SlideShare uma empresa Scribd logo
1 . (UFC – 2005) Gregor Mendel, considerado o pai ou fundador da genética clássica, realizou
experimentos com plantas produtoras de ervilhas. Para demonstrar suas hipóteses, Mendel usou este tipo
de vegetal porque:
A) o androceu e o gineceu estão presentes numa mesma flor, o que facilita a ocorrência da
autofecundação.
B) a semente apresenta apenas dois cotilédones, que absorvem as reservas alimentares para a nutrição do
embrião e o desenvolvimento das ervilhas.
C) as características anatômicas das suas flores facilitam a fecundação cruzada e assim possibilitam a
observação das características genéticas puras.
D) os grãos de pólen são transferidos para o estigma de um mesmo estróbilo, já que as folhas modificadas
situam-se muito próximas umas das outras.
E) o número de descendentes por geração é pequeno e as gerações são longas, o que facilita a observação
das características da flor e da semente.
2 (UFC – 2002) Numere a segunda coluna de acordo com a primeira, associando os conceitos aos
respectivos termos.
I – Genoma II – Crossing over III – Fenótipo IV – Alelo V – Gene
( ) troca de fragmentos de cromossomos homólogos na primeira divisão da meiose.
( ) conjunto de genes organizados nos cromossomos.
( ) segmento do DNA capaz de transcrever uma molécula de RNA.
( ) atuam sobre a mesma característica, mas não são obrigatoriamente iguais.
( ) conjunto de características detectáveis de um indivíduo.
A seqüência correta é:
A) II, I, V, IV e III
B) III, II, I, V e IV
C) II, I, III, V e IV
D) IV, II, I, III e V
E) I, II, V, IV e III
3. (UFC – 96.2) Os termos abaixo fazem parte da nomenclatura genética básica. Assinale as alternativas
que trazem o significado correto de cada um desses termos:
1. Gene é sinônimo de molécula de DNA.
2 . Genótipo é a constituição genética de um indivíduo.
4. Dominante é um dos membros de um par de alelos que se manifesta inibindo a expressão do outro.
8. Fenótipo é a expressão do gene em determinado ambiente.
16 . Genoma é o conjunto de todos os alelos de um indivíduo.
4. (UFC – 94.2) Assinale a(s) alternativa(s) que melhor explica(m) a razão para qual Gregório Mendel é
considerado um homem à frente do seu tempo:
1. Mendel fez trabalho sobre reprodução sexual de ervilhas.
2.Mendel foi o pai da Genética moderna.
4 .Mendel foi um cientista famoso do século XIX.
8. O mérito de seu trabalho, publicado em 1866 só foi reconhecido 16 anos após sua morte (1900),
quando um biólogo holandês reproduziu o mesmo trabalho.
16. Sem conhecer nada sobre cromossomos ou genes, Mendel foi capaz de interpretar seus resultados e, a
partir deles, criou as leis da Genética, que são válidas até hoje.
5)Se num cruzamento teste encontramos a proporção fenotípica 1:1, isto é 50% da progênie com
fenótipo dominante e 50% com fenótipo recessivo, podemos concluir corretamente que:
A) o genótipo do indivíduo testado era homozigoto;
B) o genótipo do indivíduo testado era heterozigoto;
C) ambos os genótipos dos indivíduos cruzados eram homozigotos;
D) ambos os genótipos dos indivíduos cruzados eram heterozigotos.
E) NDA

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lista exercícios evolução e origem da vida
Lista exercícios evolução e origem da vidaLista exercícios evolução e origem da vida
Lista exercícios evolução e origem da vida
César Milani
 
Exercicios cadeia-alimentar-2
Exercicios cadeia-alimentar-2Exercicios cadeia-alimentar-2
Exercicios cadeia-alimentar-2
Atividades Diversas Cláudia
 
Seres vivos - células
Seres vivos - células Seres vivos - células
Seres vivos - células
Mary Alvarenga
 
Avaliação mensal de biologia
Avaliação mensal de biologiaAvaliação mensal de biologia
Avaliação mensal de biologia
Atividades Diversas Cláudia
 
Lista de exercícios Tipos de reprodução
Lista de exercícios Tipos de reproduçãoLista de exercícios Tipos de reprodução
Lista de exercícios Tipos de reprodução
Andrea Barreto
 
7º ano ciências plantas
7º ano ciências plantas7º ano ciências plantas
7º ano ciências plantas
Carlos Magno Braga
 
Ficha estudo heredograma - exercícios
Ficha estudo   heredograma - exercíciosFicha estudo   heredograma - exercícios
Ficha estudo heredograma - exercícios
Paulo Coqueiro
 
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...
GoisBemnoEnem
 
Exercícios de química - 9º ano
Exercícios de química - 9º anoExercícios de química - 9º ano
Exercícios de química - 9º ano
V
 
8ano exercicio doencas_sexualmente_transmissiveis
8ano exercicio doencas_sexualmente_transmissiveis8ano exercicio doencas_sexualmente_transmissiveis
8ano exercicio doencas_sexualmente_transmissiveis
Nathalia Pietrani
 
96513559 7-ano-bacterias-protistas-fungos-virus-com-gabarito cópia
96513559 7-ano-bacterias-protistas-fungos-virus-com-gabarito cópia96513559 7-ano-bacterias-protistas-fungos-virus-com-gabarito cópia
96513559 7-ano-bacterias-protistas-fungos-virus-com-gabarito cópia
cristiana Leal
 
Caça briófitas e pteridófitas
Caça briófitas e pteridófitasCaça briófitas e pteridófitas
Caça briófitas e pteridófitas
Elenilda Ramos
 
Exercícios iniciais
Exercícios   iniciaisExercícios   iniciais
Exercícios iniciais
EdivandaGambin
 
Exercícios de genética – sistema abo e 2ª lei de mendel
Exercícios de genética – sistema abo e 2ª lei de mendelExercícios de genética – sistema abo e 2ª lei de mendel
Exercícios de genética – sistema abo e 2ª lei de mendel
Hindria Guimarães
 
Taxonomia - Estudo Dirigido
Taxonomia - Estudo DirigidoTaxonomia - Estudo Dirigido
Taxonomia - Estudo Dirigido
Andrea Barreto
 
Prova 7º ano - 4º bimestre - 2010 - SME
Prova 7º ano - 4º bimestre - 2010 - SMEProva 7º ano - 4º bimestre - 2010 - SME
Prova 7º ano - 4º bimestre - 2010 - SME
Leonardo Kaplan
 
Exercicios FUNGOS 7º ano
Exercicios FUNGOS  7º anoExercicios FUNGOS  7º ano
Exercicios FUNGOS 7º ano
Patrícia Costa Grigório
 
Aval 7 ano(artrop_vertebr)
Aval 7 ano(artrop_vertebr)Aval 7 ano(artrop_vertebr)
Aval 7 ano(artrop_vertebr)
Ercio Novaes
 
Tabela periódica 9º ano
Tabela periódica 9º anoTabela periódica 9º ano
Tabela periódica 9º ano
Carlos Magno Braga
 
Exercícios de Hereditariedade e Genética
Exercícios de Hereditariedade e GenéticaExercícios de Hereditariedade e Genética
Exercícios de Hereditariedade e Genética
Luis Silva
 

Mais procurados (20)

Lista exercícios evolução e origem da vida
Lista exercícios evolução e origem da vidaLista exercícios evolução e origem da vida
Lista exercícios evolução e origem da vida
 
Exercicios cadeia-alimentar-2
Exercicios cadeia-alimentar-2Exercicios cadeia-alimentar-2
Exercicios cadeia-alimentar-2
 
Seres vivos - células
Seres vivos - células Seres vivos - células
Seres vivos - células
 
Avaliação mensal de biologia
Avaliação mensal de biologiaAvaliação mensal de biologia
Avaliação mensal de biologia
 
Lista de exercícios Tipos de reprodução
Lista de exercícios Tipos de reproduçãoLista de exercícios Tipos de reprodução
Lista de exercícios Tipos de reprodução
 
7º ano ciências plantas
7º ano ciências plantas7º ano ciências plantas
7º ano ciências plantas
 
Ficha estudo heredograma - exercícios
Ficha estudo   heredograma - exercíciosFicha estudo   heredograma - exercícios
Ficha estudo heredograma - exercícios
 
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...
 
Exercícios de química - 9º ano
Exercícios de química - 9º anoExercícios de química - 9º ano
Exercícios de química - 9º ano
 
8ano exercicio doencas_sexualmente_transmissiveis
8ano exercicio doencas_sexualmente_transmissiveis8ano exercicio doencas_sexualmente_transmissiveis
8ano exercicio doencas_sexualmente_transmissiveis
 
96513559 7-ano-bacterias-protistas-fungos-virus-com-gabarito cópia
96513559 7-ano-bacterias-protistas-fungos-virus-com-gabarito cópia96513559 7-ano-bacterias-protistas-fungos-virus-com-gabarito cópia
96513559 7-ano-bacterias-protistas-fungos-virus-com-gabarito cópia
 
Caça briófitas e pteridófitas
Caça briófitas e pteridófitasCaça briófitas e pteridófitas
Caça briófitas e pteridófitas
 
Exercícios iniciais
Exercícios   iniciaisExercícios   iniciais
Exercícios iniciais
 
Exercícios de genética – sistema abo e 2ª lei de mendel
Exercícios de genética – sistema abo e 2ª lei de mendelExercícios de genética – sistema abo e 2ª lei de mendel
Exercícios de genética – sistema abo e 2ª lei de mendel
 
Taxonomia - Estudo Dirigido
Taxonomia - Estudo DirigidoTaxonomia - Estudo Dirigido
Taxonomia - Estudo Dirigido
 
Prova 7º ano - 4º bimestre - 2010 - SME
Prova 7º ano - 4º bimestre - 2010 - SMEProva 7º ano - 4º bimestre - 2010 - SME
Prova 7º ano - 4º bimestre - 2010 - SME
 
Exercicios FUNGOS 7º ano
Exercicios FUNGOS  7º anoExercicios FUNGOS  7º ano
Exercicios FUNGOS 7º ano
 
Aval 7 ano(artrop_vertebr)
Aval 7 ano(artrop_vertebr)Aval 7 ano(artrop_vertebr)
Aval 7 ano(artrop_vertebr)
 
Tabela periódica 9º ano
Tabela periódica 9º anoTabela periódica 9º ano
Tabela periódica 9º ano
 
Exercícios de Hereditariedade e Genética
Exercícios de Hereditariedade e GenéticaExercícios de Hereditariedade e Genética
Exercícios de Hereditariedade e Genética
 

Destaque

Exercícios mendel
Exercícios mendelExercícios mendel
Exercícios mendel
Joselito Oliveira Neto
 
Exercicios biologia pteridófitas
Exercicios biologia pteridófitasExercicios biologia pteridófitas
Exercicios biologia pteridófitas
Grupo UNIASSELVI
 
Biomoleculas 110606093214-phpapp01
Biomoleculas 110606093214-phpapp01Biomoleculas 110606093214-phpapp01
Biomoleculas 110606093214-phpapp01
Karla Lelis
 
Cordados
CordadosCordados
Mat numeros inteiros slides
Mat numeros inteiros slidesMat numeros inteiros slides
Mat numeros inteiros slides
trigono_metria
 
EXERCÍCIOS - REPRODUÇÃO VEGETAL
EXERCÍCIOS - REPRODUÇÃO VEGETALEXERCÍCIOS - REPRODUÇÃO VEGETAL
EXERCÍCIOS - REPRODUÇÃO VEGETAL
Alexandre Pusaudse
 
Números inteiros relativos multiplicação e divisão
Números inteiros relativos multiplicação e divisãoNúmeros inteiros relativos multiplicação e divisão
Números inteiros relativos multiplicação e divisão
PatriciaLavos
 
Lista maio 2012 respondida - vários assuntos de genética.
Lista maio 2012 respondida - vários assuntos de genética.Lista maio 2012 respondida - vários assuntos de genética.
Lista maio 2012 respondida - vários assuntos de genética.
Ionara Urrutia Moura
 
Exercicios resolvidos Biologia Geral e Genética
Exercicios resolvidos Biologia Geral e GenéticaExercicios resolvidos Biologia Geral e Genética
Exercicios resolvidos Biologia Geral e Genética
Iranildo Ribeiro
 
Multiplicação e divisão de números inteiros
Multiplicação e divisão de números inteirosMultiplicação e divisão de números inteiros
Multiplicação e divisão de números inteiros
marina_cordova
 
Adição e subtração de números inteiros
Adição e subtração de números inteirosAdição e subtração de números inteiros
Adição e subtração de números inteiros
marina_cordova
 
Exercícios resolvidos
Exercícios resolvidosExercícios resolvidos
Exercícios resolvidos
Egas Armando
 
Multiplicação e divisão de inteiros
Multiplicação e divisão  de inteirosMultiplicação e divisão  de inteiros
Multiplicação e divisão de inteiros
Professora Andréia
 
Multiplicação e divisão de inteiros
Multiplicação e divisão de inteirosMultiplicação e divisão de inteiros
Multiplicação e divisão de inteiros
Professora Andréia
 
Lista 2 exercicios_genetica_ com resposta
Lista  2 exercicios_genetica_ com respostaLista  2 exercicios_genetica_ com resposta
Lista 2 exercicios_genetica_ com resposta
Ionara Urrutia Moura
 
Genética introdução
Genética introduçãoGenética introdução
Genética introdução
Dalu Barreto
 
I lista de exercícios de matemática 7ano - gabarito
I lista de exercícios de matemática   7ano - gabaritoI lista de exercícios de matemática   7ano - gabarito
I lista de exercícios de matemática 7ano - gabarito
jonihson
 
Recuperação lista exercicios 7º ano 1º bimestre
Recuperação lista exercicios 7º ano 1º bimestreRecuperação lista exercicios 7º ano 1º bimestre
Recuperação lista exercicios 7º ano 1º bimestre
Rafael Marques
 
Números inteiros diversos exercícios 2 2014 gabarito
Números inteiros   diversos exercícios 2 2014 gabaritoNúmeros inteiros   diversos exercícios 2 2014 gabarito
Números inteiros diversos exercícios 2 2014 gabarito
CIEP 456 - E.M. Milcah de Sousa
 
Lista exercicios 7º ano 1º bimestre
Lista exercicios 7º ano 1º bimestreLista exercicios 7º ano 1º bimestre
Lista exercicios 7º ano 1º bimestre
Rafael Marques
 

Destaque (20)

Exercícios mendel
Exercícios mendelExercícios mendel
Exercícios mendel
 
Exercicios biologia pteridófitas
Exercicios biologia pteridófitasExercicios biologia pteridófitas
Exercicios biologia pteridófitas
 
Biomoleculas 110606093214-phpapp01
Biomoleculas 110606093214-phpapp01Biomoleculas 110606093214-phpapp01
Biomoleculas 110606093214-phpapp01
 
Cordados
CordadosCordados
Cordados
 
Mat numeros inteiros slides
Mat numeros inteiros slidesMat numeros inteiros slides
Mat numeros inteiros slides
 
EXERCÍCIOS - REPRODUÇÃO VEGETAL
EXERCÍCIOS - REPRODUÇÃO VEGETALEXERCÍCIOS - REPRODUÇÃO VEGETAL
EXERCÍCIOS - REPRODUÇÃO VEGETAL
 
Números inteiros relativos multiplicação e divisão
Números inteiros relativos multiplicação e divisãoNúmeros inteiros relativos multiplicação e divisão
Números inteiros relativos multiplicação e divisão
 
Lista maio 2012 respondida - vários assuntos de genética.
Lista maio 2012 respondida - vários assuntos de genética.Lista maio 2012 respondida - vários assuntos de genética.
Lista maio 2012 respondida - vários assuntos de genética.
 
Exercicios resolvidos Biologia Geral e Genética
Exercicios resolvidos Biologia Geral e GenéticaExercicios resolvidos Biologia Geral e Genética
Exercicios resolvidos Biologia Geral e Genética
 
Multiplicação e divisão de números inteiros
Multiplicação e divisão de números inteirosMultiplicação e divisão de números inteiros
Multiplicação e divisão de números inteiros
 
Adição e subtração de números inteiros
Adição e subtração de números inteirosAdição e subtração de números inteiros
Adição e subtração de números inteiros
 
Exercícios resolvidos
Exercícios resolvidosExercícios resolvidos
Exercícios resolvidos
 
Multiplicação e divisão de inteiros
Multiplicação e divisão  de inteirosMultiplicação e divisão  de inteiros
Multiplicação e divisão de inteiros
 
Multiplicação e divisão de inteiros
Multiplicação e divisão de inteirosMultiplicação e divisão de inteiros
Multiplicação e divisão de inteiros
 
Lista 2 exercicios_genetica_ com resposta
Lista  2 exercicios_genetica_ com respostaLista  2 exercicios_genetica_ com resposta
Lista 2 exercicios_genetica_ com resposta
 
Genética introdução
Genética introduçãoGenética introdução
Genética introdução
 
I lista de exercícios de matemática 7ano - gabarito
I lista de exercícios de matemática   7ano - gabaritoI lista de exercícios de matemática   7ano - gabarito
I lista de exercícios de matemática 7ano - gabarito
 
Recuperação lista exercicios 7º ano 1º bimestre
Recuperação lista exercicios 7º ano 1º bimestreRecuperação lista exercicios 7º ano 1º bimestre
Recuperação lista exercicios 7º ano 1º bimestre
 
Números inteiros diversos exercícios 2 2014 gabarito
Números inteiros   diversos exercícios 2 2014 gabaritoNúmeros inteiros   diversos exercícios 2 2014 gabarito
Números inteiros diversos exercícios 2 2014 gabarito
 
Lista exercicios 7º ano 1º bimestre
Lista exercicios 7º ano 1º bimestreLista exercicios 7º ano 1º bimestre
Lista exercicios 7º ano 1º bimestre
 

Semelhante a Lista exercícios 1 genética 2014 3 ano

Genetica importante
Genetica importanteGenetica importante
Genetica importante
Lima Gomes
 
As leis de mendel
As leis de mendelAs leis de mendel
As leis de mendel
Juliano Pratti
 
Conceitos basicos em genetica
 Conceitos basicos em genetica Conceitos basicos em genetica
Conceitos basicos em genetica
Adrianne Mendonça
 
introdução a génetica_fgtgrtdgrtdgdrgrdy
introdução a génetica_fgtgrtdgrtdgdrgrdyintrodução a génetica_fgtgrtdgrtdgdrgrdy
introdução a génetica_fgtgrtdgrtdgdrgrdy
ativimpressas
 
Leis de Mendel.ppt
Leis de Mendel.pptLeis de Mendel.ppt
Leis de Mendel.ppt
antoniojosdaschagas
 
Primeira e Segunda Leis de Mendel- conceitos -
Primeira e Segunda Leis de Mendel- conceitos  -Primeira e Segunda Leis de Mendel- conceitos  -
Primeira e Segunda Leis de Mendel- conceitos -
MicheliZequim1
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
1 Lei de Mendel
1 Lei de Mendel1 Lei de Mendel
1 Lei de Mendel
leupaty
 
2016 Frente 1 Módulo 8 A Lei da Segregação
2016 Frente 1 Módulo 8 A Lei da Segregação2016 Frente 1 Módulo 8 A Lei da Segregação
2016 Frente 1 Módulo 8 A Lei da Segregação
Colégio Batista de Mantena
 
Mendel
MendelMendel
PROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptxPROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptx
LinoReisLino
 
PROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptxPROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptx
LinoReis1
 
PROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptxPROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptx
LinoReis1
 
1capitulo 1-primeira-lei-de-mendel
1capitulo 1-primeira-lei-de-mendel1capitulo 1-primeira-lei-de-mendel
1capitulo 1-primeira-lei-de-mendel
vaniele17
 
os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.ppt
os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.pptos-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.ppt
os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.ppt
fernandoalvescosta3
 
os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.ppt
os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.pptos-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.ppt
os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.ppt
fernandoalvescosta3
 
EM-3ª-SERIE-SLIDE-DE-BIOLOGIA-os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelian...
EM-3ª-SERIE-SLIDE-DE-BIOLOGIA-os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelian...EM-3ª-SERIE-SLIDE-DE-BIOLOGIA-os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelian...
EM-3ª-SERIE-SLIDE-DE-BIOLOGIA-os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelian...
9z64mgz4kf
 
(2) património genético
(2) património genético(2) património genético
(2) património genético
Hugo Martins
 
A teoria sintética da evolução
A teoria sintética da evoluçãoA teoria sintética da evolução
A teoria sintética da evolução
Mikael Oliveira
 
Conceitos estruturantes da genética
Conceitos estruturantes da genéticaConceitos estruturantes da genética
Conceitos estruturantes da genética
Andrea Cortelazzi
 

Semelhante a Lista exercícios 1 genética 2014 3 ano (20)

Genetica importante
Genetica importanteGenetica importante
Genetica importante
 
As leis de mendel
As leis de mendelAs leis de mendel
As leis de mendel
 
Conceitos basicos em genetica
 Conceitos basicos em genetica Conceitos basicos em genetica
Conceitos basicos em genetica
 
introdução a génetica_fgtgrtdgrtdgdrgrdy
introdução a génetica_fgtgrtdgrtdgdrgrdyintrodução a génetica_fgtgrtdgrtdgdrgrdy
introdução a génetica_fgtgrtdgrtdgdrgrdy
 
Leis de Mendel.ppt
Leis de Mendel.pptLeis de Mendel.ppt
Leis de Mendel.ppt
 
Primeira e Segunda Leis de Mendel- conceitos -
Primeira e Segunda Leis de Mendel- conceitos  -Primeira e Segunda Leis de Mendel- conceitos  -
Primeira e Segunda Leis de Mendel- conceitos -
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
1 Lei de Mendel
1 Lei de Mendel1 Lei de Mendel
1 Lei de Mendel
 
2016 Frente 1 Módulo 8 A Lei da Segregação
2016 Frente 1 Módulo 8 A Lei da Segregação2016 Frente 1 Módulo 8 A Lei da Segregação
2016 Frente 1 Módulo 8 A Lei da Segregação
 
Mendel
MendelMendel
Mendel
 
PROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptxPROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptx
 
PROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptxPROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptx
 
PROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptxPROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptx
 
1capitulo 1-primeira-lei-de-mendel
1capitulo 1-primeira-lei-de-mendel1capitulo 1-primeira-lei-de-mendel
1capitulo 1-primeira-lei-de-mendel
 
os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.ppt
os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.pptos-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.ppt
os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.ppt
 
os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.ppt
os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.pptos-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.ppt
os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.ppt
 
EM-3ª-SERIE-SLIDE-DE-BIOLOGIA-os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelian...
EM-3ª-SERIE-SLIDE-DE-BIOLOGIA-os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelian...EM-3ª-SERIE-SLIDE-DE-BIOLOGIA-os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelian...
EM-3ª-SERIE-SLIDE-DE-BIOLOGIA-os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelian...
 
(2) património genético
(2) património genético(2) património genético
(2) património genético
 
A teoria sintética da evolução
A teoria sintética da evoluçãoA teoria sintética da evolução
A teoria sintética da evolução
 
Conceitos estruturantes da genética
Conceitos estruturantes da genéticaConceitos estruturantes da genética
Conceitos estruturantes da genética
 

Mais de Professora Raquel

Tipos de ovos
Tipos de ovosTipos de ovos
Tipos de ovos
Professora Raquel
 
Alterações cromossomiais 2016
Alterações cromossomiais 2016Alterações cromossomiais 2016
Alterações cromossomiais 2016
Professora Raquel
 
Duplicação, transcrição e tradução
Duplicação, transcrição e traduçãoDuplicação, transcrição e tradução
Duplicação, transcrição e tradução
Professora Raquel
 
Cap 13
Cap 13Cap 13
Duplicação, transcrição e tradução
Duplicação, transcrição e traduçãoDuplicação, transcrição e tradução
Duplicação, transcrição e tradução
Professora Raquel
 
Cap 13
Cap 13Cap 13
Alterações cromossomiais 2016
Alterações cromossomiais 2016Alterações cromossomiais 2016
Alterações cromossomiais 2016
Professora Raquel
 
Núcleo cromatina e cromossomo
Núcleo cromatina e cromossomoNúcleo cromatina e cromossomo
Núcleo cromatina e cromossomo
Professora Raquel
 
Mitose e meiose
Mitose e meioseMitose e meiose
Mitose e meiose
Professora Raquel
 
Poríferos e cnidários
Poríferos e cnidáriosPoríferos e cnidários
Poríferos e cnidários
Professora Raquel
 
Platyhelminthes e nematoda
Platyhelminthes e nematodaPlatyhelminthes e nematoda
Platyhelminthes e nematoda
Professora Raquel
 
Introdução ao reino animal
Introdução ao reino animalIntrodução ao reino animal
Introdução ao reino animal
Professora Raquel
 
Fotossíntese e quimiossíntese
Fotossíntese e quimiossínteseFotossíntese e quimiossíntese
Fotossíntese e quimiossíntese
Professora Raquel
 
Respiração celular e fermentação
Respiração celular e fermentaçãoRespiração celular e fermentação
Respiração celular e fermentação
Professora Raquel
 
Parte escrita metabolismo
Parte escrita metabolismoParte escrita metabolismo
Parte escrita metabolismo
Professora Raquel
 
Ferramentas do metabolismo
Ferramentas do metabolismoFerramentas do metabolismo
Ferramentas do metabolismo
Professora Raquel
 
Horta escolar eixo_gerador_dinamicas_comunitarias
Horta escolar eixo_gerador_dinamicas_comunitariasHorta escolar eixo_gerador_dinamicas_comunitarias
Horta escolar eixo_gerador_dinamicas_comunitarias
Professora Raquel
 
Educando horta escolas_gastronomia
Educando horta escolas_gastronomiaEducando horta escolas_gastronomia
Educando horta escolas_gastronomia
Professora Raquel
 
Capítulo 9
Capítulo 9Capítulo 9
Capítulo 9
Professora Raquel
 
Cap 8
Cap 8Cap 8

Mais de Professora Raquel (20)

Tipos de ovos
Tipos de ovosTipos de ovos
Tipos de ovos
 
Alterações cromossomiais 2016
Alterações cromossomiais 2016Alterações cromossomiais 2016
Alterações cromossomiais 2016
 
Duplicação, transcrição e tradução
Duplicação, transcrição e traduçãoDuplicação, transcrição e tradução
Duplicação, transcrição e tradução
 
Cap 13
Cap 13Cap 13
Cap 13
 
Duplicação, transcrição e tradução
Duplicação, transcrição e traduçãoDuplicação, transcrição e tradução
Duplicação, transcrição e tradução
 
Cap 13
Cap 13Cap 13
Cap 13
 
Alterações cromossomiais 2016
Alterações cromossomiais 2016Alterações cromossomiais 2016
Alterações cromossomiais 2016
 
Núcleo cromatina e cromossomo
Núcleo cromatina e cromossomoNúcleo cromatina e cromossomo
Núcleo cromatina e cromossomo
 
Mitose e meiose
Mitose e meioseMitose e meiose
Mitose e meiose
 
Poríferos e cnidários
Poríferos e cnidáriosPoríferos e cnidários
Poríferos e cnidários
 
Platyhelminthes e nematoda
Platyhelminthes e nematodaPlatyhelminthes e nematoda
Platyhelminthes e nematoda
 
Introdução ao reino animal
Introdução ao reino animalIntrodução ao reino animal
Introdução ao reino animal
 
Fotossíntese e quimiossíntese
Fotossíntese e quimiossínteseFotossíntese e quimiossíntese
Fotossíntese e quimiossíntese
 
Respiração celular e fermentação
Respiração celular e fermentaçãoRespiração celular e fermentação
Respiração celular e fermentação
 
Parte escrita metabolismo
Parte escrita metabolismoParte escrita metabolismo
Parte escrita metabolismo
 
Ferramentas do metabolismo
Ferramentas do metabolismoFerramentas do metabolismo
Ferramentas do metabolismo
 
Horta escolar eixo_gerador_dinamicas_comunitarias
Horta escolar eixo_gerador_dinamicas_comunitariasHorta escolar eixo_gerador_dinamicas_comunitarias
Horta escolar eixo_gerador_dinamicas_comunitarias
 
Educando horta escolas_gastronomia
Educando horta escolas_gastronomiaEducando horta escolas_gastronomia
Educando horta escolas_gastronomia
 
Capítulo 9
Capítulo 9Capítulo 9
Capítulo 9
 
Cap 8
Cap 8Cap 8
Cap 8
 

Último

Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Instituto Walter Alencar
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
EsterGabriiela1
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
sesiomzezao
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
edusegtrab
 

Último (20)

Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
 

Lista exercícios 1 genética 2014 3 ano

  • 1. 1 . (UFC – 2005) Gregor Mendel, considerado o pai ou fundador da genética clássica, realizou experimentos com plantas produtoras de ervilhas. Para demonstrar suas hipóteses, Mendel usou este tipo de vegetal porque: A) o androceu e o gineceu estão presentes numa mesma flor, o que facilita a ocorrência da autofecundação. B) a semente apresenta apenas dois cotilédones, que absorvem as reservas alimentares para a nutrição do embrião e o desenvolvimento das ervilhas. C) as características anatômicas das suas flores facilitam a fecundação cruzada e assim possibilitam a observação das características genéticas puras. D) os grãos de pólen são transferidos para o estigma de um mesmo estróbilo, já que as folhas modificadas situam-se muito próximas umas das outras. E) o número de descendentes por geração é pequeno e as gerações são longas, o que facilita a observação das características da flor e da semente. 2 (UFC – 2002) Numere a segunda coluna de acordo com a primeira, associando os conceitos aos respectivos termos. I – Genoma II – Crossing over III – Fenótipo IV – Alelo V – Gene ( ) troca de fragmentos de cromossomos homólogos na primeira divisão da meiose. ( ) conjunto de genes organizados nos cromossomos. ( ) segmento do DNA capaz de transcrever uma molécula de RNA. ( ) atuam sobre a mesma característica, mas não são obrigatoriamente iguais. ( ) conjunto de características detectáveis de um indivíduo. A seqüência correta é: A) II, I, V, IV e III B) III, II, I, V e IV C) II, I, III, V e IV D) IV, II, I, III e V E) I, II, V, IV e III 3. (UFC – 96.2) Os termos abaixo fazem parte da nomenclatura genética básica. Assinale as alternativas que trazem o significado correto de cada um desses termos: 1. Gene é sinônimo de molécula de DNA. 2 . Genótipo é a constituição genética de um indivíduo. 4. Dominante é um dos membros de um par de alelos que se manifesta inibindo a expressão do outro. 8. Fenótipo é a expressão do gene em determinado ambiente. 16 . Genoma é o conjunto de todos os alelos de um indivíduo. 4. (UFC – 94.2) Assinale a(s) alternativa(s) que melhor explica(m) a razão para qual Gregório Mendel é considerado um homem à frente do seu tempo: 1. Mendel fez trabalho sobre reprodução sexual de ervilhas. 2.Mendel foi o pai da Genética moderna. 4 .Mendel foi um cientista famoso do século XIX. 8. O mérito de seu trabalho, publicado em 1866 só foi reconhecido 16 anos após sua morte (1900), quando um biólogo holandês reproduziu o mesmo trabalho. 16. Sem conhecer nada sobre cromossomos ou genes, Mendel foi capaz de interpretar seus resultados e, a partir deles, criou as leis da Genética, que são válidas até hoje. 5)Se num cruzamento teste encontramos a proporção fenotípica 1:1, isto é 50% da progênie com fenótipo dominante e 50% com fenótipo recessivo, podemos concluir corretamente que: A) o genótipo do indivíduo testado era homozigoto; B) o genótipo do indivíduo testado era heterozigoto; C) ambos os genótipos dos indivíduos cruzados eram homozigotos; D) ambos os genótipos dos indivíduos cruzados eram heterozigotos. E) NDA