacional de Internet das Coisas (IoT...
 
Internet das Coisas - Conclusões do Estudo
Internet das Coisas - Conclusões do EstudoInternet das Coisas - Conclusões do Estudo
Internet das Coisas - Conclusões do Estudo
 

O BNDES Mais Perto de Você

  • 1. 1 O BNDES Mais Perto de Você São Paulo – SP 15 de agosto de 2017
  • 2. 2 Ferramentas de acesso MPME Perguntas e respostas Redes sociais e canais de relacionamento Apoio a micro, pequenas e médias empresas Projetos de investimento Inovação Aquisição de máquinas e equipamentos Capital de giro Cartão BNDES Exportação Informações institucionais 1
  • 5. 5 Informações institucionais // Quem somos OBJETIVO Financiar empreendimentos que contribuam para o desenvolvimento sustentável do Brasil, com incentivo à inovação, ao desenvolvimento local e regional e à preservação do meio ambiente.
  • 6. 6 Informações institucionais // Quem somos Ações do BNDES Acelerar o crescimento dos segmentos beneficiados Movimentar setores-chave da economia Melhorar a vida dos cidadãos brasileiros O apoio a micro, pequenas e médias empresas é uma das atuais prioridades do BNDES
  • 8. 8 Formas de atuação // Quem apoiamos  Empresas de agropecuária, indústria, comércio ou serviços  Cooperativas ou associações  ONGs, Oscips ou fundações  Produtor rural  Transportador autônomo de carga  Microempreendedor PESSOAS JURÍDICAS PESSOAS FÍSICAS ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA  Municipal  Estadual  Federal Quem pode solicitar o financiamento?
  • 9. 9 Quando a empresa for controlada por outra empresa ou pertencer a um grupo econômico, a classificação do porte se dará considerando-se a receita operacional bruta consolidada MPMEs PORTE DA EMPRESA Micro Pequena Média Grande RECEITA OPERACIONAL BRUTA (anual) Até R$ 360 mil Até R$ 3,6 milhões Até R$ 300 milhões Acima de R$ 300 milhões Formas de atuação // Quem apoiamos Classificação de porte
  • 11. 11 Formas de atuação // Como apoiamos OPERAÇÕES INDIRETASOPERAÇÕES DIRETAS Contratadas diretamente com o BNDES Contratadas por meio de instituições financeiras credenciadas no BNDES Instituição financeira credenciada EMPRESÁRIO Informação e relacionamento EMPRESÁRIO
  • 12. 12 Micro, pequena e média empresa  Dirigir-se à instituição financeira credenciada de sua preferência OU  Acessar o CANAL DESENVOLVEDOR MPME e encaminhar uma proposta. 1° passo BNDESAgente financeiro  Apresentação da documentação necessária;  Análise da possibilidade de concessão do crédito;  Negociação das garantias;  Aprovação da operação. 2° passo  Homologação da operação;  Liberação dos recursos para o agente financeiro. 3° passo Formas de atuação // Como apoiamos Como solicitar o financiamento?
  • 13. 13 Estar em dia com as obrigações fiscais e previdenciárias Cumprir a legislação ambiental Não estar em regime de recuperação de crédito (antiga concordata) BNDES AGENTE FINANCEIRO Requisitos mínimos Apresentar cadastro satisfatório Comprovar capacidade de pagamento Apresentar garantias adequadas (normas Banco Central) O BNDES não exige tempo mínimo de operação Formas de atuação // Como apoiamos
  • 14. 14 Custo da operação indireta Custo financeiro TAXA DE JUROS Representa o custo de captação dos recursos utilizados pelo BNDES + Taxa do BNDES + Taxa do agente financeiro = Remunera a atividade operacional do BNDES e cobre o risco sistêmico das operações com instituições financeiras credenciadas Remunera a atividade operacional do agente financeiro e cobre o risco de crédito (esta taxa é negociada) Formas de atuação // Como apoiamos
  • 15. 15 Projetos de investimento Crédito rotativoCapital de giro Máquinas e equipamentos Apoio à inovação BNDES Automático MPME Inovadora BNDES Finame Cartão BNDESBNDES Progeren Apoio a exportaçãoBNDES Exim Formas de atuação // Como apoiamos
  • 17. 17 Operações com MPMEs // Estatísticas Por setor Número de operações Desembolso Desembolso por produto
  • 18. 18 Desembolsos por setor Desembolso por setor (2016, em R$ bilhões) R$ 12,21 (45%)Agropecuária R$ 7,64 (28%)Comércio e serviços R$ 4,22 (15%)Infraestrutura R$ 3,18 (12%)Indústria Operações com MPMEs // Estatísticas
  • 19. 19 367.018 926.178 571.445 390.729 954.208 597.565 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 97% 96%96% 96% 96% 97% 94% 93% Total de operações com MPMEs Número de operações com MPMEs x total Total de operações do BNDES Participação média das MPMEs 96% Operações com MPMEs // Estatísticas
  • 20. 20 27% 32% 33% 32% 31% 36% 18% 27% Desembolsos (R$ bilhões) Participação média das MPMEs 30% * Relação entre os desembolsos para MPMEs e os desembolsos anuais do BNDES. Operações com MPMEs // Estatísticas
  • 21. 21 Desembolsos na Região Desembolso Região Sudeste (2016) R$ 8,9 bilhões 33% do total Operações com MPMEs// Estatísticas
  • 22. 22 Operações com MPMEs Desembolso por produto Desembolso por produto (2016, em R$ bilhões) R$ 8,89 (33%)BNDES Automático R$ 5,64 (21%)Cartão BNDES R$ 6,38 (23%) BNDES Finame Agrícola R$ 5,22 (19%)BNDES Finame R$ 1,12 (4%)Outros Operações com MPMEs// Estatísticas
  • 23. 23 Perguntas e Respostas Redes Sociais e Canais de Relacionamento Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas Projetos de Investimento Inovação Aquisição de Máquinas e Equipamentos Capital de Giro Cartão BNDES Exportação Informações Institucionais 2 Ferramentas de acesso MPME
  • 24. 24 Apoio a MPMEs Linhas de financiamento
  • 25. 25 Crédito rotativoCapital de giro Máquinas e equipamentos Apoio à inovação Apoio a MPMEs // Linhas de financiamento Apoio à exportação Projetos de investimento BNDES Automático
  • 26. 26 O que pode ser financiado? Projetos de investimento Modernização Utensílios EquipamentosMóveis Construção Ampliação Reforma Máquinas Projetos de investimento // BNDES Automático
  • 27. 27 Projetos de investimento // BNDES Automático Também podem ser financiados: Estudos e projetos de engenharia associados ao investimento Despesas pré-operacionais Pesquisa e desenvolvimento / Certificação Máquinas e equipamentos têm que ser novos, de fabricação nacional e credenciados Capital de giro representando até 30% do investimento financiado
  • 28. 28 Quais são as garantias exigidas? Serão negociadas entre o agente financeiro e o cliente Pode ser utilizado o Fundo Garantidor para Investimentos (BNDES FGI) Qual é a participação máxima do BNDES? O financiamento pode chegar até 80% do valor do investimento Projetos de investimento // BNDES Automático
  • 29. 29 O que NÃO pode ser financiado? Aquisições de terrenos e imóveis Compra de empresas Aquisição de software produzido no exterior Despesas de criação e legalização da empresa Qual é o prazo total? Os prazos de carência e amortização são negociados com o agente financeiro Projetos de investimento // BNDES Automático
  • 30. 30 Com o BNDES Automático é possível financiar Taxa de franquia (apenas nacional) Construções e reformas, inclusive mão de obra Mobiliário Equipamentos nacionais Treinamento de funcionários Capital de giro associado ATENÇÃO: Itens como terrenos, imóveis, “luvas” ou ponto comercial NÃO SÃO FINANCIÁVEIS Exemplo: Vou montar uma franquia (qualquer setor) Faça um plano de investimentos! Projetos de investimento // BNDES Automático
  • 31. 31 Projetos de investimento Crédito rotativoCapital de giro Máquinas e equipamentos Apoio à inovação Apoio a MPMEs // Linhas de financiamento Apoio à exportação MPME Inovadora
  • 32. 32 Qual o objetivo? Financiar os investimentos necessários para a introdução de inovações no mercado por MPMEs Apoio à inovação // MPME Inovadora O que pode ser financiado? Desenvolvimento de novos produtos e processos Investimentos complementares ao processo inovador das MPMEs Investimentos previstos no plano de negócios das MPMEs com perfil inovador
  • 33. 33 Qual é a condição fundamental? É necessário que a MPME comprove que já realizou algum esforço de inovação nos últimos 5 anos Quais são os pré-requisitos? (se enquadrar em uma das condições abaixo) Ter financiado a contratação de serviços tecnológicos no Cartão BNDES; Ter sido apoiada por um programa de inovação; Possuir ou ter solicitado registro de patente no INPI; Participar de parques tecnológicos estruturados; Estar incubada ou ter sido graduada em incubadoras certificadas; ou Possuir parceiros de venture capital em sua composição societária. Condições de enquadramento: www.bndes.gov.br/mpmeinovadora Apoio à inovação // MPME Inovadora
  • 34. 34 Qual é a participação máxima do BNDES? O financiamento pode chegar até 90% do valor do investimento Apoio à inovação // MPME Inovadora
  • 35. 35 Crédito rotativoCapital de giro Máquinas e equipamentos Apoio à inovação Projetos de investimento Apoio a MPMEs // Linhas de financiamento Apoio à exportação BNDES Finame
  • 36. 36 Máquinas e equipamentos // BNDES Finame O que pode ser financiado? Máquinas e equipamentos novos, de fabricação nacional e listados no CFI (Credenciamento de Fabricantes Informatizado - BNDES) Quais são as garantias exigidas? A garantia mínima é o próprio equipamento financiado O agente poderá exigir garantias adicionais Pode ser utilizado o Fundo Garantidor para Investimentos (BNDES FGI)
  • 37. 37 Qual é o prazo do financiamento? Os prazos de carência e amortização são negociados com o agente financeiro Prazo total: até 120 meses O que NÃO pode ser financiado? Máquinas e equipamentos que NÃO estejam credenciados no CFI Máquinas e equipamentos usados Qual é a participação máxima do BNDES? O financiamento pode chegar até 80% do valor do investimento Máquinas e equipamentos // BNDES Finame
  • 38. 38 Capital de giro Apoio às MPMEs // Linhas de financiamento Projetos de investimento Máquinas e equipamentos Apoio à inovação Crédito rotativo Apoio à exportaçãoBNDES Progeren
  • 39. 39 Capital de giro // BNDES Progeren O que pode ser financiado? Capital de giro isolado para micro, pequenas e médias empresas de todos os setores Quais são as garantias exigidas? Serão negociadas entre o agente financeiro e o cliente  Pode ser utilizado o Fundo Garantidor para Investimentos (BNDES FGI) Qual o prazo do financiamento? Até 60 meses, incluído o prazo de carência de até 24 meses
  • 40. 40 Apoio às MPMEs // Condições de financiamento BNDES Automático MPME Inovadora BNDES Finame Custo financeiro Taxa do BNDES Taxa final Prazo de amortização Carência TJLP | 7 % a.a. +/- 1,14 % a.m. Negociado Negociada Até 36 meses TJLP | 7 % a.a. TJLP | 7 % a.a. +/- 0,90 % a.m. Negociado Negociada Até 48 meses +/- 1,03 % a.m. Negociado Até 120 meses Negociada Até 24 meses 2,1% a.a. 1,1% a.a. 2,1% a.a. Taxa do agente financeiro* * Fonte: AOI/DESCO, com base na média de 2016. Negociada 5,5 % a.a. Negociada 3,2 % a.a. Negociada 4,0 % a.a. BNDES Progeren TJLP | 7 % a.a. +/- 1,25 % a.m. Negociado Até 60 meses Negociada Até 24 meses 2,1% a.a. Negociada 7,0 % a.a. + +++ + + + +++ == ===
  • 42. 42 Atua como complementador de garantia para o aumento do acesso de MPMEs ao crédito Exigência de garantias Condições de contratação Micro, pequena e média empresa Agente financeiro BNDES FGI – Fundo Garantidor para Investimentos Apoio às MPMEs // Garantias
  • 43. 43 * Podem existir exceções. BNDES FGI – Fundo Garantidor para Investimentos Condições de contratação  Cobertura máxima: 80% do financiamento  Limite por beneficiário: R$ 10 milhões Contragarantias exigidas Valor garantido Contragarantias mínimas* Até R$ 3 milhões Garantias fidejussórias (ex.: fiança) Acima de R$ 3 milhões Garantias fidejussórias + Garantias reais Apoio às MPMEs // Garantias
  • 44. 44 * A tabela acima considera uma operação com carência de 6 meses e taxa de juros final ao tomador do crédito de 0,96% ao mês. BNDES FGI – Fundo Garantidor para Investimentos O Encargo por Concessão de Garantia – ECG – pode ser financiado juntamente com o principal, nas mesmas condições de juros e prazo. Valor financiado, percentual de cobertura do fundo e prazo do financiamento Fatores impactam no valor do ECG Custo efetivo da garantia mensal Cobertura Prazo = 96 mesesPrazo = 30 meses Prazo = 60 meses 20% 0,03%0,05% 0,04% 50% 0,08%0,14% 0,11% 80% 0,14%0,22% 0,18% Apoio às MPMEs // Garantias
  • 45. 45 Apoio às MPMEs // Garantias Agentes Financeiros que operam o BNDES FGI
  • 46. 46 Apoio às MPMEs // Linhas de financiamento Projetos de investimento Capital de giro Máquinas e equipamentos Apoio à inovação Crédito rotativo Apoio à exportaçãoCartão BNDES
  • 47. 47 Crédito rotativo // Cartão BNDES Taxa de juros deste mês: 1,35% a.m.
  • 48. 48 Ambiente de negócios Em julho de 2017 710 mil cartões habilitados 280 mil produtos cadastrados 73 mil fornecedores credenciados R$ 58 bilhões de limite pré-aprovado Parceiros Crédito rotativo // Cartão BNDES
  • 49. 49 Importante Em SP, Banco do Povo Crédito Solidário (ABC) Compradores  Limite de até R$ 2 milhões, por banco emissor  Prestações fixas em até 48 meses  Taxa de juros atrativa: 1,35% a.m. (agosto/2017)  Financiamento de até 100% do valor do produto  Crédito rotativo e pré-aprovado; uso automático  O banco emissor pode cobrar a Tarifa de Abertura de Crédito (TAC), limitada a 2% do valor do limite concedido  As operações são sujeitas à cobrança de IOF  Não é possível sacar dinheiro ou financiar capital de giro! ! Crédito Rotativo // Cartão BNDES
  • 50. 50 Fornecedores 710 mil potenciais clientes com R$ 58 bilhões de crédito pré-aprovado Financiamento automático para o cliente Sem risco de crédito Fabricantes podem indicar distribuidores Exposição do catálogo de produtos gratuita  Empresas de qualquer porte  Fabricantes ou distribuidores de bens previamente aprovados pelo BNDES  Prestadores de serviços autorizados pelo BNDES Crédito rotativo // Cartão BNDES
  • 51. 51 Como simular o valor das prestações? Simulador Crédito rotativo // Cartão BNDES
  • 52. 52 Crédito rotativo // Cartão BNDES
  • 53. 53 O que pode ser financiado? Máquinas, equipamentos, computadores, móveis, motocicletas, veículos comerciais e softwares Materiais para construção civil Inovação Serviços tecnológicos Avaliação de conformidade Peças e componentes de máquinas, equipamentos, informática e automação Crédito rotativo // Cartão BNDES
  • 54. 54 Propriedade intelectual Registro de desenho industrial Registro de indicação geográfica Registro de marca e de patente Registro de software e de programas de computador Registro de topografia de circuitos integrados Crédito rotativo // Cartão BNDES
  • 55. 55 Também podem ser financiados: Qualificação profissional para o turismo Embalagens Insumos industriais (têxtil, coureiro-calçadista, moveleiro, resinas, laminados metálicos ou plásticos) Artigos têxteis (vestuário; cama, mesa e banho; e decoração) Crédito rotativo // Cartão BNDES
  • 56. 56 Capital de giro Exemplo: Vou montar uma lanchonete. Como financiar? Material de construção Eletrodomésticos Computador Móveis Mão de obra Crédito rotativo // Cartão BNDES
  • 57. 57 Como solicitar o Cartão BNDES? Solicite seu Cartão BNDES Crédito rotativo // Cartão BNDES
  • 58. 58 Selecione o banco emissor credenciado Como solicitar o Cartão BNDES? Crédito rotativo // Cartão BNDES
  • 59. 59 MPME solicita o cartão no portal MPME entrega documentação ao gerente do banco Termo de Adesão Prazo de emissão médio Preenche proposta de solicitação do cartão no site, que é enviada automaticamente, pela internet, ao banco emissor Banco emissor analisa a documentação e define limite de crédito Assinatura do Termo de Adesão ao Regulamento do Cartão BNDES 30 dias 1 2 3 4 Como solicitar seu Cartão BNDES? Crédito rotativo // Cartão BNDES
  • 60. 60 Como solicitar seu credenciamento? Seja um fornecedor credenciado Crédito rotativo // Cartão BNDES
  • 61. 61 Como solicitar seu credenciamento? Proposta de afiliação Crédito rotativo // Cartão BNDES
  • 62. 62 Fornecedor solicita credenciamento no Portal de Operações Cartão BNDES Análise BNDES  Processo de afiliação (visita, documentação, conta-corrente)  Montagem do catálogo de produtos Credenciamento do fornecedor 1 2 3 4 Fluxo – Fornecedor Crédito rotativo // Cartão BNDES
  • 63. 63 Cartão BNDES – Indicação de distribuidores Distribuidor autorizado Processo de afiliação (visita, documentação, conta-corrente) Distribuidor preenche seu cadastro no portal Indicação de distribuidor Fabricantes credenciados indicam CNPJs e associam produtos de seu catálogo Crédito rotativo // Cartão BNDES
  • 66. 66 Estatísticas de São Paulo (SP) Dados acumulados * Dados referentes aos últimos 12 meses. Cartões emitidos 51.010 Limites concedidos 4,1 bilhões Número de transações* 17.595 Valor de transações* 276,3 milhões Fornecedores credenciados 6.338 Crédito rotativo // Cartão BNDES
  • 67. 67 Apoio às MPMEs // Linhas de financiamento Projetos de investimento Capital de giro Máquinas e equipamentos Apoio à inovação Crédito rotativo Apoio à exportaçãoBNDES Exim
  • 68. 68 Bens de Capital autopeças, aeronaves, pneus, tubos, veículos de carga, etc.. Grupo I BNDES Exim Apoio a exportação // Bens e Serviços financiáveis Bens de Consumo alimentos, couros, calçados, vestuário, móveis, etc.. Grupo II Bens Especiais automóveis de passeio, equipamentos de defesa, etc Grupo III BK para indústria alimentícia, metro-ferroviário, maq. ferramentas, maq. e implementos agrícolas e rodoviários, geração de energia, moldes e fermentaria. Subgrupo I-A construção, infra-estrutura, pesquisa, engenharia, arquitetura, direito do autor, audiovisual, etc Serviços Ver Relação de Produtos Financiáveis, agrupados por NCM e NBS, disponível no Portal do BNDES: www.bndes.gov.br/bndesexim
  • 69. 69 BNDES Exim 1. Pré-embarque 2. Pós-embarque Financiar a produção brasileira de bens e serviços destinados a exportação Financiar a comercialização no exterior de bens e serviços exportados do Brasil Apoio à exportação // BNDES Exim Comercialização no exteriorProdução no Brasil
  • 70. 70 Operação Indireta, realizada por meio de Agente Financeiro Apoio à exportação // 1. Pré-embarque Empresa produtora e exportadora, de qualquer porte Até 70% do valor do Compromisso de Exportação Taxa Juros Fixa: TJLP + Rem. do BNDES 2,1% aa + Rem. Agente Financeiro Prazo: MPME: até 30 meses, para bens dos Grupo I e Grupo II Grande: até 36 meses, para bens do Subgrupo I-A até 24 meses, para demais bens dos Grupo I e Grupo II Garantia: negociada entre Exportador e Agente Financeiro Objetivo Cliente Participação Taxas e Prazo
  • 71. 71 Apoio a exportação // BNDES Exim Pré-embarqueApoio à exportação // 1. Pré-embarque - Fluxo Operacional EXPORTADOR Agente Financeiro IMPORTADOR BRASIL EXTERIOR
  • 72. 72 Objetivo Operação Direta, realizada com o BNDES Cliente Empresa exportadora, de qualquer porte Participação Até 100% do valor da exportação, em qualquer Incoterm Limite: até US$ 10 milhões por operação Taxas e Prazo Importador: Taxa Juros Fixa: 100% LIBOR + Rem. do BNDES (0,4% a 1,35% aa) Exportador: Rem. do BNDES: até 1% flat Prazo: até 5 anos Garantia: Carta de Crédito emitida por bancos credenciados no exterior Apoio à exportação // 2. Pós-embarque: BNDES Exim Automático
  • 73. 73 Apoio a exportação // BNDES Exim Pré-embarqueApoio à exportação // 2. Pós-embarque - Fluxo Operacional EXPORTADOR IMPORTADOR Banco no Exterior BRASIL EXTERIOR
  • 74. 74 África Bancos Países Total 13 5 América Latina Bancos Países Total 52 15 Apoio à exportação // BNDES Exim Automático - Países México, Guatemala, Honduras, El Salvador, República Dominicana, Costa Rica, Panamá. Colômbia, Equador, Peru, Chile, Bolívia, Paraguai, Uruguai, Argentina África do Sul, Angola, Nigéria, Moçambique, Quênia
  • 75. 75 Produtos e Serviços para fomento das exportações de MPMEs Serviços de normatização, conformidade, certificação de produto, etc. Serviços tecnológicos, design, adequação, pedido de registro, etc. Software de gerenciamento de exportações Máquinas e equipamentos para ampliação da capacidade Insumos para segmentos calçadista, moveleiro, têxtil, confecção, etc. Cursos de idioma estrangeiro (inglês e espanhol) Encontre no site do BNDES linhas de financiamento específicas para empresas exportadoras www.bndes.gov.br/bndesexim Apoio à exportação // Cartão BNDES – Capacitação para exportar
  • 76. 76 Ferramentas de acesso MPME Perguntas e respostas Redes sociais e canais de relacionamento Apoio a micro, pequenas e médias empresas Projetos de investimento Inovação Aquisição de máquinas e equipamentos Capital de giro Cartão BNDES Exportação Informações institucionais 3
  • 77. 77 A plataforma digital para facilitar o seu acesso aos financiamentos do BNDES. Informação e transparência para você negociar as linhas do BNDES nos bancos credenciados de sua preferência. Acompanhamento por e-mail sobre o andamento do seu pedido. Canal Desenvolvedor MPME
  • 79. 79 Acompanhar status das operações de crédito e datas de liberação de recursos. Consulta ao cadastro de máquinas e equipamentos está acessível Consultar opções de solução de crédito do BNDES e descobrir a linha de financiamento mais apropriada às suas necessidades FACILIDADES Aplicativo BNDES MPME
  • 80. 80 Ferramentas de Acesso MPME Perguntas e Respostas Redes Sociais e Canais de Relacionamento Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas Projetos de Investimento Inovação Aquisição de Máquinas e Equipamentos Capital de Giro Cartão BNDES Exportação Informações Institucionais 4
  • 81. 81 twitter.com/bndes_imprensa Youtube Twitter Slideshare Facebook Vídeos institucionais, pequenos programas explicativos sobre os produtos e serviços do Banco e educação financeira e campanhas publicitárias Perfil exclusivo para relacionamento com a imprensa, o que inclui convocação de coletivas e distribuição de releases: @bndes_imprensa. Apresentações, cartilhas e outros documentos que procuram explicar de forma simples como funcionam os financiamentos do BNDES Perfil exclusivo para relacionamento com a imprensa e divulgação institucional do BNDES. youtube.com/bndesgovbr twitter.com/bndes_imprensa slideshare.net/bndes facebook.com/bndes.imprensa Redes sociais e canais de relacionamento // BNDES nas redes sociais
  • 82. 82 Segue o modelo do relato integrado estabelecido pela International Integrate Reporting Council (IIRC). Conteúdo definido com apoio de pesquisa on-line com públicos de interesse. Reporta 54 indicadores do Global Reporting Initiative (GRI), mais que o dobro dos anos anteriores. Disponível para download em nosso site: www.bndes.gov.br Relatório Anual 2016 do BNDES
  • 83. 83 O BNDES não credencia nem indica quaisquer consultores, pessoas físicas ou jurídicas, como intermediários para facilitar, agilizar ou aprovar operações com o próprio Banco ou com as instituições financeiras credenciadas a repassar seus recursos. ATENÇÃO Como solicitar o financiamento?Redes sociais e canais de relacionamento