SlideShare uma empresa Scribd logo
Modelo OSI
       Alunas: Nalva Maria de Oliveira
                  Suení Maria da Silva
               Zilda Soares dos Santos
Surgimento:

Em 1980 com o objetivo de facilitar o processo de
padronização e obter entre máquinas de diferentes
fabricantes, a Organização Internacional de
Normalização – ISO – International Standards
Organization.
Definição do modelo (padrão para arquitetura do sistema
aberto) - O padrão criado para o modelo OSI define
exatamente o que cada camada deve fazer, mas não define
como isto será feito, ou seja, define os serviços que cada
camada deve prestar, mas não o protocolo que os realizará.
A arquitetura de uma rede é formada por camadas (ou
níveis), interfaces e protocolos. As camadas são processos,
implementados por hardware ou software, que se comunicam
com o processo correspondente na outra máquina. Cada
camada oferece um conjunto de serviços ao nível superior,
usando funções realizadas no próprio nível e serviços
disponíveis nos níveis inferiores.
Os protocolos são conjuntos de regras e formatos que
permitem a comunicação entre as camadas nas diferentes
máquinas. Em cada camada podem ser definidos um ou mais
protocolos. Já as interfaces representam o limite entre cada
nível adjacente onde uma camada compreende as
informações vindas de outra camada.
Camadas, interfaces e protocolos
O nível físico tem a função de transmitir uma
sequência de bits através de um canal de
comunicação. As funções típicas dos protocolos
deste nível são fazer com que um bit "1" transmitido
por uma estação seja entendido pelo receptor como
bit "1" e não como bit "0". Assim, este nível trabalha
basicamente com as características mecânicas e
elétricas do meio físico, como por exemplo:
•Número de volts que devem representar os níveis
lógicos "1" e "0";
•Velocidade máxima da transmissão;
•Transmissão simplex, half duplex ou full duplex;
•Número de pinos do conector e utilidade de cada
um;
•Diâmetro dos condutores.
O principal objetivo da camada de enlace é
receber/transmitir uma sequência de bits
do/para o nível físico e transformá-los em uma
linha que esteja livre de erros de transmissão,
a fim de que essa informação seja utilizada
pelo nível de rede.
O nível de enlace está dividido em dois subníveis:

Subnível superior - controle lógico do enlace (LLC -
Logical Link Control) - O protocolo LLC pode ser
usado sobre todos os protocolos IEEE do subnível
MAC, como por exemplo, o IEEE 802.3 (Ethernet),
IEEE 802.4 (Token Bus) e IEEE 802.5 (Token Ring).
Ele oculta as diferenças entre os protocolos do
subnível MAC. Usa-se o LLC quando é necessário
controle de fluxo ou comunicação confiável;

Subnível inferior – controle de acesso ao meio (MAC
- Medium Access Control) possui alguns protocolos
importantes, como o IEEE 802.3 (Ethernet), IEEE
802.4 (Token Bus) e IEEE 802.5 (Token Ring). O
protocolo de nível superior pode usar ou não o
subnível LLC, dependendo da confiabilidade esperada
para esse nível.
A camada de rede tem a função de controlar a
operação da rede de um modo geral. Suas
principais funções são o roteamento dos
pacotes entre fonte e destino, mesmo que
estes tenham que passar por diversos nós
intermediários durante o percurso, o controle
de congestionamento e a contabilização do
número de pacotes ou bytes utilizados pelo
usuário, para fins de tarifação.
A camada de transporte inclui funções
relacionadas com conexões entre a máquina
fonte e máquina destino, segmentando os
dados em unidades de tamanho apropriado
para utilização pelo nível de rede, seguindo ou
não as orientações do nível de sessão.
A função da camada de sessão é administrar e
sincronizar diálogos entre dois processos de
aplicação. Este nível oferece dois tipos principais
de diálogo: half duplex e full duplex.
A função da camada de apresentação é assegurar que
a informação seja transmitida de tal forma que possa
ser entendida e usada pelo receptor. Dessa forma,
este nível pode modificar a sintaxe da mensagem, mas
preservando sua semântica. Por exemplo, uma
aplicação pode gerar uma mensagem em ASCII
mesmo que a estação interlocutora utilize outra forma
de codificação (como EBCDIC). A tradução entre os
dois formatos é feita neste nível.
camada de aplicação é o nível que possui o maior número de
protocolos existentes, devido ao fato de estar mais perto do
usuário e os usuários possuírem necessidades diferentes.
Esta camada fornece ao usuário uma interface que permite
acesso a diversos serviços de aplicação, convertendo as
diferenças entre diferentes fabricantes para um denominador
comum. Por exemplo, em uma transferência de arquivos
entre máquinas de diferentes fabricantes pode haver
convenções de nomes diferentes (DOS tem uma limitação de
somente 8 caracteres para o nome de arquivo, UNIX não),
formas diferentes de representar as linhas, e assim por
diante.
A tabela seguinte resume as funções das diferentes
camadas do modelo OSI:



  CAMADA                                        FUNÇÃO

 APLICAÇÃO     Funções especializadas (transferência de arquivos, terminal virtual, e-mail)

 APRESENTAÇ
                       Formatação de dados e conversão de caracteres e códigos
  ÃO

  SESSÃO                Negociação e estabelecimento de conexão com outro nó


TRANSPORTE              Meios e métodos para a entrega de dados ponta-a-ponta


   REDE                 Roteamento de pacotes através de uma ou várias redes

   ENLACE         Detecção e correção de erros introduzidos pelo meio de transmissão

   FÍSICA                 Transmissão dos bits através do meio de transmissão
O objetivo do modelo OSI é fornecer uma base comum
que permita o desenvolvimento coordenado de padrões
para a interconexão de sistemas, onde o termo aberto
não se aplica a nenhuma tecnologia, implementação ou
interconexão particular de sistemas, mas sim à adoção
dos padrões para a troca de informações, padrões esses
que representam uma análise funcional de qualquer
processo de comunicação.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Modelo OSI - Camada 6
Modelo OSI - Camada 6Modelo OSI - Camada 6
Modelo OSI - Camada 6
Kiidz
 
Icc: primeiro trabalho do modelo OSI
Icc: primeiro trabalho do modelo OSIIcc: primeiro trabalho do modelo OSI
Icc: primeiro trabalho do modelo OSI
nogueirinha
 
Apostilaredes
ApostilaredesApostilaredes
Apostilaredes
Alexandre Unterstell
 
Modelo osi
Modelo osiModelo osi
Modelo osi
Karen Carvalho
 
Modelo osi
Modelo osiModelo osi
Modelo osi
Modelo osiModelo osi
Modelo osi
Ana Santos
 
ICC : modelo OSI
ICC : modelo OSIICC : modelo OSI
ICC : modelo OSI
nicosarapico
 
ICC:
ICC:ICC:
ICC:
vbassani
 
Camada OSI e TCP/IP Resumo
Camada OSI e TCP/IP ResumoCamada OSI e TCP/IP Resumo
Camada OSI e TCP/IP Resumo
Matheus Falcão
 
Pilha de protocolos
Pilha de protocolosPilha de protocolos
Modelo osi e seus serviços
Modelo osi e seus serviçosModelo osi e seus serviços
Modelo osi e seus serviços
Luciano Rodrigues da Silva
 
R&C 0201 07 1
R&C 0201 07 1R&C 0201 07 1
R&C 0201 07 1
guest6a825195
 
Camadas rede
Camadas redeCamadas rede
Camadas osi redes
Camadas osi   redesCamadas osi   redes
Camadas osi redes
Carlos Pereira
 
ICC: Modelo OSI Resumo
ICC: Modelo OSI ResumoICC: Modelo OSI Resumo
ICC: Modelo OSI Resumo
FrogFAT
 
Protocolos 2ªversão
Protocolos   2ªversãoProtocolos   2ªversão
Protocolos 2ªversão
Guimaraess
 
Modelo ISO/OSI
Modelo ISO/OSIModelo ISO/OSI
Modelo ISO/OSI
Nilson Mori
 
Fundamentos_camadas_modelo_osi
Fundamentos_camadas_modelo_osiFundamentos_camadas_modelo_osi
Fundamentos_camadas_modelo_osi
Mario Alex
 

Mais procurados (18)

Modelo OSI - Camada 6
Modelo OSI - Camada 6Modelo OSI - Camada 6
Modelo OSI - Camada 6
 
Icc: primeiro trabalho do modelo OSI
Icc: primeiro trabalho do modelo OSIIcc: primeiro trabalho do modelo OSI
Icc: primeiro trabalho do modelo OSI
 
Apostilaredes
ApostilaredesApostilaredes
Apostilaredes
 
Modelo osi
Modelo osiModelo osi
Modelo osi
 
Modelo osi
Modelo osiModelo osi
Modelo osi
 
Modelo osi
Modelo osiModelo osi
Modelo osi
 
ICC : modelo OSI
ICC : modelo OSIICC : modelo OSI
ICC : modelo OSI
 
ICC:
ICC:ICC:
ICC:
 
Camada OSI e TCP/IP Resumo
Camada OSI e TCP/IP ResumoCamada OSI e TCP/IP Resumo
Camada OSI e TCP/IP Resumo
 
Pilha de protocolos
Pilha de protocolosPilha de protocolos
Pilha de protocolos
 
Modelo osi e seus serviços
Modelo osi e seus serviçosModelo osi e seus serviços
Modelo osi e seus serviços
 
R&C 0201 07 1
R&C 0201 07 1R&C 0201 07 1
R&C 0201 07 1
 
Camadas rede
Camadas redeCamadas rede
Camadas rede
 
Camadas osi redes
Camadas osi   redesCamadas osi   redes
Camadas osi redes
 
ICC: Modelo OSI Resumo
ICC: Modelo OSI ResumoICC: Modelo OSI Resumo
ICC: Modelo OSI Resumo
 
Protocolos 2ªversão
Protocolos   2ªversãoProtocolos   2ªversão
Protocolos 2ªversão
 
Modelo ISO/OSI
Modelo ISO/OSIModelo ISO/OSI
Modelo ISO/OSI
 
Fundamentos_camadas_modelo_osi
Fundamentos_camadas_modelo_osiFundamentos_camadas_modelo_osi
Fundamentos_camadas_modelo_osi
 

Destaque

Comissão da Verdade de PE revela documento sobre a prisão de Fernando Santa C...
Comissão da Verdade de PE revela documento sobre a prisão de Fernando Santa C...Comissão da Verdade de PE revela documento sobre a prisão de Fernando Santa C...
Comissão da Verdade de PE revela documento sobre a prisão de Fernando Santa C...
comissaodomhelder
 
Web rtc
Web rtcWeb rtc
Ação humana
Ação humanaAção humana
Ação humana
lourdesduranaessmo
 
Noticia 1
Noticia 1Noticia 1
Noticia 1
ingridarelireyes
 
Tristeza Que Me DestróI
Tristeza Que Me DestróITristeza Que Me DestróI
Tristeza Que Me DestróI
Mrv Rodrigo
 
Vargas tania analisis
Vargas tania analisisVargas tania analisis
Vargas tania analisis
Thanya Flakita
 
Coloea o equipo que máis che gusta
Coloea o equipo que máis che gustaColoea o equipo que máis che gusta
Coloea o equipo que máis che gusta
nurimja
 
Criatividade - fotos
Criatividade - fotosCriatividade - fotos
Criatividade - fotos
Serginho Sucesso
 
CAIXA - Ativação ATM no Carnaval
CAIXA - Ativação ATM no CarnavalCAIXA - Ativação ATM no Carnaval
CAIXA - Ativação ATM no Carnaval
FLAP Live Marketing
 
Cp2 distribution my welcome box
Cp2 distribution my welcome boxCp2 distribution my welcome box
Cp2 distribution my welcome box
bnde
 
Noticia 4
Noticia 4Noticia 4
Noticia 4
ingridarelireyes
 
Ier Congreso Panamericano de Interdisciplina
Ier Congreso Panamericano de InterdisciplinaIer Congreso Panamericano de Interdisciplina
Ier Congreso Panamericano de Interdisciplina
Dr. Roberto Kertész
 
403FS2013 Xi
403FS2013 Xi403FS2013 Xi
403FS2013 Xi
xlfdllengl403
 
Universidad popular del cesar
Universidad popular del cesarUniversidad popular del cesar
Universidad popular del cesar
Gisela Quintna
 
Dia Internacional da Mulher
Dia Internacional da MulherDia Internacional da Mulher
Dia Internacional da Mulher
nuno.jose.duarte
 
Histoires De Chiens
Histoires De ChiensHistoires De Chiens
Histoires De Chiens
tilapin
 
Trabajo práctico número 12
Trabajo práctico número 12Trabajo práctico número 12
Trabajo práctico número 12
paulapilipczuk
 
Seminario de titulación; Maestría en Docencia de las Ciencias
Seminario de titulación; Maestría en Docencia de las Ciencias Seminario de titulación; Maestría en Docencia de las Ciencias
Seminario de titulación; Maestría en Docencia de las Ciencias
UNAM, ENP, [HMS]
 
Que es bueno para bajar de peso rapido
Que es bueno para bajar de peso rapidoQue es bueno para bajar de peso rapido
Que es bueno para bajar de peso rapido
Beatriz Oubiña San Jose
 

Destaque (20)

Comissão da Verdade de PE revela documento sobre a prisão de Fernando Santa C...
Comissão da Verdade de PE revela documento sobre a prisão de Fernando Santa C...Comissão da Verdade de PE revela documento sobre a prisão de Fernando Santa C...
Comissão da Verdade de PE revela documento sobre a prisão de Fernando Santa C...
 
Web rtc
Web rtcWeb rtc
Web rtc
 
Ação humana
Ação humanaAção humana
Ação humana
 
Noticia 1
Noticia 1Noticia 1
Noticia 1
 
Tristeza Que Me DestróI
Tristeza Que Me DestróITristeza Que Me DestróI
Tristeza Que Me DestróI
 
Vargas tania analisis
Vargas tania analisisVargas tania analisis
Vargas tania analisis
 
Coloea o equipo que máis che gusta
Coloea o equipo que máis che gustaColoea o equipo que máis che gusta
Coloea o equipo que máis che gusta
 
Criatividade - fotos
Criatividade - fotosCriatividade - fotos
Criatividade - fotos
 
CAIXA - Ativação ATM no Carnaval
CAIXA - Ativação ATM no CarnavalCAIXA - Ativação ATM no Carnaval
CAIXA - Ativação ATM no Carnaval
 
Cp2 distribution my welcome box
Cp2 distribution my welcome boxCp2 distribution my welcome box
Cp2 distribution my welcome box
 
Noticia 4
Noticia 4Noticia 4
Noticia 4
 
Ier Congreso Panamericano de Interdisciplina
Ier Congreso Panamericano de InterdisciplinaIer Congreso Panamericano de Interdisciplina
Ier Congreso Panamericano de Interdisciplina
 
403FS2013 Xi
403FS2013 Xi403FS2013 Xi
403FS2013 Xi
 
Universidad popular del cesar
Universidad popular del cesarUniversidad popular del cesar
Universidad popular del cesar
 
Dia Internacional da Mulher
Dia Internacional da MulherDia Internacional da Mulher
Dia Internacional da Mulher
 
Diapo kelonia
Diapo keloniaDiapo kelonia
Diapo kelonia
 
Histoires De Chiens
Histoires De ChiensHistoires De Chiens
Histoires De Chiens
 
Trabajo práctico número 12
Trabajo práctico número 12Trabajo práctico número 12
Trabajo práctico número 12
 
Seminario de titulación; Maestría en Docencia de las Ciencias
Seminario de titulación; Maestría en Docencia de las Ciencias Seminario de titulación; Maestría en Docencia de las Ciencias
Seminario de titulación; Maestría en Docencia de las Ciencias
 
Que es bueno para bajar de peso rapido
Que es bueno para bajar de peso rapidoQue es bueno para bajar de peso rapido
Que es bueno para bajar de peso rapido
 

Semelhante a Sistema osi

Modelo de Referência OSI
Modelo de Referência OSIModelo de Referência OSI
Modelo de Referência OSI
Alberto Felipe Friderichs Barros
 
Modelos TCP/IP e OSI para CCNA
Modelos TCP/IP e OSI para CCNAModelos TCP/IP e OSI para CCNA
Modelos TCP/IP e OSI para CCNA
wolkartt_18
 
Capítulo 3 funcionalidades e protocolos da camada de aplicação
Capítulo 3   funcionalidades e protocolos da camada de aplicaçãoCapítulo 3   funcionalidades e protocolos da camada de aplicação
Capítulo 3 funcionalidades e protocolos da camada de aplicação
Simba Samuel
 
Protocolos OSI/TCP-IP
Protocolos OSI/TCP-IPProtocolos OSI/TCP-IP
Protocolos OSI/TCP-IP
Guimaraess
 
Ccna exploration fundamentos de rede - 3 funcionalidade e protocolos da cam...
Ccna exploration   fundamentos de rede - 3 funcionalidade e protocolos da cam...Ccna exploration   fundamentos de rede - 3 funcionalidade e protocolos da cam...
Ccna exploration fundamentos de rede - 3 funcionalidade e protocolos da cam...
veruzkavaz
 
Ccna exploration fundamentos de rede - 3 funcionalidade e protocolos da cam...
Ccna exploration   fundamentos de rede - 3 funcionalidade e protocolos da cam...Ccna exploration   fundamentos de rede - 3 funcionalidade e protocolos da cam...
Ccna exploration fundamentos de rede - 3 funcionalidade e protocolos da cam...
veruzkavaz
 
Protocolos
ProtocolosProtocolos
Protocolos
redesinforma
 
S2 B 2007 Infra Aula 01 V1.00
S2 B 2007   Infra   Aula 01 V1.00S2 B 2007   Infra   Aula 01 V1.00
S2 B 2007 Infra Aula 01 V1.00
doctorweb
 
O que é um protocolo de rede
O que é um protocolo de redeO que é um protocolo de rede
O que é um protocolo de rede
Alessandro Fazenda
 
Sistema Computacao Revisao 1
Sistema Computacao Revisao 1Sistema Computacao Revisao 1
Sistema Computacao Revisao 1
Duílio Andrade
 
Protocolos
ProtocolosProtocolos
Protocolos
redesinforma
 
Camadasrede
CamadasredeCamadasrede
Camadasrede
Elisabete Pantoja
 
26 funcao das_camadas_do_modelo_osi
26 funcao das_camadas_do_modelo_osi26 funcao das_camadas_do_modelo_osi
26 funcao das_camadas_do_modelo_osi
Jobert Abrahão
 
Modelo osi
Modelo osiModelo osi
Modelo osi
Carlosvunge Vunge
 
Aulas frc 04
Aulas frc  04Aulas frc  04
Introdução a Redes de Computadores
Introdução a Redes de ComputadoresIntrodução a Redes de Computadores
Introdução a Redes de Computadores
Marcio Paciello Paruolo
 
2ª Unidade Modelo OSI
2ª Unidade Modelo OSI2ª Unidade Modelo OSI
2ª Unidade Modelo OSI
Cleiton Cunha
 
Referencia de redes.pdf
Referencia de redes.pdfReferencia de redes.pdf
Referencia de redes.pdf
ProfTelmaLcia
 
Downloads telecom com_dados_exercicios_exercicio_parte 1 geral
Downloads telecom com_dados_exercicios_exercicio_parte 1 geralDownloads telecom com_dados_exercicios_exercicio_parte 1 geral
Downloads telecom com_dados_exercicios_exercicio_parte 1 geral
Ronaldo Souza
 
Exercicio parte1
Exercicio parte1Exercicio parte1
Exercicio parte1
redesinforma
 

Semelhante a Sistema osi (20)

Modelo de Referência OSI
Modelo de Referência OSIModelo de Referência OSI
Modelo de Referência OSI
 
Modelos TCP/IP e OSI para CCNA
Modelos TCP/IP e OSI para CCNAModelos TCP/IP e OSI para CCNA
Modelos TCP/IP e OSI para CCNA
 
Capítulo 3 funcionalidades e protocolos da camada de aplicação
Capítulo 3   funcionalidades e protocolos da camada de aplicaçãoCapítulo 3   funcionalidades e protocolos da camada de aplicação
Capítulo 3 funcionalidades e protocolos da camada de aplicação
 
Protocolos OSI/TCP-IP
Protocolos OSI/TCP-IPProtocolos OSI/TCP-IP
Protocolos OSI/TCP-IP
 
Ccna exploration fundamentos de rede - 3 funcionalidade e protocolos da cam...
Ccna exploration   fundamentos de rede - 3 funcionalidade e protocolos da cam...Ccna exploration   fundamentos de rede - 3 funcionalidade e protocolos da cam...
Ccna exploration fundamentos de rede - 3 funcionalidade e protocolos da cam...
 
Ccna exploration fundamentos de rede - 3 funcionalidade e protocolos da cam...
Ccna exploration   fundamentos de rede - 3 funcionalidade e protocolos da cam...Ccna exploration   fundamentos de rede - 3 funcionalidade e protocolos da cam...
Ccna exploration fundamentos de rede - 3 funcionalidade e protocolos da cam...
 
Protocolos
ProtocolosProtocolos
Protocolos
 
S2 B 2007 Infra Aula 01 V1.00
S2 B 2007   Infra   Aula 01 V1.00S2 B 2007   Infra   Aula 01 V1.00
S2 B 2007 Infra Aula 01 V1.00
 
O que é um protocolo de rede
O que é um protocolo de redeO que é um protocolo de rede
O que é um protocolo de rede
 
Sistema Computacao Revisao 1
Sistema Computacao Revisao 1Sistema Computacao Revisao 1
Sistema Computacao Revisao 1
 
Protocolos
ProtocolosProtocolos
Protocolos
 
Camadasrede
CamadasredeCamadasrede
Camadasrede
 
26 funcao das_camadas_do_modelo_osi
26 funcao das_camadas_do_modelo_osi26 funcao das_camadas_do_modelo_osi
26 funcao das_camadas_do_modelo_osi
 
Modelo osi
Modelo osiModelo osi
Modelo osi
 
Aulas frc 04
Aulas frc  04Aulas frc  04
Aulas frc 04
 
Introdução a Redes de Computadores
Introdução a Redes de ComputadoresIntrodução a Redes de Computadores
Introdução a Redes de Computadores
 
2ª Unidade Modelo OSI
2ª Unidade Modelo OSI2ª Unidade Modelo OSI
2ª Unidade Modelo OSI
 
Referencia de redes.pdf
Referencia de redes.pdfReferencia de redes.pdf
Referencia de redes.pdf
 
Downloads telecom com_dados_exercicios_exercicio_parte 1 geral
Downloads telecom com_dados_exercicios_exercicio_parte 1 geralDownloads telecom com_dados_exercicios_exercicio_parte 1 geral
Downloads telecom com_dados_exercicios_exercicio_parte 1 geral
 
Exercicio parte1
Exercicio parte1Exercicio parte1
Exercicio parte1
 

Sistema osi

  • 1. Modelo OSI Alunas: Nalva Maria de Oliveira Suení Maria da Silva Zilda Soares dos Santos
  • 2. Surgimento: Em 1980 com o objetivo de facilitar o processo de padronização e obter entre máquinas de diferentes fabricantes, a Organização Internacional de Normalização – ISO – International Standards Organization.
  • 3. Definição do modelo (padrão para arquitetura do sistema aberto) - O padrão criado para o modelo OSI define exatamente o que cada camada deve fazer, mas não define como isto será feito, ou seja, define os serviços que cada camada deve prestar, mas não o protocolo que os realizará.
  • 4. A arquitetura de uma rede é formada por camadas (ou níveis), interfaces e protocolos. As camadas são processos, implementados por hardware ou software, que se comunicam com o processo correspondente na outra máquina. Cada camada oferece um conjunto de serviços ao nível superior, usando funções realizadas no próprio nível e serviços disponíveis nos níveis inferiores.
  • 5. Os protocolos são conjuntos de regras e formatos que permitem a comunicação entre as camadas nas diferentes máquinas. Em cada camada podem ser definidos um ou mais protocolos. Já as interfaces representam o limite entre cada nível adjacente onde uma camada compreende as informações vindas de outra camada.
  • 7. O nível físico tem a função de transmitir uma sequência de bits através de um canal de comunicação. As funções típicas dos protocolos deste nível são fazer com que um bit "1" transmitido por uma estação seja entendido pelo receptor como bit "1" e não como bit "0". Assim, este nível trabalha basicamente com as características mecânicas e elétricas do meio físico, como por exemplo: •Número de volts que devem representar os níveis lógicos "1" e "0"; •Velocidade máxima da transmissão; •Transmissão simplex, half duplex ou full duplex; •Número de pinos do conector e utilidade de cada um; •Diâmetro dos condutores.
  • 8. O principal objetivo da camada de enlace é receber/transmitir uma sequência de bits do/para o nível físico e transformá-los em uma linha que esteja livre de erros de transmissão, a fim de que essa informação seja utilizada pelo nível de rede.
  • 9. O nível de enlace está dividido em dois subníveis: Subnível superior - controle lógico do enlace (LLC - Logical Link Control) - O protocolo LLC pode ser usado sobre todos os protocolos IEEE do subnível MAC, como por exemplo, o IEEE 802.3 (Ethernet), IEEE 802.4 (Token Bus) e IEEE 802.5 (Token Ring). Ele oculta as diferenças entre os protocolos do subnível MAC. Usa-se o LLC quando é necessário controle de fluxo ou comunicação confiável; Subnível inferior – controle de acesso ao meio (MAC - Medium Access Control) possui alguns protocolos importantes, como o IEEE 802.3 (Ethernet), IEEE 802.4 (Token Bus) e IEEE 802.5 (Token Ring). O protocolo de nível superior pode usar ou não o subnível LLC, dependendo da confiabilidade esperada para esse nível.
  • 10. A camada de rede tem a função de controlar a operação da rede de um modo geral. Suas principais funções são o roteamento dos pacotes entre fonte e destino, mesmo que estes tenham que passar por diversos nós intermediários durante o percurso, o controle de congestionamento e a contabilização do número de pacotes ou bytes utilizados pelo usuário, para fins de tarifação.
  • 11. A camada de transporte inclui funções relacionadas com conexões entre a máquina fonte e máquina destino, segmentando os dados em unidades de tamanho apropriado para utilização pelo nível de rede, seguindo ou não as orientações do nível de sessão.
  • 12. A função da camada de sessão é administrar e sincronizar diálogos entre dois processos de aplicação. Este nível oferece dois tipos principais de diálogo: half duplex e full duplex.
  • 13. A função da camada de apresentação é assegurar que a informação seja transmitida de tal forma que possa ser entendida e usada pelo receptor. Dessa forma, este nível pode modificar a sintaxe da mensagem, mas preservando sua semântica. Por exemplo, uma aplicação pode gerar uma mensagem em ASCII mesmo que a estação interlocutora utilize outra forma de codificação (como EBCDIC). A tradução entre os dois formatos é feita neste nível.
  • 14. camada de aplicação é o nível que possui o maior número de protocolos existentes, devido ao fato de estar mais perto do usuário e os usuários possuírem necessidades diferentes. Esta camada fornece ao usuário uma interface que permite acesso a diversos serviços de aplicação, convertendo as diferenças entre diferentes fabricantes para um denominador comum. Por exemplo, em uma transferência de arquivos entre máquinas de diferentes fabricantes pode haver convenções de nomes diferentes (DOS tem uma limitação de somente 8 caracteres para o nome de arquivo, UNIX não), formas diferentes de representar as linhas, e assim por diante.
  • 15. A tabela seguinte resume as funções das diferentes camadas do modelo OSI: CAMADA FUNÇÃO APLICAÇÃO Funções especializadas (transferência de arquivos, terminal virtual, e-mail) APRESENTAÇ Formatação de dados e conversão de caracteres e códigos ÃO SESSÃO Negociação e estabelecimento de conexão com outro nó TRANSPORTE Meios e métodos para a entrega de dados ponta-a-ponta REDE Roteamento de pacotes através de uma ou várias redes ENLACE Detecção e correção de erros introduzidos pelo meio de transmissão FÍSICA Transmissão dos bits através do meio de transmissão
  • 16. O objetivo do modelo OSI é fornecer uma base comum que permita o desenvolvimento coordenado de padrões para a interconexão de sistemas, onde o termo aberto não se aplica a nenhuma tecnologia, implementação ou interconexão particular de sistemas, mas sim à adoção dos padrões para a troca de informações, padrões esses que representam uma análise funcional de qualquer processo de comunicação.