SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 35
Sumário
 William Douglas


 Cérebro
    Funcionamento e Características
    Sua utilidade para o estudo


 Memória
   Fases do Processo de Memorização
   Tipos de Memória
   Técnicas de Memorização
William Douglas
 1º colocado no Concurso Público para
  Juiz de Direito/RJ
 1º colocado para Defensor Público/RJ
 1º colocado para Delegado de
  Polícia/RJ
 1º colocado no vestibular para Direito
  na UFF
 “O que está escrito aqui foi testado, e funciona. Posso
  dizer isso porque me serviu e a muitos dos meus colegas e
  amigos”
“O cérebro é como um pára-quedas. Só funciona
       quando está aberto.” Sir James Dewar
Cérebro
 É subaproveitado


 Computador x Cérebro


 2% do peso do corpo e 20 a 25% da energia consumida


 Tamanho


 Não falta espaço, são 11.641 gigas
Cérebro
 Consciente x Inconsciente


 Respiração x Tensão


 Correção Linguística


 Depressão

 “Quanto menor o número de atividades concomitantes, maior
  será a concentração da pessoa”
Cérebro
 Os dois hemisférios
    Direito
    Esquerdo


 Os três níveis cerebrais
    Reptiliano
    Mamífero
    Neomamífero
Cérebro
 “Enquanto o terceiro cérebro percebe aquilo que os
 sentidos mais comuns levam a ele, num primeiro nível de
 comunicação o sistema límbico percebe mensagens não
 verbalizadas, num segundo nível”

 Programando o 2o cérebro através do:
    Amor
    Interesse
    Senso de utilidade
    Imagens mentais
    Emoções
Cérebro
 Exemplos do poder das ordens verbais claras e positivas:

   Esquecendo o guarda-chuva


   Como não ter um “branco” na prova


   Como treinar para as olimpíadas
Cérebro
 Os ciclos de ondas cerebrais
          Estado     Frequência mental    Características
           beta           13 a 25         É uma situação
                      ciclos/segundo         mais ativa
           alfa            8 a 12        “Vigília relaxada”
                      ciclos/segundo
           teta             4a7             Sono leve
                      ciclos/segundo
           delta           0,5 a 3       Sono profundo e
                      ciclos/segundo      inconsciência
Cérebro
 As formas de captação

   Visual


   Auditivo


   Cinestésico


   Digital ou polivalente
Cérebro
“Eu gostaria”
 nunca fez nada;
“Eu tentarei”
fez grandes coisas;
  “Eu farei”
   fez milagres.

     Anônimo
Memória
 É a função mental de armazenamento de informações e
  experiências
                                            Tudo


 Processo:
captação+fixação+manutenção+recuperação+transmissão

 Fatores de influência: saúde, idade, experiências
  anteriores, qualidade do material
Memória
 Não se pode dizer que alguém
 tenha a memória “ruim”



 Os “problemas” de memorização
 ocorrem em uma das 5 fases do
 processo
Fases do Processo de Memorização
    Captação


    Característica da Fase: A pessoa recebe
     informações através de seus cinco sentidos

    Como Otimizar o Rendimento da Fase: Cuidar
     da saúde e ter acuidade




Captação + fixação + manutenção + recuperação + transmissão
Fases do Processo de Memorização
    Fixação


    Característica da Fase: Dependerá do tipo
     de memória utilizada e da qualidade do
     armazenamento

    Como Otimizar o Rendimento da Fase: É
     essencial o interesse, amor e vontade pelo
     assunto

Captação + fixação + manutenção + recuperação + transmissão
Fases do Processo de Memorização
    Manutenção


    Característica da Fase: Perenização do registro


    Como Otimizar o Rendimento da Fase: Indicar a utilidade
     da informação adquirida

                                               INÚTIL




Captação + fixação + manutenção + recuperação + transmissão
Fases do Processo de Memorização
    Recuperação


    Característica da Fase: localizar e resgatar a informação
     guardada e mantida no cérebro

    Como Otimizar o Rendimento da Fase: Para recuperar é
     preciso saber métodos para “armazenar” a informação de
     modo adequado


Captação + fixação + manutenção + recuperação + transmissão
Fases do Processo de Memorização
    Transmissão


    Característica da Fase: Repassar a informação que foi
     guardada

    Como Otimizar o Rendimento da Fase:
   Redigir e a falar com fluência



Captação + fixação + manutenção + recuperação + transmissão
A Importância da Capacidade de
Comunicação
 Saber memorizar e não saber transmitir é nadar, nadar e
 morrer na praia
Tipos de Memória
 Memória de curtíssimo prazo



 Memória de curto prazo



 Memória de longo prazo
Como Guardar uma Informação
por Longo Prazo?
 Depende de nossa vontade


 Decida conscientemente o que você
 pretende lembrar no futuro (programe sua
 memória)

 Dê melhores condições para seu cérebro
 fazer seu trabalho: estude com atenção
Técnicas de Memorização
 O 1º Método: Relações e Associações


 Relacione todo o que você aprendeu com conhecimentos
 já consolidados em sua mente e a matéria em si

 Faça uma teia ou árvore ligando as informações (mind
 map)
Técnicas de Memorização
 Sistema Elo de Ligação (sequencia)



 Esclareça suas dúvidas de imediato
Técnicas de Memorização
 O 2º Método: Identificar a Aplicação


 Diga para si próprio qual é a utilidade daquilo que você
  vai aprender
Técnicas de Memorização
 O 3º Método: Execução e Utilização




 Uma das melhores formas de “executar” um
  conhecimento é ensiná-lo a alguém
Técnicas de Memorização
 O 4º Método: Processos Mnemônicos
 “Minha vó tem muitas joias só usa no pescoço”
Técnicas de Memorização
 O 5º Método: Etiquetação Mental
 É uma das técnicas para associar dados a fim de recuperá-
  los
Outros Métodos de Otimização da
Memória
 Utilização de imagens mentais:
  Desproporção, ação, exagero e substituição

 Ícones (   ,   ,   )



 Revisar (manter o aprendizado)
Técnicas de estudo favoráveis a
memorização
 Leitura e releitura


 Marcações


 Recitação


 Gráficos e árvores


 Questionários e debates
Técnicas de estudo favoráveis a
memorização
 Utilização dos demais sentidos


 Atividade física e memorização


 Utilização de “Viagens Mentais”: Técnica VMR
    Auxilia na recuperação da memória
    Serve para fazer um relaxamento rápido
Técnicas de estudo favoráveis a
memorização
 Recordação através do “Fio da Meada”



 Movimentos dos olhos e memória


 O uso constante das técnicas irá
  comprovar que elas se aperfeiçoam
  tanto quanto se utilizam
“A diferença entre o sonho e a realidade é a
quantidade certa de tempo e trabalho”.
Willian Douglas



“Não se pode ensinar tudo a alguém, pode-
se apenas ajudá-lo a encontrar por si
mesmo”. Galileu




                           Leonardo Yassuo Nakaya Mori
                              Rafael Bernardo de Castro

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Memoria e o esquecimento
Memoria e o esquecimentoMemoria e o esquecimento
Memoria e o esquecimento
Pedro Alves
 
281967 tecnicas-de-memorizacao-e-estudo-eficaz
281967 tecnicas-de-memorizacao-e-estudo-eficaz281967 tecnicas-de-memorizacao-e-estudo-eficaz
281967 tecnicas-de-memorizacao-e-estudo-eficaz
Júnior Batista
 
Estratégias de memorização
Estratégias de memorizaçãoEstratégias de memorização
Estratégias de memorização
ritafeijao
 
Tipos e momentos de memoria
Tipos e momentos de memoriaTipos e momentos de memoria
Tipos e momentos de memoria
Marcelo Anjos
 

Mais procurados (20)

Memória 2014
Memória 2014Memória 2014
Memória 2014
 
A Memória 12ºANO
A Memória 12ºANOA Memória 12ºANO
A Memória 12ºANO
 
Memória e aprendizagem
Memória e aprendizagemMemória e aprendizagem
Memória e aprendizagem
 
Memória - Psicologia
Memória - PsicologiaMemória - Psicologia
Memória - Psicologia
 
MEMÓRIA: TIPO E MECANISMO
MEMÓRIA: TIPO E MECANISMOMEMÓRIA: TIPO E MECANISMO
MEMÓRIA: TIPO E MECANISMO
 
A memória
A  memóriaA  memória
A memória
 
Bases neurais da memória e aprendizagem
Bases neurais da memória e aprendizagem  Bases neurais da memória e aprendizagem
Bases neurais da memória e aprendizagem
 
A memoria
A memoriaA memoria
A memoria
 
Fisiologia da Memória
Fisiologia da MemóriaFisiologia da Memória
Fisiologia da Memória
 
Memoria armazenagem
Memoria armazenagemMemoria armazenagem
Memoria armazenagem
 
Memoria e o esquecimento
Memoria e o esquecimentoMemoria e o esquecimento
Memoria e o esquecimento
 
A memória
A memóriaA memória
A memória
 
MEMÓRIA: TIPOS E MECANISMOS
MEMÓRIA: TIPOS E MECANISMOSMEMÓRIA: TIPOS E MECANISMOS
MEMÓRIA: TIPOS E MECANISMOS
 
281967 tecnicas-de-memorizacao-e-estudo-eficaz
281967 tecnicas-de-memorizacao-e-estudo-eficaz281967 tecnicas-de-memorizacao-e-estudo-eficaz
281967 tecnicas-de-memorizacao-e-estudo-eficaz
 
Estratégias de memorização
Estratégias de memorizaçãoEstratégias de memorização
Estratégias de memorização
 
Tipos e momentos de memoria
Tipos e momentos de memoriaTipos e momentos de memoria
Tipos e momentos de memoria
 
O esquecimento
O esquecimentoO esquecimento
O esquecimento
 
Curso de memorizacao
Curso de memorizacaoCurso de memorizacao
Curso de memorizacao
 
Memória
MemóriaMemória
Memória
 
Esquecimento e memoria
Esquecimento e memoriaEsquecimento e memoria
Esquecimento e memoria
 

Destaque

Genética, Cérebro e Cultura 1
Genética, Cérebro e Cultura 1Genética, Cérebro e Cultura 1
Genética, Cérebro e Cultura 1
Jorge Barbosa
 
V campanha memorizando ritual
V campanha   memorizando ritualV campanha   memorizando ritual
V campanha memorizando ritual
Joanson Sousa
 
Processos Emocionais
Processos EmocionaisProcessos Emocionais
Processos Emocionais
Jorge Barbosa
 
Síndromes Demenciais - Profa. Rilva Muñoz - GESME
Síndromes Demenciais - Profa. Rilva Muñoz - GESMESíndromes Demenciais - Profa. Rilva Muñoz - GESME
Síndromes Demenciais - Profa. Rilva Muñoz - GESME
Rilva Lopes de Sousa Muñoz
 

Destaque (20)

Genética e cérebro
Genética e cérebroGenética e cérebro
Genética e cérebro
 
Cérebro e Funções Cognitivas
Cérebro e Funções CognitivasCérebro e Funções Cognitivas
Cérebro e Funções Cognitivas
 
Mapas mentais e mapas conceituais
Mapas mentais e mapas conceituaisMapas mentais e mapas conceituais
Mapas mentais e mapas conceituais
 
Genética, Cérebro e Cultura 1
Genética, Cérebro e Cultura 1Genética, Cérebro e Cultura 1
Genética, Cérebro e Cultura 1
 
Administração do tempo
Administração do tempoAdministração do tempo
Administração do tempo
 
Palestra Walsiara Maffei
Palestra Walsiara MaffeiPalestra Walsiara Maffei
Palestra Walsiara Maffei
 
Aula programa Genes
Aula programa GenesAula programa Genes
Aula programa Genes
 
Apresentação do Curso Memorização ao seu Alcance
Apresentação do Curso Memorização ao seu AlcanceApresentação do Curso Memorização ao seu Alcance
Apresentação do Curso Memorização ao seu Alcance
 
Manual básico de conversão de pseudocódigo para C#
Manual básico de conversão de pseudocódigo para C#Manual básico de conversão de pseudocódigo para C#
Manual básico de conversão de pseudocódigo para C#
 
V campanha memorizando ritual
V campanha   memorizando ritualV campanha   memorizando ritual
V campanha memorizando ritual
 
Processos Emocionais
Processos EmocionaisProcessos Emocionais
Processos Emocionais
 
Síndromes Demenciais - Profa. Rilva Muñoz - GESME
Síndromes Demenciais - Profa. Rilva Muñoz - GESMESíndromes Demenciais - Profa. Rilva Muñoz - GESME
Síndromes Demenciais - Profa. Rilva Muñoz - GESME
 
Desenvolvendo sentimentos!
Desenvolvendo sentimentos!Desenvolvendo sentimentos!
Desenvolvendo sentimentos!
 
RELATORIO - SEMINARIO.pdf
RELATORIO - SEMINARIO.pdfRELATORIO - SEMINARIO.pdf
RELATORIO - SEMINARIO.pdf
 
Aprendendo a aprender
Aprendendo a aprenderAprendendo a aprender
Aprendendo a aprender
 
PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL _ Aula 9 - Percepção e Atitude
PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL _ Aula 9 - Percepção e AtitudePSICOLOGIA ORGANIZACIONAL _ Aula 9 - Percepção e Atitude
PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL _ Aula 9 - Percepção e Atitude
 
EmoçõEs
EmoçõEsEmoçõEs
EmoçõEs
 
Sistema Límbico: uma abordagem neuroanatômica e funcional.
Sistema Límbico: uma abordagem neuroanatômica e funcional.Sistema Límbico: uma abordagem neuroanatômica e funcional.
Sistema Límbico: uma abordagem neuroanatômica e funcional.
 
Memorização por associação
Memorização por associaçãoMemorização por associação
Memorização por associação
 
Os processos emocionais
Os processos emocionaisOs processos emocionais
Os processos emocionais
 

Semelhante a Cérebro e Memória

PROCESSOS PSICOLOGICOS BASICOSMEMÓRIA PPB.pdf
PROCESSOS PSICOLOGICOS BASICOSMEMÓRIA PPB.pdfPROCESSOS PSICOLOGICOS BASICOSMEMÓRIA PPB.pdf
PROCESSOS PSICOLOGICOS BASICOSMEMÓRIA PPB.pdf
vilcielepazebem
 
Rodrigoleonardo
RodrigoleonardoRodrigoleonardo
Rodrigoleonardo
ossobuco
 
Seminário prof. dra. daniela barros
Seminário prof. dra. daniela barrosSeminário prof. dra. daniela barros
Seminário prof. dra. daniela barros
tvf
 

Semelhante a Cérebro e Memória (20)

Memória & Memorização
Memória & Memorização Memória & Memorização
Memória & Memorização
 
Exercite seu cerebro
Exercite seu cerebroExercite seu cerebro
Exercite seu cerebro
 
PROCESSOS PSICOLOGICOS BASICOSMEMÓRIA PPB.pdf
PROCESSOS PSICOLOGICOS BASICOSMEMÓRIA PPB.pdfPROCESSOS PSICOLOGICOS BASICOSMEMÓRIA PPB.pdf
PROCESSOS PSICOLOGICOS BASICOSMEMÓRIA PPB.pdf
 
O funcionamento do cerebro no processo ensino aprendizagem
O funcionamento do cerebro no processo ensino aprendizagemO funcionamento do cerebro no processo ensino aprendizagem
O funcionamento do cerebro no processo ensino aprendizagem
 
Cognicao humana para sala de aula
Cognicao humana para sala de aulaCognicao humana para sala de aula
Cognicao humana para sala de aula
 
Rodrigoleonardo
RodrigoleonardoRodrigoleonardo
Rodrigoleonardo
 
Darwin vai às compras
Darwin vai às comprasDarwin vai às compras
Darwin vai às compras
 
Homowork
HomoworkHomowork
Homowork
 
Como aprender e dominar qualquer assunto
Como aprender e dominar qualquer assuntoComo aprender e dominar qualquer assunto
Como aprender e dominar qualquer assunto
 
Curso De Memorização
Curso De MemorizaçãoCurso De Memorização
Curso De Memorização
 
Curso de-memorizacao
Curso de-memorizacaoCurso de-memorizacao
Curso de-memorizacao
 
Cognição
CogniçãoCognição
Cognição
 
Como o cérebro funciona
Como o cérebro funcionaComo o cérebro funciona
Como o cérebro funciona
 
Como seu cérebro aprende
Como seu cérebro aprendeComo seu cérebro aprende
Como seu cérebro aprende
 
Envelhecimento cogniivo
Envelhecimento cogniivoEnvelhecimento cogniivo
Envelhecimento cogniivo
 
Percepcao e processamento de informacoes
Percepcao e processamento de informacoesPercepcao e processamento de informacoes
Percepcao e processamento de informacoes
 
Ebook EMDR via Web - ANDRÉ MONTEIRO PhD
Ebook EMDR via Web - ANDRÉ MONTEIRO PhDEbook EMDR via Web - ANDRÉ MONTEIRO PhD
Ebook EMDR via Web - ANDRÉ MONTEIRO PhD
 
COMO O CÉREBRO APRENDE - Cómo Aprende el Cerebro
COMO O CÉREBRO APRENDE - Cómo Aprende el CerebroCOMO O CÉREBRO APRENDE - Cómo Aprende el Cerebro
COMO O CÉREBRO APRENDE - Cómo Aprende el Cerebro
 
Seminário prof. dra. daniela barros
Seminário prof. dra. daniela barrosSeminário prof. dra. daniela barros
Seminário prof. dra. daniela barros
 
Psicologia tema 2
Psicologia tema 2Psicologia tema 2
Psicologia tema 2
 

Mais de Rafael Bernardo de Castro (6)

O que devo fazer para ser salvo?
O que devo fazer para ser salvo?O que devo fazer para ser salvo?
O que devo fazer para ser salvo?
 
O grande conflito
O grande conflitoO grande conflito
O grande conflito
 
Como conhecer a vontade de Deus
Como conhecer a vontade de DeusComo conhecer a vontade de Deus
Como conhecer a vontade de Deus
 
Plano negocios
Plano negociosPlano negocios
Plano negocios
 
Presentes de deus
Presentes de deus Presentes de deus
Presentes de deus
 
O dom profético
O dom proféticoO dom profético
O dom profético
 

Último

Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Kelly Mendes
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
azulassessoria9
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
aulasgege
 

Último (20)

Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptxSão Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 

Cérebro e Memória

  • 1.
  • 2. Sumário  William Douglas  Cérebro  Funcionamento e Características  Sua utilidade para o estudo  Memória  Fases do Processo de Memorização  Tipos de Memória  Técnicas de Memorização
  • 3. William Douglas  1º colocado no Concurso Público para Juiz de Direito/RJ  1º colocado para Defensor Público/RJ  1º colocado para Delegado de Polícia/RJ  1º colocado no vestibular para Direito na UFF
  • 4.  “O que está escrito aqui foi testado, e funciona. Posso dizer isso porque me serviu e a muitos dos meus colegas e amigos”
  • 5. “O cérebro é como um pára-quedas. Só funciona quando está aberto.” Sir James Dewar
  • 6. Cérebro  É subaproveitado  Computador x Cérebro  2% do peso do corpo e 20 a 25% da energia consumida  Tamanho  Não falta espaço, são 11.641 gigas
  • 7. Cérebro  Consciente x Inconsciente  Respiração x Tensão  Correção Linguística  Depressão  “Quanto menor o número de atividades concomitantes, maior será a concentração da pessoa”
  • 8. Cérebro  Os dois hemisférios  Direito  Esquerdo  Os três níveis cerebrais  Reptiliano  Mamífero  Neomamífero
  • 9. Cérebro  “Enquanto o terceiro cérebro percebe aquilo que os sentidos mais comuns levam a ele, num primeiro nível de comunicação o sistema límbico percebe mensagens não verbalizadas, num segundo nível”  Programando o 2o cérebro através do:  Amor  Interesse  Senso de utilidade  Imagens mentais  Emoções
  • 10. Cérebro  Exemplos do poder das ordens verbais claras e positivas:  Esquecendo o guarda-chuva  Como não ter um “branco” na prova  Como treinar para as olimpíadas
  • 11. Cérebro  Os ciclos de ondas cerebrais Estado Frequência mental Características beta 13 a 25 É uma situação ciclos/segundo mais ativa alfa 8 a 12 “Vigília relaxada” ciclos/segundo teta 4a7 Sono leve ciclos/segundo delta 0,5 a 3 Sono profundo e ciclos/segundo inconsciência
  • 12. Cérebro  As formas de captação  Visual  Auditivo  Cinestésico  Digital ou polivalente
  • 13. Cérebro “Eu gostaria” nunca fez nada; “Eu tentarei” fez grandes coisas; “Eu farei” fez milagres. Anônimo
  • 14.
  • 15. Memória  É a função mental de armazenamento de informações e experiências Tudo  Processo: captação+fixação+manutenção+recuperação+transmissão  Fatores de influência: saúde, idade, experiências anteriores, qualidade do material
  • 16. Memória  Não se pode dizer que alguém tenha a memória “ruim”  Os “problemas” de memorização ocorrem em uma das 5 fases do processo
  • 17. Fases do Processo de Memorização  Captação  Característica da Fase: A pessoa recebe informações através de seus cinco sentidos  Como Otimizar o Rendimento da Fase: Cuidar da saúde e ter acuidade Captação + fixação + manutenção + recuperação + transmissão
  • 18. Fases do Processo de Memorização  Fixação  Característica da Fase: Dependerá do tipo de memória utilizada e da qualidade do armazenamento  Como Otimizar o Rendimento da Fase: É essencial o interesse, amor e vontade pelo assunto Captação + fixação + manutenção + recuperação + transmissão
  • 19. Fases do Processo de Memorização  Manutenção  Característica da Fase: Perenização do registro  Como Otimizar o Rendimento da Fase: Indicar a utilidade da informação adquirida INÚTIL Captação + fixação + manutenção + recuperação + transmissão
  • 20. Fases do Processo de Memorização  Recuperação  Característica da Fase: localizar e resgatar a informação guardada e mantida no cérebro  Como Otimizar o Rendimento da Fase: Para recuperar é preciso saber métodos para “armazenar” a informação de modo adequado Captação + fixação + manutenção + recuperação + transmissão
  • 21. Fases do Processo de Memorização  Transmissão  Característica da Fase: Repassar a informação que foi guardada  Como Otimizar o Rendimento da Fase: Redigir e a falar com fluência Captação + fixação + manutenção + recuperação + transmissão
  • 22. A Importância da Capacidade de Comunicação  Saber memorizar e não saber transmitir é nadar, nadar e morrer na praia
  • 23. Tipos de Memória  Memória de curtíssimo prazo  Memória de curto prazo  Memória de longo prazo
  • 24. Como Guardar uma Informação por Longo Prazo?  Depende de nossa vontade  Decida conscientemente o que você pretende lembrar no futuro (programe sua memória)  Dê melhores condições para seu cérebro fazer seu trabalho: estude com atenção
  • 25. Técnicas de Memorização  O 1º Método: Relações e Associações  Relacione todo o que você aprendeu com conhecimentos já consolidados em sua mente e a matéria em si  Faça uma teia ou árvore ligando as informações (mind map)
  • 26. Técnicas de Memorização  Sistema Elo de Ligação (sequencia)  Esclareça suas dúvidas de imediato
  • 27. Técnicas de Memorização  O 2º Método: Identificar a Aplicação  Diga para si próprio qual é a utilidade daquilo que você vai aprender
  • 28. Técnicas de Memorização  O 3º Método: Execução e Utilização  Uma das melhores formas de “executar” um conhecimento é ensiná-lo a alguém
  • 29. Técnicas de Memorização  O 4º Método: Processos Mnemônicos  “Minha vó tem muitas joias só usa no pescoço”
  • 30. Técnicas de Memorização  O 5º Método: Etiquetação Mental  É uma das técnicas para associar dados a fim de recuperá- los
  • 31. Outros Métodos de Otimização da Memória  Utilização de imagens mentais: Desproporção, ação, exagero e substituição  Ícones ( , , )  Revisar (manter o aprendizado)
  • 32. Técnicas de estudo favoráveis a memorização  Leitura e releitura  Marcações  Recitação  Gráficos e árvores  Questionários e debates
  • 33. Técnicas de estudo favoráveis a memorização  Utilização dos demais sentidos  Atividade física e memorização  Utilização de “Viagens Mentais”: Técnica VMR  Auxilia na recuperação da memória  Serve para fazer um relaxamento rápido
  • 34. Técnicas de estudo favoráveis a memorização  Recordação através do “Fio da Meada”  Movimentos dos olhos e memória  O uso constante das técnicas irá comprovar que elas se aperfeiçoam tanto quanto se utilizam
  • 35. “A diferença entre o sonho e a realidade é a quantidade certa de tempo e trabalho”. Willian Douglas “Não se pode ensinar tudo a alguém, pode- se apenas ajudá-lo a encontrar por si mesmo”. Galileu Leonardo Yassuo Nakaya Mori Rafael Bernardo de Castro