SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 71
Educação dos Sentimentos
• Porque é o meio de nos libertarmos das
imperfeições e de fazermos objetivamente o
trabalho de burilamento dentro de nós,
conduzindo-nos compativelmente com as
aspirações que nos levam ao aprimoramento
do nosso espirito.
QUEM TERA QUE FAZER?
 Se sinta infeliz;
 Se julgue pouco estimado ou rejeitado;
 Se afaste dos outros;
 Se irrite ou deprima com freqüência;
 Pense em prazeres excessivos;
 Só trabalhe por dinheiro ou projeção social;
 Pense primeiro em si mesmo,
 Não suporte ser criticado ou contestado;
 Se considere superior ou inferior aos outros;
 Queira mandar sempre;
 Não tolere ficar só;
 Padeça de fobias ou inibições;
 Use o próximo como objeto para satisfazer
desejos ou conseguir vantagens.
“É necessário reconhecer que todos nós ,
espíritos encarnados e desencarnados em serviço
na Terra, ante o volume dos débitos que
contraímos nas existências passadas, somos
doentes em laboriosa restauração. Todos
somos enfermos pedindo alta”.
Emmanuel, Justiça Divina
COMO FAZER?
CONHECIMENTO DE SI MESMO – L.E - 919.
Qual o meio prático mais eficaz que tem o homem
de se melhorar nesta vida e de resistir à atração do
mal?
“Um sábio da antiguidade vo-lo disse:
Conhece-te a ti mesmo.”
Eume
CONHEÇO?
Eu?
-É CLARO que eu me conheço!
Será?
questionário
Souavessoa
MUDANÇAS
Refletir sobre si mesmo e
auto analisar-se é difícil?
Como reage quando sente
que ofendeu alguém?
Entristece-se ao
constatar no seu íntimo,
sentimentos fortes que
não consegue dominar?
Já tentou relacionar os seus principais
defeitos?
TentoCulparsempreooutro
Críticas
Já se preocupou em descobrir
Os porquês de suas principais
Manifestações impulsivas no
Terreno das emoções?
Contra-ataca
VIVE A VIDA ALHEIA?
PERGUNTAS PARA
O AUTO-CONHECIMENTO!
Quem sou eu?
Qual é a minha missão, qual
o sentido da minha vida?
Quais são as minhas
crenças, em quê que
acredito?
Quais são os meus valores?
Quais são as minhas
qualidades?
Quais são os
meus defeitos?
Quais são os meus
medos, as minhas
limitações?
Quais são os meus
comportamentos?
IMPEDIMENTOS
Capitulo I
Alírio de Cerqueira
Filho
Ego
X
Consciência
Somos2
2 estruturas dentro psiquismo
Essência
Divina
Self, Eu profundo,
Ser Essencial
É o nosso lado
amoroso, bom e
belo.
Bondade,
fraternidade, ética,
justiça, tolerância,
amizade, derivados
do AMOR
Ego
É a camada de
ignorância que
envolve o ser
essencial
Negatividade do
Ego = Desamor
Máscaras do Ego=
Pseudoamor
O que é o Ego?
É uma energia densa
formada de ignorância que
envolve a nossa Essência
Divina.
O Ego em si mesmo não é
negativo, é simplesmente
ignorância a ser
gradativamente
transformada, em nós, por
meio do processo do
AUTOENVONTRO...
• O Ser Essencial é o amor, no
entanto, no processo de
despertamento da sua
potencialidade divina,
adquire expressões não
legítimas, que passam a
atormentá-lo, já que fazem
parte do processo de
negatividades, que são o
desamor e as máscaras do
Ego, expressando-se como
pseudo-amor.”
Negatividades do Ego
• Ausência do AMOR
• Ódio, Egoísmo, Orgulho,
Revolta, Raiva, Mágoa,
ressentimento, depressão,
ansiedade, medo, ciúme,
pânico, violência.
Máscaras do Ego
• As máscaras originam-se do
pseudoamor. Instrumentos
de defesa e fuga.
• Euforia, autopiedade,
perfeccionismo,
pseudoperdão, martírio,
puritanismo.
As Máscaras do Ego
As máscaras podem, quando vitalizadas, impedir o
contato mais profundo com o Ser Essencial, pois, ao
parecer que cultiva os valores essenciais, o
indivíduo cristaliza estes sentimentos falsos.
O Prazer Egóico
Assume variadas formas de
manifestação.
Existem pessoas que buscam o prazer
ligado às questões biológicas
instintivas.
São aquelas que assumem atitudes
puramente fisiológicas: comem, fazem
sexo, dormem, usam drogas
estimulantes ou anestesiantes –
conforme o momento - , se divertem,
trabalham apenas para auferir os
recursos para manter essas atividades
e não por prazer de serem úteis.
O Prazer Egóico
Outras nutrem paixões e o Ego se
manifesta, além das práticas
anteriormente citadas, também através
das negatividades como:
o orgulho, o egoísmo, a vaidade, a
vingança, a inveja, entre outras.
O prazer que sente.m se manifesta, por
exemplo, na bajulação que adoram
receber, ou no sofrimento pelo qual um
desafeto passa, por aqueles que a
estão perseguindo, por vingança, etc
O Cultivo das Negatividades do
Ego
O cultivo das negatividades do Ego,
não obstante gerem um prazer
momentâneo, exaurem o Ser.
Diferentemente do prazer essencial
portador de energias sutis refazedoras,
as energias egóicas são demasiado
grosseiras e acabam por desvitalizar e
danificar o perispírito e o corpo físico.
O Cultivo das Máscaras do Ego
O cultivo das Máscaras do Ego é pior para o
indivíduo, do que vivenciar as negatividades.
A máscara gera aquilo que denominamos, em
psicologia, de “Zona de Conforto Psicológica”.
É por isso que o processo de retorno ao Essencial
fica difícil, pois é necessário primeiro, fazer cair a
máscara, reconhecer as negatividades ocultas por
ela, processo que é muito doloroso, porque fere o
orgulho. Somente a partir daí, com exercícios
gradativos de humildade, retornar ao amor verdadeiro
(Essencial).
As Máscaras do Ego
No processo de estruturação da psique humana, o
indivíduo realiza, consciente ou inconscientemente,
um movimento de repressão, bloqueando as
negatividades do Ego, devido ao fato desses
sentimentos gerarem uma aversão muito grande,
tanto por parte dele próprio, quanto de outras
pessoas.
As Máscaras o Ego
Essa é uma atitude pouco inteligente
emocionalmente, pois o indivíduo mascara os seus
sentimentos originando as chamadas Máscaras do
Ego, para parecer aquilo que não é.
Há um movimento criado pelo Ego para se
defender, gerando a energia do pseudo-
amor, portanto, para parecer que é
amor, característica própria do Ser Essencial.
Esse fato retarda o processo
do auto-encontro, isto é, do
encontro do indivíduo
consigo mesmo em
Essência.
As Máscaras do Ego
Na maioria das vezes, o indivíduo utiliza os
mecanismos de defesa (máscaras) de forma
inconsciente ou involuntária, numa tentativa de se
proteger, tentativa que redunda numa falsa proteção.
Outras vezes, utiliza-os de forma bastante
consciente, sabendo que está fugindo de alguma
coisa.
Podemos encontrar várias modalidades de
mecanismos de defesa do Ego, nos quais as
negatividades egóicas são mascaradas.
Vamos analisar os mecanismos mais comuns,
buscando perceber as negatividades do Ego por trás
delas.
Em nosso processo de desenvolvimento:
- ora nos identificamos com as negatividades do Ego
(desamor),
- ora com as máscaras do Ego (pseudoamor).
Objetivo da vida:
É nos identificarmos com a nossa própria Essência Divina,
desidentificando-nos do Ego.
A pessoa que usa as máscaras se acha
cumpridora das obrigações, acredita-se ser
melhor do que é…
PURITANISMO
MÁSCARA
• Exige de si mesmo, e
dos demais. Tende a
dar ênfase muito
grande as questões
sexuais, como algo
pecaminoso,
impuro.
O QUE É
• É a pura
compensação por
desejos sexuais
reprimidos, que a
pessoa consciente ou
inconscientemente
se recusa a aceitar.
FANATISMO
MÁSCARA
• Excesso de
devotamento a uma
causa ou idéia.
O QUE É
• Resultado da
insegurança interior,
sobre a veracidade
daquilo em que
pensa acreditar.
VITIMIZAÇÃO
MÁSCARA 0 QUE É
• A autopiedade surge como um
movimento de compensação
ao profundo sentimento de
culpa e autopunição que a
caracteriza.
• Acha-se indigna do amor,
devendo ser punida pelos
erros e, colocando-se de
coitadinha para conseguir
migalhas de atenção para si.
• Apresenta um
sentimento de
autopiedade muito
grande. Coloca-se
de coitada,
necessitando o
auxilio dos outros.
MARTÍRIO
MÁSCARA
• Mártir: faz papél de
bonzinho, está sempre
disposto a “sacrificar-
se” para “ajudar”os
outros.
• Não é capaz de dizer
NÃO – Diz SIM para
tudo e para TODOS.
O QUE É
• O mártir bonzinho é
apenas um individuo
buscando compensar os
sentimentos negativos
que detém, e por se sentir
inferior aos demais,
procura disfarça-los
fazendo tudo para os
outros, para com isso ser
aceito e querido por eles.
PERFECCIONISMO
MÁSCARA
• A pessoa procura fazer
tudo certinho, sem o
mínimo erro. Exige essa
perfeição de si mesma
e das outras pessoas.
• Quando algo sai
errado, NÃO aceita o
erro e culpa-se e pune-
se por isso.
0 QUE É
• Não aceita que
estamos em busca do
aperfeiçoamento.
• Torna-se alguém
INFLEXIVEL, não
aceitando os erros seus
e dos outros, como
experiências geradoras
de aprendizado.
EUFORIA
MÁSCARA
• Utilizada para compensar
sentimentos de tristeza e
depressão. Para mascarar
utiliza-se o álcool, as
drogas, festas, compras,
sexo, etc.
• Dizem que lhes dão
ALEGRIA tirando-as da
depressão.
O QUE É
• Mas, se observarmos
atentamente, veremos
que essa ALEGRIA é
FALSA, é apenas EUFORIA,
pois cessado o efeito do
álcool e das drogas, ou
terminada a festa, ou as
compras, elas voltam a
sentir uma depressão
maior que antes.
projeção
MÁSCARA
• Mecanismos de defesa que
leva o individuo a
interpretar os pensamentos,
sentimentos e as atitudes
de outras pessoas em
função das suas próprias
tendências.
O QUE É
Toda as vezes que o
individuo atuar através
de atitudes exageradas,
em qualquer área, estará
camuflando desejos
inconcientes opostos.
Há uma necessidade em
combater no outro o que
gostaria de ocultar em si
mesmo.
• - Todos nós somos algo desonestos” na
realidade, tentando projetar nos demais suas
próprias características.
• - Dizer que “todos os homens e mulheres
querem apenas sexo”, pode refletir sua
própria projeção.
• O marido infiel, mostra suspeita da fidelidade
de sua esposa.
• Exemplo:
Um aluno que, não
está conseguindo
responder a uma
questão, diz “isso
não é interessante
de saber mesmo”
ou “não respondi
porque não tive
tempo de estudar,
pois lá em casa
fazem muito
barulho.
IDENTIFICAÇÃO
MÁSCARA 0 QUE É
• A identificação é uma tentativa
do individuo em substituir o
vazio interior.
• É o mecanismo pelo
qual o individuo se
identifica com
valores observados
em outra pessoa e
que passam a ser
vistos como seus
valores.
• Ex. Idolos - heróis
DESLOCAMENTO
MÁSCARA
• É o mecanismo pelo
qual se desloca um
sentimento negativo
de uma pessoa ou
situação para outra
pessoa e situação.
O QUE É
• Ex. ódio “alguém” - quebrar
objetos
• Dificuldades com o chefe –
brigar com a família
NEGAÇÃO
MÁSCARA
• É a recusa em reconhecer
aquilo que não se quer ver.
• Os adultos têm a tendência
de fantasiar que certos
acontecimentos não são,
de fato, do jeito que são,
ou que na verdade nunca
aconteceram.
0 QUE É
• Significa uma Imaturidade
psicológica.
• Uma viúva coloca a mesa o lugar de seu
marido, e se põe a conversar com ele.
• Negar os malefícios do álcool e tabagismo
Livro: Filho de Deus – msg 10
Joanna de Ângelis
Divaldo Pereira Franco
.
• Possuis recursos
inimagináveis que estão em
germe em tua alma,
aguardando os teus
estímulos. (...) Possuis o
cristo interno, poderoso,
que é teu, mas o manténs
aprisionado, sem ensejar-lhe
ação. (...)
• Deixa-o expraiar-se através
de ti. Ele é harmonia. E tu
estás desequilibrando; é
amor, e tu és carência. É
claridade, e tu és sombra; é
vida, e tu te debates nos
grilhões da morte.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (17)

AUTOCONHECIMENTO X REFORMA INTIMA NA VISÃO ESPÍRITA
AUTOCONHECIMENTO X REFORMA INTIMA NA VISÃO ESPÍRITAAUTOCONHECIMENTO X REFORMA INTIMA NA VISÃO ESPÍRITA
AUTOCONHECIMENTO X REFORMA INTIMA NA VISÃO ESPÍRITA
 
Conhece-te a Ti mesmo e relacione-se melhor
Conhece-te a Ti mesmo e relacione-se melhorConhece-te a Ti mesmo e relacione-se melhor
Conhece-te a Ti mesmo e relacione-se melhor
 
Escutando sentimentos cap 04
Escutando sentimentos cap 04Escutando sentimentos cap 04
Escutando sentimentos cap 04
 
O DEFEITO DO OUTRO PODE SER SEU
O DEFEITO DO OUTRO PODE SER SEUO DEFEITO DO OUTRO PODE SER SEU
O DEFEITO DO OUTRO PODE SER SEU
 
Raiva
RaivaRaiva
Raiva
 
VOCÊ SE CONHECE?
VOCÊ SE CONHECE?VOCÊ SE CONHECE?
VOCÊ SE CONHECE?
 
ÓDIO na visão Espírita
ÓDIO na visão EspíritaÓDIO na visão Espírita
ÓDIO na visão Espírita
 
PALESTRA - RENOVANDO ATITUDES
PALESTRA - RENOVANDO ATITUDESPALESTRA - RENOVANDO ATITUDES
PALESTRA - RENOVANDO ATITUDES
 
Triunfo Pessoal (Por Joanna De âNgelis)
Triunfo Pessoal (Por Joanna De âNgelis)Triunfo Pessoal (Por Joanna De âNgelis)
Triunfo Pessoal (Por Joanna De âNgelis)
 
Melindre no centro espírita (1)
Melindre no centro espírita (1)Melindre no centro espírita (1)
Melindre no centro espírita (1)
 
O ser consciente-joanna de ângelis (1)
O ser consciente-joanna de ângelis (1)O ser consciente-joanna de ângelis (1)
O ser consciente-joanna de ângelis (1)
 
JUNG E A PSICOLOGIA ESPÍRITA
JUNG E A PSICOLOGIA ESPÍRITA JUNG E A PSICOLOGIA ESPÍRITA
JUNG E A PSICOLOGIA ESPÍRITA
 
Palestra Sobre Ansiedade, Medo E Panico
Palestra Sobre Ansiedade, Medo E PanicoPalestra Sobre Ansiedade, Medo E Panico
Palestra Sobre Ansiedade, Medo E Panico
 
Dores da Alma, a psicologia das dores humanas
Dores da Alma, a psicologia das dores humanasDores da Alma, a psicologia das dores humanas
Dores da Alma, a psicologia das dores humanas
 
Conhece a ti mesmo
Conhece a ti mesmoConhece a ti mesmo
Conhece a ti mesmo
 
Escutando sentimentos cap 10 a 12
Escutando sentimentos cap 10 a 12Escutando sentimentos cap 10 a 12
Escutando sentimentos cap 10 a 12
 
Escutando sentimentos cap 06
Escutando sentimentos cap 06Escutando sentimentos cap 06
Escutando sentimentos cap 06
 

Semelhante a Educacao sentimento

As Negatividades e as Máscaras do Ego
As Negatividades e as Máscaras do Ego As Negatividades e as Máscaras do Ego
As Negatividades e as Máscaras do Ego Edna Costa
 
Auto encontro - O ser humano diante de si
Auto encontro - O ser humano diante de siAuto encontro - O ser humano diante de si
Auto encontro - O ser humano diante de siLisete B.
 
Aula 105 EAE Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres (III)
Aula 105 EAE Regras para a educação.  Conduta e aperfeiçoamento dos seres (III)Aula 105 EAE Regras para a educação.  Conduta e aperfeiçoamento dos seres (III)
Aula 105 EAE Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres (III)PatiSousa1
 
Eae 105 Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres ( III )
Eae 105 Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres ( III )Eae 105 Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres ( III )
Eae 105 Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres ( III )PatiSousa1
 
Exposicao 28 junho 2011 auto-obsessao
Exposicao 28 junho 2011   auto-obsessaoExposicao 28 junho 2011   auto-obsessao
Exposicao 28 junho 2011 auto-obsessaocaminhodaluz41
 
Auto perdão = felicidade sem culpa
Auto perdão = felicidade sem culpaAuto perdão = felicidade sem culpa
Auto perdão = felicidade sem culpaLisete B.
 
Conflitos psicológicos
Conflitos psicológicosConflitos psicológicos
Conflitos psicológicosHelio Cruz
 
Escutando Sentimentos "O Seminário"
Escutando Sentimentos "O Seminário"Escutando Sentimentos "O Seminário"
Escutando Sentimentos "O Seminário"Leonardo Pereira
 
Instituto Espírita de Educação - Auto-estima - Posso ou não posso pensar em mim
Instituto Espírita de Educação -  Auto-estima - Posso ou não posso pensar em mimInstituto Espírita de Educação -  Auto-estima - Posso ou não posso pensar em mim
Instituto Espírita de Educação - Auto-estima - Posso ou não posso pensar em mimInstituto Espírita de Educação
 
aautoestima_Anderson.pdf
aautoestima_Anderson.pdfaautoestima_Anderson.pdf
aautoestima_Anderson.pdfTelma Lima
 
08 examinando a obsessao perante obsidiados
08   examinando a obsessao perante obsidiados08   examinando a obsessao perante obsidiados
08 examinando a obsessao perante obsidiadosGEOMPM FEEB
 
teste de autoestima e evoluo espiritual.pdf
teste de autoestima e evoluo espiritual.pdfteste de autoestima e evoluo espiritual.pdf
teste de autoestima e evoluo espiritual.pdfTelma Lima
 
A arte de interrogar 1.docx
A arte de interrogar 1.docxA arte de interrogar 1.docx
A arte de interrogar 1.docxSusan Glass
 
Fundamentos gnosticos-para-a-morte-do-ego
Fundamentos gnosticos-para-a-morte-do-egoFundamentos gnosticos-para-a-morte-do-ego
Fundamentos gnosticos-para-a-morte-do-egoPaulo César Sanches
 
Palestra - Perdão, aceitação e não resistência - 11.7.2014
Palestra - Perdão, aceitação e não resistência - 11.7.2014Palestra - Perdão, aceitação e não resistência - 11.7.2014
Palestra - Perdão, aceitação e não resistência - 11.7.2014tacio111
 

Semelhante a Educacao sentimento (20)

As Negatividades e as Máscaras do Ego
As Negatividades e as Máscaras do Ego As Negatividades e as Máscaras do Ego
As Negatividades e as Máscaras do Ego
 
Auto encontro - O ser humano diante de si
Auto encontro - O ser humano diante de siAuto encontro - O ser humano diante de si
Auto encontro - O ser humano diante de si
 
Aula 105 EAE Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres (III)
Aula 105 EAE Regras para a educação.  Conduta e aperfeiçoamento dos seres (III)Aula 105 EAE Regras para a educação.  Conduta e aperfeiçoamento dos seres (III)
Aula 105 EAE Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres (III)
 
Eae 105 Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres ( III )
Eae 105 Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres ( III )Eae 105 Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres ( III )
Eae 105 Regras para a educação. Conduta e aperfeiçoamento dos seres ( III )
 
Exposicao 28 junho 2011 auto-obsessao
Exposicao 28 junho 2011   auto-obsessaoExposicao 28 junho 2011   auto-obsessao
Exposicao 28 junho 2011 auto-obsessao
 
Auto perdão = felicidade sem culpa
Auto perdão = felicidade sem culpaAuto perdão = felicidade sem culpa
Auto perdão = felicidade sem culpa
 
Perdão
PerdãoPerdão
Perdão
 
Reeducação Emocional
Reeducação  EmocionalReeducação  Emocional
Reeducação Emocional
 
Conflitos psicológicos
Conflitos psicológicosConflitos psicológicos
Conflitos psicológicos
 
Escutando Sentimentos "O Seminário"
Escutando Sentimentos "O Seminário"Escutando Sentimentos "O Seminário"
Escutando Sentimentos "O Seminário"
 
Instituto Espírita de Educação - Auto-estima - Posso ou não posso pensar em mim
Instituto Espírita de Educação -  Auto-estima - Posso ou não posso pensar em mimInstituto Espírita de Educação -  Auto-estima - Posso ou não posso pensar em mim
Instituto Espírita de Educação - Auto-estima - Posso ou não posso pensar em mim
 
aautoestima_Anderson.pdf
aautoestima_Anderson.pdfaautoestima_Anderson.pdf
aautoestima_Anderson.pdf
 
A autoestima
A autoestimaA autoestima
A autoestima
 
Pp auto estima e evolução espiritual 2017
Pp auto estima e evolução espiritual 2017Pp auto estima e evolução espiritual 2017
Pp auto estima e evolução espiritual 2017
 
REFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptx
REFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptxREFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptx
REFORMA INTIMA DE QUE FORMA FAZE-LA.pptx
 
08 examinando a obsessao perante obsidiados
08   examinando a obsessao perante obsidiados08   examinando a obsessao perante obsidiados
08 examinando a obsessao perante obsidiados
 
teste de autoestima e evoluo espiritual.pdf
teste de autoestima e evoluo espiritual.pdfteste de autoestima e evoluo espiritual.pdf
teste de autoestima e evoluo espiritual.pdf
 
A arte de interrogar 1.docx
A arte de interrogar 1.docxA arte de interrogar 1.docx
A arte de interrogar 1.docx
 
Fundamentos gnosticos-para-a-morte-do-ego
Fundamentos gnosticos-para-a-morte-do-egoFundamentos gnosticos-para-a-morte-do-ego
Fundamentos gnosticos-para-a-morte-do-ego
 
Palestra - Perdão, aceitação e não resistência - 11.7.2014
Palestra - Perdão, aceitação e não resistência - 11.7.2014Palestra - Perdão, aceitação e não resistência - 11.7.2014
Palestra - Perdão, aceitação e não resistência - 11.7.2014
 

Mais de Lisete B.

Porque melindramos
Porque melindramos Porque melindramos
Porque melindramos Lisete B.
 
Suicidio na visão espirita
Suicidio  na visão espiritaSuicidio  na visão espirita
Suicidio na visão espiritaLisete B.
 
Anjo da guarda
Anjo da guardaAnjo da guarda
Anjo da guardaLisete B.
 
Problemas do mundo
Problemas do mundoProblemas do mundo
Problemas do mundoLisete B.
 
Reencarnação Existe?
Reencarnação Existe?Reencarnação Existe?
Reencarnação Existe?Lisete B.
 
Por que comigo
Por que comigoPor que comigo
Por que comigoLisete B.
 
A intolerancia em nossas vidas
A intolerancia em nossas vidasA intolerancia em nossas vidas
A intolerancia em nossas vidasLisete B.
 
Conhece te a ti mesmo
Conhece te a ti mesmoConhece te a ti mesmo
Conhece te a ti mesmoLisete B.
 
Para que serve a dor
Para que serve a dorPara que serve a dor
Para que serve a dorLisete B.
 
Influencias espirituais
Influencias espirituaisInfluencias espirituais
Influencias espirituaisLisete B.
 
Vida a dois - visão espirita
Vida a dois - visão espiritaVida a dois - visão espirita
Vida a dois - visão espiritaLisete B.
 
Ansiedade na visão espirita
Ansiedade na visão espirita Ansiedade na visão espirita
Ansiedade na visão espirita Lisete B.
 
As curas de jesus
As curas de jesusAs curas de jesus
As curas de jesusLisete B.
 
Missão dos pais
Missão dos paisMissão dos pais
Missão dos paisLisete B.
 
Casamento na visão espirita
Casamento na visão espiritaCasamento na visão espirita
Casamento na visão espiritaLisete B.
 
Achamos que sabemos.ppszt
Achamos que sabemos.ppsztAchamos que sabemos.ppszt
Achamos que sabemos.ppsztLisete B.
 
Harmonia Psiquica
Harmonia PsiquicaHarmonia Psiquica
Harmonia PsiquicaLisete B.
 

Mais de Lisete B. (20)

Porque melindramos
Porque melindramos Porque melindramos
Porque melindramos
 
Suicidio na visão espirita
Suicidio  na visão espiritaSuicidio  na visão espirita
Suicidio na visão espirita
 
Anjo da guarda
Anjo da guardaAnjo da guarda
Anjo da guarda
 
Problemas do mundo
Problemas do mundoProblemas do mundo
Problemas do mundo
 
Reencarnação Existe?
Reencarnação Existe?Reencarnação Existe?
Reencarnação Existe?
 
Por que comigo
Por que comigoPor que comigo
Por que comigo
 
A intolerancia em nossas vidas
A intolerancia em nossas vidasA intolerancia em nossas vidas
A intolerancia em nossas vidas
 
Conhece te a ti mesmo
Conhece te a ti mesmoConhece te a ti mesmo
Conhece te a ti mesmo
 
Para que serve a dor
Para que serve a dorPara que serve a dor
Para que serve a dor
 
Influencias espirituais
Influencias espirituaisInfluencias espirituais
Influencias espirituais
 
Vida a dois - visão espirita
Vida a dois - visão espiritaVida a dois - visão espirita
Vida a dois - visão espirita
 
Ansiedade na visão espirita
Ansiedade na visão espirita Ansiedade na visão espirita
Ansiedade na visão espirita
 
As curas de jesus
As curas de jesusAs curas de jesus
As curas de jesus
 
Egoismo
EgoismoEgoismo
Egoismo
 
Missão dos pais
Missão dos paisMissão dos pais
Missão dos pais
 
Casamento na visão espirita
Casamento na visão espiritaCasamento na visão espirita
Casamento na visão espirita
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
Achamos que sabemos.ppszt
Achamos que sabemos.ppsztAchamos que sabemos.ppszt
Achamos que sabemos.ppszt
 
Harmonia Psiquica
Harmonia PsiquicaHarmonia Psiquica
Harmonia Psiquica
 
INVEJA
INVEJAINVEJA
INVEJA
 

Último

Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoNilson Almeida
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfStelaWilbert
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptxPIB Penha
 
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024LeonardoQuintanilha4
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............MilyFonceca
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...M.R.L
 
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoFabioLofrano
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaRicardo Azevedo
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentaçãoantonio211075
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxViniciusPetersen1
 

Último (13)

Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
 
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
 
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 

Educacao sentimento

  • 2.
  • 3. • Porque é o meio de nos libertarmos das imperfeições e de fazermos objetivamente o trabalho de burilamento dentro de nós, conduzindo-nos compativelmente com as aspirações que nos levam ao aprimoramento do nosso espirito.
  • 4. QUEM TERA QUE FAZER?
  • 5.  Se sinta infeliz;  Se julgue pouco estimado ou rejeitado;  Se afaste dos outros;  Se irrite ou deprima com freqüência;  Pense em prazeres excessivos;  Só trabalhe por dinheiro ou projeção social;  Pense primeiro em si mesmo,  Não suporte ser criticado ou contestado;  Se considere superior ou inferior aos outros;  Queira mandar sempre;  Não tolere ficar só;  Padeça de fobias ou inibições;  Use o próximo como objeto para satisfazer desejos ou conseguir vantagens.
  • 6. “É necessário reconhecer que todos nós , espíritos encarnados e desencarnados em serviço na Terra, ante o volume dos débitos que contraímos nas existências passadas, somos doentes em laboriosa restauração. Todos somos enfermos pedindo alta”. Emmanuel, Justiça Divina
  • 8. CONHECIMENTO DE SI MESMO – L.E - 919. Qual o meio prático mais eficaz que tem o homem de se melhorar nesta vida e de resistir à atração do mal?
  • 9. “Um sábio da antiguidade vo-lo disse: Conhece-te a ti mesmo.”
  • 11. Eu? -É CLARO que eu me conheço!
  • 15. Refletir sobre si mesmo e auto analisar-se é difícil?
  • 16. Como reage quando sente que ofendeu alguém?
  • 17. Entristece-se ao constatar no seu íntimo, sentimentos fortes que não consegue dominar?
  • 18. Já tentou relacionar os seus principais defeitos?
  • 21. Já se preocupou em descobrir Os porquês de suas principais Manifestações impulsivas no Terreno das emoções?
  • 23. VIVE A VIDA ALHEIA?
  • 24.
  • 25.
  • 26.
  • 29. Qual é a minha missão, qual o sentido da minha vida?
  • 30. Quais são as minhas crenças, em quê que acredito?
  • 31. Quais são os meus valores?
  • 32. Quais são as minhas qualidades?
  • 33. Quais são os meus defeitos?
  • 34. Quais são os meus medos, as minhas limitações?
  • 35. Quais são os meus comportamentos?
  • 37. Capitulo I Alírio de Cerqueira Filho
  • 40. 2 estruturas dentro psiquismo Essência Divina Self, Eu profundo, Ser Essencial É o nosso lado amoroso, bom e belo. Bondade, fraternidade, ética, justiça, tolerância, amizade, derivados do AMOR Ego É a camada de ignorância que envolve o ser essencial Negatividade do Ego = Desamor Máscaras do Ego= Pseudoamor
  • 41.
  • 42. O que é o Ego? É uma energia densa formada de ignorância que envolve a nossa Essência Divina. O Ego em si mesmo não é negativo, é simplesmente ignorância a ser gradativamente transformada, em nós, por meio do processo do AUTOENVONTRO...
  • 43. • O Ser Essencial é o amor, no entanto, no processo de despertamento da sua potencialidade divina, adquire expressões não legítimas, que passam a atormentá-lo, já que fazem parte do processo de negatividades, que são o desamor e as máscaras do Ego, expressando-se como pseudo-amor.”
  • 44. Negatividades do Ego • Ausência do AMOR • Ódio, Egoísmo, Orgulho, Revolta, Raiva, Mágoa, ressentimento, depressão, ansiedade, medo, ciúme, pânico, violência. Máscaras do Ego • As máscaras originam-se do pseudoamor. Instrumentos de defesa e fuga. • Euforia, autopiedade, perfeccionismo, pseudoperdão, martírio, puritanismo.
  • 45. As Máscaras do Ego As máscaras podem, quando vitalizadas, impedir o contato mais profundo com o Ser Essencial, pois, ao parecer que cultiva os valores essenciais, o indivíduo cristaliza estes sentimentos falsos.
  • 46. O Prazer Egóico Assume variadas formas de manifestação. Existem pessoas que buscam o prazer ligado às questões biológicas instintivas. São aquelas que assumem atitudes puramente fisiológicas: comem, fazem sexo, dormem, usam drogas estimulantes ou anestesiantes – conforme o momento - , se divertem, trabalham apenas para auferir os recursos para manter essas atividades e não por prazer de serem úteis.
  • 47. O Prazer Egóico Outras nutrem paixões e o Ego se manifesta, além das práticas anteriormente citadas, também através das negatividades como: o orgulho, o egoísmo, a vaidade, a vingança, a inveja, entre outras. O prazer que sente.m se manifesta, por exemplo, na bajulação que adoram receber, ou no sofrimento pelo qual um desafeto passa, por aqueles que a estão perseguindo, por vingança, etc
  • 48. O Cultivo das Negatividades do Ego O cultivo das negatividades do Ego, não obstante gerem um prazer momentâneo, exaurem o Ser. Diferentemente do prazer essencial portador de energias sutis refazedoras, as energias egóicas são demasiado grosseiras e acabam por desvitalizar e danificar o perispírito e o corpo físico.
  • 49. O Cultivo das Máscaras do Ego O cultivo das Máscaras do Ego é pior para o indivíduo, do que vivenciar as negatividades. A máscara gera aquilo que denominamos, em psicologia, de “Zona de Conforto Psicológica”. É por isso que o processo de retorno ao Essencial fica difícil, pois é necessário primeiro, fazer cair a máscara, reconhecer as negatividades ocultas por ela, processo que é muito doloroso, porque fere o orgulho. Somente a partir daí, com exercícios gradativos de humildade, retornar ao amor verdadeiro (Essencial).
  • 50. As Máscaras do Ego No processo de estruturação da psique humana, o indivíduo realiza, consciente ou inconscientemente, um movimento de repressão, bloqueando as negatividades do Ego, devido ao fato desses sentimentos gerarem uma aversão muito grande, tanto por parte dele próprio, quanto de outras pessoas.
  • 51. As Máscaras o Ego Essa é uma atitude pouco inteligente emocionalmente, pois o indivíduo mascara os seus sentimentos originando as chamadas Máscaras do Ego, para parecer aquilo que não é. Há um movimento criado pelo Ego para se defender, gerando a energia do pseudo- amor, portanto, para parecer que é amor, característica própria do Ser Essencial. Esse fato retarda o processo do auto-encontro, isto é, do encontro do indivíduo consigo mesmo em Essência.
  • 52. As Máscaras do Ego Na maioria das vezes, o indivíduo utiliza os mecanismos de defesa (máscaras) de forma inconsciente ou involuntária, numa tentativa de se proteger, tentativa que redunda numa falsa proteção. Outras vezes, utiliza-os de forma bastante consciente, sabendo que está fugindo de alguma coisa. Podemos encontrar várias modalidades de mecanismos de defesa do Ego, nos quais as negatividades egóicas são mascaradas. Vamos analisar os mecanismos mais comuns, buscando perceber as negatividades do Ego por trás delas.
  • 53. Em nosso processo de desenvolvimento: - ora nos identificamos com as negatividades do Ego (desamor), - ora com as máscaras do Ego (pseudoamor). Objetivo da vida: É nos identificarmos com a nossa própria Essência Divina, desidentificando-nos do Ego.
  • 54. A pessoa que usa as máscaras se acha cumpridora das obrigações, acredita-se ser melhor do que é…
  • 55. PURITANISMO MÁSCARA • Exige de si mesmo, e dos demais. Tende a dar ênfase muito grande as questões sexuais, como algo pecaminoso, impuro. O QUE É • É a pura compensação por desejos sexuais reprimidos, que a pessoa consciente ou inconscientemente se recusa a aceitar.
  • 56. FANATISMO MÁSCARA • Excesso de devotamento a uma causa ou idéia. O QUE É • Resultado da insegurança interior, sobre a veracidade daquilo em que pensa acreditar.
  • 57. VITIMIZAÇÃO MÁSCARA 0 QUE É • A autopiedade surge como um movimento de compensação ao profundo sentimento de culpa e autopunição que a caracteriza. • Acha-se indigna do amor, devendo ser punida pelos erros e, colocando-se de coitadinha para conseguir migalhas de atenção para si. • Apresenta um sentimento de autopiedade muito grande. Coloca-se de coitada, necessitando o auxilio dos outros.
  • 58. MARTÍRIO MÁSCARA • Mártir: faz papél de bonzinho, está sempre disposto a “sacrificar- se” para “ajudar”os outros. • Não é capaz de dizer NÃO – Diz SIM para tudo e para TODOS. O QUE É • O mártir bonzinho é apenas um individuo buscando compensar os sentimentos negativos que detém, e por se sentir inferior aos demais, procura disfarça-los fazendo tudo para os outros, para com isso ser aceito e querido por eles.
  • 59. PERFECCIONISMO MÁSCARA • A pessoa procura fazer tudo certinho, sem o mínimo erro. Exige essa perfeição de si mesma e das outras pessoas. • Quando algo sai errado, NÃO aceita o erro e culpa-se e pune- se por isso. 0 QUE É • Não aceita que estamos em busca do aperfeiçoamento. • Torna-se alguém INFLEXIVEL, não aceitando os erros seus e dos outros, como experiências geradoras de aprendizado.
  • 60. EUFORIA MÁSCARA • Utilizada para compensar sentimentos de tristeza e depressão. Para mascarar utiliza-se o álcool, as drogas, festas, compras, sexo, etc. • Dizem que lhes dão ALEGRIA tirando-as da depressão. O QUE É • Mas, se observarmos atentamente, veremos que essa ALEGRIA é FALSA, é apenas EUFORIA, pois cessado o efeito do álcool e das drogas, ou terminada a festa, ou as compras, elas voltam a sentir uma depressão maior que antes.
  • 61. projeção MÁSCARA • Mecanismos de defesa que leva o individuo a interpretar os pensamentos, sentimentos e as atitudes de outras pessoas em função das suas próprias tendências. O QUE É Toda as vezes que o individuo atuar através de atitudes exageradas, em qualquer área, estará camuflando desejos inconcientes opostos. Há uma necessidade em combater no outro o que gostaria de ocultar em si mesmo.
  • 62. • - Todos nós somos algo desonestos” na realidade, tentando projetar nos demais suas próprias características. • - Dizer que “todos os homens e mulheres querem apenas sexo”, pode refletir sua própria projeção. • O marido infiel, mostra suspeita da fidelidade de sua esposa.
  • 63.
  • 64.
  • 65. • Exemplo: Um aluno que, não está conseguindo responder a uma questão, diz “isso não é interessante de saber mesmo” ou “não respondi porque não tive tempo de estudar, pois lá em casa fazem muito barulho.
  • 66. IDENTIFICAÇÃO MÁSCARA 0 QUE É • A identificação é uma tentativa do individuo em substituir o vazio interior. • É o mecanismo pelo qual o individuo se identifica com valores observados em outra pessoa e que passam a ser vistos como seus valores. • Ex. Idolos - heróis
  • 67. DESLOCAMENTO MÁSCARA • É o mecanismo pelo qual se desloca um sentimento negativo de uma pessoa ou situação para outra pessoa e situação. O QUE É • Ex. ódio “alguém” - quebrar objetos • Dificuldades com o chefe – brigar com a família
  • 68. NEGAÇÃO MÁSCARA • É a recusa em reconhecer aquilo que não se quer ver. • Os adultos têm a tendência de fantasiar que certos acontecimentos não são, de fato, do jeito que são, ou que na verdade nunca aconteceram. 0 QUE É • Significa uma Imaturidade psicológica.
  • 69. • Uma viúva coloca a mesa o lugar de seu marido, e se põe a conversar com ele. • Negar os malefícios do álcool e tabagismo
  • 70.
  • 71. Livro: Filho de Deus – msg 10 Joanna de Ângelis Divaldo Pereira Franco . • Possuis recursos inimagináveis que estão em germe em tua alma, aguardando os teus estímulos. (...) Possuis o cristo interno, poderoso, que é teu, mas o manténs aprisionado, sem ensejar-lhe ação. (...) • Deixa-o expraiar-se através de ti. Ele é harmonia. E tu estás desequilibrando; é amor, e tu és carência. É claridade, e tu és sombra; é vida, e tu te debates nos grilhões da morte.