SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
Baixar para ler offline
NUNEZ ET AL., 2019
Whathappenedtocognitivescience?
Profa. Raquel Salcedo Gomes - PGIE/UFRGS
Ciências Cognitivas - 2020
NUNEZ ET AL., 2019
• Introduction
• The challenge of achieving interdisciplinary coherence: difficulties from the beginning
• Four indicators, bibliometric and socio-institutional
• Author’s affiliations in Cognitive Science
• Journal-Journal citation patterns and environments: scientometrics
• The doctoral training of cognitive science’s faculty today
• Cognitive science curricula across universities in North America
• Discussion
TextSections
NUNEZ ET AL., 2019
• Investigação científica da mente em um campo interdisciplinar integrado: superar
limitações do behaviorismo, utilizar as tecnologias computacionais emergentes, testar
a hipótese de que a cognição é uma computação de representações
• Após 40 anos da criação do períodico Cognitive Science em 1977 e da Cognitive Science
Society, em 1979, o campo parece ter perdido ímpeto, foco e reconhecimento
• Poucos departamentos e cursos foram criados nas universidades; a psicologia
experimental e a psicologia cognitiva tomaram conta das palavras-chave nas
publicações, as práticas acadêmicas indicam um grupo eclético que não tem mais
objetivos, questões e teorias de pesquisa em comum, indicando fracasso na integração
interdisciplinar
• A ciência cognitiva ainda existe como campo interdisciplinar coerente? Como o estado
atual da área se compara às previsões feitas por seus criadores e entusiastas?
Introdução
• Gardner, 1987: 1) “A crença de que, ao falar sobre atividades cognitivas humanas, é necessário
falar sobre representações mentais e postular um nível de análise totalmente separado do
biológico ou neurológico, por um lado, e sociológico ou cultural, por outro.” 2) ”A fé de que é
central, para qualquer entendimento da mente humana, o computador eletrônico”. 3) “A
decisão deliberada de remover a ênfase de certos fatores ... [incluindo] a influência de fatores
afetivos ou emoções, a contribuição de fatores históricos e culturais e o papel do contexto em
que ocorrem ações ou pensamentos específicos”.
• Boden, 2006: “Mind as machine”
• Sloan Foundation 1978 Report: dificuldades desde o começo
• 1980s e 1990s: conexionismo, emergência, cognição situada, cognição distribuída, cognição
corporificada
• Multidisciplinaridade X Interdisciplinaridade
Odesafiodealcançaracoerênciainterdisciplinar:
dificuldadesdesdeocomeço
NUNEZ ET AL., 2019
• Afiliações dos autores dentro das ciências cognitivas
• 1020 artigos analisados
• Menos de 10% de programas em ciência cognitiva
• 1% de antropologia
• 3% de filosofia
• 7% de neurociência
• 8,5% de computação
• 17,4% de linguística
• 63,1% de psicologia
Quatroindicadores,bibliométricosesócio-institucionais
NUNEZ ET AL., 2019
• Padrões e ambientes de citações entre periódicos:
cientometria
• Cognitive Science Journal: 1980 -> construção da
interdisciplinaridade; 1990 -> orientação interdisciplinar;
2000 -> absorvido pela psicologia cognitiva
• Publicações do periódico citadas apenas na psicologia
• Ausência de antropologia e de filosofia
• Fracasso na migração de multidisciplinaridade para
interdisciplinaridade
Quatroindicadores,bibliométricosesócio-institucionais
NUNEZ ET AL., 2019
• Formação de doutores em ciência cognitiva hoje
• Ph.D. em ciência cognitiva (2018): Universidade Johns
Hopkins, Instituto Politécnico Renssaeler, UC San Diego e
Universidade da Europa Central em Budapeste.
• 0% de professores com formação em antropologia
• Predomínio de psicologia
• Variações entre Linguística, Computação e Neurociência
Quatroindicadores,bibliométricosesócio-institucionais
NUNEZ ET AL., 2019
• Currículos de ciências cognitivas em universidades da
América do Norte
• 33 IES americanas que ofertam graduações de
bacharelado em Ciência Cognitiva como Major
• Disciplinas e pré-requisitos variados e incoerentes entre
instituições - falta de um "core"
• Apenas 32% das disciplinas era em Ciência Cognitiva
• 7 universidades não ofereciam nenhuma disciplina de
Ciência Cognitiva, as disciplinas vinham todas de outros
departamentos
• Predomínio da psicologia, com um pouco de linguística,
filosofia e neurociência
• Antropologia apenas como disciplina eletiva
Quatroindicadores,bibliométricosesócio-institucionais
NUNEZ ET AL., 2019
• Proposta de disciplina integrada e coerente não se materializou
• Pesquisadores com formação ainda nas disciplinas fundantes
• Bacharelados sem um currículo coerente e consistente
• Bibliometricamente, a área foi absorvida pela psicologia
• Cientometricamente, não houve integração interdisciplinar, como na bioquímica, por
exemplo
• O princípio central foi enfraquecido (cognição é computação simbólica), perdeu-se o
interesse
• O termo “cognitivo" foi se tornando cada vez mais polissêmico (linguística cognitiva,
neurociência cognitiva) e teoricamente carregado, de modos até mesmo
inconsistentes
Discussão
NUNEZ ET AL., 2019
• Alguns pioneiros em estudos sobre pensamento, linguagem e raciocínio, como
Piaget e Vygotsky, não são considerados cognitivistas em alguns círculos
• Ciências Cognitivas - George Miller (2003) e Barbara von Eckardt (1993), dentre
outros (universidades, publicações, departamentos)
• Fracasso do programa de pesquisa paradigmático (Lakatos, Kuhn)
• Começou como contra-revolução anti-behaviorista, buscando ser menos
normativa e mais aberta
• Hoje, caracteriza-se como não normativa, não revolucionária e multidisciplinar
• Post-cognitive-revolution era -> o empreendimento de estudar as múltiplas e
diversas dimensões da mente continua
Discussão

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a What happened to cognitive science? O que aconteceu com a ciência cognitiva?

Pesquisas educacionais
Pesquisas educacionaisPesquisas educacionais
Pesquisas educacionaisAna Rodrigues
 
Sociologia: Ciência x Senso comum
Sociologia: Ciência x Senso comumSociologia: Ciência x Senso comum
Sociologia: Ciência x Senso comumCintia Dozono
 
Terapia Cognitivo-Comportamental
Terapia Cognitivo-ComportamentalTerapia Cognitivo-Comportamental
Terapia Cognitivo-ComportamentalArlei AJ
 
O estudo cognitivo da emoção
O estudo cognitivo da emoção O estudo cognitivo da emoção
O estudo cognitivo da emoção Hebert Balieiro
 
Apresentação salão ensino-rafaelbarros
Apresentação salão ensino-rafaelbarrosApresentação salão ensino-rafaelbarros
Apresentação salão ensino-rafaelbarrospibidcsoufrgs
 
Contribuições da ABEP no Ensino e Formação de Psicólogas(os)
Contribuições da ABEP no Ensino e Formação de Psicólogas(os)   Contribuições da ABEP no Ensino e Formação de Psicólogas(os)
Contribuições da ABEP no Ensino e Formação de Psicólogas(os) Graça Santiago
 
Psicologia_Cognitiva_-_Psi._da_Aprendizagem.pdf
Psicologia_Cognitiva_-_Psi._da_Aprendizagem.pdfPsicologia_Cognitiva_-_Psi._da_Aprendizagem.pdf
Psicologia_Cognitiva_-_Psi._da_Aprendizagem.pdfBiologandoEmSantaCat
 
Arquitetura da Informação - Interdisciplinaridade
Arquitetura da Informação - InterdisciplinaridadeArquitetura da Informação - Interdisciplinaridade
Arquitetura da Informação - Interdisciplinaridadeaiadufmg
 
INTERLOCUÇÕES ENTRE A ANÁLISE DE DOMÍNIO E OS ESTUDOS DE USUÁRIOS DA INFORMAÇ...
INTERLOCUÇÕES ENTRE A ANÁLISE DE DOMÍNIO E OS ESTUDOS DE USUÁRIOS DA INFORMAÇ...INTERLOCUÇÕES ENTRE A ANÁLISE DE DOMÍNIO E OS ESTUDOS DE USUÁRIOS DA INFORMAÇ...
INTERLOCUÇÕES ENTRE A ANÁLISE DE DOMÍNIO E OS ESTUDOS DE USUÁRIOS DA INFORMAÇ...Epic UFMG
 
O ensino das ciencias de base cognitiva cp9
O ensino das ciencias de base cognitiva cp9O ensino das ciencias de base cognitiva cp9
O ensino das ciencias de base cognitiva cp9Carlos Alberto Monteiro
 
2º a.antônia filosofia-pdf
2º a.antônia filosofia-pdf2º a.antônia filosofia-pdf
2º a.antônia filosofia-pdfFatima Moraes
 
Ciência segundo ander egg
Ciência segundo ander eggCiência segundo ander egg
Ciência segundo ander eggconceicao1
 

Semelhante a What happened to cognitive science? O que aconteceu com a ciência cognitiva? (20)

Texto 02c
Texto 02cTexto 02c
Texto 02c
 
Epistemologia da Biblioteconomia
Epistemologia da Biblioteconomia Epistemologia da Biblioteconomia
Epistemologia da Biblioteconomia
 
Unidade ii metodologia científica
Unidade ii metodologia científicaUnidade ii metodologia científica
Unidade ii metodologia científica
 
Unidade ii metodologia científica
Unidade ii metodologia científicaUnidade ii metodologia científica
Unidade ii metodologia científica
 
Unidade ii metodologia científica
Unidade ii metodologia científicaUnidade ii metodologia científica
Unidade ii metodologia científica
 
Pesquisas educacionais
Pesquisas educacionaisPesquisas educacionais
Pesquisas educacionais
 
Seminário1.ppt
 Seminário1.ppt  Seminário1.ppt
Seminário1.ppt
 
Sociologia: Ciência x Senso comum
Sociologia: Ciência x Senso comumSociologia: Ciência x Senso comum
Sociologia: Ciência x Senso comum
 
Terapia Cognitivo-Comportamental
Terapia Cognitivo-ComportamentalTerapia Cognitivo-Comportamental
Terapia Cognitivo-Comportamental
 
O estudo cognitivo da emoção
O estudo cognitivo da emoção O estudo cognitivo da emoção
O estudo cognitivo da emoção
 
Apresentação salão ensino-rafaelbarros
Apresentação salão ensino-rafaelbarrosApresentação salão ensino-rafaelbarros
Apresentação salão ensino-rafaelbarros
 
Contribuições da ABEP no Ensino e Formação de Psicólogas(os)
Contribuições da ABEP no Ensino e Formação de Psicólogas(os)   Contribuições da ABEP no Ensino e Formação de Psicólogas(os)
Contribuições da ABEP no Ensino e Formação de Psicólogas(os)
 
Psicologia_Cognitiva_-_Psi._da_Aprendizagem.pdf
Psicologia_Cognitiva_-_Psi._da_Aprendizagem.pdfPsicologia_Cognitiva_-_Psi._da_Aprendizagem.pdf
Psicologia_Cognitiva_-_Psi._da_Aprendizagem.pdf
 
Arquitetura da Informação e Interdisciplinaridade
Arquitetura da Informação e InterdisciplinaridadeArquitetura da Informação e Interdisciplinaridade
Arquitetura da Informação e Interdisciplinaridade
 
Arquitetura da Informação - Interdisciplinaridade
Arquitetura da Informação - InterdisciplinaridadeArquitetura da Informação - Interdisciplinaridade
Arquitetura da Informação - Interdisciplinaridade
 
INTERLOCUÇÕES ENTRE A ANÁLISE DE DOMÍNIO E OS ESTUDOS DE USUÁRIOS DA INFORMAÇ...
INTERLOCUÇÕES ENTRE A ANÁLISE DE DOMÍNIO E OS ESTUDOS DE USUÁRIOS DA INFORMAÇ...INTERLOCUÇÕES ENTRE A ANÁLISE DE DOMÍNIO E OS ESTUDOS DE USUÁRIOS DA INFORMAÇ...
INTERLOCUÇÕES ENTRE A ANÁLISE DE DOMÍNIO E OS ESTUDOS DE USUÁRIOS DA INFORMAÇ...
 
Aula 2
Aula 2Aula 2
Aula 2
 
O ensino das ciencias de base cognitiva cp9
O ensino das ciencias de base cognitiva cp9O ensino das ciencias de base cognitiva cp9
O ensino das ciencias de base cognitiva cp9
 
2º a.antônia filosofia-pdf
2º a.antônia filosofia-pdf2º a.antônia filosofia-pdf
2º a.antônia filosofia-pdf
 
Ciência segundo ander egg
Ciência segundo ander eggCiência segundo ander egg
Ciência segundo ander egg
 

Mais de Raquel Salcedo Gomes

Trajetórias de aprendizagem para navegar o século XXI.pdf
Trajetórias de aprendizagem para navegar o século XXI.pdfTrajetórias de aprendizagem para navegar o século XXI.pdf
Trajetórias de aprendizagem para navegar o século XXI.pdfRaquel Salcedo Gomes
 
Trajetórias de Aprendizagem Visível em Ambiente Informatizado
Trajetórias de Aprendizagem Visível em Ambiente InformatizadoTrajetórias de Aprendizagem Visível em Ambiente Informatizado
Trajetórias de Aprendizagem Visível em Ambiente InformatizadoRaquel Salcedo Gomes
 
Cultura digital ou digitalização da cultura
Cultura digital ou digitalização da culturaCultura digital ou digitalização da cultura
Cultura digital ou digitalização da culturaRaquel Salcedo Gomes
 
Trajetórias de aprendizagem e os 20 princípios da APA sobre ensino e aprendiz...
Trajetórias de aprendizagem e os 20 princípios da APA sobre ensino e aprendiz...Trajetórias de aprendizagem e os 20 princípios da APA sobre ensino e aprendiz...
Trajetórias de aprendizagem e os 20 princípios da APA sobre ensino e aprendiz...Raquel Salcedo Gomes
 
História das tecnologias cognitivas e suas implicações educacionais
História das tecnologias cognitivas e suas implicações educacionaisHistória das tecnologias cognitivas e suas implicações educacionais
História das tecnologias cognitivas e suas implicações educacionaisRaquel Salcedo Gomes
 
Desafios da educação na pandemia
Desafios da educação na pandemiaDesafios da educação na pandemia
Desafios da educação na pandemiaRaquel Salcedo Gomes
 
Cognição 4E - Evolução da cognição
Cognição 4E - Evolução da cogniçãoCognição 4E - Evolução da cognição
Cognição 4E - Evolução da cogniçãoRaquel Salcedo Gomes
 
Benjamin Bloom, Mastery Learning, Objetivos Educacionais
Benjamin Bloom, Mastery Learning, Objetivos EducacionaisBenjamin Bloom, Mastery Learning, Objetivos Educacionais
Benjamin Bloom, Mastery Learning, Objetivos EducacionaisRaquel Salcedo Gomes
 
Pesquisa em informática na educação e ciências cognitivas
Pesquisa em informática na educação e ciências cognitivasPesquisa em informática na educação e ciências cognitivas
Pesquisa em informática na educação e ciências cognitivasRaquel Salcedo Gomes
 
Fechamento Pierre Lévy - O que é o virtual?
Fechamento Pierre Lévy - O que é o virtual?Fechamento Pierre Lévy - O que é o virtual?
Fechamento Pierre Lévy - O que é o virtual?Raquel Salcedo Gomes
 
Inteligência Coletiva - Pierre Lévy
Inteligência Coletiva - Pierre Lévy Inteligência Coletiva - Pierre Lévy
Inteligência Coletiva - Pierre Lévy Raquel Salcedo Gomes
 
Pierre Lévy e as humanidades digitais
Pierre Lévy e as humanidades digitaisPierre Lévy e as humanidades digitais
Pierre Lévy e as humanidades digitaisRaquel Salcedo Gomes
 
Informática na educação baseada em evidências
Informática na educação baseada em evidênciasInformática na educação baseada em evidências
Informática na educação baseada em evidênciasRaquel Salcedo Gomes
 
Pervasive Computing: Vision and Challenges
Pervasive Computing: Vision and ChallengesPervasive Computing: Vision and Challenges
Pervasive Computing: Vision and ChallengesRaquel Salcedo Gomes
 
Mobilidade e tecnocultura: q linguajar é esse?
Mobilidade e tecnocultura: q linguajar é esse?Mobilidade e tecnocultura: q linguajar é esse?
Mobilidade e tecnocultura: q linguajar é esse?Raquel Salcedo Gomes
 

Mais de Raquel Salcedo Gomes (20)

Trajetórias de aprendizagem para navegar o século XXI.pdf
Trajetórias de aprendizagem para navegar o século XXI.pdfTrajetórias de aprendizagem para navegar o século XXI.pdf
Trajetórias de aprendizagem para navegar o século XXI.pdf
 
Trajetórias de Aprendizagem Visível em Ambiente Informatizado
Trajetórias de Aprendizagem Visível em Ambiente InformatizadoTrajetórias de Aprendizagem Visível em Ambiente Informatizado
Trajetórias de Aprendizagem Visível em Ambiente Informatizado
 
Cultura digital ou digitalização da cultura
Cultura digital ou digitalização da culturaCultura digital ou digitalização da cultura
Cultura digital ou digitalização da cultura
 
Trajetórias de aprendizagem e os 20 princípios da APA sobre ensino e aprendiz...
Trajetórias de aprendizagem e os 20 princípios da APA sobre ensino e aprendiz...Trajetórias de aprendizagem e os 20 princípios da APA sobre ensino e aprendiz...
Trajetórias de aprendizagem e os 20 princípios da APA sobre ensino e aprendiz...
 
História das tecnologias cognitivas e suas implicações educacionais
História das tecnologias cognitivas e suas implicações educacionaisHistória das tecnologias cognitivas e suas implicações educacionais
História das tecnologias cognitivas e suas implicações educacionais
 
Desafios da educação na pandemia
Desafios da educação na pandemiaDesafios da educação na pandemia
Desafios da educação na pandemia
 
Cognição 4E - Evolução da cognição
Cognição 4E - Evolução da cogniçãoCognição 4E - Evolução da cognição
Cognição 4E - Evolução da cognição
 
Cognição enativa e linguagem
Cognição enativa e linguagemCognição enativa e linguagem
Cognição enativa e linguagem
 
Benjamin Bloom, Mastery Learning, Objetivos Educacionais
Benjamin Bloom, Mastery Learning, Objetivos EducacionaisBenjamin Bloom, Mastery Learning, Objetivos Educacionais
Benjamin Bloom, Mastery Learning, Objetivos Educacionais
 
Educação na cultura digital
Educação na cultura digitalEducação na cultura digital
Educação na cultura digital
 
Pesquisa em informática na educação e ciências cognitivas
Pesquisa em informática na educação e ciências cognitivasPesquisa em informática na educação e ciências cognitivas
Pesquisa em informática na educação e ciências cognitivas
 
Fechamento Pierre Lévy - O que é o virtual?
Fechamento Pierre Lévy - O que é o virtual?Fechamento Pierre Lévy - O que é o virtual?
Fechamento Pierre Lévy - O que é o virtual?
 
O que é o virtual? Pierre Lévy
O que é o virtual? Pierre LévyO que é o virtual? Pierre Lévy
O que é o virtual? Pierre Lévy
 
Inteligência Coletiva - Pierre Lévy
Inteligência Coletiva - Pierre Lévy Inteligência Coletiva - Pierre Lévy
Inteligência Coletiva - Pierre Lévy
 
Pierre Lévy e as humanidades digitais
Pierre Lévy e as humanidades digitaisPierre Lévy e as humanidades digitais
Pierre Lévy e as humanidades digitais
 
Informática na educação baseada em evidências
Informática na educação baseada em evidênciasInformática na educação baseada em evidências
Informática na educação baseada em evidências
 
Pervasive Computing: Vision and Challenges
Pervasive Computing: Vision and ChallengesPervasive Computing: Vision and Challenges
Pervasive Computing: Vision and Challenges
 
Bergson e Maturana em minha tese
Bergson e Maturana em minha teseBergson e Maturana em minha tese
Bergson e Maturana em minha tese
 
Poesia - Modernistas (1945-1960)
Poesia - Modernistas (1945-1960)Poesia - Modernistas (1945-1960)
Poesia - Modernistas (1945-1960)
 
Mobilidade e tecnocultura: q linguajar é esse?
Mobilidade e tecnocultura: q linguajar é esse?Mobilidade e tecnocultura: q linguajar é esse?
Mobilidade e tecnocultura: q linguajar é esse?
 

Último

Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAElianeAlves383563
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfmaria794949
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfRILTONNOGUEIRADOSSAN
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxRaquelMartins389880
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaIlda Bicacro
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxlucivaniaholanda
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdfdanielagracia9
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptxlucioalmeida2702
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroBrenda Fritz
 

Último (20)

Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 

What happened to cognitive science? O que aconteceu com a ciência cognitiva?

  • 1. NUNEZ ET AL., 2019 Whathappenedtocognitivescience? Profa. Raquel Salcedo Gomes - PGIE/UFRGS Ciências Cognitivas - 2020
  • 2. NUNEZ ET AL., 2019 • Introduction • The challenge of achieving interdisciplinary coherence: difficulties from the beginning • Four indicators, bibliometric and socio-institutional • Author’s affiliations in Cognitive Science • Journal-Journal citation patterns and environments: scientometrics • The doctoral training of cognitive science’s faculty today • Cognitive science curricula across universities in North America • Discussion TextSections
  • 3. NUNEZ ET AL., 2019 • Investigação científica da mente em um campo interdisciplinar integrado: superar limitações do behaviorismo, utilizar as tecnologias computacionais emergentes, testar a hipótese de que a cognição é uma computação de representações • Após 40 anos da criação do períodico Cognitive Science em 1977 e da Cognitive Science Society, em 1979, o campo parece ter perdido ímpeto, foco e reconhecimento • Poucos departamentos e cursos foram criados nas universidades; a psicologia experimental e a psicologia cognitiva tomaram conta das palavras-chave nas publicações, as práticas acadêmicas indicam um grupo eclético que não tem mais objetivos, questões e teorias de pesquisa em comum, indicando fracasso na integração interdisciplinar • A ciência cognitiva ainda existe como campo interdisciplinar coerente? Como o estado atual da área se compara às previsões feitas por seus criadores e entusiastas? Introdução
  • 4.
  • 5. • Gardner, 1987: 1) “A crença de que, ao falar sobre atividades cognitivas humanas, é necessário falar sobre representações mentais e postular um nível de análise totalmente separado do biológico ou neurológico, por um lado, e sociológico ou cultural, por outro.” 2) ”A fé de que é central, para qualquer entendimento da mente humana, o computador eletrônico”. 3) “A decisão deliberada de remover a ênfase de certos fatores ... [incluindo] a influência de fatores afetivos ou emoções, a contribuição de fatores históricos e culturais e o papel do contexto em que ocorrem ações ou pensamentos específicos”. • Boden, 2006: “Mind as machine” • Sloan Foundation 1978 Report: dificuldades desde o começo • 1980s e 1990s: conexionismo, emergência, cognição situada, cognição distribuída, cognição corporificada • Multidisciplinaridade X Interdisciplinaridade Odesafiodealcançaracoerênciainterdisciplinar: dificuldadesdesdeocomeço
  • 6. NUNEZ ET AL., 2019 • Afiliações dos autores dentro das ciências cognitivas • 1020 artigos analisados • Menos de 10% de programas em ciência cognitiva • 1% de antropologia • 3% de filosofia • 7% de neurociência • 8,5% de computação • 17,4% de linguística • 63,1% de psicologia Quatroindicadores,bibliométricosesócio-institucionais
  • 7. NUNEZ ET AL., 2019 • Padrões e ambientes de citações entre periódicos: cientometria • Cognitive Science Journal: 1980 -> construção da interdisciplinaridade; 1990 -> orientação interdisciplinar; 2000 -> absorvido pela psicologia cognitiva • Publicações do periódico citadas apenas na psicologia • Ausência de antropologia e de filosofia • Fracasso na migração de multidisciplinaridade para interdisciplinaridade Quatroindicadores,bibliométricosesócio-institucionais
  • 8. NUNEZ ET AL., 2019 • Formação de doutores em ciência cognitiva hoje • Ph.D. em ciência cognitiva (2018): Universidade Johns Hopkins, Instituto Politécnico Renssaeler, UC San Diego e Universidade da Europa Central em Budapeste. • 0% de professores com formação em antropologia • Predomínio de psicologia • Variações entre Linguística, Computação e Neurociência Quatroindicadores,bibliométricosesócio-institucionais
  • 9. NUNEZ ET AL., 2019 • Currículos de ciências cognitivas em universidades da América do Norte • 33 IES americanas que ofertam graduações de bacharelado em Ciência Cognitiva como Major • Disciplinas e pré-requisitos variados e incoerentes entre instituições - falta de um "core" • Apenas 32% das disciplinas era em Ciência Cognitiva • 7 universidades não ofereciam nenhuma disciplina de Ciência Cognitiva, as disciplinas vinham todas de outros departamentos • Predomínio da psicologia, com um pouco de linguística, filosofia e neurociência • Antropologia apenas como disciplina eletiva Quatroindicadores,bibliométricosesócio-institucionais
  • 10. NUNEZ ET AL., 2019 • Proposta de disciplina integrada e coerente não se materializou • Pesquisadores com formação ainda nas disciplinas fundantes • Bacharelados sem um currículo coerente e consistente • Bibliometricamente, a área foi absorvida pela psicologia • Cientometricamente, não houve integração interdisciplinar, como na bioquímica, por exemplo • O princípio central foi enfraquecido (cognição é computação simbólica), perdeu-se o interesse • O termo “cognitivo" foi se tornando cada vez mais polissêmico (linguística cognitiva, neurociência cognitiva) e teoricamente carregado, de modos até mesmo inconsistentes Discussão
  • 11. NUNEZ ET AL., 2019 • Alguns pioneiros em estudos sobre pensamento, linguagem e raciocínio, como Piaget e Vygotsky, não são considerados cognitivistas em alguns círculos • Ciências Cognitivas - George Miller (2003) e Barbara von Eckardt (1993), dentre outros (universidades, publicações, departamentos) • Fracasso do programa de pesquisa paradigmático (Lakatos, Kuhn) • Começou como contra-revolução anti-behaviorista, buscando ser menos normativa e mais aberta • Hoje, caracteriza-se como não normativa, não revolucionária e multidisciplinar • Post-cognitive-revolution era -> o empreendimento de estudar as múltiplas e diversas dimensões da mente continua Discussão