SlideShare uma empresa Scribd logo
Poríferos e Cnidários
Professora Raquel
CED 416 – Santa Maria DF
Maio de 2016
Filo dos Poríferos
• latim: porus = poros + fera = portador de
• Esponjas
• filtradores.
• aquáticos (marinhos e água doce)
• Não se locomovem (sésseis)
• Não apresentam folhetos embrionários nem
celoma
• Simetria ausente ou radial
Revestimento –pinacócitos
•Nutrição –coanócitos (captura e digestão intracelular),
amebócitos (captura, digestão e distribuição)
•Circulação, Excreção e Respiração –difusão
•Sustentação –Espículas + espongina
•Reprodução
–Assexuada: Brotamento, regeneração e gemulação
–Sexuada: Fecundação
*OBS.: Poríferos são parazoários (para = ao lado; zoo =
animal)
Estrutura e função
Poríferos e cnidários
Filo dos Poríferos
O corpo das esponjas
Poríferos e cnidários
Estrutura das esponjas
Células não formam tecidos.
Tipos de células: pinacócitos, coanócitos e
amebócitos.
são os únicos animais que não apresentam
células nervosas
Seu corpo é sustentado por uma rede de fios de
proteína e pelas espícula de calcário
(carbonato de cálcio) ou de sílica
Nutrição e
respiração
movimentação
dos flagelos
dos coanócitos
água entra pelos
poros
Passa pelo átrio
sai pelo ósculo.
Reprodução assexuada
REPRODUÇÃO SEXUADA
Reprodução sexuada
As esponjas podem ser monóicas ou dióicas
Amebócitos → óvulos e espermatozóides
óvulos no meso-hilo e espermatozóides liberados
Espermatozóides penetram a esponja e se ligam aos
coanócitos que se transforma em amebócitos Amebócitos se
deslocam até o óvulo e tranferem o núcleo do
espermatozóide
Fecundação interna!
Zigoto, mórula e blástula no meso-hilo
Blástula flagelada deixa o corpo da mãe
Esponja carnívora
Importância
Esponja chaminé com filhote de peixe pedra
Filo Cnidária
• São animais urticantes.
• São um pouco mais desenvolvidos que os poríferos.
• São todos aquáticos, sendo a maioria de habitat marinho.
• Apresentam duas formas: pólipos e medusas.
Filo Cnidaria
• Primeiros da escala zoológica a apresentar
tecido verdadeiro (eumetazoários);
• São diblásticos (apresentam cavidade corporal
onde ocorre a digestão) e protostômios.
• Também apresentam tecido nervoso.
Água-viva ou medusa
Anêmona
Pólipos:
Formato de um tubo cheios de tentáculos.
Podem viver fixos como as anêmonas-do-mar,
corais, ou móveis, como as hidras.
Medusas
• Corpo em forma guarda-chuva, abertura correspondente à
boca na parte inferior do animal.e
• Tem vida livre, flutuam na água, como é o caso da água-viva
Corpo
Características gerais
• Possuem vários tentáculos cheios de
cnidoblastos, junto à boca
(defesa e alimentação)
• Apresentam cavidade digestiva
(primitiva)
• Digestão extracelular e intracelular
• Apresentam boca, mas não possuem ânus
• Não existe sistema circulatório, respiratório e
excretor: nutrientes, gases e excretas passam
de célula em célula.
• primeiro a apresentar células nervosas.
Cnidoblasto
Defesa
captura de alimentos
Locomoção
Cambalhotas (hidra)
Flutuar (caravela)
Pressão: (medusa)
Deslizamento: (anêmona)
Poríferos e cnidários
caranguejo e anêmona
Hidra
anêmona
Caravela –hidrozoário colonial
Poríferos e cnidários
Corais
Alternância de gerações
Reprodução sexuada em Hidra
Reprodução assexuada brotamento
Arrecifes ou recifes
Podem ser de pedra ou de coral (esqueletos
de antozoários
Os de pedra existem em praticamente toda costa
nordeste do Brasil
Recife – capital de Pernambuco
Águas claras e quentes
Grande barreira de recife
Abrolhos, Ilhéus (Bahia) e no atol das Rocas
Aquecimento global El niño – branqueamento dos corais
Atol das rocas(RN) e Abrolhos (BA)
Poríferos e cnidários
O CO2 combina-se com a água no oceano para produzir ácido
carbônico.
Há liberação de próton (H+)
H+ combina-se com o íon carbonato (CO3).
Isto diminui a concentração de carbonato na água do mar,
dificultando a calcificação dos organismos.
Dificuldade dos cnidários se constituírem
Branqueamento
Branqueamento (causado pelo aumento da temperatura) +Acidificação
dos Oceanos (dificultando a calcificação dos organismos)
recifes de coral em risco
CO2 em 2100 (700-950 ppm).
Mesmo sem emissão, os oceanos permanecerão acidificados por alguns
milhares de anos
E até que a dissolução das rochas carbonáticas marinhas e o
intemperismo das rochas no continente, reduzam este valores os
cnidários deixarão de existir.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Biologia - Equinodermos
Biologia - EquinodermosBiologia - Equinodermos
Biologia - Equinodermos
Killer Max
 
Poriferos
PoriferosPoriferos
Fisiologia comparada
Fisiologia comparadaFisiologia comparada
Fisiologia comparada
Colégios particulares
 
7 ano invertebrados
7 ano invertebrados7 ano invertebrados
7 ano invertebrados
crisbassanimedeiros
 
2EM #12 Equinodermos
2EM #12 Equinodermos2EM #12 Equinodermos
2EM #12 Equinodermos
Professô Kyoshi
 
Cnidários
CnidáriosCnidários
Moluscos - Biologia
Moluscos - BiologiaMoluscos - Biologia
Moluscos - Biologia
Bruna M
 
Filo porifera
Filo porifera Filo porifera
Filo porifera
guest17042e9
 
Repteis
RepteisRepteis
Poríferos e cnidários
Poríferos e cnidários Poríferos e cnidários
Poríferos e cnidários
Seleste Mendes Pereira
 
Anelídeos (Power Point)
Anelídeos (Power Point)Anelídeos (Power Point)
Anelídeos (Power Point)
Bio
 
Platelmintos e nematódeos 2
Platelmintos e nematódeos 2Platelmintos e nematódeos 2
Platelmintos e nematódeos 2
Rita Cunha
 
Animais invertebrados- Poríferos
Animais invertebrados- PoríferosAnimais invertebrados- Poríferos
Animais invertebrados- Poríferos
Andrea Barreto
 
Mamíferos
Mamíferos  Mamíferos
Mamíferos
Clézio Nunes
 
Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
Bio
 
Aula 1 origem e evolução das células
Aula 1   origem e evolução das célulasAula 1   origem e evolução das células
Aula 1 origem e evolução das células
Nayara de Queiroz
 
Filo Moluscos (Power Point)
Filo Moluscos (Power Point)Filo Moluscos (Power Point)
Filo Moluscos (Power Point)
Bio
 
Nematelmintos
NematelmintosNematelmintos
Nematelmintos
Gaspar Neto
 
Reprodução
ReproduçãoReprodução
Reprodução
Werner Mendoza Blanco
 
7º ano cap 23 mamíferos
7º ano cap 23  mamíferos7º ano cap 23  mamíferos
7º ano cap 23 mamíferos
ISJ
 

Mais procurados (20)

Biologia - Equinodermos
Biologia - EquinodermosBiologia - Equinodermos
Biologia - Equinodermos
 
Poriferos
PoriferosPoriferos
Poriferos
 
Fisiologia comparada
Fisiologia comparadaFisiologia comparada
Fisiologia comparada
 
7 ano invertebrados
7 ano invertebrados7 ano invertebrados
7 ano invertebrados
 
2EM #12 Equinodermos
2EM #12 Equinodermos2EM #12 Equinodermos
2EM #12 Equinodermos
 
Cnidários
CnidáriosCnidários
Cnidários
 
Moluscos - Biologia
Moluscos - BiologiaMoluscos - Biologia
Moluscos - Biologia
 
Filo porifera
Filo porifera Filo porifera
Filo porifera
 
Repteis
RepteisRepteis
Repteis
 
Poríferos e cnidários
Poríferos e cnidários Poríferos e cnidários
Poríferos e cnidários
 
Anelídeos (Power Point)
Anelídeos (Power Point)Anelídeos (Power Point)
Anelídeos (Power Point)
 
Platelmintos e nematódeos 2
Platelmintos e nematódeos 2Platelmintos e nematódeos 2
Platelmintos e nematódeos 2
 
Animais invertebrados- Poríferos
Animais invertebrados- PoríferosAnimais invertebrados- Poríferos
Animais invertebrados- Poríferos
 
Mamíferos
Mamíferos  Mamíferos
Mamíferos
 
Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
 
Aula 1 origem e evolução das células
Aula 1   origem e evolução das célulasAula 1   origem e evolução das células
Aula 1 origem e evolução das células
 
Filo Moluscos (Power Point)
Filo Moluscos (Power Point)Filo Moluscos (Power Point)
Filo Moluscos (Power Point)
 
Nematelmintos
NematelmintosNematelmintos
Nematelmintos
 
Reprodução
ReproduçãoReprodução
Reprodução
 
7º ano cap 23 mamíferos
7º ano cap 23  mamíferos7º ano cap 23  mamíferos
7º ano cap 23 mamíferos
 

Semelhante a Poríferos e cnidários

O Reino dos Animais
O Reino dos AnimaisO Reino dos Animais
O Reino dos Animais
Renata1993Freire
 
Poríferos e cnidários
Poríferos e cnidáriosPoríferos e cnidários
Poríferos e cnidários
LUCAS MENDES SILVA OLIVEIRA
 
Poríferos e cnidários
Poríferos e cnidáriosPoríferos e cnidários
Poríferos e cnidários
Nayara Saldanha
 
Invertebrados prof. simone
Invertebrados   prof. simoneInvertebrados   prof. simone
Invertebrados prof. simone
Simone Diehl Maciel
 
Porferos e celenterados_-_2011
Porferos e celenterados_-_2011Porferos e celenterados_-_2011
Porferos e celenterados_-_2011
ISJ
 
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Zoologia dos Invertebrados
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Zoologia dos InvertebradosSlides da aula de Biologia (Renato) sobre Zoologia dos Invertebrados
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Zoologia dos Invertebrados
Turma Olímpica
 
Poliferos e Cnidários
Poliferos e CnidáriosPoliferos e Cnidários
Poliferos e Cnidários
Sirleide Silva
 
Poliferos e Cnidários.pptx
Poliferos e Cnidários.pptxPoliferos e Cnidários.pptx
Poliferos e Cnidários.pptx
RonaldoAlves313237
 
Porifero Cnidaria
Porifero CnidariaPorifero Cnidaria
Porifero Cnidaria
ANA LUCIA FARIAS
 
Zoo introdução
Zoo introduçãoZoo introdução
Zoo introdução
Marcos Albuquerque
 
Zoo introdução
Zoo introduçãoZoo introdução
Zoo introdução
Marcos Albuquerque
 
fdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.ppt
fdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.pptfdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.ppt
fdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.ppt
DanielMedina333918
 
Poriferos cnidarios poriferos e cnid.pdf
Poriferos cnidarios poriferos e cnid.pdfPoriferos cnidarios poriferos e cnid.pdf
Poriferos cnidarios poriferos e cnid.pdf
wilbiologia
 
Animais invertebrados parte 1
Animais invertebrados   parte 1Animais invertebrados   parte 1
Animais invertebrados parte 1
Grazi Grazi
 
Trab pronto
Trab prontoTrab pronto
Trab pronto
Mateus Pereira
 
AULA-13.ppt
AULA-13.pptAULA-13.ppt
AULA-13.ppt
WesleyAlvesNunes
 
Invertebrados simples
Invertebrados simplesInvertebrados simples
Invertebrados simples
letyap
 
Poriferos E Cndarios
Poriferos E CndariosPoriferos E Cndarios
Poriferos E Cndarios
Luis Otavio Tassinari
 
Porifera e Cnidaria
Porifera e CnidariaPorifera e Cnidaria
Invertebrados marinhos 1o b
Invertebrados marinhos 1o bInvertebrados marinhos 1o b
Invertebrados marinhos 1o b
SESI 422 - Americana
 

Semelhante a Poríferos e cnidários (20)

O Reino dos Animais
O Reino dos AnimaisO Reino dos Animais
O Reino dos Animais
 
Poríferos e cnidários
Poríferos e cnidáriosPoríferos e cnidários
Poríferos e cnidários
 
Poríferos e cnidários
Poríferos e cnidáriosPoríferos e cnidários
Poríferos e cnidários
 
Invertebrados prof. simone
Invertebrados   prof. simoneInvertebrados   prof. simone
Invertebrados prof. simone
 
Porferos e celenterados_-_2011
Porferos e celenterados_-_2011Porferos e celenterados_-_2011
Porferos e celenterados_-_2011
 
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Zoologia dos Invertebrados
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Zoologia dos InvertebradosSlides da aula de Biologia (Renato) sobre Zoologia dos Invertebrados
Slides da aula de Biologia (Renato) sobre Zoologia dos Invertebrados
 
Poliferos e Cnidários
Poliferos e CnidáriosPoliferos e Cnidários
Poliferos e Cnidários
 
Poliferos e Cnidários.pptx
Poliferos e Cnidários.pptxPoliferos e Cnidários.pptx
Poliferos e Cnidários.pptx
 
Porifero Cnidaria
Porifero CnidariaPorifero Cnidaria
Porifero Cnidaria
 
Zoo introdução
Zoo introduçãoZoo introdução
Zoo introdução
 
Zoo introdução
Zoo introduçãoZoo introdução
Zoo introdução
 
fdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.ppt
fdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.pptfdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.ppt
fdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.ppt
 
Poriferos cnidarios poriferos e cnid.pdf
Poriferos cnidarios poriferos e cnid.pdfPoriferos cnidarios poriferos e cnid.pdf
Poriferos cnidarios poriferos e cnid.pdf
 
Animais invertebrados parte 1
Animais invertebrados   parte 1Animais invertebrados   parte 1
Animais invertebrados parte 1
 
Trab pronto
Trab prontoTrab pronto
Trab pronto
 
AULA-13.ppt
AULA-13.pptAULA-13.ppt
AULA-13.ppt
 
Invertebrados simples
Invertebrados simplesInvertebrados simples
Invertebrados simples
 
Poriferos E Cndarios
Poriferos E CndariosPoriferos E Cndarios
Poriferos E Cndarios
 
Porifera e Cnidaria
Porifera e CnidariaPorifera e Cnidaria
Porifera e Cnidaria
 
Invertebrados marinhos 1o b
Invertebrados marinhos 1o bInvertebrados marinhos 1o b
Invertebrados marinhos 1o b
 

Mais de Professora Raquel

Tipos de ovos
Tipos de ovosTipos de ovos
Tipos de ovos
Professora Raquel
 
Alterações cromossomiais 2016
Alterações cromossomiais 2016Alterações cromossomiais 2016
Alterações cromossomiais 2016
Professora Raquel
 
Duplicação, transcrição e tradução
Duplicação, transcrição e traduçãoDuplicação, transcrição e tradução
Duplicação, transcrição e tradução
Professora Raquel
 
Cap 13
Cap 13Cap 13
Duplicação, transcrição e tradução
Duplicação, transcrição e traduçãoDuplicação, transcrição e tradução
Duplicação, transcrição e tradução
Professora Raquel
 
Cap 13
Cap 13Cap 13
Alterações cromossomiais 2016
Alterações cromossomiais 2016Alterações cromossomiais 2016
Alterações cromossomiais 2016
Professora Raquel
 
Núcleo cromatina e cromossomo
Núcleo cromatina e cromossomoNúcleo cromatina e cromossomo
Núcleo cromatina e cromossomo
Professora Raquel
 
Mitose e meiose
Mitose e meioseMitose e meiose
Mitose e meiose
Professora Raquel
 
Platyhelminthes e nematoda
Platyhelminthes e nematodaPlatyhelminthes e nematoda
Platyhelminthes e nematoda
Professora Raquel
 
Introdução ao reino animal
Introdução ao reino animalIntrodução ao reino animal
Introdução ao reino animal
Professora Raquel
 
Fotossíntese e quimiossíntese
Fotossíntese e quimiossínteseFotossíntese e quimiossíntese
Fotossíntese e quimiossíntese
Professora Raquel
 
Respiração celular e fermentação
Respiração celular e fermentaçãoRespiração celular e fermentação
Respiração celular e fermentação
Professora Raquel
 
Parte escrita metabolismo
Parte escrita metabolismoParte escrita metabolismo
Parte escrita metabolismo
Professora Raquel
 
Ferramentas do metabolismo
Ferramentas do metabolismoFerramentas do metabolismo
Ferramentas do metabolismo
Professora Raquel
 
Horta escolar eixo_gerador_dinamicas_comunitarias
Horta escolar eixo_gerador_dinamicas_comunitariasHorta escolar eixo_gerador_dinamicas_comunitarias
Horta escolar eixo_gerador_dinamicas_comunitarias
Professora Raquel
 
Educando horta escolas_gastronomia
Educando horta escolas_gastronomiaEducando horta escolas_gastronomia
Educando horta escolas_gastronomia
Professora Raquel
 
Capítulo 9
Capítulo 9Capítulo 9
Capítulo 9
Professora Raquel
 
Cap 8
Cap 8Cap 8
Cap 2 e 7
Cap 2 e 7Cap 2 e 7

Mais de Professora Raquel (20)

Tipos de ovos
Tipos de ovosTipos de ovos
Tipos de ovos
 
Alterações cromossomiais 2016
Alterações cromossomiais 2016Alterações cromossomiais 2016
Alterações cromossomiais 2016
 
Duplicação, transcrição e tradução
Duplicação, transcrição e traduçãoDuplicação, transcrição e tradução
Duplicação, transcrição e tradução
 
Cap 13
Cap 13Cap 13
Cap 13
 
Duplicação, transcrição e tradução
Duplicação, transcrição e traduçãoDuplicação, transcrição e tradução
Duplicação, transcrição e tradução
 
Cap 13
Cap 13Cap 13
Cap 13
 
Alterações cromossomiais 2016
Alterações cromossomiais 2016Alterações cromossomiais 2016
Alterações cromossomiais 2016
 
Núcleo cromatina e cromossomo
Núcleo cromatina e cromossomoNúcleo cromatina e cromossomo
Núcleo cromatina e cromossomo
 
Mitose e meiose
Mitose e meioseMitose e meiose
Mitose e meiose
 
Platyhelminthes e nematoda
Platyhelminthes e nematodaPlatyhelminthes e nematoda
Platyhelminthes e nematoda
 
Introdução ao reino animal
Introdução ao reino animalIntrodução ao reino animal
Introdução ao reino animal
 
Fotossíntese e quimiossíntese
Fotossíntese e quimiossínteseFotossíntese e quimiossíntese
Fotossíntese e quimiossíntese
 
Respiração celular e fermentação
Respiração celular e fermentaçãoRespiração celular e fermentação
Respiração celular e fermentação
 
Parte escrita metabolismo
Parte escrita metabolismoParte escrita metabolismo
Parte escrita metabolismo
 
Ferramentas do metabolismo
Ferramentas do metabolismoFerramentas do metabolismo
Ferramentas do metabolismo
 
Horta escolar eixo_gerador_dinamicas_comunitarias
Horta escolar eixo_gerador_dinamicas_comunitariasHorta escolar eixo_gerador_dinamicas_comunitarias
Horta escolar eixo_gerador_dinamicas_comunitarias
 
Educando horta escolas_gastronomia
Educando horta escolas_gastronomiaEducando horta escolas_gastronomia
Educando horta escolas_gastronomia
 
Capítulo 9
Capítulo 9Capítulo 9
Capítulo 9
 
Cap 8
Cap 8Cap 8
Cap 8
 
Cap 2 e 7
Cap 2 e 7Cap 2 e 7
Cap 2 e 7
 

Último

Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 

Último (20)

Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 

Poríferos e cnidários

  • 1. Poríferos e Cnidários Professora Raquel CED 416 – Santa Maria DF Maio de 2016
  • 2. Filo dos Poríferos • latim: porus = poros + fera = portador de • Esponjas • filtradores. • aquáticos (marinhos e água doce) • Não se locomovem (sésseis) • Não apresentam folhetos embrionários nem celoma • Simetria ausente ou radial
  • 3. Revestimento –pinacócitos •Nutrição –coanócitos (captura e digestão intracelular), amebócitos (captura, digestão e distribuição) •Circulação, Excreção e Respiração –difusão •Sustentação –Espículas + espongina •Reprodução –Assexuada: Brotamento, regeneração e gemulação –Sexuada: Fecundação *OBS.: Poríferos são parazoários (para = ao lado; zoo = animal) Estrutura e função
  • 6. O corpo das esponjas
  • 8. Estrutura das esponjas Células não formam tecidos. Tipos de células: pinacócitos, coanócitos e amebócitos. são os únicos animais que não apresentam células nervosas Seu corpo é sustentado por uma rede de fios de proteína e pelas espícula de calcário (carbonato de cálcio) ou de sílica
  • 9. Nutrição e respiração movimentação dos flagelos dos coanócitos água entra pelos poros Passa pelo átrio sai pelo ósculo.
  • 12. Reprodução sexuada As esponjas podem ser monóicas ou dióicas Amebócitos → óvulos e espermatozóides óvulos no meso-hilo e espermatozóides liberados Espermatozóides penetram a esponja e se ligam aos coanócitos que se transforma em amebócitos Amebócitos se deslocam até o óvulo e tranferem o núcleo do espermatozóide Fecundação interna! Zigoto, mórula e blástula no meso-hilo Blástula flagelada deixa o corpo da mãe
  • 15. Esponja chaminé com filhote de peixe pedra
  • 16. Filo Cnidária • São animais urticantes. • São um pouco mais desenvolvidos que os poríferos. • São todos aquáticos, sendo a maioria de habitat marinho. • Apresentam duas formas: pólipos e medusas.
  • 17. Filo Cnidaria • Primeiros da escala zoológica a apresentar tecido verdadeiro (eumetazoários); • São diblásticos (apresentam cavidade corporal onde ocorre a digestão) e protostômios. • Também apresentam tecido nervoso.
  • 20. Pólipos: Formato de um tubo cheios de tentáculos. Podem viver fixos como as anêmonas-do-mar, corais, ou móveis, como as hidras.
  • 21. Medusas • Corpo em forma guarda-chuva, abertura correspondente à boca na parte inferior do animal.e • Tem vida livre, flutuam na água, como é o caso da água-viva
  • 22. Corpo
  • 23. Características gerais • Possuem vários tentáculos cheios de cnidoblastos, junto à boca (defesa e alimentação) • Apresentam cavidade digestiva (primitiva) • Digestão extracelular e intracelular • Apresentam boca, mas não possuem ânus • Não existe sistema circulatório, respiratório e excretor: nutrientes, gases e excretas passam de célula em célula. • primeiro a apresentar células nervosas.
  • 34. Arrecifes ou recifes Podem ser de pedra ou de coral (esqueletos de antozoários Os de pedra existem em praticamente toda costa nordeste do Brasil Recife – capital de Pernambuco Águas claras e quentes Grande barreira de recife Abrolhos, Ilhéus (Bahia) e no atol das Rocas Aquecimento global El niño – branqueamento dos corais
  • 35. Atol das rocas(RN) e Abrolhos (BA)
  • 37. O CO2 combina-se com a água no oceano para produzir ácido carbônico. Há liberação de próton (H+) H+ combina-se com o íon carbonato (CO3). Isto diminui a concentração de carbonato na água do mar, dificultando a calcificação dos organismos. Dificuldade dos cnidários se constituírem Branqueamento
  • 38. Branqueamento (causado pelo aumento da temperatura) +Acidificação dos Oceanos (dificultando a calcificação dos organismos) recifes de coral em risco CO2 em 2100 (700-950 ppm). Mesmo sem emissão, os oceanos permanecerão acidificados por alguns milhares de anos E até que a dissolução das rochas carbonáticas marinhas e o intemperismo das rochas no continente, reduzam este valores os cnidários deixarão de existir.