Histórico sobre o início da agricultura

5.567 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.567
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
344
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Histórico sobre o início da agricultura

  1. 1. Introdução a Agronomia Prof. Alex Samuel Rodrigues, Eng. Agro.1° Semestre do Curso de Engenharia Agronômica UNINOVA/ FUMESUNM
  2. 2. Início da agricultura Dez mil anos atrás; Primeiras lavouras semeadas.
  3. 3.  Aquino ocidente aprende-se: Civilizações do Nilo e Tigre Eufrates Antiguidade Greco-Romana Idade Média Renascimento Expansão Marítima Européia à atualidade.
  4. 4. A salinização das áreas irrigadas na antiga Mesopotâmia.
  5. 5.  Os gregos se lançaram ao mar por terem destruído suas florestas e exaurido seus campos.
  6. 6.  Os romanos com suas guerras conquistaram ricas terras agrícolas, onde hoje estão os areais de um deserto sem esperança.
  7. 7.  Com escassas possibilidades agrícolas e geograficamente voltados para o mar, os portugueses tiveram de lançar-se ao oceano ainda desconhecido.
  8. 8.  NoBrasil, século XIX, a cafeicultura tornou- se a pedra angular da riqueza no Segundo Império.
  9. 9.  ...Mas a história humana não se alimentou apenas de catástrofes... Civilizações orientais baseadas no arroz irrigado, há pelo menos 4000 anos cultivam os mesmos terrenos e mantém bons rendimentos por hectare.
  10. 10.  Durante a Idade Média, a França possuía um padrão de cultivo que consistia numa rotação de trigo, cevada ou centeio e pousio; Até 2t de grãos por ha.
  11. 11.  No Brasil, os europeus encontraram sistemas relativamente mais sustentáveis, com base na agricultura em pequenos roçados e coleta combinadas.
  12. 12. A história humana mostra exemplos de relações menos predatórias com o ambiente, e hoje, podemos resgatar essas formas de uso da terra e aprimorá-las à luz do conhecimento atual.
  13. 13.  Com o pacote composto de monocultura, adubos sintéticos e inseticidas, ocorreu o crescimento de problemas sanitários com doenças e plantas espontâneas.
  14. 14.  Novamente a solução veio da indústria química com a criação dos fungicidas. Os mesmos possibilitaram o cultivo de determinadas espécies fora daquelas condições normais para as quais haviam evoluído.
  15. 15. O controle de plantas “invasoras” antes se operava com o pousio ou por rotações, com os sistemas monoculturais ficou difícil seu controle.
  16. 16.  Neste momento a indústria química elabora os herbicidas, tornando o agricultor totalmente dependente de seus produtos.
  17. 17.  Os adubos nitrogenados desenvolvidos a partir da indústria do salitre para pólvora; Os inseticidas criados a partir da guerra química; E os herbicidas foram frutos da guerra do Vietnã.
  18. 18.  Para combater o inimigo escondido sob a floresta era necessário desfolhá-la, para isso foi desenvolvido o Agente Laranja.O Agente laranja é uma mistura de dois herbicidas: o 2,4-D e o 2,4,5-T.
  19. 19.  Isso gerou uma revolução na utilização de mão de obra pela agricultura, onde um litro de produto podia substituir o trabalho de dezenas de homens, possibilitando a expansão das áreas cultivadas com monocultura e causando o despovoamento do meio rural.
  20. 20.  Na década de 1970 se completou o pacote de insumos químicos: adubos, inseticidas, fungicidas, herbicidas além das variedades modernas.
  21. 21.  Talfoi a expansão do uso dessa tecnologia que ficou conhecida como modo “convencional” de produção, se incorporando nas mentalidades dos agricultores, engenheiros agrônomos e dos planejadores.
  22. 22.  Desde a segunda década do século XX começaram a surgir movimentos que apontavam em outras direções; Identificando falhas na proposta dominada pela química e, dessa perspectiva, propunham-se a desenvolver outras soluções, com base numa convivência em harmonia com a natureza sob a luz do conhecimento científico e espiritual.
  23. 23.  Nas conferências da Organização das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento, ocorridas em 1972, 1982 e 1992, materializaram-se as evidências de que os impactos causados pela agricultura convencional eram de tal magnitude que a agricultura se tornara a principal fonte difusa de poluição no planeta, afetando todo agroecossistema, atingindo o próprio homem.
  24. 24. O conhecimento desses problemas fez com que surgisse um mercado para os produtos das agriculturas alternativas à convencional.
  25. 25.  Nas décadas de 1970 e 1980 se sucederam as constatações da poluição generalizada do planeta; Nesse contexto, a busca de uma agricultura menos dependente de insumos químicos é parte de uma busca maior de desenvolvimento sustentável, conciliando as necessidades econômicas e sociais da população humana com a preservação de sua base natural.
  26. 26.  KHATOUNIAN,C. A. A reconstrução ecológica da agricultura. Botucatu, Agroecológica, 2001.

×