SlideShare uma empresa Scribd logo
Centro de Educação a Distância 
Universidade Anhanguera – Uniderp 
EDUCAÇÃO LUDICA 
Profª Ms. Édina Domingues 
GISELE DE FÁTIMA PEREIRA MATULOVIC 2330444243 
PIRACICABA – SP 
2014
2 
INTRODUÇÃO 
Através das novas praticas pedagógicas torna se possível efetivar o aprendizado, dos nossos 
alunos, através de metodologias que amparem e supram todas as necessidades as quais envolve 
um novo modelo de aprendizes. Nesse contexto a ludicidade tem papel primordial, já que com a 
chegada das novas tecnologias que envolve todo o contexto mundial, de nossas crianças e 
adolescentes, a escola tornou se um local tedioso, pois na maioria delas não acompanhou o 
desenvolvimento do mesmo. 
Através do brincar, tudo tornou se mais interessante no ambiente escolar, afinal o jogo como 
facilitador do processo educacional, tanto para a estruturações da personalidade como para os 
processos cognitivos, vem sendo largamente estudado por profissionais de inúmeras áreas. 
Tornou se possível através dessa nova didática efetivar a segurança no desenvolvimento dos 
alunos, o estimulo da autonomia, a expressão corporal trabalhando num âmbito construtivo e 
espontâneo. 
Temos a consciência de que essa nova concepção educativa chegou aos ambientes escolares 
efetivando o sujeito para e o mesmo posso encontrar e reconhecer o seu papel de cidadão critico e 
participativo, viabilizando um mundo mais humano e justo.
3 
PIETER BRUEGH 
Nas observações realizadas no quadro em anexo, tornou se possível, analisar varias brincadeiras, as 
quais estão divididas em pequenos grupos de crianças, sendo que as brincadeiras identificadas foram: 
Balança caixão, bilboquê, bambolê, pula corda, escravo de Jô, pula cela, cavalinho, porquinho, 
esconde e esconde, mãe da rua, serra do vovô.
4 
BRINCADEIRAS X TECNOLOGIA 
Atualmente as crianças desconhecem brincadeiras, em grupos, aquelas que exigem o contato 
social, que interagem entre si, correm, gritam, competem de forma divertida, aquelas que auxiliam 
no desenvolvimento do corpo, estimulação da socialização, convívios os quais haviam trocas de 
experiências, cooperação, princípios morais, responsabilidade, regras, criatividade. 
O que divergem da atualidade, que trouxe a informatização mundial, desenvolvendo jogos os quais 
mantem as crianças dentro em frente a uma tela fria de computador, apesar de eles interagirem 
entre essas maquinas, perdeu se alguns valores. 
Isso aconteceu pela globalização mundial, pela migração das famílias para a cidade grande, pela 
violência encontrada nas ruas, pedofilias, a necessidade de a figura materna ter saído para o 
mercado de trabalho. 
Sendo assim o brincar deixou de fazer parte da vida das crianças, deixando de interiorizar certos 
aprendizados, deixando de imitar o adulto ao seu lado, e sim imitar a televisão e os computadores.
5 
BRINCADEIRAS X TECNOLOGIA
6 
BRINCADEIRAS X TECNOLOGIA
7 
BRINCADEIRAS E MÚSICAS 
As cantigas e brincadeiras de roda são manifestações folclóricas onde as crianças se dão as mãos, 
formam uma roda e cantam melodias que podem ou não ser acompanhadas de coreografia. 
Antigamente, eram muito comuns no cotidiano infantil da criança brasileira. Hoje, no entanto, é uma 
manifestação que está sendo esquecida, pois as crianças estão mais interessadas em outros tipos de 
música e brincadeiras. 
As cantigas de rodas, tanto brasileiras quanto estrangeiras, são basicamente folclóricas. Possuem letras, 
melodias e ritmos simples e lúdicos, envolvendo brincadeiras, danças e trava-línguas. As músicas 
utilizam, normalmente, um compasso binário. 
Alguns acreditam que são originárias de modificações feitas em músicas de autores populares ou criadas 
anonimamente pelo povo. Por serem repassadas, de geração em geração, através do que se chama 
transmissão oral, é comum existirem diferenças regionais nas letras de algumas delas. 
As brincadeiras de roda ajudam a sociabilizar e desinibir as crianças, uma vez que exigem o olhar frente 
a frente, o toque corporal, a exposição, pois em muitas delas cada um deve se apresentar no centro da 
roda. Auxiliam no desenvolvimento da expressão corporal, senso rítmico e organização coletiva. São 
também um dos elementos importantes para a integração e o lazer infantil.
8 
O FAZ DE CONTA 
Estratégia: No faz de conta tanto os meninos como as meninas 
imitam os adultos, animais, televisões, etc. Ou seja, vivencias de 
seus dias. 
Divida o ambiente usando varais com tecidos coloridos para os 
pequenos passarem entre eles. 
Convide a criançada a montar diferentes kits de jogos simbólicos 
específicos, como navio pirata e show de calouros. 
Agende visitas a locais que podem inspirar a brincadeira ou mostre 
vídeos que os retratem, como um consultório médico e uma 
lanchonete. 
Registre as falas dos pequenos para encaminhar intervenções em 
outros momentos e aprimorar o jogo simbólico. 
Objetivos 
Desenvolver na criança a expectativa de vida, estimular a 
imaginação, divertir, se colocar como protagonista e não com 
expectador, desenvolver autonomia, socializar
9 
O BRINCAR COM A MUSICA 
Objetivos: trabalhar a socialização ,a atenção, a memoria e a acuidade auditiva e o canto. 
Onde jogar: Sala de aula 
Idade :A partir de 4 anos 
Como jogar: Sente os alunos em roda , explique que um deles terá que esperar do lado de fora da 
sala, enquanto você e o grupo escolhem a música , que deverá ser cantada, como se a turma fosse 
um grupo de bichinhos cantores, por exemplo. Borboletinha com voz de cachorro, pintinho amarelinho 
com voz de pintinho, e assim por diante. 
O aluno terá 3 chances para adivinhar. 
Lembre sempre de festejar quando ele acertar , e apoiar quem não conseguiu! 
Dicas importantes : 
- Escolha músicas bem conhecidas das crianças 
- Faça um pequeno ensaio com eles antes de chamar o aluno que esta do lado de fora. 
- Se ninguém conseguir, pare o jogo faça rodas de cantoria como as vozes dos animais ,espere uns 
dias e tente novamente.
10 
CONCLUSÃO 
Acredita-se que esse trabalho servirá como embasamento para mostrar a importância do lúdico na 
educação infantil, bem como na construção do processo de imaginação, criatividade, desenvolvimento 
motor, interação social e no aprendizado de regras. Assim, é fundamental que a família, a escola e a 
criança forme um tripé que sustente essa etapa essencial na vida da criança. A escola e o educador 
atuam em parceria a fim de direcionar as atividades com o intuito de desmontar a brincadeira de uma 
ideia livre e focar em um aspecto pedagógico, de modo que estimulem a interação social entre as 
crianças e desenvolva habilidades intelectivas que respaldem o seu percurso na escola. Desenvolver 
o lúdico no contexto escolar exige que o educador tenha uma fundamentação teórica bem estruturada, 
manejo e atenção para entender a subjetividade de cada criança, bem como entender que o repertório 
de atividades deve estar adequado as situações. 
É interessante que o jogo lúdico seja planejado e sistematizado para mediar avanços e promover 
condições para que a criança interaja e aprenda a brincar no coletivo, desenvolvendo habilidades 
diversas. Nesse sentido, a psicologia pode contribuir nessa compreensão do desenvolvimento global 
dessa criança e fornecer subsídios para a educação infantil no sentido de aprimorar as técnicas de 
manejo.
11 
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 
BACELAR, Vera Lúcia da Encarnação. Ludicidade e educação infantil. EDUFBA, 2009. 
BRASIL. Lei de diretrizes e bases da educação nacional. Brasília: MEC, 1996. 
DEBORTOLI, José Alfredo Oliveira. As crianças e a brincadeira. In: CARVALHO, Alvsson; SALLES, 
Fátima; GUIMARÃES, Marília (Org.). Desenvolvimento e aprendizagem. 2. ed. Belo Horizonte: Ed. da 
UFMG, 2006. p. 77-88. 
LUCKESI, Cipriano. Ludicidade e desenvolvimento humano. In: MAHEU, Cristina d’Ávila (org.) 
Educação e Ludicidade – Ensaios 4. Salvador: Universidade Federal da Bahia, Faculdade de 
Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Gepel, 2007. 
Educação, ludicidade e prevenção das neuroses futuras: uma proposta pedagógica a partir da 
Biossíntese. In: LUCKESI, Cipriano Carlos (org.) Ludopedagogia – Ensaios 1: Educação e Ludicidade. 
Salvador: Gepel, 2000. V.1, p. 9-41. LÜDKE, Menga; ANDRÉ 
http://issuu.com/normalizacao/docs/normaliza____o_de_trabalhos_acad__m - ACESSO EM 
NOV/2014 
http://www.rupert.id.au/TJ521/bruegel_la.jpg - ACESSO EM NOV/2014 
http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=5331 – ACESSO EM NOV/2014 
http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/rcnei_vol1.pdf - ACESSO EM NOV/2014

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

METODOLOGIAS DE ENSINO: O USO DA LUDICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL E O APRENDEN...
METODOLOGIAS DE ENSINO: O USO DA LUDICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL E O APRENDEN...METODOLOGIAS DE ENSINO: O USO DA LUDICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL E O APRENDEN...
METODOLOGIAS DE ENSINO: O USO DA LUDICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL E O APRENDEN...
Pamy May
 
O brincar na escola
O brincar na escolaO brincar na escola
O brincar na escola
cefaprodematupa
 
Slides Ludicidade - PNAIC
Slides Ludicidade - PNAICSlides Ludicidade - PNAIC
Slides Ludicidade - PNAIC
Vera Marlize Schröer
 
Otpei 2 projeto ludico simone helen drumond
Otpei 2  projeto ludico simone helen drumondOtpei 2  projeto ludico simone helen drumond
Otpei 2 projeto ludico simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 
PNAIC - Unidade 4 geral
PNAIC - Unidade 4 geralPNAIC - Unidade 4 geral
PNAIC - Unidade 4 geral
ElieneDias
 
Tcc
TccTcc
A importancia do_ludico_na_educacao_infantil
A importancia do_ludico_na_educacao_infantilA importancia do_ludico_na_educacao_infantil
A importancia do_ludico_na_educacao_infantil
CatiaDuarte_1
 
Ludicidade
LudicidadeLudicidade
Ludicidade
FSBA
 
Curso 2 - Alfabetização e Letramento
Curso 2 - Alfabetização e LetramentoCurso 2 - Alfabetização e Letramento
Curso 2 - Alfabetização e Letramento
alfaletra
 
A relação do jogo, da brincadeira e do brincar simone helen drumond
A relação do jogo, da brincadeira e do brincar simone helen drumondA relação do jogo, da brincadeira e do brincar simone helen drumond
A relação do jogo, da brincadeira e do brincar simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 
Ivanete slides
Ivanete slidesIvanete slides
Ivanete slides
IvaneteZution
 
O significado do jogo, da brincadeira e do brinquedo no besenvolvimento e bor...
O significado do jogo, da brincadeira e do brinquedo no besenvolvimento e bor...O significado do jogo, da brincadeira e do brinquedo no besenvolvimento e bor...
O significado do jogo, da brincadeira e do brinquedo no besenvolvimento e bor...
SimoneHelenDrumond
 
O lúdico e a criança
O lúdico e a criançaO lúdico e a criança
O lúdico e a criança
Cecília Alcântara
 
O uso do lúdico na educação infantil
O uso do lúdico na educação infantilO uso do lúdico na educação infantil
O uso do lúdico na educação infantil
Capacitações Pedagógicas
 
Brincadeiras, brinquedos e jogos podem ser facilitadores da aprendizagem... m...
Brincadeiras, brinquedos e jogos podem ser facilitadores da aprendizagem... m...Brincadeiras, brinquedos e jogos podem ser facilitadores da aprendizagem... m...
Brincadeiras, brinquedos e jogos podem ser facilitadores da aprendizagem... m...
Mira Benvenuto
 
Ludicidade
LudicidadeLudicidade
Ludicidade
Heloiza Moura
 
A IMPORTÂNCIA DOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL
A IMPORTÂNCIA DOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO INFANTILA IMPORTÂNCIA DOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL
A IMPORTÂNCIA DOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL
cefaprodematupa
 
TCC - O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TCC -  O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTILTCC -  O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TCC - O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
JJOAOPAULO7
 
Aprendizagem na Educação Infantil
Aprendizagem na Educação InfantilAprendizagem na Educação Infantil
Aprendizagem na Educação Infantil
ntm.pedagogico
 
Lúdico na sla de aula
Lúdico na sla de aulaLúdico na sla de aula
Lúdico na sla de aula
Celismara Seleguin
 

Mais procurados (20)

METODOLOGIAS DE ENSINO: O USO DA LUDICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL E O APRENDEN...
METODOLOGIAS DE ENSINO: O USO DA LUDICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL E O APRENDEN...METODOLOGIAS DE ENSINO: O USO DA LUDICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL E O APRENDEN...
METODOLOGIAS DE ENSINO: O USO DA LUDICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL E O APRENDEN...
 
O brincar na escola
O brincar na escolaO brincar na escola
O brincar na escola
 
Slides Ludicidade - PNAIC
Slides Ludicidade - PNAICSlides Ludicidade - PNAIC
Slides Ludicidade - PNAIC
 
Otpei 2 projeto ludico simone helen drumond
Otpei 2  projeto ludico simone helen drumondOtpei 2  projeto ludico simone helen drumond
Otpei 2 projeto ludico simone helen drumond
 
PNAIC - Unidade 4 geral
PNAIC - Unidade 4 geralPNAIC - Unidade 4 geral
PNAIC - Unidade 4 geral
 
Tcc
TccTcc
Tcc
 
A importancia do_ludico_na_educacao_infantil
A importancia do_ludico_na_educacao_infantilA importancia do_ludico_na_educacao_infantil
A importancia do_ludico_na_educacao_infantil
 
Ludicidade
LudicidadeLudicidade
Ludicidade
 
Curso 2 - Alfabetização e Letramento
Curso 2 - Alfabetização e LetramentoCurso 2 - Alfabetização e Letramento
Curso 2 - Alfabetização e Letramento
 
A relação do jogo, da brincadeira e do brincar simone helen drumond
A relação do jogo, da brincadeira e do brincar simone helen drumondA relação do jogo, da brincadeira e do brincar simone helen drumond
A relação do jogo, da brincadeira e do brincar simone helen drumond
 
Ivanete slides
Ivanete slidesIvanete slides
Ivanete slides
 
O significado do jogo, da brincadeira e do brinquedo no besenvolvimento e bor...
O significado do jogo, da brincadeira e do brinquedo no besenvolvimento e bor...O significado do jogo, da brincadeira e do brinquedo no besenvolvimento e bor...
O significado do jogo, da brincadeira e do brinquedo no besenvolvimento e bor...
 
O lúdico e a criança
O lúdico e a criançaO lúdico e a criança
O lúdico e a criança
 
O uso do lúdico na educação infantil
O uso do lúdico na educação infantilO uso do lúdico na educação infantil
O uso do lúdico na educação infantil
 
Brincadeiras, brinquedos e jogos podem ser facilitadores da aprendizagem... m...
Brincadeiras, brinquedos e jogos podem ser facilitadores da aprendizagem... m...Brincadeiras, brinquedos e jogos podem ser facilitadores da aprendizagem... m...
Brincadeiras, brinquedos e jogos podem ser facilitadores da aprendizagem... m...
 
Ludicidade
LudicidadeLudicidade
Ludicidade
 
A IMPORTÂNCIA DOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL
A IMPORTÂNCIA DOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO INFANTILA IMPORTÂNCIA DOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL
A IMPORTÂNCIA DOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL
 
TCC - O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TCC -  O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTILTCC -  O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TCC - O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
 
Aprendizagem na Educação Infantil
Aprendizagem na Educação InfantilAprendizagem na Educação Infantil
Aprendizagem na Educação Infantil
 
Lúdico na sla de aula
Lúdico na sla de aulaLúdico na sla de aula
Lúdico na sla de aula
 

Destaque

Projeto tcc-faculdade de pedagogia-2014
Projeto tcc-faculdade de pedagogia-2014Projeto tcc-faculdade de pedagogia-2014
Projeto tcc-faculdade de pedagogia-2014
Andre Silva
 
LUDICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
LUDICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTILLUDICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
LUDICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
ritagatti
 
Anhanguera - Atividade 1 e 2 do tcc
Anhanguera - Atividade 1 e 2 do tccAnhanguera - Atividade 1 e 2 do tcc
Anhanguera - Atividade 1 e 2 do tcc
mkbariotto
 
Projeto integrador
Projeto integradorProjeto integrador
Projeto integrador
Thiago Araújo
 
O lúdico jogos brinquedos e brincadeiras na construção do processo de aprend...
O lúdico  jogos brinquedos e brincadeiras na construção do processo de aprend...O lúdico  jogos brinquedos e brincadeiras na construção do processo de aprend...
O lúdico jogos brinquedos e brincadeiras na construção do processo de aprend...
SimoneHelenDrumond
 
Anhanguera - Atividade 1 tcc
Anhanguera - Atividade 1 tccAnhanguera - Atividade 1 tcc
Anhanguera - Atividade 1 tcc
mkbariotto
 
Ludicidade
LudicidadeLudicidade
Ludicidade
Gislaine
 
Aprendizado e desenvolvimento
Aprendizado e desenvolvimentoAprendizado e desenvolvimento
Aprendizado e desenvolvimento
Celi Jandy Moraes Gomes
 
Vygotsky
VygotskyVygotsky
Vygotsky
Cátia Rosa
 
Brincadeiras e jogos na educação infantil 2
Brincadeiras e jogos na educação infantil 2Brincadeiras e jogos na educação infantil 2
Brincadeiras e jogos na educação infantil 2
Selma Regina Costa
 
Pieter Brueghel e as brincadeiras tradicionais
Pieter Brueghel e as brincadeiras tradicionaisPieter Brueghel e as brincadeiras tradicionais
Pieter Brueghel e as brincadeiras tradicionais
TatiDS
 
Projeto: Aula de Matemática
Projeto: Aula de MatemáticaProjeto: Aula de Matemática
Projeto: Aula de Matemática
Denise Braga
 
Coordenada
CoordenadaCoordenada
Coordenada
Diego Prezia
 
Trabalho ludicidade 2010
Trabalho ludicidade 2010Trabalho ludicidade 2010
Trabalho ludicidade 2010
Eunice Mendes de Oliveira
 
Unidade 4 - PNAIC - Ludicidade
Unidade 4 - PNAIC - LudicidadeUnidade 4 - PNAIC - Ludicidade
Unidade 4 - PNAIC - Ludicidade
Elaine Cruz
 
Modelo do projeto integrador i projeto parcial primeira postagem (2)
Modelo do projeto integrador i projeto parcial primeira postagem (2)Modelo do projeto integrador i projeto parcial primeira postagem (2)
Modelo do projeto integrador i projeto parcial primeira postagem (2)
Vanessa Dias
 
Slide: Professoras Mães
Slide: Professoras MãesSlide: Professoras Mães
Slide: Professoras Mães
Lúcia Maia
 
PROJETO ESCOLA D'ÁGUA NA ESCOLA IRMÃ LEODGARD
PROJETO ESCOLA D'ÁGUA NA ESCOLA IRMÃ LEODGARDPROJETO ESCOLA D'ÁGUA NA ESCOLA IRMÃ LEODGARD
PROJETO ESCOLA D'ÁGUA NA ESCOLA IRMÃ LEODGARD
Lúcia Maia
 
Conhecendo o sistema operacional ubunt uca
Conhecendo o sistema operacional ubunt ucaConhecendo o sistema operacional ubunt uca
Conhecendo o sistema operacional ubunt uca
Ilton Bruno
 
Artigo mídias tecnológicas na educação lucia maia
Artigo mídias tecnológicas na educação  lucia maiaArtigo mídias tecnológicas na educação  lucia maia
Artigo mídias tecnológicas na educação lucia maia
Lúcia Maia
 

Destaque (20)

Projeto tcc-faculdade de pedagogia-2014
Projeto tcc-faculdade de pedagogia-2014Projeto tcc-faculdade de pedagogia-2014
Projeto tcc-faculdade de pedagogia-2014
 
LUDICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
LUDICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTILLUDICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
LUDICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
 
Anhanguera - Atividade 1 e 2 do tcc
Anhanguera - Atividade 1 e 2 do tccAnhanguera - Atividade 1 e 2 do tcc
Anhanguera - Atividade 1 e 2 do tcc
 
Projeto integrador
Projeto integradorProjeto integrador
Projeto integrador
 
O lúdico jogos brinquedos e brincadeiras na construção do processo de aprend...
O lúdico  jogos brinquedos e brincadeiras na construção do processo de aprend...O lúdico  jogos brinquedos e brincadeiras na construção do processo de aprend...
O lúdico jogos brinquedos e brincadeiras na construção do processo de aprend...
 
Anhanguera - Atividade 1 tcc
Anhanguera - Atividade 1 tccAnhanguera - Atividade 1 tcc
Anhanguera - Atividade 1 tcc
 
Ludicidade
LudicidadeLudicidade
Ludicidade
 
Aprendizado e desenvolvimento
Aprendizado e desenvolvimentoAprendizado e desenvolvimento
Aprendizado e desenvolvimento
 
Vygotsky
VygotskyVygotsky
Vygotsky
 
Brincadeiras e jogos na educação infantil 2
Brincadeiras e jogos na educação infantil 2Brincadeiras e jogos na educação infantil 2
Brincadeiras e jogos na educação infantil 2
 
Pieter Brueghel e as brincadeiras tradicionais
Pieter Brueghel e as brincadeiras tradicionaisPieter Brueghel e as brincadeiras tradicionais
Pieter Brueghel e as brincadeiras tradicionais
 
Projeto: Aula de Matemática
Projeto: Aula de MatemáticaProjeto: Aula de Matemática
Projeto: Aula de Matemática
 
Coordenada
CoordenadaCoordenada
Coordenada
 
Trabalho ludicidade 2010
Trabalho ludicidade 2010Trabalho ludicidade 2010
Trabalho ludicidade 2010
 
Unidade 4 - PNAIC - Ludicidade
Unidade 4 - PNAIC - LudicidadeUnidade 4 - PNAIC - Ludicidade
Unidade 4 - PNAIC - Ludicidade
 
Modelo do projeto integrador i projeto parcial primeira postagem (2)
Modelo do projeto integrador i projeto parcial primeira postagem (2)Modelo do projeto integrador i projeto parcial primeira postagem (2)
Modelo do projeto integrador i projeto parcial primeira postagem (2)
 
Slide: Professoras Mães
Slide: Professoras MãesSlide: Professoras Mães
Slide: Professoras Mães
 
PROJETO ESCOLA D'ÁGUA NA ESCOLA IRMÃ LEODGARD
PROJETO ESCOLA D'ÁGUA NA ESCOLA IRMÃ LEODGARDPROJETO ESCOLA D'ÁGUA NA ESCOLA IRMÃ LEODGARD
PROJETO ESCOLA D'ÁGUA NA ESCOLA IRMÃ LEODGARD
 
Conhecendo o sistema operacional ubunt uca
Conhecendo o sistema operacional ubunt ucaConhecendo o sistema operacional ubunt uca
Conhecendo o sistema operacional ubunt uca
 
Artigo mídias tecnológicas na educação lucia maia
Artigo mídias tecnológicas na educação  lucia maiaArtigo mídias tecnológicas na educação  lucia maia
Artigo mídias tecnológicas na educação lucia maia
 

Semelhante a Educação ludica

Sao paulo umaescola_manualbrincadeiras
Sao paulo umaescola_manualbrincadeirasSao paulo umaescola_manualbrincadeiras
Sao paulo umaescola_manualbrincadeiras
Jefferson Tiagolage
 
Atps educacao ludica (1)
Atps educacao ludica (1)Atps educacao ludica (1)
Atps educacao ludica (1)
priscila_itatiba
 
Projeto parque na Escola
Projeto parque na EscolaProjeto parque na Escola
Projeto parque na Escola
escolamuller
 
Elizangela kenia erika
Elizangela kenia erikaElizangela kenia erika
Elizangela kenia erika
Fernando Pissuto
 
13 O LUDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL ISCHKANIAN.pdf
13 O LUDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL ISCHKANIAN.pdf13 O LUDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL ISCHKANIAN.pdf
13 O LUDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL ISCHKANIAN.pdf
SimoneHelenDrumond
 
O lúdico na educação infantil
O lúdico na educação infantilO lúdico na educação infantil
O lúdico na educação infantil
SimoneHelenDrumond
 
O lúdico na educação infantil
O lúdico na educação infantilO lúdico na educação infantil
O lúdico na educação infantil
SimoneHelenDrumond
 
O lúdico na educação infantil
O lúdico na educação infantilO lúdico na educação infantil
O lúdico na educação infantil
SimoneHelenDrumond
 
O lúdico na educação infantil
O lúdico na educação infantilO lúdico na educação infantil
O lúdico na educação infantil
SimoneHelenDrumond
 
13
1313
A ludicidade do século xxi ainda na visão de dom bosco simone helen drumond
A ludicidade do século xxi ainda na visão de dom bosco simone helen drumondA ludicidade do século xxi ainda na visão de dom bosco simone helen drumond
A ludicidade do século xxi ainda na visão de dom bosco simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 
O que a creche pode ensinar
O que a creche pode ensinarO que a creche pode ensinar
O que a creche pode ensinar
gracabt2011
 
Livro brinquedos e brincadeiras
Livro brinquedos e brincadeirasLivro brinquedos e brincadeiras
Livro brinquedos e brincadeiras
marcelosilveirazero1
 
Artigo7
Artigo7Artigo7
Projeto brincadeiras de outrora
Projeto brincadeiras de outroraProjeto brincadeiras de outrora
Projeto brincadeiras de outrora
Edinolia
 
Tcc sobre brinquedoteca
Tcc  sobre brinquedotecaTcc  sobre brinquedoteca
Tcc sobre brinquedoteca
solegu
 
Plano resgate dos valores etica e cidadania de simone helen drumond
Plano resgate dos valores   etica e cidadania de simone helen drumondPlano resgate dos valores   etica e cidadania de simone helen drumond
Plano resgate dos valores etica e cidadania de simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 
Brinquedos e brincadeiras lúdicas
Brinquedos e brincadeiras lúdicasBrinquedos e brincadeiras lúdicas
Brinquedos e brincadeiras lúdicas
Danusinha87
 
Unidade 3 pedagogia da educação infantil
Unidade 3  pedagogia da educação infantilUnidade 3  pedagogia da educação infantil
Unidade 3 pedagogia da educação infantil
Marta Carolina Santos
 
Joziel Bezerra de Souza
Joziel  Bezerra  de  SouzaJoziel  Bezerra  de  Souza
Joziel Bezerra de Souza
joziel Bezerra de souza
 

Semelhante a Educação ludica (20)

Sao paulo umaescola_manualbrincadeiras
Sao paulo umaescola_manualbrincadeirasSao paulo umaescola_manualbrincadeiras
Sao paulo umaescola_manualbrincadeiras
 
Atps educacao ludica (1)
Atps educacao ludica (1)Atps educacao ludica (1)
Atps educacao ludica (1)
 
Projeto parque na Escola
Projeto parque na EscolaProjeto parque na Escola
Projeto parque na Escola
 
Elizangela kenia erika
Elizangela kenia erikaElizangela kenia erika
Elizangela kenia erika
 
13 O LUDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL ISCHKANIAN.pdf
13 O LUDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL ISCHKANIAN.pdf13 O LUDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL ISCHKANIAN.pdf
13 O LUDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL ISCHKANIAN.pdf
 
O lúdico na educação infantil
O lúdico na educação infantilO lúdico na educação infantil
O lúdico na educação infantil
 
O lúdico na educação infantil
O lúdico na educação infantilO lúdico na educação infantil
O lúdico na educação infantil
 
O lúdico na educação infantil
O lúdico na educação infantilO lúdico na educação infantil
O lúdico na educação infantil
 
O lúdico na educação infantil
O lúdico na educação infantilO lúdico na educação infantil
O lúdico na educação infantil
 
13
1313
13
 
A ludicidade do século xxi ainda na visão de dom bosco simone helen drumond
A ludicidade do século xxi ainda na visão de dom bosco simone helen drumondA ludicidade do século xxi ainda na visão de dom bosco simone helen drumond
A ludicidade do século xxi ainda na visão de dom bosco simone helen drumond
 
O que a creche pode ensinar
O que a creche pode ensinarO que a creche pode ensinar
O que a creche pode ensinar
 
Livro brinquedos e brincadeiras
Livro brinquedos e brincadeirasLivro brinquedos e brincadeiras
Livro brinquedos e brincadeiras
 
Artigo7
Artigo7Artigo7
Artigo7
 
Projeto brincadeiras de outrora
Projeto brincadeiras de outroraProjeto brincadeiras de outrora
Projeto brincadeiras de outrora
 
Tcc sobre brinquedoteca
Tcc  sobre brinquedotecaTcc  sobre brinquedoteca
Tcc sobre brinquedoteca
 
Plano resgate dos valores etica e cidadania de simone helen drumond
Plano resgate dos valores   etica e cidadania de simone helen drumondPlano resgate dos valores   etica e cidadania de simone helen drumond
Plano resgate dos valores etica e cidadania de simone helen drumond
 
Brinquedos e brincadeiras lúdicas
Brinquedos e brincadeiras lúdicasBrinquedos e brincadeiras lúdicas
Brinquedos e brincadeiras lúdicas
 
Unidade 3 pedagogia da educação infantil
Unidade 3  pedagogia da educação infantilUnidade 3  pedagogia da educação infantil
Unidade 3 pedagogia da educação infantil
 
Joziel Bezerra de Souza
Joziel  Bezerra  de  SouzaJoziel  Bezerra  de  Souza
Joziel Bezerra de Souza
 

Mais de mkbariotto

TCC - Universidade do sagrado coração
TCC - Universidade do sagrado coraçãoTCC - Universidade do sagrado coração
TCC - Universidade do sagrado coração
mkbariotto
 
Tcc anhanguera a dificuldade no ensino de leitura na educação
Tcc anhanguera   a dificuldade no ensino de leitura na educaçãoTcc anhanguera   a dificuldade no ensino de leitura na educação
Tcc anhanguera a dificuldade no ensino de leitura na educação
mkbariotto
 
Tcc a dificuldade no ensino de leitura na educação
Tcc   a dificuldade no ensino de leitura na educaçãoTcc   a dificuldade no ensino de leitura na educação
Tcc a dificuldade no ensino de leitura na educação
mkbariotto
 
Supremo blá blá-blá
Supremo blá blá-bláSupremo blá blá-blá
Supremo blá blá-blá
mkbariotto
 
Relatorio estagio pedagogia_thais f. uliana
Relatorio estagio pedagogia_thais f. ulianaRelatorio estagio pedagogia_thais f. uliana
Relatorio estagio pedagogia_thais f. uliana
mkbariotto
 
Pscopedagogia a inclusão de alunos com necessidades educativas especiais na...
Pscopedagogia   a inclusão de alunos com necessidades educativas especiais na...Pscopedagogia   a inclusão de alunos com necessidades educativas especiais na...
Pscopedagogia a inclusão de alunos com necessidades educativas especiais na...
mkbariotto
 
Proposta de trabalho semana das crianças
Proposta de trabalho semana das criançasProposta de trabalho semana das crianças
Proposta de trabalho semana das crianças
mkbariotto
 
Projeto multidisciplinar iii autodesenvolvimento
Projeto multidisciplinar iii   autodesenvolvimentoProjeto multidisciplinar iii   autodesenvolvimento
Projeto multidisciplinar iii autodesenvolvimento
mkbariotto
 
Pec aula 5_colaborativa_template extensão à comunidade
Pec aula 5_colaborativa_template extensão à comunidadePec aula 5_colaborativa_template extensão à comunidade
Pec aula 5_colaborativa_template extensão à comunidade
mkbariotto
 
Pe template autodesenvolvimento_políticas educacionais
Pe template autodesenvolvimento_políticas educacionaisPe template autodesenvolvimento_políticas educacionais
Pe template autodesenvolvimento_políticas educacionais
mkbariotto
 
Normalização de-trabalhos-academicos-e-produção-cientifica-2015
Normalização de-trabalhos-academicos-e-produção-cientifica-2015Normalização de-trabalhos-academicos-e-produção-cientifica-2015
Normalização de-trabalhos-academicos-e-produção-cientifica-2015
mkbariotto
 
Mapa conceitual
Mapa conceitualMapa conceitual
Mapa conceitual
mkbariotto
 
Ee template autodesenvolvimento_educação especial
Ee template autodesenvolvimento_educação especialEe template autodesenvolvimento_educação especial
Ee template autodesenvolvimento_educação especial
mkbariotto
 
Cp ativ colaborativa_template competencias profissionais
Cp ativ colaborativa_template competencias profissionaisCp ativ colaborativa_template competencias profissionais
Cp ativ colaborativa_template competencias profissionais
mkbariotto
 
Colorir terapia
Colorir   terapiaColorir   terapia
Colorir terapia
mkbariotto
 
TCC - Facon
TCC - FaconTCC - Facon
TCC - Facon
mkbariotto
 
Caderno de estagio ef
Caderno de estagio efCaderno de estagio ef
Caderno de estagio ef
mkbariotto
 
Caderno de estágio ed inf 2014 - anhanguera
Caderno de estágio ed inf 2014 - anhangueraCaderno de estágio ed inf 2014 - anhanguera
Caderno de estágio ed inf 2014 - anhanguera
mkbariotto
 
Caderno de estágio ed inf 2014 trabalho de conclusão do
Caderno de estágio ed inf 2014   trabalho de conclusão doCaderno de estágio ed inf 2014   trabalho de conclusão do
Caderno de estágio ed inf 2014 trabalho de conclusão do
mkbariotto
 
Banner anhanguera
Banner anhangueraBanner anhanguera
Banner anhanguera
mkbariotto
 

Mais de mkbariotto (20)

TCC - Universidade do sagrado coração
TCC - Universidade do sagrado coraçãoTCC - Universidade do sagrado coração
TCC - Universidade do sagrado coração
 
Tcc anhanguera a dificuldade no ensino de leitura na educação
Tcc anhanguera   a dificuldade no ensino de leitura na educaçãoTcc anhanguera   a dificuldade no ensino de leitura na educação
Tcc anhanguera a dificuldade no ensino de leitura na educação
 
Tcc a dificuldade no ensino de leitura na educação
Tcc   a dificuldade no ensino de leitura na educaçãoTcc   a dificuldade no ensino de leitura na educação
Tcc a dificuldade no ensino de leitura na educação
 
Supremo blá blá-blá
Supremo blá blá-bláSupremo blá blá-blá
Supremo blá blá-blá
 
Relatorio estagio pedagogia_thais f. uliana
Relatorio estagio pedagogia_thais f. ulianaRelatorio estagio pedagogia_thais f. uliana
Relatorio estagio pedagogia_thais f. uliana
 
Pscopedagogia a inclusão de alunos com necessidades educativas especiais na...
Pscopedagogia   a inclusão de alunos com necessidades educativas especiais na...Pscopedagogia   a inclusão de alunos com necessidades educativas especiais na...
Pscopedagogia a inclusão de alunos com necessidades educativas especiais na...
 
Proposta de trabalho semana das crianças
Proposta de trabalho semana das criançasProposta de trabalho semana das crianças
Proposta de trabalho semana das crianças
 
Projeto multidisciplinar iii autodesenvolvimento
Projeto multidisciplinar iii   autodesenvolvimentoProjeto multidisciplinar iii   autodesenvolvimento
Projeto multidisciplinar iii autodesenvolvimento
 
Pec aula 5_colaborativa_template extensão à comunidade
Pec aula 5_colaborativa_template extensão à comunidadePec aula 5_colaborativa_template extensão à comunidade
Pec aula 5_colaborativa_template extensão à comunidade
 
Pe template autodesenvolvimento_políticas educacionais
Pe template autodesenvolvimento_políticas educacionaisPe template autodesenvolvimento_políticas educacionais
Pe template autodesenvolvimento_políticas educacionais
 
Normalização de-trabalhos-academicos-e-produção-cientifica-2015
Normalização de-trabalhos-academicos-e-produção-cientifica-2015Normalização de-trabalhos-academicos-e-produção-cientifica-2015
Normalização de-trabalhos-academicos-e-produção-cientifica-2015
 
Mapa conceitual
Mapa conceitualMapa conceitual
Mapa conceitual
 
Ee template autodesenvolvimento_educação especial
Ee template autodesenvolvimento_educação especialEe template autodesenvolvimento_educação especial
Ee template autodesenvolvimento_educação especial
 
Cp ativ colaborativa_template competencias profissionais
Cp ativ colaborativa_template competencias profissionaisCp ativ colaborativa_template competencias profissionais
Cp ativ colaborativa_template competencias profissionais
 
Colorir terapia
Colorir   terapiaColorir   terapia
Colorir terapia
 
TCC - Facon
TCC - FaconTCC - Facon
TCC - Facon
 
Caderno de estagio ef
Caderno de estagio efCaderno de estagio ef
Caderno de estagio ef
 
Caderno de estágio ed inf 2014 - anhanguera
Caderno de estágio ed inf 2014 - anhangueraCaderno de estágio ed inf 2014 - anhanguera
Caderno de estágio ed inf 2014 - anhanguera
 
Caderno de estágio ed inf 2014 trabalho de conclusão do
Caderno de estágio ed inf 2014   trabalho de conclusão doCaderno de estágio ed inf 2014   trabalho de conclusão do
Caderno de estágio ed inf 2014 trabalho de conclusão do
 
Banner anhanguera
Banner anhangueraBanner anhanguera
Banner anhanguera
 

Último

UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdfBiologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Ana Da Silva Ponce
 
Química orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptxQuímica orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptx
KeilianeOliveira3
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
JulianeMelo17
 
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
ssuser701e2b
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdfos-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
GiselaAlves15
 
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptxAula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
kdn15710
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Mary Alvarenga
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
Escola Municipal Jesus Cristo
 

Último (20)

UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdfBiologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
 
Química orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptxQuímica orgânica e as funções organicas.pptx
Química orgânica e as funções organicas.pptx
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
 
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
LIBRO LAS MANOS NO SON PARA PEGAR-MAESTRA EN PREESCOLAR_organized_rotated (1)...
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdfos-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
os-lusiadas-resumo-os-lusiadas-10-ano.pdf
 
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptxAula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
Aula01 - ensino médio - (Filosofia).pptx
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...proposta curricular  ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
proposta curricular ou plano de cursode lingua portuguesa eja anos finais ( ...
 

Educação ludica

  • 1. Centro de Educação a Distância Universidade Anhanguera – Uniderp EDUCAÇÃO LUDICA Profª Ms. Édina Domingues GISELE DE FÁTIMA PEREIRA MATULOVIC 2330444243 PIRACICABA – SP 2014
  • 2. 2 INTRODUÇÃO Através das novas praticas pedagógicas torna se possível efetivar o aprendizado, dos nossos alunos, através de metodologias que amparem e supram todas as necessidades as quais envolve um novo modelo de aprendizes. Nesse contexto a ludicidade tem papel primordial, já que com a chegada das novas tecnologias que envolve todo o contexto mundial, de nossas crianças e adolescentes, a escola tornou se um local tedioso, pois na maioria delas não acompanhou o desenvolvimento do mesmo. Através do brincar, tudo tornou se mais interessante no ambiente escolar, afinal o jogo como facilitador do processo educacional, tanto para a estruturações da personalidade como para os processos cognitivos, vem sendo largamente estudado por profissionais de inúmeras áreas. Tornou se possível através dessa nova didática efetivar a segurança no desenvolvimento dos alunos, o estimulo da autonomia, a expressão corporal trabalhando num âmbito construtivo e espontâneo. Temos a consciência de que essa nova concepção educativa chegou aos ambientes escolares efetivando o sujeito para e o mesmo posso encontrar e reconhecer o seu papel de cidadão critico e participativo, viabilizando um mundo mais humano e justo.
  • 3. 3 PIETER BRUEGH Nas observações realizadas no quadro em anexo, tornou se possível, analisar varias brincadeiras, as quais estão divididas em pequenos grupos de crianças, sendo que as brincadeiras identificadas foram: Balança caixão, bilboquê, bambolê, pula corda, escravo de Jô, pula cela, cavalinho, porquinho, esconde e esconde, mãe da rua, serra do vovô.
  • 4. 4 BRINCADEIRAS X TECNOLOGIA Atualmente as crianças desconhecem brincadeiras, em grupos, aquelas que exigem o contato social, que interagem entre si, correm, gritam, competem de forma divertida, aquelas que auxiliam no desenvolvimento do corpo, estimulação da socialização, convívios os quais haviam trocas de experiências, cooperação, princípios morais, responsabilidade, regras, criatividade. O que divergem da atualidade, que trouxe a informatização mundial, desenvolvendo jogos os quais mantem as crianças dentro em frente a uma tela fria de computador, apesar de eles interagirem entre essas maquinas, perdeu se alguns valores. Isso aconteceu pela globalização mundial, pela migração das famílias para a cidade grande, pela violência encontrada nas ruas, pedofilias, a necessidade de a figura materna ter saído para o mercado de trabalho. Sendo assim o brincar deixou de fazer parte da vida das crianças, deixando de interiorizar certos aprendizados, deixando de imitar o adulto ao seu lado, e sim imitar a televisão e os computadores.
  • 5. 5 BRINCADEIRAS X TECNOLOGIA
  • 6. 6 BRINCADEIRAS X TECNOLOGIA
  • 7. 7 BRINCADEIRAS E MÚSICAS As cantigas e brincadeiras de roda são manifestações folclóricas onde as crianças se dão as mãos, formam uma roda e cantam melodias que podem ou não ser acompanhadas de coreografia. Antigamente, eram muito comuns no cotidiano infantil da criança brasileira. Hoje, no entanto, é uma manifestação que está sendo esquecida, pois as crianças estão mais interessadas em outros tipos de música e brincadeiras. As cantigas de rodas, tanto brasileiras quanto estrangeiras, são basicamente folclóricas. Possuem letras, melodias e ritmos simples e lúdicos, envolvendo brincadeiras, danças e trava-línguas. As músicas utilizam, normalmente, um compasso binário. Alguns acreditam que são originárias de modificações feitas em músicas de autores populares ou criadas anonimamente pelo povo. Por serem repassadas, de geração em geração, através do que se chama transmissão oral, é comum existirem diferenças regionais nas letras de algumas delas. As brincadeiras de roda ajudam a sociabilizar e desinibir as crianças, uma vez que exigem o olhar frente a frente, o toque corporal, a exposição, pois em muitas delas cada um deve se apresentar no centro da roda. Auxiliam no desenvolvimento da expressão corporal, senso rítmico e organização coletiva. São também um dos elementos importantes para a integração e o lazer infantil.
  • 8. 8 O FAZ DE CONTA Estratégia: No faz de conta tanto os meninos como as meninas imitam os adultos, animais, televisões, etc. Ou seja, vivencias de seus dias. Divida o ambiente usando varais com tecidos coloridos para os pequenos passarem entre eles. Convide a criançada a montar diferentes kits de jogos simbólicos específicos, como navio pirata e show de calouros. Agende visitas a locais que podem inspirar a brincadeira ou mostre vídeos que os retratem, como um consultório médico e uma lanchonete. Registre as falas dos pequenos para encaminhar intervenções em outros momentos e aprimorar o jogo simbólico. Objetivos Desenvolver na criança a expectativa de vida, estimular a imaginação, divertir, se colocar como protagonista e não com expectador, desenvolver autonomia, socializar
  • 9. 9 O BRINCAR COM A MUSICA Objetivos: trabalhar a socialização ,a atenção, a memoria e a acuidade auditiva e o canto. Onde jogar: Sala de aula Idade :A partir de 4 anos Como jogar: Sente os alunos em roda , explique que um deles terá que esperar do lado de fora da sala, enquanto você e o grupo escolhem a música , que deverá ser cantada, como se a turma fosse um grupo de bichinhos cantores, por exemplo. Borboletinha com voz de cachorro, pintinho amarelinho com voz de pintinho, e assim por diante. O aluno terá 3 chances para adivinhar. Lembre sempre de festejar quando ele acertar , e apoiar quem não conseguiu! Dicas importantes : - Escolha músicas bem conhecidas das crianças - Faça um pequeno ensaio com eles antes de chamar o aluno que esta do lado de fora. - Se ninguém conseguir, pare o jogo faça rodas de cantoria como as vozes dos animais ,espere uns dias e tente novamente.
  • 10. 10 CONCLUSÃO Acredita-se que esse trabalho servirá como embasamento para mostrar a importância do lúdico na educação infantil, bem como na construção do processo de imaginação, criatividade, desenvolvimento motor, interação social e no aprendizado de regras. Assim, é fundamental que a família, a escola e a criança forme um tripé que sustente essa etapa essencial na vida da criança. A escola e o educador atuam em parceria a fim de direcionar as atividades com o intuito de desmontar a brincadeira de uma ideia livre e focar em um aspecto pedagógico, de modo que estimulem a interação social entre as crianças e desenvolva habilidades intelectivas que respaldem o seu percurso na escola. Desenvolver o lúdico no contexto escolar exige que o educador tenha uma fundamentação teórica bem estruturada, manejo e atenção para entender a subjetividade de cada criança, bem como entender que o repertório de atividades deve estar adequado as situações. É interessante que o jogo lúdico seja planejado e sistematizado para mediar avanços e promover condições para que a criança interaja e aprenda a brincar no coletivo, desenvolvendo habilidades diversas. Nesse sentido, a psicologia pode contribuir nessa compreensão do desenvolvimento global dessa criança e fornecer subsídios para a educação infantil no sentido de aprimorar as técnicas de manejo.
  • 11. 11 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS BACELAR, Vera Lúcia da Encarnação. Ludicidade e educação infantil. EDUFBA, 2009. BRASIL. Lei de diretrizes e bases da educação nacional. Brasília: MEC, 1996. DEBORTOLI, José Alfredo Oliveira. As crianças e a brincadeira. In: CARVALHO, Alvsson; SALLES, Fátima; GUIMARÃES, Marília (Org.). Desenvolvimento e aprendizagem. 2. ed. Belo Horizonte: Ed. da UFMG, 2006. p. 77-88. LUCKESI, Cipriano. Ludicidade e desenvolvimento humano. In: MAHEU, Cristina d’Ávila (org.) Educação e Ludicidade – Ensaios 4. Salvador: Universidade Federal da Bahia, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Gepel, 2007. Educação, ludicidade e prevenção das neuroses futuras: uma proposta pedagógica a partir da Biossíntese. In: LUCKESI, Cipriano Carlos (org.) Ludopedagogia – Ensaios 1: Educação e Ludicidade. Salvador: Gepel, 2000. V.1, p. 9-41. LÜDKE, Menga; ANDRÉ http://issuu.com/normalizacao/docs/normaliza____o_de_trabalhos_acad__m - ACESSO EM NOV/2014 http://www.rupert.id.au/TJ521/bruegel_la.jpg - ACESSO EM NOV/2014 http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=5331 – ACESSO EM NOV/2014 http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/rcnei_vol1.pdf - ACESSO EM NOV/2014