SlideShare uma empresa Scribd logo
Método Expositivo
Objetivos
   O que é o Método Expositivo
   Sucesso da formação
   Como despertar o interesse dos
    formandos
   Características do método Expositivo
   Vantagens
   Desvantagens
   O papel do Formador
   Conclusão
Método Expositivo
 Comunicação Unilateral
 Ensino Tradicional
 Expõe a matéria de forma estruturada
 Sem “feedback” dos formandos


»»»   Verificar   os   apontamentos    dos
 formandos que é uma maneira de saber
 se estes estão a apreender os conteúdos.
O sucesso da Formação


Formador               Assunto          Formando
• Estímulo             • Estrutura      • Motivação
• Comunicação          • Componentes    • Pré-requisitos
  verbal               • Relação        • Relação com os
• Relação com o        • Tipos de         colegas
  formando               aprendizagem   • Atitudes com a
• Atitude para com a                      disciplina
  matéria ensinada
• Objetivos
Como despertar o interesse dos
formandos
   Adaptação aos participantes
   Motivar o grupo
   Plano de sessão
   Pontos-Chave
   Progressões limitadas
Características do método
Expositivo
   Sessões – Coletivas
   Tempo – Constante
   Admissão – Variável
   Formador – Autoridade
   Formandos – Passivos
   Relacionamento - Formal
Vantagens
   Domínio completo da matéria
   Permite variedade de raciocínios, conceitos e
    técnicas
   Utilização de vários meios (audiovisuais,
    documentos, etc)
   A sessão é propícia a estruturação da
    aprendizagem
   Liberdade de iniciativa ao formador
   È aplicável em meios com poucos recursos
   Pode proporcionar relações entre formador e
    formando
Desvantagens
   Difícil adaptação dos conteúdos a cada
    formando
   Dificuldade em motivar os formandos
   Ensino pode substituir a aprendizagem
   Feedback é parcial – não é continuo
   Não se adapta a formação atual
O papel do Formador
   A transmissão tem de ser eficaz
   O tom de voz
   Os Gestos
   Postura
   A expressão do rosto
   Exposição personalizada
   Usar imagens, Exemplos, Sentido de Humor,
    Analogias
   Boa Preparação
   Atenção ao final da exposição
Conclusões

“ Método Expositivo é de todos o que
 menos pode ser dispensado em formação,
 quanto mais não seja para ser combinado
 com os outros . Cabe-lhe a si torná-lo
 aliciante”

                              António Mão de Ferro
Obrigado pela vossa atenção

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Definição de Objetivos - construção
Definição de Objetivos - construçãoDefinição de Objetivos - construção
Definição de Objetivos - construção
Ronaldo Otero
 
Plano de sessão 0754 1
Plano de sessão 0754   1Plano de sessão 0754   1
Plano de sessão 0754 1
Vanda Godinho
 
Plano de sessão
Plano de sessãoPlano de sessão
Plano de sessão
Ronaldo Otero
 
Textos expositivos explicativos
Textos expositivos explicativosTextos expositivos explicativos
Textos expositivos explicativos
Patricio Armando Sando
 
As actividades de cada fase de aula
As actividades de cada fase de aulaAs actividades de cada fase de aula
As actividades de cada fase de aula
Joao Papelo
 
Plano de Sessão da PIP
Plano de Sessão da PIPPlano de Sessão da PIP
Plano de Sessão da PIP
Debora_Marques
 
Relação entre a didáctica com outras ciências
Relação entre a didáctica com outras ciênciasRelação entre a didáctica com outras ciências
Relação entre a didáctica com outras ciências
Joao Papelo
 
Planos de Formação
Planos de FormaçãoPlanos de Formação
Planos de Formação
Rosario Cação
 
As Funções Didácticas
As Funções DidácticasAs Funções Didácticas
As Funções Didácticas
Joao Papelo
 
1299158038 objectivos pedagogicos
1299158038 objectivos pedagogicos1299158038 objectivos pedagogicos
1299158038 objectivos pedagogicos
Tarcisio Baptista
 
Slides módulo 4
Slides módulo 4Slides módulo 4
Slides módulo 4
Isabel Grazina
 
Observação sala de aula pedro reis
Observação sala de aula pedro reisObservação sala de aula pedro reis
Observação sala de aula pedro reis
sitedcoeste
 
Plano de sessão
Plano de sessãoPlano de sessão
Plano de sessão
Daniela Lema Barros
 
Modelo exemplo de projeto de intervenção
Modelo exemplo de projeto de intervençãoModelo exemplo de projeto de intervenção
Modelo exemplo de projeto de intervenção
Claudilena Araújo
 
Portfólios
PortfóliosPortfólios
Guia funcionamento FPIF 2012
Guia funcionamento FPIF 2012Guia funcionamento FPIF 2012
Guia funcionamento FPIF 2012
EDUCATE
 
Slides módulo 3 (fpif)
Slides módulo 3 (fpif)Slides módulo 3 (fpif)
Slides módulo 3 (fpif)
Isabel Grazina
 
O Plano de Sessão
O Plano de SessãoO Plano de Sessão
Plano de Sessão Autoscopia Final
Plano de Sessão Autoscopia FinalPlano de Sessão Autoscopia Final
Plano de Sessão Autoscopia Final
Debora_Marques
 
Cronograma Formação Pedagógica Inicial de Formadores
Cronograma Formação Pedagógica Inicial de FormadoresCronograma Formação Pedagógica Inicial de Formadores
Cronograma Formação Pedagógica Inicial de Formadores
EDUCATE
 

Mais procurados (20)

Definição de Objetivos - construção
Definição de Objetivos - construçãoDefinição de Objetivos - construção
Definição de Objetivos - construção
 
Plano de sessão 0754 1
Plano de sessão 0754   1Plano de sessão 0754   1
Plano de sessão 0754 1
 
Plano de sessão
Plano de sessãoPlano de sessão
Plano de sessão
 
Textos expositivos explicativos
Textos expositivos explicativosTextos expositivos explicativos
Textos expositivos explicativos
 
As actividades de cada fase de aula
As actividades de cada fase de aulaAs actividades de cada fase de aula
As actividades de cada fase de aula
 
Plano de Sessão da PIP
Plano de Sessão da PIPPlano de Sessão da PIP
Plano de Sessão da PIP
 
Relação entre a didáctica com outras ciências
Relação entre a didáctica com outras ciênciasRelação entre a didáctica com outras ciências
Relação entre a didáctica com outras ciências
 
Planos de Formação
Planos de FormaçãoPlanos de Formação
Planos de Formação
 
As Funções Didácticas
As Funções DidácticasAs Funções Didácticas
As Funções Didácticas
 
1299158038 objectivos pedagogicos
1299158038 objectivos pedagogicos1299158038 objectivos pedagogicos
1299158038 objectivos pedagogicos
 
Slides módulo 4
Slides módulo 4Slides módulo 4
Slides módulo 4
 
Observação sala de aula pedro reis
Observação sala de aula pedro reisObservação sala de aula pedro reis
Observação sala de aula pedro reis
 
Plano de sessão
Plano de sessãoPlano de sessão
Plano de sessão
 
Modelo exemplo de projeto de intervenção
Modelo exemplo de projeto de intervençãoModelo exemplo de projeto de intervenção
Modelo exemplo de projeto de intervenção
 
Portfólios
PortfóliosPortfólios
Portfólios
 
Guia funcionamento FPIF 2012
Guia funcionamento FPIF 2012Guia funcionamento FPIF 2012
Guia funcionamento FPIF 2012
 
Slides módulo 3 (fpif)
Slides módulo 3 (fpif)Slides módulo 3 (fpif)
Slides módulo 3 (fpif)
 
O Plano de Sessão
O Plano de SessãoO Plano de Sessão
O Plano de Sessão
 
Plano de Sessão Autoscopia Final
Plano de Sessão Autoscopia FinalPlano de Sessão Autoscopia Final
Plano de Sessão Autoscopia Final
 
Cronograma Formação Pedagógica Inicial de Formadores
Cronograma Formação Pedagógica Inicial de FormadoresCronograma Formação Pedagógica Inicial de Formadores
Cronograma Formação Pedagógica Inicial de Formadores
 

Destaque

Aula expositiva
Aula expositivaAula expositiva
Aula expositiva
Sandrielle Sousa
 
Seminario de didactica geral g5
Seminario de  didactica geral g5Seminario de  didactica geral g5
Seminario de didactica geral g5
Anjo Bernard
 
Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)
Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)
Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)
Mario Amorim
 
Condução da aula
Condução da aulaCondução da aula
Condução da aula
Carla Jesus
 
Métodos de ensino
Métodos de ensinoMétodos de ensino
Métodos de ensino
Mara Salvucci
 
Métodos e técnicas de ensino
Métodos e técnicas de ensinoMétodos e técnicas de ensino
Métodos e técnicas de ensino
Mekinho20
 
Metodologia e tecnicas de ensino
Metodologia e tecnicas de ensinoMetodologia e tecnicas de ensino
Metodologia e tecnicas de ensino
Alexsandro Souza Dos Santos
 
Aula expositiva dialogada
Aula expositiva dialogadaAula expositiva dialogada
Aula expositiva dialogada
AMANDA VALVERDE
 
Métodos e Modelos de ensino
Métodos e Modelos de ensinoMétodos e Modelos de ensino
Métodos e Modelos de ensino
Universidade de Lisboa
 
A arte de ensinar.
A arte de ensinar.A arte de ensinar.
A arte de ensinar.
Sandra Fuso
 
Metodologia de ensino
Metodologia de ensinoMetodologia de ensino
Metodologia de ensino
Deia Araujo
 
Metodo expositivo
Metodo expositivoMetodo expositivo
Metodo expositivo
Arely Jiménez Macías
 
How to Make Awesome SlideShares: Tips & Tricks
How to Make Awesome SlideShares: Tips & TricksHow to Make Awesome SlideShares: Tips & Tricks
How to Make Awesome SlideShares: Tips & Tricks
SlideShare
 
Metodos y tecnicas .ppt 2
Metodos y tecnicas .ppt  2Metodos y tecnicas .ppt  2
Metodos y tecnicas .ppt 2
vicentru
 
Atividade Para alunos
Atividade Para alunos Atividade Para alunos
Atividade Para alunos
marleivianna
 
Pedagogía diferenciada de las interacciones a la acción
Pedagogía diferenciada de las interacciones a la acciónPedagogía diferenciada de las interacciones a la acción
Pedagogía diferenciada de las interacciones a la acción
Mony Reyes
 
Estudo dirigido didatica
Estudo dirigido didaticaEstudo dirigido didatica
Estudo dirigido didatica
Josenilza Paiva
 
Metrologia - Aula 1
Metrologia - Aula 1Metrologia - Aula 1
Metrologia - Aula 1
IBEST ESCOLA
 
Pedagogía diferenciada
Pedagogía diferenciadaPedagogía diferenciada
Pedagogía diferenciada
PequeGtzGlez
 
Pedagogia diferenciada
Pedagogia diferenciadaPedagogia diferenciada
Pedagogia diferenciada
CentroEnsEspecial
 

Destaque (20)

Aula expositiva
Aula expositivaAula expositiva
Aula expositiva
 
Seminario de didactica geral g5
Seminario de  didactica geral g5Seminario de  didactica geral g5
Seminario de didactica geral g5
 
Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)
Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)
Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)
 
Condução da aula
Condução da aulaCondução da aula
Condução da aula
 
Métodos de ensino
Métodos de ensinoMétodos de ensino
Métodos de ensino
 
Métodos e técnicas de ensino
Métodos e técnicas de ensinoMétodos e técnicas de ensino
Métodos e técnicas de ensino
 
Metodologia e tecnicas de ensino
Metodologia e tecnicas de ensinoMetodologia e tecnicas de ensino
Metodologia e tecnicas de ensino
 
Aula expositiva dialogada
Aula expositiva dialogadaAula expositiva dialogada
Aula expositiva dialogada
 
Métodos e Modelos de ensino
Métodos e Modelos de ensinoMétodos e Modelos de ensino
Métodos e Modelos de ensino
 
A arte de ensinar.
A arte de ensinar.A arte de ensinar.
A arte de ensinar.
 
Metodologia de ensino
Metodologia de ensinoMetodologia de ensino
Metodologia de ensino
 
Metodo expositivo
Metodo expositivoMetodo expositivo
Metodo expositivo
 
How to Make Awesome SlideShares: Tips & Tricks
How to Make Awesome SlideShares: Tips & TricksHow to Make Awesome SlideShares: Tips & Tricks
How to Make Awesome SlideShares: Tips & Tricks
 
Metodos y tecnicas .ppt 2
Metodos y tecnicas .ppt  2Metodos y tecnicas .ppt  2
Metodos y tecnicas .ppt 2
 
Atividade Para alunos
Atividade Para alunos Atividade Para alunos
Atividade Para alunos
 
Pedagogía diferenciada de las interacciones a la acción
Pedagogía diferenciada de las interacciones a la acciónPedagogía diferenciada de las interacciones a la acción
Pedagogía diferenciada de las interacciones a la acción
 
Estudo dirigido didatica
Estudo dirigido didaticaEstudo dirigido didatica
Estudo dirigido didatica
 
Metrologia - Aula 1
Metrologia - Aula 1Metrologia - Aula 1
Metrologia - Aula 1
 
Pedagogía diferenciada
Pedagogía diferenciadaPedagogía diferenciada
Pedagogía diferenciada
 
Pedagogia diferenciada
Pedagogia diferenciadaPedagogia diferenciada
Pedagogia diferenciada
 

Semelhante a Método expositivo

16 parametros de avaliação explicados da SPI
16 parametros de avaliação explicados da SPI16 parametros de avaliação explicados da SPI
16 parametros de avaliação explicados da SPI
desportistaluis
 
Interatividade e tutoria
Interatividade e tutoriaInteratividade e tutoria
Interatividade e tutoria
Conceição Rosa
 
TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO E SUA INFLUÊNCIA NO PROCESSO.pdf
TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO E SUA INFLUÊNCIA NO PROCESSO.pdfTÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO E SUA INFLUÊNCIA NO PROCESSO.pdf
TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO E SUA INFLUÊNCIA NO PROCESSO.pdf
Fabia Sousa
 
PPT_Orientação da diversificada 01.ppt
PPT_Orientação da diversificada 01.pptPPT_Orientação da diversificada 01.ppt
PPT_Orientação da diversificada 01.ppt
Tati Borlote Varanda
 
Competências necessárias para a prática de tutoria e
Competências necessárias para a prática de tutoria eCompetências necessárias para a prática de tutoria e
Competências necessárias para a prática de tutoria e
kellzinha
 
Observação de aulas em parceria - uma experiência de formação
Observação de aulas em parceria - uma experiência de formação Observação de aulas em parceria - uma experiência de formação
Observação de aulas em parceria - uma experiência de formação
Alexandra Carneiro
 
Atividade 5.1.everton dos_santos_machado
Atividade 5.1.everton dos_santos_machadoAtividade 5.1.everton dos_santos_machado
Atividade 5.1.everton dos_santos_machado
Everton Machado
 
1a Reuniao de Professores - 2015.1
1a Reuniao de Professores - 2015.11a Reuniao de Professores - 2015.1
1a Reuniao de Professores - 2015.1
Emannuel Fernandes
 
Aula EstratéGias Aprendizagem2
Aula EstratéGias Aprendizagem2Aula EstratéGias Aprendizagem2
Aula EstratéGias Aprendizagem2
annanas
 
Aula EstratéGias Aprendizagem2
Aula EstratéGias Aprendizagem2Aula EstratéGias Aprendizagem2
Aula EstratéGias Aprendizagem2
annanas
 
Sessao_3_Apresentacao_Turma_28.pptx
Sessao_3_Apresentacao_Turma_28.pptxSessao_3_Apresentacao_Turma_28.pptx
Sessao_3_Apresentacao_Turma_28.pptx
Ordem dos Biólogos
 
Estratégia de aprendizagem
Estratégia de aprendizagemEstratégia de aprendizagem
Estratégia de aprendizagem
Ivaristo Americo
 
Metodologias do Ensino Superior.pdf
Metodologias do Ensino Superior.pdfMetodologias do Ensino Superior.pdf
Metodologias do Ensino Superior.pdf
ManoelCarlosdeOlivei3
 
LUISA SEMINARIO MET. DE ENSINO 2023.pptx
LUISA SEMINARIO MET. DE ENSINO 2023.pptxLUISA SEMINARIO MET. DE ENSINO 2023.pptx
LUISA SEMINARIO MET. DE ENSINO 2023.pptx
FernandoDaCosta20
 
Capítulo 7 e 8
Capítulo 7 e 8Capítulo 7 e 8
Capítulo 7 e 8
Deb789
 
Conteúdos sobre a disciplina de orientação de estudos
Conteúdos sobre a disciplina de orientação de estudosConteúdos sobre a disciplina de orientação de estudos
Conteúdos sobre a disciplina de orientação de estudos
AnaClaudia252604
 
Seminário abjc 241019
Seminário abjc 241019Seminário abjc 241019
Seminário abjc 241019
AntonioBrazChidassic
 
Seminário abjc 241019
Seminário abjc 241019Seminário abjc 241019
Seminário abjc 241019
AntonioBrazChidassic
 
Didática dinâmica: componente para a aprendizagem ativa
Didática dinâmica: componente para a aprendizagem ativaDidática dinâmica: componente para a aprendizagem ativa
Didática dinâmica: componente para a aprendizagem ativa
Rosária Nakashima
 
aaaa 2003
aaaa 2003aaaa 2003

Semelhante a Método expositivo (20)

16 parametros de avaliação explicados da SPI
16 parametros de avaliação explicados da SPI16 parametros de avaliação explicados da SPI
16 parametros de avaliação explicados da SPI
 
Interatividade e tutoria
Interatividade e tutoriaInteratividade e tutoria
Interatividade e tutoria
 
TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO E SUA INFLUÊNCIA NO PROCESSO.pdf
TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO E SUA INFLUÊNCIA NO PROCESSO.pdfTÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO E SUA INFLUÊNCIA NO PROCESSO.pdf
TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO E SUA INFLUÊNCIA NO PROCESSO.pdf
 
PPT_Orientação da diversificada 01.ppt
PPT_Orientação da diversificada 01.pptPPT_Orientação da diversificada 01.ppt
PPT_Orientação da diversificada 01.ppt
 
Competências necessárias para a prática de tutoria e
Competências necessárias para a prática de tutoria eCompetências necessárias para a prática de tutoria e
Competências necessárias para a prática de tutoria e
 
Observação de aulas em parceria - uma experiência de formação
Observação de aulas em parceria - uma experiência de formação Observação de aulas em parceria - uma experiência de formação
Observação de aulas em parceria - uma experiência de formação
 
Atividade 5.1.everton dos_santos_machado
Atividade 5.1.everton dos_santos_machadoAtividade 5.1.everton dos_santos_machado
Atividade 5.1.everton dos_santos_machado
 
1a Reuniao de Professores - 2015.1
1a Reuniao de Professores - 2015.11a Reuniao de Professores - 2015.1
1a Reuniao de Professores - 2015.1
 
Aula EstratéGias Aprendizagem2
Aula EstratéGias Aprendizagem2Aula EstratéGias Aprendizagem2
Aula EstratéGias Aprendizagem2
 
Aula EstratéGias Aprendizagem2
Aula EstratéGias Aprendizagem2Aula EstratéGias Aprendizagem2
Aula EstratéGias Aprendizagem2
 
Sessao_3_Apresentacao_Turma_28.pptx
Sessao_3_Apresentacao_Turma_28.pptxSessao_3_Apresentacao_Turma_28.pptx
Sessao_3_Apresentacao_Turma_28.pptx
 
Estratégia de aprendizagem
Estratégia de aprendizagemEstratégia de aprendizagem
Estratégia de aprendizagem
 
Metodologias do Ensino Superior.pdf
Metodologias do Ensino Superior.pdfMetodologias do Ensino Superior.pdf
Metodologias do Ensino Superior.pdf
 
LUISA SEMINARIO MET. DE ENSINO 2023.pptx
LUISA SEMINARIO MET. DE ENSINO 2023.pptxLUISA SEMINARIO MET. DE ENSINO 2023.pptx
LUISA SEMINARIO MET. DE ENSINO 2023.pptx
 
Capítulo 7 e 8
Capítulo 7 e 8Capítulo 7 e 8
Capítulo 7 e 8
 
Conteúdos sobre a disciplina de orientação de estudos
Conteúdos sobre a disciplina de orientação de estudosConteúdos sobre a disciplina de orientação de estudos
Conteúdos sobre a disciplina de orientação de estudos
 
Seminário abjc 241019
Seminário abjc 241019Seminário abjc 241019
Seminário abjc 241019
 
Seminário abjc 241019
Seminário abjc 241019Seminário abjc 241019
Seminário abjc 241019
 
Didática dinâmica: componente para a aprendizagem ativa
Didática dinâmica: componente para a aprendizagem ativaDidática dinâmica: componente para a aprendizagem ativa
Didática dinâmica: componente para a aprendizagem ativa
 
aaaa 2003
aaaa 2003aaaa 2003
aaaa 2003
 

Método expositivo

  • 2. Objetivos  O que é o Método Expositivo  Sucesso da formação  Como despertar o interesse dos formandos  Características do método Expositivo  Vantagens  Desvantagens  O papel do Formador  Conclusão
  • 3. Método Expositivo  Comunicação Unilateral  Ensino Tradicional  Expõe a matéria de forma estruturada  Sem “feedback” dos formandos »»» Verificar os apontamentos dos formandos que é uma maneira de saber se estes estão a apreender os conteúdos.
  • 4. O sucesso da Formação Formador Assunto Formando • Estímulo • Estrutura • Motivação • Comunicação • Componentes • Pré-requisitos verbal • Relação • Relação com os • Relação com o • Tipos de colegas formando aprendizagem • Atitudes com a • Atitude para com a disciplina matéria ensinada • Objetivos
  • 5. Como despertar o interesse dos formandos  Adaptação aos participantes  Motivar o grupo  Plano de sessão  Pontos-Chave  Progressões limitadas
  • 6. Características do método Expositivo  Sessões – Coletivas  Tempo – Constante  Admissão – Variável  Formador – Autoridade  Formandos – Passivos  Relacionamento - Formal
  • 7. Vantagens  Domínio completo da matéria  Permite variedade de raciocínios, conceitos e técnicas  Utilização de vários meios (audiovisuais, documentos, etc)  A sessão é propícia a estruturação da aprendizagem  Liberdade de iniciativa ao formador  È aplicável em meios com poucos recursos  Pode proporcionar relações entre formador e formando
  • 8. Desvantagens  Difícil adaptação dos conteúdos a cada formando  Dificuldade em motivar os formandos  Ensino pode substituir a aprendizagem  Feedback é parcial – não é continuo  Não se adapta a formação atual
  • 9. O papel do Formador  A transmissão tem de ser eficaz  O tom de voz  Os Gestos  Postura  A expressão do rosto  Exposição personalizada  Usar imagens, Exemplos, Sentido de Humor, Analogias  Boa Preparação  Atenção ao final da exposição
  • 10. Conclusões “ Método Expositivo é de todos o que menos pode ser dispensado em formação, quanto mais não seja para ser combinado com os outros . Cabe-lhe a si torná-lo aliciante” António Mão de Ferro
  • 11. Obrigado pela vossa atenção