SlideShare uma empresa Scribd logo
O que é Deus?
João 4:8
Estou aqui no Espiritismo...
Eu pratico caridade...
Estou tentando me modificar
Nossa conta esta no vermelho
Perdemos entes queridos
Descobrimos uma doença?
Perdemos um relacionamento afetivo?
Por que comigo?
Sofrimento em minha vida?
REVOLTA
FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito e Vida. Pelo Espírito Joanna de Ângelis. LEAL.
Capítulo 5.
• Revolta dos que não têm fé,
atirando-se nos cipoais do
desespero, longe da disposição
de aprimoramento da alma, e
revolta dos que receberam o
chamado da fé, mas não foram
poupados aos necessários
resgates das velhas dívidas,
comprometendo-se, ainda mais,
nos espinheiros da reclamação
injusta, em flagrante
desrespeito às sábias Leis que
regem a vida...
É muito difícil fazer entender aos
homens que o sofrimento é bom....
O que “pedimos” a DEUS?
Conforto
Saúde
Amor
Bonança
Paz
Prosperidade
Dificuldade financeira
Saúde fragilizada
Pessoas difíceis em nossa vida
Situações para testar minha
paciência
Família para resgate de amor
Circunstância para praticar
perdão
CASTIGO?
Felicidade, portanto não é ausência da dor, mas a perfeita
compreensão da sua finalidade.
Iluminação interior – Joanna de Angelis
CUIDADO?
Crianças Espirituais
Só com a tabuada a gente não constrói
um viaduto
Mundo de Provas e Expiações
Qual a diferença entre expiação e prova?
Expiação: é o resgate imposto pela
Justiça Divina a espíritos
recalcitrantes.
Prova: é o resgate escolhido por
espíritos conscientes de seus
débitos e necessidades.
Como identificar o espírito em expiação?
Geralmente é o indivíduo que não aceita seus sofrimentos, as situações
difíceis que enfrenta, rebelando-se. Atravessa a existência a reclamar do
peso de sua cruz.
E o espírito em provação?
Podemos identificá-lo como aquele indivíduo que enfrenta as atribulações
da existência de forma equilibrada, aceitando-as sem murmúrios.
Como um aluno que se submete a exame, tenta fazer o melhor, habilitando-
se a estágio superior.
O CONSOLADOR – QUESTÃO 240 –
De algum modo, pode-se conceber a felicidade na Terra?
• Se todo espírito tem consigo a noção da felicidade; é sinal
que ela existe e espera as almas em alguma parte. Tal
como sonhada pelo homem do mundo, porém, a
felicidade não pode existir, por enquanto, na face do orbe,
porque, em sua generalidade, as criaturas humanas se
encontram intoxicadas e não sabem contemplar a
grandeza das paisagens exteriores que as cercam no
planeta. Contudo, importa observar que é no globo
terrestre que a criatura edifica as bases da sua ventura
real, pelo trabalho e pelo sacrifício, a caminho das mais
sublimes aquisições para o mundo divino de sua
consciência.
Auto exame
- O que preciso aprender
com esta experiência?
- Que lições a vida está tentando
me ensinar?
- O que preciso modificar na minha
vida?
- Como me relaciono com Deus, com o
próximo e comigo mesmo?
1. É necessário sofrer para adquirir e
conquistar.
2. É necessário a dor para despertar
sentimentos adormecidos.
3. A tristeza e o sofrimento fazem-nos ver,
ouvir, sentir mil coisas... Delicadas ou
fortes, que o homem feliz não pode
perceber.
4. A dor tem ação benfazeja para quem
sabe compreendê-la, mas somente
podem compreendê-la aqueles que
sentiram seus poderosos efeitos.
5. A dor é como uma asa dada a uma alma
escravizada pela carne; para ajudá-la a
desprender-se e a elevar-se mais alto.
6. A dor física produz sensações... O
sofrimento moral traz sentimentos.
• Se nas horas de provação,
soubéssemos observar o
trabalho interno, a ação
misteriosa da dor em nós,
em nosso “EU”, em nossa
consciência,
compreenderíamos melhor
a obra sublime de educação
e aperfeiçoamento.
Chico e Emmanuel
 Chico triste, chegava Emmanuel e dizia, vamos
aos bairros pobres ajudar os sofredores.
 Mas você não esta vendo que estou mal?
 Quando saímos da nossa casquinha e vamos
em direção ao outro, a dor do outro te cura.
 A gente percebe que não estamos sofrendo
sozinhos.
• ESE – 31 -Prece. – Meu Deus, és
soberanamente justo; todo
sofrimento, neste mundo, há, pois,
de ter a sua causa e a sua utilidade.
Aceito a aflição que acabo de
experimentar, como expiação de
minhas faltas passadas e como
prova para o futuro.
• Bons Espíritos que me protegeis,
dai-me forças para suportá-la sem
lamentos. Fazei que ela me seja um
aviso salutar; que me acresça a
experiência; que abata em mim o
orgulho, a ambição, a tola vaidade e
o egoísmo, e que contribua assim
para o meu adiantamento.
Estou vendo o amor de
Deus no que esta
acontecendo comigo agora?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Divulgador do Espiritismo
 
Suicídio - Dor dos dois lados da vida
Suicídio - Dor dos dois lados da vidaSuicídio - Dor dos dois lados da vida
Suicídio - Dor dos dois lados da vida
Ricardo Azevedo
 
Sono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismo
Sono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismoSono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismo
Sono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismo
Deborah Oliver
 
AULA- Lei do trabalho
AULA- Lei do trabalhoAULA- Lei do trabalho
AULA- Lei do trabalho
Harleyde Santos
 
O passe espirita
O passe espiritaO passe espirita
O passe espirita
carlos freire
 
Cuidar do Corpo e do Espírito
Cuidar do Corpo e do EspíritoCuidar do Corpo e do Espírito
Cuidar do Corpo e do Espírito
CEENA_SS
 
2.9.4 Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos
2.9.4   Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos2.9.4   Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos
2.9.4 Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos
Marta Gomes
 
Afabilidade e doçura
Afabilidade e doçuraAfabilidade e doçura
Afabilidade e doçura
Lorena Dias
 
Evangeliza - Diferentes categorias de mundos habitados
Evangeliza - Diferentes categorias de mundos habitadosEvangeliza - Diferentes categorias de mundos habitados
Evangeliza - Diferentes categorias de mundos habitados
Antonino Silva
 
Finalidade Da EncarnaçãO
Finalidade Da EncarnaçãOFinalidade Da EncarnaçãO
Finalidade Da EncarnaçãO
Grupo Espírita Cristão
 
ESQUECIMENTO DO PASSADO
ESQUECIMENTO DO PASSADOESQUECIMENTO DO PASSADO
ESQUECIMENTO DO PASSADO
Jorge Luiz dos Santos
 
Palestra Espírita - Missão dos espíritas
Palestra Espírita - Missão dos espíritasPalestra Espírita - Missão dos espíritas
Palestra Espírita - Missão dos espíritas
Divulgador do Espiritismo
 
Aula o perispirito
Aula o perispiritoAula o perispirito
Aula o perispirito
duadv
 
Provas da existencia sobrevivencia do espirito
Provas da existencia sobrevivencia do  espiritoProvas da existencia sobrevivencia do  espirito
Provas da existencia sobrevivencia do espirito
Graça Maciel
 
2.3.1 - A alma depois da morte
2.3.1 - A alma depois da morte2.3.1 - A alma depois da morte
2.3.1 - A alma depois da morte
Marta Gomes
 
Roteiro 5 diferentes categorias de mundos habitados
Roteiro 5   diferentes categorias de mundos habitadosRoteiro 5   diferentes categorias de mundos habitados
Roteiro 5 diferentes categorias de mundos habitados
Bruno Cechinel Filho
 
O PENSAMENTO Uma abordagem espírita
O PENSAMENTO Uma abordagem espíritaO PENSAMENTO Uma abordagem espírita
O PENSAMENTO Uma abordagem espírita
Jorge Luiz dos Santos
 
Desencarnes Coletivos
Desencarnes Coletivos  Desencarnes Coletivos
Desencarnes Coletivos
Ponte de Luz ASEC
 
06 perespirito e mediunidade
06   perespirito e mediunidade06   perespirito e mediunidade
06 perespirito e mediunidade
carlos freire
 
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMOMEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
Jorge Luiz dos Santos
 

Mais procurados (20)

Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
Palestra Espírita - Ação da prece (transmissão do pensamento)
 
Suicídio - Dor dos dois lados da vida
Suicídio - Dor dos dois lados da vidaSuicídio - Dor dos dois lados da vida
Suicídio - Dor dos dois lados da vida
 
Sono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismo
Sono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismoSono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismo
Sono & sonhos ; sonhos; ESDE; espiritismo
 
AULA- Lei do trabalho
AULA- Lei do trabalhoAULA- Lei do trabalho
AULA- Lei do trabalho
 
O passe espirita
O passe espiritaO passe espirita
O passe espirita
 
Cuidar do Corpo e do Espírito
Cuidar do Corpo e do EspíritoCuidar do Corpo e do Espírito
Cuidar do Corpo e do Espírito
 
2.9.4 Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos
2.9.4   Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos2.9.4   Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos
2.9.4 Anjos guardiaes, espiritos protetores, familiares ou simpaticos
 
Afabilidade e doçura
Afabilidade e doçuraAfabilidade e doçura
Afabilidade e doçura
 
Evangeliza - Diferentes categorias de mundos habitados
Evangeliza - Diferentes categorias de mundos habitadosEvangeliza - Diferentes categorias de mundos habitados
Evangeliza - Diferentes categorias de mundos habitados
 
Finalidade Da EncarnaçãO
Finalidade Da EncarnaçãOFinalidade Da EncarnaçãO
Finalidade Da EncarnaçãO
 
ESQUECIMENTO DO PASSADO
ESQUECIMENTO DO PASSADOESQUECIMENTO DO PASSADO
ESQUECIMENTO DO PASSADO
 
Palestra Espírita - Missão dos espíritas
Palestra Espírita - Missão dos espíritasPalestra Espírita - Missão dos espíritas
Palestra Espírita - Missão dos espíritas
 
Aula o perispirito
Aula o perispiritoAula o perispirito
Aula o perispirito
 
Provas da existencia sobrevivencia do espirito
Provas da existencia sobrevivencia do  espiritoProvas da existencia sobrevivencia do  espirito
Provas da existencia sobrevivencia do espirito
 
2.3.1 - A alma depois da morte
2.3.1 - A alma depois da morte2.3.1 - A alma depois da morte
2.3.1 - A alma depois da morte
 
Roteiro 5 diferentes categorias de mundos habitados
Roteiro 5   diferentes categorias de mundos habitadosRoteiro 5   diferentes categorias de mundos habitados
Roteiro 5 diferentes categorias de mundos habitados
 
O PENSAMENTO Uma abordagem espírita
O PENSAMENTO Uma abordagem espíritaO PENSAMENTO Uma abordagem espírita
O PENSAMENTO Uma abordagem espírita
 
Desencarnes Coletivos
Desencarnes Coletivos  Desencarnes Coletivos
Desencarnes Coletivos
 
06 perespirito e mediunidade
06   perespirito e mediunidade06   perespirito e mediunidade
06 perespirito e mediunidade
 
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMOMEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
 

Semelhante a Por que comigo

Slide 1
Slide 1Slide 1
Slide 1
VisualBee.com
 
A IMPORTANCIA DA DOR
A  IMPORTANCIA DA DORA  IMPORTANCIA DA DOR
A IMPORTANCIA DA DOR
Fatima Carvalho
 
Os Mensageiros - A vida no Mundo espiritual Cap 06
Os Mensageiros - A vida no Mundo espiritual Cap 06Os Mensageiros - A vida no Mundo espiritual Cap 06
Os Mensageiros - A vida no Mundo espiritual Cap 06
Patricia Farias
 
A dor.pptx
A dor.pptxA dor.pptx
A dor.pptx
M.R.L
 
O problema do ser do destino e da dor !
O problema do ser do destino e da dor !O problema do ser do destino e da dor !
O problema do ser do destino e da dor !
Leonardo Pereira
 
Bem aventurados os aflitos
Bem aventurados os aflitosBem aventurados os aflitos
Bem aventurados os aflitos
CEENA_SS
 
O porque da dor!!!
O porque da dor!!!O porque da dor!!!
O porque da dor!!!
Izabel Cristina Fonseca
 
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?
Marcelo Suster
 
Motivos de resignação
Motivos de resignaçãoMotivos de resignação
Motivos de resignação
Ponte de Luz ASEC
 
A felicidade nao e deste mundo.
A felicidade nao e deste mundo.A felicidade nao e deste mundo.
A felicidade nao e deste mundo.
LUCAS CANAVARRO
 
Reencarnação, objetivo, justiça e escolha das provas
Reencarnação, objetivo, justiça e escolha das provasReencarnação, objetivo, justiça e escolha das provas
Reencarnação, objetivo, justiça e escolha das provas
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Aula 12 curso básico aliança espírita evangélica
Aula 12 curso básico aliança espírita evangélicaAula 12 curso básico aliança espírita evangélica
Aula 12 curso básico aliança espírita evangélica
Denise Tofoli
 
A felicidade segundo_jesus
A felicidade segundo_jesusA felicidade segundo_jesus
A felicidade segundo_jesus
iceanapolis
 
Auto perdão = felicidade sem culpa
Auto perdão = felicidade sem culpaAuto perdão = felicidade sem culpa
Auto perdão = felicidade sem culpa
Lisete B.
 
A cura e auto cura 2
A cura e auto cura 2A cura e auto cura 2
A cura e auto cura 2
Marcel Jefferson Gonçalves
 
Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos
Clair Bianchini
 
Causas anteriores das aflições
Causas anteriores das afliçõesCausas anteriores das aflições
Causas anteriores das aflições
Marcos Antônio Alves
 
Felicidade E Infelicidade Relativa
Felicidade E  Infelicidade  RelativaFelicidade E  Infelicidade  Relativa
Felicidade E Infelicidade Relativa
Sergio Menezes
 
Para que serve a dor
Para que serve a dorPara que serve a dor
Para que serve a dor
Lisete B.
 
Porque adoecemos para nos curar
Porque adoecemos para nos curarPorque adoecemos para nos curar
Porque adoecemos para nos curar
M.R.L
 

Semelhante a Por que comigo (20)

Slide 1
Slide 1Slide 1
Slide 1
 
A IMPORTANCIA DA DOR
A  IMPORTANCIA DA DORA  IMPORTANCIA DA DOR
A IMPORTANCIA DA DOR
 
Os Mensageiros - A vida no Mundo espiritual Cap 06
Os Mensageiros - A vida no Mundo espiritual Cap 06Os Mensageiros - A vida no Mundo espiritual Cap 06
Os Mensageiros - A vida no Mundo espiritual Cap 06
 
A dor.pptx
A dor.pptxA dor.pptx
A dor.pptx
 
O problema do ser do destino e da dor !
O problema do ser do destino e da dor !O problema do ser do destino e da dor !
O problema do ser do destino e da dor !
 
Bem aventurados os aflitos
Bem aventurados os aflitosBem aventurados os aflitos
Bem aventurados os aflitos
 
O porque da dor!!!
O porque da dor!!!O porque da dor!!!
O porque da dor!!!
 
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?
Palestra Depressão: Doença Física ou Espiritual?
 
Motivos de resignação
Motivos de resignaçãoMotivos de resignação
Motivos de resignação
 
A felicidade nao e deste mundo.
A felicidade nao e deste mundo.A felicidade nao e deste mundo.
A felicidade nao e deste mundo.
 
Reencarnação, objetivo, justiça e escolha das provas
Reencarnação, objetivo, justiça e escolha das provasReencarnação, objetivo, justiça e escolha das provas
Reencarnação, objetivo, justiça e escolha das provas
 
Aula 12 curso básico aliança espírita evangélica
Aula 12 curso básico aliança espírita evangélicaAula 12 curso básico aliança espírita evangélica
Aula 12 curso básico aliança espírita evangélica
 
A felicidade segundo_jesus
A felicidade segundo_jesusA felicidade segundo_jesus
A felicidade segundo_jesus
 
Auto perdão = felicidade sem culpa
Auto perdão = felicidade sem culpaAuto perdão = felicidade sem culpa
Auto perdão = felicidade sem culpa
 
A cura e auto cura 2
A cura e auto cura 2A cura e auto cura 2
A cura e auto cura 2
 
Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos
 
Causas anteriores das aflições
Causas anteriores das afliçõesCausas anteriores das aflições
Causas anteriores das aflições
 
Felicidade E Infelicidade Relativa
Felicidade E  Infelicidade  RelativaFelicidade E  Infelicidade  Relativa
Felicidade E Infelicidade Relativa
 
Para que serve a dor
Para que serve a dorPara que serve a dor
Para que serve a dor
 
Porque adoecemos para nos curar
Porque adoecemos para nos curarPorque adoecemos para nos curar
Porque adoecemos para nos curar
 

Mais de Lisete B.

Porque melindramos
Porque melindramos Porque melindramos
Porque melindramos
Lisete B.
 
Suicidio na visão espirita
Suicidio  na visão espiritaSuicidio  na visão espirita
Suicidio na visão espirita
Lisete B.
 
Anjo da guarda
Anjo da guardaAnjo da guarda
Anjo da guarda
Lisete B.
 
Educacao sentimento
Educacao sentimentoEducacao sentimento
Educacao sentimento
Lisete B.
 
Problemas do mundo
Problemas do mundoProblemas do mundo
Problemas do mundo
Lisete B.
 
Reencarnação Existe?
Reencarnação Existe?Reencarnação Existe?
Reencarnação Existe?
Lisete B.
 
Gratidao
Gratidao  Gratidao
Gratidao
Lisete B.
 
A intolerancia em nossas vidas
A intolerancia em nossas vidasA intolerancia em nossas vidas
A intolerancia em nossas vidas
Lisete B.
 
Conhece te a ti mesmo
Conhece te a ti mesmoConhece te a ti mesmo
Conhece te a ti mesmo
Lisete B.
 
Influencias espirituais
Influencias espirituaisInfluencias espirituais
Influencias espirituais
Lisete B.
 
Vida a dois - visão espirita
Vida a dois - visão espiritaVida a dois - visão espirita
Vida a dois - visão espirita
Lisete B.
 
Ansiedade na visão espirita
Ansiedade na visão espirita Ansiedade na visão espirita
Ansiedade na visão espirita
Lisete B.
 
As curas de jesus
As curas de jesusAs curas de jesus
As curas de jesus
Lisete B.
 
Raiva
RaivaRaiva
Raiva
Lisete B.
 
Egoismo
EgoismoEgoismo
Egoismo
Lisete B.
 
Missão dos pais
Missão dos paisMissão dos pais
Missão dos pais
Lisete B.
 
Casamento na visão espirita
Casamento na visão espiritaCasamento na visão espirita
Casamento na visão espirita
Lisete B.
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
Lisete B.
 
Achamos que sabemos.ppszt
Achamos que sabemos.ppsztAchamos que sabemos.ppszt
Achamos que sabemos.ppszt
Lisete B.
 
Harmonia Psiquica
Harmonia PsiquicaHarmonia Psiquica
Harmonia Psiquica
Lisete B.
 

Mais de Lisete B. (20)

Porque melindramos
Porque melindramos Porque melindramos
Porque melindramos
 
Suicidio na visão espirita
Suicidio  na visão espiritaSuicidio  na visão espirita
Suicidio na visão espirita
 
Anjo da guarda
Anjo da guardaAnjo da guarda
Anjo da guarda
 
Educacao sentimento
Educacao sentimentoEducacao sentimento
Educacao sentimento
 
Problemas do mundo
Problemas do mundoProblemas do mundo
Problemas do mundo
 
Reencarnação Existe?
Reencarnação Existe?Reencarnação Existe?
Reencarnação Existe?
 
Gratidao
Gratidao  Gratidao
Gratidao
 
A intolerancia em nossas vidas
A intolerancia em nossas vidasA intolerancia em nossas vidas
A intolerancia em nossas vidas
 
Conhece te a ti mesmo
Conhece te a ti mesmoConhece te a ti mesmo
Conhece te a ti mesmo
 
Influencias espirituais
Influencias espirituaisInfluencias espirituais
Influencias espirituais
 
Vida a dois - visão espirita
Vida a dois - visão espiritaVida a dois - visão espirita
Vida a dois - visão espirita
 
Ansiedade na visão espirita
Ansiedade na visão espirita Ansiedade na visão espirita
Ansiedade na visão espirita
 
As curas de jesus
As curas de jesusAs curas de jesus
As curas de jesus
 
Raiva
RaivaRaiva
Raiva
 
Egoismo
EgoismoEgoismo
Egoismo
 
Missão dos pais
Missão dos paisMissão dos pais
Missão dos pais
 
Casamento na visão espirita
Casamento na visão espiritaCasamento na visão espirita
Casamento na visão espirita
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
Achamos que sabemos.ppszt
Achamos que sabemos.ppsztAchamos que sabemos.ppszt
Achamos que sabemos.ppszt
 
Harmonia Psiquica
Harmonia PsiquicaHarmonia Psiquica
Harmonia Psiquica
 

Último

Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
FernandoCavalcante48
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
marcobueno2024
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Elton Zanoni
 

Último (11)

Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
 

Por que comigo

  • 1.
  • 2. O que é Deus?
  • 3.
  • 5. Estou aqui no Espiritismo... Eu pratico caridade... Estou tentando me modificar
  • 6.
  • 7. Nossa conta esta no vermelho
  • 13. REVOLTA FRANCO, Divaldo Pereira. Espírito e Vida. Pelo Espírito Joanna de Ângelis. LEAL. Capítulo 5. • Revolta dos que não têm fé, atirando-se nos cipoais do desespero, longe da disposição de aprimoramento da alma, e revolta dos que receberam o chamado da fé, mas não foram poupados aos necessários resgates das velhas dívidas, comprometendo-se, ainda mais, nos espinheiros da reclamação injusta, em flagrante desrespeito às sábias Leis que regem a vida...
  • 14. É muito difícil fazer entender aos homens que o sofrimento é bom....
  • 15.
  • 18. Dificuldade financeira Saúde fragilizada Pessoas difíceis em nossa vida Situações para testar minha paciência Família para resgate de amor Circunstância para praticar perdão
  • 19.
  • 21. Felicidade, portanto não é ausência da dor, mas a perfeita compreensão da sua finalidade. Iluminação interior – Joanna de Angelis
  • 23.
  • 24.
  • 26. Só com a tabuada a gente não constrói um viaduto
  • 27. Mundo de Provas e Expiações Qual a diferença entre expiação e prova? Expiação: é o resgate imposto pela Justiça Divina a espíritos recalcitrantes. Prova: é o resgate escolhido por espíritos conscientes de seus débitos e necessidades.
  • 28. Como identificar o espírito em expiação? Geralmente é o indivíduo que não aceita seus sofrimentos, as situações difíceis que enfrenta, rebelando-se. Atravessa a existência a reclamar do peso de sua cruz. E o espírito em provação? Podemos identificá-lo como aquele indivíduo que enfrenta as atribulações da existência de forma equilibrada, aceitando-as sem murmúrios. Como um aluno que se submete a exame, tenta fazer o melhor, habilitando- se a estágio superior.
  • 29. O CONSOLADOR – QUESTÃO 240 – De algum modo, pode-se conceber a felicidade na Terra? • Se todo espírito tem consigo a noção da felicidade; é sinal que ela existe e espera as almas em alguma parte. Tal como sonhada pelo homem do mundo, porém, a felicidade não pode existir, por enquanto, na face do orbe, porque, em sua generalidade, as criaturas humanas se encontram intoxicadas e não sabem contemplar a grandeza das paisagens exteriores que as cercam no planeta. Contudo, importa observar que é no globo terrestre que a criatura edifica as bases da sua ventura real, pelo trabalho e pelo sacrifício, a caminho das mais sublimes aquisições para o mundo divino de sua consciência.
  • 30.
  • 31. Auto exame - O que preciso aprender com esta experiência? - Que lições a vida está tentando me ensinar? - O que preciso modificar na minha vida? - Como me relaciono com Deus, com o próximo e comigo mesmo?
  • 32. 1. É necessário sofrer para adquirir e conquistar. 2. É necessário a dor para despertar sentimentos adormecidos. 3. A tristeza e o sofrimento fazem-nos ver, ouvir, sentir mil coisas... Delicadas ou fortes, que o homem feliz não pode perceber. 4. A dor tem ação benfazeja para quem sabe compreendê-la, mas somente podem compreendê-la aqueles que sentiram seus poderosos efeitos. 5. A dor é como uma asa dada a uma alma escravizada pela carne; para ajudá-la a desprender-se e a elevar-se mais alto. 6. A dor física produz sensações... O sofrimento moral traz sentimentos.
  • 33. • Se nas horas de provação, soubéssemos observar o trabalho interno, a ação misteriosa da dor em nós, em nosso “EU”, em nossa consciência, compreenderíamos melhor a obra sublime de educação e aperfeiçoamento.
  • 34. Chico e Emmanuel  Chico triste, chegava Emmanuel e dizia, vamos aos bairros pobres ajudar os sofredores.  Mas você não esta vendo que estou mal?  Quando saímos da nossa casquinha e vamos em direção ao outro, a dor do outro te cura.  A gente percebe que não estamos sofrendo sozinhos.
  • 35. • ESE – 31 -Prece. – Meu Deus, és soberanamente justo; todo sofrimento, neste mundo, há, pois, de ter a sua causa e a sua utilidade. Aceito a aflição que acabo de experimentar, como expiação de minhas faltas passadas e como prova para o futuro. • Bons Espíritos que me protegeis, dai-me forças para suportá-la sem lamentos. Fazei que ela me seja um aviso salutar; que me acresça a experiência; que abata em mim o orgulho, a ambição, a tola vaidade e o egoísmo, e que contribua assim para o meu adiantamento.
  • 36. Estou vendo o amor de Deus no que esta acontecendo comigo agora?

Notas do Editor

  1. Tem tanta familia por ai... Porque a minha? Tem 120 121 122 mas justamente na minha casa