SlideShare uma empresa Scribd logo
Gestão da Tecnologia
e Inovação
    Prof. Dr. Carlos Fernando Jung

    www.metodologia.net.br



                             Parte II
Apresentação...



Prof. Carlos Fernando Jung
Doutor em Engenharia de Produção – Área: Sistemas da Qualidade, UFRGS
Mestre em Engenharia de Produção – Área: Projeto de Produto, UFSM


Industrial do Setor de Eletrônica (Radiodifusão AM/FM) 1978 a 2000,
(Pesquisa & Desenvolvimento, Produção, Comercialização, Instalação e Assistência Técnica)

Coordenador e Professor do Curso de Engenharia de Produção – FACCAT, 2001 - Atual
Coordenador e Professor do Curso Superior de Tecnologia em Gestão da Qualidade – FACCAT, 2010 - Atual
Gestor e Pesquisador do Pólo de Inovação Tecnológica do Paranhana/Encosta da Serra - SCT/RS, 2000 - Atual
Professor do Curso de Sistemas de Informação – FACCAT, 2001 - Atual
Modelos de Gestão
do Conhecimento
Tipos de Conhecimento...

Conhecimento Tácito (Interno)
É o conhecimento pessoal, constituído do know-how subjetivo, dos insights e
intuições que uma pessoa tem depois de estar imersa em uma atividade por um
longo período de tempo.

É o conhecimento implícito usado pelos indivíduos para realizar suas atividades e
dar sentido a seu mundo, é o conhecimento não-codificado e difícil de divulgar .
Expresso por habilidades baseadas na ação.

Conhecimento Explícito (Externo)
É o conhecimento formal, freqüentemente codificado em fórmulas e equações
matemáticas, regras, especificações, etc.

É aquele conhecimento que pode ser expresso formalmente com a utilização de
um sistema de símbolos e baseando-se em objetos e regras, podendo, portanto,
ser facilmente comunicado ou difundido a vários indivíduos.
             BOTELHO, M. A.; MONTEIRO, A. M.; VALLS, V. A gestão do conhecimento esportivo: a experiência da biblioteca da Seme. Ciência da Informação, Vol. 36, nº 1, 2007 .
Dinâmica...
                                        Externalização
                         Converter o Conhecimento Tácito em Explícito
                            (Produção de Artigos, Livros , Relatórios, Manuais etc..)




  Socialização                                                                      Combinação
Compartilhar Experiências                                          Aquisição, Análise e Síntese do Conhecimento
                                                                  (Fornecedores, Colegas, Palestras, Congressos, Cursos, Bases de
 (Entre os Indivíduos e Grupos)
                                                                                  Dados, Bancos de Teses etc..)




                                         Internalização
                              Incorporar o Conhecimento Explícito ao
                                      Conhecimento Tácito
                                  (Formação da Opinião e Conhecimento Individual)
Informações
                     Modelo...

                                         Nível Estratégico

                      Limita os demais
                          níveis ao
                       crescimento do      Nível Tático
                        conhecimento
                           tácito e
                       inteligência da
                          empresa         Nível Operacional
 A Inteligência da
   empresa fica
    limitada ao
conhecimento dos
níveis superiores
Limita a
               Modelo...                                               capacidade
                                                                     estratégica e de
                                                                       produção da
                                                                         empresa
                                                 A Inteligência da
                                                   empresa fica
                                                     sujeita a
                               Nível               “gargalos de
                            Estratégico           comunicação”
Informações
                              Nível
                             Tático

                 Nível                       Nível
              Operacional                 Operacional
Modelo...                      Os níveis superiores
                               passam a ser apenas
                             temidos e não respeitados
                                  pela inteligência

  Nível Estratégico

                      Pode resultar em
                      uma ruptura pela
                          diferença e
  Nível Tático        distância entre os
                       conhecimentos



Nível Operacional



   Informações
Modelo...
Não existe limite A Inteligência da
para a produção empresa resulta
 e aplicação do em um diferencial       Nível Estratégico Informação e
 conhecimento        competitivo                              Conhecimento

                                                             Combinação
                                                             Inteligência


                                                            Nível
                                Nível Tático
                                                         Operacional
Um Método para
Gestão do Conhecimento
1 - Criar repositórios de conhecimentos
    (sistema de informação a partir de documentos em arquivos digitais)

Estes repositórios podem ser de três tipos:


                 (i) conhecimento externo (inteligência competitiva)

                 (ii) conhecimento interno estrutural
                             (manuais, relatórios, fichas de produtos, procedimentos e técnicas);


                 (iii) conhecimento interno tácito ou informal

BOTELHO, M. A.; MONTEIRO, A. M.; VALLS, V. A gestão do conhecimento esportivo: a experiência da biblioteca da Seme. Ciência da Informação, Vol. 36, nº 1, 2007.
Estratégico
   Inteligência
   da Empresa
   Sistema de
                                 Tático
   Informação
   Ambiente
   Externo                  Operacional



(i) conhecimento externo (inteligência competitiva)
Relatórios
                       Manuais                Estratégico

                 Publicações                      Tático

                                              Operacional
Repositório de Conhecimento
        da Empresa



                                 (ii) conhecimento interno estrutural
Informações
                       Organizacionais

      Informações                          Informações
         Sociais                            Ambientais



                         Indivíduo


                                                               Repositório
                                                 Tecnologia
                          Conhecimento                              de
                                                (Sistema de
                             Tácito                           Conhecimento
                                                Informação)
                                                               do Indivíduo



(iii) conhecimento interno tácito ou informal
2 - Criar um ambiente positivo no qual a criação, transferência e uso do conhecimento
 sejam valorizados. Isso envolve visão, valores e comprometimento das lideranças
 dispostas a encorajar a criatividade individual e o trabalho em equipes multifuncionais


     Um dos principais meios para facilitar a
    produção e aplicação do conhecimento são
                as redes de trabalho
        que utilizam pessoas experientes e
       preparadas para atuar em um grupo,
       interagindo basicamente por meio de
      ampla troca de conhecimentos tácitos.

BOTELHO, M. A.; MONTEIRO, A. M.; VALLS, V. A gestão do conhecimento esportivo: a experiência da biblioteca da Seme. Ciência da Informação, Vol. 36, nº 1, 2007.
3 - Proporcionar ou aumentar o acesso à informação e ao conhecimento, facilitando
   sua difusão dentro da organização, enfatizando a conectividade, o acesso e a
   transferência de informação e conhecimento, com base nas tecnologias digitais que
   garantem a alimentação, o acesso e a transferência em tempo real.


                                                                                   1. Rede de alta velocidade para aquisição
                                                                                      de dados e geração de informações;
                                                                                   2. Ampla acessibilidade a bases de dados;
                                                                                   3. Informações em Tempo Real (Real Time);
                                                                                   4. Aplicativos para de tomada de decisão;
                                                                                   5. Fluxos de comunicação simplificados
http://www.unesp.br/proex/informativo/edicao38ago2003/materias/computacao_fc.htm
4- Reconhecer o conhecimento como um bem e enfatizar seu valor
                            para a organização

  Para facilitar as conversões                        Estímulo e
                                                     Valorização
 entre conhecimentos tácitos é
    necessário identificar as
  capacidades criativas (e de
inovação) existente na empresa
em talentos individuais, e saber
                                       Infra-
                                     estrutura
                                                   Indivíduo            Tempo

    estimular através de um
                                       Física       Criativo
    ambiente organizacional
   favorável a criatividade a
proposição de idéias e soluções                         Infra-
                                                      Estrutura
             originais                               Tecnológica
Síntese...
• Dados
                          Processo     • Tácito para
                    • Classificação
• Informações       • Análise            o Explícito
                    • Interpretação
                    • Síntese
    Entrada                                  Saída            Socialização



            Feedback                                         - Combinação –
                                                         Aprendizagem em Grupo


                                      Conhecimento
                                                             Disseminação
                Aplicação             Organizacional
Sistemas Virtuais
para Gestão
do Conhecimento
A Tecnologia da Informação (TI) não resolve
        todos os problemas do trabalho com o
    conhecimento explícito, porém seu uso e suas
            potencialidades contribuem no
      encaminhamento de significativa parte da
              solução desses problemas
SILVA, S. L. Gestão do conhecimento: uma revisão crítica orientada pela abordagem da criação do conhecimento. Ci. Inf., Brasília, v. 33, n. 2, p. 143-151, maio/ago. 2004
Sistema A

...sites para gestão do conhecimento
            Pessoal (com acesso público)


                  fonte de recursos próprios...
Os conhecimentos são disponibilizados ao público




                                   http://www.metodologia.net.br
Sistema B

       ...sites para gestão do conhecimento
Compartilhado (particular e/ou com acesso público)


                            fonte de recursos externos...
Os conhecimentos podem ficar restritos ao
usuário ou disponibilizados ao público




                                     http://www.mendeley.com
Os conhecimentos podem ficar restritos ao
usuário ou disponibilizados ao público




                                  http://www.mendeley.com
Sistema C

...sites para gestão do conhecimento
      Compartilhado (com acesso público)


                  fonte de recursos externos...
Os conhecimentos são disponibilizados ao público




                                       http://www.slideshare.net
Os conhecimentos são disponibilizados ao público




                                http://www.slideshare.net/profjung
Sistema D

...sites para gestão do conhecimento
        Corporativo (com acesso público)


                  fonte de recursos próprios...
Os conhecimentos são disponibilizados ao público




                               http://cameraweb.ccuec.unicamp.br/
Sistema E

 ...sites para gestão do conhecimento
Corporativo (particular e com acesso público)


                       fonte de recursos próprios...
Os conhecimentos são disponibilizados ao integrantes
da corporação e ao público (determinadas áreas)




                                      http://gestao.faccat.br
Sistema F

...sites para gestão do conhecimento
                Corporativo (particular)


                 fonte de recursos próprios...
Os conhecimentos são disponibilizados aos
integrantes da corporação e restritos ao público




                                     http://engenharia.faccat.br
Condições para Elaboração,
Implantação, Manutenção e
Gestão dos Sistemas
Sistemas de Informação +
Hardware e Software                                       Engenharia + Tecnologia
                                                          (Telecomunicações)
  Interface “amigável” +
  Controle + Manutenção                                          Comunicação Social +
                                                                 Design + Administração
       Integração de Sistemas                                    (Marketing)
       (intranet + internet)
                                                                   Psicologia (RH) + Letras
                                                   Pessoas         (Revisão)
                                Tecnologias
                                                (Competências)



                                                                                   Resultados...
                                          Conteúdos
                                                                      Sistemas / Gestão -
                                                                      Pessoal
Memória Corporativa
                                                                        Sistemas / Gestão –
 Aplicações Internas                                                    Corporativa
 (Intranet)
       Interatividade +                                                        Portais / Pessoais
       Imagem (Internet)                                                       ou Corporativos

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Fundamentos para inovar
Fundamentos para inovarFundamentos para inovar
Fundamentos para inovar
Carlos Fernando Jung
 
Pesquisa & Desenvolvimento: Apresentação Realizada na Faccat em Reunião Pedag...
Pesquisa & Desenvolvimento: Apresentação Realizada na Faccat em Reunião Pedag...Pesquisa & Desenvolvimento: Apresentação Realizada na Faccat em Reunião Pedag...
Pesquisa & Desenvolvimento: Apresentação Realizada na Faccat em Reunião Pedag...
Carlos Fernando Jung
 
Relatório Anual 2014
Relatório Anual 2014Relatório Anual 2014
Relatório Anual 2014
Carlos Fernando Jung
 
Case Petrobras
Case PetrobrasCase Petrobras
Case Petrobras
DecisionScience
 
Processo de inovação técnicas para inovar
Processo de inovação   técnicas para inovarProcesso de inovação   técnicas para inovar
Processo de inovação técnicas para inovar
Carlos Fernando Jung
 
Módulo 3 - Variáveis e Constantes
Módulo 3 - Variáveis e ConstantesMódulo 3 - Variáveis e Constantes
Módulo 3 - Variáveis e Constantes
Carlos Fernando Jung
 
Petrobras Comperj
Petrobras ComperjPetrobras Comperj
Petrobras Comperj
DecisionScience
 
Desenvolvimento de habilidades para inovar
Desenvolvimento de habilidades para inovarDesenvolvimento de habilidades para inovar
Desenvolvimento de habilidades para inovar
Carlos Fernando Jung
 
Módulo 1 - Ciência e Conhecimento
Módulo 1 -  Ciência e ConhecimentoMódulo 1 -  Ciência e Conhecimento
Módulo 1 - Ciência e Conhecimento
Carlos Fernando Jung
 

Destaque (9)

Fundamentos para inovar
Fundamentos para inovarFundamentos para inovar
Fundamentos para inovar
 
Pesquisa & Desenvolvimento: Apresentação Realizada na Faccat em Reunião Pedag...
Pesquisa & Desenvolvimento: Apresentação Realizada na Faccat em Reunião Pedag...Pesquisa & Desenvolvimento: Apresentação Realizada na Faccat em Reunião Pedag...
Pesquisa & Desenvolvimento: Apresentação Realizada na Faccat em Reunião Pedag...
 
Relatório Anual 2014
Relatório Anual 2014Relatório Anual 2014
Relatório Anual 2014
 
Case Petrobras
Case PetrobrasCase Petrobras
Case Petrobras
 
Processo de inovação técnicas para inovar
Processo de inovação   técnicas para inovarProcesso de inovação   técnicas para inovar
Processo de inovação técnicas para inovar
 
Módulo 3 - Variáveis e Constantes
Módulo 3 - Variáveis e ConstantesMódulo 3 - Variáveis e Constantes
Módulo 3 - Variáveis e Constantes
 
Petrobras Comperj
Petrobras ComperjPetrobras Comperj
Petrobras Comperj
 
Desenvolvimento de habilidades para inovar
Desenvolvimento de habilidades para inovarDesenvolvimento de habilidades para inovar
Desenvolvimento de habilidades para inovar
 
Módulo 1 - Ciência e Conhecimento
Módulo 1 -  Ciência e ConhecimentoMódulo 1 -  Ciência e Conhecimento
Módulo 1 - Ciência e Conhecimento
 

Semelhante a Gestão do conhecimento para inovar

Terra Forum - treinamento para HP
Terra Forum - treinamento para HPTerra Forum - treinamento para HP
Terra Forum - treinamento para HP
Jose Claudio Terra
 
Gestao do Conhecimento 7 Dimensoes
Gestao do Conhecimento 7 DimensoesGestao do Conhecimento 7 Dimensoes
Gestao do Conhecimento 7 Dimensoes
Jose Claudio Terra
 
GC e Competitividade
GC e CompetitividadeGC e Competitividade
GC e Competitividade
Ana Maria Magni Coelho
 
Terraforum Processos de Inovacao
Terraforum Processos de InovacaoTerraforum Processos de Inovacao
Terraforum Processos de Inovacao
Jose Claudio Terra
 
FIA - Gestão do Conhecimento e Inteligência Competitiva
FIA - Gestão do Conhecimento e Inteligência CompetitivaFIA - Gestão do Conhecimento e Inteligência Competitiva
FIA - Gestão do Conhecimento e Inteligência Competitiva
Jose Claudio Terra
 
Km Energia - Gestao e Retencao do Conhecimento Beto Do Valle
Km Energia - Gestao e Retencao do Conhecimento   Beto Do ValleKm Energia - Gestao e Retencao do Conhecimento   Beto Do Valle
Km Energia - Gestao e Retencao do Conhecimento Beto Do Valle
Jose Claudio Terra
 
Consultoria sobre Posicionamento e Conteudo
Consultoria sobre Posicionamento e ConteudoConsultoria sobre Posicionamento e Conteudo
Consultoria sobre Posicionamento e Conteudo
Grupo Treinar
 
Webcast Interativo sobre o Posicionamento e Atuacao do GrupoTreinar
Webcast Interativo sobre o Posicionamento e Atuacao do GrupoTreinarWebcast Interativo sobre o Posicionamento e Atuacao do GrupoTreinar
Webcast Interativo sobre o Posicionamento e Atuacao do GrupoTreinar
Grupo Treinar
 
Gestao do Conhecimento no Brasil
Gestao do Conhecimento no BrasilGestao do Conhecimento no Brasil
Gestao do Conhecimento no Brasil
Jose Claudio Terra
 
Gestão do conhecimento FIA - 2011
Gestão do conhecimento FIA - 2011Gestão do conhecimento FIA - 2011
Gestão do conhecimento FIA - 2011
Jose Claudio Terra
 
Muito Além da Gestão do Conhecimento: liderando contextos capacitantes em org...
Muito Além da Gestão do Conhecimento: liderando contextos capacitantes em org...Muito Além da Gestão do Conhecimento: liderando contextos capacitantes em org...
Muito Além da Gestão do Conhecimento: liderando contextos capacitantes em org...
Mundo PM
 
GC 7 Dimensoes & Benchmarks
GC  7 Dimensoes & BenchmarksGC  7 Dimensoes & Benchmarks
GC 7 Dimensoes & Benchmarks
Jose Claudio Terra
 
Gestão do conhecimento - SBGC e Correios
Gestão do conhecimento - SBGC e CorreiosGestão do conhecimento - SBGC e Correios
Gestão do conhecimento - SBGC e Correios
Nei Grando
 
Introdução da Gestão do Conhecimento nas Organizações
Introdução da Gestão do Conhecimento nas OrganizaçõesIntrodução da Gestão do Conhecimento nas Organizações
Introdução da Gestão do Conhecimento nas Organizações
Sociedade Brasileira de Gestão do Conhecimento
 
Inteligencia Promocional E Gestado Do Conhecimento
Inteligencia Promocional E Gestado Do ConhecimentoInteligencia Promocional E Gestado Do Conhecimento
Inteligencia Promocional E Gestado Do Conhecimento
Jose Claudio Terra
 
Portais Corporativos para Novos Jornalistas
Portais Corporativos para Novos JornalistasPortais Corporativos para Novos Jornalistas
Portais Corporativos para Novos Jornalistas
Giorgio Dal Molin
 
Gestão do conhecimento pela matriz de competências
Gestão do conhecimento pela matriz de competências Gestão do conhecimento pela matriz de competências
Gestão do conhecimento pela matriz de competências
Emilio Mesa Junior
 
GestãO Do Conhecimento, ColaboraçãO E InovaçãO
GestãO Do Conhecimento, ColaboraçãO E InovaçãOGestãO Do Conhecimento, ColaboraçãO E InovaçãO
GestãO Do Conhecimento, ColaboraçãO E InovaçãO
Jose Claudio Terra
 
Palestra valor dos ativos intangíveis
Palestra   valor dos ativos intangíveisPalestra   valor dos ativos intangíveis
Palestra valor dos ativos intangíveis
Ronaldo Frederico
 
Apresentação monografia
Apresentação monografiaApresentação monografia
Apresentação monografia
Narjara Xavier
 

Semelhante a Gestão do conhecimento para inovar (20)

Terra Forum - treinamento para HP
Terra Forum - treinamento para HPTerra Forum - treinamento para HP
Terra Forum - treinamento para HP
 
Gestao do Conhecimento 7 Dimensoes
Gestao do Conhecimento 7 DimensoesGestao do Conhecimento 7 Dimensoes
Gestao do Conhecimento 7 Dimensoes
 
GC e Competitividade
GC e CompetitividadeGC e Competitividade
GC e Competitividade
 
Terraforum Processos de Inovacao
Terraforum Processos de InovacaoTerraforum Processos de Inovacao
Terraforum Processos de Inovacao
 
FIA - Gestão do Conhecimento e Inteligência Competitiva
FIA - Gestão do Conhecimento e Inteligência CompetitivaFIA - Gestão do Conhecimento e Inteligência Competitiva
FIA - Gestão do Conhecimento e Inteligência Competitiva
 
Km Energia - Gestao e Retencao do Conhecimento Beto Do Valle
Km Energia - Gestao e Retencao do Conhecimento   Beto Do ValleKm Energia - Gestao e Retencao do Conhecimento   Beto Do Valle
Km Energia - Gestao e Retencao do Conhecimento Beto Do Valle
 
Consultoria sobre Posicionamento e Conteudo
Consultoria sobre Posicionamento e ConteudoConsultoria sobre Posicionamento e Conteudo
Consultoria sobre Posicionamento e Conteudo
 
Webcast Interativo sobre o Posicionamento e Atuacao do GrupoTreinar
Webcast Interativo sobre o Posicionamento e Atuacao do GrupoTreinarWebcast Interativo sobre o Posicionamento e Atuacao do GrupoTreinar
Webcast Interativo sobre o Posicionamento e Atuacao do GrupoTreinar
 
Gestao do Conhecimento no Brasil
Gestao do Conhecimento no BrasilGestao do Conhecimento no Brasil
Gestao do Conhecimento no Brasil
 
Gestão do conhecimento FIA - 2011
Gestão do conhecimento FIA - 2011Gestão do conhecimento FIA - 2011
Gestão do conhecimento FIA - 2011
 
Muito Além da Gestão do Conhecimento: liderando contextos capacitantes em org...
Muito Além da Gestão do Conhecimento: liderando contextos capacitantes em org...Muito Além da Gestão do Conhecimento: liderando contextos capacitantes em org...
Muito Além da Gestão do Conhecimento: liderando contextos capacitantes em org...
 
GC 7 Dimensoes & Benchmarks
GC  7 Dimensoes & BenchmarksGC  7 Dimensoes & Benchmarks
GC 7 Dimensoes & Benchmarks
 
Gestão do conhecimento - SBGC e Correios
Gestão do conhecimento - SBGC e CorreiosGestão do conhecimento - SBGC e Correios
Gestão do conhecimento - SBGC e Correios
 
Introdução da Gestão do Conhecimento nas Organizações
Introdução da Gestão do Conhecimento nas OrganizaçõesIntrodução da Gestão do Conhecimento nas Organizações
Introdução da Gestão do Conhecimento nas Organizações
 
Inteligencia Promocional E Gestado Do Conhecimento
Inteligencia Promocional E Gestado Do ConhecimentoInteligencia Promocional E Gestado Do Conhecimento
Inteligencia Promocional E Gestado Do Conhecimento
 
Portais Corporativos para Novos Jornalistas
Portais Corporativos para Novos JornalistasPortais Corporativos para Novos Jornalistas
Portais Corporativos para Novos Jornalistas
 
Gestão do conhecimento pela matriz de competências
Gestão do conhecimento pela matriz de competências Gestão do conhecimento pela matriz de competências
Gestão do conhecimento pela matriz de competências
 
GestãO Do Conhecimento, ColaboraçãO E InovaçãO
GestãO Do Conhecimento, ColaboraçãO E InovaçãOGestãO Do Conhecimento, ColaboraçãO E InovaçãO
GestãO Do Conhecimento, ColaboraçãO E InovaçãO
 
Palestra valor dos ativos intangíveis
Palestra   valor dos ativos intangíveisPalestra   valor dos ativos intangíveis
Palestra valor dos ativos intangíveis
 
Apresentação monografia
Apresentação monografiaApresentação monografia
Apresentação monografia
 

Mais de Carlos Fernando Jung

Relatório Anual 2015
Relatório Anual 2015Relatório Anual 2015
Relatório Anual 2015
Carlos Fernando Jung
 
Fundamentos de Antenas para Tecnologia RFID - 2014
Fundamentos de Antenas para Tecnologia RFID - 2014Fundamentos de Antenas para Tecnologia RFID - 2014
Fundamentos de Antenas para Tecnologia RFID - 2014
Carlos Fernando Jung
 
Projetos de Pesquisa: Concepção e Elaboração
Projetos de Pesquisa: Concepção e ElaboraçãoProjetos de Pesquisa: Concepção e Elaboração
Projetos de Pesquisa: Concepção e Elaboração
Carlos Fernando Jung
 
Artigos Científicos: Análise e Elaboração
Artigos Científicos: Análise e ElaboraçãoArtigos Científicos: Análise e Elaboração
Artigos Científicos: Análise e Elaboração
Carlos Fernando Jung
 
Relatório Anual 2013
Relatório Anual 2013Relatório Anual 2013
Relatório Anual 2013
Carlos Fernando Jung
 
Projetos de pesquisa: guia rapido para elaboracao
Projetos de pesquisa: guia rapido para elaboracaoProjetos de pesquisa: guia rapido para elaboracao
Projetos de pesquisa: guia rapido para elaboracao
Carlos Fernando Jung
 
Relatório anual 2012
Relatório anual 2012Relatório anual 2012
Relatório anual 2012
Carlos Fernando Jung
 
Relatório anual 2011
Relatório anual 2011Relatório anual 2011
Relatório anual 2011
Carlos Fernando Jung
 
Relatório anual 2010
Relatório anual 2010Relatório anual 2010
Relatório anual 2010
Carlos Fernando Jung
 
Relatório anual 2009
Relatório anual 2009Relatório anual 2009
Relatório anual 2009
Carlos Fernando Jung
 
Relatório anual 2008
Relatório anual 2008Relatório anual 2008
Relatório anual 2008
Carlos Fernando Jung
 
Relatório anual 2007
Relatório anual 2007Relatório anual 2007
Relatório anual 2007
Carlos Fernando Jung
 
Relatório anual 2006
Relatório anual 2006Relatório anual 2006
Relatório anual 2006
Carlos Fernando Jung
 
Relatório anual 2005
Relatório anual 2005Relatório anual 2005
Relatório anual 2005
Carlos Fernando Jung
 
Relatório anual 2004
Relatório anual 2004Relatório anual 2004
Relatório anual 2004
Carlos Fernando Jung
 
Relatório anual 2003
Relatório anual 2003Relatório anual 2003
Relatório anual 2003
Carlos Fernando Jung
 
Análise de produtos para inovar
Análise de produtos para inovarAnálise de produtos para inovar
Análise de produtos para inovar
Carlos Fernando Jung
 
Invenção e inovação
Invenção e inovaçãoInvenção e inovação
Invenção e inovação
Carlos Fernando Jung
 
Mini Curso RFID Módulo I - Dr. Jung
Mini Curso RFID  Módulo I - Dr. JungMini Curso RFID  Módulo I - Dr. Jung
Mini Curso RFID Módulo I - Dr. Jung
Carlos Fernando Jung
 
Sustentabilidade de Produtos e Processos
Sustentabilidade de Produtos e ProcessosSustentabilidade de Produtos e Processos
Sustentabilidade de Produtos e Processos
Carlos Fernando Jung
 

Mais de Carlos Fernando Jung (20)

Relatório Anual 2015
Relatório Anual 2015Relatório Anual 2015
Relatório Anual 2015
 
Fundamentos de Antenas para Tecnologia RFID - 2014
Fundamentos de Antenas para Tecnologia RFID - 2014Fundamentos de Antenas para Tecnologia RFID - 2014
Fundamentos de Antenas para Tecnologia RFID - 2014
 
Projetos de Pesquisa: Concepção e Elaboração
Projetos de Pesquisa: Concepção e ElaboraçãoProjetos de Pesquisa: Concepção e Elaboração
Projetos de Pesquisa: Concepção e Elaboração
 
Artigos Científicos: Análise e Elaboração
Artigos Científicos: Análise e ElaboraçãoArtigos Científicos: Análise e Elaboração
Artigos Científicos: Análise e Elaboração
 
Relatório Anual 2013
Relatório Anual 2013Relatório Anual 2013
Relatório Anual 2013
 
Projetos de pesquisa: guia rapido para elaboracao
Projetos de pesquisa: guia rapido para elaboracaoProjetos de pesquisa: guia rapido para elaboracao
Projetos de pesquisa: guia rapido para elaboracao
 
Relatório anual 2012
Relatório anual 2012Relatório anual 2012
Relatório anual 2012
 
Relatório anual 2011
Relatório anual 2011Relatório anual 2011
Relatório anual 2011
 
Relatório anual 2010
Relatório anual 2010Relatório anual 2010
Relatório anual 2010
 
Relatório anual 2009
Relatório anual 2009Relatório anual 2009
Relatório anual 2009
 
Relatório anual 2008
Relatório anual 2008Relatório anual 2008
Relatório anual 2008
 
Relatório anual 2007
Relatório anual 2007Relatório anual 2007
Relatório anual 2007
 
Relatório anual 2006
Relatório anual 2006Relatório anual 2006
Relatório anual 2006
 
Relatório anual 2005
Relatório anual 2005Relatório anual 2005
Relatório anual 2005
 
Relatório anual 2004
Relatório anual 2004Relatório anual 2004
Relatório anual 2004
 
Relatório anual 2003
Relatório anual 2003Relatório anual 2003
Relatório anual 2003
 
Análise de produtos para inovar
Análise de produtos para inovarAnálise de produtos para inovar
Análise de produtos para inovar
 
Invenção e inovação
Invenção e inovaçãoInvenção e inovação
Invenção e inovação
 
Mini Curso RFID Módulo I - Dr. Jung
Mini Curso RFID  Módulo I - Dr. JungMini Curso RFID  Módulo I - Dr. Jung
Mini Curso RFID Módulo I - Dr. Jung
 
Sustentabilidade de Produtos e Processos
Sustentabilidade de Produtos e ProcessosSustentabilidade de Produtos e Processos
Sustentabilidade de Produtos e Processos
 

Último

000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AntonioVieira539017
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
soaresdesouzaamanda8
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
Suzy De Abreu Santana
 

Último (20)

000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
 

Gestão do conhecimento para inovar

  • 1. Gestão da Tecnologia e Inovação Prof. Dr. Carlos Fernando Jung www.metodologia.net.br Parte II
  • 2. Apresentação... Prof. Carlos Fernando Jung Doutor em Engenharia de Produção – Área: Sistemas da Qualidade, UFRGS Mestre em Engenharia de Produção – Área: Projeto de Produto, UFSM Industrial do Setor de Eletrônica (Radiodifusão AM/FM) 1978 a 2000, (Pesquisa & Desenvolvimento, Produção, Comercialização, Instalação e Assistência Técnica) Coordenador e Professor do Curso de Engenharia de Produção – FACCAT, 2001 - Atual Coordenador e Professor do Curso Superior de Tecnologia em Gestão da Qualidade – FACCAT, 2010 - Atual Gestor e Pesquisador do Pólo de Inovação Tecnológica do Paranhana/Encosta da Serra - SCT/RS, 2000 - Atual Professor do Curso de Sistemas de Informação – FACCAT, 2001 - Atual
  • 3. Modelos de Gestão do Conhecimento
  • 4. Tipos de Conhecimento... Conhecimento Tácito (Interno) É o conhecimento pessoal, constituído do know-how subjetivo, dos insights e intuições que uma pessoa tem depois de estar imersa em uma atividade por um longo período de tempo. É o conhecimento implícito usado pelos indivíduos para realizar suas atividades e dar sentido a seu mundo, é o conhecimento não-codificado e difícil de divulgar . Expresso por habilidades baseadas na ação. Conhecimento Explícito (Externo) É o conhecimento formal, freqüentemente codificado em fórmulas e equações matemáticas, regras, especificações, etc. É aquele conhecimento que pode ser expresso formalmente com a utilização de um sistema de símbolos e baseando-se em objetos e regras, podendo, portanto, ser facilmente comunicado ou difundido a vários indivíduos. BOTELHO, M. A.; MONTEIRO, A. M.; VALLS, V. A gestão do conhecimento esportivo: a experiência da biblioteca da Seme. Ciência da Informação, Vol. 36, nº 1, 2007 .
  • 5. Dinâmica... Externalização Converter o Conhecimento Tácito em Explícito (Produção de Artigos, Livros , Relatórios, Manuais etc..) Socialização Combinação Compartilhar Experiências Aquisição, Análise e Síntese do Conhecimento (Fornecedores, Colegas, Palestras, Congressos, Cursos, Bases de (Entre os Indivíduos e Grupos) Dados, Bancos de Teses etc..) Internalização Incorporar o Conhecimento Explícito ao Conhecimento Tácito (Formação da Opinião e Conhecimento Individual)
  • 6. Informações Modelo... Nível Estratégico Limita os demais níveis ao crescimento do Nível Tático conhecimento tácito e inteligência da empresa Nível Operacional A Inteligência da empresa fica limitada ao conhecimento dos níveis superiores
  • 7. Limita a Modelo... capacidade estratégica e de produção da empresa A Inteligência da empresa fica sujeita a Nível “gargalos de Estratégico comunicação” Informações Nível Tático Nível Nível Operacional Operacional
  • 8. Modelo... Os níveis superiores passam a ser apenas temidos e não respeitados pela inteligência Nível Estratégico Pode resultar em uma ruptura pela diferença e Nível Tático distância entre os conhecimentos Nível Operacional Informações
  • 9. Modelo... Não existe limite A Inteligência da para a produção empresa resulta e aplicação do em um diferencial Nível Estratégico Informação e conhecimento competitivo Conhecimento Combinação Inteligência Nível Nível Tático Operacional
  • 10. Um Método para Gestão do Conhecimento
  • 11. 1 - Criar repositórios de conhecimentos (sistema de informação a partir de documentos em arquivos digitais) Estes repositórios podem ser de três tipos: (i) conhecimento externo (inteligência competitiva) (ii) conhecimento interno estrutural (manuais, relatórios, fichas de produtos, procedimentos e técnicas); (iii) conhecimento interno tácito ou informal BOTELHO, M. A.; MONTEIRO, A. M.; VALLS, V. A gestão do conhecimento esportivo: a experiência da biblioteca da Seme. Ciência da Informação, Vol. 36, nº 1, 2007.
  • 12. Estratégico Inteligência da Empresa Sistema de Tático Informação Ambiente Externo Operacional (i) conhecimento externo (inteligência competitiva)
  • 13. Relatórios Manuais Estratégico Publicações Tático Operacional Repositório de Conhecimento da Empresa (ii) conhecimento interno estrutural
  • 14. Informações Organizacionais Informações Informações Sociais Ambientais Indivíduo Repositório Tecnologia Conhecimento de (Sistema de Tácito Conhecimento Informação) do Indivíduo (iii) conhecimento interno tácito ou informal
  • 15. 2 - Criar um ambiente positivo no qual a criação, transferência e uso do conhecimento sejam valorizados. Isso envolve visão, valores e comprometimento das lideranças dispostas a encorajar a criatividade individual e o trabalho em equipes multifuncionais Um dos principais meios para facilitar a produção e aplicação do conhecimento são as redes de trabalho que utilizam pessoas experientes e preparadas para atuar em um grupo, interagindo basicamente por meio de ampla troca de conhecimentos tácitos. BOTELHO, M. A.; MONTEIRO, A. M.; VALLS, V. A gestão do conhecimento esportivo: a experiência da biblioteca da Seme. Ciência da Informação, Vol. 36, nº 1, 2007.
  • 16. 3 - Proporcionar ou aumentar o acesso à informação e ao conhecimento, facilitando sua difusão dentro da organização, enfatizando a conectividade, o acesso e a transferência de informação e conhecimento, com base nas tecnologias digitais que garantem a alimentação, o acesso e a transferência em tempo real. 1. Rede de alta velocidade para aquisição de dados e geração de informações; 2. Ampla acessibilidade a bases de dados; 3. Informações em Tempo Real (Real Time); 4. Aplicativos para de tomada de decisão; 5. Fluxos de comunicação simplificados http://www.unesp.br/proex/informativo/edicao38ago2003/materias/computacao_fc.htm
  • 17. 4- Reconhecer o conhecimento como um bem e enfatizar seu valor para a organização Para facilitar as conversões Estímulo e Valorização entre conhecimentos tácitos é necessário identificar as capacidades criativas (e de inovação) existente na empresa em talentos individuais, e saber Infra- estrutura Indivíduo Tempo estimular através de um Física Criativo ambiente organizacional favorável a criatividade a proposição de idéias e soluções Infra- Estrutura originais Tecnológica
  • 18. Síntese... • Dados Processo • Tácito para • Classificação • Informações • Análise o Explícito • Interpretação • Síntese Entrada Saída Socialização Feedback - Combinação – Aprendizagem em Grupo Conhecimento Disseminação Aplicação Organizacional
  • 20. A Tecnologia da Informação (TI) não resolve todos os problemas do trabalho com o conhecimento explícito, porém seu uso e suas potencialidades contribuem no encaminhamento de significativa parte da solução desses problemas SILVA, S. L. Gestão do conhecimento: uma revisão crítica orientada pela abordagem da criação do conhecimento. Ci. Inf., Brasília, v. 33, n. 2, p. 143-151, maio/ago. 2004
  • 21. Sistema A ...sites para gestão do conhecimento Pessoal (com acesso público) fonte de recursos próprios...
  • 22. Os conhecimentos são disponibilizados ao público http://www.metodologia.net.br
  • 23. Sistema B ...sites para gestão do conhecimento Compartilhado (particular e/ou com acesso público) fonte de recursos externos...
  • 24. Os conhecimentos podem ficar restritos ao usuário ou disponibilizados ao público http://www.mendeley.com
  • 25. Os conhecimentos podem ficar restritos ao usuário ou disponibilizados ao público http://www.mendeley.com
  • 26. Sistema C ...sites para gestão do conhecimento Compartilhado (com acesso público) fonte de recursos externos...
  • 27. Os conhecimentos são disponibilizados ao público http://www.slideshare.net
  • 28. Os conhecimentos são disponibilizados ao público http://www.slideshare.net/profjung
  • 29. Sistema D ...sites para gestão do conhecimento Corporativo (com acesso público) fonte de recursos próprios...
  • 30. Os conhecimentos são disponibilizados ao público http://cameraweb.ccuec.unicamp.br/
  • 31. Sistema E ...sites para gestão do conhecimento Corporativo (particular e com acesso público) fonte de recursos próprios...
  • 32. Os conhecimentos são disponibilizados ao integrantes da corporação e ao público (determinadas áreas) http://gestao.faccat.br
  • 33. Sistema F ...sites para gestão do conhecimento Corporativo (particular) fonte de recursos próprios...
  • 34. Os conhecimentos são disponibilizados aos integrantes da corporação e restritos ao público http://engenharia.faccat.br
  • 35. Condições para Elaboração, Implantação, Manutenção e Gestão dos Sistemas
  • 36. Sistemas de Informação + Hardware e Software Engenharia + Tecnologia (Telecomunicações) Interface “amigável” + Controle + Manutenção Comunicação Social + Design + Administração Integração de Sistemas (Marketing) (intranet + internet) Psicologia (RH) + Letras Pessoas (Revisão) Tecnologias (Competências) Resultados... Conteúdos Sistemas / Gestão - Pessoal Memória Corporativa Sistemas / Gestão – Aplicações Internas Corporativa (Intranet) Interatividade + Portais / Pessoais Imagem (Internet) ou Corporativos