SlideShare uma empresa Scribd logo
Modelo OSI 
Profª. Ana Paula Santos 
2014/2015
Introdução 
•Há uns bons anos atrás, cada fabricante tinha as suas tecnologias, topologias, protocolos e então havia problemas na interoperabilidade entre equipamentos. Com o evoluir da tecnologia, os fabricantes de equipamentos chegaram a conclusão que o caminho a seguir se deveria basear em normas (standards). 
•Das muitas organizações ligadas a normalizaçãodestacam-se o IEEE (InstitutionofElectricalandElectronicsEngineers) , ISO (InternationalOrganizationfor Standardization) e ITU (InternationalTelecommunicationUnion). 
•O Modelo OSI (criado em 1970 e formalizado em 1983) é um modelo de referência da ISO que tinha como principal objectivo ser um modelo standard, para protocolos de comunicação entre os mais diversos sistemas, e assim garantir a comunicaçãoend-to-end. 
•O modelo é composto por 7 camadas, em que cada camada tem funções específicas.
Em resumo, o modelo OSI… 
•O modelo OSI (Open SystemsInterconnection) consiste num conjunto de protocolos abertos (normas que podem ser adotadaslivremente) para o fabrico de equipamentos e desenvolvimento de software, destinados a funcionar em rede.
Modelo OSI 
•Este modelo subdivide-se, no processo global da comunicação de dados entre computadores em sete níveis ou camadas(layer)cada uma das quais com determinadas funções especificas.
Modelo OSI
Modelo OSI –Protocolos 
•A figura seguinte, ilustra em que camada funciona um determinado protocolo. Por exemplo, quando falamos a nível de TCP/UDP estamos especificamente a falar da camada de transporte.
Modelo OSI –Protocolos
Modelo OSI: camadas 
•O Modelo OSI está dividido em 7 camadas. As camadas foram criadas para esconder a complexidade de uma rede. 
•Cada camada superior faz uso dos serviços da camada diretamente inferior e presta serviços à camada diretamente acima. 
CAMADAS 
7-Aplicação (Application) 
6-Apresentação (Presentation) 
5-Sessão (Session) 
4-Transporte (Transport) 
3-Rede (Network) 
2-Ligação de Dados (Data- Link) 
1-Camada Física (PhysicalLayer)
Exemplo de funcionamento do modelo OSI 
•Para isso vamos exemplificar como funciona o acesso a uma página Web, através de um browser, e como tudo encaixa no modelo OSI. 
•Vamos começar de cima para baixo (camada de aplicação para camada física)
Exemplo de funcionamento do modelo OSI 
•Nacamada de aplicação, obrowser (aplicação) serve de interface para apresentação da informação ao utilizador. Para este pedido (cliente-> servidor), foi usado o protocolo HTTP
Exemplo de funcionamento do modelo OSI 
•O formato dos dados é tratado nacamada de apresentação.Os formatos tradicionais da Web incluem HTML, XML, PHP, GIF, JPG, etc. Adicionalmente são usados mecanismos de encriptação e compressão para a apresentação da informação.
Exemplo de funcionamento do modelo OSI 
•Nacamada de sessãoé estabelecida a sessão entre o computador cliente (onde estamos a fazer pedido via browser) e o servidor web (que aloja a página requisitada).
Exemplo de funcionamento do modelo OSI 
•O protocolo TCPfornece garantia na entrega de todos os pacotes entre um PC emissor e um PC recetor (neste caso, a entrega de toda a informação da página web do servidor para o cliente). Isso é uma funcionalidade dacamada de transporte.
Exemplo de funcionamento do modelo OSI 
•Tanto o PC cliente como servidor possuem um endereço lógico (endereço IP neste caso). Isso é uma funcionalidade dacamada de rede.Adicionalmente os routers determinam qual o melhor caminho para que os pacotes possam fluir (encaminhamento) entre cliente e servidor web.
Exemplo de funcionamento do modelo OSI 
•O endereço IP (endereço lógico) é então “traduzido” para o endereço físico (endereço MAC da placa de rede). Isto é a funcionalidade dacamadaLigação de dados.
Exemplo de funcionamento do modelo OSI 
•Cabos de cobre, fibra ótica, placas de rede, hubse outros dispositivos, ajudam na ligação física entre o cliente e o servidor que acontece nacamada física. 
CAMADAS 
7-Aplicação 
6-Apresentação 
5-Sessão 
4-Transporte 
3-Rede 
2-Ligação de Dados 
1-Física
Equipamentos 
•Por fim é de referenciar as camadas onde operam os 3 equipamentos ativostradicionais de uma rede: 
•HUBfunciona a nível da camada 1 (camada física), 
•Switchna camada 2 (camada de dados). 
•Há switchscapazes de funcionar também na camada 3. 
•Routerna camada 3 (camada de rede).
Camada 1 -Física 
•Define as características do meio físico de transmissão de rede. 
•Converte os bits provenientes da camada 2 -Ligação de dados, em sinais de tensão, corrente, ondas eletromagnéticas ou óticos. 
•É ainda responsável pela alteração dos sinais, com a finalidade de serem transportados pelo meio físico (entre emissor e recetor). 
•Os componentes que fazem parte desta camada são os cabos, fichas, repetidores e hubs.
Camada 2 -Ligação de dados 
•Responsável pela ativação, desativação e manutenção de uma ligação de dados. 
•Procede à montagem dos pacotes de bits no formato apropriado à sua transmissão na rede; controla o acesso aos meios físicos de transmissãoe o fluxo dos pacotes entre os nós da rede; faz controlo de erros. 
SãoexemplosdealgunsprotocolosdestacamadaoPPPeoLAPB.
Protocolo 
•Umprotocoloé um conjunto de regras e procedimentos a respeitar para emitir e receber dados numa rede.
Camada 2 -Ligação de dados Estacamadaestá,porvezes,divididaem2subcamadas: 
AsubcamadaLLC(LogicalLinkControl):querealizaocontrolológicodaligaçãocomocontrolodeerrosefluxo; 
AsubcamadaMAC(MediaAccessControl):querealizaocontrolodeacessoaomeio.
Protocolo PPP (Point-topointprotocol) 
•O PPP é um protocolo que se situa na camada 2 do modelo de referência OSI, estruturado em tramas, apropriado para funcionar sobre Modems, e outras camadas físicas. 
•Pode ser usado não só para ligações do tipo marcação em linhas telefónicas (Dial Up) mas também para ligação entreRouters em linhas dedicadas.
Protocolo LAPB (X.25) Link Access Procedure, Balanced 
•Utilizado em ligações ponto-a-ponto entre sistema, terminal e nó da rede de comutação de pacotes.
Camada 3 -Rede 
•Esta camada é responsável pela transferência da informação. 
•Opera basicamente com endereços de rede IP. 
•É responsável pelo encaminhamento dos pacotes através da rede (nos routers) e é completamente independente do meio de transmissão, garantindo a transmissão através de redes heterogéneas. 
•Os protocolos desta camada são o IP e IPX (troca de pacotes entre redes).
Camada 4 -Transporte 
•Responsável pela transferência de informação extremo a extremo. 
•Separa as camadas responsáveis pelo meio físico (camada 1, 2 e 3) das que tratam da aplicação (camada 5, 6 e 7). 
•Eventualmente poderá também realizar controlo de erros (ligação fiável) e controlo de fluxo. 
•Dois protocolos usados nesta camada são o TCP e o UDP.
Protocolo TCP 
É orientado à ligação (connectionoriented) pelo que diz-se ser um protocolo fiável -controlo de erros e ordenação (transferência de ficheiros, email). 
Protocolo UDP 
É um protocolo sem ligação (connectionless) pelo que se considera não fiável. Os pacotes podem chegar ou não ao destino, podem chegar desordenados ou duplicados sem que o emissor se aperceba (usado em aplicações Realtime).
Camada 5 -Sessão 
•Responsável por sincronizar o diálogo entre o emissor e o recetor (modo simplex, half-duplex ou full- duplex)e pelo restabelecimento automático de ligações.
Camada 6 -Apresentação 
•Responsável pela interação entre as camadas 5 - Sessão e 7 -Aplicação. Serve de conversor de (camada 5 7) ou para (camada 7 5)o formato universal.Ou seja, procede a conversões de formatos entre sistemas diferentes.
Camada 7 -Aplicação 
•Camada final que fornece os mecanismos de comunicação de alto nível às aplicações. 
•Responsável pela interface entre o protocolo de comunicação e a aplicação utilizada pela rede. São exemplos dessas aplicações o correio eletrónico e a transferência de ficheiros.
Em resumo… 
Na realidade, cada camada superiorfaz uso dos serviços da camada diretamente inferiore presta serviços à camada diretamente acima. 
Quando uma camada recebe dados (SDU –ServiceData Unit) da camada imediatamente acima, a existência de um protocolo obriga à adição de informação de controlo (PCI –ProtocolControlInformation). 
O resultado obtido (PDU –ProtocolData Unit) é enviado para a camada imediatamente abaixo. 
Em todas as camadas isto acontece até se atingir a primeira. 
Este processo de adicionar informação ao passar pelas diversas camadas chama-se encapsulamento. 
No lado do recetor, o processo é inverso (desencapsulamento). 
As camadas têm funções independentes mas garantem a entrega da informação à camada seguinte num formato que esta seja capaz de interpretar.
Referências bibliográficas 
•Fernandes, M. (2010). Modelo OSI. Retirado através de http://www.slideshare.net/ariedam/cefmodelo- osi?from_search=12em 6/01/2014. 
•Sérgio, R. (2009). Redes de comunicação. Porto. Areal Editores

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Redes de Computadores
Redes de ComputadoresRedes de Computadores
Redes de Computadores
Elaine Cecília Gatto
 
Aula1 historia das redes
Aula1   historia das redesAula1   historia das redes
Aula1 historia das redes
Berenildo Felix JR
 
Redes I - 1.Introdução às Redes de Comunicação de Dados
Redes I - 1.Introdução às Redes de Comunicação de DadosRedes I - 1.Introdução às Redes de Comunicação de Dados
Redes I - 1.Introdução às Redes de Comunicação de Dados
Mauro Tapajós
 
Redes de computadores
Redes de computadoresRedes de computadores
Redes de computadores
Jakson Silva
 
Historia das redes de computadores
Historia das redes de computadoresHistoria das redes de computadores
Historia das redes de computadores
Alessandro Fazenda
 
Aula 1 sistema operacional linux
Aula 1 sistema operacional linuxAula 1 sistema operacional linux
Aula 1 sistema operacional linux
Rogério Cardoso
 
Modelo de camadas TCP/IP
Modelo de camadas TCP/IPModelo de camadas TCP/IP
Modelo de camadas TCP/IP
Evandro Júnior
 
Modelo OSI
Modelo OSIModelo OSI
Modelo OSI
Ricardo Batista
 
CEF: Modelo OSI
CEF: Modelo OSICEF: Modelo OSI
Sistemas Operativos
Sistemas OperativosSistemas Operativos
Endereços de ip, tipos de endereços,
Endereços de ip, tipos de endereços,Endereços de ip, tipos de endereços,
Endereços de ip, tipos de endereços,
H P
 
Aula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IP
Aula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IPAula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IP
Aula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IP
Filipo Mór
 
Modelo OSI - Camada de Transporte
Modelo OSI - Camada de TransporteModelo OSI - Camada de Transporte
Modelo OSI - Camada de Transporte
Walyson Vëras
 
Modelo OSI - Camada de Rede
Modelo OSI - Camada de RedeModelo OSI - Camada de Rede
Modelo OSI - Camada de Rede
Walyson Vëras
 
Comunicação de dados - Módulo 1
Comunicação de dados - Módulo 1Comunicação de dados - Módulo 1
Comunicação de dados - Módulo 1
Luis Ferreira
 
IMEI Módulo 8 (Curso profissional de Gestão de Equipamentos Informáticos)
IMEI Módulo 8 (Curso profissional de Gestão de Equipamentos Informáticos)IMEI Módulo 8 (Curso profissional de Gestão de Equipamentos Informáticos)
IMEI Módulo 8 (Curso profissional de Gestão de Equipamentos Informáticos)
Luis Ferreira
 
TCP/IP
TCP/IPTCP/IP
Componentes de uma Rede de computadores
Componentes de uma Rede de computadoresComponentes de uma Rede de computadores
Componentes de uma Rede de computadores
Felipe Silva
 
Componentes de uma rede
Componentes de uma rede   Componentes de uma rede
Componentes de uma rede
AnaRitaFerreiraPereira
 
Arquitetura de Redes de Computadores
 Arquitetura de Redes de Computadores Arquitetura de Redes de Computadores
Arquitetura de Redes de Computadores
Ana Julia F Alves Ferreira
 

Mais procurados (20)

Redes de Computadores
Redes de ComputadoresRedes de Computadores
Redes de Computadores
 
Aula1 historia das redes
Aula1   historia das redesAula1   historia das redes
Aula1 historia das redes
 
Redes I - 1.Introdução às Redes de Comunicação de Dados
Redes I - 1.Introdução às Redes de Comunicação de DadosRedes I - 1.Introdução às Redes de Comunicação de Dados
Redes I - 1.Introdução às Redes de Comunicação de Dados
 
Redes de computadores
Redes de computadoresRedes de computadores
Redes de computadores
 
Historia das redes de computadores
Historia das redes de computadoresHistoria das redes de computadores
Historia das redes de computadores
 
Aula 1 sistema operacional linux
Aula 1 sistema operacional linuxAula 1 sistema operacional linux
Aula 1 sistema operacional linux
 
Modelo de camadas TCP/IP
Modelo de camadas TCP/IPModelo de camadas TCP/IP
Modelo de camadas TCP/IP
 
Modelo OSI
Modelo OSIModelo OSI
Modelo OSI
 
CEF: Modelo OSI
CEF: Modelo OSICEF: Modelo OSI
CEF: Modelo OSI
 
Sistemas Operativos
Sistemas OperativosSistemas Operativos
Sistemas Operativos
 
Endereços de ip, tipos de endereços,
Endereços de ip, tipos de endereços,Endereços de ip, tipos de endereços,
Endereços de ip, tipos de endereços,
 
Aula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IP
Aula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IPAula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IP
Aula 6 - Redes de Computadores A - Endereçamento IP
 
Modelo OSI - Camada de Transporte
Modelo OSI - Camada de TransporteModelo OSI - Camada de Transporte
Modelo OSI - Camada de Transporte
 
Modelo OSI - Camada de Rede
Modelo OSI - Camada de RedeModelo OSI - Camada de Rede
Modelo OSI - Camada de Rede
 
Comunicação de dados - Módulo 1
Comunicação de dados - Módulo 1Comunicação de dados - Módulo 1
Comunicação de dados - Módulo 1
 
IMEI Módulo 8 (Curso profissional de Gestão de Equipamentos Informáticos)
IMEI Módulo 8 (Curso profissional de Gestão de Equipamentos Informáticos)IMEI Módulo 8 (Curso profissional de Gestão de Equipamentos Informáticos)
IMEI Módulo 8 (Curso profissional de Gestão de Equipamentos Informáticos)
 
TCP/IP
TCP/IPTCP/IP
TCP/IP
 
Componentes de uma Rede de computadores
Componentes de uma Rede de computadoresComponentes de uma Rede de computadores
Componentes de uma Rede de computadores
 
Componentes de uma rede
Componentes de uma rede   Componentes de uma rede
Componentes de uma rede
 
Arquitetura de Redes de Computadores
 Arquitetura de Redes de Computadores Arquitetura de Redes de Computadores
Arquitetura de Redes de Computadores
 

Destaque

O modelo osi
O modelo osiO modelo osi
Modelo osi
Modelo osiModelo osi
Modelo osi
Karen Carvalho
 
As camadas do modelo OSI
As camadas do modelo OSIAs camadas do modelo OSI
As camadas do modelo OSI
Bruno David
 
Modelo OSI - Camada 6
Modelo OSI - Camada 6Modelo OSI - Camada 6
Modelo OSI - Camada 6
Kiidz
 
Sessão do Modelo OSI-Camada 5
Sessão do Modelo OSI-Camada 5Sessão do Modelo OSI-Camada 5
Sessão do Modelo OSI-Camada 5
Hélder Batista
 
Modelo osi e seus serviços
Modelo osi e seus serviçosModelo osi e seus serviços
Modelo osi e seus serviços
Luciano Rodrigues da Silva
 
Icc: primeiro trabalho do modelo OSI
Icc: primeiro trabalho do modelo OSIIcc: primeiro trabalho do modelo OSI
Icc: primeiro trabalho do modelo OSI
nogueirinha
 
Modelo OSI - Camada Física
Modelo OSI - Camada FísicaModelo OSI - Camada Física
Modelo OSI - Camada Física
Ricardo Montania
 
Modelo OSI Visão Geral
Modelo OSI   Visão GeralModelo OSI   Visão Geral
Modelo OSI Visão Geral
André Nobre
 
Camada 7 do modelo OSI
Camada 7 do modelo OSICamada 7 do modelo OSI
Camada 7 do modelo OSI
MiguelOliveiraa
 
Camada De Aplicação
Camada De AplicaçãoCamada De Aplicação
Camada De Aplicação
Lyous
 
Modelo OSI - Camada Física
Modelo OSI - Camada FísicaModelo OSI - Camada Física
Modelo OSI - Camada Física
Walyson Vëras
 
Modelo OSI - Camada de Enlace
Modelo OSI - Camada de EnlaceModelo OSI - Camada de Enlace
Modelo OSI - Camada de Enlace
Walyson Vëras
 
Camada OSI e TCP/IP Resumo
Camada OSI e TCP/IP ResumoCamada OSI e TCP/IP Resumo
Camada OSI e TCP/IP Resumo
Matheus Falcão
 
Redes - Camada Fisica
Redes - Camada FisicaRedes - Camada Fisica
Redes - Camada Fisica
Luiz Arthur
 
ICC: Modelo OSI Resumo
ICC: Modelo OSI ResumoICC: Modelo OSI Resumo
ICC: Modelo OSI Resumo
FrogFAT
 
O modelo osi.
O modelo osi.O modelo osi.
O modelo osi.
Leo Simões
 
Modelo OSI
Modelo OSIModelo OSI
Fundamentos modelo osi_iso
Fundamentos modelo osi_isoFundamentos modelo osi_iso
Fundamentos modelo osi_iso
Mario Alex
 
Modelo osi
Modelo osiModelo osi
Modelo osi
ackroes
 

Destaque (20)

O modelo osi
O modelo osiO modelo osi
O modelo osi
 
Modelo osi
Modelo osiModelo osi
Modelo osi
 
As camadas do modelo OSI
As camadas do modelo OSIAs camadas do modelo OSI
As camadas do modelo OSI
 
Modelo OSI - Camada 6
Modelo OSI - Camada 6Modelo OSI - Camada 6
Modelo OSI - Camada 6
 
Sessão do Modelo OSI-Camada 5
Sessão do Modelo OSI-Camada 5Sessão do Modelo OSI-Camada 5
Sessão do Modelo OSI-Camada 5
 
Modelo osi e seus serviços
Modelo osi e seus serviçosModelo osi e seus serviços
Modelo osi e seus serviços
 
Icc: primeiro trabalho do modelo OSI
Icc: primeiro trabalho do modelo OSIIcc: primeiro trabalho do modelo OSI
Icc: primeiro trabalho do modelo OSI
 
Modelo OSI - Camada Física
Modelo OSI - Camada FísicaModelo OSI - Camada Física
Modelo OSI - Camada Física
 
Modelo OSI Visão Geral
Modelo OSI   Visão GeralModelo OSI   Visão Geral
Modelo OSI Visão Geral
 
Camada 7 do modelo OSI
Camada 7 do modelo OSICamada 7 do modelo OSI
Camada 7 do modelo OSI
 
Camada De Aplicação
Camada De AplicaçãoCamada De Aplicação
Camada De Aplicação
 
Modelo OSI - Camada Física
Modelo OSI - Camada FísicaModelo OSI - Camada Física
Modelo OSI - Camada Física
 
Modelo OSI - Camada de Enlace
Modelo OSI - Camada de EnlaceModelo OSI - Camada de Enlace
Modelo OSI - Camada de Enlace
 
Camada OSI e TCP/IP Resumo
Camada OSI e TCP/IP ResumoCamada OSI e TCP/IP Resumo
Camada OSI e TCP/IP Resumo
 
Redes - Camada Fisica
Redes - Camada FisicaRedes - Camada Fisica
Redes - Camada Fisica
 
ICC: Modelo OSI Resumo
ICC: Modelo OSI ResumoICC: Modelo OSI Resumo
ICC: Modelo OSI Resumo
 
O modelo osi.
O modelo osi.O modelo osi.
O modelo osi.
 
Modelo OSI
Modelo OSIModelo OSI
Modelo OSI
 
Fundamentos modelo osi_iso
Fundamentos modelo osi_isoFundamentos modelo osi_iso
Fundamentos modelo osi_iso
 
Modelo osi
Modelo osiModelo osi
Modelo osi
 

Semelhante a Modelo osi

Modelos TCP/IP e OSI para CCNA
Modelos TCP/IP e OSI para CCNAModelos TCP/IP e OSI para CCNA
Modelos TCP/IP e OSI para CCNA
wolkartt_18
 
Modelo de Referência OSI
Modelo de Referência OSIModelo de Referência OSI
Modelo de Referência OSI
Alberto Felipe Friderichs Barros
 
Redes de computadores
Redes de computadoresRedes de computadores
Redes de computadores
Jean Rocha
 
Redes de Computadores " Camada de Enlace"
Redes de Computadores " Camada de Enlace"Redes de Computadores " Camada de Enlace"
Redes de Computadores " Camada de Enlace"
Reinaldo Barbosa
 
Fundamentos_camadas_modelo_osi
Fundamentos_camadas_modelo_osiFundamentos_camadas_modelo_osi
Fundamentos_camadas_modelo_osi
Mario Alex
 
26 funcao das_camadas_do_modelo_osi
26 funcao das_camadas_do_modelo_osi26 funcao das_camadas_do_modelo_osi
26 funcao das_camadas_do_modelo_osi
Jobert Abrahão
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
Ruihardy Hardy
 
Protocolos
ProtocolosProtocolos
Protocolos
Janieles Araujo
 
Aulas frc 04
Aulas frc  04Aulas frc  04
aula-13-revisc3a3o.pdf
aula-13-revisc3a3o.pdfaula-13-revisc3a3o.pdf
aula-13-revisc3a3o.pdf
AlexandreMarchioride1
 
Apresentação - IT Specialist
Apresentação - IT SpecialistApresentação - IT Specialist
Apresentação - IT Specialist
Alan Carlos
 
Modelo osi
Modelo osiModelo osi
Modelo osi
Carlosvunge Vunge
 
Sistema osi
Sistema osiSistema osi
Sistema osi
sueni
 
Sistema osi
Sistema osiSistema osi
Sistema osi
sueni
 
Sistema osi
Sistema osiSistema osi
Sistema osi
sueni
 
MODELO OSI E ISO DESMOSTRAÇÃO DE MODELOS
MODELO OSI E ISO DESMOSTRAÇÃO DE MODELOSMODELO OSI E ISO DESMOSTRAÇÃO DE MODELOS
MODELO OSI E ISO DESMOSTRAÇÃO DE MODELOS
Cidrone
 
Gestão de Redes de Computadores e Serviços.pptx
Gestão de Redes de Computadores e Serviços.pptxGestão de Redes de Computadores e Serviços.pptx
Gestão de Redes de Computadores e Serviços.pptx
HJesusMiguel
 
Websockets
WebsocketsWebsockets
Websockets
Israel Messias
 
S2 B 2007 Infra Aula 01 V1.00
S2 B 2007   Infra   Aula 01 V1.00S2 B 2007   Infra   Aula 01 V1.00
S2 B 2007 Infra Aula 01 V1.00
doctorweb
 
Ccna exploration fundamentos de rede - 3 funcionalidade e protocolos da cam...
Ccna exploration   fundamentos de rede - 3 funcionalidade e protocolos da cam...Ccna exploration   fundamentos de rede - 3 funcionalidade e protocolos da cam...
Ccna exploration fundamentos de rede - 3 funcionalidade e protocolos da cam...
veruzkavaz
 

Semelhante a Modelo osi (20)

Modelos TCP/IP e OSI para CCNA
Modelos TCP/IP e OSI para CCNAModelos TCP/IP e OSI para CCNA
Modelos TCP/IP e OSI para CCNA
 
Modelo de Referência OSI
Modelo de Referência OSIModelo de Referência OSI
Modelo de Referência OSI
 
Redes de computadores
Redes de computadoresRedes de computadores
Redes de computadores
 
Redes de Computadores " Camada de Enlace"
Redes de Computadores " Camada de Enlace"Redes de Computadores " Camada de Enlace"
Redes de Computadores " Camada de Enlace"
 
Fundamentos_camadas_modelo_osi
Fundamentos_camadas_modelo_osiFundamentos_camadas_modelo_osi
Fundamentos_camadas_modelo_osi
 
26 funcao das_camadas_do_modelo_osi
26 funcao das_camadas_do_modelo_osi26 funcao das_camadas_do_modelo_osi
26 funcao das_camadas_do_modelo_osi
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Protocolos
ProtocolosProtocolos
Protocolos
 
Aulas frc 04
Aulas frc  04Aulas frc  04
Aulas frc 04
 
aula-13-revisc3a3o.pdf
aula-13-revisc3a3o.pdfaula-13-revisc3a3o.pdf
aula-13-revisc3a3o.pdf
 
Apresentação - IT Specialist
Apresentação - IT SpecialistApresentação - IT Specialist
Apresentação - IT Specialist
 
Modelo osi
Modelo osiModelo osi
Modelo osi
 
Sistema osi
Sistema osiSistema osi
Sistema osi
 
Sistema osi
Sistema osiSistema osi
Sistema osi
 
Sistema osi
Sistema osiSistema osi
Sistema osi
 
MODELO OSI E ISO DESMOSTRAÇÃO DE MODELOS
MODELO OSI E ISO DESMOSTRAÇÃO DE MODELOSMODELO OSI E ISO DESMOSTRAÇÃO DE MODELOS
MODELO OSI E ISO DESMOSTRAÇÃO DE MODELOS
 
Gestão de Redes de Computadores e Serviços.pptx
Gestão de Redes de Computadores e Serviços.pptxGestão de Redes de Computadores e Serviços.pptx
Gestão de Redes de Computadores e Serviços.pptx
 
Websockets
WebsocketsWebsockets
Websockets
 
S2 B 2007 Infra Aula 01 V1.00
S2 B 2007   Infra   Aula 01 V1.00S2 B 2007   Infra   Aula 01 V1.00
S2 B 2007 Infra Aula 01 V1.00
 
Ccna exploration fundamentos de rede - 3 funcionalidade e protocolos da cam...
Ccna exploration   fundamentos de rede - 3 funcionalidade e protocolos da cam...Ccna exploration   fundamentos de rede - 3 funcionalidade e protocolos da cam...
Ccna exploration fundamentos de rede - 3 funcionalidade e protocolos da cam...
 

Mais de Ana Santos

Crucigrama TIC.ppt
Crucigrama TIC.pptCrucigrama TIC.ppt
Crucigrama TIC.ppt
Ana Santos
 
Teste módulo 3 - Higiene, Saúde e Segurança no trabalho
Teste módulo 3 - Higiene, Saúde e Segurança no trabalhoTeste módulo 3 - Higiene, Saúde e Segurança no trabalho
Teste módulo 3 - Higiene, Saúde e Segurança no trabalho
Ana Santos
 
Redes de comunicação
Redes de comunicaçãoRedes de comunicação
Redes de comunicação
Ana Santos
 
Acidentes de trabalho
Acidentes de trabalhoAcidentes de trabalho
Acidentes de trabalho
Ana Santos
 
Curriculum vitae 2013
Curriculum vitae 2013Curriculum vitae 2013
Curriculum vitae 2013
Ana Santos
 
Resolução das atividades
Resolução das atividadesResolução das atividades
Resolução das atividades
Ana Santos
 
Excel 2010 - Notas e exercícios- parte 1
Excel 2010 - Notas e exercícios- parte 1Excel 2010 - Notas e exercícios- parte 1
Excel 2010 - Notas e exercícios- parte 1
Ana Santos
 
Criticar as fontes - questionar o que se encontra na Internet
Criticar as fontes - questionar o que se encontra na InternetCriticar as fontes - questionar o que se encontra na Internet
Criticar as fontes - questionar o que se encontra na Internet
Ana Santos
 
Pesquisa na internet
Pesquisa na internetPesquisa na internet
Pesquisa na internet
Ana Santos
 
Projecto#12#2012
Projecto#12#2012Projecto#12#2012
Projecto#12#2012
Ana Santos
 
Apresentação pré projecto tese doutoramento
Apresentação pré projecto tese doutoramentoApresentação pré projecto tese doutoramento
Apresentação pré projecto tese doutoramento
Ana Santos
 
Operacionalização curricular do programa tic
Operacionalização curricular do programa ticOperacionalização curricular do programa tic
Operacionalização curricular do programa tic
Ana Santos
 
Regras básicas na construção de um site
Regras básicas na construção de um siteRegras básicas na construção de um site
Regras básicas na construção de um site
Ana Santos
 
Plano de aula dia 18 de maio
Plano de aula   dia 18 de maioPlano de aula   dia 18 de maio
Plano de aula dia 18 de maio
Ana Santos
 
Dissertação de mestrado
Dissertação de mestradoDissertação de mestrado
Dissertação de mestrado
Ana Santos
 
Apresentação challenges
Apresentação challengesApresentação challenges
Apresentação challenges
Ana Santos
 

Mais de Ana Santos (16)

Crucigrama TIC.ppt
Crucigrama TIC.pptCrucigrama TIC.ppt
Crucigrama TIC.ppt
 
Teste módulo 3 - Higiene, Saúde e Segurança no trabalho
Teste módulo 3 - Higiene, Saúde e Segurança no trabalhoTeste módulo 3 - Higiene, Saúde e Segurança no trabalho
Teste módulo 3 - Higiene, Saúde e Segurança no trabalho
 
Redes de comunicação
Redes de comunicaçãoRedes de comunicação
Redes de comunicação
 
Acidentes de trabalho
Acidentes de trabalhoAcidentes de trabalho
Acidentes de trabalho
 
Curriculum vitae 2013
Curriculum vitae 2013Curriculum vitae 2013
Curriculum vitae 2013
 
Resolução das atividades
Resolução das atividadesResolução das atividades
Resolução das atividades
 
Excel 2010 - Notas e exercícios- parte 1
Excel 2010 - Notas e exercícios- parte 1Excel 2010 - Notas e exercícios- parte 1
Excel 2010 - Notas e exercícios- parte 1
 
Criticar as fontes - questionar o que se encontra na Internet
Criticar as fontes - questionar o que se encontra na InternetCriticar as fontes - questionar o que se encontra na Internet
Criticar as fontes - questionar o que se encontra na Internet
 
Pesquisa na internet
Pesquisa na internetPesquisa na internet
Pesquisa na internet
 
Projecto#12#2012
Projecto#12#2012Projecto#12#2012
Projecto#12#2012
 
Apresentação pré projecto tese doutoramento
Apresentação pré projecto tese doutoramentoApresentação pré projecto tese doutoramento
Apresentação pré projecto tese doutoramento
 
Operacionalização curricular do programa tic
Operacionalização curricular do programa ticOperacionalização curricular do programa tic
Operacionalização curricular do programa tic
 
Regras básicas na construção de um site
Regras básicas na construção de um siteRegras básicas na construção de um site
Regras básicas na construção de um site
 
Plano de aula dia 18 de maio
Plano de aula   dia 18 de maioPlano de aula   dia 18 de maio
Plano de aula dia 18 de maio
 
Dissertação de mestrado
Dissertação de mestradoDissertação de mestrado
Dissertação de mestrado
 
Apresentação challenges
Apresentação challengesApresentação challenges
Apresentação challenges
 

Último

1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
SthafaniHussin1
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
ClaudiaMainoth
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 

Último (20)

1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 

Modelo osi

  • 1. Modelo OSI Profª. Ana Paula Santos 2014/2015
  • 2. Introdução •Há uns bons anos atrás, cada fabricante tinha as suas tecnologias, topologias, protocolos e então havia problemas na interoperabilidade entre equipamentos. Com o evoluir da tecnologia, os fabricantes de equipamentos chegaram a conclusão que o caminho a seguir se deveria basear em normas (standards). •Das muitas organizações ligadas a normalizaçãodestacam-se o IEEE (InstitutionofElectricalandElectronicsEngineers) , ISO (InternationalOrganizationfor Standardization) e ITU (InternationalTelecommunicationUnion). •O Modelo OSI (criado em 1970 e formalizado em 1983) é um modelo de referência da ISO que tinha como principal objectivo ser um modelo standard, para protocolos de comunicação entre os mais diversos sistemas, e assim garantir a comunicaçãoend-to-end. •O modelo é composto por 7 camadas, em que cada camada tem funções específicas.
  • 3. Em resumo, o modelo OSI… •O modelo OSI (Open SystemsInterconnection) consiste num conjunto de protocolos abertos (normas que podem ser adotadaslivremente) para o fabrico de equipamentos e desenvolvimento de software, destinados a funcionar em rede.
  • 4. Modelo OSI •Este modelo subdivide-se, no processo global da comunicação de dados entre computadores em sete níveis ou camadas(layer)cada uma das quais com determinadas funções especificas.
  • 6. Modelo OSI –Protocolos •A figura seguinte, ilustra em que camada funciona um determinado protocolo. Por exemplo, quando falamos a nível de TCP/UDP estamos especificamente a falar da camada de transporte.
  • 8. Modelo OSI: camadas •O Modelo OSI está dividido em 7 camadas. As camadas foram criadas para esconder a complexidade de uma rede. •Cada camada superior faz uso dos serviços da camada diretamente inferior e presta serviços à camada diretamente acima. CAMADAS 7-Aplicação (Application) 6-Apresentação (Presentation) 5-Sessão (Session) 4-Transporte (Transport) 3-Rede (Network) 2-Ligação de Dados (Data- Link) 1-Camada Física (PhysicalLayer)
  • 9. Exemplo de funcionamento do modelo OSI •Para isso vamos exemplificar como funciona o acesso a uma página Web, através de um browser, e como tudo encaixa no modelo OSI. •Vamos começar de cima para baixo (camada de aplicação para camada física)
  • 10. Exemplo de funcionamento do modelo OSI •Nacamada de aplicação, obrowser (aplicação) serve de interface para apresentação da informação ao utilizador. Para este pedido (cliente-> servidor), foi usado o protocolo HTTP
  • 11. Exemplo de funcionamento do modelo OSI •O formato dos dados é tratado nacamada de apresentação.Os formatos tradicionais da Web incluem HTML, XML, PHP, GIF, JPG, etc. Adicionalmente são usados mecanismos de encriptação e compressão para a apresentação da informação.
  • 12. Exemplo de funcionamento do modelo OSI •Nacamada de sessãoé estabelecida a sessão entre o computador cliente (onde estamos a fazer pedido via browser) e o servidor web (que aloja a página requisitada).
  • 13. Exemplo de funcionamento do modelo OSI •O protocolo TCPfornece garantia na entrega de todos os pacotes entre um PC emissor e um PC recetor (neste caso, a entrega de toda a informação da página web do servidor para o cliente). Isso é uma funcionalidade dacamada de transporte.
  • 14. Exemplo de funcionamento do modelo OSI •Tanto o PC cliente como servidor possuem um endereço lógico (endereço IP neste caso). Isso é uma funcionalidade dacamada de rede.Adicionalmente os routers determinam qual o melhor caminho para que os pacotes possam fluir (encaminhamento) entre cliente e servidor web.
  • 15. Exemplo de funcionamento do modelo OSI •O endereço IP (endereço lógico) é então “traduzido” para o endereço físico (endereço MAC da placa de rede). Isto é a funcionalidade dacamadaLigação de dados.
  • 16. Exemplo de funcionamento do modelo OSI •Cabos de cobre, fibra ótica, placas de rede, hubse outros dispositivos, ajudam na ligação física entre o cliente e o servidor que acontece nacamada física. CAMADAS 7-Aplicação 6-Apresentação 5-Sessão 4-Transporte 3-Rede 2-Ligação de Dados 1-Física
  • 17. Equipamentos •Por fim é de referenciar as camadas onde operam os 3 equipamentos ativostradicionais de uma rede: •HUBfunciona a nível da camada 1 (camada física), •Switchna camada 2 (camada de dados). •Há switchscapazes de funcionar também na camada 3. •Routerna camada 3 (camada de rede).
  • 18. Camada 1 -Física •Define as características do meio físico de transmissão de rede. •Converte os bits provenientes da camada 2 -Ligação de dados, em sinais de tensão, corrente, ondas eletromagnéticas ou óticos. •É ainda responsável pela alteração dos sinais, com a finalidade de serem transportados pelo meio físico (entre emissor e recetor). •Os componentes que fazem parte desta camada são os cabos, fichas, repetidores e hubs.
  • 19. Camada 2 -Ligação de dados •Responsável pela ativação, desativação e manutenção de uma ligação de dados. •Procede à montagem dos pacotes de bits no formato apropriado à sua transmissão na rede; controla o acesso aos meios físicos de transmissãoe o fluxo dos pacotes entre os nós da rede; faz controlo de erros. SãoexemplosdealgunsprotocolosdestacamadaoPPPeoLAPB.
  • 20. Protocolo •Umprotocoloé um conjunto de regras e procedimentos a respeitar para emitir e receber dados numa rede.
  • 21. Camada 2 -Ligação de dados Estacamadaestá,porvezes,divididaem2subcamadas: AsubcamadaLLC(LogicalLinkControl):querealizaocontrolológicodaligaçãocomocontrolodeerrosefluxo; AsubcamadaMAC(MediaAccessControl):querealizaocontrolodeacessoaomeio.
  • 22. Protocolo PPP (Point-topointprotocol) •O PPP é um protocolo que se situa na camada 2 do modelo de referência OSI, estruturado em tramas, apropriado para funcionar sobre Modems, e outras camadas físicas. •Pode ser usado não só para ligações do tipo marcação em linhas telefónicas (Dial Up) mas também para ligação entreRouters em linhas dedicadas.
  • 23. Protocolo LAPB (X.25) Link Access Procedure, Balanced •Utilizado em ligações ponto-a-ponto entre sistema, terminal e nó da rede de comutação de pacotes.
  • 24. Camada 3 -Rede •Esta camada é responsável pela transferência da informação. •Opera basicamente com endereços de rede IP. •É responsável pelo encaminhamento dos pacotes através da rede (nos routers) e é completamente independente do meio de transmissão, garantindo a transmissão através de redes heterogéneas. •Os protocolos desta camada são o IP e IPX (troca de pacotes entre redes).
  • 25. Camada 4 -Transporte •Responsável pela transferência de informação extremo a extremo. •Separa as camadas responsáveis pelo meio físico (camada 1, 2 e 3) das que tratam da aplicação (camada 5, 6 e 7). •Eventualmente poderá também realizar controlo de erros (ligação fiável) e controlo de fluxo. •Dois protocolos usados nesta camada são o TCP e o UDP.
  • 26. Protocolo TCP É orientado à ligação (connectionoriented) pelo que diz-se ser um protocolo fiável -controlo de erros e ordenação (transferência de ficheiros, email). Protocolo UDP É um protocolo sem ligação (connectionless) pelo que se considera não fiável. Os pacotes podem chegar ou não ao destino, podem chegar desordenados ou duplicados sem que o emissor se aperceba (usado em aplicações Realtime).
  • 27. Camada 5 -Sessão •Responsável por sincronizar o diálogo entre o emissor e o recetor (modo simplex, half-duplex ou full- duplex)e pelo restabelecimento automático de ligações.
  • 28. Camada 6 -Apresentação •Responsável pela interação entre as camadas 5 - Sessão e 7 -Aplicação. Serve de conversor de (camada 5 7) ou para (camada 7 5)o formato universal.Ou seja, procede a conversões de formatos entre sistemas diferentes.
  • 29. Camada 7 -Aplicação •Camada final que fornece os mecanismos de comunicação de alto nível às aplicações. •Responsável pela interface entre o protocolo de comunicação e a aplicação utilizada pela rede. São exemplos dessas aplicações o correio eletrónico e a transferência de ficheiros.
  • 30. Em resumo… Na realidade, cada camada superiorfaz uso dos serviços da camada diretamente inferiore presta serviços à camada diretamente acima. Quando uma camada recebe dados (SDU –ServiceData Unit) da camada imediatamente acima, a existência de um protocolo obriga à adição de informação de controlo (PCI –ProtocolControlInformation). O resultado obtido (PDU –ProtocolData Unit) é enviado para a camada imediatamente abaixo. Em todas as camadas isto acontece até se atingir a primeira. Este processo de adicionar informação ao passar pelas diversas camadas chama-se encapsulamento. No lado do recetor, o processo é inverso (desencapsulamento). As camadas têm funções independentes mas garantem a entrega da informação à camada seguinte num formato que esta seja capaz de interpretar.
  • 31. Referências bibliográficas •Fernandes, M. (2010). Modelo OSI. Retirado através de http://www.slideshare.net/ariedam/cefmodelo- osi?from_search=12em 6/01/2014. •Sérgio, R. (2009). Redes de comunicação. Porto. Areal Editores