SlideShare uma empresa Scribd logo
Biologia
Tema:
Genética:
1ª lei de Mendel
Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
1) Conceitos Prévios
a) Genética
É a ciência que estuda a transmissão de características hereditárias de pais para
filhos ao longo das gerações.
b) Gene
Segmento da molécula de DNA capaz de determinar uma característica. Contém a
informação para a síntese de um polipeptídeo.
Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
1) Conceitos Prévios
c) Locus Gênico
Local do cromossomo onde se localiza um gene.
d) Genes Alelos
Genes que ocupam o mesmo locus em cromossomos homólogos.
Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
Obs.: Genes alelos nem sempre
são iguais. Eles podem diferir
uns dos outros devido a
processos mutacionais.
Obs.: Genes alelos nem sempre
são iguais. Eles podem diferir
uns dos outros devido a
processos mutacionais.
1) Conceitos Prévios
e) Gene dominante
Possui maior expressividade
Representado por letras maiúsculas: A, B, C, D, etc.
f) Genes recessivos
Possui menor expressividade
Representado por letras minísculas: a, b, c, d, etc.
g) Homozigoto (Puro)
Indivíduo que apresenta dois genes alelos iguais para a determinação de uma
característica
Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
Dois genes alelos dominantes
AA = Homozigoto Dominante
Dois genes alelos recessivos
aa = Homozigoto Recessivo
Dois genes alelos dominantes
AA = Homozigoto Dominante
Dois genes alelos recessivos
aa = Homozigoto Recessivo
Ex: AA; aa
1) Conceitos Prévios
h) Heterozigoto (Híbrido)
Indivíduos que apresentam dois genes alelos diferentes para a determinação de
uma característica. Ex: (Aa)
i) Genótipo
constituição gênica do indivíduo. Refere-se tanto a um ou mais pares de alelos
que estão sendo estudados quanto ao “pool” (conjunto) gênico do indivíduo.
Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
Em heterozigose o gene dominante
impede a expressão do gene recessivo.
Dessa maneira o gene recessivo só se
expressará quando for homozigoto
recessivo (aa).
Em heterozigose o gene dominante
impede a expressão do gene recessivo.
Dessa maneira o gene recessivo só se
expressará quando for homozigoto
recessivo (aa).
1) Conceitos Prévios
j) Fenótipo
É a aparência física de um organismo.
É determinada pela ação conjunta do genótipo + meio ambiente.
Ex: Cor de pele
Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
Fenótipo = genótipo + ambiente
Um mesmo genótipo pode expressar diferentes fenótipos,
dependendo de sua interação com o meio.
A cor da pele sofre forte influência
ambiental; pessoas com mesmo
genótipo podem apresentar diferentes
tons de pele, dependendo da exposição
à radiação ultra-violeta.
2) O trabalho de Mendel
 Gregor Mendel nasceu em 1822 na Áustria.
 Desde criança observava e estudava a reprodução de plantas.
 Aos 21 anos entrou para o mosteiro da ordem dos agostinianos.
 Em 1843 tornou-se professor de Ciências Naturais e iniciou uma série de estudos
sobre a reprodução de ervilhas.
 Depois de vários anos de estudos Mendel propôs que a existência de características
(tais como a cor) das flores é devido à existência de um par de unidades elementares
de hereditariedade, agora conhecidas como genes.
 Mendel descobriu que as características hereditárias são herdadas segundo regras
bem definidas e propôs uma explicação para a existência dessas regras, confirmadas
somente depois de sua morte.
Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
2) O trabalho de Mendel
 Por quê Mendel decidiu trabalhar com ervilhas?
o Fácil cultivo.
o Possuem características bem definidas (cor das
flores, sementes, etc.).
o Fácil polinização manual (artificial).
o Apresentam autopolinização.
 1º Passo do Trabalho: Encontrar diferentes variedades
de ervilhas.
a) Forma da semente: lisa e rugosa
b) Cor da semente: amarela e verde
c) Cor das flores: púrpura e branca
d) Forma da vagem: inflada e comprimida
e) Cor da vagem: verde e amarela
f) Posição das flores: axilar e terminal
g) Altura da planta: alta e anã
Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
a)
b)
c)
d)
e)
f)
g)
2) O trabalho de Mendel
 2º Passo: Certificar de que todas as plantas do experimento eram linhagens puras.
 Para ser considerado um indivíduo puro, a característica observada deveria ser a
única forma presente em várias gerações.
o Ex: Ervilhas com flores púrpuras, quando cruzadas uma com a outra, só
poderiam originar ervilhas com flores púrpuras por várias gerações.
Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
Linhagem pura
Só originam
descendentes com flores
púrpuras.
(n) gerações
2) O trabalho de Mendel
 3º Passo: Cruzar plantas puras que se diferenciavam quanto a
cada uma das sete características escolhidas.
Exemplo:
Plantas de sementes lisas x Plantas de semente rugosas
a) A geração constituída pelas variedades puras é chamada de
geração parental (P).
b) Os descendentes imediatos desse cruzamento é chamada de
primeira geração híbrida ou geração filial (F1).
c) A descendência resultante da autofecundação da primeira
geração híbrida (F1) é chamada de segunda geração híbrida ou
geração (F2)
Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
Parental
(P)
lisa rugosa
Geração (F1)
Híbrida
Sementes F2
das plantas F1
Autofecundação
Pólen
2) O trabalho de Mendel
d) Mendel observou que os indivíduos híbridos (heterozigotos)
da geração F1 eram sempre iguais a um dos parentais. (Todos
os F1 possuíam sementes lisas).
e) A autofecundação das plantas híbridas, no entanto, produzia
uma descendência constituída por uma maioria de sementes
lisas. (3 sementes lisas para 1 semente rugosa ou 3:1).
f) Mendel concluiu que na geração F1 o traço de um dos pais
ficava em “recesso”, ou seja, não expressava. Reaparecendo
novamente na descendência dos híbridos (F2).
 O traço que desaparecia na geração F1 era chamado de
recessivo (semente rugosa).
 O traço manifestado na geração F1 era chamado de
dominante (semente lisa).
Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
Parental
(P)
lisa rugosa
Geração
(F1)
Sementes F2
das plantas F1
Autofecundação
Híbrido
Pólen
2) O trabalho de Mendel
Como Mendel explicou o desaparecimento do caráter
recessivo (semente rugosa) em F1 e o seu reaparecimento
em F2 na proporção 3 dominantes para 1 recessivo?
Hipóteses de Mendel
a) Cada característica hereditária é determinada por um
par de fatores herdados em igual quantidade da mãe e do
pai.
b) Os fatores de cada par separam-se quando os
indivíduos produzem gametas.
c) Se o indivíduo é puro (homozigoto) ele produzirá apenas
um tipo de gameta.
d) Se o indivíduo é hibrido (heterozigoto) ele produzirá
dois tipos diferentes de gametas.
Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
3) 1ª Lei de Mendel
Enunciado da Primeira Lei de Mendel (Lei da segregação).
“Cada característica é determinada por dois genes alelos
que se separam na gametogênese passando apenas um
gene para cada gameta”.
Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
3 sementes lisas
1 semente rugosa
Proporção 3:1
3) 1ª Lei de Mendel
Como saber se um indivíduo que apresenta uma característica (fenótipo) dominante é
homozigoto dominante ou heterozigoto?
Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
R_ rr
RR rr Rr rr
r
r
R
r
r
r
RRRR rr rr RR rr rr
RrRr
rr
rr
Rr
Rr
Rr
R
R
Rr
Se o indivíduo que está sendo testado for
homozigoto dominante (RR) todos os
descendentes (Rr) apresentarão a característica
dominante (sementes lisas)
Se o indivíduo que está sendo testado for
homozigoto dominante (RR) todos os
descendentes (Rr) apresentarão a característica
dominante (sementes lisas)
Todos os descendentes
são Rr (sementes lisas)
Todos os descendentes
são Rr (sementes lisas)
Devemos realizar um cruzamento-teste
Cruzando o indivíduo desconhecido com um
indivíduo homozigoto recessivo (rr)
Devemos realizar um cruzamento-teste
Cruzando o indivíduo desconhecido com um
indivíduo homozigoto recessivo (rr)
Se o indivíduo que está sendo testado for
heterozigoto (Rr), 50% da descendência será
heterozigoto (Rr) e apresentará fenótipo
dominante e 50% será homozigoto recessivo (rr) e
apresentará fenótipo recessivo
Se o indivíduo que está sendo testado for
heterozigoto (Rr), 50% da descendência será
heterozigoto (Rr) e apresentará fenótipo
dominante e 50% será homozigoto recessivo (rr) e
apresentará fenótipo recessivo
½ Rr (lisas) e ½ rr
(rugosas)
½ Rr (lisas) e ½ rr
(rugosas)
rr
3) 1ª Lei de Mendel
Relação: 1ª Lei e a Meiose
O local onde se encontram os genes r e R nos
cromossomos denomina-se lócus.
Antes da Meiose I cada um dos cromossomos
homólogos se duplica.
No final da meiose I, os dois alelos são segregados
em duas células filhas separadas.
No final da meiose II cada gameta contém um único
alelo: R ou r.
Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
3) 1ª Lei de Mendel
Exercícios
1) Sobre a relação entre genótipo, fenótipo e ambiente é correto dizer que o
a) Fenótipo é determinado exclusivamente pelo genótipo.
b) fenótipo é determinado pelo genótipo em interação com o ambiente.
c) genótipo é determinado exclusivamente pelo fenótipo
d) genótipo é determinado pelo fenótipo em interação com o ambiente.
Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
Resposta: Letra b
3) 1ª Lei de Mendel
Exercícios
2) Considere as alternativas a seguir para responder as próximas três perguntas.
a) Diplóide
b) Haplóide
c) Heterozigoto
d) Homozigoto
Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
Qual dos termos caracteriza um indivíduo originado pela união de gametas portadores
de alelos diferentes de um gene?
Resposta: Letra a
3) 1ª Lei de Mendel
Exercícios
2) Considere as alternativas a seguir para responder as próximas três perguntas.
a) Diplóide
b) Haplóide
c) Heterozigoto
d) Homozigoto
Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
Considerando-se um único par de alelos, qual nome se dá ao indivíduo que forma
apenas um tipo de gametas?
Resposta: Letra d
3) 1ª Lei de Mendel
Exercícios
2) Considere as alternativas a seguir para responder as próximas três perguntas.
a) Diplóide
b) Haplóide
c) Heterozigoto
d) Homozigoto
Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
Considerando-se um único par de alelos, qual nome se dá ao indivíduo que forma dois
tipos de gametas?
Resposta: Letra c
3) 1ª Lei de Mendel
Exercícios
3) No cruzamento de indivíduos heterozigóticos Aa, espera-se obter:
a) apenas indivíduos Aa.
b) indivíduos AA e aa, na proporção 3:1, respectivamente.
c) indivíduos AA e aa, na proporção 1:1, respectivamente.
d) indivíduos AA, Aa e aa, na proporção 1:2:1, respectivamente.
Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
Resposta: Letra d
3) 1ª Lei de Mendel
Exercícios
4) O cruzamento de dois indivíduos heterozigóticos para um gene com um alelo
dominante e outro recessivo produzirá descendência constituída por:
a) 100% de indivíduos com o traço dominante.
b) 75% de indivíduos com o traço dominante e 25% com o traço recessivo.
c) 50% de indivíduos com o traço dominante e 50% como traço recessivo.
d) 25% de indivíduos com o traço dominante, 25% como traço recessivo e 50% com traços
intermediários.
Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
Resposta: Letra d
3) 1ª Lei de Mendel
Exercícios
Utilize as alternativas a seguir para responder a questão 5
a) 1:1
b) 3:1
c) 1:2:1
d) 1:1:1:1
5) Qual é a proporção de tipos de gametas formados por um indivíduo heterozigoto
quanto ao par de alelos?
Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
Resposta: a
3) 1ª Lei de Mendel
Exercícios
6) Um casal de porcos de orelhas compridas tiveram 4 filhotes: dois de orelhas
compridas e dois de orelhas curtas. Qual a probabilidade de nascer filhotes de orelhas
curtas?
Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
Resposta: ¼ ou 25%
3) 1ª Lei de Mendel
Exercícios
Considere as alternativas a seguir para responder às questões 7 e 8.
a) Duas células, cada uma com os dois alelos: A e a.
b) Duas células, cada uma com o alelo A e a outra com o alelo a.
c) Quatro células, cada uma com os dois alelos: A e a.
d) Quatro células, duas com o alelo A e duas com o alelo a.
7) Quais são os produtos da meiose de uma célula heterozigótica Aa?
Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
Resposta: d
3) 1ª Lei de Mendel
Exercícios
Considere as alternativas a seguir para responder às questões 7 e 8.
a) Duas células, cada uma com os dois alelos: A e a.
b) Duas células, cada uma com o alelo A e a outra com o alelo a.
c) Quatro células, cada uma com os dois alelos: A e a.
d) Quatro células, duas com o alelo A e duas com o alelo a.
8) Quais são os produtos da mitose de uma célula heterozigótica Aa?
Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
Resposta: a

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Genética – leis de mendel slides
Genética – leis de mendel slidesGenética – leis de mendel slides
Genética – leis de mendel slides
Fabiano Reis
 
2ª lei de mendel
2ª lei de mendel2ª lei de mendel
2ª lei de mendel
Iuri Fretta Wiggers
 
Conceitos básicos de genética
Conceitos básicos de genéticaConceitos básicos de genética
Conceitos básicos de genética
Douglas Barreto
 
Conceitos basicos em genetica
 Conceitos basicos em genetica Conceitos basicos em genetica
Conceitos basicos em genetica
Adrianne Mendonça
 
Segunda Lei de Mendel
Segunda Lei de MendelSegunda Lei de Mendel
Segunda Lei de Mendel
Fatima Comiotto
 
Introdução a genetica
Introdução a geneticaIntrodução a genetica
Introdução a genetica
UERGS
 
Genética introdução
Genética introduçãoGenética introdução
Genética introdução
Dalu Barreto
 
Genetica
GeneticaGenetica
Herança ligada ao sexo
Herança ligada ao sexoHerança ligada ao sexo
Herança ligada ao sexo
Fatima Comiotto
 
Segunda Lei de Mendel
Segunda Lei de MendelSegunda Lei de Mendel
Segunda Lei de Mendel
Carlos Priante
 
Slide Genética
Slide GenéticaSlide Genética
Noções de Biotecnologia
Noções de BiotecnologiaNoções de Biotecnologia
Noções de Biotecnologia
emanuel
 
Introdução à Genética
Introdução à GenéticaIntrodução à Genética
Introdução à Genética
Vinícia Becalli
 
Doencas Genéticas
Doencas Genéticas Doencas Genéticas
Doencas Genéticas
Turma Olímpica
 
Heranca ligada sexo
Heranca ligada sexoHeranca ligada sexo
Heranca ligada sexo
Iuri Fretta Wiggers
 
Aula lei de mendel mendelismo sandra
Aula lei de mendel  mendelismo sandraAula lei de mendel  mendelismo sandra
Aula lei de mendel mendelismo sandra
Sandra Afonso Afonso
 
Genética introdução
Genética introduçãoGenética introdução
Genética introdução
Dalu Barreto
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
Rebeca Vale
 
Lei da segregação independente
Lei da segregação independenteLei da segregação independente
Lei da segregação independente
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Herança Quantitativa
Herança QuantitativaHerança Quantitativa
Herança Quantitativa
Rodrigo Vianna
 

Mais procurados (20)

Genética – leis de mendel slides
Genética – leis de mendel slidesGenética – leis de mendel slides
Genética – leis de mendel slides
 
2ª lei de mendel
2ª lei de mendel2ª lei de mendel
2ª lei de mendel
 
Conceitos básicos de genética
Conceitos básicos de genéticaConceitos básicos de genética
Conceitos básicos de genética
 
Conceitos basicos em genetica
 Conceitos basicos em genetica Conceitos basicos em genetica
Conceitos basicos em genetica
 
Segunda Lei de Mendel
Segunda Lei de MendelSegunda Lei de Mendel
Segunda Lei de Mendel
 
Introdução a genetica
Introdução a geneticaIntrodução a genetica
Introdução a genetica
 
Genética introdução
Genética introduçãoGenética introdução
Genética introdução
 
Genetica
GeneticaGenetica
Genetica
 
Herança ligada ao sexo
Herança ligada ao sexoHerança ligada ao sexo
Herança ligada ao sexo
 
Segunda Lei de Mendel
Segunda Lei de MendelSegunda Lei de Mendel
Segunda Lei de Mendel
 
Slide Genética
Slide GenéticaSlide Genética
Slide Genética
 
Noções de Biotecnologia
Noções de BiotecnologiaNoções de Biotecnologia
Noções de Biotecnologia
 
Introdução à Genética
Introdução à GenéticaIntrodução à Genética
Introdução à Genética
 
Doencas Genéticas
Doencas Genéticas Doencas Genéticas
Doencas Genéticas
 
Heranca ligada sexo
Heranca ligada sexoHeranca ligada sexo
Heranca ligada sexo
 
Aula lei de mendel mendelismo sandra
Aula lei de mendel  mendelismo sandraAula lei de mendel  mendelismo sandra
Aula lei de mendel mendelismo sandra
 
Genética introdução
Genética introduçãoGenética introdução
Genética introdução
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
 
Lei da segregação independente
Lei da segregação independenteLei da segregação independente
Lei da segregação independente
 
Herança Quantitativa
Herança QuantitativaHerança Quantitativa
Herança Quantitativa
 

Semelhante a 1 Lei de Mendel

Leis de Mendel.ppt
Leis de Mendel.pptLeis de Mendel.ppt
Leis de Mendel.ppt
antoniojosdaschagas
 
Primeira e Segunda Leis de Mendel- conceitos -
Primeira e Segunda Leis de Mendel- conceitos  -Primeira e Segunda Leis de Mendel- conceitos  -
Primeira e Segunda Leis de Mendel- conceitos -
MicheliZequim1
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
As leis de mendel
As leis de mendelAs leis de mendel
As leis de mendel
Juliano Pratti
 
Genetica importante
Genetica importanteGenetica importante
Genetica importante
Lima Gomes
 
2016 Frente 1 Módulo 8 A Lei da Segregação
2016 Frente 1 Módulo 8 A Lei da Segregação2016 Frente 1 Módulo 8 A Lei da Segregação
2016 Frente 1 Módulo 8 A Lei da Segregação
Colégio Batista de Mantena
 
Aula genética
Aula genéticaAula genética
Aula genética
Andre Luiz Nascimento
 
1capitulo 1-primeira-lei-de-mendel
1capitulo 1-primeira-lei-de-mendel1capitulo 1-primeira-lei-de-mendel
1capitulo 1-primeira-lei-de-mendel
vaniele17
 
Leis de mendel
Leis de mendelLeis de mendel
Leis de mendel
Gefferson Henrike
 
Leis de mendel
Leis de mendelLeis de mendel
Leis de mendel
Gefferson Henrike
 
Leis de mendel
Leis de mendelLeis de mendel
Leis de mendel
SilviaMaria25
 
Aula 13 lei da segregação
Aula 13   lei da segregaçãoAula 13   lei da segregação
Aula 13 lei da segregação
Jonatas Carlos
 
Biologia 3ano
Biologia 3anoBiologia 3ano
Biologia 3ano
Isadora Aguiar
 
PROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptxPROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptx
LinoReisLino
 
PROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptxPROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptx
LinoReis1
 
PROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptxPROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptx
LinoReis1
 
Fundamentos de Genetica
Fundamentos de GeneticaFundamentos de Genetica
Fundamentos de Genetica
LizKazmirczakPereira
 
BIOLOGIA GENÉTICA DO CURSINHO PRÉ-UNIVERSITÁRIO POPULAR DA UNIVERSIDADE FEDER...
BIOLOGIA GENÉTICA DO CURSINHO PRÉ-UNIVERSITÁRIO POPULAR DA UNIVERSIDADE FEDER...BIOLOGIA GENÉTICA DO CURSINHO PRÉ-UNIVERSITÁRIO POPULAR DA UNIVERSIDADE FEDER...
BIOLOGIA GENÉTICA DO CURSINHO PRÉ-UNIVERSITÁRIO POPULAR DA UNIVERSIDADE FEDER...
Jose Carlos Machado Cunha
 
1ª lei de mendel
1ª lei de mendel1ª lei de mendel
1ª lei de mendel
Andrea Barreto
 
os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.ppt
os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.pptos-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.ppt
os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.ppt
fernandoalvescosta3
 

Semelhante a 1 Lei de Mendel (20)

Leis de Mendel.ppt
Leis de Mendel.pptLeis de Mendel.ppt
Leis de Mendel.ppt
 
Primeira e Segunda Leis de Mendel- conceitos -
Primeira e Segunda Leis de Mendel- conceitos  -Primeira e Segunda Leis de Mendel- conceitos  -
Primeira e Segunda Leis de Mendel- conceitos -
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
As leis de mendel
As leis de mendelAs leis de mendel
As leis de mendel
 
Genetica importante
Genetica importanteGenetica importante
Genetica importante
 
2016 Frente 1 Módulo 8 A Lei da Segregação
2016 Frente 1 Módulo 8 A Lei da Segregação2016 Frente 1 Módulo 8 A Lei da Segregação
2016 Frente 1 Módulo 8 A Lei da Segregação
 
Aula genética
Aula genéticaAula genética
Aula genética
 
1capitulo 1-primeira-lei-de-mendel
1capitulo 1-primeira-lei-de-mendel1capitulo 1-primeira-lei-de-mendel
1capitulo 1-primeira-lei-de-mendel
 
Leis de mendel
Leis de mendelLeis de mendel
Leis de mendel
 
Leis de mendel
Leis de mendelLeis de mendel
Leis de mendel
 
Leis de mendel
Leis de mendelLeis de mendel
Leis de mendel
 
Aula 13 lei da segregação
Aula 13   lei da segregaçãoAula 13   lei da segregação
Aula 13 lei da segregação
 
Biologia 3ano
Biologia 3anoBiologia 3ano
Biologia 3ano
 
PROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptxPROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptx
 
PROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptxPROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptx
 
PROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptxPROV 1 BM.pptx
PROV 1 BM.pptx
 
Fundamentos de Genetica
Fundamentos de GeneticaFundamentos de Genetica
Fundamentos de Genetica
 
BIOLOGIA GENÉTICA DO CURSINHO PRÉ-UNIVERSITÁRIO POPULAR DA UNIVERSIDADE FEDER...
BIOLOGIA GENÉTICA DO CURSINHO PRÉ-UNIVERSITÁRIO POPULAR DA UNIVERSIDADE FEDER...BIOLOGIA GENÉTICA DO CURSINHO PRÉ-UNIVERSITÁRIO POPULAR DA UNIVERSIDADE FEDER...
BIOLOGIA GENÉTICA DO CURSINHO PRÉ-UNIVERSITÁRIO POPULAR DA UNIVERSIDADE FEDER...
 
1ª lei de mendel
1ª lei de mendel1ª lei de mendel
1ª lei de mendel
 
os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.ppt
os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.pptos-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.ppt
os-principios-das-leis-da-genetica-ou-mendelianas.ppt
 

Último

Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Anesio2
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsxSe A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Luzia Gabriele
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
antonio carlos
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Plano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docx
Plano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docxPlano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docx
Plano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docx
IsaiasJohaneSimango
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 
STALINISMO apresentação slides para escolares
STALINISMO apresentação slides para escolaresSTALINISMO apresentação slides para escolares
STALINISMO apresentação slides para escolares
Daniel273024
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 

Último (20)

Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsxSe A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Plano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docx
Plano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docxPlano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docx
Plano Analitico de Psicopedagogia -11 Classe- II Trimestre - 2024_014203.docx
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 
STALINISMO apresentação slides para escolares
STALINISMO apresentação slides para escolaresSTALINISMO apresentação slides para escolares
STALINISMO apresentação slides para escolares
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 

1 Lei de Mendel

  • 1. Biologia Tema: Genética: 1ª lei de Mendel Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
  • 2. 1) Conceitos Prévios a) Genética É a ciência que estuda a transmissão de características hereditárias de pais para filhos ao longo das gerações. b) Gene Segmento da molécula de DNA capaz de determinar uma característica. Contém a informação para a síntese de um polipeptídeo. Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
  • 3. 1) Conceitos Prévios c) Locus Gênico Local do cromossomo onde se localiza um gene. d) Genes Alelos Genes que ocupam o mesmo locus em cromossomos homólogos. Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel Obs.: Genes alelos nem sempre são iguais. Eles podem diferir uns dos outros devido a processos mutacionais. Obs.: Genes alelos nem sempre são iguais. Eles podem diferir uns dos outros devido a processos mutacionais.
  • 4. 1) Conceitos Prévios e) Gene dominante Possui maior expressividade Representado por letras maiúsculas: A, B, C, D, etc. f) Genes recessivos Possui menor expressividade Representado por letras minísculas: a, b, c, d, etc. g) Homozigoto (Puro) Indivíduo que apresenta dois genes alelos iguais para a determinação de uma característica Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel Dois genes alelos dominantes AA = Homozigoto Dominante Dois genes alelos recessivos aa = Homozigoto Recessivo Dois genes alelos dominantes AA = Homozigoto Dominante Dois genes alelos recessivos aa = Homozigoto Recessivo Ex: AA; aa
  • 5. 1) Conceitos Prévios h) Heterozigoto (Híbrido) Indivíduos que apresentam dois genes alelos diferentes para a determinação de uma característica. Ex: (Aa) i) Genótipo constituição gênica do indivíduo. Refere-se tanto a um ou mais pares de alelos que estão sendo estudados quanto ao “pool” (conjunto) gênico do indivíduo. Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel Em heterozigose o gene dominante impede a expressão do gene recessivo. Dessa maneira o gene recessivo só se expressará quando for homozigoto recessivo (aa). Em heterozigose o gene dominante impede a expressão do gene recessivo. Dessa maneira o gene recessivo só se expressará quando for homozigoto recessivo (aa).
  • 6. 1) Conceitos Prévios j) Fenótipo É a aparência física de um organismo. É determinada pela ação conjunta do genótipo + meio ambiente. Ex: Cor de pele Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel Fenótipo = genótipo + ambiente Um mesmo genótipo pode expressar diferentes fenótipos, dependendo de sua interação com o meio. A cor da pele sofre forte influência ambiental; pessoas com mesmo genótipo podem apresentar diferentes tons de pele, dependendo da exposição à radiação ultra-violeta.
  • 7. 2) O trabalho de Mendel  Gregor Mendel nasceu em 1822 na Áustria.  Desde criança observava e estudava a reprodução de plantas.  Aos 21 anos entrou para o mosteiro da ordem dos agostinianos.  Em 1843 tornou-se professor de Ciências Naturais e iniciou uma série de estudos sobre a reprodução de ervilhas.  Depois de vários anos de estudos Mendel propôs que a existência de características (tais como a cor) das flores é devido à existência de um par de unidades elementares de hereditariedade, agora conhecidas como genes.  Mendel descobriu que as características hereditárias são herdadas segundo regras bem definidas e propôs uma explicação para a existência dessas regras, confirmadas somente depois de sua morte. Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
  • 8. 2) O trabalho de Mendel  Por quê Mendel decidiu trabalhar com ervilhas? o Fácil cultivo. o Possuem características bem definidas (cor das flores, sementes, etc.). o Fácil polinização manual (artificial). o Apresentam autopolinização.  1º Passo do Trabalho: Encontrar diferentes variedades de ervilhas. a) Forma da semente: lisa e rugosa b) Cor da semente: amarela e verde c) Cor das flores: púrpura e branca d) Forma da vagem: inflada e comprimida e) Cor da vagem: verde e amarela f) Posição das flores: axilar e terminal g) Altura da planta: alta e anã Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel a) b) c) d) e) f) g)
  • 9. 2) O trabalho de Mendel  2º Passo: Certificar de que todas as plantas do experimento eram linhagens puras.  Para ser considerado um indivíduo puro, a característica observada deveria ser a única forma presente em várias gerações. o Ex: Ervilhas com flores púrpuras, quando cruzadas uma com a outra, só poderiam originar ervilhas com flores púrpuras por várias gerações. Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel Linhagem pura Só originam descendentes com flores púrpuras. (n) gerações
  • 10. 2) O trabalho de Mendel  3º Passo: Cruzar plantas puras que se diferenciavam quanto a cada uma das sete características escolhidas. Exemplo: Plantas de sementes lisas x Plantas de semente rugosas a) A geração constituída pelas variedades puras é chamada de geração parental (P). b) Os descendentes imediatos desse cruzamento é chamada de primeira geração híbrida ou geração filial (F1). c) A descendência resultante da autofecundação da primeira geração híbrida (F1) é chamada de segunda geração híbrida ou geração (F2) Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel Parental (P) lisa rugosa Geração (F1) Híbrida Sementes F2 das plantas F1 Autofecundação Pólen
  • 11. 2) O trabalho de Mendel d) Mendel observou que os indivíduos híbridos (heterozigotos) da geração F1 eram sempre iguais a um dos parentais. (Todos os F1 possuíam sementes lisas). e) A autofecundação das plantas híbridas, no entanto, produzia uma descendência constituída por uma maioria de sementes lisas. (3 sementes lisas para 1 semente rugosa ou 3:1). f) Mendel concluiu que na geração F1 o traço de um dos pais ficava em “recesso”, ou seja, não expressava. Reaparecendo novamente na descendência dos híbridos (F2).  O traço que desaparecia na geração F1 era chamado de recessivo (semente rugosa).  O traço manifestado na geração F1 era chamado de dominante (semente lisa). Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel Parental (P) lisa rugosa Geração (F1) Sementes F2 das plantas F1 Autofecundação Híbrido Pólen
  • 12. 2) O trabalho de Mendel Como Mendel explicou o desaparecimento do caráter recessivo (semente rugosa) em F1 e o seu reaparecimento em F2 na proporção 3 dominantes para 1 recessivo? Hipóteses de Mendel a) Cada característica hereditária é determinada por um par de fatores herdados em igual quantidade da mãe e do pai. b) Os fatores de cada par separam-se quando os indivíduos produzem gametas. c) Se o indivíduo é puro (homozigoto) ele produzirá apenas um tipo de gameta. d) Se o indivíduo é hibrido (heterozigoto) ele produzirá dois tipos diferentes de gametas. Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
  • 13. 3) 1ª Lei de Mendel Enunciado da Primeira Lei de Mendel (Lei da segregação). “Cada característica é determinada por dois genes alelos que se separam na gametogênese passando apenas um gene para cada gameta”. Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel 3 sementes lisas 1 semente rugosa Proporção 3:1
  • 14. 3) 1ª Lei de Mendel Como saber se um indivíduo que apresenta uma característica (fenótipo) dominante é homozigoto dominante ou heterozigoto? Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel R_ rr RR rr Rr rr r r R r r r RRRR rr rr RR rr rr RrRr rr rr Rr Rr Rr R R Rr Se o indivíduo que está sendo testado for homozigoto dominante (RR) todos os descendentes (Rr) apresentarão a característica dominante (sementes lisas) Se o indivíduo que está sendo testado for homozigoto dominante (RR) todos os descendentes (Rr) apresentarão a característica dominante (sementes lisas) Todos os descendentes são Rr (sementes lisas) Todos os descendentes são Rr (sementes lisas) Devemos realizar um cruzamento-teste Cruzando o indivíduo desconhecido com um indivíduo homozigoto recessivo (rr) Devemos realizar um cruzamento-teste Cruzando o indivíduo desconhecido com um indivíduo homozigoto recessivo (rr) Se o indivíduo que está sendo testado for heterozigoto (Rr), 50% da descendência será heterozigoto (Rr) e apresentará fenótipo dominante e 50% será homozigoto recessivo (rr) e apresentará fenótipo recessivo Se o indivíduo que está sendo testado for heterozigoto (Rr), 50% da descendência será heterozigoto (Rr) e apresentará fenótipo dominante e 50% será homozigoto recessivo (rr) e apresentará fenótipo recessivo ½ Rr (lisas) e ½ rr (rugosas) ½ Rr (lisas) e ½ rr (rugosas) rr
  • 15. 3) 1ª Lei de Mendel Relação: 1ª Lei e a Meiose O local onde se encontram os genes r e R nos cromossomos denomina-se lócus. Antes da Meiose I cada um dos cromossomos homólogos se duplica. No final da meiose I, os dois alelos são segregados em duas células filhas separadas. No final da meiose II cada gameta contém um único alelo: R ou r. Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel
  • 16. 3) 1ª Lei de Mendel Exercícios 1) Sobre a relação entre genótipo, fenótipo e ambiente é correto dizer que o a) Fenótipo é determinado exclusivamente pelo genótipo. b) fenótipo é determinado pelo genótipo em interação com o ambiente. c) genótipo é determinado exclusivamente pelo fenótipo d) genótipo é determinado pelo fenótipo em interação com o ambiente. Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel Resposta: Letra b
  • 17. 3) 1ª Lei de Mendel Exercícios 2) Considere as alternativas a seguir para responder as próximas três perguntas. a) Diplóide b) Haplóide c) Heterozigoto d) Homozigoto Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel Qual dos termos caracteriza um indivíduo originado pela união de gametas portadores de alelos diferentes de um gene? Resposta: Letra a
  • 18. 3) 1ª Lei de Mendel Exercícios 2) Considere as alternativas a seguir para responder as próximas três perguntas. a) Diplóide b) Haplóide c) Heterozigoto d) Homozigoto Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel Considerando-se um único par de alelos, qual nome se dá ao indivíduo que forma apenas um tipo de gametas? Resposta: Letra d
  • 19. 3) 1ª Lei de Mendel Exercícios 2) Considere as alternativas a seguir para responder as próximas três perguntas. a) Diplóide b) Haplóide c) Heterozigoto d) Homozigoto Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel Considerando-se um único par de alelos, qual nome se dá ao indivíduo que forma dois tipos de gametas? Resposta: Letra c
  • 20. 3) 1ª Lei de Mendel Exercícios 3) No cruzamento de indivíduos heterozigóticos Aa, espera-se obter: a) apenas indivíduos Aa. b) indivíduos AA e aa, na proporção 3:1, respectivamente. c) indivíduos AA e aa, na proporção 1:1, respectivamente. d) indivíduos AA, Aa e aa, na proporção 1:2:1, respectivamente. Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel Resposta: Letra d
  • 21. 3) 1ª Lei de Mendel Exercícios 4) O cruzamento de dois indivíduos heterozigóticos para um gene com um alelo dominante e outro recessivo produzirá descendência constituída por: a) 100% de indivíduos com o traço dominante. b) 75% de indivíduos com o traço dominante e 25% com o traço recessivo. c) 50% de indivíduos com o traço dominante e 50% como traço recessivo. d) 25% de indivíduos com o traço dominante, 25% como traço recessivo e 50% com traços intermediários. Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel Resposta: Letra d
  • 22. 3) 1ª Lei de Mendel Exercícios Utilize as alternativas a seguir para responder a questão 5 a) 1:1 b) 3:1 c) 1:2:1 d) 1:1:1:1 5) Qual é a proporção de tipos de gametas formados por um indivíduo heterozigoto quanto ao par de alelos? Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel Resposta: a
  • 23. 3) 1ª Lei de Mendel Exercícios 6) Um casal de porcos de orelhas compridas tiveram 4 filhotes: dois de orelhas compridas e dois de orelhas curtas. Qual a probabilidade de nascer filhotes de orelhas curtas? Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel Resposta: ¼ ou 25%
  • 24. 3) 1ª Lei de Mendel Exercícios Considere as alternativas a seguir para responder às questões 7 e 8. a) Duas células, cada uma com os dois alelos: A e a. b) Duas células, cada uma com o alelo A e a outra com o alelo a. c) Quatro células, cada uma com os dois alelos: A e a. d) Quatro células, duas com o alelo A e duas com o alelo a. 7) Quais são os produtos da meiose de uma célula heterozigótica Aa? Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel Resposta: d
  • 25. 3) 1ª Lei de Mendel Exercícios Considere as alternativas a seguir para responder às questões 7 e 8. a) Duas células, cada uma com os dois alelos: A e a. b) Duas células, cada uma com o alelo A e a outra com o alelo a. c) Quatro células, cada uma com os dois alelos: A e a. d) Quatro células, duas com o alelo A e duas com o alelo a. 8) Quais são os produtos da mitose de uma célula heterozigótica Aa? Genética: 1ª Lei de MendelGenética: 1ª Lei de Mendel Resposta: a