SlideShare uma empresa Scribd logo
Espelho da alma: uma jornada terapêutica –Cap. 12 – O ser virtuoso /
Núcleo de estudos psicológicos Joanna D´Ângelis
• Falamos em crise existencial, financeira,
mundial...mas uma coisa é certa: a sociedade
moderna encontra-se em uma profunda crise de
valores, e todos nós, sem exceção, vivemos em um
momento em que os nossos valores são testados a
cada segundo.
Oraculo de Delfos
 Era o mais importante centro religioso da Grécia antiga.
ele foi muito procurado por pessoas que supostamente
futuro, conselhos e orientações.
 Numa espécie de transe mediúnico, ela pronunciava as
aos usados nos poemas Ilíada e Odisséia, de Homero”, diz
professor de literatura grega da Universidade Estadual
(SP). O centro religioso era consultado por cidadãos comuns
políticos, que usavam as profecias para orientar seus
 Duas falhas geológicas atravessam Delfos. Estudos feitos em
subsolo do local é formado por pedra calcárea betuminosa,
um gás capaz de produzir alucinações. Isso explicaria os
subiriam por fendas no terreno, pois as falhas geológicas se
Templo de Apolo
ORÁCULOS ATUAIS
• Estamos aprisionados em
nós mesmos, perdidos,
ainda buscando
alternativas exteriores que
não nos preenchem.
• Debatemo-nos entre a
preocupação com a
aparência e a performance
comportamental.
• Buscamos aplausos, aceitação,
valorização profissional,
familiar, pessoal, porém nada
disso realmente nos liberta.
• Continuamos a busca para fora,
mudando de cônjuge, de
profissão, de grupo, de religião,
de amigos... Temos filhos,
aumentamos os salários,
investimos no esculpir de
nossos corpos, mas todas são
ações secundárias, tanto quanto
inúteis à verdadeira realização
interior.
EX REFORMA DE UMA
CASA
FACHADA
Quem deseja descobrir-se, quem
deseja melhorar, precisa estar
disposto a trabalhar em uma
reconstrução pessoal, porque
será necessário demolir paredes,
arrancar cerâmicas, trocar a
iluminação, para que no final o
desafio tenha sido cumprido
Auto descobrimento é o método de
transformação moral
ADAPTAÇÃO MORAL
ADEQUAÇÃO COMPORTAMENTAL
• Não são poucos os indivíduos que se
refugiam em ideais, especialmente nas
doutrinas religiosas, como evasão da
realidade, adotando comportamentos
nobres, no entanto, mascaradores dos
seus conflitos...
• Supõem, precipitadamente, que
podem forçar a mudança, tornando-se
puras, embora os conflitos,
culminando em descobrimentos
dolorosos de existências vazias.
NÃO SOU VINGATIVO
JÁ SEI PERDOAR
NÃO SOU ARROGANTE
NÃO TENHO INVEJA
NÃO SOU AGRESSIVO
Revista Espírita - Jornal de estudos psicológicos - 1863 > Junho >
Dissertações espíritas > Conhecer-se a si mesmo (Sociedade
Espírita de Sens, 9 de março de 1863)
• O que impede, por vezes, que vos corrijais de um
defeito, de um vício, é, certamente, que não vos
apercebeis que o tendes. Enquanto vedes os
menores defeitos do vosso próximo, do vosso
irmão, nem mesmo suspeitais de que tendes as
mesmas falhas, talvez cem vezes maiores que as
deles.
– Todos aqueles que são portadores de sombra– e todos o são –
em vez de a compreenderem na condição de processo de
crescimento, experimentam uma certa forma de vergonha,
de constrangimento, e procuram disfarçá-la.
– Tal comportamento dá lugar a uma sociedade hipócrita,
artificial, incapaz de procedimentos maduros e significativos
que a todos beneficie.
– O ser mais hábil no disfarce é sempre o mais homenageado
e querido, produzindo- lhe maior soma de conflito, porque
se vê obrigado a continuar a parecer aquilo que, realmente,
não é.
– (Joanna de Ângelis -Psicologia da gratidão, p. 49-50)
DOMAR:
1 subjugar, vencer.
2 refrear, conter, reprimir.
3 amansar, desbravar, docilizar, domesticar, dominar
Quando o Espiritismo sai de nós...
Descobrimos quem realmente nós somos através do AUTO DESCOBRIMENTO
– conscientização de que podemos e somos capazes de efetuar mudanças.
Quando o Espiritismo entra em nós...
Assumimos o compromisso de modificar a nossa forma de viver, deixando de
responsabilizar os outros.
Quando entramos no Espiritismo...
Adquirimos o conhecimento que nos desperta.
Há um tempo em que é
preciso abandonar as
roupas usadas que já tem a
forma do nosso corpo
E esquecer os nossos
caminhos que nos levam
sempre aos mesmos
lugares
É o tempo da travessia
E se não ousarmos fazê-
la Teremos ficado para
sempre À margem de
nós mesmos...
TEMPO DE TRAVESSIA
Fernando Teixeira de Andrade
Conhece te a ti mesmo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Capítulo vii – o orgulho e a humildade
Capítulo vii – o orgulho e a humildadeCapítulo vii – o orgulho e a humildade
Capítulo vii – o orgulho e a humildade
alice martins
 
O Homem No Mundo
O Homem No MundoO Homem No Mundo
O Homem No Mundo
Angelo Baptista
 
O homem no mundo
O homem no mundoO homem no mundo
O homem no mundo
Manoel Gamas
 
Por que comigo
Por que comigoPor que comigo
Por que comigo
Lisete B.
 
LIMITES DA REENCARNAÇÃO
LIMITES DA REENCARNAÇÃOLIMITES DA REENCARNAÇÃO
LIMITES DA REENCARNAÇÃO
Francisco de Assis Alencar
 
O porque da dor!!!
O porque da dor!!!O porque da dor!!!
O porque da dor!!!
Izabel Cristina Fonseca
 
A dor.pptx
A dor.pptxA dor.pptx
A dor.pptx
M.R.L
 
Ninguem pode ver_o_reino_de_deus-c_alves
Ninguem pode ver_o_reino_de_deus-c_alvesNinguem pode ver_o_reino_de_deus-c_alves
Ninguem pode ver_o_reino_de_deus-c_alves
Francisco Pereira
 
A Prece
A PreceA Prece
MistéRios Ocultos Aos Doutos E Aos Prudentes
MistéRios Ocultos Aos Doutos E Aos PrudentesMistéRios Ocultos Aos Doutos E Aos Prudentes
MistéRios Ocultos Aos Doutos E Aos Prudentes
Grupo Espírita Cristão
 
Estudos do evangelho 21
Estudos do evangelho 21Estudos do evangelho 21
Estudos do evangelho 21
Leonardo Pereira
 
Ingratidão por benefícios prestados
Ingratidão por benefícios prestadosIngratidão por benefícios prestados
Ingratidão por benefícios prestados
Graça Maciel
 
Segundo Módulo - Aula 11 - Lei de liberdade
Segundo Módulo - Aula 11 - Lei de liberdadeSegundo Módulo - Aula 11 - Lei de liberdade
Segundo Módulo - Aula 11 - Lei de liberdade
CeiClarencio
 
Palestra Espírita - Bem e mal sofrer
Palestra Espírita - Bem e mal sofrerPalestra Espírita - Bem e mal sofrer
Palestra Espírita - Bem e mal sofrer
Divulgador do Espiritismo
 
Estudos do evangelho "Dai a Cesar o que é de Cesar"
Estudos do evangelho "Dai a Cesar o que é de Cesar"Estudos do evangelho "Dai a Cesar o que é de Cesar"
Estudos do evangelho "Dai a Cesar o que é de Cesar"
Leonardo Pereira
 
Jugo leve
Jugo leveJugo leve
Jugo leve
Fatoze
 
Cuidar do Corpo e do Espírito
Cuidar do Corpo e do EspíritoCuidar do Corpo e do Espírito
Cuidar do Corpo e do Espírito
CEENA_SS
 
Regeneração da humanidade
Regeneração da humanidadeRegeneração da humanidade
Regeneração da humanidade
Graça Maciel
 
O Deus de cada um de nós
O Deus de cada um de nósO Deus de cada um de nós
O Deus de cada um de nós
Ricardo Azevedo
 
Jugo leve
Jugo leveJugo leve
Jugo leve
Candice Gunther
 

Mais procurados (20)

Capítulo vii – o orgulho e a humildade
Capítulo vii – o orgulho e a humildadeCapítulo vii – o orgulho e a humildade
Capítulo vii – o orgulho e a humildade
 
O Homem No Mundo
O Homem No MundoO Homem No Mundo
O Homem No Mundo
 
O homem no mundo
O homem no mundoO homem no mundo
O homem no mundo
 
Por que comigo
Por que comigoPor que comigo
Por que comigo
 
LIMITES DA REENCARNAÇÃO
LIMITES DA REENCARNAÇÃOLIMITES DA REENCARNAÇÃO
LIMITES DA REENCARNAÇÃO
 
O porque da dor!!!
O porque da dor!!!O porque da dor!!!
O porque da dor!!!
 
A dor.pptx
A dor.pptxA dor.pptx
A dor.pptx
 
Ninguem pode ver_o_reino_de_deus-c_alves
Ninguem pode ver_o_reino_de_deus-c_alvesNinguem pode ver_o_reino_de_deus-c_alves
Ninguem pode ver_o_reino_de_deus-c_alves
 
A Prece
A PreceA Prece
A Prece
 
MistéRios Ocultos Aos Doutos E Aos Prudentes
MistéRios Ocultos Aos Doutos E Aos PrudentesMistéRios Ocultos Aos Doutos E Aos Prudentes
MistéRios Ocultos Aos Doutos E Aos Prudentes
 
Estudos do evangelho 21
Estudos do evangelho 21Estudos do evangelho 21
Estudos do evangelho 21
 
Ingratidão por benefícios prestados
Ingratidão por benefícios prestadosIngratidão por benefícios prestados
Ingratidão por benefícios prestados
 
Segundo Módulo - Aula 11 - Lei de liberdade
Segundo Módulo - Aula 11 - Lei de liberdadeSegundo Módulo - Aula 11 - Lei de liberdade
Segundo Módulo - Aula 11 - Lei de liberdade
 
Palestra Espírita - Bem e mal sofrer
Palestra Espírita - Bem e mal sofrerPalestra Espírita - Bem e mal sofrer
Palestra Espírita - Bem e mal sofrer
 
Estudos do evangelho "Dai a Cesar o que é de Cesar"
Estudos do evangelho "Dai a Cesar o que é de Cesar"Estudos do evangelho "Dai a Cesar o que é de Cesar"
Estudos do evangelho "Dai a Cesar o que é de Cesar"
 
Jugo leve
Jugo leveJugo leve
Jugo leve
 
Cuidar do Corpo e do Espírito
Cuidar do Corpo e do EspíritoCuidar do Corpo e do Espírito
Cuidar do Corpo e do Espírito
 
Regeneração da humanidade
Regeneração da humanidadeRegeneração da humanidade
Regeneração da humanidade
 
O Deus de cada um de nós
O Deus de cada um de nósO Deus de cada um de nós
O Deus de cada um de nós
 
Jugo leve
Jugo leveJugo leve
Jugo leve
 

Semelhante a Conhece te a ti mesmo

Roteiro lição 31
Roteiro lição 31Roteiro lição 31
Roteiro lição 31
Candice Gunther
 
ESDE - Módulo XVII - Roteiro 2: conhecimento de si mesmo.
ESDE - Módulo XVII - Roteiro 2: conhecimento de si mesmo.ESDE - Módulo XVII - Roteiro 2: conhecimento de si mesmo.
ESDE - Módulo XVII - Roteiro 2: conhecimento de si mesmo.
Núcleo de Promoção Humana Vinha de Luz
 
Capitulo III Retorno da vida corporea a vida espiritual
Capitulo III Retorno da vida corporea a vida espiritualCapitulo III Retorno da vida corporea a vida espiritual
Capitulo III Retorno da vida corporea a vida espiritual
Marta Gomes
 
Reforma íntima: uma abordagem espírita
Reforma íntima:   uma abordagem espíritaReforma íntima:   uma abordagem espírita
Reforma íntima: uma abordagem espírita
EmmanuelSales4
 
Conhece-te a Ti mesmo e relacione-se melhor
Conhece-te a Ti mesmo e relacione-se melhorConhece-te a Ti mesmo e relacione-se melhor
Conhece-te a Ti mesmo e relacione-se melhor
Adão Salles
 
Vazio existencial (Joanna Angelis) Conflitos Existenciais
Vazio existencial (Joanna Angelis) Conflitos ExistenciaisVazio existencial (Joanna Angelis) Conflitos Existenciais
Vazio existencial (Joanna Angelis) Conflitos Existenciais
Fatima Carvalho
 
Estudo do livro Roteiro lição 7
Estudo do livro Roteiro lição 7Estudo do livro Roteiro lição 7
Estudo do livro Roteiro lição 7
Candice Gunther
 
Yara Brandão - Educacão novo
Yara Brandão - Educacão novoYara Brandão - Educacão novo
Yara Brandão - Educacão novo
marconbrasil
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Ricardo Azevedo
 
09 egoismo
09 egoismo09 egoismo
09 egoismo
09 egoismo09 egoismo
Boletim informativo junho 2013
Boletim informativo junho 2013Boletim informativo junho 2013
Boletim informativo junho 2013
fespiritacrista
 
Edição n. 43 do CH Noticias - Janeiro/2019
Edição n. 43 do CH Noticias - Janeiro/2019Edição n. 43 do CH Noticias - Janeiro/2019
Edição n. 43 do CH Noticias - Janeiro/2019
CH Notícias - Casa dos Humildes - Recife
 
Roteiro 1 existência de deus
Roteiro 1   existência de deusRoteiro 1   existência de deus
Roteiro 1 existência de deus
Bruno Cechinel Filho
 
Ed esp para_jovem_14_04_2010
Ed esp para_jovem_14_04_2010Ed esp para_jovem_14_04_2010
Ed esp para_jovem_14_04_2010
Dalila Melo
 
Volume VII
Volume VIIVolume VII
Volume VII
estevaofernandes
 
S01E01.uma questão existencial
S01E01.uma questão existencialS01E01.uma questão existencial
S01E01.uma questão existencial
Heroes Series
 
Legião -_um_olhar_sobre_o_reino_das_sombras
Legião  -_um_olhar_sobre_o_reino_das_sombrasLegião  -_um_olhar_sobre_o_reino_das_sombras
Legião -_um_olhar_sobre_o_reino_das_sombras
havatar
 
Legiao um-olhar-sobre-o-reino-das-sombras
Legiao um-olhar-sobre-o-reino-das-sombrasLegiao um-olhar-sobre-o-reino-das-sombras
Legiao um-olhar-sobre-o-reino-das-sombras
guestae3c203
 
Crianças índigo
Crianças índigoCrianças índigo
Crianças índigo
Dalila Melo
 

Semelhante a Conhece te a ti mesmo (20)

Roteiro lição 31
Roteiro lição 31Roteiro lição 31
Roteiro lição 31
 
ESDE - Módulo XVII - Roteiro 2: conhecimento de si mesmo.
ESDE - Módulo XVII - Roteiro 2: conhecimento de si mesmo.ESDE - Módulo XVII - Roteiro 2: conhecimento de si mesmo.
ESDE - Módulo XVII - Roteiro 2: conhecimento de si mesmo.
 
Capitulo III Retorno da vida corporea a vida espiritual
Capitulo III Retorno da vida corporea a vida espiritualCapitulo III Retorno da vida corporea a vida espiritual
Capitulo III Retorno da vida corporea a vida espiritual
 
Reforma íntima: uma abordagem espírita
Reforma íntima:   uma abordagem espíritaReforma íntima:   uma abordagem espírita
Reforma íntima: uma abordagem espírita
 
Conhece-te a Ti mesmo e relacione-se melhor
Conhece-te a Ti mesmo e relacione-se melhorConhece-te a Ti mesmo e relacione-se melhor
Conhece-te a Ti mesmo e relacione-se melhor
 
Vazio existencial (Joanna Angelis) Conflitos Existenciais
Vazio existencial (Joanna Angelis) Conflitos ExistenciaisVazio existencial (Joanna Angelis) Conflitos Existenciais
Vazio existencial (Joanna Angelis) Conflitos Existenciais
 
Estudo do livro Roteiro lição 7
Estudo do livro Roteiro lição 7Estudo do livro Roteiro lição 7
Estudo do livro Roteiro lição 7
 
Yara Brandão - Educacão novo
Yara Brandão - Educacão novoYara Brandão - Educacão novo
Yara Brandão - Educacão novo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
09 egoismo
09 egoismo09 egoismo
09 egoismo
 
09 egoismo
09 egoismo09 egoismo
09 egoismo
 
Boletim informativo junho 2013
Boletim informativo junho 2013Boletim informativo junho 2013
Boletim informativo junho 2013
 
Edição n. 43 do CH Noticias - Janeiro/2019
Edição n. 43 do CH Noticias - Janeiro/2019Edição n. 43 do CH Noticias - Janeiro/2019
Edição n. 43 do CH Noticias - Janeiro/2019
 
Roteiro 1 existência de deus
Roteiro 1   existência de deusRoteiro 1   existência de deus
Roteiro 1 existência de deus
 
Ed esp para_jovem_14_04_2010
Ed esp para_jovem_14_04_2010Ed esp para_jovem_14_04_2010
Ed esp para_jovem_14_04_2010
 
Volume VII
Volume VIIVolume VII
Volume VII
 
S01E01.uma questão existencial
S01E01.uma questão existencialS01E01.uma questão existencial
S01E01.uma questão existencial
 
Legião -_um_olhar_sobre_o_reino_das_sombras
Legião  -_um_olhar_sobre_o_reino_das_sombrasLegião  -_um_olhar_sobre_o_reino_das_sombras
Legião -_um_olhar_sobre_o_reino_das_sombras
 
Legiao um-olhar-sobre-o-reino-das-sombras
Legiao um-olhar-sobre-o-reino-das-sombrasLegiao um-olhar-sobre-o-reino-das-sombras
Legiao um-olhar-sobre-o-reino-das-sombras
 
Crianças índigo
Crianças índigoCrianças índigo
Crianças índigo
 

Mais de Lisete B.

Porque melindramos
Porque melindramos Porque melindramos
Porque melindramos
Lisete B.
 
Suicidio na visão espirita
Suicidio  na visão espiritaSuicidio  na visão espirita
Suicidio na visão espirita
Lisete B.
 
Anjo da guarda
Anjo da guardaAnjo da guarda
Anjo da guarda
Lisete B.
 
Educacao sentimento
Educacao sentimentoEducacao sentimento
Educacao sentimento
Lisete B.
 
Problemas do mundo
Problemas do mundoProblemas do mundo
Problemas do mundo
Lisete B.
 
Reencarnação Existe?
Reencarnação Existe?Reencarnação Existe?
Reencarnação Existe?
Lisete B.
 
Gratidao
Gratidao  Gratidao
Gratidao
Lisete B.
 
A intolerancia em nossas vidas
A intolerancia em nossas vidasA intolerancia em nossas vidas
A intolerancia em nossas vidas
Lisete B.
 
Para que serve a dor
Para que serve a dorPara que serve a dor
Para que serve a dor
Lisete B.
 
Influencias espirituais
Influencias espirituaisInfluencias espirituais
Influencias espirituais
Lisete B.
 
Vida a dois - visão espirita
Vida a dois - visão espiritaVida a dois - visão espirita
Vida a dois - visão espirita
Lisete B.
 
Ansiedade na visão espirita
Ansiedade na visão espirita Ansiedade na visão espirita
Ansiedade na visão espirita
Lisete B.
 
As curas de jesus
As curas de jesusAs curas de jesus
As curas de jesus
Lisete B.
 
Raiva
RaivaRaiva
Raiva
Lisete B.
 
Missão dos pais
Missão dos paisMissão dos pais
Missão dos pais
Lisete B.
 
Casamento na visão espirita
Casamento na visão espiritaCasamento na visão espirita
Casamento na visão espirita
Lisete B.
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
Lisete B.
 
Achamos que sabemos.ppszt
Achamos que sabemos.ppsztAchamos que sabemos.ppszt
Achamos que sabemos.ppszt
Lisete B.
 
Harmonia Psiquica
Harmonia PsiquicaHarmonia Psiquica
Harmonia Psiquica
Lisete B.
 
INVEJA
INVEJAINVEJA
INVEJA
Lisete B.
 

Mais de Lisete B. (20)

Porque melindramos
Porque melindramos Porque melindramos
Porque melindramos
 
Suicidio na visão espirita
Suicidio  na visão espiritaSuicidio  na visão espirita
Suicidio na visão espirita
 
Anjo da guarda
Anjo da guardaAnjo da guarda
Anjo da guarda
 
Educacao sentimento
Educacao sentimentoEducacao sentimento
Educacao sentimento
 
Problemas do mundo
Problemas do mundoProblemas do mundo
Problemas do mundo
 
Reencarnação Existe?
Reencarnação Existe?Reencarnação Existe?
Reencarnação Existe?
 
Gratidao
Gratidao  Gratidao
Gratidao
 
A intolerancia em nossas vidas
A intolerancia em nossas vidasA intolerancia em nossas vidas
A intolerancia em nossas vidas
 
Para que serve a dor
Para que serve a dorPara que serve a dor
Para que serve a dor
 
Influencias espirituais
Influencias espirituaisInfluencias espirituais
Influencias espirituais
 
Vida a dois - visão espirita
Vida a dois - visão espiritaVida a dois - visão espirita
Vida a dois - visão espirita
 
Ansiedade na visão espirita
Ansiedade na visão espirita Ansiedade na visão espirita
Ansiedade na visão espirita
 
As curas de jesus
As curas de jesusAs curas de jesus
As curas de jesus
 
Raiva
RaivaRaiva
Raiva
 
Missão dos pais
Missão dos paisMissão dos pais
Missão dos pais
 
Casamento na visão espirita
Casamento na visão espiritaCasamento na visão espirita
Casamento na visão espirita
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
Achamos que sabemos.ppszt
Achamos que sabemos.ppsztAchamos que sabemos.ppszt
Achamos que sabemos.ppszt
 
Harmonia Psiquica
Harmonia PsiquicaHarmonia Psiquica
Harmonia Psiquica
 
INVEJA
INVEJAINVEJA
INVEJA
 

Último

PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
André Ricardo Marcondes
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 

Último (16)

PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 

Conhece te a ti mesmo

  • 1.
  • 2. Espelho da alma: uma jornada terapêutica –Cap. 12 – O ser virtuoso / Núcleo de estudos psicológicos Joanna D´Ângelis • Falamos em crise existencial, financeira, mundial...mas uma coisa é certa: a sociedade moderna encontra-se em uma profunda crise de valores, e todos nós, sem exceção, vivemos em um momento em que os nossos valores são testados a cada segundo.
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 9.  Era o mais importante centro religioso da Grécia antiga. ele foi muito procurado por pessoas que supostamente futuro, conselhos e orientações.  Numa espécie de transe mediúnico, ela pronunciava as aos usados nos poemas Ilíada e Odisséia, de Homero”, diz professor de literatura grega da Universidade Estadual (SP). O centro religioso era consultado por cidadãos comuns políticos, que usavam as profecias para orientar seus  Duas falhas geológicas atravessam Delfos. Estudos feitos em subsolo do local é formado por pedra calcárea betuminosa, um gás capaz de produzir alucinações. Isso explicaria os subiriam por fendas no terreno, pois as falhas geológicas se Templo de Apolo
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14. • Estamos aprisionados em nós mesmos, perdidos, ainda buscando alternativas exteriores que não nos preenchem. • Debatemo-nos entre a preocupação com a aparência e a performance comportamental.
  • 15. • Buscamos aplausos, aceitação, valorização profissional, familiar, pessoal, porém nada disso realmente nos liberta. • Continuamos a busca para fora, mudando de cônjuge, de profissão, de grupo, de religião, de amigos... Temos filhos, aumentamos os salários, investimos no esculpir de nossos corpos, mas todas são ações secundárias, tanto quanto inúteis à verdadeira realização interior.
  • 16. EX REFORMA DE UMA CASA FACHADA
  • 17. Quem deseja descobrir-se, quem deseja melhorar, precisa estar disposto a trabalhar em uma reconstrução pessoal, porque será necessário demolir paredes, arrancar cerâmicas, trocar a iluminação, para que no final o desafio tenha sido cumprido
  • 18. Auto descobrimento é o método de transformação moral
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22.
  • 23.
  • 24.
  • 26.
  • 27.
  • 28. • Não são poucos os indivíduos que se refugiam em ideais, especialmente nas doutrinas religiosas, como evasão da realidade, adotando comportamentos nobres, no entanto, mascaradores dos seus conflitos...
  • 29. • Supõem, precipitadamente, que podem forçar a mudança, tornando-se puras, embora os conflitos, culminando em descobrimentos dolorosos de existências vazias.
  • 34.
  • 36.
  • 37. Revista Espírita - Jornal de estudos psicológicos - 1863 > Junho > Dissertações espíritas > Conhecer-se a si mesmo (Sociedade Espírita de Sens, 9 de março de 1863) • O que impede, por vezes, que vos corrijais de um defeito, de um vício, é, certamente, que não vos apercebeis que o tendes. Enquanto vedes os menores defeitos do vosso próximo, do vosso irmão, nem mesmo suspeitais de que tendes as mesmas falhas, talvez cem vezes maiores que as deles.
  • 38.
  • 39.
  • 40.
  • 41.
  • 42. – Todos aqueles que são portadores de sombra– e todos o são – em vez de a compreenderem na condição de processo de crescimento, experimentam uma certa forma de vergonha, de constrangimento, e procuram disfarçá-la. – Tal comportamento dá lugar a uma sociedade hipócrita, artificial, incapaz de procedimentos maduros e significativos que a todos beneficie. – O ser mais hábil no disfarce é sempre o mais homenageado e querido, produzindo- lhe maior soma de conflito, porque se vê obrigado a continuar a parecer aquilo que, realmente, não é. – (Joanna de Ângelis -Psicologia da gratidão, p. 49-50)
  • 43.
  • 44. DOMAR: 1 subjugar, vencer. 2 refrear, conter, reprimir. 3 amansar, desbravar, docilizar, domesticar, dominar
  • 45. Quando o Espiritismo sai de nós... Descobrimos quem realmente nós somos através do AUTO DESCOBRIMENTO – conscientização de que podemos e somos capazes de efetuar mudanças. Quando o Espiritismo entra em nós... Assumimos o compromisso de modificar a nossa forma de viver, deixando de responsabilizar os outros. Quando entramos no Espiritismo... Adquirimos o conhecimento que nos desperta.
  • 46.
  • 47.
  • 48.
  • 49. Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas que já tem a forma do nosso corpo E esquecer os nossos caminhos que nos levam sempre aos mesmos lugares É o tempo da travessia E se não ousarmos fazê- la Teremos ficado para sempre À margem de nós mesmos... TEMPO DE TRAVESSIA Fernando Teixeira de Andrade