SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 48
Orientações para Implantação e
Implementação da Horta
Thiago Azevedo de Oliveira
O que são hortaliças?
Hortaliças é toda planta de pequeno
porte, cultivada em uma horta, tendo alto valor
nutritivo constituídas de vitaminas e minerais.
Horta: Pequeno terreno onde são
cultivadas plantas.
HORTAS
A PRODUÇÃO DE HORTILIÇAS:
1. Produção comercial (grandes empresas)
2. Hortas familiares
3 . Hortas comunitárias
4. Hortas urbanas
5. Hortas Escolares
HORTAS
Tipos de Horta
Tipos de Horta
Tipos de Horta
Tipos de Horta
Horta escolar
• Melhora a educação através de uma aprendizagem ativa e
integrada
• Produção de alimentos frescos e saudáveis
• Proporcionam experiências de práticas ecológicas para produção
de alimentos
• Melhora a nutrição dos alunos
A existência de hortas nas escolas
enriquece a alimentação; ajuda na
mudança de hábitos alimentares e
despertar o interesse dos alunos pela
natureza.
É importante destacar
• São muito importantes para o organismo porque
contêm vitaminas e minerais que desempenham
dupla função protetoras (atuam contra doenças) e
construtoras (formação dos tecidos);
• Fonercem Pró-vitamina A, B e C minerais como
cálcio , fosforo e ferro e as fibras necessária s ao
bom funcionamento do intestino.
Vamos saber mais sobre hortaliças?
• Hortaliças tuberosas
• Hortaliças herbáceas
• Hortaliças-frutos
CLASSIFICAÇÃO DAS HORTALIÇAS
Hortaliças tuberosas
Neste grupo encontram-se as
hortaliças cujas partes utilizáveis pelo
homem desenvolvem-se dentro do solo, ou
ao nível deste.
Alguns Exemplos
Tubérculos: batatinha
Rizomas: inhame.
Bulbos: cebola, alho.
Raízes tuberosas: cenoura, batata-
doce, beterraba.
Hortaliças herbáceas:
As hortaliças nas quais as partes
utilizáveis são aquelas suculentas e
tenras, que se desenvolvem acima do
nível do solo:
Alguns Exemplos
• Folhas: alface, repolho, couve,
coentro, acelga.
• Talos e hastes: cebolinha, couve-
rábano.
• Flores e inflorescências: couve-
flor, couve- brócolos, alcachofra.
Hortaliças-frutos
Cuja parte consumida pelo homem
são os frutos ou pseudofrutos
colhidos imaturos ou maduros.
Alguns Exemplos
• Frutos imaturos: abóbrinha;
quiabo, feijão-vagem, pimentão
(verde), milho-verde, milho-doce.
• Frutos maduros: abóboras,
morangas, melancia, melão,
morango, pimentão (vermelho e
amarelo) e tomate.
IMPORTÂNCIA DAS HORTALIÇAS
As hortaliças abrange mais de
100 espécies, são consumidas cruas,
cozidas, industrializadas e como
condimentos.
A horta é essencial para a
melhoria da qualidade de vida das
famílias.
• Nutricional,
• Terapia ocupacional,
• Melhoria do hábito de consumo,
• Economia das famílias, e
• Na manutenção e/ou melhoria da
saúde e prevenção de doenças.
IMPORTÂNCIA
O QUE PRODUZIR???
QUANDO PRODUZIR???
QUANTO PRODUZIR???
COMO PRODUZIR???
Implementação da horta escolar
O QUE PRODUZIR???
• Folhas
• Flores
• Frutos
• Legumes
• Tubérculos/Raizes e bulbos
• Espécies medicinais
• Frutiferas (ao redor da horta)
QUANTO PRODUZIR???
• Necessidade do consumo da escola;
• Levantamento semanal;
• Assim é preciso conhcer o ciclo de
vida e a produção de cada espécie
de hortaliças;
QUANDO PRODUZIR?
• A frequência da oferta do produto.
• As épocas de semeio.
• Produção de mudas.
• Escalonamento da produção.
COMO PRODUZIR?
• Tecnologia disponível e viável.
• Como plantar de maneira a atender uma
produção com qualidade, quantidade e
frequência de acordo com as exigências da
escola.
PLANEJAMENTO E PROJETO
Planejar significa organizar atividades em
forma de projeto para a consecução de
determinado objetivo.
LEVANTAMENTO DE DADOS
As informações podem ser divididas
em dados da demanda da escola e dados
da horta (local onde será instalado a horta
escolar).
Dados da horta
• Localização,
• área,
• tipo de solo,
• declividade,
• potencial hídrico,
• Escolha do tipo de horta
ELABORAÇÃO DO PROJETO
Projeto é o resultado do processamento dos
dados e informações organizados de maneira a
atender os objetivos de produção.
Para uma melhor compreensão dos
projetos, as culturas serão divididas em três
grupos.
ELABORAÇÃO DO PROJETO
• Culturas com transplantio: alface, almeirão,
berinjela, jiló, brócolos, couve comum, couve-flor,
pimentão, pimenta, pepino, repolho, tomate, dentre
outras.
ELABORAÇÃO DO PROJETO
• Culturas com plantio direto no local definitivo:
• Coentro, beterraba
• abóboras, morangas, melão,
• melancia, pepino (geralmente), cenoura, feijão–
vagem, quiabo, ervilha, dentreoutras.
ELABORAÇÃO DO PROJETO
• Culturas com longo período de colheita: couve-
comum, pepino, pimenta,
• pimentão, tomate, feijão-vagem, ervilha-torta,
dentre outras.
Ferramentas
Local
A área onde são cultivadas as hortaliças deve preencher alguns
requisitos como:
1. Estar próxima a escola.
2. Ser de acesso fácil;
4. Deve ser composta por área produtiva (canteiros, sementeira,
composteira e minhocário) e área não produtiva (depósito, caminhos,
caixa d’água, pia de lavagem);
5. Recomenda-se que a área seja cercada;
6. Ser instalada em local totalmente ensolarado,
7. Estar protegida de rajadas de vento;
1.
Da área escolhida
O tamanho da área da horta, com relação a capacidade
produtiva, vai depender do número de espécies e da
quantidade sendo cultivadas, do comprimento dos canteiros e
sementeiras, quantidade de covas e das áreas não produtivas.
Da área escolhida
• Deve ser de boa qualidade (livre de impurezas e sem cheiro)
e estar disponível em abundância para a irrigação dos
canteiros e covas.
Da água
• Em recipiente (bandejas de isopor – substrato adequado)
• Em sementeira
• Aquisição de material propagativo (sementes e mudas)
Onde e como produzir mudas?
• Sementeira
• Definitivo sem contenção (do tipo leira)
• Definitivo com contenção
Quais são os tipos de canteiro?
Como adubar?
• Em recipiente (bandejas de isopor – substrato adequado)
• Em sementeira
• Aquisição de material propagativo (sementes e mudas)
Como plantar
Como regar?
Como plantar?
Como plantar?
Referências

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Plantas Medicinais
Plantas MedicinaisPlantas Medicinais
Plantas Medicinais
Safia Naser
 

Mais procurados (20)

Como fazer uma horta
Como fazer uma hortaComo fazer uma horta
Como fazer uma horta
 
Plantas Medicinais
Plantas MedicinaisPlantas Medicinais
Plantas Medicinais
 
AGROECOLOGIA
AGROECOLOGIAAGROECOLOGIA
AGROECOLOGIA
 
Aula SUSTENTABILIDADE
Aula SUSTENTABILIDADEAula SUSTENTABILIDADE
Aula SUSTENTABILIDADE
 
Plantas medicinais
Plantas medicinaisPlantas medicinais
Plantas medicinais
 
Agricultura familiar iica
Agricultura familiar   iicaAgricultura familiar   iica
Agricultura familiar iica
 
Hortaliças
HortaliçasHortaliças
Hortaliças
 
Origem da agricultura e revolução verde
Origem da agricultura e revolução verdeOrigem da agricultura e revolução verde
Origem da agricultura e revolução verde
 
Apostila de hortaliças orgânicas
Apostila de hortaliças orgânicasApostila de hortaliças orgânicas
Apostila de hortaliças orgânicas
 
Agroecologia hoje
Agroecologia hojeAgroecologia hoje
Agroecologia hoje
 
Aula 7 olericultura
Aula 7 olericulturaAula 7 olericultura
Aula 7 olericultura
 
BIOLOGIA - 2ª SÉRIE - HABILIDADE DA BNCC - (EM13CNT206) D3
BIOLOGIA - 2ª SÉRIE - HABILIDADE DA BNCC - (EM13CNT206) D3BIOLOGIA - 2ª SÉRIE - HABILIDADE DA BNCC - (EM13CNT206) D3
BIOLOGIA - 2ª SÉRIE - HABILIDADE DA BNCC - (EM13CNT206) D3
 
Manejo e Conservação do Solo
Manejo e Conservação do SoloManejo e Conservação do Solo
Manejo e Conservação do Solo
 
IV.1 Os alimentos
IV.1 Os alimentosIV.1 Os alimentos
IV.1 Os alimentos
 
Hortas
HortasHortas
Hortas
 
Técnicas de Propagação Vegetativa
Técnicas de Propagação Vegetativa Técnicas de Propagação Vegetativa
Técnicas de Propagação Vegetativa
 
Meio ambiente powerpoint
Meio ambiente powerpointMeio ambiente powerpoint
Meio ambiente powerpoint
 
Apresentação cultivo orgânico de hortaliças
Apresentação   cultivo orgânico de hortaliçasApresentação   cultivo orgânico de hortaliças
Apresentação cultivo orgânico de hortaliças
 
Ervas medicinais 2º C
Ervas medicinais 2º CErvas medicinais 2º C
Ervas medicinais 2º C
 
Aula 02 cultura do maracujá.
Aula 02  cultura do maracujá.Aula 02  cultura do maracujá.
Aula 02 cultura do maracujá.
 

Destaque

Apostila horta-vertical
Apostila horta-verticalApostila horta-vertical
Apostila horta-vertical
Emily Silva
 
Projeto Meio Ambiente
Projeto Meio AmbienteProjeto Meio Ambiente
Projeto Meio Ambiente
Marly Correa
 
SEQUÊNCIA DIDÁTICA - ALIMENTOS SAUDÁVEIS
SEQUÊNCIA DIDÁTICA - ALIMENTOS SAUDÁVEISSEQUÊNCIA DIDÁTICA - ALIMENTOS SAUDÁVEIS
SEQUÊNCIA DIDÁTICA - ALIMENTOS SAUDÁVEIS
educacaodetodos
 

Destaque (10)

Apostila horta-vertical
Apostila horta-verticalApostila horta-vertical
Apostila horta-vertical
 
Projeto Meio Ambiente
Projeto Meio AmbienteProjeto Meio Ambiente
Projeto Meio Ambiente
 
148557382 horta-garrafas-pet
148557382 horta-garrafas-pet148557382 horta-garrafas-pet
148557382 horta-garrafas-pet
 
Hortas para Todos!
Hortas para Todos!Hortas para Todos!
Hortas para Todos!
 
Projetohorta
ProjetohortaProjetohorta
Projetohorta
 
SEQUÊNCIA DIDÁTICA - ALIMENTOS SAUDÁVEIS
SEQUÊNCIA DIDÁTICA - ALIMENTOS SAUDÁVEISSEQUÊNCIA DIDÁTICA - ALIMENTOS SAUDÁVEIS
SEQUÊNCIA DIDÁTICA - ALIMENTOS SAUDÁVEIS
 
Solos
SolosSolos
Solos
 
Solos
SolosSolos
Solos
 
Solos
SolosSolos
Solos
 
Powerpoint Solo
Powerpoint   SoloPowerpoint   Solo
Powerpoint Solo
 

Semelhante a Horta didática na escola 01

Hortas urbanas moradia urbana com tecnologia social
Hortas urbanas   moradia urbana com tecnologia socialHortas urbanas   moradia urbana com tecnologia social
Hortas urbanas moradia urbana com tecnologia social
Carlos Fau
 
Projeto Interdisciplinar - Horta Escolar
Projeto Interdisciplinar - Horta Escolar Projeto Interdisciplinar - Horta Escolar
Projeto Interdisciplinar - Horta Escolar
Luciana Camilo
 
ORGANISMOS GENETICAMENTE MODIFICADOS - BANANA
ORGANISMOS GENETICAMENTE MODIFICADOS - BANANAORGANISMOS GENETICAMENTE MODIFICADOS - BANANA
ORGANISMOS GENETICAMENTE MODIFICADOS - BANANA
araujo94
 

Semelhante a Horta didática na escola 01 (20)

Cultivo agroecologico de Plantas Medicinais
Cultivo agroecologico de Plantas MedicinaisCultivo agroecologico de Plantas Medicinais
Cultivo agroecologico de Plantas Medicinais
 
Práticas culturais nas hortícolas
Práticas culturais nas hortícolasPráticas culturais nas hortícolas
Práticas culturais nas hortícolas
 
Hortas urbanas
Hortas urbanasHortas urbanas
Hortas urbanas
 
Hortas urbanas
Hortas urbanasHortas urbanas
Hortas urbanas
 
Hortas urbanas
Hortas urbanasHortas urbanas
Hortas urbanas
 
Hortas urbanas moradia urbana com tecnologia social
Hortas urbanas   moradia urbana com tecnologia socialHortas urbanas   moradia urbana com tecnologia social
Hortas urbanas moradia urbana com tecnologia social
 
Projeto Interdisciplinar - Horta Escolar
Projeto Interdisciplinar - Horta Escolar Projeto Interdisciplinar - Horta Escolar
Projeto Interdisciplinar - Horta Escolar
 
Aula 1 2020 Introdução.pptx
Aula 1 2020 Introdução.pptxAula 1 2020 Introdução.pptx
Aula 1 2020 Introdução.pptx
 
CARTILHA-Folder_Horto_Plantas_Medicinais_jul2021.pdf
CARTILHA-Folder_Horto_Plantas_Medicinais_jul2021.pdfCARTILHA-Folder_Horto_Plantas_Medicinais_jul2021.pdf
CARTILHA-Folder_Horto_Plantas_Medicinais_jul2021.pdf
 
Aula 3- Hortas-Urbanas-FINAL-bx-site.pdf
Aula 3- Hortas-Urbanas-FINAL-bx-site.pdfAula 3- Hortas-Urbanas-FINAL-bx-site.pdf
Aula 3- Hortas-Urbanas-FINAL-bx-site.pdf
 
Slide da cultura de alho e Cebola
Slide da cultura de alho e CebolaSlide da cultura de alho e Cebola
Slide da cultura de alho e Cebola
 
Plantas daninhas no feijão
Plantas daninhas no feijãoPlantas daninhas no feijão
Plantas daninhas no feijão
 
Como montar uma horta em casa? Veja no manual da Sodexo
Como montar uma horta em casa? Veja no manual da SodexoComo montar uma horta em casa? Veja no manual da Sodexo
Como montar uma horta em casa? Veja no manual da Sodexo
 
Aula batata-doce
Aula batata-doceAula batata-doce
Aula batata-doce
 
Cultivo do tomate orgânico (Olericultura)
Cultivo do tomate orgânico (Olericultura)Cultivo do tomate orgânico (Olericultura)
Cultivo do tomate orgânico (Olericultura)
 
ORGANISMOS GENETICAMENTE MODIFICADOS - BANANA
ORGANISMOS GENETICAMENTE MODIFICADOS - BANANAORGANISMOS GENETICAMENTE MODIFICADOS - BANANA
ORGANISMOS GENETICAMENTE MODIFICADOS - BANANA
 
h
hh
h
 
Slide-Couve.pptx
Slide-Couve.pptxSlide-Couve.pptx
Slide-Couve.pptx
 
AGRICULTURA BIOLÓGICA
AGRICULTURA BIOLÓGICAAGRICULTURA BIOLÓGICA
AGRICULTURA BIOLÓGICA
 
Mat primas parte1
Mat primas parte1Mat primas parte1
Mat primas parte1
 

Último

ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
azulassessoria9
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
aulasgege
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 

Último (20)

ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 

Horta didática na escola 01

  • 1. Orientações para Implantação e Implementação da Horta Thiago Azevedo de Oliveira
  • 2. O que são hortaliças? Hortaliças é toda planta de pequeno porte, cultivada em uma horta, tendo alto valor nutritivo constituídas de vitaminas e minerais. Horta: Pequeno terreno onde são cultivadas plantas.
  • 3. HORTAS A PRODUÇÃO DE HORTILIÇAS: 1. Produção comercial (grandes empresas) 2. Hortas familiares 3 . Hortas comunitárias 4. Hortas urbanas 5. Hortas Escolares
  • 9. Horta escolar • Melhora a educação através de uma aprendizagem ativa e integrada • Produção de alimentos frescos e saudáveis • Proporcionam experiências de práticas ecológicas para produção de alimentos • Melhora a nutrição dos alunos
  • 10. A existência de hortas nas escolas enriquece a alimentação; ajuda na mudança de hábitos alimentares e despertar o interesse dos alunos pela natureza. É importante destacar
  • 11. • São muito importantes para o organismo porque contêm vitaminas e minerais que desempenham dupla função protetoras (atuam contra doenças) e construtoras (formação dos tecidos); • Fonercem Pró-vitamina A, B e C minerais como cálcio , fosforo e ferro e as fibras necessária s ao bom funcionamento do intestino. Vamos saber mais sobre hortaliças?
  • 12.
  • 13. • Hortaliças tuberosas • Hortaliças herbáceas • Hortaliças-frutos CLASSIFICAÇÃO DAS HORTALIÇAS
  • 14. Hortaliças tuberosas Neste grupo encontram-se as hortaliças cujas partes utilizáveis pelo homem desenvolvem-se dentro do solo, ou ao nível deste.
  • 15. Alguns Exemplos Tubérculos: batatinha Rizomas: inhame. Bulbos: cebola, alho. Raízes tuberosas: cenoura, batata- doce, beterraba.
  • 16. Hortaliças herbáceas: As hortaliças nas quais as partes utilizáveis são aquelas suculentas e tenras, que se desenvolvem acima do nível do solo:
  • 17. Alguns Exemplos • Folhas: alface, repolho, couve, coentro, acelga. • Talos e hastes: cebolinha, couve- rábano. • Flores e inflorescências: couve- flor, couve- brócolos, alcachofra.
  • 18. Hortaliças-frutos Cuja parte consumida pelo homem são os frutos ou pseudofrutos colhidos imaturos ou maduros.
  • 19. Alguns Exemplos • Frutos imaturos: abóbrinha; quiabo, feijão-vagem, pimentão (verde), milho-verde, milho-doce. • Frutos maduros: abóboras, morangas, melancia, melão, morango, pimentão (vermelho e amarelo) e tomate.
  • 20. IMPORTÂNCIA DAS HORTALIÇAS As hortaliças abrange mais de 100 espécies, são consumidas cruas, cozidas, industrializadas e como condimentos. A horta é essencial para a melhoria da qualidade de vida das famílias.
  • 21. • Nutricional, • Terapia ocupacional, • Melhoria do hábito de consumo, • Economia das famílias, e • Na manutenção e/ou melhoria da saúde e prevenção de doenças. IMPORTÂNCIA
  • 22. O QUE PRODUZIR??? QUANDO PRODUZIR??? QUANTO PRODUZIR??? COMO PRODUZIR??? Implementação da horta escolar
  • 23. O QUE PRODUZIR??? • Folhas • Flores • Frutos • Legumes • Tubérculos/Raizes e bulbos • Espécies medicinais • Frutiferas (ao redor da horta)
  • 24. QUANTO PRODUZIR??? • Necessidade do consumo da escola; • Levantamento semanal; • Assim é preciso conhcer o ciclo de vida e a produção de cada espécie de hortaliças;
  • 25. QUANDO PRODUZIR? • A frequência da oferta do produto. • As épocas de semeio. • Produção de mudas. • Escalonamento da produção.
  • 26. COMO PRODUZIR? • Tecnologia disponível e viável. • Como plantar de maneira a atender uma produção com qualidade, quantidade e frequência de acordo com as exigências da escola.
  • 27. PLANEJAMENTO E PROJETO Planejar significa organizar atividades em forma de projeto para a consecução de determinado objetivo.
  • 28. LEVANTAMENTO DE DADOS As informações podem ser divididas em dados da demanda da escola e dados da horta (local onde será instalado a horta escolar).
  • 29. Dados da horta • Localização, • área, • tipo de solo, • declividade, • potencial hídrico, • Escolha do tipo de horta
  • 30. ELABORAÇÃO DO PROJETO Projeto é o resultado do processamento dos dados e informações organizados de maneira a atender os objetivos de produção. Para uma melhor compreensão dos projetos, as culturas serão divididas em três grupos.
  • 31. ELABORAÇÃO DO PROJETO • Culturas com transplantio: alface, almeirão, berinjela, jiló, brócolos, couve comum, couve-flor, pimentão, pimenta, pepino, repolho, tomate, dentre outras.
  • 32. ELABORAÇÃO DO PROJETO • Culturas com plantio direto no local definitivo: • Coentro, beterraba • abóboras, morangas, melão, • melancia, pepino (geralmente), cenoura, feijão– vagem, quiabo, ervilha, dentreoutras.
  • 33. ELABORAÇÃO DO PROJETO • Culturas com longo período de colheita: couve- comum, pepino, pimenta, • pimentão, tomate, feijão-vagem, ervilha-torta, dentre outras.
  • 35. Local
  • 36. A área onde são cultivadas as hortaliças deve preencher alguns requisitos como: 1. Estar próxima a escola. 2. Ser de acesso fácil; 4. Deve ser composta por área produtiva (canteiros, sementeira, composteira e minhocário) e área não produtiva (depósito, caminhos, caixa d’água, pia de lavagem); 5. Recomenda-se que a área seja cercada; 6. Ser instalada em local totalmente ensolarado, 7. Estar protegida de rajadas de vento; 1. Da área escolhida
  • 37. O tamanho da área da horta, com relação a capacidade produtiva, vai depender do número de espécies e da quantidade sendo cultivadas, do comprimento dos canteiros e sementeiras, quantidade de covas e das áreas não produtivas. Da área escolhida
  • 38. • Deve ser de boa qualidade (livre de impurezas e sem cheiro) e estar disponível em abundância para a irrigação dos canteiros e covas. Da água
  • 39. • Em recipiente (bandejas de isopor – substrato adequado) • Em sementeira • Aquisição de material propagativo (sementes e mudas) Onde e como produzir mudas?
  • 40. • Sementeira • Definitivo sem contenção (do tipo leira) • Definitivo com contenção Quais são os tipos de canteiro?
  • 41.
  • 43. • Em recipiente (bandejas de isopor – substrato adequado) • Em sementeira • Aquisição de material propagativo (sementes e mudas) Como plantar
  • 47.