SlideShare uma empresa Scribd logo
http://www.takenami.com.br




Introdução a Gerência
   de Configuração
       Igor Takenami




        Versão 1.0
http://www.takenami.com.br



         Qualidade de Software
• Qualidade do Processo
• Modelos de Qualidade
 - CMMI, MPS.Br
• Disciplinas da Engenharia de Software
 - Gerência de Configuração
 - Teste de Software
http://www.takenami.com.br



    Processo de Desenvolvimento
           Fases do Processo de Desenvolvimento

                                         Codif. e
 Plan.         Análise     Modelagem                  Homolog.     Produção
                                         Testes




Plano de
              Requisitos   Diagramas   Código Fonte    Aceite       Entrega
Projeto




                                Artefatos
http://www.takenami.com.br




Artefato x Produto

O que é Gerência de Configuração ?
http://www.takenami.com.br




É uma disciplina da Engenharia de Software
 que busca identificar e controlar o acesso,
  versionamento e mudanças nos itens de
configuração com o objetivo de garantir sua
                integridade
http://www.takenami.com.br



       Gerência de Configuração
• Objetivo ?
 - Garantir a integridade dos itens de configuração
• De que forma ?
 - Identificando
 - Controlando Acesso
 - Versionando
 - Controlando as Mudanças
http://www.takenami.com.br




Itens de Configuração (IC) é todo
artefato que está sob Gerência de
          Configuração
http://www.takenami.com.br



   Banco de Dados de Configuração
• Repositório para informações sobre os Itens de
 Configuração
 - Identificação única
 - Nome
 - Localização
 - Acesso
• Um item de configuração vai além de um
 documento ou arquivo
• Gerência de Dados
http://www.takenami.com.br



                 Versionamento
• Armazenamento
• Acesso
• Liberação
• Alterações
  - Histórico
  - Recuperação de diferentes versões do mesmo produto
• Releases
• Desenvolvimento Colaborativo
• Diminuição dos riscos de utilização de versões incorretas
http://www.takenami.com.br



                   Baseline
• Foto de uma versão dos itens de configuração
• Base estável para a contínua evolução dos itens de
 configuração
• Itens de Configuração que estão na Baseline
 devem ter sua integridade e estabilidade
 comprovadas
 - Documentos Aprovados
 - Código testado e homologado
• Quando criar Baselines ?
http://www.takenami.com.br




Uma vez que o Item entrou numa
     baseline, ele passa a ser
 sistematicamente controlado e
           monitorado
http://www.takenami.com.br




    A Gerência de Configuração deve
estabelecer todos os itens de configuração
     que farão parte de uma Baseline


   Como vou saber quais itens de
configuração devem ser considerados?
http://www.takenami.com.br



   Itens de Configuração e Baseline
• Produtos de trabalho que podem ser usados por
 dois ou mais grupo
• Produtos de trabalho que vão ser
 constantemente mudados, tanto por erros,
 quanto por mudanças de requisitos
• Todos os produtos de trabalho que são críticos
 para o projeto
http://www.takenami.com.br



         Controle de Mudanças
• Manter histórico de mudança
• Justificar mudança
• Como realizar a mudança ?
 - Solicitação de Mudanças (Change Request)
• Análise de Impacto
http://www.takenami.com.br



                   Análise de Impacto
• Identificação de todas as variáveis que impactam na mudança
  - Itens de configuração
    a) Rastreabilidade: Requisitos, Documentos, Código, Etc...

  - Esforço
  - Custo
  - Cronograma
  - Riscos
• Avalia a mudança junto ao Comitê de Controle de Mudança
 (CCM)
• Liberação dos Itens de Configuração
http://www.takenami.com.br



       Gerente de Configuração
• Manter banco de dados de configuração
 atualizado
• Garantir o acesso aos itens de configuração
• Auditoria de Configuração
• Garantir a rastreabilidade dos IC
• Liberação dos IC
• Plano de Gerência de Configuração
http://www.takenami.com.br



   Plano de Gerência de Configuração
• Papeis e responsabilidades
• Identificação dos itens de configuração
• Banco de Dados de Configuração
• Planejamento de Baselines
  - Criação
  - Conteúdo
• Auditorias
• Padronização das Nomenclaturas
• Releases e Integração Contínua
http://www.takenami.com.br



       Auditoria de Configuração
• Verifica a Solicitação de Mudança x Liberação de
 IC
• Verifica se a Matriz de Rastreabilidade foi criada
• Verifica a localização e acessos aos IC
• Verifica a presença dos itens de configuração na
 Baseline
http://www.takenami.com.br



   Gerência de Configuração no CMMI
• É uma Área de Processo e uma Prática Genérica
• Objetivos Específicos
 - Estabelecer Baselines
 - Rastrear o Controle de Mudanças
 - Estabelecer Integridade
http://www.takenami.com.br



                Práticas Específicas
• Estabelecer Baselines
  - Identificar itens de configuração
  - Estabelecer sistema de gerência de configuração
  - Criar ou liberar Baselines
• Rastrear e Controlar Mudanças
  - Rastrear solicitação de mudanças
  - Controlar itens de configuração
• Estabelecer Integridade
  - Estabelecer registro da Gerência de Configuração
  - Realizar auditorias de configuração
http://www.takenami.com.br



                 Ferramentas
• Controle de Versão
 - Subversion, CVS, GIT, ClearCase
• Controle de Mudança
 - Redmine, Trac, ClearQuest

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Modelos de processos de software
Modelos de processos de softwareModelos de processos de software
Modelos de processos de software
Nécio de Lima Veras
 
GCS - Aula 01 - Introdução
GCS - Aula 01 - IntroduçãoGCS - Aula 01 - Introdução
GCS - Aula 01 - Introdução
Misael Santos
 
Aula - Metodologias Ágeis
Aula - Metodologias ÁgeisAula - Metodologias Ágeis
Aula - Metodologias Ágeis
Mauricio Cesar Santos da Purificação
 
Qualidade de Software
Qualidade de SoftwareQualidade de Software
Qualidade de Software
Tiago Antônio da Silva
 
Gerência de Projetos de Software - Aula1
Gerência de Projetos de Software - Aula1Gerência de Projetos de Software - Aula1
Gerência de Projetos de Software - Aula1
Adson Cunha, MSc, PMP®
 
Gerenciamento da configuração
Gerenciamento da configuraçãoGerenciamento da configuração
Gerenciamento da configuração
Silas Serpa
 
GCS - Aula 02 - Conceitos Principais
GCS - Aula 02 - Conceitos PrincipaisGCS - Aula 02 - Conceitos Principais
GCS - Aula 02 - Conceitos Principais
Misael Santos
 
Aula 1 - Introdução a Engenharia de Software
Aula 1 -  Introdução a Engenharia de SoftwareAula 1 -  Introdução a Engenharia de Software
Aula 1 - Introdução a Engenharia de Software
Leinylson Fontinele
 
Aula 01 - Introdução ao Sistema de Informação
Aula 01 - Introdução ao Sistema de InformaçãoAula 01 - Introdução ao Sistema de Informação
Aula 01 - Introdução ao Sistema de Informação
Daniel Brandão
 
Aula 3 - Gestão de Projetos
Aula 3 - Gestão de ProjetosAula 3 - Gestão de Projetos
Aula 3 - Gestão de Projetos
Fernando Dantas
 
Engenharia De Software
Engenharia De SoftwareEngenharia De Software
Engenharia De Software
CursoSENAC
 
Aula 2 - Processos de Software
Aula 2 - Processos de SoftwareAula 2 - Processos de Software
Aula 2 - Processos de Software
Rudson Kiyoshi Souza Carvalho
 
Arquitetura de Software Visão Geral
Arquitetura de Software Visão GeralArquitetura de Software Visão Geral
Arquitetura de Software Visão Geral
sergiocrespo
 
Métodos Ágeis e Scrum - Introdução
Métodos Ágeis e Scrum - IntroduçãoMétodos Ágeis e Scrum - Introdução
Métodos Ágeis e Scrum - Introdução
Yuri Morais
 
Arquitetura de Software
Arquitetura de SoftwareArquitetura de Software
Arquitetura de Software
Marcelo Yamaguti
 
Aula 1 Analise e Projeto
Aula 1   Analise e ProjetoAula 1   Analise e Projeto
Aula 1 Analise e Projeto
Sergio Silva
 
MPS Br Nível F - Gerência de Configuração - GCO
MPS Br Nível F - Gerência de Configuração - GCO MPS Br Nível F - Gerência de Configuração - GCO
MPS Br Nível F - Gerência de Configuração - GCO
Vanilton Pinheiro
 
Engenharia de Requisitos
Engenharia de RequisitosEngenharia de Requisitos
Engenharia de Requisitos
Cloves da Rocha
 
Conceitos de básicos de qualidade de software
Conceitos de básicos de qualidade de softwareConceitos de básicos de qualidade de software
Conceitos de básicos de qualidade de software
Ronney Moreira de Castro
 
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOKAula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
Daniela Brauner
 

Mais procurados (20)

Modelos de processos de software
Modelos de processos de softwareModelos de processos de software
Modelos de processos de software
 
GCS - Aula 01 - Introdução
GCS - Aula 01 - IntroduçãoGCS - Aula 01 - Introdução
GCS - Aula 01 - Introdução
 
Aula - Metodologias Ágeis
Aula - Metodologias ÁgeisAula - Metodologias Ágeis
Aula - Metodologias Ágeis
 
Qualidade de Software
Qualidade de SoftwareQualidade de Software
Qualidade de Software
 
Gerência de Projetos de Software - Aula1
Gerência de Projetos de Software - Aula1Gerência de Projetos de Software - Aula1
Gerência de Projetos de Software - Aula1
 
Gerenciamento da configuração
Gerenciamento da configuraçãoGerenciamento da configuração
Gerenciamento da configuração
 
GCS - Aula 02 - Conceitos Principais
GCS - Aula 02 - Conceitos PrincipaisGCS - Aula 02 - Conceitos Principais
GCS - Aula 02 - Conceitos Principais
 
Aula 1 - Introdução a Engenharia de Software
Aula 1 -  Introdução a Engenharia de SoftwareAula 1 -  Introdução a Engenharia de Software
Aula 1 - Introdução a Engenharia de Software
 
Aula 01 - Introdução ao Sistema de Informação
Aula 01 - Introdução ao Sistema de InformaçãoAula 01 - Introdução ao Sistema de Informação
Aula 01 - Introdução ao Sistema de Informação
 
Aula 3 - Gestão de Projetos
Aula 3 - Gestão de ProjetosAula 3 - Gestão de Projetos
Aula 3 - Gestão de Projetos
 
Engenharia De Software
Engenharia De SoftwareEngenharia De Software
Engenharia De Software
 
Aula 2 - Processos de Software
Aula 2 - Processos de SoftwareAula 2 - Processos de Software
Aula 2 - Processos de Software
 
Arquitetura de Software Visão Geral
Arquitetura de Software Visão GeralArquitetura de Software Visão Geral
Arquitetura de Software Visão Geral
 
Métodos Ágeis e Scrum - Introdução
Métodos Ágeis e Scrum - IntroduçãoMétodos Ágeis e Scrum - Introdução
Métodos Ágeis e Scrum - Introdução
 
Arquitetura de Software
Arquitetura de SoftwareArquitetura de Software
Arquitetura de Software
 
Aula 1 Analise e Projeto
Aula 1   Analise e ProjetoAula 1   Analise e Projeto
Aula 1 Analise e Projeto
 
MPS Br Nível F - Gerência de Configuração - GCO
MPS Br Nível F - Gerência de Configuração - GCO MPS Br Nível F - Gerência de Configuração - GCO
MPS Br Nível F - Gerência de Configuração - GCO
 
Engenharia de Requisitos
Engenharia de RequisitosEngenharia de Requisitos
Engenharia de Requisitos
 
Conceitos de básicos de qualidade de software
Conceitos de básicos de qualidade de softwareConceitos de básicos de qualidade de software
Conceitos de básicos de qualidade de software
 
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOKAula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
 

Destaque

Gestão de Configuração (CM)
Gestão de Configuração (CM)Gestão de Configuração (CM)
Gestão de Configuração (CM)
Mário Pravato Junior
 
Gerência de configuração de softwares
Gerência de configuração de softwaresGerência de configuração de softwares
Gerência de configuração de softwares
GrupoAlves - professor
 
CMMI e MPS.BR - Introdução
CMMI e MPS.BR - IntroduçãoCMMI e MPS.BR - Introdução
CMMI e MPS.BR - Introdução
Joaquim Lopes Júnior
 
Engenharia Software Rup
Engenharia Software   RupEngenharia Software   Rup
Engenharia Software Rup
Felipe
 
Programação Orientada a Objetos
Programação Orientada a ObjetosProgramação Orientada a Objetos
Programação Orientada a Objetos
Igor Takenami
 
Mps-br gerencia de decisões
Mps-br gerencia de  decisõesMps-br gerencia de  decisões
Mps-br gerencia de decisões
dionilson lemos
 
SOA - Arquitetura Orientada a Serviços
SOA - Arquitetura Orientada a ServiçosSOA - Arquitetura Orientada a Serviços
SOA - Arquitetura Orientada a Serviços
alinebicudo
 
Introdução a Testes de Software
Introdução a Testes de SoftwareIntrodução a Testes de Software
Introdução a Testes de Software
Igor Takenami
 
Introdução a Arquitetura Orientada a Serviços
Introdução a Arquitetura Orientada a ServiçosIntrodução a Arquitetura Orientada a Serviços
Introdução a Arquitetura Orientada a Serviços
Igor Takenami
 
Desenvolvimento para iOS
Desenvolvimento para iOSDesenvolvimento para iOS
Desenvolvimento para iOS
Igor Takenami
 
Introdução a Qualidade de Software
Introdução a Qualidade de SoftwareIntrodução a Qualidade de Software
Introdução a Qualidade de Software
Igor Takenami
 
Introdução ao RUP
Introdução ao RUPIntrodução ao RUP
Introdução ao RUP
Igor Takenami
 
Arquitetura Orientada a Servicos (SOA)
Arquitetura Orientada a Servicos (SOA)Arquitetura Orientada a Servicos (SOA)
Arquitetura Orientada a Servicos (SOA)
Marcelo Sávio
 
Aula Estratégia e Escolas de Formação
Aula Estratégia e Escolas de FormaçãoAula Estratégia e Escolas de Formação
Aula Estratégia e Escolas de Formação
SMG - Share Marketing Group
 
ClearCase Basics
ClearCase BasicsClearCase Basics
ClearCase Basics
Abhishek Srivastava
 
A Escola de Configuração:A Formação de Estratégia como um Processo de Transfo...
A Escola de Configuração:A Formação de Estratégia como um Processo de Transfo...A Escola de Configuração:A Formação de Estratégia como um Processo de Transfo...
A Escola de Configuração:A Formação de Estratégia como um Processo de Transfo...
NIFCJ
 
GERENCIA EN SALUD Clase 5 A 5 B Urp 2008 II
GERENCIA EN SALUD Clase 5 A 5 B Urp 2008 IIGERENCIA EN SALUD Clase 5 A 5 B Urp 2008 II
GERENCIA EN SALUD Clase 5 A 5 B Urp 2008 II
Alumnos Ricardo Palma
 
Introdução a Arquitetura de Sistemas
Introdução a Arquitetura de SistemasIntrodução a Arquitetura de Sistemas
Introdução a Arquitetura de Sistemas
Igor Takenami
 

Destaque (18)

Gestão de Configuração (CM)
Gestão de Configuração (CM)Gestão de Configuração (CM)
Gestão de Configuração (CM)
 
Gerência de configuração de softwares
Gerência de configuração de softwaresGerência de configuração de softwares
Gerência de configuração de softwares
 
CMMI e MPS.BR - Introdução
CMMI e MPS.BR - IntroduçãoCMMI e MPS.BR - Introdução
CMMI e MPS.BR - Introdução
 
Engenharia Software Rup
Engenharia Software   RupEngenharia Software   Rup
Engenharia Software Rup
 
Programação Orientada a Objetos
Programação Orientada a ObjetosProgramação Orientada a Objetos
Programação Orientada a Objetos
 
Mps-br gerencia de decisões
Mps-br gerencia de  decisõesMps-br gerencia de  decisões
Mps-br gerencia de decisões
 
SOA - Arquitetura Orientada a Serviços
SOA - Arquitetura Orientada a ServiçosSOA - Arquitetura Orientada a Serviços
SOA - Arquitetura Orientada a Serviços
 
Introdução a Testes de Software
Introdução a Testes de SoftwareIntrodução a Testes de Software
Introdução a Testes de Software
 
Introdução a Arquitetura Orientada a Serviços
Introdução a Arquitetura Orientada a ServiçosIntrodução a Arquitetura Orientada a Serviços
Introdução a Arquitetura Orientada a Serviços
 
Desenvolvimento para iOS
Desenvolvimento para iOSDesenvolvimento para iOS
Desenvolvimento para iOS
 
Introdução a Qualidade de Software
Introdução a Qualidade de SoftwareIntrodução a Qualidade de Software
Introdução a Qualidade de Software
 
Introdução ao RUP
Introdução ao RUPIntrodução ao RUP
Introdução ao RUP
 
Arquitetura Orientada a Servicos (SOA)
Arquitetura Orientada a Servicos (SOA)Arquitetura Orientada a Servicos (SOA)
Arquitetura Orientada a Servicos (SOA)
 
Aula Estratégia e Escolas de Formação
Aula Estratégia e Escolas de FormaçãoAula Estratégia e Escolas de Formação
Aula Estratégia e Escolas de Formação
 
ClearCase Basics
ClearCase BasicsClearCase Basics
ClearCase Basics
 
A Escola de Configuração:A Formação de Estratégia como um Processo de Transfo...
A Escola de Configuração:A Formação de Estratégia como um Processo de Transfo...A Escola de Configuração:A Formação de Estratégia como um Processo de Transfo...
A Escola de Configuração:A Formação de Estratégia como um Processo de Transfo...
 
GERENCIA EN SALUD Clase 5 A 5 B Urp 2008 II
GERENCIA EN SALUD Clase 5 A 5 B Urp 2008 IIGERENCIA EN SALUD Clase 5 A 5 B Urp 2008 II
GERENCIA EN SALUD Clase 5 A 5 B Urp 2008 II
 
Introdução a Arquitetura de Sistemas
Introdução a Arquitetura de SistemasIntrodução a Arquitetura de Sistemas
Introdução a Arquitetura de Sistemas
 

Semelhante a Introdução a Gerência de Configuração

Entendendo o gerenciamento de configurações
Entendendo o gerenciamento de configuraçõesEntendendo o gerenciamento de configurações
Entendendo o gerenciamento de configurações
Stefanie Martins
 
Be Aware Webinar : Alinhando a Estratégia de Segurança: Visibilidade e Confor...
Be Aware Webinar : Alinhando a Estratégia de Segurança: Visibilidade e Confor...Be Aware Webinar : Alinhando a Estratégia de Segurança: Visibilidade e Confor...
Be Aware Webinar : Alinhando a Estratégia de Segurança: Visibilidade e Confor...
Symantec Brasil
 
Construindo aplicações seguras na era da agilidade
Construindo aplicações seguras na era da agilidadeConstruindo aplicações seguras na era da agilidade
Construindo aplicações seguras na era da agilidade
marlongaspar
 
Apqp
ApqpApqp
Apqp
emc5714
 
Apqp
ApqpApqp
Apqp
emc5714
 
ISO17799 2005
ISO17799 2005ISO17799 2005
ISO17799 2005
ceife
 
Otimização da gerencia de configuração do TRE-TO
Otimização da gerencia de configuração do TRE-TOOtimização da gerencia de configuração do TRE-TO
Otimização da gerencia de configuração do TRE-TO
Paulo Henrique de Sousa
 
B-datum e aws
B-datum e awsB-datum e aws
Gerenciamento_Projetos
Gerenciamento_ProjetosGerenciamento_Projetos
Gerenciamento_Projetos
Wagner Zaparoli
 
BS LIMS - Software para gestão de laboratórios
BS LIMS - Software para gestão de laboratóriosBS LIMS - Software para gestão de laboratórios
BS LIMS - Software para gestão de laboratórios
Jerson Eder Boer
 
Automação de Teste - BRATESTE 2010
Automação de Teste - BRATESTE 2010Automação de Teste - BRATESTE 2010
Automação de Teste - BRATESTE 2010
Elias Nogueira
 
Introdução Qualidade de Software
Introdução Qualidade de SoftwareIntrodução Qualidade de Software
Introdução Qualidade de Software
Wellington Oliveira
 
Gerenciamento de Escopo em Projetos
Gerenciamento de Escopo em ProjetosGerenciamento de Escopo em Projetos
Gerenciamento de Escopo em Projetos
Paulo Rogério Antiquera
 
Ciclo de Vida
Ciclo de VidaCiclo de Vida
Ciclo de Vida
Wagner Zaparoli
 
Curso de verificação e Revisão e Inspeção de artefatos
Curso de verificação e Revisão e Inspeção de artefatosCurso de verificação e Revisão e Inspeção de artefatos
Curso de verificação e Revisão e Inspeção de artefatos
Qualister
 
Revisao inspecao artefatos testes estaticos
Revisao inspecao artefatos testes estaticosRevisao inspecao artefatos testes estaticos
Revisao inspecao artefatos testes estaticos
Cristiano Caetano
 
PHP Conference Brasil 2011 - Desenvolvendo Seguro (do rascunho ao deploy)
PHP Conference Brasil 2011 - Desenvolvendo Seguro (do rascunho ao deploy)PHP Conference Brasil 2011 - Desenvolvendo Seguro (do rascunho ao deploy)
PHP Conference Brasil 2011 - Desenvolvendo Seguro (do rascunho ao deploy)
Erick Belluci Tedeschi
 
Gerenciamento Ágil de Projetos Seguindo as Boas Práticas do PMI
Gerenciamento Ágil de Projetos Seguindo as Boas Práticas do PMIGerenciamento Ágil de Projetos Seguindo as Boas Práticas do PMI
Gerenciamento Ágil de Projetos Seguindo as Boas Práticas do PMI
Vitor Massari
 
WebAPSEE-PRO
WebAPSEE-PROWebAPSEE-PRO
WebAPSEE-PRO
UFPA
 
Secure Coding with OWASP & SSDLC.pptx
Secure Coding with OWASP & SSDLC.pptxSecure Coding with OWASP & SSDLC.pptx
Secure Coding with OWASP & SSDLC.pptx
Thiago Bertuzzi
 

Semelhante a Introdução a Gerência de Configuração (20)

Entendendo o gerenciamento de configurações
Entendendo o gerenciamento de configuraçõesEntendendo o gerenciamento de configurações
Entendendo o gerenciamento de configurações
 
Be Aware Webinar : Alinhando a Estratégia de Segurança: Visibilidade e Confor...
Be Aware Webinar : Alinhando a Estratégia de Segurança: Visibilidade e Confor...Be Aware Webinar : Alinhando a Estratégia de Segurança: Visibilidade e Confor...
Be Aware Webinar : Alinhando a Estratégia de Segurança: Visibilidade e Confor...
 
Construindo aplicações seguras na era da agilidade
Construindo aplicações seguras na era da agilidadeConstruindo aplicações seguras na era da agilidade
Construindo aplicações seguras na era da agilidade
 
Apqp
ApqpApqp
Apqp
 
Apqp
ApqpApqp
Apqp
 
ISO17799 2005
ISO17799 2005ISO17799 2005
ISO17799 2005
 
Otimização da gerencia de configuração do TRE-TO
Otimização da gerencia de configuração do TRE-TOOtimização da gerencia de configuração do TRE-TO
Otimização da gerencia de configuração do TRE-TO
 
B-datum e aws
B-datum e awsB-datum e aws
B-datum e aws
 
Gerenciamento_Projetos
Gerenciamento_ProjetosGerenciamento_Projetos
Gerenciamento_Projetos
 
BS LIMS - Software para gestão de laboratórios
BS LIMS - Software para gestão de laboratóriosBS LIMS - Software para gestão de laboratórios
BS LIMS - Software para gestão de laboratórios
 
Automação de Teste - BRATESTE 2010
Automação de Teste - BRATESTE 2010Automação de Teste - BRATESTE 2010
Automação de Teste - BRATESTE 2010
 
Introdução Qualidade de Software
Introdução Qualidade de SoftwareIntrodução Qualidade de Software
Introdução Qualidade de Software
 
Gerenciamento de Escopo em Projetos
Gerenciamento de Escopo em ProjetosGerenciamento de Escopo em Projetos
Gerenciamento de Escopo em Projetos
 
Ciclo de Vida
Ciclo de VidaCiclo de Vida
Ciclo de Vida
 
Curso de verificação e Revisão e Inspeção de artefatos
Curso de verificação e Revisão e Inspeção de artefatosCurso de verificação e Revisão e Inspeção de artefatos
Curso de verificação e Revisão e Inspeção de artefatos
 
Revisao inspecao artefatos testes estaticos
Revisao inspecao artefatos testes estaticosRevisao inspecao artefatos testes estaticos
Revisao inspecao artefatos testes estaticos
 
PHP Conference Brasil 2011 - Desenvolvendo Seguro (do rascunho ao deploy)
PHP Conference Brasil 2011 - Desenvolvendo Seguro (do rascunho ao deploy)PHP Conference Brasil 2011 - Desenvolvendo Seguro (do rascunho ao deploy)
PHP Conference Brasil 2011 - Desenvolvendo Seguro (do rascunho ao deploy)
 
Gerenciamento Ágil de Projetos Seguindo as Boas Práticas do PMI
Gerenciamento Ágil de Projetos Seguindo as Boas Práticas do PMIGerenciamento Ágil de Projetos Seguindo as Boas Práticas do PMI
Gerenciamento Ágil de Projetos Seguindo as Boas Práticas do PMI
 
WebAPSEE-PRO
WebAPSEE-PROWebAPSEE-PRO
WebAPSEE-PRO
 
Secure Coding with OWASP & SSDLC.pptx
Secure Coding with OWASP & SSDLC.pptxSecure Coding with OWASP & SSDLC.pptx
Secure Coding with OWASP & SSDLC.pptx
 

Último

Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
Suzy De Abreu Santana
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptxForças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Danielle Fernandes Amaro dos Santos
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
JuliaMachado73
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
Giovana Gomes da Silva
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 

Último (20)

Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptxForças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 

Introdução a Gerência de Configuração

  • 1. http://www.takenami.com.br Introdução a Gerência de Configuração Igor Takenami Versão 1.0
  • 2. http://www.takenami.com.br Qualidade de Software • Qualidade do Processo • Modelos de Qualidade - CMMI, MPS.Br • Disciplinas da Engenharia de Software - Gerência de Configuração - Teste de Software
  • 3. http://www.takenami.com.br Processo de Desenvolvimento Fases do Processo de Desenvolvimento Codif. e Plan. Análise Modelagem Homolog. Produção Testes Plano de Requisitos Diagramas Código Fonte Aceite Entrega Projeto Artefatos
  • 4. http://www.takenami.com.br Artefato x Produto O que é Gerência de Configuração ?
  • 5. http://www.takenami.com.br É uma disciplina da Engenharia de Software que busca identificar e controlar o acesso, versionamento e mudanças nos itens de configuração com o objetivo de garantir sua integridade
  • 6. http://www.takenami.com.br Gerência de Configuração • Objetivo ? - Garantir a integridade dos itens de configuração • De que forma ? - Identificando - Controlando Acesso - Versionando - Controlando as Mudanças
  • 7. http://www.takenami.com.br Itens de Configuração (IC) é todo artefato que está sob Gerência de Configuração
  • 8. http://www.takenami.com.br Banco de Dados de Configuração • Repositório para informações sobre os Itens de Configuração - Identificação única - Nome - Localização - Acesso • Um item de configuração vai além de um documento ou arquivo • Gerência de Dados
  • 9. http://www.takenami.com.br Versionamento • Armazenamento • Acesso • Liberação • Alterações - Histórico - Recuperação de diferentes versões do mesmo produto • Releases • Desenvolvimento Colaborativo • Diminuição dos riscos de utilização de versões incorretas
  • 10. http://www.takenami.com.br Baseline • Foto de uma versão dos itens de configuração • Base estável para a contínua evolução dos itens de configuração • Itens de Configuração que estão na Baseline devem ter sua integridade e estabilidade comprovadas - Documentos Aprovados - Código testado e homologado • Quando criar Baselines ?
  • 11. http://www.takenami.com.br Uma vez que o Item entrou numa baseline, ele passa a ser sistematicamente controlado e monitorado
  • 12. http://www.takenami.com.br A Gerência de Configuração deve estabelecer todos os itens de configuração que farão parte de uma Baseline Como vou saber quais itens de configuração devem ser considerados?
  • 13. http://www.takenami.com.br Itens de Configuração e Baseline • Produtos de trabalho que podem ser usados por dois ou mais grupo • Produtos de trabalho que vão ser constantemente mudados, tanto por erros, quanto por mudanças de requisitos • Todos os produtos de trabalho que são críticos para o projeto
  • 14. http://www.takenami.com.br Controle de Mudanças • Manter histórico de mudança • Justificar mudança • Como realizar a mudança ? - Solicitação de Mudanças (Change Request) • Análise de Impacto
  • 15. http://www.takenami.com.br Análise de Impacto • Identificação de todas as variáveis que impactam na mudança - Itens de configuração a) Rastreabilidade: Requisitos, Documentos, Código, Etc... - Esforço - Custo - Cronograma - Riscos • Avalia a mudança junto ao Comitê de Controle de Mudança (CCM) • Liberação dos Itens de Configuração
  • 16. http://www.takenami.com.br Gerente de Configuração • Manter banco de dados de configuração atualizado • Garantir o acesso aos itens de configuração • Auditoria de Configuração • Garantir a rastreabilidade dos IC • Liberação dos IC • Plano de Gerência de Configuração
  • 17. http://www.takenami.com.br Plano de Gerência de Configuração • Papeis e responsabilidades • Identificação dos itens de configuração • Banco de Dados de Configuração • Planejamento de Baselines - Criação - Conteúdo • Auditorias • Padronização das Nomenclaturas • Releases e Integração Contínua
  • 18. http://www.takenami.com.br Auditoria de Configuração • Verifica a Solicitação de Mudança x Liberação de IC • Verifica se a Matriz de Rastreabilidade foi criada • Verifica a localização e acessos aos IC • Verifica a presença dos itens de configuração na Baseline
  • 19. http://www.takenami.com.br Gerência de Configuração no CMMI • É uma Área de Processo e uma Prática Genérica • Objetivos Específicos - Estabelecer Baselines - Rastrear o Controle de Mudanças - Estabelecer Integridade
  • 20. http://www.takenami.com.br Práticas Específicas • Estabelecer Baselines - Identificar itens de configuração - Estabelecer sistema de gerência de configuração - Criar ou liberar Baselines • Rastrear e Controlar Mudanças - Rastrear solicitação de mudanças - Controlar itens de configuração • Estabelecer Integridade - Estabelecer registro da Gerência de Configuração - Realizar auditorias de configuração
  • 21. http://www.takenami.com.br Ferramentas • Controle de Versão - Subversion, CVS, GIT, ClearCase • Controle de Mudança - Redmine, Trac, ClearQuest