SlideShare uma empresa Scribd logo
Desde sempre o ser humano se fascinou pela representação
da Terra.
Desde as civilizações mais antigas até aos tempos modernos,
a informação espacial tem sido reunida por navegadores,
geógrafos e geodesistas e tomado a forma gráfica através do
trabalho dos cartógrafos produtores de mapas.
Inicialmente, os mapas eram utilizados para descrever regiões
distantes e usados como apoio à navegação e/ou a
estratégias militares.
Ao longo do tempo, foi sendo desenvolvido um conjunto de
técnicas que permitissem representar o espaço geográfico, o
que deu origem à .
É a ciência de “criar” mapas. Envolve a
recolha de informação geográfica, o
armazenamento, o processamento e a
edição desta informação, assim como a
sua representação em forma de mapas
ou de cartas.
Vista aérea e planta
de Matosinhos sul
O que é a cartografia?
Um dos mapas mais antigos foi
encontrado nas escavações das
ruínas da cidade de Ga-Sur, a
cerca de 300 km a norte da
Babilónia e data de 2500 a.C.
Consiste numa placa de barro
cozido onde se encontra
representado o vale de um rio,
provavelmente o Eufrates, com
uma montanha de cada lado,
simbolizadas em forma de
escama de peixe.
A Cartografia ao longo dos tempos…
Este mapa representa o Mundo conhecido pelos gregos
no século V a.C. A Terra era considerada como um disco,
ao redor do qual corriam as águas dos oceanos. O Mundo
conhecido era constituído por dois continentes (Europa e
Ásia) separados pelo Mar Mediterrâneo, pelo Mar Negro
(Euxino) e pelo Mar Cáspio.
Mapa de Hecateu de
Mileto, 560-480 a.C.
Este mapa aparece no livro “Memórias Geográficas” de
Eratóstenes. Este procurou dar à Terra uma imagem
geométrica. Utilizou todos os dados que pôde reunir: posições
astronomicamente determinadas, direções de rotas, itinerários
cujas distâncias foram medidas, indicações dos sábios que
acompanharam Alexandre.
Mapa-Mundi de Eratóstenes
Às conceções gregas da forma da Terra e das suas grandes
divisões, juntaram-se outras hipóteses, respeitantes à
repartição das Terras e dos Mares.
Com base na ideia da esfericidade da Terra, os sábios gregos
admitiram que, além da ecúmena, deveriam existir outros
continentes para estabelecer o equilíbrio do planeta. Surgiu
o conceito de antípodas, ou continente austral, simétrico da
ecúmena (parte habitada pelo ser humano).
Este mapa tem a particularidade de representar os graus de
latitude num dos lados do mapa e do outro lado apresentar o
sistema de climas.
A rede cartográfica é constituída por meridianos e os paralelos
são representados por círculos concêntricos equidistantes, o
que constitui a prefiguração da projeção cónica.
Depois de Ptolomeu, houve
um declínio na exatidão dos
mapas do mundo que
perdurou até ao século XIV.
Na Orbis Terrarum, os
cartógrafos romanos
representaram o Mundo que
conheciam. Os três continentes
aparecem dispostos mais ou
menos simetricamente com a
Ásia a leste, na parte superior
do mapa. A Itália está bastante
evidenciada, bem como Roma
e as províncias romanas. Cerca
de 4/5 do mapa são dedicados
ao Império Romano. A Índia, a
China (Seres) e a Rússia
(Samárcia) estão reduzidas a
pequenas regiões periféricas.
Orbis Terrarum dos romanos
No ano de 776, São Beato adaptou o mapa romano
à Teologia cristã. Note-se a grande extensão da
Terra Santa e o Paraíso, com os seus quatro rios.
Os limites da Terra estão simplificados para dar ao
mapa um aspeto mais regular e decorativo.
Mapa de São Beato, 776 d.C.
O mapa-múndi típico da Idade
Média era um disco conhecido com
o nome de T no O (Orbis Terrarum).
Utilizou-se de novo o Orbis Terrarum
dos Romanos, mas com tais
modificações que perdeu a sua
exatidão geográfica.
Neste mapa a Ásia ocupava sempre
a parte superior do O, com a Europa
e a África ocupando cada uma, a
metade da parte inferior. O
Mediterrâneo tinha uma posição
meridiana entre os dois continentes.
Jerusalém estava no centro do
círculo, de acordo com a Bíblia.
Orbis Terrarum - Idade Média
As fontes cartográficas
foram os portulanos, cartas
traçadas sem projeções,
que se limitavam ao
desenho do litoral.
Até ao século XV
Mapa dos fins da Idade Média, caracterizado por
estar orientado ao norte magnético, representar
portos, cabos e outros acidentes costeiros, e por ser
um minucioso sistema de rosas dos ventos e de
rumos que se entrecruzam sobre todo o mapa.
Portulano
Atlas de Cantino 1502
Primeiro Mapa de Portugal conhecido, datado de
1561, da autoria de Fernando Álvaro Seco. Durante
um século foi a base de todas as cartas nacionais.
Juan de la Cosa (1512-1594) elaborou um mapa em que,
pela primeira vez, são representadas as terras americanas
conhecidas no momento: a área das Caraíbas.
Mapa-Mundi de Juan de la Cosa
Mercator (1512-1594) é considerado
o fundador da cartografia holandesa.
O seu principal mérito foi o de libertar
a cartografia da influência de Ptolomeu.
Mercator utilizou pela primeira vez a
projeção cilíndrica no seu mapa-mundi
de 1549.
Mercator mapa-mundi de 1549
Ortelius (1570) publicou a obra “Theatrum
Orbis Terrarum” que é considerado o primeiro
atlas moderno do Mundo.
No século XVIII desenvolveram-se na Europa grandes
potências cujos exércitos necessitavam de mapas
detalhados e precisos. Assistiu-se ao desenvolvimento
da cartografia de grande escala, primeiro em França,
com a publicação, a partir de 1746, da “Carte
Geometrique de la France”.
No início do século XVIII foram
encontrados em Istambul mapas
muito antigos pertencentes a um
oficial da marinha turca, o
Almirante Piri Reis (século XVI).
Os mapas mostram as
Américas, o oeste da África e a
Região Antártica. Esta,
representada na parte inferior do
mapa, corresponde quase
perfeitamente à massa de terra
que jaz há milénios sob espessa
camada de gelo e que só
recentemente foi revelada por
meio de equipamentos especiais
(Sonares).
Atualmente a Cartografia relaciona-se com
diversas outras áreas, como a Geodesia, a
Topografia, o Posicionamento e Navegação
por Satélite, a Deteção Remota e os
Sistemas de Informação Geográfica.
A Geodesia baseia-se, fundamentalmente,
no estudo da forma e das dimensões da
Terra e das suas alterações.
O significado da palavra Topografia é "descrição do lugar".
A Topografia é uma ciência aplicada, baseada na Geometria
e na Trigonometria, e estuda os instrumentos, métodos de
operação no terreno, cálculos e desenhos necessários ao
levantamento e representação gráfica, com maior ou menor
detalhe de uma parte da superfície terrestre.
A Deteção Remota consiste na recolha de informação sobre
objetos à distância. Uma vasta gama de informação sobre a
superfície e atmosfera do planeta Terra pode ser obtida usando
dados e imagens recolhidos por sensores a bordo de satélites
artificiais ou de plataformas aéreas.
A Componente Espacial de um Sistema
Global de Posicionamento
e de Navegação por Satélite (Global
Navigation Satellite System – GNSS) é
constituída por uma constelação com
um mínimo de 24 satélites ativos, a
altitudes de ordem dos 20 000 km,
uniformemente distribuídos no espaço.
Esta distribuição é tal que, a qualquer
hora do dia e em qualquer lugar da
Terra, um recetor dos sinais,
eletromagnéticos, enviados pelos
satélites, pode registar informações
vindas de, pelo menos, quatro satélites.
Um Sistema de Informação Geográfica (SIG) é um
sistema computacional para aquisição, manipulação,
consulta e análise de dados geográficos.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Espaço geográfico
Espaço geográficoEspaço geográfico
Espaço geográfico
Carminha
 
Curvas de nível
Curvas de nívelCurvas de nível
Orientacao e localizacao no espaco
Orientacao e localizacao no espacoOrientacao e localizacao no espaco
Orientacao e localizacao no espaco
Prof. Francesco Torres
 
Cartografia 1º ano
Cartografia 1º anoCartografia 1º ano
Cartografia 1º ano
Celso Roberto Pitta Santos
 
Cap. 3 - Mapas (6º ano)
Cap. 3 - Mapas (6º ano)Cap. 3 - Mapas (6º ano)
Cap. 3 - Mapas (6º ano)
profacacio
 
Relevo agentes formadores e erosivos
Relevo agentes formadores e erosivosRelevo agentes formadores e erosivos
Relevo agentes formadores e erosivos
Professor
 
Coordenadas geográficas
Coordenadas geográficasCoordenadas geográficas
Coordenadas geográficas
Prof.Paulo/geografia
 
Geografia fuso horário
Geografia   fuso horárioGeografia   fuso horário
Geografia fuso horário
André Luiz Marques
 
As categorias da geografia
As categorias da geografiaAs categorias da geografia
As categorias da geografia
Jane Mary Lima Castro
 
Localização geográfica do brasil
Localização geográfica do brasilLocalização geográfica do brasil
Localização geográfica do brasil
guiodrumond
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
João José Ferreira Tojal
 
Unidade 2 6º ano
Unidade 2   6º anoUnidade 2   6º ano
Unidade 2 6º ano
Christie Freitas
 
Coordenadas Geograficas
Coordenadas GeograficasCoordenadas Geograficas
Coordenadas Geograficas
Luciano Pessanha
 
A regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasilA regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasil
Professor
 
O Território Brasileiro
O Território BrasileiroO Território Brasileiro
O Território Brasileiro
André Luiz Marques
 
Escalas
EscalasEscalas
8º Ano - Módulo 01 - Região e Regionalização
8º Ano - Módulo 01 - Região e Regionalização8º Ano - Módulo 01 - Região e Regionalização
8º Ano - Módulo 01 - Região e Regionalização
Cléber Figueiredo Beda de Ávila
 
Geografia .a cartografia e as novas tecnologias
Geografia   .a cartografia e as novas tecnologiasGeografia   .a cartografia e as novas tecnologias
Geografia .a cartografia e as novas tecnologias
Gustavo Soares
 
Aula 1 - geografia 1
Aula 1 - geografia 1Aula 1 - geografia 1
Aula 1 - geografia 1
Palloma Luana
 
Cartografia powerpoint
Cartografia powerpointCartografia powerpoint
Cartografia powerpoint
danielcpacheco2
 

Mais procurados (20)

Espaço geográfico
Espaço geográficoEspaço geográfico
Espaço geográfico
 
Curvas de nível
Curvas de nívelCurvas de nível
Curvas de nível
 
Orientacao e localizacao no espaco
Orientacao e localizacao no espacoOrientacao e localizacao no espaco
Orientacao e localizacao no espaco
 
Cartografia 1º ano
Cartografia 1º anoCartografia 1º ano
Cartografia 1º ano
 
Cap. 3 - Mapas (6º ano)
Cap. 3 - Mapas (6º ano)Cap. 3 - Mapas (6º ano)
Cap. 3 - Mapas (6º ano)
 
Relevo agentes formadores e erosivos
Relevo agentes formadores e erosivosRelevo agentes formadores e erosivos
Relevo agentes formadores e erosivos
 
Coordenadas geográficas
Coordenadas geográficasCoordenadas geográficas
Coordenadas geográficas
 
Geografia fuso horário
Geografia   fuso horárioGeografia   fuso horário
Geografia fuso horário
 
As categorias da geografia
As categorias da geografiaAs categorias da geografia
As categorias da geografia
 
Localização geográfica do brasil
Localização geográfica do brasilLocalização geográfica do brasil
Localização geográfica do brasil
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
 
Unidade 2 6º ano
Unidade 2   6º anoUnidade 2   6º ano
Unidade 2 6º ano
 
Coordenadas Geograficas
Coordenadas GeograficasCoordenadas Geograficas
Coordenadas Geograficas
 
A regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasilA regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasil
 
O Território Brasileiro
O Território BrasileiroO Território Brasileiro
O Território Brasileiro
 
Escalas
EscalasEscalas
Escalas
 
8º Ano - Módulo 01 - Região e Regionalização
8º Ano - Módulo 01 - Região e Regionalização8º Ano - Módulo 01 - Região e Regionalização
8º Ano - Módulo 01 - Região e Regionalização
 
Geografia .a cartografia e as novas tecnologias
Geografia   .a cartografia e as novas tecnologiasGeografia   .a cartografia e as novas tecnologias
Geografia .a cartografia e as novas tecnologias
 
Aula 1 - geografia 1
Aula 1 - geografia 1Aula 1 - geografia 1
Aula 1 - geografia 1
 
Cartografia powerpoint
Cartografia powerpointCartografia powerpoint
Cartografia powerpoint
 

Destaque

Orientacao pelo sol
Orientacao pelo solOrientacao pelo sol
Orientacao pelo sol
Ilda Bicacro
 
Elementos do mapa
Elementos do mapaElementos do mapa
Elementos do mapa
Ilda Bicacro
 
A1 a geografia e o território atualizado-2016
A1   a geografia e o território atualizado-2016A1   a geografia e o território atualizado-2016
A1 a geografia e o território atualizado-2016
Ilda Bicacro
 
Tipos de paisagens
Tipos de paisagensTipos de paisagens
Tipos de paisagens
Ilda Bicacro
 
Elementos do mapa
Elementos do mapaElementos do mapa
Elementos do mapa
Paula Tomaz
 
REPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICAS
REPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICASREPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICAS
REPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICAS
Renata Rodrigues
 
Cartografia: A linguagem dos mapas
Cartografia: A linguagem dos mapasCartografia: A linguagem dos mapas
Cartografia: A linguagem dos mapas
Roberta Sumar
 
Projeção cilíndrica (u1.pág.26)
Projeção cilíndrica (u1.pág.26)Projeção cilíndrica (u1.pág.26)
Projeção cilíndrica (u1.pág.26)
Ilda Bicacro
 
Fig.2 a superfície terrestre (u1.pág.22)
Fig.2   a superfície terrestre (u1.pág.22)Fig.2   a superfície terrestre (u1.pág.22)
Fig.2 a superfície terrestre (u1.pág.22)
Ilda Bicacro
 
Projeção azimutal (u1.pág.27)
Projeção azimutal (u1.pág.27)Projeção azimutal (u1.pág.27)
Projeção azimutal (u1.pág.27)
Ilda Bicacro
 
Projeção cónica (u1.pág.26)
Projeção cónica (u1.pág.26)Projeção cónica (u1.pág.26)
Projeção cónica (u1.pág.26)
Ilda Bicacro
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
Fernanda Lopes
 
2005/2014
2005/20142005/2014
Elementos básicos de cartografia aula
Elementos básicos de cartografia   aulaElementos básicos de cartografia   aula
Elementos básicos de cartografia aula
Silmara Vedoveli
 
[ AULA 01 ] CARTOGRAFIA
[ AULA 01 ] CARTOGRAFIA[ AULA 01 ] CARTOGRAFIA
[ AULA 01 ] CARTOGRAFIA
Aline Gomes
 
Aulas 02 e 03 Elementos da Cartografia (Sistema Anglo)
Aulas 02 e 03 Elementos da Cartografia (Sistema Anglo)Aulas 02 e 03 Elementos da Cartografia (Sistema Anglo)
Aulas 02 e 03 Elementos da Cartografia (Sistema Anglo)
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Oriente médio e estado islâmico
Oriente médio e estado islâmicoOriente médio e estado islâmico
Oriente médio e estado islâmico
Artur Lara
 
Cap3 cartografia
Cap3 cartografiaCap3 cartografia
Cap3 cartografia
Fernanda Lopes
 
3.leitura resultados saresp
3.leitura resultados saresp3.leitura resultados saresp
3.leitura resultados saresp
Eduardo Mendes
 
O.T. Ciências Humanas "Situações de aprendizagem" 2105
O.T. Ciências Humanas "Situações de aprendizagem" 2105O.T. Ciências Humanas "Situações de aprendizagem" 2105
O.T. Ciências Humanas "Situações de aprendizagem" 2105
Eduardo Mendes
 

Destaque (20)

Orientacao pelo sol
Orientacao pelo solOrientacao pelo sol
Orientacao pelo sol
 
Elementos do mapa
Elementos do mapaElementos do mapa
Elementos do mapa
 
A1 a geografia e o território atualizado-2016
A1   a geografia e o território atualizado-2016A1   a geografia e o território atualizado-2016
A1 a geografia e o território atualizado-2016
 
Tipos de paisagens
Tipos de paisagensTipos de paisagens
Tipos de paisagens
 
Elementos do mapa
Elementos do mapaElementos do mapa
Elementos do mapa
 
REPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICAS
REPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICASREPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICAS
REPRESENTAÇÕES CARTOGRÁFICAS, ESCALAS E PROJEÇÕES - NOÇÕES BÁSICAS
 
Cartografia: A linguagem dos mapas
Cartografia: A linguagem dos mapasCartografia: A linguagem dos mapas
Cartografia: A linguagem dos mapas
 
Projeção cilíndrica (u1.pág.26)
Projeção cilíndrica (u1.pág.26)Projeção cilíndrica (u1.pág.26)
Projeção cilíndrica (u1.pág.26)
 
Fig.2 a superfície terrestre (u1.pág.22)
Fig.2   a superfície terrestre (u1.pág.22)Fig.2   a superfície terrestre (u1.pág.22)
Fig.2 a superfície terrestre (u1.pág.22)
 
Projeção azimutal (u1.pág.27)
Projeção azimutal (u1.pág.27)Projeção azimutal (u1.pág.27)
Projeção azimutal (u1.pág.27)
 
Projeção cónica (u1.pág.26)
Projeção cónica (u1.pág.26)Projeção cónica (u1.pág.26)
Projeção cónica (u1.pág.26)
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
 
2005/2014
2005/20142005/2014
2005/2014
 
Elementos básicos de cartografia aula
Elementos básicos de cartografia   aulaElementos básicos de cartografia   aula
Elementos básicos de cartografia aula
 
[ AULA 01 ] CARTOGRAFIA
[ AULA 01 ] CARTOGRAFIA[ AULA 01 ] CARTOGRAFIA
[ AULA 01 ] CARTOGRAFIA
 
Aulas 02 e 03 Elementos da Cartografia (Sistema Anglo)
Aulas 02 e 03 Elementos da Cartografia (Sistema Anglo)Aulas 02 e 03 Elementos da Cartografia (Sistema Anglo)
Aulas 02 e 03 Elementos da Cartografia (Sistema Anglo)
 
Oriente médio e estado islâmico
Oriente médio e estado islâmicoOriente médio e estado islâmico
Oriente médio e estado islâmico
 
Cap3 cartografia
Cap3 cartografiaCap3 cartografia
Cap3 cartografia
 
3.leitura resultados saresp
3.leitura resultados saresp3.leitura resultados saresp
3.leitura resultados saresp
 
O.T. Ciências Humanas "Situações de aprendizagem" 2105
O.T. Ciências Humanas "Situações de aprendizagem" 2105O.T. Ciências Humanas "Situações de aprendizagem" 2105
O.T. Ciências Humanas "Situações de aprendizagem" 2105
 

Semelhante a Cartografia

1 cartografia em portugal
1 cartografia em portugal1 cartografia em portugal
1 cartografia em portugal
Liliana Andreia Neto Pinto
 
Cartografia - História (1º parte)
Cartografia - História (1º parte)Cartografia - História (1º parte)
Cartografia - História (1º parte)
O Geógrafo - Geociências
 
Apresentação geografia 5º período
Apresentação geografia 5º períodoApresentação geografia 5º período
Apresentação geografia 5º período
Sylvia Christiane
 
Slides de cartografia
Slides de cartografiaSlides de cartografia
Slides de cartografia
Dora Amarante
 
História da cartografia e projeções cartográficas
História da cartografia e projeções cartográficasHistória da cartografia e projeções cartográficas
História da cartografia e projeções cartográficas
Sérgio Saribera
 
Cartografia aula 2 - conceito e histórico
Cartografia   aula 2 - conceito e históricoCartografia   aula 2 - conceito e histórico
Cartografia aula 2 - conceito e histórico
Fabrício Almeida
 
Recuperação prova
Recuperação provaRecuperação prova
Recuperação prova
Micaela Pereira
 
Aula cartografia 1º ano ens. médio. CEFE Profª. Daiane Araújo
Aula cartografia 1º ano ens. médio. CEFE Profª. Daiane AraújoAula cartografia 1º ano ens. médio. CEFE Profª. Daiane Araújo
Aula cartografia 1º ano ens. médio. CEFE Profª. Daiane Araújo
Daiane ...
 
Cartografia HistóRia
Cartografia   HistóRiaCartografia   HistóRia
Cartografia HistóRia
Mateus Silva
 
Geo Geral Texto 02
Geo Geral   Texto 02Geo Geral   Texto 02
Geo Geral Texto 02
Marcelo Goulart
 
Cartografia e poder
Cartografia e poderCartografia e poder
Cartografia e poder
Maria Julia Sant'Ana
 
Cartografia aula 1 - definição e histórico
Cartografia   aula 1 - definição e históricoCartografia   aula 1 - definição e histórico
Cartografia aula 1 - definição e histórico
Kenia Diógenes
 
A Cartografia na leitura do mundo
A Cartografia na leitura do mundoA Cartografia na leitura do mundo
A Cartografia na leitura do mundo
Joacir Pimenta
 
Cartografia
CartografiaCartografia
A evolucao dos_mapas_atraves_da_historia
A evolucao dos_mapas_atraves_da_historiaA evolucao dos_mapas_atraves_da_historia
A evolucao dos_mapas_atraves_da_historia
cosme11
 
Aula1-introduCAo_cartografia.ppt
Aula1-introduCAo_cartografia.pptAula1-introduCAo_cartografia.ppt
Aula1-introduCAo_cartografia.ppt
Robson Andrade
 
Mapas e mundos
Mapas e mundosMapas e mundos
Mapas e mundos
dinis manuel alves
 
História dos Mapas - Geografia ensino médio
História dos Mapas - Geografia ensino médioHistória dos Mapas - Geografia ensino médio
História dos Mapas - Geografia ensino médio
Gustavoluis40
 
Mapas antigos parte natália
Mapas antigos parte natáliaMapas antigos parte natália
Mapas antigos parte natália
Bruno Palhares
 
Apresentação1 alunos 1º ano
Apresentação1 alunos 1º anoApresentação1 alunos 1º ano
Apresentação1 alunos 1º ano
jussara Souza
 

Semelhante a Cartografia (20)

1 cartografia em portugal
1 cartografia em portugal1 cartografia em portugal
1 cartografia em portugal
 
Cartografia - História (1º parte)
Cartografia - História (1º parte)Cartografia - História (1º parte)
Cartografia - História (1º parte)
 
Apresentação geografia 5º período
Apresentação geografia 5º períodoApresentação geografia 5º período
Apresentação geografia 5º período
 
Slides de cartografia
Slides de cartografiaSlides de cartografia
Slides de cartografia
 
História da cartografia e projeções cartográficas
História da cartografia e projeções cartográficasHistória da cartografia e projeções cartográficas
História da cartografia e projeções cartográficas
 
Cartografia aula 2 - conceito e histórico
Cartografia   aula 2 - conceito e históricoCartografia   aula 2 - conceito e histórico
Cartografia aula 2 - conceito e histórico
 
Recuperação prova
Recuperação provaRecuperação prova
Recuperação prova
 
Aula cartografia 1º ano ens. médio. CEFE Profª. Daiane Araújo
Aula cartografia 1º ano ens. médio. CEFE Profª. Daiane AraújoAula cartografia 1º ano ens. médio. CEFE Profª. Daiane Araújo
Aula cartografia 1º ano ens. médio. CEFE Profª. Daiane Araújo
 
Cartografia HistóRia
Cartografia   HistóRiaCartografia   HistóRia
Cartografia HistóRia
 
Geo Geral Texto 02
Geo Geral   Texto 02Geo Geral   Texto 02
Geo Geral Texto 02
 
Cartografia e poder
Cartografia e poderCartografia e poder
Cartografia e poder
 
Cartografia aula 1 - definição e histórico
Cartografia   aula 1 - definição e históricoCartografia   aula 1 - definição e histórico
Cartografia aula 1 - definição e histórico
 
A Cartografia na leitura do mundo
A Cartografia na leitura do mundoA Cartografia na leitura do mundo
A Cartografia na leitura do mundo
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
 
A evolucao dos_mapas_atraves_da_historia
A evolucao dos_mapas_atraves_da_historiaA evolucao dos_mapas_atraves_da_historia
A evolucao dos_mapas_atraves_da_historia
 
Aula1-introduCAo_cartografia.ppt
Aula1-introduCAo_cartografia.pptAula1-introduCAo_cartografia.ppt
Aula1-introduCAo_cartografia.ppt
 
Mapas e mundos
Mapas e mundosMapas e mundos
Mapas e mundos
 
História dos Mapas - Geografia ensino médio
História dos Mapas - Geografia ensino médioHistória dos Mapas - Geografia ensino médio
História dos Mapas - Geografia ensino médio
 
Mapas antigos parte natália
Mapas antigos parte natáliaMapas antigos parte natália
Mapas antigos parte natália
 
Apresentação1 alunos 1º ano
Apresentação1 alunos 1º anoApresentação1 alunos 1º ano
Apresentação1 alunos 1º ano
 

Mais de Ilda Bicacro

"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
Ilda Bicacro
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Ilda Bicacro
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Ilda Bicacro
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
Ilda Bicacro
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Ilda Bicacro
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
Ilda Bicacro
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
Ilda Bicacro
 
Projeto Nós propomos! Sertã, 2024 - Chupetas Eletrónicas.pptx
Projeto Nós propomos! Sertã, 2024 - Chupetas Eletrónicas.pptxProjeto Nós propomos! Sertã, 2024 - Chupetas Eletrónicas.pptx
Projeto Nós propomos! Sertã, 2024 - Chupetas Eletrónicas.pptx
Ilda Bicacro
 
Nós Propomos! Autocarros Elétricos - Trabalho desenvolvido no âmbito de Cidad...
Nós Propomos! Autocarros Elétricos - Trabalho desenvolvido no âmbito de Cidad...Nós Propomos! Autocarros Elétricos - Trabalho desenvolvido no âmbito de Cidad...
Nós Propomos! Autocarros Elétricos - Trabalho desenvolvido no âmbito de Cidad...
Ilda Bicacro
 
Rota das Ribeiras Camp, Projeto Nós Propomos!
Rota das Ribeiras Camp, Projeto Nós Propomos!Rota das Ribeiras Camp, Projeto Nós Propomos!
Rota das Ribeiras Camp, Projeto Nós Propomos!
Ilda Bicacro
 
Nós Propomos! " Pinhais limpos, mundo saudável"
Nós Propomos! " Pinhais limpos, mundo saudável"Nós Propomos! " Pinhais limpos, mundo saudável"
Nós Propomos! " Pinhais limpos, mundo saudável"
Ilda Bicacro
 
ESSertã - Nós Propomos! De mãos dadas com Rwanda.pptx
ESSertã - Nós Propomos! De mãos dadas com Rwanda.pptxESSertã - Nós Propomos! De mãos dadas com Rwanda.pptx
ESSertã - Nós Propomos! De mãos dadas com Rwanda.pptx
Ilda Bicacro
 
Construção (C)erta - Nós Propomos! Sertã
Construção (C)erta - Nós Propomos! SertãConstrução (C)erta - Nós Propomos! Sertã
Construção (C)erta - Nós Propomos! Sertã
Ilda Bicacro
 
unicef_convenc-a-o_dos_direitos_da_crianca.pdf
unicef_convenc-a-o_dos_direitos_da_crianca.pdfunicef_convenc-a-o_dos_direitos_da_crianca.pdf
unicef_convenc-a-o_dos_direitos_da_crianca.pdf
Ilda Bicacro
 
A nossa escola precisa ... Nós Propomos 2 - Maria Luz Belo.pdf
A nossa escola precisa ... Nós Propomos 2 - Maria Luz Belo.pdfA nossa escola precisa ... Nós Propomos 2 - Maria Luz Belo.pdf
A nossa escola precisa ... Nós Propomos 2 - Maria Luz Belo.pdf
Ilda Bicacro
 
PROJETO_Eu _pedalo_tu corres_ele conduz_nós andamos_ Não _arriscamos_2A_EB SE...
PROJETO_Eu _pedalo_tu corres_ele conduz_nós andamos_ Não _arriscamos_2A_EB SE...PROJETO_Eu _pedalo_tu corres_ele conduz_nós andamos_ Não _arriscamos_2A_EB SE...
PROJETO_Eu _pedalo_tu corres_ele conduz_nós andamos_ Não _arriscamos_2A_EB SE...
Ilda Bicacro
 
EB1_Cumeada_ NP_Interculturalidade - Matilde Mateus.pptx
EB1_Cumeada_ NP_Interculturalidade - Matilde Mateus.pptxEB1_Cumeada_ NP_Interculturalidade - Matilde Mateus.pptx
EB1_Cumeada_ NP_Interculturalidade - Matilde Mateus.pptx
Ilda Bicacro
 
Projeto - Aprender a Viver Juntos - 3.ºSN - Sara Correia.pdf
Projeto - Aprender a Viver Juntos - 3.ºSN - Sara Correia.pdfProjeto - Aprender a Viver Juntos - 3.ºSN - Sara Correia.pdf
Projeto - Aprender a Viver Juntos - 3.ºSN - Sara Correia.pdf
Ilda Bicacro
 
Interculturalidade EB1 Cumeada.pptx
Interculturalidade EB1 Cumeada.pptxInterculturalidade EB1 Cumeada.pptx
Interculturalidade EB1 Cumeada.pptx
Ilda Bicacro
 
Direitos das crianças
Direitos das criançasDireitos das crianças
Direitos das crianças
Ilda Bicacro
 

Mais de Ilda Bicacro (20)

"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Projeto Nós propomos! Sertã, 2024 - Chupetas Eletrónicas.pptx
Projeto Nós propomos! Sertã, 2024 - Chupetas Eletrónicas.pptxProjeto Nós propomos! Sertã, 2024 - Chupetas Eletrónicas.pptx
Projeto Nós propomos! Sertã, 2024 - Chupetas Eletrónicas.pptx
 
Nós Propomos! Autocarros Elétricos - Trabalho desenvolvido no âmbito de Cidad...
Nós Propomos! Autocarros Elétricos - Trabalho desenvolvido no âmbito de Cidad...Nós Propomos! Autocarros Elétricos - Trabalho desenvolvido no âmbito de Cidad...
Nós Propomos! Autocarros Elétricos - Trabalho desenvolvido no âmbito de Cidad...
 
Rota das Ribeiras Camp, Projeto Nós Propomos!
Rota das Ribeiras Camp, Projeto Nós Propomos!Rota das Ribeiras Camp, Projeto Nós Propomos!
Rota das Ribeiras Camp, Projeto Nós Propomos!
 
Nós Propomos! " Pinhais limpos, mundo saudável"
Nós Propomos! " Pinhais limpos, mundo saudável"Nós Propomos! " Pinhais limpos, mundo saudável"
Nós Propomos! " Pinhais limpos, mundo saudável"
 
ESSertã - Nós Propomos! De mãos dadas com Rwanda.pptx
ESSertã - Nós Propomos! De mãos dadas com Rwanda.pptxESSertã - Nós Propomos! De mãos dadas com Rwanda.pptx
ESSertã - Nós Propomos! De mãos dadas com Rwanda.pptx
 
Construção (C)erta - Nós Propomos! Sertã
Construção (C)erta - Nós Propomos! SertãConstrução (C)erta - Nós Propomos! Sertã
Construção (C)erta - Nós Propomos! Sertã
 
unicef_convenc-a-o_dos_direitos_da_crianca.pdf
unicef_convenc-a-o_dos_direitos_da_crianca.pdfunicef_convenc-a-o_dos_direitos_da_crianca.pdf
unicef_convenc-a-o_dos_direitos_da_crianca.pdf
 
A nossa escola precisa ... Nós Propomos 2 - Maria Luz Belo.pdf
A nossa escola precisa ... Nós Propomos 2 - Maria Luz Belo.pdfA nossa escola precisa ... Nós Propomos 2 - Maria Luz Belo.pdf
A nossa escola precisa ... Nós Propomos 2 - Maria Luz Belo.pdf
 
PROJETO_Eu _pedalo_tu corres_ele conduz_nós andamos_ Não _arriscamos_2A_EB SE...
PROJETO_Eu _pedalo_tu corres_ele conduz_nós andamos_ Não _arriscamos_2A_EB SE...PROJETO_Eu _pedalo_tu corres_ele conduz_nós andamos_ Não _arriscamos_2A_EB SE...
PROJETO_Eu _pedalo_tu corres_ele conduz_nós andamos_ Não _arriscamos_2A_EB SE...
 
EB1_Cumeada_ NP_Interculturalidade - Matilde Mateus.pptx
EB1_Cumeada_ NP_Interculturalidade - Matilde Mateus.pptxEB1_Cumeada_ NP_Interculturalidade - Matilde Mateus.pptx
EB1_Cumeada_ NP_Interculturalidade - Matilde Mateus.pptx
 
Projeto - Aprender a Viver Juntos - 3.ºSN - Sara Correia.pdf
Projeto - Aprender a Viver Juntos - 3.ºSN - Sara Correia.pdfProjeto - Aprender a Viver Juntos - 3.ºSN - Sara Correia.pdf
Projeto - Aprender a Viver Juntos - 3.ºSN - Sara Correia.pdf
 
Interculturalidade EB1 Cumeada.pptx
Interculturalidade EB1 Cumeada.pptxInterculturalidade EB1 Cumeada.pptx
Interculturalidade EB1 Cumeada.pptx
 
Direitos das crianças
Direitos das criançasDireitos das crianças
Direitos das crianças
 

Último

A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
AntonioLobosco3
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
WilianeBarbosa2
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
alphabarros2
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Marília Pacheco
 
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdfCurativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
BiancaCristina75
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
nunesly
 

Último (20)

A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
A influência do comércio eletrônico no processo de gestão das livrarias e edi...
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
7 ano - Rede e hierarquia urbana - Geografia - Alpha.pptx
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
 
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdfCurativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
 

Cartografia

  • 1.
  • 2. Desde sempre o ser humano se fascinou pela representação da Terra. Desde as civilizações mais antigas até aos tempos modernos, a informação espacial tem sido reunida por navegadores, geógrafos e geodesistas e tomado a forma gráfica através do trabalho dos cartógrafos produtores de mapas. Inicialmente, os mapas eram utilizados para descrever regiões distantes e usados como apoio à navegação e/ou a estratégias militares. Ao longo do tempo, foi sendo desenvolvido um conjunto de técnicas que permitissem representar o espaço geográfico, o que deu origem à .
  • 3. É a ciência de “criar” mapas. Envolve a recolha de informação geográfica, o armazenamento, o processamento e a edição desta informação, assim como a sua representação em forma de mapas ou de cartas. Vista aérea e planta de Matosinhos sul O que é a cartografia?
  • 4. Um dos mapas mais antigos foi encontrado nas escavações das ruínas da cidade de Ga-Sur, a cerca de 300 km a norte da Babilónia e data de 2500 a.C. Consiste numa placa de barro cozido onde se encontra representado o vale de um rio, provavelmente o Eufrates, com uma montanha de cada lado, simbolizadas em forma de escama de peixe. A Cartografia ao longo dos tempos…
  • 5. Este mapa representa o Mundo conhecido pelos gregos no século V a.C. A Terra era considerada como um disco, ao redor do qual corriam as águas dos oceanos. O Mundo conhecido era constituído por dois continentes (Europa e Ásia) separados pelo Mar Mediterrâneo, pelo Mar Negro (Euxino) e pelo Mar Cáspio. Mapa de Hecateu de Mileto, 560-480 a.C.
  • 6. Este mapa aparece no livro “Memórias Geográficas” de Eratóstenes. Este procurou dar à Terra uma imagem geométrica. Utilizou todos os dados que pôde reunir: posições astronomicamente determinadas, direções de rotas, itinerários cujas distâncias foram medidas, indicações dos sábios que acompanharam Alexandre. Mapa-Mundi de Eratóstenes
  • 7. Às conceções gregas da forma da Terra e das suas grandes divisões, juntaram-se outras hipóteses, respeitantes à repartição das Terras e dos Mares. Com base na ideia da esfericidade da Terra, os sábios gregos admitiram que, além da ecúmena, deveriam existir outros continentes para estabelecer o equilíbrio do planeta. Surgiu o conceito de antípodas, ou continente austral, simétrico da ecúmena (parte habitada pelo ser humano).
  • 8. Este mapa tem a particularidade de representar os graus de latitude num dos lados do mapa e do outro lado apresentar o sistema de climas. A rede cartográfica é constituída por meridianos e os paralelos são representados por círculos concêntricos equidistantes, o que constitui a prefiguração da projeção cónica.
  • 9. Depois de Ptolomeu, houve um declínio na exatidão dos mapas do mundo que perdurou até ao século XIV.
  • 10. Na Orbis Terrarum, os cartógrafos romanos representaram o Mundo que conheciam. Os três continentes aparecem dispostos mais ou menos simetricamente com a Ásia a leste, na parte superior do mapa. A Itália está bastante evidenciada, bem como Roma e as províncias romanas. Cerca de 4/5 do mapa são dedicados ao Império Romano. A Índia, a China (Seres) e a Rússia (Samárcia) estão reduzidas a pequenas regiões periféricas. Orbis Terrarum dos romanos
  • 11. No ano de 776, São Beato adaptou o mapa romano à Teologia cristã. Note-se a grande extensão da Terra Santa e o Paraíso, com os seus quatro rios. Os limites da Terra estão simplificados para dar ao mapa um aspeto mais regular e decorativo. Mapa de São Beato, 776 d.C.
  • 12. O mapa-múndi típico da Idade Média era um disco conhecido com o nome de T no O (Orbis Terrarum). Utilizou-se de novo o Orbis Terrarum dos Romanos, mas com tais modificações que perdeu a sua exatidão geográfica. Neste mapa a Ásia ocupava sempre a parte superior do O, com a Europa e a África ocupando cada uma, a metade da parte inferior. O Mediterrâneo tinha uma posição meridiana entre os dois continentes. Jerusalém estava no centro do círculo, de acordo com a Bíblia. Orbis Terrarum - Idade Média
  • 13. As fontes cartográficas foram os portulanos, cartas traçadas sem projeções, que se limitavam ao desenho do litoral. Até ao século XV
  • 14. Mapa dos fins da Idade Média, caracterizado por estar orientado ao norte magnético, representar portos, cabos e outros acidentes costeiros, e por ser um minucioso sistema de rosas dos ventos e de rumos que se entrecruzam sobre todo o mapa. Portulano
  • 16. Primeiro Mapa de Portugal conhecido, datado de 1561, da autoria de Fernando Álvaro Seco. Durante um século foi a base de todas as cartas nacionais.
  • 17. Juan de la Cosa (1512-1594) elaborou um mapa em que, pela primeira vez, são representadas as terras americanas conhecidas no momento: a área das Caraíbas. Mapa-Mundi de Juan de la Cosa
  • 18. Mercator (1512-1594) é considerado o fundador da cartografia holandesa. O seu principal mérito foi o de libertar a cartografia da influência de Ptolomeu. Mercator utilizou pela primeira vez a projeção cilíndrica no seu mapa-mundi de 1549.
  • 20. Ortelius (1570) publicou a obra “Theatrum Orbis Terrarum” que é considerado o primeiro atlas moderno do Mundo.
  • 21. No século XVIII desenvolveram-se na Europa grandes potências cujos exércitos necessitavam de mapas detalhados e precisos. Assistiu-se ao desenvolvimento da cartografia de grande escala, primeiro em França, com a publicação, a partir de 1746, da “Carte Geometrique de la France”.
  • 22. No início do século XVIII foram encontrados em Istambul mapas muito antigos pertencentes a um oficial da marinha turca, o Almirante Piri Reis (século XVI). Os mapas mostram as Américas, o oeste da África e a Região Antártica. Esta, representada na parte inferior do mapa, corresponde quase perfeitamente à massa de terra que jaz há milénios sob espessa camada de gelo e que só recentemente foi revelada por meio de equipamentos especiais (Sonares).
  • 23. Atualmente a Cartografia relaciona-se com diversas outras áreas, como a Geodesia, a Topografia, o Posicionamento e Navegação por Satélite, a Deteção Remota e os Sistemas de Informação Geográfica.
  • 24. A Geodesia baseia-se, fundamentalmente, no estudo da forma e das dimensões da Terra e das suas alterações.
  • 25. O significado da palavra Topografia é "descrição do lugar". A Topografia é uma ciência aplicada, baseada na Geometria e na Trigonometria, e estuda os instrumentos, métodos de operação no terreno, cálculos e desenhos necessários ao levantamento e representação gráfica, com maior ou menor detalhe de uma parte da superfície terrestre.
  • 26. A Deteção Remota consiste na recolha de informação sobre objetos à distância. Uma vasta gama de informação sobre a superfície e atmosfera do planeta Terra pode ser obtida usando dados e imagens recolhidos por sensores a bordo de satélites artificiais ou de plataformas aéreas.
  • 27. A Componente Espacial de um Sistema Global de Posicionamento e de Navegação por Satélite (Global Navigation Satellite System – GNSS) é constituída por uma constelação com um mínimo de 24 satélites ativos, a altitudes de ordem dos 20 000 km, uniformemente distribuídos no espaço. Esta distribuição é tal que, a qualquer hora do dia e em qualquer lugar da Terra, um recetor dos sinais, eletromagnéticos, enviados pelos satélites, pode registar informações vindas de, pelo menos, quatro satélites.
  • 28. Um Sistema de Informação Geográfica (SIG) é um sistema computacional para aquisição, manipulação, consulta e análise de dados geográficos.