SlideShare uma empresa Scribd logo
Professor Fábio Oisiovici - Química
Tema : Classificaçãoe Propriedadesda Matéria
Parte 1: Treinamento Bahiana, Estaduais, UNIFACS, UNIME, FTC e outros vestibulares
1. Considere as figuras a seguir, em que cada esfera representa um átomo.
As figuras mais adequadas para representar, respectivamente, uma mistura de compostos
moleculares e uma amostra da substância nitrogênio são
a) III e II.
b) IV e III.
c) IV e I.
d) V e II.
e) V e I.
2. Quando começaram a ser produzidos em larga escala, em meados do século XX, objetos
de plástico eram considerados substitutos de qualidade inferior para objetos feitos de outros
materiais. Com o tempo, essa concepção mudou bastante. Por exemplo, canecas eram feitas
de folha de flandres, uma liga metálica, mas, hoje, também são feitas de louça ou de plástico.
Esses materiais podem apresentar vantagens e desvantagens para sua utilização em canecas,
como as listadas a seguir:
I. ter boa resistência a impactos, mas não poder ser levado diretamente ao fogo;
II. poder ser levado diretamente ao fogo, mas estar sujeito a corrosão;
III. apresentar pouca reatividade química, mas ter pouca resistência a impactos.
Os materiais utilizados na confecção de canecas os quais apresentam as propriedades I, II e III
são, respectivamente,
a) metal, plástico, louça.
b) metal, louça, plástico.
c) louça, metal, plástico.
d) plástico, louça, metal.
e) plástico, metal, louça.
3. Na obra O poço do Visconde, de Monteiro Lobato, há o seguinte diálogo entre o Visconde
de Sabugosa e a boneca Emília:
- Senhora Emília, explique-me o que é hidrocarboneto.
A atrapalhadeira não se atrapalhou e respondeu:
- São misturinhas de uma coisa chamada hidrogênio com outra coisa chamada carbono. Os
carocinhos de um se ligam aos carocinhos de outro.
Nesse trecho, a personagem Emília usa o vocabulário informal que a caracteriza. Buscando-se
uma terminologia mais adequada ao vocabulário utilizado em Química, devem-se substituir as
expressões “misturinhas”, “coisa” e “carocinhos”, respectivamente, por:
a) compostos, elemento, átomos.
b) misturas, substância, moléculas.
c) substâncias compostas, molécula, íons.
d) misturas, substância, átomos.
e) compostos, íon, moléculas.
4. O rótulo de um frasco contendo determinada substância X traz as seguintes informações:
Propriedade Descrição ou valor
Cor Incolor
Inflamabilidade Não inflamável
Odor Adocicado
Ponto de Fusão 23 C 
Ponto de ebulição a 1atm 77 C
Densidade a 25 C 3
1,59 cm
Solubilidade em água a 25 C 0,1g 100 g de 2H O
a) Considerando as informações apresentadas no rótulo, qual é o estado físico da substância
contida no frasco, a 1atm e 25 C? Justifique.
b) Em um recipiente, foram adicionados, a 25 C, 56,0 g da substância X e 200,0 g de água.
Determine a massa da substância X que não se dissolveu em água. Mostre os cálculos.
c) Complete o esquema da página de resposta, representando a aparência visual da mistura
formada pela substância X e água quando, decorrido certo tempo, não for mais observada
mudança visual. Justifique.
Dado: densidade da água a 3
25 C 1,00 g cm 
5. Sonda espacial detecta sal de cozinha em lua de Saturno
A análise da composição química do anel mais externo de Saturno revelou a presença de 98 %
de água, 1 % de cloreto de sódio, 0,5 % de bicarbonato de sódio e 0,5 % de outros materiais.
Essas substâncias, que formam o anel, são lançadas ao espaço por gêiseres presentes em
uma das luas de Saturno, chamada Encélado, que possui superfície coberta de gelo. Essa
descoberta permite supor que haja água salgada nessa lua, ou seja, que haja um oceano
líquido sob o gelo da sua superfície.
Adaptação Folha de S. Paulo
Usando as informações acima, é correto afirmar que, em Encélado,
a) a existência do oceano líquido é uma hipótese possível, pois um sal solúvel só forma uma
mistura homogênea com a água, quando ela está líquida.
b) a existência do oceano somente poderá ser verdadeira, se for comprovado que é formado
unicamente pela substância composta água.
c) o cloreto de sódio é insolúvel em água, em quaisquer condições de pressão e temperatura
existentes na lua de Saturno.
d) o bicarbonato de sódio, que tem fórmula NaHCO3, é um óxido.
e) a hipótese de que o anel possa ser formado por vapor de água proveniente do derretimento
do gelo, em consequência do calor das erupções dos gêiseres, deve ser totalmente
descartada.
6. Quando dois ou mais metais, no estado líquido, são miscíveis, dizemos que constituem
uma liga metálica, podendo ter composição porcentual, em massa, variável. Como exemplo,
tem-se o bronze, liga de cobre e estanho, usado na manufatura de um sino que contém 80 %
de cobre e 20 % de estanho e de uma fechadura contendo 90 % de cobre e 10 % de estanho.
Com as informações acima, fazem-se as afirmações.
I. O bronze, por não ter composição fixa, não é representado por fórmula química.
II. Se o sino for de meia tonelada, a massa de cobre é de 400 kg.
III. Se, na fechadura, houver 20 g de estanho, então a quantidade de bronze, nela, é de 200 g.
IV. Na obtenção de ligas metálicas, deve haver a evaporação dos metais que a compõem.
Estão corretas as afirmações
a) I e III, somente.
b) I, II e III, somente.
c) II e III, somente.
d) I, II e IV, somente.
e) I, II, III e IV.
7. Quimicamente falando, não se deve tomar água .................., mas apenas água ...................
. A água .................. inúmeros sais, por exemplo, o cloreto de .................., o mais abundante na
água do mar. Em regiões litorâneas, ameniza variações bruscas de temperatura, graças à sua
capacidade de armazenar grande quantidade de energia térmica, o que se deve ao seu alto
..................... . Na forma de suor, sua evaporação abaixa a temperatura do corpo humano, para
o que contribui seu elevado .................... .
Completa-se corretamente o texto, obedecendo-se a ordem em que as lacunas aparecem, por:
a) pura, potável, dissolve, sódio, calor específico, calor de vaporização.
b) de poço, pura, dissolve, magnésio, calor específico, calor de vaporização.
c) destilada, potável, dilui, sódio, calor de vaporização, calor específico.
d) de poço, destilada, dissolve, magnésio, calor de vaporização, calor específico.
e) pura, destilada, dilui, sódio, calor de vaporização, calor específico.
8. A substância W é um sólido peculiar, apresenta baixa dureza e boa condutibilidade elétrica.
Pela sua baixa resistência ao atrito é utilizada como lubrificante de rolamentos e de
engrenagens. Tem também aplicação como eletrodos de aparatos elétricos, como nas pilhas
comuns e alcalinas. Entretanto, não é maleável, nem dúctil, não podendo ser moldada na
forma de fios flexíveis.
A substância X é líquida à temperatura ambiente e não conduz corrente elétrica nessas
condições. Solubiliza-se muito bem em água, sendo essa solução condutora de eletricidade e
usualmente encontrada em cozinhas. É muito utilizada na indústria química, principalmente em
reações de esterificação.
A substância Y apresenta ponto de fusão muito elevado, acima de 1000°C. É isolante no estado
sólido, porém boa condutora depois de fundida. É extraída de um minério bastante abundante
na crosta terrestre, sendo matéria prima para a obtenção de um metal resistente e de baixa
densidade. Diversos materiais presentes no nosso cotidiano são constituídos por esse metal
que, apesar de ser muito reativo, apresenta baixa taxa de corrosão.
A substância Z é também um sólido com alto ponto de fusão. Entretanto, é excelente condutora
de corrente elétrica no estado sólido. Por ser maleável e dúctil, apresenta uma série de
aplicações em nosso cotidiano, tanto na forma pura, como na composição do bronze, latão e
ouro para joalheria.
Conforme as descrições acima, as substâncias W, X, Y e Z são, respectivamente,
a) ouro, álcool, óxido de alumínio e cobre.
b) grafite, ácido acético, dióxido de titânio e ouro.
c) cobre, cloreto de hidrogênio, dióxido de titânioe zinco.
d) ouro, álcool, óxido de alumínio e zinco.
e) grafite, ácido acético, óxido de alumínio e cobre.
9. À temperatura ambiente, uma substância simples sólida, uma substância composta gasosa
e uma solução podem ser representadas, respectivamente, por:
a) Fe, NaCℓ e CO
b) H2, NH3 e NaCℓ
c) O2, CO2 e C grafite
d) Hg, KI e H2SO4 (diluído)
e) Au, CO2 e água mineral
10. A dureza de um mineral reflete a resistência deste ao risco. Uma das escalas utilizadas
para verificar a dureza de um mineral é a escala de Mohs.
De acordo com essa escala, é INCORRETO afirmar que:
a) o diamante é o mineral mais duro.
b) apenas o coríndon risca o diamante.
c) a apatita é riscada pelo quartzo.
d) o topázio e a fluorita riscam a calcita.
e) o mineral menos duro é o talco.
11. Três variedades alotrópicas do carbono são diamante, grafita e fulereno. As densidades
dessas substâncias, não necessariamente na ordem apresentada, são: 3,5; 1,7 e 2,3g/cm3.
Com base nas distâncias médias entre os átomos de carbono, escolha a densidade adequada
e calcule o volume ocupado por um diamante de 0,175 quilate. Esse volume, em cm3, é igual a
Dados:
Distância média entre os átomos de carbono, em nanômetro (10-9m)
diamante...........................0,178
fulereno.............................0,226
grafita................................0,207
1 quilate = 0,20g
a) 0,50 × 10-2
b) 1,0 × 10-2
c) 1,5 × 10-2
d) 2,0 × 10-2
e) 2,5 × 10-2
12. Certo frasco de soro fisiológico vendido nas farmácias contém a seguinte informação:
"Cada 100 mL de solução contém: Cloreto de sódio 0,90 g; Água destilada qsp 100 mL. Não
contém conservantes."
Para saber se a solução foi fraudada pela utilização de quantidade idêntica de sal de cozinha e
água de consumo público em vez de cloreto de sódio puro e água destilada, pode-se
a) destilar o solvente e testar a sua condutibilidade elétrica.
b) acrescentar ácido clorídrico e observar se há forte efervescência.
c) gotejá-la sobre o papel de tornassol vermelho e verificar se há mudança de cor.
d) acrescentar gotas de solução de nitrato de prata e observar se há precipitação.
e) verificar se a temperatura de fusão do resíduo de evaporação da solução corresponde à do
NaCℓ puro.
13. As proposições a seguir foram formuladas por um estudante, após o estudo de
substâncias puras e misturas.
I. O leite puro não pode ser representado por fórmula molecular porque é uma mistura de
várias substâncias.
II. Como se trata de substância pura, o álcool anidro apresenta ponto de ebulição e densidade
característicos.
III. A água mineral é substância pura de composição definida.
IV. O ar empoeirado é mistura heterogênea sólido + gás.
V. Por ser substância pura, o café coado não pode ser submetido a processos de
fracionamento de misturas.
Quantas proposições estão corretas?
a) 1
b) 2
c) 3
d) 4
e) 5
14. Assinale a alternativa na qual todas as substâncias são simples e gasosas, à temperatura
ambiente.
a) F2, N2, CO
b) H2O, CO2, C2H2Cℓ2
c) Ag, Cu, Pb
d) O3, H2, He
e) N2, NH3, N2O
15. Relativamente às substâncias moleculares esquematizadas na figura, podemos afirmar
que:
a) todas são compostas.
b) todas são moléculas monoatômicas.
c) todas são formadas por átomos que possuem o mesmo número atômico.
d) somente uma delas é formada por átomos de elementos químicos diferentes.
e) somente uma delas é formada por átomos de mesmo elemento químico.
16. Comparando as situações INICIAL e FINAL nos sistemas I, II e III, observa-se:
a) a ocorrência de um fenômeno químico no sistema I.
b) a formação de uma mistura no sistema II.
c) uma mudança de estado no sistema III.
d) a formação de uma mistura no sistema I.
e) a ocorrência de um fenômeno químico no sistema II.
17. Relativamente às substâncias O2 e O3, é INCORRETO afirmar que:
a) à temperatura ambiente, são gases.
b) O3 é chamada de ozone.
c) formam uma mistura homogênea, se forem colocadas num mesmo recipiente.
d) enquanto uma é inodora, a outra tem odor característico.
e) são formadas por átomos de elementos químicos diferentes.
18. Certas propagandas recomendam determinados produtos, destacando que são saudáveis
por serem naturais, isentos de QUÍMICA.
Um aluno atento percebe que essa afirmação é:
a) verdadeira, pois o produto é dito natural porque não é formado por substâncias químicas.
b) falsa, pois as substâncias químicas são sempre benéficas.
c) verdadeira, pois a Química só estuda materiais artificiais.
d) enganosa, pois confunde o leitor, levando-o a crer que "química" significa não saudável,
artificial.
e) verdadeira, somente se o produto oferecido não contiver água.
19. É característica de substância pura:
a) ser solúvel em água.
b) ter constantes físicas definidas.
c) ter ponto de fusão e ponto de ebulição variáveis.
d) sofrer combustão.
e) ser sólida à temperatura ambiente.
20. Um sistema contendo uma mistura:
a) nunca pode ser monofásico.
b) é sempre monofásico.
c) pode apresentar uma ou mais fases.
d) é sempre polifásico.
e) é monofásico se for formado por líquidos imiscíveis.
21. I - água (ℓ) e água(s).
II - gás oxigênio.
III - etanol e areia.
IV - gás carbônico e gás hidrogênio.
Relativamente aos sistemas acima, podemos afirmar que existe uma:
a) substância pura em I.
b) substância composta em II.
c) mistura monofásica em III.
d) mistura bifásica em IV.
e) mistura que pode ser separada por decantação em IV.
22. "Oxigênio, essencial nas reações de combustão e ozone, agente bactericida no
tratamento da água e desodorização de ambientes fechados exemplificam o fenômeno
chamado de ...(I)... São substâncias ...(II)... formadas por átomos de um mesmo elemento
químico com número atômico ...(III)...".
Para completar corretamente a afirmação, I, II e III devem ser substituídos, respectivamente,
por
a) alotropia - simples - 8
b) isobaria - compostas - 16
c) isomeria - iônicas - 18
d) isoformismo - moleculares - 18
e) tautomeria - orgânicas - 32
23. Constitui um sistema heterogêneo a mistura formada de:
a) cubos de gelo e solução aquosa de açúcar (glicose).
b) gases N2 e CO2.
c) água e acetona.
d) água e xarope de groselha.
e) querosene e óleo diesel.
24. Em garimpos onde o ouro é encontrado em pó, para separá-lo da areia acrescenta-se
mercúrio líquido que forma liga metálica com o ouro. Para separar os metais, a liga é aquecida
até a evaporação completa do mercúrio. Esse procedimento é possível porque dos dois metais,
o mercúrio tem
a) menor densidade.
b) menor massa molar.
c) menor temperatura de ebulição.
d) maior temperatura de fusão.
e) maior volume molar.
25. Dadas amostras dos seguintes materiais:
I. cloro gasoso
II. ar atmosférico
III. latão
IV. diamante
representam substâncias puras
a) I e II
b) I e III
c) I e IV
d) II e III
e) III e IV
26. Bronze, "gelo seco" e diamante são, respectivamente, exemplos de:
a) mistura, substância simples e substância composta.
b) mistura, substância composta e substância simples.
c) substância composta, mistura e substância simples.
d) substância composta, substância simples e mistura.
e) substância simples, mistura e substância composta.
27. Ar
Iodo
Gás carbônico
Latão
Naftaleno
Ouro 18 quilates
Se esses materiais forem classificados em substâncias puras e misturas, pertencerão ao grupo
das substâncias puras:
a) ar, gás carbônico e latão.
b) iodo, ouro 18 quilates e naftaleno.
c) gás carbônico, latão e iodo.
d) ar, ouro 18 quilates e naftaleno.
e) gás carbônico, iodo e naftaleno.
Parte 2: Treinamento ENEM
28. A água potável é a água que pode ser consumida sem riscos à saúde. Ela preenche todos
os requisitos de natureza física, química e biológica, seguindo os padrões estabelecidos pela
legislação nacional e internacional. Por isso, deve-se, de preferência, utilizar a água tratada. A
diferença entre água contaminada e poluída é que a poluída apresenta alterações como:
cheiro, turbidez, cor ou sabor. Normalmente, essas alterações são consequências da
contaminação química, geralmente devido à presença de substâncias, como: elementos
estranhos ou tóxicos.
Comparando as características da água potável com as características da água poluída,
A) nota-se semelhança nas propriedades organolépticas.
B) verifica-se que ambos os “tipos” de água fervem em uma temperatura diferente da água
destilada.
C) possuem a mesma composição química.
D) encontram-se, nas condições ambiente, em diferentes estados físicos.
E) verifica-se a presença dos mesmos agentes biológicos.
29. Mercúrio utilizado no garimpo causa contaminação no solo e em pessoas
Exploração de ouro na Serra Pelada durante a década de 80 ficou marcada pelas graves
consequências causadas pela utilização desta substância.
O mercúrio é utilizado no processo de garimpagem em sua forma líquida para atrair o ouro
diluído em um determinado solo, formando uma liga entre as substâncias. Essa liga é
queimada, o mercúrio evapora deixando apenas o ouro em seu estado bruto. A contaminação
com a substância pode ocorrer de forma direta, por inalação, ou indireta após sua precipitação
no solo. A combinação do mercúrio precipitado com compostos orgânicos do solo forma a
substância metilmercúrio, altamente danosa.
(http://redeglobo.globo.com/globoecologia/noticia/2013/09/mercurio-utilizado-no-garimpo-causa-contaminacao-no-solo-
e-em-pessoas.html )
Durante o manuseio do mercúrio, no processo de obtenção do ouro na forma bruta,
A) o mercúrio presente na amálgama formada é submetido a uma transformação que não
altera a constituição da matéria.
B) o metilmercúrio se acumula na cadeia alimentar momentaneamente pois logo após é
eliminado dos organismos animais e vegetais.
C) ocorre a contaminação dos seres humanos exclusivamente por inalação.
D) formam-se exclusivamente substâncias simples, aquelas constituídas por um só elemento.
E) a amálgama gasosa forma com o ar uma mistura com mais de uma fase.
30. O sangue é uma mistura de células e plasma. O coração bombeia o sangue pelas artérias,
vasos capilares e veias para fornecer oxigênio e nutrientes a todas as células do corpo. Ele
transporta os dejetos das reações que acontecem nas células.
Qual das misturas a seguir tem a mesma classificação que o sangue quanto a quantidade de
aspectos determinados quando se analisa com um microscópio?
A) água destilada.
B) ar atmosférico.
C) água mineral.
D) soro fisiológico.
E) neblina.
31. O ozônio embora benéfico na estratosfera, onde forma uma camada protetora contra
efeitos danosos da radiação ultravioleta, tem efeitos tóxicos nas camadas mais baixas da
atmosfera, por afetar diretamente os seres vivos. O ozônio tem alto poder oxidativo e, por isso,
é muito tóxico às plantas, podendo causar danos consideráveis às espécies vegetais nativas e
culturas agrícolas. Este poluente atmosférico é formado por reações químicas na atmosfera, a
partir de precursores como os hidrocarbonetos e óxidos de nitrogênio emitidos por processos
de combustão, principalmente industriais ou veiculares.
Os precursores da substância que causa o problema citado acima são exemplos de matéria
A) classificados como substância simples, pois são formados por um único elemento químico.
B) que, quando misturados a 25◦C e 1,0 atm, formam um sistema que apresenta uma só fase.
C) classificados individualmente como mistura, devido ao fato de apresentarem em suas
moléculas dois elementos químicos.
D) produzidos na atmosfera por fenômenos físicos.
E) que, quando misturados a 25◦C e 1,0 atm, formam um sistema que é classificado como um
coloide.
32. Para obter melhores resultados do seu gargarejo, os médicos aconselham que as pessoas
dissolvam meia colher de chá de sal em um copo cheio de água morna, e façam gargarejo com
a solução por alguns segundos antes de cuspi-la. Segundo os médicos, a solução salina pode
tirar o excesso de fluidos dos tecidos inflamados na garganta, fazendo-os doer menos. O
gargarejo também solta o muco espesso, aliviando a respiração. E se o muco vai embora, vão
embora também substâncias irritantes como alérgenos, bactérias e fungos da garganta.
(http://hypescience.com/gargarejo-com-agua-e-sal-pode-ser-o-melhor-remedio-para-o-resfriado/ acessadodia
01/03/2015)
A receita caseira usada para aliviar o resfriado apresenta em relação a água pura,
A) as mesmas propriedades organolépticas.
B) a mesma massa por unidade de volume.
C) menor quantidade de íons Na+ e Cl-.
D) o mesmo número de componentes.
E) a mesma quantidade de fases.
33. A característica do mercúrio que mais chama a atenção é o seu estado físico líquido a
temperatura e pressão ambiente, sendo o único metal com semelhante propriedade. Só outro
elemento químico, o gálio (Ga), se assemelha conseguindo ser um metal líquido a partir de
310C à pressão de uma atmosfera.
A tabela abaixo apresenta algumas propriedades do mercúrio e de alguns dos seus compostos.
Na tabela, o elemento e seus compostos são caracterizados
A) apenas por propriedades organolépticas.
B) por propriedades que estão relacionadas com a maneira como o elemento e seus
compostos reagem.
C) através de propriedades que não variam com a quantidade da amostra.
D) por propriedades que apresentam o mesmo valor independente da pressão local.
E) por propriedades que são incapazes de indicar se uma amostra é uma substância pura ou
mistura.
34. O amálgama foi introduzido na odontologia moderna por Taveau (1826), que utilizava uma
“pasta prateada”, constituída pela simples combinação de prata e mercúrio, em restaurações
dentárias permanentes. Devido às dificuldades encontradas para a obtenção de prata
purificada, o autor passou a misturar o mercúrio com a limalha de moedas, as quais continham
prata e outros metais em sua composição, para a obtenção da pasta.
Quando se compara amálgama, cuja manipulação inadequada pode provocar cansaço,
depressão, irritabilidade, vertigens, enfraquecimento da memória, inflamações bucais, diarreia,
com a prata purificada verifica-se que a liga citada
a) é formada por átomos de um só tipo.
b) muda de estado físico a temperatura constante.
c) durante a fusão, a sua temperatura diminui.
d) apresenta um intervalo de temperatura de ebulição.
e) apresenta temperaturas de fusão e ebulição bem definidas.
35. Um número crescente da população mundial está com dificuldade em encontrar um recurso
cada vez mais escasso: água higienicamente limpa para beber. Este recurso escasso está
prestes a se tornar em um bem luxuoso.
O rótulo acima traz informações sobre uma amostra de matéria que
a) apresenta uma fórmula química.
b) possui mais de um aspecto visual.
c) apresenta massa inferior a 20 Kg.
d) quando aquecida a 180◦C obtém-se um resíduo de massa 705,4mg.
e) na sua composição verifica-se a presença de metais pesados.
36. Lama contaminada tem concentração de metais até 1.300.000% acima do normal
O rompimento de duas barragens da Samarco em Mariana, na região central de Minas,
começa a ganhar números que dão a dimensão da catástrofe ambiental. A concentração mais
preocupante é do manganês pois é um metal tóxico que, por ser mais pesado, devia estar
depositado no fundo. Pode provocar alterações nas contrações musculares, problemas ósseos,
intestinais e agravar distúrbios cardíacos. O alumínio não traz riscos para a população em
geral, mas nestas quantidades pode trazer riscos para diabéticos, pessoas com tumores ou
problemas renais crônicos. O organismo mais ácido absorve mais alumínio. Já o ferro não é
considerado tóxico.
Qual dos materiais abaixo apresenta o metal não nocivo presente na lama contaminada na sua
composição?
a) ouro-18K
b) soro fisiológico
c) kevlar
d) polietileno (plástico de sacolas )
e) aço
37. O termo dureza pode ser interpretado de, no mínimo, duas formas. Por exemplo, o termo
água foi originada em razão da dificuldade de lavagem de roupas, com águas contendo
elevada concentração de certos íons minerais. Esses íons reagem com sabões formando
precipitados e evitam a formação de espuma. Para o diamante encontrado em uma jóia, a sua
dureza indica
a) a resistência que esse material tem a choques mecânicos.
b) a resistência que o material apresenta à formação de uma marca permanente quando
pressionado por outro material.
c) baixa temperatura normal de ebulição, caracterizando assim a sua volatilidade.
d) a capacidade de ser moldado por deformação gerando lâminas e fios.
e) a presença de uma quantidade relativamente pequena de massa distribuída em um grande
volume.
Gaba b. O diamante é a substância natural de maior dureza, ou seja, maior resistência a riscos.
Gabarito:
Resposta da questão 1:
[E]
Resposta da questão 2:
[E]
Resposta da questão 3:
[A]
Resposta da questão 4:
a) De acordo com a tabela, o ponto de fusão da substância contida no frasco é 23 C  e o
ponto de ebulição é 77 C. Como 23 C  (S L) 25 C 77 C (L G),      concluímos que o
estado de agregação da substância é líquido.
b) A solubilidade da substância em água a 25 C é 0,1g 100 g de 2H O. Então:
0,1 g 2100 g (H O)
m g 2200,0 g (H O)
m 0,2 g (massa que se dissolveu de X)
Foram adicionados 56,0 g da substância X, logo 55,8 g (56,0 g 0,2 g) não dissolveu.
c) Como a 25 C a densidade da substância X é 3
1,59 g cm e este valor é maior do que a
densidade da água, que é de 3
1,00 g cm , conclui-se que X fica na parte inferior do recipiente.
Resposta da questão 5:
[A]
É correto afirmar que, em Encélado a existência do oceano líquido é uma hipótese possível,
pois um sal solúvel só forma uma mistura homogênea com a água, quando ela está líquida:
NaCl(s)
2 (l)H O
 Na+(aq) + Cl-(aq)
Resposta da questão 6:
[B]
Resposta da questão 7:
[A]
Resposta da questão 8:
[E]
Resposta da questão 9:
[E]
Resposta da questão 10:
[B]
Resposta da questão 11:
[B]
Resposta da questão 12:
[E]
Resposta da questão 13:
[C]
Resposta da questão 14:
[D]
Resposta da questão 15:
[D]
Resposta da questão 16:
[E]
Resposta da questão 17:
[E]
Resposta da questão 18:
[D]
Resposta da questão 19:
[B]
Resposta da questão 20:
[C]
Resposta da questão 21:
[A]
Resposta da questão 22:
[A]
Resposta da questão 23:
[A]
Resposta da questão 24:
[C]
Resposta da questão 25:
[C]
Resposta da questão 26:
[B]
Resposta da questão 27:
[E]
Resposta da questão 28:
[B ]
Resposta da questão 29:
[ A]
Resposta da questão 30:
[ E]
Resposta da questão 31:
[ B]
Resposta da questão 32:
[ E]
Resposta da questão 33:
[C ]
Resposta da questão 34:
[ D]
Resposta da questão 35:
[D ]
Resposta da questão 36:
[E ]
Resposta da questão 37:
[ B]

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lista geometria polaridade TERCEIRÃO SARTRE
Lista geometria polaridade TERCEIRÃO SARTRE Lista geometria polaridade TERCEIRÃO SARTRE
Lista geometria polaridade TERCEIRÃO SARTRE
Rodrigo Sampaio
 
Curso especial tema atmosfera
Curso especial  tema atmosferaCurso especial  tema atmosfera
Curso especial tema atmosfera
Fábio Oisiovici
 
mol, massa molar,etc
mol, massa molar,etcmol, massa molar,etc
mol, massa molar,etc
Fábio Oisiovici
 
Capítulo01 combustãoenem2013share
Capítulo01 combustãoenem2013shareCapítulo01 combustãoenem2013share
Capítulo01 combustãoenem2013share
Fábio Oisiovici
 
Lista radioatividade
Lista radioatividadeLista radioatividade
Lista radioatividade
Fábio Oisiovici
 
Oxidos
OxidosOxidos
Simulado enem
Simulado enem Simulado enem
Simulado enem
Fábio Oisiovici
 
ELETROQUIMICA REVISÃO ENEM
ELETROQUIMICA REVISÃO ENEMELETROQUIMICA REVISÃO ENEM
ELETROQUIMICA REVISÃO ENEM
Fábio Oisiovici
 
Nox e Reações de Óxido Redução
Nox e Reações de Óxido ReduçãoNox e Reações de Óxido Redução
Nox e Reações de Óxido Redução
Fábio Oisiovici
 
Revisão prova 1 unidade 1 ano
Revisão prova 1 unidade 1 anoRevisão prova 1 unidade 1 ano
Revisão prova 1 unidade 1 ano
Rodrigo Sampaio
 
Estequiometria simples
Estequiometria simplesEstequiometria simples
Estequiometria simples
Rodrigo Sampaio
 
Inor parte 1
Inor parte 1Inor parte 1
Inor parte 1
Fábio Oisiovici
 
Claudiacinara exercíciosrevisão 08072013_gabarito
Claudiacinara exercíciosrevisão 08072013_gabaritoClaudiacinara exercíciosrevisão 08072013_gabarito
Claudiacinara exercíciosrevisão 08072013_gabarito
ProCLAUDIA/LUCIANE MEIJON/SOARES
 
Inor parte 2
Inor parte 2Inor parte 2
Inor parte 2
Fábio Oisiovici
 
Ambienteenem
AmbienteenemAmbienteenem
Ambienteenem
Fábio Oisiovici
 
Lista 2 recuperacao
Lista 2   recuperacaoLista 2   recuperacao
Lista 2 recuperacao
Rodrigo Sampaio
 
Exercicios gerais
Exercicios geraisExercicios gerais
Exercicios gerais
SEED
 
Estudo do ferro, cobalto e cobre
Estudo do ferro, cobalto e cobreEstudo do ferro, cobalto e cobre
Estudo do ferro, cobalto e cobre
Lucas Valente
 
Pucmg2007
Pucmg2007Pucmg2007
Pucmg2007
Junior Dou
 
Estequi
EstequiEstequi

Mais procurados (20)

Lista geometria polaridade TERCEIRÃO SARTRE
Lista geometria polaridade TERCEIRÃO SARTRE Lista geometria polaridade TERCEIRÃO SARTRE
Lista geometria polaridade TERCEIRÃO SARTRE
 
Curso especial tema atmosfera
Curso especial  tema atmosferaCurso especial  tema atmosfera
Curso especial tema atmosfera
 
mol, massa molar,etc
mol, massa molar,etcmol, massa molar,etc
mol, massa molar,etc
 
Capítulo01 combustãoenem2013share
Capítulo01 combustãoenem2013shareCapítulo01 combustãoenem2013share
Capítulo01 combustãoenem2013share
 
Lista radioatividade
Lista radioatividadeLista radioatividade
Lista radioatividade
 
Oxidos
OxidosOxidos
Oxidos
 
Simulado enem
Simulado enem Simulado enem
Simulado enem
 
ELETROQUIMICA REVISÃO ENEM
ELETROQUIMICA REVISÃO ENEMELETROQUIMICA REVISÃO ENEM
ELETROQUIMICA REVISÃO ENEM
 
Nox e Reações de Óxido Redução
Nox e Reações de Óxido ReduçãoNox e Reações de Óxido Redução
Nox e Reações de Óxido Redução
 
Revisão prova 1 unidade 1 ano
Revisão prova 1 unidade 1 anoRevisão prova 1 unidade 1 ano
Revisão prova 1 unidade 1 ano
 
Estequiometria simples
Estequiometria simplesEstequiometria simples
Estequiometria simples
 
Inor parte 1
Inor parte 1Inor parte 1
Inor parte 1
 
Claudiacinara exercíciosrevisão 08072013_gabarito
Claudiacinara exercíciosrevisão 08072013_gabaritoClaudiacinara exercíciosrevisão 08072013_gabarito
Claudiacinara exercíciosrevisão 08072013_gabarito
 
Inor parte 2
Inor parte 2Inor parte 2
Inor parte 2
 
Ambienteenem
AmbienteenemAmbienteenem
Ambienteenem
 
Lista 2 recuperacao
Lista 2   recuperacaoLista 2   recuperacao
Lista 2 recuperacao
 
Exercicios gerais
Exercicios geraisExercicios gerais
Exercicios gerais
 
Estudo do ferro, cobalto e cobre
Estudo do ferro, cobalto e cobreEstudo do ferro, cobalto e cobre
Estudo do ferro, cobalto e cobre
 
Pucmg2007
Pucmg2007Pucmg2007
Pucmg2007
 
Estequi
EstequiEstequi
Estequi
 

Destaque

Estequiometriaextensivo
EstequiometriaextensivoEstequiometriaextensivo
Estequiometriaextensivo
Fábio Oisiovici
 
EQUILÍBRIO REVISÃO ENEM
EQUILÍBRIO REVISÃO ENEMEQUILÍBRIO REVISÃO ENEM
EQUILÍBRIO REVISÃO ENEM
Fábio Oisiovici
 
Simulado QUIMICA facebook
Simulado QUIMICA facebookSimulado QUIMICA facebook
Simulado QUIMICA facebook
Fábio Oisiovici
 
Gaba termo super med/exatas
Gaba termo super med/exatasGaba termo super med/exatas
Gaba termo super med/exatas
Fábio Oisiovici
 
Soluções lista
Soluções lista Soluções lista
Soluções lista
Fábio Oisiovici
 
cálculos análise
cálculos análisecálculos análise
cálculos análise
Fábio Oisiovici
 
Bioquímica questões
Bioquímica questõesBioquímica questões
Bioquímica questões
Fábio Oisiovici
 
Soluções
SoluçõesSoluções
Soluções
Fábio Oisiovici
 
DISPERSÕES REVISÃO ENEM
DISPERSÕES REVISÃO ENEMDISPERSÕES REVISÃO ENEM
DISPERSÕES REVISÃO ENEM
Fábio Oisiovici
 
polímeros exercícios
polímeros exercíciospolímeros exercícios
polímeros exercícios
Fábio Oisiovici
 
Bioquímica teoria
Bioquímica teoriaBioquímica teoria
Bioquímica teoria
Fábio Oisiovici
 
Quim04 livro-propostos
Quim04 livro-propostosQuim04 livro-propostos
Quim04 livro-propostos
Fábio Oisiovici
 
Reações orgânicas bahiana revisão
Reações orgânicas bahiana revisãoReações orgânicas bahiana revisão
Reações orgânicas bahiana revisão
Fábio Oisiovici
 
Simulado de química face
Simulado de química faceSimulado de química face
Simulado de química face
Fábio Oisiovici
 
Cálculos químicos share
Cálculos químicos shareCálculos químicos share
Cálculos químicos share
Fábio Oisiovici
 
simulado QUÍMICA
simulado QUÍMICAsimulado QUÍMICA
simulado QUÍMICA
Fábio Oisiovici
 
Gases exercícios
Gases exercíciosGases exercícios
Gases exercícios
Fábio Oisiovici
 
Radio coc share
Radio coc shareRadio coc share
Radio coc share
Fábio Oisiovici
 
cáculos com mol
cáculos com molcáculos com mol
cáculos com mol
Fábio Oisiovici
 
dupla troca share
dupla troca sharedupla troca share
dupla troca share
Fábio Oisiovici
 

Destaque (20)

Estequiometriaextensivo
EstequiometriaextensivoEstequiometriaextensivo
Estequiometriaextensivo
 
EQUILÍBRIO REVISÃO ENEM
EQUILÍBRIO REVISÃO ENEMEQUILÍBRIO REVISÃO ENEM
EQUILÍBRIO REVISÃO ENEM
 
Simulado QUIMICA facebook
Simulado QUIMICA facebookSimulado QUIMICA facebook
Simulado QUIMICA facebook
 
Gaba termo super med/exatas
Gaba termo super med/exatasGaba termo super med/exatas
Gaba termo super med/exatas
 
Soluções lista
Soluções lista Soluções lista
Soluções lista
 
cálculos análise
cálculos análisecálculos análise
cálculos análise
 
Bioquímica questões
Bioquímica questõesBioquímica questões
Bioquímica questões
 
Soluções
SoluçõesSoluções
Soluções
 
DISPERSÕES REVISÃO ENEM
DISPERSÕES REVISÃO ENEMDISPERSÕES REVISÃO ENEM
DISPERSÕES REVISÃO ENEM
 
polímeros exercícios
polímeros exercíciospolímeros exercícios
polímeros exercícios
 
Bioquímica teoria
Bioquímica teoriaBioquímica teoria
Bioquímica teoria
 
Quim04 livro-propostos
Quim04 livro-propostosQuim04 livro-propostos
Quim04 livro-propostos
 
Reações orgânicas bahiana revisão
Reações orgânicas bahiana revisãoReações orgânicas bahiana revisão
Reações orgânicas bahiana revisão
 
Simulado de química face
Simulado de química faceSimulado de química face
Simulado de química face
 
Cálculos químicos share
Cálculos químicos shareCálculos químicos share
Cálculos químicos share
 
simulado QUÍMICA
simulado QUÍMICAsimulado QUÍMICA
simulado QUÍMICA
 
Gases exercícios
Gases exercíciosGases exercícios
Gases exercícios
 
Radio coc share
Radio coc shareRadio coc share
Radio coc share
 
cáculos com mol
cáculos com molcáculos com mol
cáculos com mol
 
dupla troca share
dupla troca sharedupla troca share
dupla troca share
 

Semelhante a Classificação e Propriedades da Matéria

Exerc n3-1ºs-1-elementos químicos
Exerc n3-1ºs-1-elementos químicosExerc n3-1ºs-1-elementos químicos
Exerc n3-1ºs-1-elementos químicos
Renata Martins
 
Ômega - Módulo 1.pdf
Ômega - Módulo 1.pdfÔmega - Módulo 1.pdf
Ômega - Módulo 1.pdf
AderitoCavele
 
Acos inoxidaveis aplicacoes_e_especifica
Acos inoxidaveis aplicacoes_e_especificaAcos inoxidaveis aplicacoes_e_especifica
Acos inoxidaveis aplicacoes_e_especifica
jcjaneiro
 
Química 3ª série em[1]
Química 3ª série em[1]Química 3ª série em[1]
Química 3ª série em[1]
japquimica
 
Aços inoxidáveis duplex e super duplex obtenção e
Aços inoxidáveis duplex e super duplex   obtenção eAços inoxidáveis duplex e super duplex   obtenção e
Aços inoxidáveis duplex e super duplex obtenção e
Adelmo SEAV Ribeiro Moreira
 
Quimica geral-classificacao-periodica
Quimica geral-classificacao-periodicaQuimica geral-classificacao-periodica
Quimica geral-classificacao-periodica
helygalvaojr
 
Conceitos básicos de química - estados, mudanças, fenômenos e sistemas
Conceitos básicos de química - estados, mudanças, fenômenos e sistemasConceitos básicos de química - estados, mudanças, fenômenos e sistemas
Conceitos básicos de química - estados, mudanças, fenômenos e sistemas
Rodrigo Sampaio
 
Lista 1 2014 - propriedade dos materiais
Lista 1   2014 - propriedade dos materiaisLista 1   2014 - propriedade dos materiais
Lista 1 2014 - propriedade dos materiais
profNICODEMOS
 
Lista 35 funções inorgânicas - difícil
Lista 35   funções inorgânicas - difícilLista 35   funções inorgânicas - difícil
Lista 35 funções inorgânicas - difícil
Colegio CMC
 
Lista qui-1-geral-fenomenosmudancafases
Lista qui-1-geral-fenomenosmudancafasesLista qui-1-geral-fenomenosmudancafases
Lista qui-1-geral-fenomenosmudancafases
Hebertty Dantas
 
EXame-BioGeo702-Epoca Especial -2015.pdf
EXame-BioGeo702-Epoca Especial -2015.pdfEXame-BioGeo702-Epoca Especial -2015.pdf
EXame-BioGeo702-Epoca Especial -2015.pdf
RitaGoulartS
 
Ctic5 fichas de_avaliacao (3)
Ctic5 fichas de_avaliacao (3)Ctic5 fichas de_avaliacao (3)
Ctic5 fichas de_avaliacao (3)
liliana867102
 
Ctic5 fichas de_avaliacao (5)
Ctic5 fichas de_avaliacao (5)Ctic5 fichas de_avaliacao (5)
Ctic5 fichas de_avaliacao (5)
liliana867102
 
Lista de exercicio química
Lista de exercicio químicaLista de exercicio química
Lista de exercicio química
Jonas Santos
 
Puc verão 2014
Puc verão 2014Puc verão 2014
Puc verão 2014
Carol Oliveira
 
Metais Pesados
Metais PesadosMetais Pesados
Metais Pesados
Débora Antonio
 
Aspectos macroscópicos da matéria
Aspectos macroscópicos da matériaAspectos macroscópicos da matéria
Aspectos macroscópicos da matéria
Alda Ernestina dos Santos
 
Unidade6 a 2012_csa_v2_gabarito
Unidade6 a 2012_csa_v2_gabaritoUnidade6 a 2012_csa_v2_gabarito
Unidade6 a 2012_csa_v2_gabarito
ProCLAUDIA/LUCIANE MEIJON/SOARES
 
Introducao a quimica 1º ano
Introducao a quimica 1º anoIntroducao a quimica 1º ano
Introducao a quimica 1º ano
Hugo Cruz Rangel
 
Gabarito 1a atividade pontuada-substâncias e misturas-2011-v3
Gabarito 1a atividade pontuada-substâncias e misturas-2011-v3Gabarito 1a atividade pontuada-substâncias e misturas-2011-v3
Gabarito 1a atividade pontuada-substâncias e misturas-2011-v3
ProCLAUDIA/LUCIANE MEIJON/SOARES
 

Semelhante a Classificação e Propriedades da Matéria (20)

Exerc n3-1ºs-1-elementos químicos
Exerc n3-1ºs-1-elementos químicosExerc n3-1ºs-1-elementos químicos
Exerc n3-1ºs-1-elementos químicos
 
Ômega - Módulo 1.pdf
Ômega - Módulo 1.pdfÔmega - Módulo 1.pdf
Ômega - Módulo 1.pdf
 
Acos inoxidaveis aplicacoes_e_especifica
Acos inoxidaveis aplicacoes_e_especificaAcos inoxidaveis aplicacoes_e_especifica
Acos inoxidaveis aplicacoes_e_especifica
 
Química 3ª série em[1]
Química 3ª série em[1]Química 3ª série em[1]
Química 3ª série em[1]
 
Aços inoxidáveis duplex e super duplex obtenção e
Aços inoxidáveis duplex e super duplex   obtenção eAços inoxidáveis duplex e super duplex   obtenção e
Aços inoxidáveis duplex e super duplex obtenção e
 
Quimica geral-classificacao-periodica
Quimica geral-classificacao-periodicaQuimica geral-classificacao-periodica
Quimica geral-classificacao-periodica
 
Conceitos básicos de química - estados, mudanças, fenômenos e sistemas
Conceitos básicos de química - estados, mudanças, fenômenos e sistemasConceitos básicos de química - estados, mudanças, fenômenos e sistemas
Conceitos básicos de química - estados, mudanças, fenômenos e sistemas
 
Lista 1 2014 - propriedade dos materiais
Lista 1   2014 - propriedade dos materiaisLista 1   2014 - propriedade dos materiais
Lista 1 2014 - propriedade dos materiais
 
Lista 35 funções inorgânicas - difícil
Lista 35   funções inorgânicas - difícilLista 35   funções inorgânicas - difícil
Lista 35 funções inorgânicas - difícil
 
Lista qui-1-geral-fenomenosmudancafases
Lista qui-1-geral-fenomenosmudancafasesLista qui-1-geral-fenomenosmudancafases
Lista qui-1-geral-fenomenosmudancafases
 
EXame-BioGeo702-Epoca Especial -2015.pdf
EXame-BioGeo702-Epoca Especial -2015.pdfEXame-BioGeo702-Epoca Especial -2015.pdf
EXame-BioGeo702-Epoca Especial -2015.pdf
 
Ctic5 fichas de_avaliacao (3)
Ctic5 fichas de_avaliacao (3)Ctic5 fichas de_avaliacao (3)
Ctic5 fichas de_avaliacao (3)
 
Ctic5 fichas de_avaliacao (5)
Ctic5 fichas de_avaliacao (5)Ctic5 fichas de_avaliacao (5)
Ctic5 fichas de_avaliacao (5)
 
Lista de exercicio química
Lista de exercicio químicaLista de exercicio química
Lista de exercicio química
 
Puc verão 2014
Puc verão 2014Puc verão 2014
Puc verão 2014
 
Metais Pesados
Metais PesadosMetais Pesados
Metais Pesados
 
Aspectos macroscópicos da matéria
Aspectos macroscópicos da matériaAspectos macroscópicos da matéria
Aspectos macroscópicos da matéria
 
Unidade6 a 2012_csa_v2_gabarito
Unidade6 a 2012_csa_v2_gabaritoUnidade6 a 2012_csa_v2_gabarito
Unidade6 a 2012_csa_v2_gabarito
 
Introducao a quimica 1º ano
Introducao a quimica 1º anoIntroducao a quimica 1º ano
Introducao a quimica 1º ano
 
Gabarito 1a atividade pontuada-substâncias e misturas-2011-v3
Gabarito 1a atividade pontuada-substâncias e misturas-2011-v3Gabarito 1a atividade pontuada-substâncias e misturas-2011-v3
Gabarito 1a atividade pontuada-substâncias e misturas-2011-v3
 

Último

DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
TathyLopes1
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 

Último (20)

DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 

Classificação e Propriedades da Matéria

  • 1. Professor Fábio Oisiovici - Química Tema : Classificaçãoe Propriedadesda Matéria Parte 1: Treinamento Bahiana, Estaduais, UNIFACS, UNIME, FTC e outros vestibulares 1. Considere as figuras a seguir, em que cada esfera representa um átomo. As figuras mais adequadas para representar, respectivamente, uma mistura de compostos moleculares e uma amostra da substância nitrogênio são a) III e II. b) IV e III. c) IV e I. d) V e II. e) V e I. 2. Quando começaram a ser produzidos em larga escala, em meados do século XX, objetos de plástico eram considerados substitutos de qualidade inferior para objetos feitos de outros materiais. Com o tempo, essa concepção mudou bastante. Por exemplo, canecas eram feitas de folha de flandres, uma liga metálica, mas, hoje, também são feitas de louça ou de plástico. Esses materiais podem apresentar vantagens e desvantagens para sua utilização em canecas, como as listadas a seguir: I. ter boa resistência a impactos, mas não poder ser levado diretamente ao fogo; II. poder ser levado diretamente ao fogo, mas estar sujeito a corrosão; III. apresentar pouca reatividade química, mas ter pouca resistência a impactos. Os materiais utilizados na confecção de canecas os quais apresentam as propriedades I, II e III são, respectivamente, a) metal, plástico, louça. b) metal, louça, plástico. c) louça, metal, plástico. d) plástico, louça, metal. e) plástico, metal, louça.
  • 2. 3. Na obra O poço do Visconde, de Monteiro Lobato, há o seguinte diálogo entre o Visconde de Sabugosa e a boneca Emília: - Senhora Emília, explique-me o que é hidrocarboneto. A atrapalhadeira não se atrapalhou e respondeu: - São misturinhas de uma coisa chamada hidrogênio com outra coisa chamada carbono. Os carocinhos de um se ligam aos carocinhos de outro. Nesse trecho, a personagem Emília usa o vocabulário informal que a caracteriza. Buscando-se uma terminologia mais adequada ao vocabulário utilizado em Química, devem-se substituir as expressões “misturinhas”, “coisa” e “carocinhos”, respectivamente, por: a) compostos, elemento, átomos. b) misturas, substância, moléculas. c) substâncias compostas, molécula, íons. d) misturas, substância, átomos. e) compostos, íon, moléculas. 4. O rótulo de um frasco contendo determinada substância X traz as seguintes informações: Propriedade Descrição ou valor Cor Incolor Inflamabilidade Não inflamável Odor Adocicado Ponto de Fusão 23 C  Ponto de ebulição a 1atm 77 C Densidade a 25 C 3 1,59 cm Solubilidade em água a 25 C 0,1g 100 g de 2H O a) Considerando as informações apresentadas no rótulo, qual é o estado físico da substância contida no frasco, a 1atm e 25 C? Justifique. b) Em um recipiente, foram adicionados, a 25 C, 56,0 g da substância X e 200,0 g de água. Determine a massa da substância X que não se dissolveu em água. Mostre os cálculos. c) Complete o esquema da página de resposta, representando a aparência visual da mistura formada pela substância X e água quando, decorrido certo tempo, não for mais observada mudança visual. Justifique. Dado: densidade da água a 3 25 C 1,00 g cm  5. Sonda espacial detecta sal de cozinha em lua de Saturno A análise da composição química do anel mais externo de Saturno revelou a presença de 98 % de água, 1 % de cloreto de sódio, 0,5 % de bicarbonato de sódio e 0,5 % de outros materiais. Essas substâncias, que formam o anel, são lançadas ao espaço por gêiseres presentes em uma das luas de Saturno, chamada Encélado, que possui superfície coberta de gelo. Essa descoberta permite supor que haja água salgada nessa lua, ou seja, que haja um oceano líquido sob o gelo da sua superfície. Adaptação Folha de S. Paulo Usando as informações acima, é correto afirmar que, em Encélado, a) a existência do oceano líquido é uma hipótese possível, pois um sal solúvel só forma uma mistura homogênea com a água, quando ela está líquida. b) a existência do oceano somente poderá ser verdadeira, se for comprovado que é formado unicamente pela substância composta água.
  • 3. c) o cloreto de sódio é insolúvel em água, em quaisquer condições de pressão e temperatura existentes na lua de Saturno. d) o bicarbonato de sódio, que tem fórmula NaHCO3, é um óxido. e) a hipótese de que o anel possa ser formado por vapor de água proveniente do derretimento do gelo, em consequência do calor das erupções dos gêiseres, deve ser totalmente descartada. 6. Quando dois ou mais metais, no estado líquido, são miscíveis, dizemos que constituem uma liga metálica, podendo ter composição porcentual, em massa, variável. Como exemplo, tem-se o bronze, liga de cobre e estanho, usado na manufatura de um sino que contém 80 % de cobre e 20 % de estanho e de uma fechadura contendo 90 % de cobre e 10 % de estanho. Com as informações acima, fazem-se as afirmações. I. O bronze, por não ter composição fixa, não é representado por fórmula química. II. Se o sino for de meia tonelada, a massa de cobre é de 400 kg. III. Se, na fechadura, houver 20 g de estanho, então a quantidade de bronze, nela, é de 200 g. IV. Na obtenção de ligas metálicas, deve haver a evaporação dos metais que a compõem. Estão corretas as afirmações a) I e III, somente. b) I, II e III, somente. c) II e III, somente. d) I, II e IV, somente. e) I, II, III e IV. 7. Quimicamente falando, não se deve tomar água .................., mas apenas água ................... . A água .................. inúmeros sais, por exemplo, o cloreto de .................., o mais abundante na água do mar. Em regiões litorâneas, ameniza variações bruscas de temperatura, graças à sua capacidade de armazenar grande quantidade de energia térmica, o que se deve ao seu alto ..................... . Na forma de suor, sua evaporação abaixa a temperatura do corpo humano, para o que contribui seu elevado .................... . Completa-se corretamente o texto, obedecendo-se a ordem em que as lacunas aparecem, por: a) pura, potável, dissolve, sódio, calor específico, calor de vaporização. b) de poço, pura, dissolve, magnésio, calor específico, calor de vaporização. c) destilada, potável, dilui, sódio, calor de vaporização, calor específico. d) de poço, destilada, dissolve, magnésio, calor de vaporização, calor específico. e) pura, destilada, dilui, sódio, calor de vaporização, calor específico. 8. A substância W é um sólido peculiar, apresenta baixa dureza e boa condutibilidade elétrica. Pela sua baixa resistência ao atrito é utilizada como lubrificante de rolamentos e de engrenagens. Tem também aplicação como eletrodos de aparatos elétricos, como nas pilhas comuns e alcalinas. Entretanto, não é maleável, nem dúctil, não podendo ser moldada na forma de fios flexíveis. A substância X é líquida à temperatura ambiente e não conduz corrente elétrica nessas condições. Solubiliza-se muito bem em água, sendo essa solução condutora de eletricidade e usualmente encontrada em cozinhas. É muito utilizada na indústria química, principalmente em reações de esterificação. A substância Y apresenta ponto de fusão muito elevado, acima de 1000°C. É isolante no estado sólido, porém boa condutora depois de fundida. É extraída de um minério bastante abundante na crosta terrestre, sendo matéria prima para a obtenção de um metal resistente e de baixa densidade. Diversos materiais presentes no nosso cotidiano são constituídos por esse metal que, apesar de ser muito reativo, apresenta baixa taxa de corrosão. A substância Z é também um sólido com alto ponto de fusão. Entretanto, é excelente condutora de corrente elétrica no estado sólido. Por ser maleável e dúctil, apresenta uma série de aplicações em nosso cotidiano, tanto na forma pura, como na composição do bronze, latão e
  • 4. ouro para joalheria. Conforme as descrições acima, as substâncias W, X, Y e Z são, respectivamente, a) ouro, álcool, óxido de alumínio e cobre. b) grafite, ácido acético, dióxido de titânio e ouro. c) cobre, cloreto de hidrogênio, dióxido de titânioe zinco. d) ouro, álcool, óxido de alumínio e zinco. e) grafite, ácido acético, óxido de alumínio e cobre. 9. À temperatura ambiente, uma substância simples sólida, uma substância composta gasosa e uma solução podem ser representadas, respectivamente, por: a) Fe, NaCℓ e CO b) H2, NH3 e NaCℓ c) O2, CO2 e C grafite d) Hg, KI e H2SO4 (diluído) e) Au, CO2 e água mineral 10. A dureza de um mineral reflete a resistência deste ao risco. Uma das escalas utilizadas para verificar a dureza de um mineral é a escala de Mohs. De acordo com essa escala, é INCORRETO afirmar que: a) o diamante é o mineral mais duro. b) apenas o coríndon risca o diamante. c) a apatita é riscada pelo quartzo. d) o topázio e a fluorita riscam a calcita. e) o mineral menos duro é o talco. 11. Três variedades alotrópicas do carbono são diamante, grafita e fulereno. As densidades dessas substâncias, não necessariamente na ordem apresentada, são: 3,5; 1,7 e 2,3g/cm3. Com base nas distâncias médias entre os átomos de carbono, escolha a densidade adequada e calcule o volume ocupado por um diamante de 0,175 quilate. Esse volume, em cm3, é igual a Dados: Distância média entre os átomos de carbono, em nanômetro (10-9m) diamante...........................0,178 fulereno.............................0,226 grafita................................0,207 1 quilate = 0,20g a) 0,50 × 10-2 b) 1,0 × 10-2 c) 1,5 × 10-2 d) 2,0 × 10-2 e) 2,5 × 10-2 12. Certo frasco de soro fisiológico vendido nas farmácias contém a seguinte informação:
  • 5. "Cada 100 mL de solução contém: Cloreto de sódio 0,90 g; Água destilada qsp 100 mL. Não contém conservantes." Para saber se a solução foi fraudada pela utilização de quantidade idêntica de sal de cozinha e água de consumo público em vez de cloreto de sódio puro e água destilada, pode-se a) destilar o solvente e testar a sua condutibilidade elétrica. b) acrescentar ácido clorídrico e observar se há forte efervescência. c) gotejá-la sobre o papel de tornassol vermelho e verificar se há mudança de cor. d) acrescentar gotas de solução de nitrato de prata e observar se há precipitação. e) verificar se a temperatura de fusão do resíduo de evaporação da solução corresponde à do NaCℓ puro. 13. As proposições a seguir foram formuladas por um estudante, após o estudo de substâncias puras e misturas. I. O leite puro não pode ser representado por fórmula molecular porque é uma mistura de várias substâncias. II. Como se trata de substância pura, o álcool anidro apresenta ponto de ebulição e densidade característicos. III. A água mineral é substância pura de composição definida. IV. O ar empoeirado é mistura heterogênea sólido + gás. V. Por ser substância pura, o café coado não pode ser submetido a processos de fracionamento de misturas. Quantas proposições estão corretas? a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) 5 14. Assinale a alternativa na qual todas as substâncias são simples e gasosas, à temperatura ambiente. a) F2, N2, CO b) H2O, CO2, C2H2Cℓ2 c) Ag, Cu, Pb d) O3, H2, He e) N2, NH3, N2O 15. Relativamente às substâncias moleculares esquematizadas na figura, podemos afirmar que:
  • 6. a) todas são compostas. b) todas são moléculas monoatômicas. c) todas são formadas por átomos que possuem o mesmo número atômico. d) somente uma delas é formada por átomos de elementos químicos diferentes. e) somente uma delas é formada por átomos de mesmo elemento químico. 16. Comparando as situações INICIAL e FINAL nos sistemas I, II e III, observa-se: a) a ocorrência de um fenômeno químico no sistema I. b) a formação de uma mistura no sistema II. c) uma mudança de estado no sistema III. d) a formação de uma mistura no sistema I. e) a ocorrência de um fenômeno químico no sistema II. 17. Relativamente às substâncias O2 e O3, é INCORRETO afirmar que: a) à temperatura ambiente, são gases. b) O3 é chamada de ozone. c) formam uma mistura homogênea, se forem colocadas num mesmo recipiente. d) enquanto uma é inodora, a outra tem odor característico. e) são formadas por átomos de elementos químicos diferentes. 18. Certas propagandas recomendam determinados produtos, destacando que são saudáveis por serem naturais, isentos de QUÍMICA. Um aluno atento percebe que essa afirmação é: a) verdadeira, pois o produto é dito natural porque não é formado por substâncias químicas. b) falsa, pois as substâncias químicas são sempre benéficas. c) verdadeira, pois a Química só estuda materiais artificiais. d) enganosa, pois confunde o leitor, levando-o a crer que "química" significa não saudável, artificial. e) verdadeira, somente se o produto oferecido não contiver água. 19. É característica de substância pura: a) ser solúvel em água. b) ter constantes físicas definidas. c) ter ponto de fusão e ponto de ebulição variáveis. d) sofrer combustão. e) ser sólida à temperatura ambiente. 20. Um sistema contendo uma mistura: a) nunca pode ser monofásico. b) é sempre monofásico. c) pode apresentar uma ou mais fases. d) é sempre polifásico. e) é monofásico se for formado por líquidos imiscíveis.
  • 7. 21. I - água (ℓ) e água(s). II - gás oxigênio. III - etanol e areia. IV - gás carbônico e gás hidrogênio. Relativamente aos sistemas acima, podemos afirmar que existe uma: a) substância pura em I. b) substância composta em II. c) mistura monofásica em III. d) mistura bifásica em IV. e) mistura que pode ser separada por decantação em IV. 22. "Oxigênio, essencial nas reações de combustão e ozone, agente bactericida no tratamento da água e desodorização de ambientes fechados exemplificam o fenômeno chamado de ...(I)... São substâncias ...(II)... formadas por átomos de um mesmo elemento químico com número atômico ...(III)...". Para completar corretamente a afirmação, I, II e III devem ser substituídos, respectivamente, por a) alotropia - simples - 8 b) isobaria - compostas - 16 c) isomeria - iônicas - 18 d) isoformismo - moleculares - 18 e) tautomeria - orgânicas - 32 23. Constitui um sistema heterogêneo a mistura formada de: a) cubos de gelo e solução aquosa de açúcar (glicose). b) gases N2 e CO2. c) água e acetona. d) água e xarope de groselha. e) querosene e óleo diesel. 24. Em garimpos onde o ouro é encontrado em pó, para separá-lo da areia acrescenta-se mercúrio líquido que forma liga metálica com o ouro. Para separar os metais, a liga é aquecida até a evaporação completa do mercúrio. Esse procedimento é possível porque dos dois metais, o mercúrio tem a) menor densidade. b) menor massa molar. c) menor temperatura de ebulição. d) maior temperatura de fusão. e) maior volume molar. 25. Dadas amostras dos seguintes materiais: I. cloro gasoso II. ar atmosférico III. latão IV. diamante representam substâncias puras a) I e II b) I e III c) I e IV d) II e III
  • 8. e) III e IV 26. Bronze, "gelo seco" e diamante são, respectivamente, exemplos de: a) mistura, substância simples e substância composta. b) mistura, substância composta e substância simples. c) substância composta, mistura e substância simples. d) substância composta, substância simples e mistura. e) substância simples, mistura e substância composta. 27. Ar Iodo Gás carbônico Latão Naftaleno Ouro 18 quilates Se esses materiais forem classificados em substâncias puras e misturas, pertencerão ao grupo das substâncias puras: a) ar, gás carbônico e latão. b) iodo, ouro 18 quilates e naftaleno. c) gás carbônico, latão e iodo. d) ar, ouro 18 quilates e naftaleno. e) gás carbônico, iodo e naftaleno. Parte 2: Treinamento ENEM 28. A água potável é a água que pode ser consumida sem riscos à saúde. Ela preenche todos os requisitos de natureza física, química e biológica, seguindo os padrões estabelecidos pela legislação nacional e internacional. Por isso, deve-se, de preferência, utilizar a água tratada. A diferença entre água contaminada e poluída é que a poluída apresenta alterações como: cheiro, turbidez, cor ou sabor. Normalmente, essas alterações são consequências da contaminação química, geralmente devido à presença de substâncias, como: elementos estranhos ou tóxicos. Comparando as características da água potável com as características da água poluída, A) nota-se semelhança nas propriedades organolépticas. B) verifica-se que ambos os “tipos” de água fervem em uma temperatura diferente da água destilada. C) possuem a mesma composição química. D) encontram-se, nas condições ambiente, em diferentes estados físicos. E) verifica-se a presença dos mesmos agentes biológicos. 29. Mercúrio utilizado no garimpo causa contaminação no solo e em pessoas
  • 9. Exploração de ouro na Serra Pelada durante a década de 80 ficou marcada pelas graves consequências causadas pela utilização desta substância. O mercúrio é utilizado no processo de garimpagem em sua forma líquida para atrair o ouro diluído em um determinado solo, formando uma liga entre as substâncias. Essa liga é queimada, o mercúrio evapora deixando apenas o ouro em seu estado bruto. A contaminação com a substância pode ocorrer de forma direta, por inalação, ou indireta após sua precipitação no solo. A combinação do mercúrio precipitado com compostos orgânicos do solo forma a substância metilmercúrio, altamente danosa. (http://redeglobo.globo.com/globoecologia/noticia/2013/09/mercurio-utilizado-no-garimpo-causa-contaminacao-no-solo- e-em-pessoas.html ) Durante o manuseio do mercúrio, no processo de obtenção do ouro na forma bruta, A) o mercúrio presente na amálgama formada é submetido a uma transformação que não altera a constituição da matéria. B) o metilmercúrio se acumula na cadeia alimentar momentaneamente pois logo após é eliminado dos organismos animais e vegetais. C) ocorre a contaminação dos seres humanos exclusivamente por inalação. D) formam-se exclusivamente substâncias simples, aquelas constituídas por um só elemento. E) a amálgama gasosa forma com o ar uma mistura com mais de uma fase. 30. O sangue é uma mistura de células e plasma. O coração bombeia o sangue pelas artérias, vasos capilares e veias para fornecer oxigênio e nutrientes a todas as células do corpo. Ele transporta os dejetos das reações que acontecem nas células. Qual das misturas a seguir tem a mesma classificação que o sangue quanto a quantidade de aspectos determinados quando se analisa com um microscópio? A) água destilada. B) ar atmosférico. C) água mineral. D) soro fisiológico. E) neblina. 31. O ozônio embora benéfico na estratosfera, onde forma uma camada protetora contra efeitos danosos da radiação ultravioleta, tem efeitos tóxicos nas camadas mais baixas da atmosfera, por afetar diretamente os seres vivos. O ozônio tem alto poder oxidativo e, por isso, é muito tóxico às plantas, podendo causar danos consideráveis às espécies vegetais nativas e culturas agrícolas. Este poluente atmosférico é formado por reações químicas na atmosfera, a partir de precursores como os hidrocarbonetos e óxidos de nitrogênio emitidos por processos de combustão, principalmente industriais ou veiculares. Os precursores da substância que causa o problema citado acima são exemplos de matéria A) classificados como substância simples, pois são formados por um único elemento químico. B) que, quando misturados a 25◦C e 1,0 atm, formam um sistema que apresenta uma só fase.
  • 10. C) classificados individualmente como mistura, devido ao fato de apresentarem em suas moléculas dois elementos químicos. D) produzidos na atmosfera por fenômenos físicos. E) que, quando misturados a 25◦C e 1,0 atm, formam um sistema que é classificado como um coloide. 32. Para obter melhores resultados do seu gargarejo, os médicos aconselham que as pessoas dissolvam meia colher de chá de sal em um copo cheio de água morna, e façam gargarejo com a solução por alguns segundos antes de cuspi-la. Segundo os médicos, a solução salina pode tirar o excesso de fluidos dos tecidos inflamados na garganta, fazendo-os doer menos. O gargarejo também solta o muco espesso, aliviando a respiração. E se o muco vai embora, vão embora também substâncias irritantes como alérgenos, bactérias e fungos da garganta. (http://hypescience.com/gargarejo-com-agua-e-sal-pode-ser-o-melhor-remedio-para-o-resfriado/ acessadodia 01/03/2015) A receita caseira usada para aliviar o resfriado apresenta em relação a água pura, A) as mesmas propriedades organolépticas. B) a mesma massa por unidade de volume. C) menor quantidade de íons Na+ e Cl-. D) o mesmo número de componentes. E) a mesma quantidade de fases. 33. A característica do mercúrio que mais chama a atenção é o seu estado físico líquido a temperatura e pressão ambiente, sendo o único metal com semelhante propriedade. Só outro elemento químico, o gálio (Ga), se assemelha conseguindo ser um metal líquido a partir de 310C à pressão de uma atmosfera. A tabela abaixo apresenta algumas propriedades do mercúrio e de alguns dos seus compostos. Na tabela, o elemento e seus compostos são caracterizados A) apenas por propriedades organolépticas. B) por propriedades que estão relacionadas com a maneira como o elemento e seus compostos reagem. C) através de propriedades que não variam com a quantidade da amostra. D) por propriedades que apresentam o mesmo valor independente da pressão local.
  • 11. E) por propriedades que são incapazes de indicar se uma amostra é uma substância pura ou mistura. 34. O amálgama foi introduzido na odontologia moderna por Taveau (1826), que utilizava uma “pasta prateada”, constituída pela simples combinação de prata e mercúrio, em restaurações dentárias permanentes. Devido às dificuldades encontradas para a obtenção de prata purificada, o autor passou a misturar o mercúrio com a limalha de moedas, as quais continham prata e outros metais em sua composição, para a obtenção da pasta. Quando se compara amálgama, cuja manipulação inadequada pode provocar cansaço, depressão, irritabilidade, vertigens, enfraquecimento da memória, inflamações bucais, diarreia, com a prata purificada verifica-se que a liga citada a) é formada por átomos de um só tipo. b) muda de estado físico a temperatura constante. c) durante a fusão, a sua temperatura diminui. d) apresenta um intervalo de temperatura de ebulição. e) apresenta temperaturas de fusão e ebulição bem definidas. 35. Um número crescente da população mundial está com dificuldade em encontrar um recurso cada vez mais escasso: água higienicamente limpa para beber. Este recurso escasso está prestes a se tornar em um bem luxuoso. O rótulo acima traz informações sobre uma amostra de matéria que a) apresenta uma fórmula química. b) possui mais de um aspecto visual. c) apresenta massa inferior a 20 Kg. d) quando aquecida a 180◦C obtém-se um resíduo de massa 705,4mg. e) na sua composição verifica-se a presença de metais pesados. 36. Lama contaminada tem concentração de metais até 1.300.000% acima do normal
  • 12. O rompimento de duas barragens da Samarco em Mariana, na região central de Minas, começa a ganhar números que dão a dimensão da catástrofe ambiental. A concentração mais preocupante é do manganês pois é um metal tóxico que, por ser mais pesado, devia estar depositado no fundo. Pode provocar alterações nas contrações musculares, problemas ósseos, intestinais e agravar distúrbios cardíacos. O alumínio não traz riscos para a população em geral, mas nestas quantidades pode trazer riscos para diabéticos, pessoas com tumores ou problemas renais crônicos. O organismo mais ácido absorve mais alumínio. Já o ferro não é considerado tóxico. Qual dos materiais abaixo apresenta o metal não nocivo presente na lama contaminada na sua composição? a) ouro-18K b) soro fisiológico c) kevlar d) polietileno (plástico de sacolas ) e) aço 37. O termo dureza pode ser interpretado de, no mínimo, duas formas. Por exemplo, o termo água foi originada em razão da dificuldade de lavagem de roupas, com águas contendo elevada concentração de certos íons minerais. Esses íons reagem com sabões formando precipitados e evitam a formação de espuma. Para o diamante encontrado em uma jóia, a sua dureza indica a) a resistência que esse material tem a choques mecânicos. b) a resistência que o material apresenta à formação de uma marca permanente quando pressionado por outro material. c) baixa temperatura normal de ebulição, caracterizando assim a sua volatilidade. d) a capacidade de ser moldado por deformação gerando lâminas e fios. e) a presença de uma quantidade relativamente pequena de massa distribuída em um grande volume. Gaba b. O diamante é a substância natural de maior dureza, ou seja, maior resistência a riscos.
  • 13. Gabarito: Resposta da questão 1: [E] Resposta da questão 2: [E] Resposta da questão 3: [A] Resposta da questão 4: a) De acordo com a tabela, o ponto de fusão da substância contida no frasco é 23 C  e o ponto de ebulição é 77 C. Como 23 C  (S L) 25 C 77 C (L G),      concluímos que o estado de agregação da substância é líquido. b) A solubilidade da substância em água a 25 C é 0,1g 100 g de 2H O. Então: 0,1 g 2100 g (H O) m g 2200,0 g (H O) m 0,2 g (massa que se dissolveu de X) Foram adicionados 56,0 g da substância X, logo 55,8 g (56,0 g 0,2 g) não dissolveu. c) Como a 25 C a densidade da substância X é 3 1,59 g cm e este valor é maior do que a densidade da água, que é de 3 1,00 g cm , conclui-se que X fica na parte inferior do recipiente. Resposta da questão 5: [A] É correto afirmar que, em Encélado a existência do oceano líquido é uma hipótese possível, pois um sal solúvel só forma uma mistura homogênea com a água, quando ela está líquida: NaCl(s) 2 (l)H O  Na+(aq) + Cl-(aq) Resposta da questão 6: [B] Resposta da questão 7: [A] Resposta da questão 8: [E] Resposta da questão 9: [E]
  • 14. Resposta da questão 10: [B] Resposta da questão 11: [B] Resposta da questão 12: [E] Resposta da questão 13: [C] Resposta da questão 14: [D] Resposta da questão 15: [D] Resposta da questão 16: [E] Resposta da questão 17: [E] Resposta da questão 18: [D] Resposta da questão 19: [B] Resposta da questão 20: [C] Resposta da questão 21: [A] Resposta da questão 22: [A] Resposta da questão 23: [A] Resposta da questão 24: [C] Resposta da questão 25: [C] Resposta da questão 26: [B] Resposta da questão 27: [E] Resposta da questão 28: [B ]
  • 15. Resposta da questão 29: [ A] Resposta da questão 30: [ E] Resposta da questão 31: [ B] Resposta da questão 32: [ E] Resposta da questão 33: [C ] Resposta da questão 34: [ D] Resposta da questão 35: [D ] Resposta da questão 36: [E ] Resposta da questão 37: [ B]