Módulo 3 - Variáveis e Constantes

3.964 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.964
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
93
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Módulo 3 - Variáveis e Constantes

  1. 1. Metodologia Científica e Tecnológica Módulo 3 – Variáveis e Constantes Prof. Carlos Fernando Jung carlosfernandojung@gmail.com http://lattes.cnpq.br/9620345505433832 Edição 2009 Material para Fins Didáticos – Distribuição Gratuita 1
  2. 2. O que são Variáveis e Constantes?
  3. 3. O que são Variáveis?
  4. 4. Qualquer evento, situação, comportamento ou característica individual que varia, isto é, assume pelo menos dois valores. Pode variar de um indivíduo para outro
  5. 5. O que são Constantes?
  6. 6. Qualquer evento, situação, comportamento ou característica individual que para todos os efeito não varia, isto é, possui um valor estático, natural ou convencionado
  7. 7. Qual a importância do estudo e aplicações das Variáveis?
  8. 8. Fonte Figura: http://www.colegiosaofrancisco.com.br/ alfa/plasticos/pvc.php Fonte Figura: http://www.satisnc.com/art/6460.html Variável Moderadora Variável Independente Impurezas Matéria-Prima (PVC) Variável de Controle (Espúria) Umidade Relativa do Ar (%) Operador Temperatura Ambiente (ºC) Variáveis Intervenientes Máquina Demanda / Pedido do Cliente Variável Antecedente Produto Fonte Figuras: http://ferdias.com.br/plastico.htm Variável Dependente Fonte Figura: http://hidroconstrwil.com.br/page_1180511568377.html APLICAÇÕES DAS VARIÁVEIS PARA O ESTUDO DE PROCESSOS
  9. 9. Representa o processo Quantidade de Produtos Fabricados y = x. 4 Y Processo de Fabricação Resultado do Processo para cada entrada de matéria prima X MODELO COM VARIÁVEIS SIMPLIFICADAS
  10. 10. O que é Variação?
  11. 11. Não Existem Dois Objetos Exatamente Iguais CATEGORIAS DE VARIAÇÕES DENTRO DA PEÇA PEÇA A PEÇA AO LONGO DO TEMPO
  12. 12. Quais as Características das Variáveis?
  13. 13. Variáveis Quantitativas Aquelas cujos dados são valores numéricos Variáveis quantitativas discretas Aquelas cujos dados somente podem apresentar determinados valores, em geral números inteiros. Variáveis quantitativas contínuas Aquelas cujos dados podem apresentar qualquer valor dentro de um intervalo de variação possível. Resultados passíveis de medições: - comprimento de um eixo; - diâmetros interno e externo de um tubo; - resistência elétrica; - tempo de fusão. VARIÁVEIS QUANTITATIVAS – DISCRETAS E CONTÍNUAS
  14. 14. Variável Discreta Número de valores possíveis é finito ou contável. Exemplo: X = número de peças defeituosas numa amostra de n peças. Amostra = 7 peças Defeituosas = 2 Variável Contínua Valores possíveis são contínuos. Exemplo: X = vida útil de um produto VARIÁVEIS DISCRETAS E CONTÍNUAS
  15. 15. Variáveis Qualitativas (Categóricas ou Atributos) Fornecem dados de natureza não numérica, como a cor de um produto. Variável qualitativa nível nominal Diferencia-se uma categoria da outra apenas pela denominação -Nominal Dicotômica: compostas por duas categorias “bonito e azul” -Nominal Politômica: mais de duas categorias “defeituoso e amarelo” “macio, verde e defeituoso” Variável qualitativa nível ordinal Neste nível não só é possível identificar diferentes categorias , mas reconhecer graus de intensidade entre elas. Ex: nenhuma dor até uma dor insuportável Fonte Figura: http://olhares.aeiou.pt/lapis_de_cor_foto981412.html VARIÁVEIS QUALITATIVAS – NOMINAL E ORDINAL
  16. 16. Radiação Solar Circulação de Poeira Umidade do Ar Atrito com o Solo Temperatura Ambiente Água da Chuva Variáveis Ambientais Permeabilidade Cores Elasticidade Custo / Produção Condutibilidade Preço / Venda Plasticidade Peso Transmissibilidade Design Variáveis Humanas Temperatura do Corpo Ações Involuntárias Transpiração do Corpo Ações Voluntárias Velocidade do Corpo Peso do Corpo Anatomia do Corpo Materiais Adicionais Fisiologia do Corpo Fonte Figura: http://blog.lojadotenis.com.br/tenis-tenny-wee-bxvi-preto-vermelho VARIÁVEIS QUANTITATIVAS E QUALITATIVAS - PRODUTO
  17. 17. Quais os tipos de Variáveis?
  18. 18. São aquelas que se introduz intencionalmente para verificar-se a relação entre suas variações e o comportamento de outras variáveis, ou seja, correspondem àquilo em função do qual se deseja conseguir realizar previsões e/ou obter resultados Ocorrem por ações do pesquisador quando da realização do experimento. O QUE É VARIÁVEL INDEPENDENTE?
  19. 19. Fonte Figura: http://www.colegiosaofrancisco.com.br/ alfa/plasticos/pvc.php Matéria-Prima (PVC) Fonte Figura: Variável Independente http://www.satisnc.com/art/6460.html Operador Máquina Umidade Relativa do Ar (%) Produto Temperatura Ambiente (ºC) Fonte Figura: http://hidroconstrwil.com.br/page_1180511568377.html Fonte Figuras: http://ferdias.com.br/plastico.htm EXEMPLO DE VARIÁVEL INDEPENDENTE
  20. 20. São aquelas cujo comportamento se quer verificar em função das oscilações das variáveis independentes, ou seja, correspondem àquilo que se deseja prever e/ou obter como resultado. Ocorrem em função da realização do experimento. São o resultado do experimento O QUE É VARIÁVEL DEPENDENTE?
  21. 21. Fonte Figura: http://www.colegiosaofrancisco.com.br/ alfa/plasticos/pvc.php Matéria-Prima (PVC) Fonte Figura: http://www.satisnc.com/art/6460.html Operador Máquina Variável Dependente Umidade Relativa do Ar (%) Produto Temperatura Ambiente (ºC) Fonte Figura: Fonte Figuras: http://ferdias.com.br/plastico.htm http://hidroconstrwil.com.br/page_1180511568377.html EXEMPLO DE VARIÁVEL DEPENDENTE
  22. 22. São variáveis que não são diretamente objeto de estudo mas que também interferem na relação entre as variáveis independentes e as dependentes. Ocorrem em função de fenômenos ocasionais não previstos e interferem no resultado do experimento. Devem ser controladas (Temperatura Ambiente, Umidade etc..) O QUE É VARIÁVEL DE CONTROLE (ESPÚRIAS)?
  23. 23. Fonte Figura: http://www.colegiosaofrancisco.com.br/ alfa/plasticos/pvc.php Matéria-Prima (PVC) Fonte Figura: http://www.satisnc.com/art/6460.html Operador Máquina Umidade Relativa do Ar (%) Produto Temperatura Ambiente (ºC) Variável de Controle (Espúria) Fonte Figura: Fonte Figuras: http://ferdias.com.br/plastico.htm http://hidroconstrwil.com.br/page_1180511568377.html EXEMPLO DE VARIÁVEL DE CONTROLE (ESPÚRIA)
  24. 24. É aquele fator ou propriedade que também é causa, condição, estímulo ou determinante para que ocorra determinado efeito, porém é considerada uma variável secundária em relação a uma variável independente. Seus efeitos são desprezíveis (quando míninos em relação a variável independente) O QUE É VARIÁVEL MODERADORA?
  25. 25. Fonte Figura: http://www.colegiosaofrancisco.com.br/ alfa/plasticos/pvc.php Variável Moderadora Impurezas Matéria-Prima (PVC) Fonte Figura: http://www.satisnc.com/art/6460.html Operador Máquina Umidade Relativa do Ar (%) Produto Temperatura Ambiente (ºC) Fonte Figura: Fonte Figuras: http://ferdias.com.br/plastico.htm http://hidroconstrwil.com.br/page_1180511568377.html EXEMPLO DE VARIÁVEL MODERADORA
  26. 26. É aquele fator ou propriedade que interfere no objeto de estudo, localiza-se entre a variável independente e a dependente. A variável interveniente (f) é uma causa necessária da variável independente e, condição determinante para ocorrência da variável dependente. O QUE É VARIÁVEL INTERVENIENTE ?
  27. 27. Fonte Figura: http://www.colegiosaofrancisco.com.br/ alfa/plasticos/pvc.php Impurezas Matéria-Prima (PVC) Fonte Figura: http://www.satisnc.com/art/6460.html Operador Variáveis Intervenientes Máquina Umidade Relativa do Ar (%) Produto Temperatura Ambiente (ºC) Fonte Figuras: http://ferdias.com.br/plastico.htm Fonte Figura: http://hidroconstrwil.com.br/page_1180511568377.html EXEMPLO DE VARIÁVEL INTERVENIENTE
  28. 28. Para a existência desta variável torna-se indispensável: A relação original entre as variáveis independente e dependente (X – Y); uma relação entre a variável independente (X) e a interveniente, sendo que a variável interveniente deve ser dependente da independente (X – f); uma relação entre a variável interveniente e a variável dependente (Y), sendo a interveniente considerada como “causa” da dependente (f – Y). PRESSUPOSTOS DA VARIÁVEL INTERVENIENTE
  29. 29. Todo experimento deve possuir uma causa, necessidade ou fator desencadeante, assim a variável antecedente (Z) tem por finalidade explicar ou justificar a relação entre as variáveis independentes e dependentes (X – Y). O que origina um projeto de pesquisa é a existência de uma necessidade que gera um problema de pesquisa e desenvolvimento, desta forma se pode dizer que a necessidade de uma pesquisa é uma variável antecedente. A relação é seqüencial, por exemplo: Z⇒X⇒Y O QUE É VARIÁVEL ANTECEDENTE ?
  30. 30. Fonte Figura: http://www.colegiosaofrancisco.com.br/ alfa/plasticos/pvc.php Fonte Figura: http://www.satisnc.com/art/6460.html Impurezas Matéria-Prima (PVC) Umidade Relativa do Ar (%) Operador Temperatura Ambiente (ºC) Máquina Produto Demanda / Pedido do Cliente Variável Antecedente Fonte Figuras: http://ferdias.com.br/plastico.htm Fonte Figura: http://hidroconstrwil.com.br/page_1180511568377.html EXEMPLO DE VARIÁVEL ANTECEDENTE
  31. 31. Síntese dos Tipos de Variáveis
  32. 32. Fonte Figura: http://www.colegiosaofrancisco.com.br/ alfa/plasticos/pvc.php Fonte Figura: http://www.satisnc.com/art/6460.html Variável Moderadora Variável Independente Impurezas Matéria-Prima (PVC) Variável de Controle (Espúria) Umidade Relativa do Ar (%) Operador Temperatura Ambiente (ºC) Variáveis Intervenientes Máquina Demanda / Pedido do Cliente Variável Antecedente Produto Fonte Figuras: http://ferdias.com.br/plastico.htm Variável Dependente Fonte Figura: http://hidroconstrwil.com.br/page_1180511568377.html SÍNTESE – VARIÁVEIS EM UM PROCESSO
  33. 33. Variável Moderadora Qualidade da Mídia Fonte Figura: http://www.satisnc.com/art/6460.html Variável Independente Software Hardware Variável de Controle Operador (Espúria) Variáveis Mobiliário Intervenientes Umidade Relativa do Ar (%) Temperatura Ambiente (ºC) Fonte Figura: http://www.bauru.unesp.br/curso_cipa/4_doencas_do_trabalho/co mputador.htm Variável Dependente Demanda / Pedido do Cliente Resultados: (i) Qualidade do Modelo; Variável Antecedente (ii) Produtividade Fonte Figura: http://www.katalogo.com.br/Produt os/?idproduto=CAT5610001-0 SÍNTESE - VARIÁVEIS EM UM PROCESSO
  34. 34. Informação Complementar
  35. 35. O PVC contém 57% de cloro (derivado do cloreto de sódio – sal de cozinha) e 43% de petróleo. Através da eletrólise (passagem de uma corrente elétrica pela água salgada) obtém-se o cloro e a soda cáustica. O petróleo ao ser refinado, desde a destilação do óleo cru, passa por várias etapas até chegar ao etileno. Ao se reagirem, o cloro e o etileno, ambos em fase gasosa, dão origem ao DCE (dicloro-etano), representado quimicamente pela equação : C2 + H4 (etileno) + CL2 (cloro) = 2H4CL2 (1,2-dicloroetano) e por um processo em um circuito fechado, o DCE sofre uma transformação se obtém o MVC, também em estado gasoso, representado por : C2H4CL2 (DCE) = 2h2CL (monômero cloreto de vinila) + HCL Finalmente, através do agrupamento destes monômeros, mais conhecido como processo de Polimerização, formam-se os polímeros, moléculas gigantes de Policloreto de Vinila, o nosso conhecido PVC. A resina de PVC é um pó muito fino na cor branca e totalmente inerte. Com a adição de plastificantes, estabilizantes, pigmentos, modificadores ou aditivos de uma maneira geral, chega-se ao composto de PVC que, em função do tipo de aplicação a ser utilizado, emprega um ou vários dos componentes citados Como características principais podemos citar: Leve, com peso específico variando de 1,30 a 1,70 g/cm³; Versátil, em função dos vários processos em que pode ser utilizado; Resistente ao fogo, não propaga as chamas – auto-extinguível; Inerte, não possuí cloro livres na sua fabricação final; Isolante, térmico, elétrico e acústico; Impermeável, resiste bem a diversos gases e líquidos; Resistente, possuí uma resistência boa a choques; Durável, em função do produto fabricado pode chegar a 50 anos; Reciclável, adequando-se perfeitamente a grande preocupação de nosso planeta, que é a reciclagem de materiais plásticos. Com todos estes predicados o PVC se adequa a vários usos dentro do enorme mercado de plástico mundial, servindo inclusive como índice de desenvolvimento de um País. O seu uso diversificado aplica-se a vários tipos de indústria: construção civil, saúde, eletroeletrônicos, calçados, brinquedos, automóveis, aviação, alimentação e embalagens. Policloreto de Vinilina (PVC) Fonte: http://www.colegiosaofrancisco.com.br/alfa/plasticos/pvc.php
  36. 36. Exercício: Variáveis e Constantes
  37. 37. Experimento Realizado no Ambiente Externo T t R1 R2 R3 R4 V1 V2 V3 V4 C1 C2 C3 C4 F1 F2 F3 F4 VT1 VT2 VT3 VT4 A1 A2 A3 A4 Experiência: Qual o volume de água consumida em cada vaso após 24 horas ? Perguntas: Quais os tipos de variáveis e constantes indicadas na experiência ? Quais as outras possíveis variáveis existentes na experiência ? Considerando que: V1=V2=V3=V4 e R1=R2=R3=R4 C1=C2=C3=C4

×